Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Maia defende revisão do teto de gastos após aprovação da reforma da Previdência

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, apregoou a revisão do teto de gastos públicos após a aprovação da reforma da Previdência. Foi nessa terça-feira, em Nova York, onde participa de evento do BTG Pactual.

Ele diz que essa revisão é fundamental para que se evite um colapso na economia brasileira.

Segundo Maia, a Emenda Constitucional 95/16, que prevê um teto para os gastos públicos pelos próximos 20 anos, veio com objetivo de ser a primeira de várias reformas previstas no governo Temer. Como as demais não foram aprovadas, houve uma queda da inflação por causa da recessão.

(Com Agências)

Camilo anunciará pacote com medidas para incrementar arrecadação, anuncia Sefaz

140 2

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quarta-feira:

A secretaria da Fazenda, Fernanda Pacobahyba, em contato com o Blog, confirma que a luz amarela acendeu nas finanças do Estado. O percentual com gastos de pessoal bateu nos 42%. O limite prudencial é de 46,55%.

Ela explica que o impacto se deveu às melhorias salariais implantadas pelo Governo ao longo da primeira gestão. Em especial, Segurança.

Por conta disso, e como ação preventiva para que o Estado mantenha seu ajuste fiscal, já que transferências da União andam escassas, informa: ainda neste mês, Camilo anunciará um pacote com 10 medidas para incrementar a arrecadação. Instada, várias vezes, sobre o teor do pacote, a secretária evitou detalhes.

Tudo já está, inclusive, passando pelo crivo do Palácio da Abolição.

(Foto – Paulo MOska)

Caminhada de alunos e sindicalistas protesta em Fortaleza contra corte de verbas das universidades

852 5

A praça da Faculdade de Direito da UFC, em Fortaleza está lotada.

Na esquina da Avenida da Universidade com a Avenida Domingos Olímpio há bloqueio no trânsito, porque vários grupos de alunos chegado para engrossar, nesta quarta-feira, a caminhada contra o corte de verbas nas universidades federais do País, o que foi determinado pelo MEC.

O protesto é de caráter nacional e, além de faixas e cartazes, há palavras de ordem batendo contra o governo Bolsonaro e outras que falam que há dinheiro para milícias “Não, não, não! Tem dinheiro pra milícia, mas não tem pra educação!”). Além de alunos e professores, engajam-se também militantes de partidos de esquerda e sindicalistas.

Pela manhã, um grupo de alunos chegou a bloquear, com cadeiras espalhadas pela via, o trânsito no cruzamento da Avenida 13 de Maio com a Avenida da Universidade, onde fica a Reitoria da UFC.

(Fotos – Leitor do Blog)

Eduardo Bolsonaro defende bomba atômica em nome da paz

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, afirmou que a posse de armas nucleares “garante a paz” e disse ainda que o “politicamente correto” o impede de falar sobre a possibilidade de guerra com a Venezuela. As informações são do Estadão.

“Se nós tivéssemos um efetivo maior, talvez fôssemos levados mais a sério pelo (Nicolás) Maduro, ou temidos pela China ou pela Rússia”, afirmou. “São bombas nucleares que garantem a paz ali… cadê o colega do Paquistão? Como é que é a relação do Paquistão com a Índia se só um dos lados tivesse uma bomba nuclear? Será que seria da mesma maneira que é hoje? Óbvio que não. Quando um desenvolveu a bomba nuclear, o outro desenvolveu no dia seguinte e ali está selada, ao menos minimamente, uma espécie de paz. Eu sou entusiasta desta visão”, afirmou o deputado em reunião do colegiado que preside.

Não é a primeira vez que o filho do presidente fala em defesa da manutenção de armas nucleares. Em 2016, em vídeo nas redes sociais, ele afirmou que a posse de armas nucleares aumenta o papel de destaque de um país. O deputado federal lembrou que o País é signatário do Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares desde do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

(Foto – Agência Câmara)

Luizianne Lins lança canal no Youtube

A deputada federal Luizianne Lins (PT) vai lançar, em breve, um canal no Youtube intitulado “Outros Olhares”. O objetivo, segundo a parlamentar, apresentar um conteúdo amplo e diversificado, com quadros de entrevista, dicas de filmes e livros.

Ela, que já foi prefeita de Fortaleza, é jornalista e professora licenciada da UFC, diz que quer “novos diálogos com a cidade”, mas, também, revelar personagens e discutir temas da política nacional.

Será que pensar em disputar a Prefeitura?

SERVIÇO

*Acesse o teaser no link https://youtu.be/OqKOSBm_ZpI e conheça um pouco do que vem pela frente.

(Foto – Agência Câmara)

Editorial do O POVO – “Ensino público: paralisação e pluralidade”

86 1

Com o título “Ensino público: paralisação e pluralidade”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira. Aborda o Dia Nacional de Protesto contra corte de verbas nas universidades federais do País. Confira:

O sistema público de ensino brasileiro programou para hoje uma paralisação nacional em suas atividades para demonstrar sua contrariedade com as orientações imprimidas pela atual administração federal à Educação pública em geral, sobretudo o contingenciamento de verbas que afeta do ensino infantil aos cursos de pós-graduação. O bloqueio particular de R$ 2,2 bilhões na verba destinada às universidades e institutos federais, somado à retração dos investimentos em ciência, pesquisa e extensão, é acusado de inviabilizar o funcionamento das universidades, despojando-as dos instrumentos necessários à formação e difusão do conhecimento, nos moldes exigidos pela realidade contrastante de um País dotado de imensas potencialidades econômicas, mas, travado por profundas desigualdades sociais. A torcida é para que tudo transcorra em paz, durante o dia, pois manifestações públicas de descontentamento fazem parte do jogo democrático. Espera-se que, tanto governo como manifestantes, se conduzam com a maturidade democrática que a Nação espera de ambos.

Reitores das universidades públicas têm conclamado a comunidade acadêmica para esse debate, considerando que os cortes de verba na área são um “equívoco estratégico” e têm consequências para o desenvolvimento do País. Ainda mais porque, embora atinjam de forma mais imediata às universidades federais, na verdade afetam também as estaduais, uma vez que estas recebem verbas de financiamento de agências de fomento ligadas ao governo federal.

Além do contingenciamento na educação, estudantes e professores protestam contra mudanças nas diretrizes de ensino, citando, por exemplo, alterações no teor das questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e, sobretudo, o projeto de lei Escola sem Partido.

De fato, o governo federal, desde sua posse, vem manifestando uma falta completa de tirocínio na administração de área tão fundamental para o destino do desenvolvimento brasileiro. Suas escolhas para dar rumo à pasta da Educação foram profundamente infelizes, sobretudo pela ideologização extrema das intervenções de seus titulares e de suas respectivas diretrizes, transformando a Educação num campo de batalha ideológica extrema, sob o pretexto de investir contra um suposto “marxismo cultural” que deveria ser extirpado, segundo eles, desde a raiz. Em seu lugar, pretenderiam impor uma matriz ideológica tradicionalista e propensa a repelir a pluralidade de pensamentos, justamente num ambiente que tem como fundamento de sua existência e de sua viabilidade o pensamento crítico, fonte e alimento do conhecimento. Como já foi dito, neste mesmo espaço, a sociedade brasileira já é suficientemente complexa e sofisticada para se submeter às estreitezas de um fundamentalismo tão descabido.

(Editorial do O POVO)

Dia D pela Educação – Trânsito já está liberado na Avenida 13 de Maio

Alunos bloquearam o trânsito em frente a reitoria da UFC nesta manhã de quarta.

O trânsito já está liberado na esquina da Avenida da Universidade com a Avenida 13 de Maio (Bairro Benfica), em Fortaleza, onde um grupo de alunos da Universidade Federal do Ceará faziam bloqueio, com cadeiras espalhadas pela via.

O ato integra o Dia Nacional em Defesa da Educação e foi consequência de cortes nas verbas das instituições de nível superior do País. Os estudantes portaram faixas e cartazes e entoaram palavras de ordem contra o governo Bolsonaro.

Ainda nesta manhã, haverá protestos em frente a sede do IFCE, que fica na avenida 13 de Maio. Ou seja, mais problemas para o trânsito na área.

(Fotos – Reprodução d TV e Leitor do Blog

Campeonato de Futebol Feminino – Ceará embarca para pegar a Portuguesa

430 1

O time feminino do Ceará Sporting Club embarcou, nesta madrugada de quarta-feira, na rota de São Paulo. A equipe vai enfrentar, em clima de mata-mata, nesta tarde de quinta-feira, a Portuguesa, no Estádio Canindé, em partida válida pelas oitavas de final do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino Série A-2.

O grupo, comandado pelo técnico Orlando Júnior, embarcou otimista. “A gente confia no nosso futebol. Estamos concentradas e vamos ganhar!”, avisou a lateral Camila.

O segundo jogo está marcado para o Estádio Presidente Vargas, no próximo dia 22, às 15 horas.

(Foto -= Paul MOska)

Estudantes da UFC bloqueiam avenida e fazem protesto contra cortes na educação

330 10

Estudantes da Universidade Federal do Ceará bloqueiam, nesta manhã de quarta-feira, a avenida da Universidade com avenida 13 de Maio. O grupo, inclusive, espalhou cadeiras em trechos da avenida, em frente à reitoria da UFC.

A ação faz parte de um protesto, de caráter nacional, dentro do chamado “Dia D em Defesa da Educação”, consequência de corte de 30% no orçamento das instituições federais de ensino do País.

Há um desvio na área e presença de agentes da AMC.

No trecho, circulam diariamente 24 linhas de ônibus com destino ao Centro da Capital cearense. O clima é de engarrafamento. Os estudantes estampam faixas e cartazes e entoam palavras de ordem contra o governo Bolsonaro.

(Fotos – Reprodução de TV)

Homem que matou trans cearense em São Paulo será acusado de feminicídio

O Ministério Público de São Paulo aceitou nessa segunda-feira, 13, a denúncia contra Jonatas Araújo dos Santos pela morte de Larissa Rodrigues da Silva, mulher transexual cearense que foi morta no último dia 4 em São Paulo. De acordo com a denúncia apresentada pelo promotor, o acusado cometeu o crime com emprego de meio cruel, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e por menosprezo e discriminação à condição da vítima – este último trecho sendo parte da Lei do Feminicídio.

Leia mais > Corpo de Larissa, trans morta em São Paulo, é velado nesta segunda, em Fortaleza

Larissa, que tinha 21 anos, era natural de Fortaleza e havia saído de casa há pelo menos quatro anos, quando buscava ajudar financeiramente a família. Ela foi assassinada à pauladas em São Paulo no início do mês.

Segundo as informações incluídas na denúncia, Larissa estava na região da Avenida Indianópolis, zona sul da capital paulista, com o objetivo de fazer programas sexuais. Jonatas chegou de carro no local e discutiu com a vítima e uma amiga que estava com ela, dizendo apenas que “havia sido roubado”. As duas retrucaram, afirmando não saberem nada a respeito de qualquer roubo, pois nem o conheciam. O acusado, então, seguiu com seu carro para longe das duas mulheres.

“Ocorre que, poucos minutos depois, caminhando sorrateiro, o denunciado novamente se aproximou da ofendida e de sua amiga e, sem nada dizer, começou a desferir golpes na cabeça da vítima com um pedaço de madeira de cerca de um metro de comprimento que trazia nas mãos, com a intenção de matá-la”, diz a denúncia.

Larissa ainda teria conseguido correr, atravessando a rua, mas o réu a seguiu e desferiu vários outros golpes em sua cabeça, até derrubá-la na calçada oposta. Jonatas ainda correu na direção da amiga, mas fugiu do local após não conseguir alcançá-la. Ele usou seu carro, que estava estacionado nas imediações. Larissa morreu no local.

“É inquestionável que o investigado empregou meio cruel para matar a vítima, pois, ao golpeá-la na cabeça várias vezes com um pedaço de madeira, provocou-lhe intenso e desumano sofrimento, muito além do necessário à obtenção do resultado morte”, afirmou o promotor.

(O POVO – Repórter Izadora Paula)

Bolsa-família – Pagamento sob ameaça

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que, se o Congresso Nacional não aprovar o projeto de crédito suplementar de R$ 248 bilhões, necessário para a regra de ouro, travará os pagamentos do governo. Sem o crédito, ele afirmou que os pagamentos de subsídios param em junho, de benefícios assistenciais em agosto e, do Bolsa Família, em setembro. “Tenho que apostar que o Congresso vai aprovar”, complementou ele, durante audiência da Comissão Mista de Orçamento (CMO).

Guedes reforçou a necessidade de aprovação da reforma da Previdência e disse que o crescimento desses gastos pode impedir a tentativa do governo de “salvar o País”. “Pode não dar tempo”, afirmou. Ele ponderou ainda que, como ministro da Economia, “manda muito pouco” e que não é ele quem decide onde são feitos cortes orçamentários, já que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) indica as prioridades. “As pessoas acham que eu tenho muito mais poder do que eu tenho. O poder está em quem vai sancionar leis”.

O ministro afirmou ainda que há outros temas que precisam ser endereçados no contexto econômico como, por exemplo, a tributação em cima de dividendos, mas que a reforma da Previdência é mais urgente neste momento. “Não vou cuidar do imposto em dividendos agora porque daí a Previdência já explodiu. É preciso desarmar essa bomba”, disse. Conforme Guedes, uma eventual mudança em impostos tem impacto somente no ano seguinte e, por causa disso, pode ser tratada depois. (Agência Estado)

(Agência Estado)

O POVO – Vida & Arte recebe homenagem na Assembleia Legislativa pelos 30 anos

O Vida & Arte, do O POVO, foi homenageado na noite desta terça-feira (14), na Assembleia Legislativa, pelos 30 anos de atividades em prol da cultura cearense. O requerimento foi do deputado Julio César Filho (PPS), com aval do vereador Guilherme Sampaio (PT).

O Grupo de Comunicação O POVO esteve representado pelos diretores Ana Naddaf e Erick Guimarães, além da editora Vida & Arte, jornalista Cinthia Medeiros. Repórteres e artistas, como Mona Gadelha, também marcaram presença.

Na sessão, houve a entrega de certificados a profissionais que colaboraram com o caderno neste período. O primeiro a abrir essa página de homenagens foi Ivonilo Praciano, o primeiro editor e precursor das mudanças ousadas da publicação.

O Vida & Arte também será homenageado na Câmara dos Deputados, em junho, diante do requerimento da deputada federal Luizianne Lins (PT).

(Fotos: Paulo MOska)

Câmara convoca Weintraub para explicar bloqueio a universidades

O plenário da Câmara aprovou nesta terça-feira (14), por 307 votos a 82, a convocação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para explicar aos parlamentares os cortes no orçamento das universidades públicas e de institutos federais.

Por se tratar de convocação, o ministro é obrigado a comparecer à comissão geral que o ouvirá no plenário da Câmara nesta quarta-feira (15), às 15h. Segundo o autor do pedido, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), o ministro precisa explicar como será feito o bloqueio dos recursos.

“É uma oportunidade para que o povo brasileiro perceba que a Câmara dos Deputados está sensível ao clamor da sociedade, já que amanhã as ruas serão ocupadas por gente preocupada com a cultura e a educação. O ministro vai explicar o corte de 30% das universidades e institutos federais”, comentou.

Antes da votação, a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) havia declarado que o ministro da Educação está preparado para debater e esclarecer a situação da pasta. “O ministro [da Educação] é preparado para falar sobre o assunto. A convocação não é agradável, mas é do jogo democrático e, se a maioria quiser convocá-lo, ele virá”, afirmou.

Apenas PSL e Novo orientaram seus parlamentares a votar contra a convocação. Para a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), a convocação é um instrumento para adiar a votação de medidas provisórias importantes para o governo federal, como a MP 870, da reforma administrativa, que definiu a estrutura de governo na gestão Bolsonaro e foi modificada por parlamentares, em comissão mista, na semana passada. A medida que altera a estrutura ministerial perde validade no dia 3 de junho e precisa ser votada por deputados e posteriormente por senadores para que não deixe de vigorar.

“Qual é a intenção real de se convocar ministro para ir ao Plenário? Por que estão com medo de discutir as medidas provisórias? Por que insistem em tirar o Coaf do Moro? Para proibir a Receita Federal de representar? ”, argumentou.

Comissão

Apesar de ter sido convocado para participar de comissão geral, a presença de Abraham Weintraub já era prevista na Câmara dos Deputados às 10h desta quarta-feira. O ministro havia sido convidado para dar explicações sobre os cortes no Orçamento da Educação na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público.

(Agência Brasil)

Academia Brasileira de Direito será instalada em Fortaleza

A Academia Brasileira de Direito será instalada na noite do próximo dia 31, no Hotel Sonata de Iracema, em Fortaleza. Entre os convidados, o presidente do TRT 7ª Região, desembargador Plauto Carneiro Porto.

Segundo o presidente Roberto Victor Ribeiro, a ABD tem como prioridade a “difusão dos diversos matrizes jurídicos e a responsabilidade social de atuar como agente de transformação social”.

A entidade será composta por 40 patronos efetivos, de status vitalício, havendo vacância apenas em caso de renúncia ou falecimento.

(Foto Divulgação)

UFC abre concurso para professor efetivo

A Universidade Federal do Ceará inscreve, no período de 16 de maio a 4 de junho, candidatos ao concurso público para o cargo de professor da carreira do magistério superior. A informação é da assessoria de imprensa da Instituição. São ofertadas quatro vagas, das quais três para campi em Fortaleza, no Centro de Tecnologia, Centro de Ciências Agrárias e Centro de Humanidades; e uma para o Campus da UFC em Quixadá.

As inscrições podem ser feitas nas secretarias dos departamentos citados e no Campus de Quixadá. A jornada de trabalho dos aprovados tanto na Capital como no Interior será de 40 horas semanais com dedicação exclusiva.

No Centro de Tecnologia, a vaga é para o Departamento de Engenharia Estrutural e Construção Civil, no setor de estudo Mecânica das Estruturas. O Centro de Ciências Agrárias oferta uma vaga no Departamento de Economia Agrícola, para o setor de estudo Economia Rural. No Centro de Humanidades, a vaga é no Departamento de Estudos da Língua Inglesa, Suas Literaturas e Tradução, no setor de estudo Prática de Ensino e Estudos da Tradução.

Para as três vagas mencionadas os candidatos devem apresentar título de doutor. As áreas de formação exigidas estão detalhadas no item 2 do edital (http://bit.ly/2vWEZwv).

No Campus de Quixadá, a vaga é para o setor de estudo Projeto de Sistemas Embarcados e Robótica. De acordo com o edital, o candidato deve ter diploma de graduação e título de mestre.

SERVIÇO

*Mais detalhes sobre o processo seletivo do concurso público podem ser consultados no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (http://bit.ly/2vWEZwv).

*Divisão de Concursos e Provimento da PROGEP – (85) 3366 7407 / e-mail: dicon.progep@ufc.br

(Foto – Evilázio Bezerra)

Grupo LUME fará apresentação na abertura do Festival das Artes Cênicas do Ceará

Fortaleza assistirá a uma apresentação do coletivo de teatro LUME, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Trata-se de mais um grupo confirmado para o Festival das Artes Cênicas – Cena Ceará, que acontecerá de 2 a 6 de julho próximo.

O LUME vai trazer o espetáculo inédito “KINTSUGI – 100 memórias”, na abertura desse festival, que ocorrerá no auditório do Porto Dragão (antigo teatro do Sesc).

Além de espetáculos, o Festival Cena Ceará contará com rodadas de negócio. Em breve, segundo a assessoria de imprensa do evento, serão divulgados os selecionados e a programação completa.

(Foto – Divulgação)

Lei deve facilitar o cancelamento de assinatura de TV a cabo

Cancelar a assinatura de uma TV paga ficará mais fácil a partir de meados de junho, conforme prevê a lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, publicada no Diário Oficial da União de hoje (14). De acordo com as novas regras, o cancelamento do serviço poderá ser feito por meio da internet ou pessoalmente, junto à própria empresa.

Aprovada em março pelo Senado, depois de passar pela Câmara dos Deputados, a nova lei visa por fim às dificuldades apontadas por consumidores que tentam cancelar esse serviço junto às empresas de TVs por assinatura.

Como em geral o serviço é oferecido no formato de combo – acompanhado de serviços de internet e de telefonia –, as entidades de defesa do consumidor encontram dificuldades para gerar dados específicos que diferenciem queixas motivadas por dificuldade de cancelamento dos demais serviços.

Queixas

Queixas contra TVs por assinatura, telefonia móvel e fixa estão entre os quatro assuntos mais demandados em 2017 e 2018 junto ao Procon-DF – ranking que é liderado pela telefonia móvel, seguido por cartões de crédito, telefonia fixa e, em quarto lugar, as TVs por assinatura.

Das 54.166 queixas atendidas pelo Procon-DF em 2017, 6.127 foram contra serviços de telefonia móvel; 2.939 contra cartões de crédito; 2.815 contra telefonia fixa; e 2.735 contra TVs por assinatura. No ano seguinte, a ordem do ranking não mudou. Foram 46.393 queixas no DF. A telefonia móvel ficou em primeiro lugar, com 5.144 queixas, seguido de cartões de crédito (2.416); telefonia fixa (2.152); e TVs por assinatura (1.522).

Segundo a assessoria do Procon, não há como mensurar, entre as queixas contra as TVs por assinatura, quantas foram feitas motivadas por dificuldades para conseguir o cancelamento do serviço.

“A classificação do motivo da queixa é subjetiva, feita por nossos atendentes. Eles podem, por exemplo, classificá-las como queixas contra o SAC [serviço de atendimento ao cliente], ou mesmo como queixas a serviços de telecomunicações ou telefonia, uma vez que esses serviços podem integrar um combo. O que sabemos é que, sim, estão entre os carros-chefes em termos de queixa”, disse à Agência Brasil a assessora do Procon Giselle Pecin.

Segundo o Procon, a maioria das queixas é devido a problemas relativos ao SAC. “Temos um índice de resolutividade próximo a 80%. Isso mostra que, via de regra, são demandas simples de serem atendidas. Como acabam não sendo, o Procon passa a ser acionado”, acrescentou.

De acordo com o texto publicado no DOU de hoje, a nova lei tem prazo de 30 dias para entrar em vigor.

(Agência Brasil)

Seminário reunirá prefeitos cearenses em discussões sobre gestão, inovação e sustentabilidade

Vem aí o Seminário de Gestores Públicos – Prefeitos Ceará 2019. Acontecerá nos dias 3 e 4 de junho próximo, no Centro de Eventos, com o tema “Desenvolvimento Cooperado, Inovação e Sustentabilidade”. A realização é uma parceria entre Tribunal de Contas do Ceará, Associação dos Municípios do Estado do Ceará, Instituto Future de Juventude, Promoção, Turismo, Cultura e Desenvolvimento Sustentável e Fundação de Cultura e Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão.

O objetivo é incentivar os gestores municipais à prática de políticas públicas eficientes. O encontro também vai apresentar uma visão ampla e integrada para o planejamento geral do Estado, conforme as peculiaridades de cada uma de suas cidades.

Pelo menos 600 gestores públicos entre prefeitos, secretários, empresários, vereadores e acadêmicos devem participar da programação.

SERVIÇO

*Inscrições gratuitas por meio do site http://institutofuture.com.br/prefeitos2019/

BNDES lucra R$ 11,1 bilhões no primeiro trimestre de 2019

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou lucro de R$ 11,1 bilhões no primeiro trimestre de 2019. O resultado representa um crescimento de 436,7% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando o lucro ficou em R$ 2,1 bilhões. “Mostra que o BNDES continua muito vigoroso”, disse o presidente do banco, Joaquim Levy, que participa de entrevista na sede da instituição para explicar o balanço do primeiro trimestre de 2019.

Também no trimestre o resultado do BNDES com participações societárias foi 725,5% superior ao atingido nos três primeiros meses de 2018.

Segundo o BNDES, esse é um dos fatores que contribuíram para o resultado foi o desempenho positivo com participações societárias do Sistema BNDES (incluindo BNDESPAR) no primeiro trimestre de 2019, de R$ 12,5 bilhões. Esse valor refletiu o crescimento de R$ 9,3 bilhões (1081,0%) do resultado com alienações de investimentos, de acordo com Levy, com destaque para a alienação de ações da Fibria, Perrobras, Vale e Rede.

Conforme o banco o lucro também reflete o aumento de R$ 1,1 bilhão do produto com intermediação financeira, representando 45% a mais que o primeiro trimestre de 2018, como resultado da redução da dívida com o Tesouro Nacional ao longo do ano passado, processo que foi retomado em 2019.

(Agência Brasil)