Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Quem disse que James Bond vai morrer?

Os filhos do ator britânico Roger Moore, que interpretou o personagem James Bond durante doze anos nas produções de “007”, comunicaram a morte do pai na conta oficial dele no Twitter. O ator morreu nesta terça-feira, 23, na Suíça, aos 89 anos, após “uma breve e corajosa luta contra o câncer”.

Sem sombra de dúvidas, um ato excepcional que deixou atuações maravilhosas no cinema.

Ceará vai ganhar um Observatório da Cultura Alimentar

O Estado vai ganhar, às 9 horas do próximo dia 30, o seu Observatório Cearense da Cultura Alimentar (OCCA). Será o segundo observatório do segmento no Nordeste e um dos poucos no Brasil. O lançamento, respaldado pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) da Universidade Estadual do Ceará (Uece), curso de Gastronomia do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e Associação dos Chefs de Cozinha do Estado do Ceará (ACC), acontecerá no Museu da indústria (Centro ) e reunirá pesquisadores acadêmicos, estudantes, profissionais, chefs de cozinha, empresários, representantes de instituições relacionadas à gastronomia e cultura alimentar em geral para uma manhã de confraternização e debate.

O OCCA, que constituirá o eixo do convênio de cooperação técnica e acadêmica que está sendo firmado entre a UECE e IFCE, tem a missão de ser um espaço de elaboração de conhecimento, sistematização, análise e divulgação de dados concernentes às diversas cadeias de produção, consumo e difusão da cultura alimentar no Ceará. A primeira atividade do Observatório, já em andamento, tem sido um grupo de estudos para discutir e aprofundar questões referentes à gastronomia e cultura alimentar, a partir do viés sociológico. Além de atividades como esta, o OCCA espera desenvolver pesquisas puras e aplicadas em Fortaleza e no interior do estado, reunindo pesquisadores, profissionais e instituições que atuam na área. Atualmente, o grupo se reúne, às terças-feiras, na UECE.

Na mesa do evento, estão confirmadas as presenças da professora doutora Maria Lucia Bueno, docente do Departamento de Pós Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG); a chef de cozinha e pesquisadora Nilza Mendonça, autora do livro “Em Busca dos Sabores Perdidos” e professora do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial no Ceará (Senac); a premiada Chef de Patisserie Lia Quinderé, formada pela escola francesa Le Cordon Bleu e proprietária da Sucré Patisserie; Luhen Aquino, chef de cozinha vencedor da versão local do concurso Enchefs e representante cearense no Prêmio Dolmã 2017. Também o o historiador e doutorando em Arqueologia, Igor Pedroza, que desenvolve pesquisa sobre a horticultura pré-histórica no sítio Serra do Evaristo, em Baturité (Ce). A programação é gratuita e não requer inscrição.

SERVIÇO

*Museu da Indústria – Rua Dr. João Moreira 143 Centro.

*Mais Informações – (85) 99151.7919 (whatsapp).

Camilo pede “cautela” e que não haja prejulgamentos no caso das denúncias da JBS

“É um momento de muita cautela. Que as lideranças políticas desse País possam ter muita cautela em relação a esses casos e que a gente possa superar esse momento tão doloroso da política brasileira de forma serena, tranquila, com justiça. Que a justiça possa penalizar quem cometeu qualquer ilícito, qualquer erro, em qualquer partido, isso é o que eu defendo. Ninguém também pode prejulgar ou condenar ninguém por antecipação. Só quem pode fazer isso é a justiça”, disse, nesta terça-feira, em conversa com internautas via Facebook, o, governador Camilo santana (PT). Ele foi indagado sobre denúncias de possível favorecimento ao Grupo JBS no Estado.

Wesley Batista, um dos donos da JBS, disse, em delação à Procuradoria-Geral da República (PGR), que Cid teria lhe pedido, em junho de 2014, no escritório da JBS em São Paulo, R$ 20 milhões para a campanha do petista. O ex-governador nega a acusação e prometeu, em coletiva na última segunda-feira, 22, processar o empresário por “calúnia” e “difamação”.

Camilo Santana disse que “ninguém pode prejulgar” por antecipação nomes envolvidos nas acusações dos delatores Joesley e Wesley Batista sobre o pagamento de propina para diversos políticos abastecerem as campanhas eleitorais. Diante da insistência de internautas, Camilo não respondeu aos questionamentos e afirmou estar procurando “tocar o governo, trabalhar, superar os desafios que tem pela frente”.

(Também com POVO Online)

Instituto Brasileiro do Direito de Defesa pede ao STF que cancele acordo “imoral” com grupo JBS

Os irmãos Batista estão livres e ricos nos EUA. Depois de tanta m… no ventilador.

O  Instituto Brasileiro do Direito de Defesa (Ibradd) protocolou na segunda-feira, 22, no Supremo Tribunal Federal (STF) um mandado de segurança com pedido de liminar contra a decisão do ministro Edson Fachin de homologar o acordo de delação premiada do grupo J&F.; A notícia foi dada pelo jornal Folha de S. Paulo e confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo o presidente do instituto e um dos advogados que assina a petição, Roberto Parentoni, uma das justificativas é que o acordo é “imoral” e “destoa totalmente de outras delações da Operação Lava Jato”.

“Por que um (delator) consegue x (benefícios) e o outro consegue y?”, disse o advogado ao Estado. “Daqui a pouco, o que vamos falar para os nossos filhos? Que o crime compensa?.”

Segundo a petição, o acordo é “light e excepcionalmente favorável” e essa conduta “não combina e é contraditória com a tradição de rigor, austeridade e competência” do Ministério Público “na condução da Operação Lava Jato”.

O fato da homologação ter sido feita em segredo de justiça e “por decisão monocrática” de Fachin, e não no plenário do STF, também é criticado pelos advogados que a assinam. O documento, enviado de forma eletrônica a Corte, já foi protocolado, segundo o STF, mas ainda não foi autuado.

Além de cancelar os efeitos do acordo de colaboração premiada, o instituto pede a continuidade das ações penais em curso, o oferecimento de novas denúncias criminais e o decreto de prisão temporária e preventiva, quando e se for o caso.

Parentoni diz que o mandado de segurança não quer entrar no mérito de anulação das provas. “Já me perguntaram se a gente está defendendo ‘A’ ou ‘B’, não estamos. Só queremos que eles (Joesley e Wesley) respondam pelo que cometeram.”

Na petição, os advogados afirmam que, segundo a Forbes, os irmãos Joesley e Wesley Batista, “líderes da JBS”, tem, cada um, patrimônio pessoal de R$ 3,1 bilhões, e chamam de “multa insignificante” de R$ 110 milhões em 10 anos. O documento critica, ainda, a autorização judicial para eles deixarem o País, o não oferecimento de denúncias e, em caso de denúncias já oferecidas, o acordo por perdão judicial.

Embora Parentoni afirme que o mandado de segurança não questiona a imparcialidade da Procuradoria Geral da União, a petição cita matéria do jornal O Estado de S. Paulo que fala que o ex-procurador da República Marcelo Miller, um dos principais braços-direitos de Rodrigo Janot no grupo de trabalho da Lava Jato até março deste ano, passou a atuar no escritório que negocia com a PGR os termos da leniência do grupo JBS.

Procurada pela reportagem, a PGR ainda não se pronunciou. Nesta terça-feira, 23, Janot escreveu artigo para o portal UOL defendendo o acordo firmado com os empresários do Grupo J&F.;

No texto, Janot aponta que delação é “muito maior que os áudios questionados”, justifica a concessão de imunidade penal aos delatores – que não serão denunciados pelos crimes que revelaram no acordo – e diz estar “convicto” de que tomou a decisão correta.

(Agência Estado)

Papa Francisco se diz profundamente triste com atentado em Manchester

O Papa Francisco ficou “profundamente triste ao saber […] sobre a trágica perda de vidas humanas causadas por um bárbaro ataque” em Manchester, na noite desta segunda-feira (22). O Estado Islâmico assumiu a autoria.

Em um telegrama enviado em seu nome pelo secretário de Estado, cardeal Pietro Parolin, ao bispo local, o Papa “exprime a própria solidariedade para aqueles que foram atingidos por este insensato ataque de violência”.

(Agência ANSA)

UFC vai comemorar o Dia da África

O Dia da África será celebrado pela Universidade Federal do Ceará com uma programação bem diversificada nesta quinta e sexta-feira, no Centro de Humanidades (Benfica). A promoção é da Pró-Reitoria de Relações Internacionais (Prointer), em parceria com docentes e alunos africanos do Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G).

Dentro da programação, haverá nesta quinta-feira (25), três mesas-redondas. A primeira, às 9 horas, será no Auditório José Albano (área 1 do CH). Os outros dois debates ocorrerão às 11 horas e às 14 horas. Arte, juventude, resistência negra, características de países como Angola e Cabo Verde, dentre outros temas, serão abordados nas discussões, que são abertas ao público e não exigem inscrições.

A sexta-feira (26) será dedicada a oficinas de dança e de tranças e a um desfile de moda, a partir das 14 horas, no Bosque Moreira Campos (área 1 do CH). Não é necessário se inscrever previamente.

História

O Dia da África é comemorado oficialmente em 25 de maio, data da fundação da Organização da Unidade Africana, em 1963. Nesse dia, líderes de Estado africanos uniram-se com o objetivo de libertar o continente do colonialismo e lutar contra o apartheid. Hoje, a data é celebrada para dar visibilidade à África, destacando sua diversidade e seu patrimônio cultural e artístico.

(Com Site da UFC)

Especialista desqualifica perícias feitas sem análise do gravador

O presidente da Associação Brasileira de Peritos Criminais, Bruno Telles, considera uma irresponsabilidade a batalha de laudos produzidos em cima do áudio da conversa entre Michel Temer e Joesley Batista. Ele sustenta que, hoje em dia, é impossível se realizar uma perícia sem que o gravador usado seja minuciosamente examinado.

“Há gravadores, com normalizadores internos, que podem captar um ruído externo de alta amplitude e transformá-lo num ruído muito semelhante ao de uma edição, por isso não se fazem perícias “de ouvido”, explica à Veja Online.

Temer contratou o perito particular Ricardo Molina para analisar o material. Em entrevista coletiva, ele afirmou que o áudio é “imprestável”. Molina não passou nem perto do equipamento usado por Joesley.

O presidente da associação da categoria levanta suspeitas sobre a credibilidade de um sujeito contratado pelo investigado. Ele classifica esses profissionais como “pareceristas”, não peritos. “Não se vê pareceristas dando laudos contrários aos interesses de quem o contratou, é lógico”.

Telles avaliza somente a análise prometida pela Polícia Federal, que não teve início justamente porque ainda não recebeu o gravador.

Irmã de Aécio Neves pede ao STF para deixar a prisão

A defesa de Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG), recorreu hoje (23) ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que ela possa deixar a prisão. Ela foi presa na última quinta-feira (18) pela Polícia Federal por determinação do ministro Edson Fachin. No recurso, o advogado Marcelo Leonardo pede a substituição da prisão por medidas cautelares de liberdade e afirma que Andrea Neves não pode ser responsabilizada por todos atos ilícitos supostamente praticados por seu irmão.

Na investigação que foi aberta no STF, a irmã do senador é acusada de intermediar o pagamento de R$ 2 milhões pelo empresário Joesley Batista, dono da empresa JBS. Em depoimento de delação, o empresário também afirmou que Andrea teria solicitado R$ 40 milhões para a compra de um apartamento.

“Os argumentos aduzidos pelo procurador-geral da República e, em parte, admitidos pelo ministro relator, na decisão agravada, para, pretensamente, justificar a necessidade da segregação cautelar da agravante Andrea Neves da Cunha são estranhos a sua pessoa, eis que dizem respeito a seu irmão, senador Aécio Neves”, argumenta a defesa.

Na semana passada, após Aécio Neves ser afastado do cargo pelo ministro Edson Fachin, a assessoria do parlamentar afirmou que ele está absolutamente tranquilo quanto à correção de todos os seus atos.  “No que se refere à relação com o senhor Joesley Batista, ela era estritamente pessoal, sem qualquer envolvimento com o setor público”. A defesa do senador informou que sua intenção era vender a Joesley  um imóvel para pagar a dívida.

(Agência Brasil)

Tasso, se fosse presidente, demitiria Henrique Meirelles

Em caso de saída de Michel Temer da presidência, um dos nomes cotados para assumir o seu lugar é o do senador Tasso Jereissati. Atual presidente do PSDB, Tasso é visto pelos seus pares como um político experimentado, sereno e sem rolos com a Justiça.

A se confirmar seu nome como substituto de Temer, uma medida é certa: a demissão do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, informa a Coluna Radar, da Veja Online.

Tasso é um contumaz crítico de Meirelles. Mas essa não seria uma notícia terrível para o mercado financeiro. Em seu lugar, o tucano nomearia Armínio Fraga.

Banco Central projeta continuidade de resultados positivos nas contas externas de maio

As contas externas devem registrar em maio deste ano o terceiro resultado positivo seguido. A projeção do Banco Central (BC) é que o superávit em transações correntes, que são as compras e as vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do país com o mundo, fique em US$ 1,5 bilhão. De acordo com dados divulgados hoje (23), em abril, o saldo positivo ficou em US$ 1,153 bilhão.

A expectativa do BC é de resultado positivo mesmo com a crise política gerada após a divulgação pelo jornal O Globo de parte da delação da empresa JBS, envolvendo o presidente da República, Michel Temer, e o senador afastado do PSDB, Aécio Neves.

“Com o evento da semana passado, tivemos aumento de incertezas, mas a mensagem é que o Banco Central atua para manter o bom funcionamento do mercado”, disse o chefe adjunto do Departamento Econômico do BC, Fernando Rocha.

No dia 18, primeiro dia de funcionamento do mercado financeiro após a divulgação da delação, houve mais entrada de dólares do que saídas nos segmentos comercial e financeiro, no total de US$ 2,338 bilhões. No dia seguinte (19), o saldo também foi positivo: US$ 1,124 bilhão. “Nesses dois dias, houve ingressos líquidos no mercado de câmbio doméstico. Quanto às incertezas, tem que ver como esse cenário evolui”, acrescentou.

“É muito difícil definir precisamente o que está acontecendo em um dia específico no mercado de câmbio. Teve um aumento na taxa de câmbio que pode ser favorável para o exportador que decida internalizar [trazer o dinheiro para o país] recursos”, acrescentou Rocha.

Investimento estrangeiro

Rocha disse ainda que o BC projeta continuidade da entrada de investimento estrangeiro direto no país, recursos aplicados no setor produtivo. Neste mês, até a última sexta-feira (19), houve ingresso de US$ 1,4 bilhão. A projeção para todo o mês de maio é de US$ 2,8 bilhões. “Para os próximos períodos a expectativa é que o investimento direto continue sendo a principal fonte de financiamento do déficit em transações correntes”, disse Rocha.

(Agência Brasil)

Deputado torce para que crise política acabe no próximo dia 6

O deputado federal Ronaldo Martins, também presidente estadual do PRB, torce para que a crise política no País seja resolvida logo no próximo dia 6. Na data, o Tribunal Superior Eleitoral julgará a chapa Dilma-Temer.

“A população já não aguenta tantos escândalos. É escândalo por cima de escândalos e nós precisamos resolver essa situação”, desabafa o parlamentar.

Tá bom.

Petrobras quita dívida de US$ 500 milhões com Citibank

A Petrobras informou hoje (23) que efetuou uma operação de pré-pagamento de dívida com o Citibank, no valor de US$ 500 milhões vencimentos previstos para 2017 e 2018. Simultaneamente, contratou novo financiamento com a instituição, no mesmo valor, com prazo de vencimento em 2022 e sem garantias reais (unsecured).

Em comunicado, apetroleira disse que “continuará avaliando novas oportunidades de financiamento, de acordo com a sua estratégia de gerenciamento de passivos, que visa a melhora do perfil de amortização e a redução do custo da dívida, levando em consideração as metas de desalavancagem previstas em seu Plano de Negócios e Gestão 2017-2021”.

(Agência Brasil)

ISGH inscreve para seleção no Hospital Regional de Sobral

O Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), entidade de direito privado e sem fins lucrativos, classificado como Organização Social pelo Governo do Ceará, lançou edital para a realização de Processo Seletivo de Provas e Títulos, sob regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

O objetivo é selecionar candidatos para o preenchimento de vagas do quadro de funcionários do Hospital Regional Norte (HRN), além de formação de cadastro de reserva para vagas que surgirem durante o prazo de validade do Processo Seletivo. Para profissionais de nível fundamental, médio e superior.

As inscrições acontecem até o dia 4 de junho, por meio do link PROCESSO SELETIVO 2017/13 – ISGH, disponibilizado na página do PRO-MUNICÍPIO (AQUI).

Inscrições

*As inscrições devem se feitas no site do ISGH aqui.

Tio de Aécio desabafa: Falta qualidade intelectual e moral ao tucano

O desembargador aposentado Lauro Pacheco de Medeiros Filho, pai de Frederico Pacheco de Medeiros, o Fred, primo do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), afirmou que “falta qualidade moral e intelectual” ao tucano. Fred foi preso na Operação Patmos, na quinta-feira passada, 18, após ser filmado buscando uma mala com R$ 500 mil – o dinheiro seria propina da JBS, supostamente a pedido de Aécio.

Nesta segunda-feira, 22, o pai de Fred usou a internet para atacar Aécio. “Aécio: meu filho Frederico Pacheco de Medeiros está preso por causa de sua lealdade a você, seu primo. Ele tem um ótimo caráter, ao contrário de você, que acaba de demonstrar não ter, usando uma expressão de seu avô Tancredo Neves, ‘um mínimo de cerimônia com os escrúpulos’.”

Medeiros escreveu, ainda. “Falta-lhe, Aécio, qualidade moral e intelectual para o exercício do cargo que disputou de presidente da República. Para o bem do Brasil, sua carreira política está encerrada.”

Ao telefone, ele repetiu o desabafo e, com voz embargada, disse que a família está chocada com a forma com que Aécio referia-se ao primo nas gravações.

O trecho sobre quem seria o responsável para retirar o dinheiro da propina da JBS foi o que mais “incomodou” Medeiros e a família. “Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação (…) Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara”, disse Aécio na conversa com Joesley Batista, dono da JBS.

Segundo a investigação, a propina acertada entre o empresário e Aécio era de R$ 2 milhões. Segundo investigações, em pelo menos duas ocasiões Fred foi pessoalmente à sede da JBS para buscar parte da propina acertada para o primo.

No texto publicado nas redes sociais, Lauro Pacheco de Medeiros Filho seguiu. “Vejo agora, Aécio, que você não faz jus à memória de seu saudoso pai, o deputado Aécio Cunha.”

Defesa

A reportagem procurou o senador afastado para ouvi-lo sobre a mensagem do seu tio. Nota divulgada na semana passada pelo advogado de Aécio, José Eduardo Alckmin, afirmou que o “diálogo se deu numa relação entre pessoas privadas, no qual o senador solicitou apoio para cobrir custos de sua defesa, já que não dispunha de recursos para tal”.

No mesmo comunicado, o senador afastado ainda disse lamentar os “termos inadequados que usou na conversa gravada, já tendo se manifestado diretamente junto a cada um dos companheiros e autoridades mencionados.” O tucano também afirmou que não houve “contrapartida”.

“O delator propôs, já atendendo aos interesses de sua delação, emprestar recursos lícitos provenientes de sua empresa, o que ocorreu sem qualquer contrapartida, sem qualquer ato que possa ser considerado ilegal ou que tenha qualquer relação com o setor público.”

(Com Estado de São Paulo)

Odorico Monteiro troca a presidência do PROS pela presidência do PSB do Ceará

O deputado federal Odorico Monteiro vai trocar o comando do Pros pelo PSB. Será nesta tarde de terça-feira, com posse marcada par as 16 horas, na sede da legenda.

Ele informa que foi convidado pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, e que assumirá dentro das diretrizes do partido de ser oposição ao governo Michel Temer. A cúpula anterior, comandada pelo deputado federal Danilo Forte, foi destituída porque teria aproximação, com cargos, com o atual governo.

Odorico não deu detalhes sobre como deixa o Pros, mas informou que a presidência passa para o vice, no caso o advogado Leandro Vasques.

Já o deputado federal Danilo Forte, segundo algumas especulações, estaria trabalhando para assumir o comando do PSC no Estado no lugar da presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico do Ceará (Adece), Nicolle Barbosa.

Luizianne Lins e as “Diretas Já!”

Com o título “Diretas Já!”, eis artigo da deputada federal Luizianne Lins (PT). Para ela, os que “defendem a eleição indireta, a pretexto de defesa da Constituição, querem na verdade interditar esses debates.” Confira:

Está escrito no parágrafo único do artigo 1º da Constituição: “Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”. Mas nossas elites parecem se lembrar apenas da parte que fala dos “representantes eleitos” e sempre esquecem o “diretamente”. Isso acontece agora diante da possível queda do Temer.

Se “todo poder emana do povo” e diante da encruzilhada que o País vive, cabe somente a ele a decisão sobre seu destino enquanto nação. E aqui não falo só da escolha de quem vai gerenciar o País num necessário pós-Temer. Falo principalmente da escolha de projetos de sociedade, de nação. É o povo que sofre as consequências do desemprego, com as deficiências da saúde e com a insegurança. Então é ele que deve decidir os rumos de saída para uma crise na qual, de resto, é o único afetado.

Faz parte da discussão de um projeto de nação se no futuro teremos ou não um sistema público de previdência excludente, menos acessível e com aposentadorias menores que as pagas hoje. Se queremos um modelo de pleno emprego com garantia de direitos trabalhistas, como tivemos entre 2006 e 2014, ou se teremos um mercado de trabalho marcado pela rotatividade da mão de obra, pela precarização das condições de trabalho e pela baixa remuneração, como será consequência da reforma trabalhista.

Queremos ter oportunidade de decidir se vamos continuar ou não, pelos próximos 20 anos, com a restrição de gastos com saneamento básico, educação ou moradia e a liberdade infinita para o governo gastar com os juros do mercado financeiro. Queremos discutir se é conveniente para nosso futuro entregar para exploração de empresas estrangeiras nossa principal riqueza mineral, o pré-sal. Se vamos continuar com um sistema tributário em que um assalariado que ganha R$ 5 mil/mês paga 27,5% de imposto na fonte, enquanto quem tem lucros e dividendos de milhões/ano não paga nada.

Os que defendem a eleição indireta, a pretexto de defesa da Constituição, querem na verdade interditar esses debates. Querem que eles continuem sendo feitos apenas nos gabinetes de Brasília, entre técnicos e lobistas, para posterior decisão de um Congresso que hoje tem sua credibilidade ao rés do chão. Ao contrário, queremos um debate público, aberto, democrático, no qual o próprio sistema político seja discutido. E debate com o povo decidindo seu destino só tem um jeito: com Diretas Já!

*Luizianne Lins,

dep.luiziannelins@camara.leg.br
Deputada federal (PT/CE)

Caso JBS – Secretário do Turismo do Ceará é aguardado da Alemanha

O secretário do Turismo do Estado, Arialdo Pinho, é aguardado hoje de Frankfurt, na Alemanha, onde conferiu a Feira Imex 2017, de negócios no setor.

Ele e o secretário Antonio Balhmann (Assuntos Internacionais) são acusados de intermediar propina de R$ 20 milhões para a campanha de Camilo Santana (PT). Balhmann já divulgou vídeo com suas explicações.

Arialdo, na época da campanha, era chefe da Casa Civil do Governo Cid Gomes.

O ex-governador deu, inclusive, coletiva, nessa segunda-feira, na Assembleia Legislativa, rebatendo acusações de Wesley Batista, da JBS, sobre propina. Disse ainda que vai processar o empresário.

 

Prefeitura manda retirar artigo que taxava aposentadorias do IPM

86 2

O vereador Guilherme Sampaio (PT) deu uma boa notícia, nesta manhã de terça-feira, em vídeo que nos mandou para o Blog. A Prefeitura de Fortaleza mandou retirar artigo que, no projeto da reforma administrativa em tramitação na Câmara Municipal, taxava os aposentados do IPM.

Na prática, extinguia o abono concedido na gestão Luizianne Lins (PT) para compensar emenda constitucional que obrigava municípios a adotar tal procedimento.

Guilherme Sampaio disse que agora é continuar vigilante em favor dos servidores.

Ely Aguiar quer CPI para apurar denúncias feitas por dono da JBS

O deputado estadual Ely Aguiar (PSDC) defendeu, nesta manhã de terça-feira, a instalação de uma CPI para apurar as denúncias feitas pelo empresário Wesley Batista, envolvendo o ex-governador Cid Gomes (PDT) e os secretários estaduais Antonio Balhmann (Assuntos Internacionais) e Arialdo Pinho (Turismo).

  • Mais sobre o Caso JBS no Ceará, leia aqui.