Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Alunos prejudicados por universidade devem receber R$ 18 mil de indenização

A Universal Educação e Projetos (Centro de Educação Apoena) foi condenada a pagar indenização moral de R$ 18 mil para três estudantes, sendo R$ 6 mil para cada um, por modificar a nomenclatura e finalidade do curso de Educação Física, prejudicando a futura atuação deles no mercado de trabalho. Também deverá ressarcir os estudantes com o valor correspondente à metade do que eles pagaram durante as mensalidades escolares. O montante será atualizado na fase de liquidação de sentença. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

A decisão, proferida nessa quarta-feira, é da 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) e teve a relatoria da desembargadora Maria Vilauba Fausto Lopes. Segundo a magistrada, “a conduta da Universidade em oferecer um serviço impróprio aos usuários e alterar em todos os aspectos o curso promovido, causou prejuízo de cunho material e moral aos estudantes”.

Segundo os autos, os alunos se submeteram ao exame e obtiveram aprovação no curso Sequencial em Educação Física Escolar firmado por meio de convênio realizado ente o Centro de Educação Apoena e a Universidade Regional do Cariri (Urca), que tinha como proposta a formação de profissionais habilitados à docência escolar nos Ensinos Médio e Fundamental. Contudo, sem qualquer aviso prévio, as instituições de ensino, no decorrer do curso, modificaram a nomenclatura e finalidade do curso, que passou a ser chamado de “Gestão de Esporte e Lazer Comunitário”, que não proporcionava mais a possibilidade dos concludentes atuarem no ensino de Educação Física e Esportiva junto às escolas de nível fundamental e médio.

Por isso, ajuizaram a ação, pretendendo a condenação das instituições acionadas para devolverem os valores investidos, bem como arcarem com indenizações pelos danos morais decorrentes da frustração do negócio.

Na contestação, a Apoena alegou sua ilegitimidade passiva, tendo em vista que, pelo contrato, seria de responsabilidade da Urca a disponibilização dos projetos dos cursos a serem ministrados, cabendo a ela somente os atos para a implantação dos cursos, elaborando calendário de atividades, selecionando e contratando docentes e, por fim, ministrando as aulas. Além disso, informou que foi rescindido o contrato com a Urca antes da mudança de nomenclatura do curso.

Já a Urca sustentou que o curso foi ministrado regularmente, sem nenhum prejuízo na seara administrativa, pedagógica e didática.

Em 8 de julho de 2013, o Juízo da 1ª Vara da Comarca de Aquiraz condenou as universidades ao pagamento o valor de R$ 15 mil de reparação moral para cada aluno. A título de danos materiais, os estudantes deverão receber o valor correspondente a metade do que foi pago na mensalidade escolar. O montante deve ser apurado em liquidação de sentença.

Visando reformar a decisão, apenas a Apoena ingressou com recurso de apelação (nº 0012840-15.2011.8.06.0034) no TJCE. Sustentou os mesmos argumentos defendidos na contestação.

Ao julgar o caso, a 3ª Câmara de Direito Privado, por unanimidade, reformou parcialmente a sentença para fixar em R$ 6 mil a indenização moral. “Quanto aos danos morais, para o seu arbitramento, é necessário levar em consideração o sofrimento do ofendido, o grau de dolo ou culpa do responsável pelo dano, além da situação financeira das partes, de modo a evitar o enriquecimento sem causa e a penalidade excessiva do causador do dano”, explicou a relatora.

Salmito critica informações distorcidas sobre obra embargada na Meruoca

90 1

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), lamentou nesta quinta-feira (8), em pronunciamento no Plenário, informações distorcidas nas redes sociais acerca de um empreendimento do ex-governador Cid Gomes, na Serra da Meruoca, na Região Norte do Ceará, embargado na terça-feira (6), em ação conjunta do Instituto Chico Mendes (ICMBio) e do Ibama.

“Montou-se montou um circo, uma maquiagem, um faz de conta para enganar a população. Colocaram a imagem de um helicóptero em uma montanha com neve querendo insinuar que neva em Meruoca. Nunca nevou nos últimos 100 anos naquela cidade. Vale a pena agir dessa forma, desinformando? É uma reflexão que faço”, comentou o presidente do Legislativo de Fortaleza.

Em entrevista sobre o caso, Cid Gomes disse que a ação estava regular e que o embargo teria “clara perseguição política”.

Salmito afirmou que a veiculação e proliferação de notícias falsas não é o jeito de fazer uma nova cultura política. O presidente do Legislativo ressaltou que qualquer pessoa pode discordar das ideias e projetos do ex-governador Cid Gomes, desde que exista um embasamento com consistência e qualidade, e não agindo de forma despolitizada, desinformando a população.

(Com informações da Agência Fortaleza)

Exportações cearenses cresceram 154,2% em maio

As exportações cearenses apresentaram em maio crescimento de 117,2% em relação ao mês anterior, alcançando US$ 205,4 milhões. O montante exportado é 154,2% superior à igual período de 2016, quando fora exportado US$ 80,8 milhões. Trata-se do décimo mês consecutivo em que o Estado registra aumento quando comparado com os meses do ano anterior. As importações também registraram crescimento (8,1%) em maio em relação ao mês anterior, chegando a US$ 181,5 milhões. Além disso, o resultado é 46,4% superior aos US$ 124,0 milhões registrados no mesmo período de 2016. Como resultado dessas movimentações, o Ceará registrou balança comercial superavitária em US$ 23,8 milhões em maio.

Essas informações são do estudo Ceará em Comex, elaborado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

No que diz respeito as trocas comerciais do Estado no acumulado do ano, as vendas externas cearenses alcançaram a cifra de US$ 824,3 milhões – alta de 109% quando comparado com 2016. Na mesma direção, as compras do exterior atingiram US$ 931,5 milhões – elevação de 29,2%. Como efeito final de tais transações comerciais, a balança cearense no acumulado do ano ficou negativa em US$ 107,2 milhões. Apesar do resultado, tais valores representam uma evolução em 67,2% em relação a 2016, quando o Estado acumulou perda de US$ 326,7 milhões. Além disso, a balança comercial cearense está reduzindo o seu déficit com a evolução dos meses.

As movimentações das trocas comerciais do Estado influenciaram diretamente na participação das exportações e importações cearenses na balança comercial do Nordeste no acumulado do ano, onde o peso das vendas externas do Ceará avançou de 7,74% (em 2016) para 12,4% (em 2017), e das compras do exterior passou de 11,04% (ano passado) para 11,76% (atual). É a primeira vez no ano que o peso das exportações cearenses no Nordeste é maior que o das importações. Em relação ao Brasil, o peso das exportações cearenses praticamente dobrou, passando 0,54% e 0,94%. Do lado das importações, a participação avançou de 1,34% para 1,58%.

Cláudio Pinho (PDT) é prefeito de São Gonçalo do Amarante.

O Ceará posicionou-se na décima quinta colocação no ranking dos estados exportadores brasileiros, com US$ 824,3 milhões, praticamente empatado com os US$ 824,8 milhões registrados por Pernambuco. Não obstante, em termos de indicadores de crescimento, o Ceará apresentou a terceira maior alta no país com 109% – bem acima da média nacional de 19,6%.

No tocante aos principais municípios cearenses exportadores, Cascavel, Caucaia e Aquiraz apresentaram quedas nas suas vendas externas quando comparado com 2016. São Gonçalo do Amarante lidera a lista com US$ 460,9 milhões – representando mais da metade da pauta exportadora cearense.

Nesse sentido, as exportações da Companhia Siderúrgica do Pecém – CSP têm destaque na série temporal do Ceará, repercutindo diretamente nas vendas externas de São Gonçalo do Amarante. Com relação ao ranking dos principais setores exportadores do Ceará, o setor de “ferro fundido, ferro e aço”, afirma sua posição no topo da lista, com aumento exponencial em torno de 16 mil pontos percentuais (saindo de US$ 2,7 milhão para US$ 444,9 milhões) sobre 2016.

(Também com site da Fiec)

Lava Jato denuncia seis por desvio de R$ 150 milhões na área de gás da Petrobras

A força-tarefa da Operação Lava Jato denunciou hoje (8) os ex-gerentes da Petrobras Márcio de Almeida Ferreira, Edison Krummenauer e Maurício Guedes pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A denúncia também inclui os empresários Luis Mario da Costa Mattoni, Marivaldo do Rozario Escalfoni e Paulo Roberto Fernandes, administradores da Andrade Gutierrez, Akyzo e Liderrol, respectivamente.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), eles atuaram em um esquema criminoso na área de gás e energia da Petrobras que levou ao desvio de mais de R$ 150 milhões. Os ex-gerentes teriam sido responsáveis por fornecer informações privilegiadas às empresas indicadas por Escalfoni e Fernandes que, assim, venciam as licitações promovidas pela estatal.

Os empresários, em contrapartida, repassavam propina aos ex-gerentes através de intermediários, segundo a denúncia. Quando os pagamentos não eram realizados em espécie, os operadores quitavam despesas pessoais dos agentes públicos ou transferiam o dinheiro para contas bancárias na Suíça.

Regularização cambial

Na denúncia, a força-tarefa reforçou a tese de que o ex-gerente da Petrobras Márcio de Almeida Ferreira usou a Lei de Repatriação para lavar dinheiro de propina, conforme já havia sido apontado pelo MPF no dia 4 de maio. Naquele dia, Almeida foi preso por ocasião da 40ª fase da Operação Lava Jato. A lei foi sancionada em janeiro do ano passado e permite que cidadãos com valores não declarados no exterior regularizem esses recursos no Fisco.

Os procuradores apontaram que o patrimônio do ex-gerente passou de R$ 9,2 milhões para R$ 54,5 milhões depois que ele realizou a regularização cambial. A investigação não encontrou evidências de que Almeida tenha exercido atividades lícitas que justificassem esse aumento, segundo a denúncia.

Outro lado

Ao ser questionada sobre a denúncia, a Andrade Gutierrez respondeu que “segue colaborando com as investigações em curso dentro do acordo de leniência firmado pela empresa com o MPF e reforça seu compromisso público de esclarecer e corrigir todos os fatos irregulares ocorridos no passado”.

A Agência Brasil tenta contato com as demais empresas e com as defesas dos acusados.

(Agência Brasil)

Tese da UFC aborda proteínas que inibem crescimento de bactérias infecciosas

Uma tese defendida recentemente no Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia de Recursos Naturais da Universidade Federal do Ceará apresenta importantes resultados sobre proteínas com propriedade inibidora de bactérias infecciosas. Intitulada Purificação e caracterização bioquímica de lectinas ligantes de galactose isoladas de invertebrados marinhos, a tese de autoria do professor substituto Rômulo Carneiro, do Departamento de Engenharia de Pesca dessa Instituiçao, é a primeira do programa, criado em 2013. A informação é da assessoria de comunicação da UFC.

O trabalho trata da descoberta de proteínas do tipo lectina com atividade antimicrobiana. Na pesquisa, tais proteínas são oriundas de três organismos marinhos distintos: uma esponja (Aplysina lactuca), um molusco (Aplysia dactylomela) e um ouriço-do-mar (Echinometra lucunter). As três proteínas apresentaram efeito inibidor no crescimento das bactérias Escherichia coli e Staphylococcus aureos, ambas infecciosas.

A pesquisa foi orientada pelo pofessor. Alexandre Sampaio, do Departamento de Engenharia de Pesca. Ele explica que outro ponto de destaque foi que o estudo caracterizou estruturalmente as três proteínas (em suas estruturas primárias e secundárias), revelando pelo menos dois novos tipos (famílias) de lectina nunca descritos anteriormente.

“Além disso, os resultados nos revelam dados novos sobre as proteínas em estudo. Esse grupo de proteínas, as lectinas, são estudadas há muitos anos em espécies vegetais, mas o trabalho com espécies animais marinhas é muito recente no Brasil”, diz o professor Sampaio, acrescentando que o estudo abre um novo leque de possibilidades a serem exploradas em novas investigações científicas.

O professor Rômulo Carneiro, autor da pesquisa, afirma que a tese representa “uma satisfação muito grande”, não apenas por ser a primeira do programa, mas sobretudo pelos resultados da pesquisa. “Essa tese é um reconhecimento do trabalho que nosso grupo tem feito”, salienta.

A expectativa do pesquisador para os próximos anos é muito positiva devido à grande extensão do litoral cearense e brasileiro, à biodiversidade existente e às potencialidades biotecnológicas a serem exploradas. “À medida que mais alunos forem se formando, e talvez tomando até nosso trabalho como ponto de partida, mais descobertas de moléculas importantes serão feitas. Tenho muita fé de que podemos encontrar muita coisa boa no mar, talvez até tratamento ou cura de muitas doenças”, vislumbra.

SERVIÇO

*A íntegra da pesquisa está disponível no Repositório Institucional da UFC (https://goo.gl/Clkr6P).

Presidente do DEM já não garante permanência na base de Temer

Enquanto os tucanos ensaiam bater em retirada do governo na próxima semana, o DEM segue caminhando com o presidente Michel Temer. Até segunda ordem, informa a Coluna Radar, da Veja Online.

O presidente do partido, senador Agripino Maia (RN), faz coro ao mandatário do PSDB, o senador Tasso Jereissati, ao dizer que “todo dia tem um fato (suspeito) novo” sobre Temer.

Agripino assume a postura do nem morde nem assopra. Diz que não há nada programado para a sigla abandonar o barco, mas que isso será avaliado dia a dia.

Emenda de Moisés Braz amplia programa Agente Rural da SDA

O projeto de lei nº 27/17, de autoria do Poder Executivo e que amplia o Programa Agente Rural da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), foi aprovado pela Assembleia Legislativa. A proposta, no entanto, contou com a emenda do deputado estadual Moisés Braz (PT) que garante o pagamento de R$ 930,00 aos bolsistas de nível fundamental que agora passam a compor o programa atuando na função de Agente Rural de Mobilização Social. No texto original da matéria, o valor era de apenas R$ 694,18.

“O Governo do Estado propôs a criação desse novo nível no intuito de aprimorar um programa que é de grande importância para a agricultura familiar cearense. Porém, compreendemos que o valor da remuneração para esse novo bolsista era baixa. Dialogamos com o governo e com os colegas parlamentares para que fosse pago um valor justo. Fiz a emenda e fechamos em R$ 930,00”, justificou Moisés Braz ao comemorar a aprovação da lei e de sua emenda.

Ampliação de funções

Com a criação de mais um nível de bolsistas para atuar no Agente Rural, as atividades que constituem o programa foram ampliadas. Será papel dos novos integrantes “animar e mobilizar as famílias da comunidade para a participação e engajamento nas atividades desenvolvidas no âmbito dos Programas e Projetos desenvolvidos pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário.

Segundo Moisés Braz, os Agentes Rurais de Mobilização Social deverão atuar principalmente nas comunidades beneficiadas pelo Projeto Paulo Freire cujo objetivo é a implantação de projetos produtivos, e em especial na capacitação dos pequenos agricultores de 31 municípios do Estado.

Os bolsistas terão como requisitos nível fundamental, idade preferencial entre 14 e 30 anos, residir nas comunidades rurais de atuação da SDA, conhecer a realidade rural do semiárido, principalmente na região/municípios do projeto e ter experiência de processos de mobilização e gestão social com famílias rurais.

Produção de motocicletas cai 2,5% no acumulado do ano

A produção de motocicletas teve um recuo de 2,5% de janeiro a maio deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram produzidas 373.491 motocicletas este ano, e nos primeiros cinco meses de 2016, foram fabricadas 382.970 unidades. Os dados são da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Em maio deste ano, foram produzidas 77.730 unidades, uma alta de 20,7% na comparação com o mês de abril (64.380 unidades). Em relação a maio do ano passado, o mês registra uma queda de 15,8%.

Detalhamento

Segundo os dados, as vendas para as concessionárias chegaram a 67.859 motocicletas, alta de 10,6% sobre o mês anterior. Na comparação com maio do ano passado houve queda de 22,2%. No acumulado do ano, foram vendidas 345.021 unidades, o que significa redução de 8% ante o mesmo período de 2016.

As exportações caíram 37,2%, com 3.519 unidades vendidas para o mercado externo em maio, ante as 5.606 unidades exportadas no mesmo mês do ano passado. Com relação a abril, quando foram enviadas 3.804 motocicletas a outros países, a queda foi de 7,5%. No acumulado de janeiro a maio, foram exportadas 24.767 motocicletas, volume 5,5% maior que o registrado em igual período de 2016 (23.477 unidades).

Os emplacamentos aumentaram 3,8%, com 79.533 unidades em maio ante 76.644 unidades no mesmo período do ano passado. Com relação a abril (64.961) houve crescimento de 22,4%. Segundo os dados, a média de vendas por dia útil em maio foi de 3.615 motos, volume 0,2% maior na comparação com a média de abril (3.609 unidades). No acumulado de janeiro a maio, as vendas totalizaram 355.464 unidades, uma queda de 10,3% ante o mesmo período de 2016.

(Agência Brasil)

Ex-secretário de Tasso Jereissati ganhará a Medalha Ambientalista Joaquim Feitosa

O Comitê Estadual da Reserva do Biosfera da Caatinga definiu o agraciado para o prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa.

A medalha deste ano, destinada à pessoa física, vai para o economista Antônio Rocha Magalhães, renomada personalidade nacional, pesquisador nas áreas de desenvolvimento sustentável do nordeste semiárido, mudanças climáticas, sustentabilidade ambiental e gerenciamento de recursos hídricos. Foi também secretário do Planejamento no primeiro Governo Tasso Jereissati.

A cerimônia de entrega da medalha ocorrerá nesta sexta-feira, às 14 horas, na Assembleia Legislativa, dentro das comemorações pelo Dia Mundial do Meio Ambiente. Esta é a 13ª edição do prêmio.

(Divulgação)

As noivas de Santo Antônio de Barbalha

Com o título “As noivas de Santo Antônio de Barbalha”, eis artigo do cineasta e escritor Rosemberg Cariry. Nestes tempos juninos, ele conta um pouco da tradição das casamenteiras, o que acabou virando realidade nessa festão. Confira:

Sendo Santo Antônio, além de padroeiro de Barbalha, santo casamenteiro e parte indissociável da sua história e da herança portuguesa, a comunidade de Barbalha resolveu contribuir para ampliar os seus festejos. A Festa do Pau da Bandeira na cidade é uma festa cheia de vitalidade e sempre em transformação. Ao mesmo tempo, tradicional, contemporânea e pós-moderna.

A ideia do evento-cerimônia intitulado “As Noivas de Santo Antônio de Barbalha” surgiu como projeto coletivo da comunidade de Barbalha, por sugestão da dra. Maria Juraci Maia Cavalcante e minha. A inspiração veio da iniciativa exitosa da Câmara Municipal de Lisboa e da Igreja Católica portuguesa, que realiza seleção de casais socialmente carenciados que desejam realizar seus casamentos, como parte dos festejos do Santo Padroeiro daquela cidade, no mês de junho. O cortejo das noivas em direção à Igreja da Sé e após a cerimônia religiosa pelas ruas de Lisboa antiga atrai todos os anos milhares de pessoas da cidade e turistas de várias origens, sendo visto como espetáculo de encantadora beleza.

Barbalha fez também a sua festa, em um momento único de beleza, de alegria e de emoção. As noivas desfilaram em carros antigos pela Rua do Video, foram recepcionadas nas escadarias da Igreja de Santo Antônio pelos noivos, atravessaram túneis formados pelos guerreiros engalanados dos Reisados de Congo, ao som das bandas de pífanos e de bois dançarinos, sob os aplausos das pessoas. O padre celebrou uma missa bonita, pastorinhas, dianas e borboletas (crianças brincantes da lapinha) fizeram as vezes de damas de honra, músicos cantaram a Ave-Maria e, entre as lágrimas furtivas, os casais de enamorados diziam sim à vida e à união. Ao sair da igreja, um helicóptero derramou sob o céu de Barbalha uma chuva de pétalas, enquanto a orquestra tocava o hino de Santo Antônio. Vivam os noivos. Viva a beleza. Viva o amor. Tudo terminou com uma valsa e uma recepção na Escola de Saberes de Barbalha, com grande participação popular.

É quase certo que, no próximo ano, ocorra uma enxurrada de patrocinadores e se contará em dezenas as TVs transmitindo a bela cerimônia. A festa “As Noivas de Santo Antônio” tem tudo para se transformar em uma tradição duradora dentro dos Festejos de Santo Antônio. Os patrocinadores, neste ano, perceberam as potencialidades da celebração e investiram inicialmente sem buscar o lucro. Foram patrocínios solidários. Para as pessoas que fizeram a festa, o sentido da realização foi imaterial, simbólico, sagrado. O milagre dessa festa generosa só foi possível pelo trabalho coletivo de um grupo de mulheres dedicadas e valorosas, de homens solidários, de uma comunidade unida em torno de um sonho: fazer dos festejos um momento de comunhão coletiva, da beleza e de sagração do amor. Sim, Barbalha fez mais bela a Festa de Santo Antônio e está cheia de graça.

*Rosemberg Cariry

ar.moura@uol.com.br

Cineasta e escritor

PPS do Ceará já se prepara para as eleições 2018

O PPS do Ceará fará, às 9 horas do próximo sábado, no auditório da Assembleia Legislativa, encontro para começar a definir nomes para a chapa proporcional 2018.

A informação é do presidente estadual da legenda, Alexandre Pereira, também secretário do Turismo de Fortaleza.

Ele adiantou que o PPS deverá ganhar, em breve novas adesões de peso, mas não quis dar detalhes. Aproveitou para reiterar apoio à reeleição do governador Camilo Santana (PT).

 

Banco Central poderá aplicar multas de até R$ 2 bilhões em processos administrativos

O Banco Central (BC) poderá aplicar multa de até R$ 2 bilhões a instituições financeiras em processos administrativos punitivos. O limite anterior era de R$ 250 mil. O novo limite foi estabelecido em medida provisória, publicada hoje (8) no Diário Oficial da União, que atualiza o marco legal de punições do Sistema Financeiro Nacional (SFN).

Segundo o BC, a atualização aumenta a “eficiência e a eficácia dos processos administrativos punitivos do Banco Central do Brasil como instrumento de supervisão, além de reduzir custos na condução desse processo, decorrente de estudos que se iniciaram em 2012. O texto também alcança a competência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no âmbito do mercado de capitais”. No caso da CVM, o limite para as multas subiu de R$ 500 mil para R$ 500 milhões.

Multas

O novo valor das multas será aplicado “considerando elementos como o porte da instituição, a capacidade econômica do infrator, a gravidade da infração e o grau de lesão ao SFN [Sistema Financeiro Nacional]”.

A autarquia acrescentou que a “nova legislação, que faz parte da Agenda BC+, pilar Legislação Mais Moderna, anunciada em dezembro passado, torna o rito processual mais moderno e ágil e introduz regras específicas para o processo eletrônico, aprimorando a aderência do processo administrativo punitivo aos princípios da finalidade, da razoabilidade e da eficiência”.

(Agência Brasil)

Leitor apela à Etufor por melhor integração da Linha Inter Shopping

Do leitor Tiago Fontenele, recebemos a seguinte nota, em tom de sugestão para a Etufor. Confira:

Caro jornalista Eliomar de Lima,

Chamo-me Tiago Fontenele, sou radialista e venho, através desta, parabenizá-lo pelo seu trabalho em colaborar com a população. O motivo do envio deste e-mail é uma reclamação acerca da linha 017- Inter Shoppings.

Essa linha, em si, faz parte da linha urbana de Fortaleza que vai do Shoppings Via Sul até a Catedral de Fortaleza. pena que não faça integração com as demais, mesmo com o sistema de bilhete único na linha e a passagem do mesmo valor, R$ 3,20.

O pedido seria que a ETUFOR pudesse estudar a possibilidade dessa linha também ser beneficiada pela integração do bilhete único, onde o passageiro teria o um tempo hábil de 2 horas para se deslocar de um local para o outro, pois o usuário acaba gastando outra passagem quando embarcando num outro ônibus urbano.

Agradeço, desde já, pela atenção.

Tiago Fontenele,

Seu leitor.

Dia dos Namorados – Serasa diz que consumidor deve gastar até R$ 90,00

Uma sondagem feita nas agências da Serasa com 1.420 consumidores apontou que 60,3% dos entrevistados pretendem gastar até R$ 90 neste Dia dos Namorados. O levantamento também apurou que 76,5% das pessoas devem pagar à vista pelos presentes. Segundo a diretora do SerasaConsumidor, Fernanda Monnerat, é importante que no atual cenário político e econômico do país o consumidor seja cauteloso e faça suas compras com consciência para não se endividar além da sua capacidade de pagamento. A informação é do site da Serasa

Também é essencial, segundo a diretora, que o consumidor faça pesquisa de valores para encontrar a melhor oferta. Em datas sazonais, é comum que haja uma grande variação de preço em cima de um mesmo produto. Para Monnerat, o consumidor não precisa ter vergonha de pedir desconto e pechinchar antes de confirmar a compra do produto e/ou serviço. “Também é um momento importante de venda para o comércio e quando há esse interesse conjunto, a negociação de valor pode ficar satisfatória para ambos”, diz.
Presente com criatividade

Impressionar o parceiro com presentes caros quando o orçamento não comporta essa despesa não é um ato de amor, mas de irresponsabilidade financeira. “Mesmo os consumidores apaixonados precisam colocar a razão na frente da emoção e só investir no presente que caiba no orçamento, evitando parcelamentos que aumentam as chances de descontrole”, diz a diretora do Serasa Consumidor.

Se a grana está curta, o consumidor pode investir em presentes criativos e artesanais, caprichados com poemas e mensagens de amor. Abusar dos dotes culinários e preparar um jantar para o namorado também pode ajudar a não gastar ainda mais com restaurantes e bares.

Prefeito diz para Blog que primeira parcela do 13º salário sai a partir do próximo dia 19

Em resposta à Coluna Vertical do O POVO e a este Blog, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), anuncia: vai antecipar 40% do 13º salário dos servidores municipais a partir do próximo dia 19. Essa folha envolverá um total de R$ 81,2 milhões.

Segundo o prefeito, na folha de pagamento do dia 1º de julho virá depositado também o valor das férias coletivas do magistério, mais R$ 13,18 milhões.

“Somando ainda as folhas pagas no 1º de junho e 1º de julho, vamos injetar cerca de R$ 533 milhões na economia de Fortaleza num intervalo de 30 dias”, adiantou Roberto Cláudio.

MP e TCM alertam prefeitos sobre gastos com festas juninas

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) A Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), organismo do Ministério Público Estadual, e o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM)  enviam, nos próximos dias, a todos os prefeitos ofício alertando sobre cuidados legais que devem tomar em se tratando de despesas com festas juninas.

No ofício, há recomendações para que os prefeitos priorizem as despesas e pagamentos necessários à manutenção da máquina administrativa, abstendo-se de contrair gastos com bens e serviços de natureza não essenciais ao interesse público e de realizar despesas, repasses ou dívidas relacionadas a eventos festivos e shows em detrimento do equilíbrio das contas municipais e da prestação de serviços públicos de qualidade.

Assinam o ofício o presidente do TCM, Domingos Filho, e a coordenadora da Procap, procuradora de Justiça Vanja Fontenele.

Eles alertam que “o descumprimento dos preceitos fundamentais da administração pública pode configurar a ocorrência de ilícito administrativo” e que “a responsabilização pela prática de atos de improbidade pode acarretar a suspensão dos direitos políticos, a perda da função pública, a indisponibilidade de bens ou ressarcimento ao erário, sem prejuízo da ação penal cabível”.

O TCM e a Procap lembram, no comunicado, que diversos prefeitos já decretaram situação de calamidade financeira neste ano e que mais de 90 municípios tiveram situação de emergência por estiagem ou seca decretada ou homologada pelo Governo do Estado. Dessa forma, entendem que a realização de eventos festivos pode se mostrar contrária ao princípio da razoabilidade.

Manifestante se amarra à placa do TSE e diz que só sai dali quando Temer for cassado

André Rhouglas (56), mineiro de Ponta Nova, faz um protesto inusitado nesta quinta-feira, em Brasília: amarrou-se à placa do Tribunal Superior Eleitoral, onde ocorre o julgamento da chapa Dilma-Temer.

Ele disse para o repórter Igor Maciel, do Jornal do Commercio, que só saia de lá depois que o presidente Michel Temer fosse cassado.

Ano passado, segundo informações do JC, André carregou uma cruz nas costas para protestar contra a posse de Dilma Rousseff, em 2011. Ele também esteve em Brasília em 2015.

A Polícia acompanha o protesto isolado do mineiro.

(Foto – Igor Maciel, do JC)

 

 

Foto – Igor mac iel, do JC

Temer deve ser expurgado não só pela evidência da corrupção, mas por causa as reformas

90 2

Com o título “Diretos, Diretas e Direito”, eis artigo do deputado estadual Elmano de Freitas (PT), que pode ser conferido no O POVO desta quinta-feira. O parlamentar explica o porquê de defender as Diretas Já. Confira:

O ganho civilizatório constitucionalizado em 5 de outubro de 1988 começou a ser criminosamente subtraído com o golpista Temer ainda interino, que prometera uma nova sociedade despedida de direitos, de reivindicações e de lutas, de desejos e de sonhos. Mais do que isso: prometera a poucos um retrocesso social gigantesco – na economia, na política e na sociedade. Para quê e para quem a entrega?

Para permanência do lucro dos rentistas e superexploração dos assalariados. Para continuidade de uma educação escravocrata e medíocre servil ao tal mercado de trabalho, com 14 milhões de desempregados. Para o deleite dos investidores externos (virão?) como futuro sindicalismo de conveniência e oportunismo. Para tranquilidade dos grandes devedores da Previdência e sonegadores do Fisco. Para prosseguimento de atentados contra os trabalhadores como a recente chacina de dez trabalhadores rurais no Pará. Para retomada cruel do projeto histórico de desenvolvimento nacional em que o povo é permanente excluído de seu fruto.

Não é só pela força das evidências das provas de corrupção que o golpista deve ser expurgado. É também e muito mais pelo comando das agressões contidas nas reformas da Previdência (sem aposentadorias) e Trabalhista (sem sindicatos como interlocutores) e pelo comprometimento por 20 anos de mais recursos para a dívida pública e menos recursos para a dívida social.

É para repor direitos já retirados e outros ameaçados. É para repor a legitimidade hoje inexistente. É para apresentar um Plano Popular de Emergência que possa ser compreendido e votado pela população brasileira que precisamos de Eleições Diretas!

A EC 227, do deputado Miro Teixeira (Rede-RJ), permite no contexto atual a construção da base jurídica suficiente para dar constitucionalidade à vontade popular. No mais, sabemos todos, juristas ou não, que deve repousar, em última instância sobre a soberania popular os destinos e as decisões mais fundamentais do Brasil.

Cumpramos nossa Constituição que está sendo rasgada por Temer e pelo atual Congresso. Diretas Já para resgatar direitos, para repor sonhos e encontrar legitimidade. É nas lutas de resistência que nos reencontraremos enquanto sociedade que busca a paz como fruto da autêntica justiça!

*Elmano de Freitas

elmano.freitas@gmail.com

Deputado estadual (PT-CE)