Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Morre Edilton Urano, um dos colaboradores deste Blog

Morreu, nessa noite de quinta-feira, em Fortaleza, Edilton Urano (75), um dos nossos melhores colaboradores. Aposentado do Banco do Brasil, Edilton era ouvinte cativo de rádio e gostava de encaminhar informações para setores da imprensa.

O velório de Edilton Urano, que tinha problemas com a diabetes, terá início às 7 horas, na Funerária Ternura. O enterro ocorrerá às 15 horas, no Cemitério Parque da Paz.

Nossos pêsames à família. Fica a saudade do querido colaborador.

Carnaval 2017 – Homicídios e acidentes com mortes registram queda

Os números de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) e acidentes durante a Operação Carnaval, que começou às 18 horas da sexta-feira, 24, e terminou às 6 horas da quarta-feira, 1º, caíram no Ceará em comparação com o ano passado. Foram 46 mortes violentas neste ano, sete casos a menos que em 2016 — uma queda de 13,21%. Os dados foram divulgados ontem pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, André Costa.

Já as mortes em acidentes nas rodovias estaduais (CEs) passaram de 13, em 2016, para 11, neste ano — uma queda de 15,39%. As rodovias federais (BRs) mantiveram o mesmo número do ano passado, com duas mortes.

A operação, que teve reforço de 3.140 profissionais por dia, distribuídos nas 18 Áreas Integradas de Segurança (AISs) do Estado, registrou neste período, em Fortaleza, 10 homicídios, o mesmo número do ano passado. O dia com mais mortes violentas foi o domingo, com quatro casos. A Região Metropolitana de Fortaleza teve diminuição de 18 casos para 10 (44,4%).

O Interior Norte aumentou de 12 para 13 casos. Já o Interior Sul manteve o número do ano passado, com 13 mortes violentas. Em todo o Ceará, o dia com maior número de casos foi a segunda-feira, 27.

O balanço do Corpo de Bombeiros registrou 59 resgates de afogados. Todos os 11 óbitos por afogamento registrados no Ceará aconteceram em áreas que não possuíam a cobertura do Corpo de Bombeiros. Os locais com guarda-vidas não registraram mortes do tipo. Treze crianças que se perderam dos familiares foram encontradas.

A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) atuou em patrulhamento no Litoral, transporte de equipes da Perícia Forense, apoio a vítimas de afogamento e acidentes de trânsito, um total de 33 intervenções.

Rodovias

Em relação às rodovias estaduais, o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) realizou 4.830 notificações de veículos, recolheu 373 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e apreendeu 355 veículos. Das 11 mortes em acidentes nas CEs, quatro vítimas estavam em motocicletas.

Somente a PRE contou com 601 policiais empregados na Operação Carnaval, mas, ao todo, 3.140 profissionais de segurança pública participavam das ações a cada dia.

No balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF), por sua vez, além das duas mortes, foram registrados 42 feridos em rodovias federais que cortam o Ceará. Segundo o órgão, 4.322 autuações foram realizadas neste ano e, dos 3.109 testes de etilômetro, 45 pessoas foram autuadas por infringirem a Lei Seca. Além disso, 4.456 casos de veículos em excesso de velocidade foram flagrados pelos fotossensores.

(O POVO – Repórter Jessika Sisnando)

Vozes da África e Nação Iracema ganham o Carnaval da Domingos Olímpio

Os

Os maracatus Nação Iracema e Vozes da África venceram o tradicional desfile de Carnaval da avenida Domingos Olímpio, realizado entre sábado, 25, e terça-feira, 28 de fevereiro. O anúncio dos vencedores foi feito pela Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor), na noite dessa quinta-feira, 2, em apuração de votos dos jurados no Ginásio Paulo Sarasate.

Vampiros da Princesa foi o primeiro lugar na categoria Cordões. Em segundo ficou As Bruxas. Entre os dois Afoxés que desfilaram, a vitória ficou com o Filhos de Oyá, que disputou a primeira colocação com o Obá Sá Rewá.

Unidos do Acaracuzinho ficou com o primeiro lugar da categoria Escolas de Samba com o tema em homenagem ao samba e levou para casa pela 17ª vez o título. Mocidade da Bela Vista ficou em segundo lugar e Imperadores da Parquelândia, em terceiro. O primeiro lugar dos Blocos foi para o A Turma do Mamão, seguido do bloco Doido é Tu, que ficou em segundo lugar, e do Barão da Folia, em terceiro.

Resultado geral das agremiações:

Afoxés

1º lugar: Filhos de Oyá (138 pontos)
2º lugar: Obá Sá Rewá (136 pontos)

Blocos

1º lugar: A Turma do Mamão (118 pontos)
2º lugar: Doido é Tu (112 pontos)
3º lugar: Barão Folia (110 pontos)

Cordões

1º lugar: Vampiros da Princesa (113 pontos)
2º lugar: As Bruxas (107 pontos)

Escolas de samba
1º lugar: Unidos do Acaracuzinho (175 pontos)
2º lugar: Mocidade da Bela Vista (169 pontos)
3º lugar: Imperadores da Parquelândia (158 pontos)

Maracatus

Desfile de sábado

1º lugar: Nação Iracema (113 pontos)
2º lugar: Rei Zumbi (111 pontos)
3º lugar: Axé de Oxóssi (110 pontos)

Desfile de domingo

1º lugar: Vozes da África (119 pontos)
2º lugar: Rei de Paus (118 pontos)
3º lugar: Nação Baobá (116 pontos)

TJA terá um show especial só com mulheres

O Dia Internacional da Mulher – 8 de março, terá programação especial no Theatro José de Alencar que, entre várias atividades, incluirá um show inédito, reunindo grandes cantoras da cena cearense, em homenagem a uma das mais importantes bandas da história do rock: o Led Zeppelin.

A partir das 19h30min, no palco principal do TJA, vão se apresentar Nayra Costa, Shirley Cordeiro, Julia Dantas, Ariane Simon e Claudine Albuquerque, todas se dedicando a interpretar grandes clássicos e canções menos recorrentes da banda de Jimmy Page, Robert Plant e John Bonhan.

Integram a banda, além do baterista Adriano Azevedo (idealizador desse encontro), Rafael Magoo, Rafael Balboa, Henrique Studart, Ricardo Marinho e Rairton Lima, bem como outros músicos de cordas e sopros.

SERVIÇO

*Os ingressos para o show custam R$ 60,00, com meia a R$ 30,00, e já estão disponíveis em dez pontos de venda em Fortaleza.

*Mais informações: Facebook Adriano Azevedo.

(Foto – Divulgação)

A Assembleia e o pregão para baixar o fogo

A Assembleia Legislativa está com pregão eletrônico para contratar empresa especializada em recarregar extintor de incêndio.

Pelo visto, com o fim do Carnaval, os debates ali prometem pegar fogo. E, agora que a mensagem do reajuste dos servidores chegou, finalmente, à Casa, aguarda-se muita discussão.

Os servidores, por meio de sua entidades, prometem pressionar os deputados.

Promotor de justiça Marcus Renan será agraciado com a Medalha Boticário Ferreira

O titular da 1ª Promotoria de Justiça do Júri, promotor de justiça Marcus Renan, receberá nesta sexta-feira, às 19 horas, a Medalha Boticário Ferreira. A sessão solene de outorgada da honraria será realizada no Plenário Fausto Arruda da Câmara Municipal de Fortaleza. De autoria do vereador Adaíl Júnior, o requerimento de outorga da comenda foi aprovado por unanimidade pelos componentes do Poder Legislativo Municipal.

Marcus Renan Palácio de Morais Claro dos Santos possui graduação em Curso de Direito pela Universidade de Fortaleza (1986) e mestrado pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (2010). Atualmente, é promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Ceará. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Público, atuando principalmente nos seguintes temas: prisão preventiva, direito penal, processo penal, inconstitucionalidade de lei e ação penal privada subsidiária da pública.

Marcus Renan também é professor e autor de obras na área jurídica. Entre os títulos: Da Denúncia à Sentença no Procedimento Ordinário e o mais recente O Direito ao Silêncio no Processo Penal. Este último foi baseado em pesquisa documental e bibliográfica. A obra traz uma análise sistemática de diversas jurisprudências oriundas das Cortes Superiores brasileiras (Supremo Tribunal Federal e Superior Tribunal de Justiça), além de decisões do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH).

Cantora Ellen Chelsea anima o complexo Imprensa Food Square nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira, a cantora Ellen Chelsea, grande revelação musical de Fortaleza, sobe ao palco do Complexo Imprensa Food Square para contagiar a todos com sua musicalidade. A fortalezense, que já participou do programa Ídolos, vai apresentar um repertório eclético, mesclando MPB, Pop/Rock, anos oitenta, samba e canções atuais.

A festa terá início a partir das 20h30min. A entrada no Complexo é gratuita e não há cobrança de couvert.

SERVIÇO

Complexo Imprensa Food Square – Avenida Desembargador Moreira, 2355, bairro Dionísio Torres (ao lado do Colégio Santo Inácio)
Funcionamento: de terça a sexta, das 18 às 23 horas. Sábados e domingos, das 17h30min às 23 horas.

Camilo prestigiará posse de adversário político em entidade cultural

O governador Camilo Santana (PT) prestigiará, no próximo sábado, a solenidade de posse do ex-governador Lúcio Alcântara como presidente do Instituto do Ceará.

O ato está marcado para as 17 horas, na sede da entidade, que fica na Praça do Carmo. Camilo recebeu o convite, antes do Carnaval das mãos de Lúcio, que foi recebido em audiência, no Palácio da Abolição.

DETALHE – Lúcio Alcântara é o presidente do PR no Ceará. Esse partido faz oposição ao petista.

(Foto – Divulgação)

 

Prefeitura de Caucaia disponibiliza serviços da Ouvidoria também pela internet

535 2

Moradores da cidade de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), poderão, a partir de agora, fazer solicitações da Ouvidoria (reclamações, elogios, denuncias, solicitações) pela internet. A Ouvidoria Geral do Município disponibilizou uma nova ferramenta dentro do portal da Prefeitura de Caucaia (https://www.participar.com.br/caucaia/users/sign_in).

O novo sistema, segundo a assessoria de imprensa da Prefeitrura, é uma plataforma online para gestão da informação, cujo objetivo é garantir a participação da sociedade, através da tecnologia. A ferramenta cria um canal de comunicação simples, gratuito, legítimo, não burocrático, de ampla acessibilidade, disponível a qualquer momento, reduzindo custos e gerando eficiência e benefícios.

Segundo a ouvidora, Francilena Pontes Guerra, hoje a ouvidoria de Caucaia é “uma das mais completas do Ceará e com este novo sistema vai dar mais agilidade para resposta ao usuário e mais organização, melhorando desta forma o atendimento.”

DETALHE – A Ouvidoria continuará também atendendo presencialmente e por contato telefônico.

Instituto cearense ganha dois prêmios nacionais na área do empreendedorismo na Educação

O Prêmio Ozires Silva, que reconhece os melhores projetos nas áreas de empreendedorismo e sustentabilidade do País, deu, em sua 10ª edição, ao Instituto Social Brasilis, do Ceará, dois prêmios na categoria Empreendedorismo na Educação – na modalidade Pessoa Física. Os projetos vencedores foram “Formação Empreendedora de Base Tecnológica: da construção de projetos ao protagonismo” e “Game Olhares” – com Menção Honrosa-, de autoria de Emanuelly Oliveira, fundadora e diretora executiva, e Elvis Alves, diretor de comunicação e redes, respectivamente.

Essa foi a primeira vez, em dez anos de existência do prêmio, que nordestinos conquistam os primeiros lugares. “Nossa conquista valoriza a produção de incentivos à educação e ao desenvolvimento de habilidades. O prêmio é o reconhecimento de todo um trabalho que foi realizado com instituições sociais, com jovens de comunidades carentes e com alunos e professores de escolas públicas”, afirma Emanuelly.

Ao todo, mais de 100 projetos do Brasil inteiro concorreram nas categorias de Empreendedorismo Social, Empreendedorismo Ambiental, Empreendedorismo na Educação e Empreendedorismo Econômico. Na categoria que premiou o Social Brasilis, 11 projetos estavam inscritos. A cerimônia aconteceu em Curitiba, no dia 8 do mês passado.

Para Elvis, ganhar o prêmio serve de inspiração para mais jovens do Estado. “Servimos de modelo para que as pessoas enxerguem que é possível, que existem caminhos para o desenvolvimento de um processo educacional”, conta.

Em 2016, o Social Brasilis desenvolveu e aplicou duas metodologias em dois polos: Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e Sobral, alcançando 240 alunos diretamente e mais de oito mil pessoas indiretamente, por meio de campanhas, seleções e ações organizadas pelos alunos.

Projetos premiados

* Formação Empreendedora de Base Tecnológica

Trata-se de um curso, com duração de 80 horas, que tem por objetivo desenvolver habilidades para a construção e execução de projetos sociais, educacionais e empreendedores. Além disso, visa direcionar os alunos ao desenvolvimento de ações sociais nas comunidades ou escolas ondem atuam, criando um processo de empoderamento por meio da concretização de seus sonhos.

* Game Olhares

É um jogo que traz o incentivo à descoberta de habilidades e o incentivo ao protagonismo por meio de atividades e desafios que levam à construção de ações pelos participantes. O objetivo do jogo é estimular um processo empreendedor dentro do ambiente escolar e criar um ambiente mais cooperativo, tendo os alunos no centro do processo de aprendizagem.

(Com Site do Prêmio Ozires)

Licenciamentos de veículos caem 7,6% em fevereiro

O número de emplacamentos de veículos recuou 7,6% em fevereiro na comparação com igual período do ano passado. No mês passado, passaram pelos órgãos de trânsito do País 135,6 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, segundo a Federação da Distribuição de Veículos (Fenabrave), associação que representa as concessionárias.

Num claro sinal de que o mercado continua muito fraco, o acumulado dos dois primeiros meses, que totalizou 282,8 mil unidades, ficou 6,36% abaixo do volume do primeiro bimestre de 2016, um período já difícil para a venda de veículos.

Prazos para recursos de trânsito poderão ser contados em dias úteis

A Câmara analisa projeto que estabelece que todos os prazos para recursos previstos no Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) sejam contados em dias úteis (PL 6289/16). A proposta do deputado Augusto Carvalho (SD-DF) estabelece ainda que na contagem dos dias será excluído o dia do começo e a inclusão do dia do vencimento.

O autor do projeto explica que a legislação de trânsito prevê diversos prazos, seja de natureza processual ou procedimental, alternando entre contagem em dias úteis e dias corridos.

“Referida miscelânea provoca insegurança naqueles que operam o direito ou que dele dependem para situações específicas. O intuito da mudança introduzida é, dentre outras, favorecer e auxiliar o trabalho dos profissionais responsáveis pelas demandas, que se viam prejudicados com a contagem em dias corridos, com a perda de dois dias – sábado e domingo”, afirmou Augusto Carvalho.

Para o parlamentar, o projeto respeita os princípios da celeridade e da segurança jurídica.

(Agência Câmara)

Para onde vamos?

58 2

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO desta quinta-feira (2):

Após dois anos de mandato, quais foram as grandes obras da gestão de Camilo Santana? A boa notícia é: não há grandes obras. Melhor: pelo menos uma dessas grandes obras, que havia sido projetada na gestão anterior, foi devidamente colocada na gaveta. No caso, a ponte estaiada sobre o rio Cocó. Trata-se de uma PPP, com estudos de viabilidade elaborados e licitação finalizada.

Mas, no caso da ponte, nem mesmo engavetar é algo simples como se poderia imaginar. Há muitas responsabilidades do Governo até que o projeto seja extinto. Afinal, a iniciativa privada investiu nos estudos técnicos e na elaboração do projeto para a concorrência. Certamente, haverá demanda por ressarcimentos. Sabe-se que o Governo já gastou muito dinheiro para desapropriar trechos de terrenos para a obra.

O fato é que a ponte, que incluía um mirador para observação da floresta do Cocó, não vai ser construída. A ponte estava no âmbito das obras acessórias ao Centro de Feiras, um dos mais feios e equivocados projetos já feitos no Ceará. Um conjunto de erros que vai desde a localização até a arquitetura interna e externa.

Certa vez li uma sentença que, embora radical, me pareceu acertada. Dizia mais ou menos o seguinte: Muitas vezes, é melhor uma gestão pública com cofres vazios do que nadando em dinheiro. Com cofres vazios, o governante se obriga a ser austero, criativo e a fazer a coisa certa. Com cofres cheios, há sempre o risco de colocar em prática toda a sua prepotência, incompetência e ignorância com o dinheiro que não lhe pertence.

O fato é que o Governo de Camilo Santana está lançando mão da austeridade e de alguma criatividade para tocar um barco cheio de furos. No que pese graves deslizes como o mau exemplo de distribuir dinheiro para clubes de futebol profissional ou autorizar compras extremamente caras, como dois helicópteros por R$ 80 milhões, em um momento em que estabelecia a “derrama” de impostos no Estado.

O fato é que ainda estamos na expectativa de pronunciamentos do Governo do Ceará a respeito de outras grandes obras. Algumas terminadas, outras paralisadas e outras que mal haviam começado e foram abandonadas. A lista é vasta e envolveu bilhões de reais.

Vamos ao caso dos metrôs que deveriam cortar a cidade. Linha Pacatuba-Centro: “funciona” há mais de quatro anos em fase experimental. Linha Centro-Fórum: as obras começaram há anos e há anos estão paradas. Quatro imensas e dispendiosas tuneladoras estão expostas ao relento, debaixo de sol e chuva. Oxidam. O prejuízo passa a ser de difícil cálculo.

O Acquario já virou um monstrengo inacabado de concreto armado. Não há hoje quem aposte um tostão furado na continuidade da obra encravada à beira-mar da Praia de Iracema. A política silencia. Os responsáveis pela ideia não abrem o bico. Aqui e acolá, a imprensa trata do tema. As respostas, quando vêm, são evasivas e concedidas através de nota oficial.

Há ainda o caso do VLT. Esta obra, que vai compor o rol de inacabadas, virou uma incógnita. Já se gastou mais do que o projetado para a fase em que se encontra. Do jeito que caminha, é improvável que sirva para melhorar o sistema de transporte na Capital.

E assim caminhamos. Não se sabe ao certo para onde.

Cagece oferece 115 vagas para cursos profissionalizantes

Esta informação é do Site da Cagece. Confira:

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) oferece 115 vagas para cursos profissionalizantes no mês de abril. Para participar, os candidatos deverão retirar uma carta de encaminhamento em uma das unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine) até o próximo dia 24 de março. Ao todo, serão disponibilizadas quatro turmas, com modalidades diferentes de profissionalização: informática básica (25 vagas), eletricidade básica (30 vagas), técnicas de comunicação, negociação e vendas (30 vagas) e mecânica básica (30 vagas).

Com a carta de encaminhamento em mãos, os candidatos deverão comparecer no dia 27 de março à sede da Cagece (avenida Dr. Lauro Vieira Chaves, 1030 – Vila União) para realizar a matrícula na modalidade desejada. O atendimento será das 8h às 11h, por ordem de chegada.

Para se matricular, além da carta, é necessário ter idade mínima de 16 anos e apresentar os seguintes documentos: certificado de conclusão do ensino fundamental, identidade, CPF e comprovante de residência.

Para alunos que já realizaram curso na companhia e buscam nova oportunidade de capacitação, basta apresentar o certificado de participação em curso realizado anteriormente pela Cagece.

Os cursos integram as ações de responsabilidade e interação social da companhia. As aulas de informática básica e técnicas de comunicação, negociação e vendas acontecem na sede da Cagece e as de eletricidade e mecânica básica ocorrem na unidade da companhia localizada no bairro Pici.

Serviço

Curso: Informática Básica (25 vagas)
Período: 03 à 28 de abril de 2017
Horário: Segunda a sexta, de 17h15 às 19h15. Sábado, de 8h às 12h.

Curso: Eletricidade Básica (30 vagas)
Período: 03 à 09 de abril de 2017
Horário: Segunda a sexta-feira, de 17h às 20h12. Sábado e domingo, de 8h às 17h.

Curso: Técnicas de Comunicação, Negociação e Vendas (30 vagas)
Período: 03 à 18 de abril de 2017
Horário: Segunda a sexta-feira, de 17h20 às 20h20.

Curso: Mecânica Básica (30 vagas)
Período: 17 à 23 de abril de 2017
Horário: Segunda a sexta-feira, de 17h às 20h12. Sábado e domingo, de 8h às 17h.

Confira os endereços dos Sines

Aldeota
Av Santos Dumont, 5015 – Aldeota
Tel: 3101.1660

Vapt Vupt Antônio Bezerra
Av. Demétrio de Menezes, 3750
Telefone: (85) 3101.2743

Centro
Rua Assunção, 699 – Centro
Tel: 3101.2775

Vapt Vupt Messejana
Rua Jornalista Tomaz Coelho, 408
Telefone: (85) 3101.2138

Parangaba
Av João Pessoa, 6239 – Parangaba
Tel: 3101.3034

Alexandre Moraes relatará ação sobre aplicação de improbidade a prefeitos

Entre os muitos processos espinhosos que herdou de Teori Zavascki, o ministro Alexandre de Moraes (STF) será o relator de uma ação que mexe com as administrações municipais deste País.

É aquele em que o Supremo decidirá se prefeitos pouco republicanos devem ser enquadrados na lei de improbidade administrativa ou por um decreto, de 1967, que propõe punições mais amenas aos chefes de Executivos municipais.

(Com Veja Online)

Acrísio quer Prefeitura construindo um crematório popular

Presidindo a Comissão do Meio Ambiente da Câmara Municipal de Fortaleza, o petista Acrísio Sena vai insistir num projeto: ele quer a prefeitura construindo um crematório popular.

“Seria um aqui jaz à superlotação dos cemitérios municipais de nossa cidade, que já beira o absurdo, diz Acrísio.

Com toda razão, inclusive.

Chapa Dilma-Temer – TSE vai ouvir ex-executivos da Odebrecht

62 1

Após o empresário Marcelo Odebrecht depor ontem (1º), em Curitiba, no processo que investiga irregularidades nas contas da campanha presidencial de 2014 na chapa Dilma/Temer, o ex-presidente da construtora Odebrecht Benedicto Júnior e o ex-presidente da Odebrecht Ambiental Fernando Reis serão ouvidos hoje (2) às 17h pelo ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamim, no Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro (TRF-RJ).

Em dezembro de 2014, as contas da campanha da então presidenta Dilma Rousseff e de seu vice na chapa, Michel Temer, foram aprovadas com ressalvas, por unanimidade, no TSE. No entanto, o processo foi reaberto porque o PSDB questionou a aprovação, por entender que há irregularidades nas prestações de contas apresentadas por Dilma. Segundo entendimento do TSE, a prestação contábil do presidente e do vice-presidente é julgada em conjunto.

A defesa de Dilma Rousseff nega qualquer irregularidade e diz que todo o processo de contratação das empresas e de distribuição dos produtos foi documentado e monitorado.

No início do mês, a defesa do presidente Michel Temer sustentou no TSE que a campanha eleitoral do PMDB não tem relação com os pagamentos suspeitos. De acordo com os advogados, não se tem conhecimento de qualquer irregularidade no pagamento dos serviços.

(Agência Brasil)

Mais difícil do que imaginaria

Da Coluna Política, no O POVO desta quinta-feira (2), pelo jornalista Érico Firmo:

O governo Michel Temer (PMDB) é tão forte no Congresso Nacional quanto é fraco na avaliação perante a opinião pública. Em geral, esse segundo fator acaba afetando o primeiro. Todavia, até agora, isso não ocorreu. Os governos de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT) sempre tiveram a estabilidade política atrelada à aprovação nas pesquisas de opinião. Quando a popularidade de Dilma começou a despencar, os votos para aprovar medidas no Congresso ficaram cada vez mais vinculados à distribuição de cargos. E, mesmo no auge da popularidade, Dilma nunca teve base realmente sólida, consistente. Essa fragilidade está entre as explicações para o impeachment. Faltou alicerce político, sem o que não se governa. A própria propaganda de Dilma dizia isso, para bater em Marina Silva (Rede).

Esse alicerce Temer possui de sobra. É aquilo que sustenta seu governo. O governo de Temer é originário do núcleo mais tradicional da política brasileira, de uma forma como talvez nenhum governo foi desde José Sarney (PMDB). Claro, a velhíssima guarda do poder esteve perto de todos os presidentes desde então. Mas, Temer os representa muito melhor que Fernando Collor – não fosse assim ele não teria sido derrubado -, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Lula e Dilma nem se fala.

Mesmo assim, há limite para a sustentação política de um governo tremendamente impopular. Agora, Temer se prepara para a votação de seu projeto mais importante: a reforma da Previdência. A proposta deve passar, mas dificilmente será do jeito que o governo quer. E não será tão fácil quanto se imagina.

Mudanças em regras para aposentadorias são sempre impopulares – porque elas sempre acontecem para pior. No mundo todo provocam protestos significativos. Governos populares perdem apoio. Quando o governo já é impopular, a coisa se complica bastante.

Não é fácil para os parlamentares bancarem a aprovação de um projeto tão antipático para a opinião pública, tocado por um governo profundamente rejeitado. Ano que vem tem eleição e as sequelas podem ser profundas. Por isso, na própria base governista, já se discutem mudanças significativas no projeto.

As possíveis mudanças ameaçam o coração da reforma. A Folha de S.Paulo mostrou ontem que 18 dos 36 integrantes da comissão especial que trata do assunto na Câmara são contrários à idade mínima de 65 anos. E 22 deles são contrários à regra única para homens e mulheres. Sobre a proposta de se trabalhar 49 anos para ter direito ao benefício integral, 25 são contra. A regra de transição para mulheres a partir de 45 anos e homens a partir de 50 sofre resistência de 26 deles.

E apenas um dos 36 deputados apoia a restrição no Benefício de Prestação Continuada: Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do governo. Pago a idosos e deficientes pobres, o benefício seria desvinculado do salário mínimo e a idade mínima para receber passaria a 70 anos, pela proposta do governo. A falta de apoio não é de admirar: a mudança atinge basicamente as populações mais vulneráveis. É de uma crueldade difícil de compreender.

No total da reforma, 34 deputados da comissão consideram que são necessárias alterações na proposta do governo. Claro que haverá muita argumentação. O governo jogará pesado para convencer os parlamentares. No cenário de agora, todavia, é improvável que o governo alcance seu intento de ter a PEC aprovada sem mudanças. Para 21 deputados, as alterações seriam pontuais, mas há 12 deles favoráveis a modificações profundas – um disse estar em dúvida. Isso com base no levantamento da Folha.

Há resistências de todo lado, até no PMDB. “Não somos obrigados a fazer nada empurrado pelo governo goela abaixo”, disse Mauro Pereira (PMDB-RS). E também no PSDB: “A sensação, ao conversar com os colegas, é que muitos pontos têm que ser aprimorados ou revistos”, disse o tucano Eduardo Barbosa (MG).