Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Arce e Detran realizam nesta sexta-feira operação preventiva de olho no Carnaval

O presidente da Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce), Fernando Franco, vai expor, às 9h30min desta sexta-feira, 15, no Terminal Rodoviário João Thomé, todo o esquema da Operação Carnaval Legal.

A ação de fiscalização unirá a Arce e o Detran, dentro do objetivo de garantir um serviço adequado e de qualidade aos usuários do Sistema de Transporte Intermunicipal do Estado, principalmente aqueles que viajam no período de Carnaval, adianta Franco. O superintendente do Detran, Igor Ponte, também dará detalhes da operação.

A Operação Carnaval Legal terá início às 6 horas desta sexta-feira e se estenderá até as 22 horas do mesmo dia. Ou seja, uma ação preventiva. Ônibus que estiver irregular vai ficar na garagem.

(Foto – Arquivo)

Prefeito participa em São Paulo de rodada de negócios no campo do empreendedorismo tecnológico

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) foi recebido nesta quinta-feira, em São Paulo, por dirigentes do Cubo Itaú, o maior centro de empreendedorismo tecnológico da América Latina, fundado pelo Itaú Unibanco, em parceria com a Redpoint Eventures. Segundo a assessoria de imprensa do Paço Municipal, ele tratou de “modelagem de atração de investimentos para Fortaleza nas áreas de tecnologia, inovação e novas formas de trabalhar com economia criativa.”

O Cubo Itaú, que atua desde 2015, tem 105 startups, conectando em um só lugar empreendedores, grandes empresas, investidores e universidades para discutir sobre a criação e a ampliação de novos negócios. Para incentivar essa nova economia, o Cubo busca estimular novas empresas que respondam a três questões: Tem Produto? Tem cliente? Tem escala?

Roberto Cláudio esteve reunido também com membros da Accenture, uma consultoria que atua em áreas com enfoque em tecnologia e inovação em 120 países, com serviços de estratégia empresarial e consultoria.

DETALHE – Com o prefeito estava o secretário de Governo, Samuel Dias, que, na atual gestão se transformou no fiel escudeiro de RC.

(Foto – Divulgação)

Presidente da Vale diz que continuará na direção da mineradora

O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, disse hoje (14), que continuará à frente da companhia, ao responder perguntas de parlamentares que integram a Comissão Externa de Brumadinho da Câmara dos Deputados. Questionado por parlamentares da bancada mineira se está à vontade no cargo, depois de ter dito quando assumiu a mineradora, há um ano e meio que, ‘Mariana nunca mais’, o executivo respondeu: “É evidente que eu estou consternado com o acidente que aconteceu. É evidente que era tudo que eu não queria na minha vida, que um acidente desse acontecesse. Agora eu me vejo como parte da solução, estou aqui nessa companhia há pouco mais um ano e meio e estou trabalhando para mudar essa companhia para melhor. Na verdade, enquanto e se tiverem confiança no meu trabalho, eu continuarei fazendo sem pestanejar um instante, dando o máximo de mim”.

O presidente da Vale também foi bastante questionado se a empresa sabia que a tragédia poderia acontecer. A dúvida ganhou força depois de reportagem publicada no último fim de semana pela Folha de S.Paulo. Segundo a reportagem, em outubro de 2018, a empresa projetou mortes, custos de possíveis colapsos na barragem de Brumadinho (MG).

“Gostaria de explicar, de maneira absolutamente cristalina e transparente, que existe a obrigação legal para todas as mineradoras calcularem para a Agência Nacional de Mineração o impacto de uma eventual falência das minas em temos de números de vítimas. Essa é uma informação exigida por lei e a Vale, consequentemente, constrói essa informação para atender esse requisito”, afirmou, acrescentando que, em absoluto, significa que a Vale sabia que alguma coisa iria acontecer.

O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, durante audiência pública da Comissão Externa da Câmara que acompanha as investigações sobre o rompimento da barragem em Brumadinho (MG).
Presidente da Vale, Fábio Schvartsman, na audiência da Comissão Externa da Câmara dos Deputados – Marcelo Camargo/Agência Brasil
Fábio Schvartsman disse que estão sendo feitas muitas menções de relatórios da Vale na imprensa, mas que as informações estão sendo divulgadas fora de contexto. “A Vale tem dado amplo acesso a todas as informações da companhia, sejam elas quais forem, sem nenhum tipo de censura. A consequência disso é que relatórios eminentemente técnicos, restritos à área técnica, de estudos em andamento, estão sendo divulgados como se fossem informação. Eles não são informação, não eram nem informação dentro da companhia, eram estudos em desenvolvimento que, daí conclui-se, que obviamente a companhia já sabia que os estudos classificavam as barragens de um jeito A ou B”, disse.

Acidente

Sobre as críticas por sempre tratar o rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão como acidente, o número um da Vale reafirmou que ainda não sabe o que aconteceu. “Eu digo acidente porque é o que eu sei nesse momento, mas isso será apurado. O que acontece em Brumadinho vai ser avaliado. Todas as autoridades do país estão olhando isso com lupa, e tenho certeza que os motivos serão identificados e os culpados, se houverem, serão identificados. E é isso que nós queremos, para a paz de espírito nossa e de vocês”.

(Agência Brasil)

Presidente da Fiec diz que Élcio Batista tem potencial para voos futuros

Élcio e Beto Studart.

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Beto Studart, que esteve nesta quinta-feira no Palácio da Abolição tratando de projetos do setor com o governador Camilo Santana (PT), é um admirador do estilo do chefe de gabinete, Élcio Batista.

Principalmente, diz ele, pela capacidade de diálogo, poder de articulação e visão de futuro que Élcio demonstra. Ou seja, um nome tem potencial para alçar novos voos em pouco tempo.

Estaria surgindo mais um potencial candidato nas futuras eleições?

(Foto – Divulgação

Reforma da Previdência – Governo fixa idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres

213 2

O presidente Jair Bolsonaro e a equipe econômica do governo decidiram que a proposta de reforma da Previdência fixará uma idade mínima de 65 anos para aposentadoria de homens e 62 anos para mulheres, com um período de transição de 12 anos. A proposta de reforma do sistema previdenciário será encaminhada ao Congresso na próxima quarta-feira (20).

As informações são do secretário especial de Previdência, Rogério Marinho, ao final da reunião com o presidente, no Palácio da Alvorada. Foram cerca de duas horas de reunião, com a participação dos ministros da Economia, Paulo Guedes; da Casa Civil, Onyx Lorenzoni; e da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz.

Marinho disse que a equipe econômica defendeu uma idade mínima de 65 anos para homens e para mulheres. Já o presidente discordava da idade mínima das mulheres: queria 60 anos. Além disso, o tempo de transição desejado pelos economistas era de dez anos, algo também negociado por Bolsonaro, que queria 20 anos de transição. No final, o consenso ficou em 12 anos.

Depois de assinar o texto da reforma, na próxima quarta-feira, Bolsonaro vai fazer um pronunciamento à nação para explicar a necessidade de mudar as regras para aposentadoria no país. “O presidente fará um pronunciamento à nação, explicando de que forma essa nova Previdência vai ser encaminhada ao Congresso para ser discutida. E esperamos que seja aprovada brevemente”, disse Marinho.

Segundo Marinho, os detalhes da proposta só serão conhecidos na quarta-feira. “O presidente bateu o martelo e pediu para que divulgássemos apenas algumas informações. O conteúdo do texto vai ficar para o dia 20. Os detalhes da proposta serão conhecidos pelo Congresso Nacional, até como uma deferência ao Parlamento”.

O texto já havia sido formatado ao longo das semanas e foi trazido para aprovação final do presidente. “Ao longo do período da elaboração da proposta, o presidente estava sendo informado periodicamente. Voltamos hoje com o texto já finalizado”, disse o secretário. Após as alterações negociadas entre Bolsonaro e sua equipe, o texto vai para a área técnica da Presidência da República, onde será validada sua constitucionalidade antes que o presidente possa assinar.

O governo calcula que a reforma vai permitir uma economia de R$ 1 trilhão nos próximos dez anos. Por se tratar de uma proposta de emenda constitucional (PEC), a reforma da Previdência precisa ser votada em dois turnos na Câmara e depois no Senado, com apoio de no mínimo dois terços dos deputados e dos senadores em cada votação.

(Agência Brasil)

Fumacê está de volta!!

E o fumacê está de volta às ruas de Fortaleza.

A Secretaria da Saúde do Estado faz a borrifação de veneno contra o mosquito Aedes aegypti  desde quarta-feira, devendo encerrar o primeiro ciclo do fumacê nesta sexta-feira.

O segundo ciclo será de 20 a 22 de fevereiro e o terceiro, de 27 de fevereiro até 1º de março. Além de Fortaleza, o carro fumacê está presente também nos municípios Ererê e Pereiro, no Vale do Jaguaribe.

Os veículos que contam com o equipamento de pulverização do inseticida realizam a operação diariamente, das 5 horas às 8h30min e das 16 horas às 20 horas. A recomendação aos moradores é que abram portas e janelas das casas na passagem do fumacê, para que o inseticida atinja o mosquito dentro das residências.

SERVIÇO

Até 15 de fevereiro – Fortaleza

Manhã – das 5 às 8h30min

Joaquim Távora
São João do tauape
Centro
Jangurussu
Luciano Cavalcante
Conjunto Palmeiras
Barroso
Cajazeiras

Tarde – das 16 às 20 horas

Vicente pinzon
Jangurussu
Messejana
Barroso.

(Foto – Divulgação)

Mercado financeiro reduz projeção de déficit nas contas públicas

Instituições financeiras consultadas pelo Ministério da Economia reduziram a previsão para o resultado negativo das contas públicas, neste ano. A estimativa de déficit primário do Governo Central – formado por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central – passou de R$ 102,385 bilhões para R$ 99,560 bilhões, em 2019.

A estimativa segue abaixo da meta de déficit perseguida pelo governo de R$ 139 bilhões. O resultado primário é formado por receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros.

Os dados constam da pesquisa Prisma Fiscal, elaborada pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, todos os meses, com base em informações do mercado financeiro.

Para 2020, a estimativa das instituições financeiras é déficit de R$ 65,462 bilhões, contra R$ 68,778 bilhões previstos em janeiro. A meta de déficit primário para o próximo ano é R$ 110 bilhões.

A previsão das instituições financeiras para as despesas passou de R$ 1,426 trilhão para R$ 1,423 trilhão, neste ano, e de R$ 1,483 trilhão para R$ 1,482 trilhão, em 2020. A estimativa de receita líquida do Governo Central foi alterada de R$ 1,324 trilhão para R$ 1,322 trilhão, em 2019, e de R$ 1,419 trilhão para R$ 1,417 trilhão, no próximo ano.

A pesquisa apresenta também a projeção para a dívida bruta do Governo Central, que, na avaliação das instituições financeiras, deve ficar em 78% do Produto Interno Bruto (PIB – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país), neste ano. A previsão anterior era 78,2% do PIB. Para 2020, a estimativa ficou em 79,3% do PIB, ante 79,8% previstos no mês passado.

(Agência Brasil)

Pronatec/Funece abre 225 vagas para cursos profissionalizantes no Interior

286 1

O Pronatec/Funece está selecionando alunos para novas turmas MedioTec por. A informação é da assessoria de imprensa da Universidade Estadual do Ceará.

Serão abertas nove turmas de cursos técnicos voltados para jovens de seis municípios: Gerência de Saúde (Tauá), Comércio (Tauá, Itapipoca e Crateús), Contabilidade (Jaguaribara, Jaguaretama, Itapipoca e Crateús) e Enfermagem (Canindé). Cada turma oferta 25 vagas.

Podem se inscrever para os cursos alunos matriculados em escolas públicas cursando o 2º ano do Ensino Médio, a partir de 16 anos e com disponibilidade para estudar no contraturno. A prioridade é para estudantes dependentes do Bolsa Família.

A pré-matrícula deve ser realizada entre os dias 15 e 28 de fevereiro, na secretaria da escola em que o aluno estuda. A matrícula pode ser confirmada nas unidades de ensino onde acontecerão os cursos (confira tabela abaixo). Os alunos devem apresentar cópia de CPF e RG, comprovante de residência, declaração da escola de que o aluno está matriculado no 2º ano do Ensino Médio e cópia do cartão do Bolsa Família.

Os cursos de Comércio e Contabilidade têm carga horária de 800 horas/aula, enquanto Enfermagem e Gerência de Saúde oferecem 1.200 horas/aula. As aulas terão início em 18 de março.

Quadro de turmas e vagas ofertadas

MUNICÍPIO            CURSO                                                           VAGAS       TURNO    LOCAL ONDE ACONTECERÁ O CURSO
TAUÁ                        TÉCNICO EM GERÊNCIA DE SAÚDE   25                NOITE      CAMPUS TAUÁ – CECITEC
TAUÁ                        TÉCNICO EM COMÉRCIO                        25                NOITE      CAMPUS TAUÁ – CECITEC
JAGUARIBARA     TÉCNICO EM CONTABILIDADE             25                NOITE      LICEU JOSE FURTADO DE MACEDO
JAGUARETAMA   TÉCNICO EM CONTABILIDADE             25                NOITE      EEM Instituto Imaculada Conceição – CEP: 63480-000
ITAPIPOCA            TÉCNICO EM CONTABILIDADE             25                NOITE      EEM JOAQUIM MAGALHÃES – R. Pergentina Araújo, 527/591 – Sanharão
ITAPIPOCA            TÉCNICO EM COMÉRCIO                         25                NOITE      EEM JOAQUIM MAGALHÃES – R. Pergentina Araújo, 527/591 – Sanharão
CRATEÚS               TÉCNICO EM CONTABILIDADE             25                TARDE     EEMÂÂ GOVERNADOR GONZAGA MOTA – Padre Mororo, Crateús
CRATEÚS               TÉCNICO EM COMÉRCIO                        25                 NOITE EEM GOVERNADOR GONZAGA MOTA – Padre Mororo, Crateús
CANINDÉ               TÉCNICO EM ENFERMAGEM                25                 TARDE COLÉGIO ESTADUAL PAULO SARASATE – Rua Joaquim Magalhães, 100 – Centro, Canindé.

Shopping Benfica e a exposição “Gente de Pano”

O Shopping Benfica abriu sua galeria para a exposição “Gente de Pano”, da artista plástica Lana Benigno.

São 30 esculturas feito à base de pano de personalidades do País e do Ceará. Nela, Machado de Assis, Rachel de Queiroz, Patativa do Assaré e até este repórter do Blog, o que nos deixa honrados.

A exposição já pode ser conferida, mas a Superintendência do Shopping Benfica prepara um ato oficial de abertura.

(Foto – Divulgação)

Bibi Ferreira viveu como queria, diz filha

A filha da atriz e cantora Bibi Ferreira, Teresa Cristina, afirmou hoje (13) que sua mãe “viveu como queria” e “teve uma vida muito boa”. Bibi morreu de infarto, em casa, na manhã desta quarta-feira, aos 96 anos. O corpo de Bibi será velado no Theatro Municipal, onde ela foi diretora de dramaturgia, quando existia essa área no equipamento, além de ópera e balé.

Mais conhecida como Tina Ferreira, a filha de Bibi lembrou que a mãe ia ser concertista. “Estudava para isso”, disse. Mas, quando o pai, o também ator Procópio Ferreira, a chamou para fazer o papel de Mirandolina, no Teatro Serrador, ela decidiu ser atriz. “A carreira dela começou a fluir”,afirmou Tina, em entrevista coletiva.

Tina contou que Bibi, apesar de ter sido casada oito vezes, tinha como grande amor o público que a prestigiava nos espetáculos em que se apresentava. “Ela sempre falou isso: ‘Eu vivo para o meu público. Eles são o grande amor da minha vida. E que fiquem na lembrança deles’, ela dizia, ‘os trabalhos que eu fiz’. ‘O que eu pude dar, eu dei, de melhor’”. Tina destacou outra frase que a mãe sempre repetia: “’No palco, é o momento em que eu não sou atingida por nada. É o momento em que me encontro com Deus’”.

As mensagens sobre Bibi, enviadas por vários colegas de trabalho, foram recebidas pela família como um grande alento. “Ela era muito querida”, observou Tina Ferreira.

Amiga

Segundo Tina, Bibi amanheceu bem, tomou o café da manhã e depois se queixou de falta de ar. Medida a pressão, verificou-se que a pulsação estava fraca. Imediatamente, a família chamou o Pró Cardíaco. “Eles vieram muito rápido mas, quando chegaram, ela já tinha partido.”

O empresário de Bibi, Nilson Raman, disse que a atriz era uma amiga de longa data. “Era uma mulher simples, generosa, amiga. Era uma mulher que, quando entrava no teatro, não saía sem se despedir de todo mundo, para agradecer por aquele dia de trabalho, fosse a camareira, fosse o diretor. Ela sempre falava para mim que, para quem faz teatro, todo mundo é importante. Se não abrir a cortina, não tem show”.

Tina lembrou que sua mãe sempre falava que, para representar bem algum personagem, era preciso observar a vida e as pessoas. “É a melhor escola”. De acordo com Tina, nem os médicos entendiam como Bibi conservava a voz, apesar da idade avançada. “É um fenômeno da natureza”, diziam os médicos. Bibi atuou nos palcos até os 95 anos de idade. Em setembro do ano passado, divulgou nota, na qual comunicava que se afastava da vida pública.

Como diretora, Bibi Ferreira era amiga, mas severa, afirmou Tina.

(Agência Brasil)

Secretário da Cultura pedirá ao governador a convocação imediata dos concursados

O secretário da Cultura do Ceará, Fabiano Piúba, terá reunião com o governador Camilo Santana (PT) dia 25 próximo. Na ocasião, ele vai apresentar o Plano de Gestão e Aão Cultural 2019/2020 e acertar detalhes financeiros sobre algumas ações deste semestre.

Fabiano Piúba, que vem sendo cobrado no que diz respeito aos aprovados no concurso da pasta, quando passaram 103 profissionais, informa que, nessa mesma reunião com Camilo, pedirá ao governador a convocação imediata desse grupo.

(Foto – O POVO)

Eunício Oliveira: “Diálogo como instrumento à democracia”

Com o título “Diálogo como instrumento à democracia”, eis artigo de Eunício Oliveira, ex-senador e presidente do MDB do Ceará. “O forte acirramento da campanha dividiu amigos, famílias e parte da sociedade. Nesse momento, o diálogo é o único caminho para que o País retorne a um ambiente de equilíbrio…”, diz o articulista em seu texto. Confira:

O Brasil vive um momento crucial para reafirmação de sua determinação democrática. Já se passam mais de quatro meses do tenso processo eleitoral que vivenciamos. O novo governo começa a estabelecer suas diretrizes, enquanto a sociedade e os meios de comunicação acompanham atentos cada passo.

O forte acirramento da campanha dividiu amigos, famílias e parte da sociedade. Nesse momento, o diálogo é o único caminho para que o País retorne a um ambiente de equilíbrio capaz de possibilitar o bom andamento da máquina administrativa e o pleno funcionamento do Estado Democrático de Direito. Fazer política é dialogar.

A sociedade brasileira é complexa. Há uma enorme diversidade de atores, todos agindo de modo a desenvolver suas habilidades e alcançar seus próprios anseios. Cabe ao Poder Público conciliar esses interesses, tendo a Constituição Federal como norte e a voz do povo como guia.

Não faltam instrumentos adequados para aferir a opinião pública e estimular a participação da sociedade no processo político. É necessário e fundamental pôr essas ferramentas em prática, estimular o protagonismo político da sociedade e chamar as pessoas à participação na elaboração das políticas públicas e da legislação.

A título de exemplificação, destaco o nosso mandato à frente do Senado Federal e do Congresso Nacional, quando trabalhamos pela convergência em um momento complicado da política brasileira. Postura que permitiu avanços significativos na atualização da lei brasileira em áreas como saúde, educação, emprego, segurança pública e defesa da mulher.

Estimulamos a participação da sociedade nas atividades do Senado, em especial, com o avanço do Portal e-Cidadania. A plataforma permite ao cidadão manifestar-se sobre projetos de lei, sugerir proposições legislativas e enviar perguntas a serem apresentadas durante as audiências públicas. Muitas das ideias apresentadas já são hoje projetos de lei e uma virou proposta de emenda à Constituição.

Espero, com sinceridade, que a determinação pelo diálogo seja retomada no Brasil. Que os líderes partidários busquem construir a convergência em meio às divergências. Ter opiniões diversas e visões de mundo diferentes faz parte do jogo político. O Parlamento pode e deve ser o indutor das boas práticas de cidadania. n

*Eunício Oliveira,

Ex-senador e presidente do MDB do Ceará.

(Foto – Agência Brasil)

Moro afirma que suspeitas sobre “laranjas” do PSL serão apuradas

A suspeita de que o PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, tenha financiado candidaturas “laranjas” está sendo apurada e que “eventuais responsabilidades” serão “definidas” após as investigações. Foi o que disse, nesta quinta-feira, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. A informação é do Portal G1

No último fim de semana, o jornal “Folha de S. Paulo” informou que o PSL repassou R$ 400 mil a uma candidata a deputada federal em Pernambuco que teve 274 votos, três dias antes da eleição. Segundo o jornal, isso é indício de uma candidatura “laranja”, de fachada.

Na semana passada, outra reportagem do jornal apontou que o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), direcionou verbas de campanha a quatro candidatas em Minas que também são suspeitas de serem laranjas.

Após participar de um evento com juízes federais em Brasília, Moro foi questionado por jornalistas sobre o tema e disse que a apuração já foi iniciada.

“O senhor presidente Jair Bolsonaro proferiu uma determinação e a determinação está sendo cumprida. Os fatos vão ser apurados e eventuais responsabilidades, após as investigações, vão ser definidas”, afirmou.

Moro não especificou, no entanto, quantos inquéritos foram abertos para investigar o caso nem deu detalhes sobre os trabalhos.

(Foto – Agência Brasil)

Dirigente do PDT diz que aval a título de cidadania para Michelle Bolsonaro não tem apoio do partido

195 2

Sobre o endosso de vereadores do PDT ao decreto legislativo que quer dar título de cidadã de Fortaleza à primeira-dama do País, Michelle Bolsonaro, o vice-presidente municipal do partido, Papito de Oliveira, manda a seguinte nota para o Blog:

Caro jornalista Eliomar de Lima,

Gostaria de comunicar que o apoio de cinco vereadores do PDT à proposição que concede o título de Cidadã Fortalezense à senhora Michele Bolsonaro, nunca foi discutido internamente no partido e que se isso tivesse acontecido, com certeza não teria o apoio partidário.

Primeiro, porque a referida senhora não tem qualquer identificação com nossa cidade e, segundo, porque estamos em campos ideológicos completamente distintos.

O PDT tem projetos para o Brasil mais importantes para discutir com o povo brasileiro.

*Papiro de Oliveira

Vice-presidente do Diretório Municipal do PDT de Fortaleza e Presidente da Fundação Leonel Brizola/Alberto Pasqualini.

Anvisa proíbe venda de lotes de frango da Perdigão

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda e a distribuição, em todo o país, de alguns lotes de derivados de frango in natura da marca Perdigão. O motivo é a suspeita de contaminação dos produtos por Salmonella enteritidis, bactéria que pode provocar infecção gastrointestinal, quadro que tem como principais sintomas dores abdominais, diarreia, febre e vômito. A bactéria é encontrada no sistema digestivo de animais e em vegetais plantados em solos contaminados.

Segundo o comunicado da BRF, conglomerado que detêm mais de 30 marcas, incluindo a Perdigão e a Sadia, o contágio pela bactéria pode ocorrer quando os alimentos não são completamente fritos, cozidos, assados ou manuseados conforme descrito nas embalagens.

A BRF anunciou o recolhimento de 164 toneladas de cortes e miúdos de frango in natura, como filezinho (Sassami), filé de peito e coração, suspeitos de contaminação. O volume representa 0,1% da produção mensal de frango da empresa no país.

Os itens recolhidos foram fabricados na unidade de Dourados (MS) e contêm o selo de Serviço de Inspeção Federal (SIF) 18 e datas específicas de validade. Eles foram comercializados nos estados do Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

A instrução da empresa, indicada em site criado para noticiar o recall, é de que os consumidores que tiverem adquirido os produtos dos lotes citados entrem em contato pelo telefone 0800 031 1315 ou pelo e-mail recolhimento.sac@brf-br.com, para esclarecer dúvidas ou para solicitar troca ou devolução. Os lotes recolhidos serão avaliados pelas autoridades sanitárias, que determinarão o que será feito deles.

A BRF informou ainda que todos os demais lotes de produtos da fábrica de Dourados estão em conformidade com os padrões de qualidade requeridos pela legislação, não representando risco aos consumidores.

(Agência Brasil)

Prefeitura retira de tramitação Código da Cidade. Por engano na minuta da matéria

Ésio Feitosa (PPL), que é o líder do prefeito de  Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), na Câmara Municipal, informou, nesta quinta-feira, que pediu a retirada, em definitivo, de tramitação do projeto de lei complementar 003/2019, o conhecido “Código da Cidade”.

O líder afirmou que a Prefeitura, por engano, enviou à Câmara uma minuta não finalizada pelos técnicos da Prefeitura.

Esio disse na tribuna que o projeto será corrigido e reapresentado aos vereadores em versão revista e finalizada.

O líder afirma que a retirada não provocará atraso na tramitação.

(Com Blog de Política/Foto – CMFor)

Deputado Apóstolo Luiz Henrique quer lutar pela recuperação e inserção de drogaditos

149 1

“Não vou defender somente a bandeira evangélica e não quero ser tido como religioso. Defendo valores e princípios que norteiam nossas vidas e irão fazer de nós mais do que vencedores”, disse, em seu primeiro pronunciamento na Assembleia Legislativa, o deputado Apóstolo Luiz Henrique (Patriota).

O parlamentar prometeu defender o “evangelho da paz”, buscando discordar quando for necessário, mas sem faltar com o respeito. “O evangelho que nós vivemos é o da paz, não é da confusão, da difamação, da injúria e do desrespeito. Em nenhum momento vou deixar de falar a verdade aqui no Parlamento, mas falarei em amor, discordando de companheiros, mas respeitando”, destacou o deputado.

Apóstolo Luiz Henrique agradeceu a Deus e aos eleitores a “oportunidade de assumir mandato” e lembrou que foi usuário de entorpecentes e que, por conhecer esse problema, pretende lutar pela recuperação e reinserção social dessas pessoas.

“Durante quinze anos fui usuário de drogas, fui alcoólatra e me prostituía. Meu papel é trazer esperança para todos aqueles que estão ouvindo pela rádio ou nos assistindo pela TV”, adiantou o parlamentar.

(Foto – Edson Júnior Pio)

Rodada de Negócios promove interação e novos projetos para empresas do setor de eventos

73 1

Gerar novos negócios, interação, networking entre as empresas do setor de eventos. Esse é o objetivo da I Rodada de Negócios promovida pelo Sindicato das Empresas Organizadoras de Eventos e Afins do Estado do Ceará – Sindieventos, na tarde desta quinta-feira, 14/02, no Centro de Eventos do Estado do Ceará.

O evento é aberto às empresas associadas e contará com a participação de empresas e outros sindicatos ligados a Fecomércio. Na dinâmica do evento, os empresários terão três minutos para apresentar suas empresas e tipo de trabalho desenvolvido aos demais participantes. Em seguida, terão início as rodadas de negócios, onde cada empresa terá cinco agendamentos com outras empresas participantes.

“Contamos com um grande número de empresas, de vários segmentos e é importante essa troca de experiencias e possibilidades de negócios entre elas”, destaca Circe Jane Teles da Ponte, presidente do Sindieventos. Circe afirma ainda que as empresas do setor tem inúmeros serviços que podem ser prestados e que essa troca

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail rodadadenegociossindieventos@gmail.com.

Serviço:
1ªRodada de Negócios Sindieventos-CE
Data: 14 de fevereiro (quinta-feira)
Hora: 14h
Local: Centro de Eventos do Ceará
Inscrições: rodadadenegociossindieventos@gmail.com

Sergio Moro defende maior rigor na punição a homicídios

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, defendeu hoje (14), mais rigor na punição do condenado por crime de homicídio. “A redução da taxa de homicídios passa por adoção de politicas públicas complexas. Muitas delas envolvem medidas puramente executivas, como melhorar as investigações [policiais] e restauração de áreas urbanísticas degradadas. Mas um fator fundamental é, sim, retirar o criminoso homicida de circulação”, defendeu Moro ao participar, em Brasília, de evento organizado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam).

Moro detalhou aos participantes do evento o Projeto de Lei Anticrime que o governo federal encaminhará ao Congresso Nacional, nos próximos dias, propondo mudanças em vários pontos da legislação a fim de endurecer o combate a crimes violentos, como o homicídio e o latrocínio, e também contra a corrupção e as organizações criminosas.

“Para isso [implementação da lei], precisamos ter um tribunal mais efetivo. Um tribunal que não leve dez, 20 anos, para condenar alguém que cometa um homicídio, por exemplo”.

Reincidentes

O ministro disse que um dos objetivos do projeto de lei é tirar das ruas os criminosos reincidentes ou comprovadamente membros de facções criminosas.

“Não estamos querendo que o autor de pequenos crimes, mesmo que reincidente, permaneça na prisão. Não se trata de endurecer as penas para os ladrões de maçã ou de chocolate, mesmo que reincidentes. Estamos falando de crimes violentos e de criminosos perigosos”, disse o ministro, pouco antes de reconhecer a baixa resolução de crimes.

Moro reafirmou que o pacote de medidas anticrimes deve ser apresentado ao Congresso Nacional já na próxima semana. “Estávamos esperando o reestabelecimento do presidente [Jair Bolsonaro]”, que, ontem (13), recebeu alta médica do Hospital Albert Einstein, onde passou 18 dias se reestabelecendo da cirurgia para retirada da bolsa de colostomia.

Quanto ao crime organizado, Moro defendeu que as lideranças das facções, quando presos e condenados, cumpram a pena inicialmente em regime fechado, em isolamento. “A estratégia exitosa em relação à criminalidade organizada passa pelo isolamento de suas lideranças”, defendeu.

O ministro voltou a justificar a iniciativa do governo federal de endurecer a lei contra o crime argumentando que a corrupção, o crime organizado e o crime violento são o maior problema do país em termos se segurança pública, já que estão inter-relacionados.

(Agência Brasil)