Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Fake news – Facebook classifica usuários por confiabilidade de denúncias

O Facebook classifica usuários que denunciam publicações como “notícias falsas”, atribuindo maior ou menor pesos à sua confiabilidade. O sistema da rede social dá uma nota maior àquelas pessoas autoras de uma denúncia de um conteúdo que depois foi confirmado por agências de checagem. Já os autores de questionamentos não endossados na análise da rede social teriam um impacto no seu grau de confiabilidade.

Segundo a gerente de produto responsável pelas estratégias de combate à desinformação da empresa, Tessa Lyons, a nota dada aos usuários não é um indicador absoluto, mas uma referência usada para avaliar denúncias de posts enviadas pelos usuários. A medida estaria relacionada à preocupação de haver pessoas apontando mensagens como falsas por discordar do conteúdo ou da fonte da informação.

Segundo o escritório do Facebook no Brasil, a classificação é utilizada para evitar o uso indevido da ferramenta de denúncia. “Estamos desenvolvemos um processo para proteger nossa comunidade de pessoas que denunciam de forma indiscriminada conteúdos como sendo falsos na tentativa de burlar as regras da plataforma. Fazemos isso para ter certeza de que nossa luta contra a desinformação seja mais efetiva”, afirmou a empresa por meio de sua assessoria.

A denúncia de posts é uma das ferramentas disponibilizadas pela plataforma para identificar desinformação. Ela é um dos canais utilizados para análise realizada por sistemas informatizados, por equipes responsáveis pela avaliação de textos com indícios de problemas ou por agências de checagem de fato parceiras. A empresa, contudo, afirma que não remove uma publicação por ser uma “notícia falsa”, mas pode reduzir seu alcance.

“Não é incomum pessoas nos dizerem que algo é falso simplesmente porque discordam da premissa de um artigo ou estão intencionalmente visando um veículo”, afirmou Lyons ao jornal.

(Agência Brasil)

General Theophilo quer criar a Secretaria da Mulher

General Theophilo e Maria da Penha.

O candidato ao Governo do Estado, Guilherme Theophilo (PSDB), esteve nesta terça-feira, 21, no Instituto Maria da Penha para conversa com a cearense – que dá nome à lei – sobre violência contra a mulher. Mesmo com objetivo de “enxugar ou juntar várias secretarias” estaduais, disse, em coletiva de imprensa após a conversa com Maria da Penha, que “já vou raciocinar essa redução, mas com a criação de uma secretaria da mulher”.

Segundo Theophilo, o estado deve ter 20 secretarias. Na conversa com Maria da Penha, ele perguntou, inclusive, se ela se incomodaria se a eventual pasta não fosse exclusivamente da mulher, mas que prestasse atenção social em vários casos. Ela frisou a importância de órgão exclusivo, “porque (o problema da violência contra a mulher) é muito complexo, é muito grande”.

Também presente na ocasião, a candidata ao Senado Federal, Mayra Pinheiro (PSDB), completou resposta de Maria da Penha, afirmando que “talvez (a importância da secretaria) seja do tamanho do problema”. Em entrevista exclusiva ao O POVO, disse que a conversa a motivou para dar seguimento a sua proposta, de que exista em todos os sites oficiais de segurança pública o nome de homens que têm passagem por agressão a mulheres. Ela diz ter certeza de que um governo tucano terá muitas mulheres em suas secretarias nomeadas por competência.

Ao final do encontro, Theophilo assinou mesma carta que a presidenciável Marina Silva (Rede) assinou nessa segunda-feira, 20, que pede, entre outras demandas, “criação de Casas Abrigos no Municípios Polo das Regiões para atender as demandas da mulher”. Maria da Penha disse ao O POVO que o candidato já tomou conhecimento do que é necessário a ser feito sobre a questão.

Ela diz que todos os municípios devem ter Centro de Referência da Mulher, local em que a vítima de violência será acolhida e informada sobre direitos que possui. Conforme o IMP, todos os candidatos ao Governo do Estado e à Presidência da República receberam convite para assinar a carta na sede do instituto.

(O POVO – Carlos Holanda)

Juízes querem incluir piloto e mais dois réus em denúncia por morte de líderes do PCC

Após receber a denúncia contra dez acusados de participar das mortes de Gegê e Paca, o colegiado de juízes que atua no processo, que tramita na Comarca de Aquiraz, decidiu remeter os autos ao procurador-geral de Justiça, Plácido Rios, para que seja reanalisada a decisão do MPCE de não incluir a acusação de homicídio duplamente qualificado a três réus.

Conforme O POVO mostrou nesta segunda-feira, 21, o piloto Felipe Ramos, Jefte Ferreira e Jussara da Conceição foram denunciados por outros crimes, como organização criminosa, mas não pelas mortes. Os promotores entenderam que todos contribuíram para os crimes, mas de maneira não intencional.

Na decisão, os juízes afirmam que o arquivamento indireto em relação aos três pelos “crimes de sangue se apresenta prematuro, eis que os dados reunidos no inquérito policial não seriam suficientes para concluir-se, de forma segura, que os indiciados não teriam concorrido de qualquer forma nos homicídios que ceifaram a vida das vítimas”.

Já os irmãos Francisco Cavalcante Cidrão Filho e José Cavalcante Cidrão, que foram indiciados por organização criminosa e lavagem de dinheiro pela Polícia Civil, citados na denúncia, responderão em um processo à parte, que tramita na 14ª Vara Criminal de Fortaleza. Os irmãos não tiveram participação nas mortes. Seriam eles os responsáveis por lavar o dinheiro ilícito e administrar os bens de Gegê e Paca no Ceará.

(O POVO – Repórter Thiago Paiva)

Advogado de Trump diz que pagou pelo silêncio de atriz pornô a mando de Trump

O advogado Michael Cohen confessou nesta terça-feira ser culpado de vários crimes, entre eles o de violar as normas de financiamento de campanhas eleitorais, ao pagar pelo silêncio de mulheres que tiveram relações com Donald Trump por ordem do agora presidente dos Estados Unidos.

Após meses como principal alvo das investigações, Cohen negociou e firmou hoje um acordo com a Justiça, também admitindo ter cometido os crimes de evasão fiscal e fraude bancária, segundo confirmou o promotor responsável pelo caso, Robert Khuzami.

O promotor explicou que as acusações graves contra Cohen “refletem um padrão de mentiras e de desonestidade”. O ex-advogado de Trump será libertado após pagamento de fiança e conhecerá sua pena no próximo dia 12 de dezembro. Apesar do acordo, é grande a possibilidade que Cohen passe vários anos na prisão.

Cohen admitiu em uma audiência realizada na tarde desta terça-feira que pagou duas mulheres para que ficassem em silêncio sobre as relações que tiveram com Trump.

Os pagamentos foram feitos, segundo Cohen, “sob ordem do presidente” e tinham como objetivo principal “influenciar as eleições”. Dessa forma, o ex-advogado de Trumpconfessou ter violado as normas de financiamento de campanhas eleitorais, ao fazer uma contribuição monetária não declarada para ajudar o então candidato republicano.

O advogado revelou que fez pagamentos à atriz pornô Stormy Daniels e à ex-modelo da Playboy Karen McDougal para que elas não falassem com a imprensa sobre as relações que tiveram com Trump.

No caso de Daniels, o pagamento ocorreu em outubro de 2016, na reta final das eleições, quando a imagem de Trump estava muito abalada após várias acusações de assédio contra o hoje presidente.

Nos últimos meses, Trump tentou se distanciar de Cohen, um de seus colaboradores mais próximos, depois de o FBI terrealizado uma operação de busca e apreensão no escritório do advogado. Vários documentos, inclusive envolvendo os pagamentos, foram confiscados.

Recentemente, Cohen tinha indicado que poderia cooperar com as autoridades e contra o presidente para evitar a prisão. No entanto, o acordo firmado com os promotores não inclui uma colaboração de Cohen, que, segundo fontes citadas pela imprensa americana, preferiu se dizer culpado para evitar um longo julgamento e o pagamento de uma multa ainda maior.

(Agência Brasil com EFE)

PT do Ceará baixa resolução orientando: Petista vota em petista

A Comissão Executiva do PT do Ceará, reunida na última segunda-feira, na sede do partido, baixou resolução orientando que “petista vota em petista”. Adiantou ainda que “desviar-se dessa máxima é afastar-se do compromisso mínimo esperado de um verdadeiro militante do nosso partido.”, acentua em nota.

Na resolução fica a indicação de que todos os seus filiados, sobretudo dirigentes, titulares de cargos públicos de governos municipais dos quais o PT participe e detentores de cargos eletivos a manifestarem voto em candidatos do PT.

“Precisamos assegurar que na disputa eleitoral os militantes formem a unidade e fortaleçam os candidatos do partido para que consigamos fortalecer nossa bancada de parlamentares”, acentua o deputado estadual Moisés Braz, que preside o PT no Estado.

Fica decidido ainda que caso seja declarado apoio a outrem fica a cargo da Comissão de Ética Estadual fazer a apreciação dos filiados que declarem voto a candidato a deputado federal e deputado estadual de outros partidos, bem como aqueles que optarem por declarar apoio a candidaturas a Presidente da República e Governador diferentes das indicadas pelo PT nas suas diferentes instâncias.

“A abertura de procedimento na Comissão de Ética poderá, após o devido processo interno e constatada a ausência de fidelidade partidária, resultar em sanções que vão desde advertência à expulsão, com o cancelamento da filiação partidária, e, consequentemente, perda do mandato para aqueles que o detém em nome do PT.”, finaliza a resolução.

*Confira a resolução completa no site do PT Ceará: www.ptceara.org.br

DETALHE – Vale também para o governador Camilo Santana, que orienta voto pró-reeleição do senador Eunício Oliveira? – indagam as bases da legenda. Bem, no plano do Senado, o PT não tem candidato.

(Foto – ALCE)

Segunda Turma do STF decide manter José Dirceu em liberdade

Por 3 votos a 2, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, 21, manter a decisão tomada em junho que suspendeu a execução da condenação do ex-ministro José Dirceu a 30 anos de prisão na Operação Lava Jato. Com o entendimento, Dirceu foi libertado e deixou Penitenciária da Papuda, em Brasília, onde havia sido detido para cumprir pena. A informação é da Veja Online.

A decisão desta terça foi tomada a partir de um recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o habeas corpus protocolado pela defesa de Dirceu. Reafirmaram voto pela soltura o relator, Dias Toffoli, e os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Na sessão desta tarde, o ministro Edson Fachin, que havia pedido vista na ação, finalizou seu voto. Segundo o ministro, relator da Lava Jato no Supremo, o habeas corpus não poderia ter sido concedido por razões processuais. Celso de Mello, que não havia votado na sessão de junho, também votou para determinar o retorno de Dirceu à prisão.

Com a decisão do colegiado, José Dirceu permanecerá em liberdade até que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) analise o recurso para reavaliar a sentença a que ele foi condenado em segunda instância, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).

(Foto – Reprodução de TV)

Apoiadores de Alckmin convocam para “guerra contra bolsomínios” nas redes sociais

Apoiadores de Geraldo Alckmin (PSDB) foram convocados por membros da campanha dele nesta terça-feira, 21, a entrar “em guerra” nas redes sociais com eleitores do concorrente Jair Bolsonaro (PSL).

O coordenador de mídias sociais de Alckmin, Fabricio Moser, instou cabos eleitorais a se engajar fortemente na campanha feita no Facebook e pelo WhatsApp. Ele orientou os presentes a entrar no “exército de Alckmin no Rio de Janeiro” e aderir à “guerra” contra apoiadores de Bolsonaro, argumentando que o perfil do tucano no Facebook sofreu “ataques de bolsominions”.

A fala de Moser foi feita a cerca de 800 pessoas, entre as quais cabos eleitorais e candidatos a deputado pelo PSDB e partidos coligados no Rio, DEM, PP, PTB, Solidariedade e PPS.

Moser ensinou a plateia a reagir às postagens do tucano com o ícone “uau” (um emoticom de boca aberta), para “equilibrar a estética dos posts”, que recebem reações com emoticons de raiva dos eleitores de Bolsonaro. Afirmou ainda que textos de campanha devem ser compartilhados pelo WhatsApp. “Ele tem muito robô e a galera dele vai lá e faz o que tem que fazer”, afirmou Moser sobre Bolsonaro.

Alckmin chegou ao evento às 15 horas. A pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada na segunda-feira, 20, mostrou que Alckmin está no quarto lugar nos cenários com e sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – preso pela Lava Lato e ainda na dependência de posicionamento da Justiça sobre sua candidatura.

Sem Lula, Bolsonaro tem 20% das intenções de foto, e aparece em primeiro lugar. Depois vêm Marina Silva (Rede), com 12%, e Ciro Gomes (PDT), com 9%. O tucano está com 7%, numericamente à frente de Fernando Haddad (PT), que tem 4%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais. O levantamento foi registrado no TSE sob o número BR-01665/2018.

No levantamento em que Lula é incluído, 37% dos entrevistados disseram votar no petista, 18% em Bolsonaro, e 6% em Marina. Alckmin e Ciro aparecem empatados com o porcentual de 5%. O ex-governador de São Paulo é o terceiro em índice de rejeição (25%), atrás de Bolsonaro (37%) e Lula (30%).

(Agência Estado)

Festival Nordestino de Teatro comemora 25 anos

Espetáculo “Nossos Mortos”, do grupo Teatro Máquina.

O 25° Festival Nordestino de Teatro (FNT) está chegando. Será de 1º a 8 de setembro próximo, em Guaramiranga (Maciço de Baturité), que se transformará em um grande centro das artes, informa a assessoria de imprensa do evento.

Nesta edição, o festival festejará os seus 25 anos com participação dos nove estados da região, representados por grupos e artistas convidados, revelando a potência e a diversidade das artes cênicas no Nordeste, presentes no teatro, na dança, no circo e na música. Dentre os grupos cearenses estão: Teatro Máquina, No barraco da Constância tem e Dona Zefinha.

O 25º FNT é apresentado pela Secretaria da Cultura, numa realização da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA).

(Foto – Divulgação)

A Crise na Venezuela e seus Impactos para o Brasil será tema de palestra em Fortaleza

435 3

A Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra na Terra da Luz e a Escola Superior de Guerra (ESG), com apoio da Federação das Associações do Comércio, Indústria, Serviços e Agropecuária do Ceará (Facic) e do Grupo Energy Telecom, promoverão a palestra “A Crise na Venezuela e seus Impactos para o Brasil”.

O conferencista é o coronel Paulo Roberto Costa e Silva, chefe da Divisão de Assuntos de Inteligência Estratégica da ESG e membro do Grupo de Trabalho instituído pelo Ministério da Defesa para o acompanhamento da crise na Venezuela. A palestra ocorrerá às 19 horas, do próximo dia 31, no auditório da Facic (Palácio do Comércio).

(Foto – Divulgação)

Fachin cassa decisão do TJ de Minas que não reconheceu união estável deidosos

Não há distinção de idade ou sexo no reconhecimento de uma união estável. Com esse entendimento, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, cassou decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais e reconheceu a relação de um casal de idosos após a morte de um dos cônjuges. A informação é da assessoria de imprensa do STF.

“Partindo das premissas fáticas adotadas pela decisão recorrida, a conclusão a que chegou o juízo a quo diverge da jurisprudência dominante deste Supremo Tribunal Federal, a qual não faz restrição quanto à idade, nem ao sexo, dos companheiros para fins de reconhecimento da união estável”, afirmou o ministro.

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais não havia reconhecido o relacionamento do casal por falta de “prova robusta” e sob a justificativa de que a união estável deve ser “contínua, pública e douradora, com intenção de constituir família”.

Um dos fatos citados na decisão do TJ-MG foi que o falecido designou a neta, e não a autora da ação, como beneficiária da pensão por morte. Mas Fachin, ao dar provimento ao recurso, afirmou que uma das comprovações da união é que o homem foi acompanhado pela companheira durante seu tratamento de saúde até a morte.

No julgamento do RE 646.721, citado pelo ministro em sua decisão, o “STF já reconheceu a ‘inexistência de hierarquia ou diferença de qualidade jurídica entre as duas formas de constituição de um novo e autonomizado núcleo doméstico'”, não sendo legítimo “desequiparar, para fins sucessórios, os cônjuges e os companheiros, isto é, a família formada pelo casamento e a formada por união estável”.

Para o advogado da causa Wagner Dias Ferreira, a decisão do tribunal mineiro foi preconceituosa por colocar em dúvida a existência do relacionamento por se tratar de um casal de idosos e considerar que eles não poderiam constituir uma família.

“O país vive um ambiente de crescimento dos preconceitos e das discriminações. E, apesar de todas as questões que possam ser colocadas em desfavor do poder judiciário brasileiro, ainda é possível ouvir daquele ente estatal um murmúrio em defesa da justiça, da igualdade e das liberdades humanas”, comemorou Ferreira.

O número do processo não foi divulgado porque tramita em segredo de Justiça.

TRT/CE – Termina sexta-feira prazo para acordos de precatórios com a Prefeitura

Quem possui precatórios de processo trabalhista com o município de Fortaleza tem nova oportunidade de antecipar o recebimento de seu crédito. A Divisão de Precatórios do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará alerta para o processo de habilitação para credores solicitarem audiências de conciliação em processos de precatórios do município de Fortaleza (administração direta e indireta).

O período de habilitação para os interessados em celebrar acordos vai até sexta-feira, dia 24 de agosto, lembra a assessoria de imprensa do TRT do Estado.

Para solicitar a audiência, a parte deve fazer uma petição no processo do respectivo precatório, com protocolo direto no TRT/CE, situado na Avenida Desembargador Leite Albuquerque, 1.077, Aldeota, Fortaleza. Após protocolizado o pedido do credor informando o interesse em conciliar, o valor do crédito será atualizado e as partes intimadas para ciência pelo prazo sucessivo de 10 dias.

O município de Fortaleza dispõe de R$ 6.486.662,27 para celebrar os acordos.

(Foto – Arquivo)

Eleições 2018 – PSB do Ceará inaugura comitê coletivo

O PSB do Ceará vai inaugura, dia 27 próximo, em Fortaleza, um comitê coletivo.

A ordem, segundo o presidente regional do partido, o deputado federal Odorico Monteiro, é atender ali todas as demandas dos candidatos a cargos proporcionais. A medida é vista como bom fator também de economia.

Sobre a disputa majoritária, Odorico reitera que o PSB apoia a reeleição do governador Camilo Santana (PT) e as postulações de Cid Gomes e Eunício Oliveira para o Senado. De quebra, Ciro Gomes para presidente da República.

(Foto – Divulgação)

Mesa da Câmara decide nesta quarta-feira se cassa mandato de Paulo Maluf

O futuro político do deputado afastado Paulo Maluf (PP-SP), em prisão domiciliar, deve ser decido até amanhã (22). Apesar de há uma semana o advogado do parlamentar, Antônio Carlos de Almeida Castro, ter dito que Maluf poderia renunciar ao mandato, nesta terça-feira (21), procurado pela Agência Brasil, ele disse que ainda aguarda o ex-prefeito de São Paulo se manifestar. Com a cassação iminente, Maluf tem sido aconselhado a renunciar para evitar mais desgaste. “Como é uma questão personalista, não falei com ele hoje e não vou pressionar, ele vai me dar uma resposta quando tiver”, disse o advogado.

Caso não renuncie, já está marcada para amanhã (22), às 11h, na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), uma reunião da Mesa Diretora da Casa, na qual, segundo o corregedor-geral da Câmara, deputado Evandro Gussi (PV-SP), “de uma maneira ou de outra, com renúncia ou sem renúncia”, a Câmara decidirá sobre a situação de Maluf.

Histórico

Em maio do ano passado, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou Maluf a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão por lavagem de dinheiro e determinou que a Mesa Diretora da Câmara decretasse a perda do mandato. A decisão ainda não foi tomada porque um grupo defende que o plenário deve decidir sobre a cassação e não a Mesa da Casa. Outro grupo entende que a Câmara está descumprindo a determinação judicial.

O deputado Paulo Maluf ficou preso entre dezembro e março no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, mas ganhou o direito de cumprir prisão domiciliar devido a “graves problemas de saúde”, conforme alegou sua defesa em recurso aceito pelo ministro do STF Dias Toffoli. Aos 86 anos de idade, o ex-prefeito de São Paulo tem com problemas cardíacos, ortopédicos, além de câncer de próstata e diabet

(Agência Brasil)

PGJ deve ter concurso público ainda neste ano

A Procuradoria Geral de Justiça solicitou concurso público para 2019 à Secretaria do Planejamento do Ceará. De acordo com o titular da PGJ, Plácido Rios, serão 50 vagas.

O edital sairá ainda neste ano, com provas também podendo ocorrer até dezembro. A convocação, no entanto, ficará para o primeiro semestre de 2019.

(Foto – PGJ)

Papa vai se reunir na Irlanda com vítimas de abusos por parte do clero

O papa Francisco se reunirá em Dublin, na Irlanda, com um grupo de vítimas de abusos por parte do clero. A reunião acontecerá durante sua viagem ao país, no próximo fim de semana, para participar do Encontro Mundial da Família, informou o porta-voz do Vaticano, Greg Burke. Francisco também rezará pelas vítimas durante sua visita à catedral de Dublin diante da vela que foi colocada no templo em homenagem as pessoas que sofreram abusos.

O papa Francisco, recentemente, teve encontros privados com vítimas em todos os países onde membros da Igreja cometeram esses crimes e fará o mesmo em Dublin.

A viagem do papa para o Encontro Mundial da Família acontece depois de um novo escândalo que atingiu a Igreja Católica com a publicação pela Suprema Corte da Pensilvânia, nos Estados Unidos, de um relatório que documenta 300 supostos casos de “sacerdotes predadores” sexuais nesse estado e identifica cerca de mil menores de idade como vítimas desde os anos 1940.

A ferida dos abusos ainda está aberta na Irlanda, onde dezenas de padres molestaram menores e a hierarquia católica encobriu sistematicamente as denúncias para evitar o escândalo em um período compreendido entre 1975 e 2004. É provável que Francisco também se refira a esse escândalo em algum dos discursos públicos que pronunciará nos atos de sua visita a Dublin nos dias 25
e 26 de agosto.

O papa publicou, esta semana, uma carta a todos os católicos, em um gesto sem precedentes, para expressar “vergonha” e “arrependimento” pelos casos de abusos e admitir que a Igreja não soube agir, nem reconhecer, a gravidade do prejuízo que estava sendo causado.

(Agência Brasil com EFE)

“Belchior – O Silêncio do Amor” será lançado nesta quarta-feira

Será lançado nesta quarta-feira, às 19h30min, no Ideal Clube, mais um livro sobre a obra e o cantor Belchior. O título é por demais interessante: “Belchior – O Silêncio do Amor”.

O médico Russen Moreira Conrado assina a obra como escritor e, principalmente, como fã apaixonado pelas belas composições desse cearense que ainda encanta gerações.

Número de exportadoras brasileiras cresceu 60% em 20 anos

Em 1998, o Brasil tinha pouco menos de 19 mil empresas exportadoras. Passados 20 anos, o número de empresas brasileiras negociando com mercados internacionais saltou para 25,4 mil no ano passado, crescimento de 60%. Analisando por faixa de valor exportado, o maior crescimento foi observado no número de empresas que venderam entre US$ 10 milhões e US$ 50 milhões: eram 611 em 1998 e chegaram a 1.373 em 2017, aumento de 124%.

O levantamento é da Rede de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), coordenada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A Rede CIN foi criada em 1998 para apoiar a indústria brasileira na inserção ao comércio internacional, como estratégia de competitividade e sustentabilidade dos negócios.

Saldo positivo das exportações
Em 20 anos, Brasil conquistou 50 mercados e passou a exportar o que comprava fora, como trigo – Arquivo/Agência Brasil
Em duas décadas, o Brasil conquistou 50 novos mercados e passou a exportar o que antes comprava de fora, como trigo. De acordo com a CNI, a importância do tema não se restringe ao caixa das empresas, tendo impacto também na economia do país.

De acordo com a CNI, nos últimos períodos de recessão – 2001 a 2002, 2008 a 2009, 2014 a 2017 – todos os indicadores macroeconômicos do Brasil, como Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país), inflação e desemprego, pioraram. “Só o comércio exterior cresceu nesse período”, informou a entidade, explicando que muitas empresas recorrem às vendas internacionais durante períodos de turbulência no mercado doméstico.

(Agência Brasil)

Cid Gomes e os 12 apóstolos

Se não tem pão, vai café mesmo…

De Cid Gomes, candidato ao Senado pelo PDT, falando no auditório do Marina Park Hotel, nessa noite de segunda-feira, buscando animar a “militância” em torno da reeleição do governador Camilo Santana (PT), e, inclusive pedindo apoio para o senador Eunício Oliveira (MDB), que não estava presente:

“Estamos aqui representados pelo número de apóstolos que Jesus Cristo reuniu à sua mesa durante a Santa Ceia É o número 12 (do PDT). É o número emblemático pra gente. Como o governador é um ‘caba’ assim destacado, a gente soma um e dá 13 (do PT, de Camilo), depois volta de novo pro 12. Começa no senador com 12 e alguma coisa… Tem uma hora que dá uns três assim a mais (15, do MDB de Eunício) e depois volta de novo pro 12”, disse Cid.

VAMOS NÓS – Haveria algum Judas nessa Santa Ceia?

(Foto – Divulgação)

Temer diz que recuperação da indústria do aço é sustentável

O presidente Michel Temer disse hoje (21) que a indústria siderúrgica se recuperou, de forma sustentável, da crise enfrentada em 2016, em discurso a empresários do setor durante o Congresso Aço Brasil, na capital paulista. “Sabíamos que a siderurgia brasileira vivia momento crítico, preocupante. Reconheço que, o ano passado, ou 2016, mais apropriadamente, foi um dos mais difíceis para a nossa indústria. Juntos, revertemos esse quadro a partir de agosto de 2017, quando a produção do aço já apresentava crescimento em relação ao ano anterior”, disse.

O Ministro de Estado da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge, o presidente da República, Michel Temer e o presidente Conselho Diretor do Instituto Aço Brasil, Sergio Leite de Andrade, durante o Congresso Aço Brasil 2018
Ministro da Indústria, Marcos Jorge; o presidente, Michel Temer, e o presidente Instituto Aço Brasil, Sergio Leite, durante o Congresso Aço Brasil 2018 (Cesar Itiberê /PR)
De acordo com o Instituto Aço Brasil, a produção de julho apresentou alta de 6,7% em relação ao mesmo mês do ano passado. No mês passado, as vendas tiveram alta de 13% sobre julho de 2017. “Alguns diziam que a recuperação não seria sustentável. Hoje, um ano depois, temos a segurança de afirmar que ela é sólida e veio para ficar”, afirmou Temer.

No acumulado de janeiro a junho deste ano, a produção do aço cresceu 3,4% na comparação com o mesmo período em 2017. Os números são considerados positivos pela entidade, tendo em vista os efeitos da greve dos caminhoneiros.

Estados Unidos
O presidente criticou o protecionismo dos Estados Unidos ao sobretaxar o aço importado, mas avaliou que o Brasil se saiu bem nas negociações com os norte-americanos. O Brasil não foi taxado com novas tarifas, mas submetido a cotas baseadas na média de volume exportado em três anos.

“Quando os Estados Unidos sobretaxaram o aço, tivemos muitas reuniões, que o Itamaraty providenciou. Conseguimos reduzir o gesto inicial do presidente dos Estados Unidos [Donald Trump] que onerava enormemente a nossa indústria. Hoje, estamos em um passo razoável em relação a essas exportações. Encontramos soluções para as dificuldades do setor siderúrgico”, disse o presidente.

O ministro de Indústria, Comércio Exterior e Serviço, Marcos Jorge, também presente no evento, avaliou que o Brasil sofreu o menor prejuízo entre os países exportadores de aço, obtendo benefícios melhores, inclusive, que o México que integra o Nafta, tratado norte-americano de livre comércio. “Foi o acordo menos danoso, mas que não nos atende na plenitude”, disse.

O ministro defende a abertura comercial entre os países, porém com regra de transição gradual e com condições no ambiente de negócio para que o Brasil tenha competitividade.

(Agência Brasil)