Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Seminário da UFC discute o fazer jornalistico com nomes de peso da comunicação

Ana Naddaf, diretora-executiva de redação do O POVO, entre convidados.

O Campus do Benfica da Universidade Federal do Ceará (UFC) será sede, no período de 19 a 21 deste mês de setembro, do II Práxisjor – Seminário Internacional Pensar e Fazer Jornalismo. Com o tema “Identidade(s) Jornalística(s)”, o evento debaterá, com a participação de profissionais e pesquisadores do setor, a importância de se discutir o Jornalismo como uma mediação central nas sociedades democráticas. Na programação, conferências, mesas temáticas, mini-cursos e apresentação de trabalhos acadêmicos.

O seminário vai reunir grandes nomes da comunicação nacional, como o jornalista Sérgio Spagnuolo (Volt Data Lab-SP), fundador e editor da agência de jornalismo de dados Volt Data Lab, além de mestre em Relações Internacionais e Direitos Humanos pela PUC-SP e colaborador do site de checagem Aos Fatos; a jornalista Juliana Teixeira, doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia e professora do Departamento de Comunicação Social e do Programa de Pós-graduação em Comunicação Social da Universidade Federal do Piauí; e o jornalista Samuel Lima, um dos coordenadores do Observatório da Ética Jornalística (objETHOS), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Também marcarão presença nomes locais como a jornalista Ana Naddaf, diretora-executiva da redação do jornal O POVO.

Organizado pelo Grupo de Pesquisa em Práticas Jornalísticas (PráxisJor), vinculado ao Curso de Jornalismo e ao Programa de Pós-graduação em Comunicação (PPGCOM) da UFC, o seminário ocorre em parceria com outras sete instituições acadêmicas do País.

Inscrições

As inscrições para participar do II Práxisjor podem ser feitas no site oficial do evento (https://praxisjor.wixsite.com/ufc2018). A taxa é de R$ 70 para estudantes de graduação e recém-graduados (até um ano), R$ 100 para Mestrandos e doutorandos e R$ 140 para profissionais, mestres, doutores e pesquisadores. Há ainda a modalidade Inscrição Popular, voltada para estudantes de graduação que queiram participar das conferências e mesas-redondas, agendadas ao longo dos três dias de evento. Essa modalidade de inscrição terá o valor simbólico de R$ 30 e dará direito a emissão de certificado de participação.

Os estudantes interessados devem se inscrever no formulário no site e efetuar o pagamento através de depósito bancário.

A emissão de certificado está sujeita ao preenchimento do formulário e à participação em, no mínimo, 75% das atividades (haverá lista de presença nos locais).

SERVIÇO

*Campus do Benfica da UFC – Avenida da Universidade.

*Mais informações: bit.ly/praxisjor

(Foto – Caderno Pause/O POVO)

Preço do pão e massas já subiu 10% nos últimos dois meses no País

Desde julho, os preços de produtos à base de trigo, como massas alimentícias, pães e biscoitos, além da própria farinha de trigo, já aumentaram em até 10%, segundo estimativas de entidades que representam a indústria do setor no país. O percentual representa cerca de 40 vezes a variação da inflação média dos últimos dois meses, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que subiu 0,24% entre julho e agosto.

A principal explicação para a inflação dos alimentos à base de trigo está na dependência externa que o Brasil tem do produto combinada com as recentes oscilações do dólar e do preço do produto no mercado internacional. O trigo é um dos poucos grãos que o Brasil tem que importar de outros países para abastecer o mercado doméstico.

Pelos dados mais recentes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o país deve produzir 5,2 milhões de toneladas de trigo em 2018 e comprar do exterior mais 6,3 milhões de toneladas, a maior parte oriunda da Argentina, seguida de países como Estados Unidos, Paraguai, Uruguai e Rússia.

Oscilação de preço

Economistas confirmam o cenário descrito pelos produtores do setor. “No caso do trigo, o Brasil importa mais da metade da demanda interna. Assim, maiores taxas de câmbios terão impacto direto sobre os mercados atacadista e varejista. Além disso, no primeiro semestre de 2018, os preços internacionais subiram, diante da menor oferta mundial. O Brasil também foi impactado pelos maiores preços na Argentina, diante das incertezas quanto ao tamanho da safra desta temporada”, explica o professor Lucílio Alves, pesquisador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepe), ligado à Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (USP).

O preço do trigo, que é um dos principais produtos negociados na Bolsa de Chicago (CME Group), nos EUA, chegou a atingir US$ 197,80 (R$ 819) por tonelada em agosto, o maior valor desde julho de 2015. Na parcial de setembro, o preço caiu um pouco, para US$ 181 (R$ 749,34), mas ainda bem superior à média do início do ano (US$ 158,91/ton em janeiro).

Além disso, como o preço internacional do produto é calculado em dólar, a desvalorização do real aumenta seu custo de importação. No ano, o dólar se valorizou ante ao real em 22,86%, no acumulado até agosto. Somente no mês passado, essa valorização foi de 8,45%.

(Com Agência Brasil)

Servidores da Ematerce querem assistência técnica incluida em documento da Faec para governamentáveis

O presidente da Associação dos Servidores da Ematerce (Assema), Sabino Bizarria, encaminhou uma mensagem ao presidente da Federação da Agricultura do Ceará (Faec), Flávio Saboya, pedindo a inclusão, no documento de reivindicações do setor agrícola a ser entregue aos candidatos ao Governo do Estado, o pleito pró-fortalecimento do serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) Pública e que venha a ser prestado com mais qualidade e abrangência.

Bizarria manifestou-se sobre pedido de inclusão depois que a Federação das Agricultura do Estado do Ceará (FAEC) anunciou nessa quarta-feira (12/9), em nossa Coluna no O POVO, que ouvirá, em um evento, os quatro candidatos mais bem posicionados nas pesquisas para o Governo. O anúncio foi feito pelo presidente da entidade, Flávio Saboya, que marcou o encontro para o próximo dia 19. Será na sede da Faec (Avenida Eduardo Girão, 317), a partir das 12 horas.

Todos receberão um documento prévio da entidade onde estão expostas as reivindicações do setor agrícola que, de acordo com Flávio Saboya, resume-se em mais crédito e segurança no campo. Sabino Bizarria considera importante a realização desse debate. Estarão presentes os representantes dos 50 sindicatos filiados à Federação.

O governador Camilo Santana (PT) será o primeiro convidado do dia 19 próximo a expor seus planos para a agricultura. Depois, às 13 horas, a vez do General Theophilo (PSDB), seguindo-se Hélio Gois (PSL), às 14 horas, e, por último, Aílton Lopes (PSOL).

Fernando Haddad deve aproveitar entrevista ao JN para mandar recados ao mercado financeiro

308 1

Fernando Haddad, agora candidato de fato do PT a presidente da República, foi aconselhado a usar parte da entrevista ao Jornal Nacional, da Globo, nesta sexta (14), para fazer um aceno ao mercado financeiro. É o que informa a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Auxiliares do petista dizem que ele deveria aproveitar o espaço para mostrar que não é um bicho-papão e disseminar o discurso de que, se eleito, haverá segurança jurídica e previsibilidade.

Os principais aliados de Haddad calculam que, se comunicar de maneira eficiente ao eleitor a indicação de Lula, ele poderá estar na disputa pela liderança nas pesquisas em até 15 dias.

(Foto – Heuler Andrey, da Folhapress)

Para Ciro Gomes, candidatura de Haddad vai dar m…

Ciente de que disputa diretamente votos com a recém-oficializada candidatura de Fernando Haddad (PT) à Presidência, o candidato do PDT, Ciro Gomes, criticou duramente o petista ontem. O pedetista adotou a estratégia de acusar o ex-prefeito de São Paulo de fragilidade política e também questionar sua capacidade de derrotar Jair Bolsonaro (PSL) num eventual segundo turno.

“O atributo do Haddad presidente indicado por Lula, isso vai dar m(*), não tenho a menor dúvida”, disse Ciro, citando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Lava Jato, durante evento na Academia Brasileira de Ciências (ABC).

“Bolsonaro é o cabra marcado para perder a eleição no segundo turno, se a gente não cometer nenhuma imprudência; porque a rejeição dele é a maior de todas”, afirmou.

Em Osasco (SP), Fernando Haddad evitou responder a ataques de Ciro Gomes, que, na quarta-feira, 12, comparou o petista à ex-presidente da República Dilma Rousseff (PT).

“Este tipo de ataque pessoal não vamos fazer”, disse Haddad. “Nossa estratégia até o final da campanha é só comparar proposta. Se você me apresentar uma proposta dele (do Ciro) para comentar, eu comento”.

Em sabatina do jornal O Globo, Ciro disse que o Brasil não aguenta outra Dilma.

Haddad também comentou a abertura de reclamação disciplinar do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra promotores de São Paulo que ofereceram, semana passada, denúncias contra ele e o ex-governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB). “Isto depura o MP. Promotor não pode fazer política”, disse. O petista também afirmou que em um eventual governo dele vai fortalecer o Ministério Público, que, para ele, “precisa ser apartidário para ser forte”.

(Agência Estado)

Crítica

Alckmi

Camilo diz, em ato do PT, que Haddad é um presidenciável “preparado”

334 2

O governador Camilo Santana (PT) fez elogios ao presidenciável Fernando Haddad (PT) e afirmou que o ex-ministro de Lula é “preparado”. Foi nessa noite de quinta-feira, quando participou de um ato do PT com movimentos sociais, no bairro Benfica, em Fortaleza.

Nos últimos dias, Ciro Gomes (PDT), padrinho político do governador, comparou o adversário à ex-presidente Dilma Rousseff (PT). “O Brasil não aguenta outra Dilma”, declarou o pedetista em referência à indicação de Lula. A estratégia do ex-governador é polarizar a disputa na corrida ao Palácio do Planalto com o ex-prefeito de São Paulo para conseguir ir ao segundo turno.

No evento, a militância petista exibiu um vídeo gravado por Fernando Haddad cumprimentando os eleitores cearenses e pedindo votos para a reeleição de Camilo. Ao assistir no palanque, o governador sorriu, fez o “L” de Lula com as mãos e elogiou o substituto do ex-presidente na campanha para a Presidência.

“E eu quero dizer a vocês que a gente está muito triste porque estamos com a nossa democracia abalada. Só vamos restituir a verdadeira democracia nesse País quando Lula estiver livre. É uma prisão política, que não estão deixando por uma questão política Lula ser candidato. E agora, assume no lugar do Lula um jovem que foi por oito anos ministro da Educação, que ajudou muito ao Ceará, que fez um trabalho extraordinário, que está preparado, que está colocando seu nome à disposição do povo brasileiro para que a gente possa resgatar o projeto de Lula, o projeto de Dilma”, declarou Camilo à militância.

O petista defendeu que o novo presidente tenha um projeto “que dê oportunidade para as pessoas, que divida as riquezas desse País, que dê terra para quem não tem terra, que faça a reforma agrária”, e completou: “Precisamos ir para as ruas (…) e pedir para que no dia 7 de outubro quando abrir as urnas do Estado do Ceará a gente só vai ouvir 13, 13, 13, 13…”.

Membro da Executiva Nacional do PT, o deputado federal José Guimarães disse ao O POVO que as reclamações do governador sobre o volume de repasses do fundo partidário à campanha no Ceará estão sendo discutidas, mas que o assunto já está “pacificado”.

Ainda sem uma resposta sobre a possibilidade de novos aportes à campanha no Estado, Camilo afirmou que ainda não recebeu retorno da insatisfação, mas disse que não houve problemas com a instância nacional, que apenas fez uma reclamação pontual.

O presidente do PT no Ceará, deputado estadual Moisés Braz, reforçou a fala do governador e disse que a insatisfação é em todas as alas, principalmente em relação às candidaturas à Assembleia Legislativa que estão entre as de menor prioridade da instância nacional do partido.

Dirigentes do PT no Ceará confirmaram a presença de Fernando Haddad mais uma vez no Ceará. A expectativa é que o candidato faça duas carreatas na Região Metropolitana e no Cariri.

(Com O POVO -Repórter Wagner Mendes/Foto – Alex Gomes)

Eleições 2018 – Mais de 10 mil PMs atuarão no pleito do Ceará

Para o primeiro turno das eleições no Ceará, mais de 10 mil policiais militares serão mobilizados, informa o Tribunal Regional Eleitoral. Nesse contingente, 7.287 policiais militares, além do efetivo normal de serviço, o que significa que 10.023 PMs trabalharão na data em todo o Estado.

O dado consta do Plano Operacional de Segurança para as Eleições 2018 , que foi entregue à presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira, e ao vice-presidente e corregedor, desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo.

O Plano Operacional foi entregue pelo chefe da Operação Eleições 2018, tenente-coronel Jano Emanuel Marinho. Na Capital, o reforço na Segurança será de 1.500 policiais. O efetivo que trabalhará no Interior deve se deslocar no dia 3 de outubro. A Operação Eleições será das 18 horas da sexta-feira, 5 de outubro, até as 7 horas de segunda-feira, 8 de outubro.

(Foto – Paulo MOska)

Dias Toffoli tira de Moro processo contra Guido Mantega

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, retirou do juiz federal Sergio Moro, nessa quinta (13), a denúncia em que Guido Mantega é investigado por caixa 2. A informação é da Veja Online, adiantando que o processo será agora enviado para a Justiça Eleitoral, como queria a defesa do ex-ministro.

Na argumentação do recurso, os advogados de Mantega afirmam que a aceitação da denúncia por Moro desrespeita decisão anterior do STF sobre a questão.

Tofolli estendeu a decisão para outros réus da ação penal, incluindo os marqueteiros Mônica Moura e João Santana.

Segundo o Ministério Público Federal, Mantega foi responsável por negociar caixa 2 nas eleições de 2014 para beneficiar a campanha presidencial de Dilma Rousseff (PT).

A denúncia tem como base a delação premiada de executivos da Odebrecht.

(Foto – Agência Brasil)

MP do Ceará conquista três prêmios nacionais por projetos inovadores

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta sexta-feira:

O Ministério Público do Ceará (MPCE) conquistou três categorias do Prêmio CNMP/2018, do Conselho Nacional do Ministério Público. A cerimônia foi realizada ontem, durante o 9º Congresso Brasileiro de Gestão do Ministério Público, em Brasília.

O projeto “Tempo de Justiça”, que tem o objetivo de diminuir o tempo de julgamento dos casos de homicídios ocorridos em Fortaleza, alcançou a primeira colocação na categoria “Redução da Criminalidade”; já o “Sistema de Investigação do MPCE (Simpce), desenvolvidos para concentrar buscas, cruzamento, análise e integração de bases de dados de diversos órgãos, ficou em segundo lugar na categoria “Tecnologia da Informação”.

Por fim, o projeto “Valores Humanos na Educação Infantil”, que promove ações que garantam os valores morais e éticos como base pedagógica da educação infantil, foi selecionado em terceiro lugar, na categoria “Defesa dos Direitos Fundamentais”. Foi a primeira vez que o MPCE concorreu aos prêmios. No total, foram avaliados 686 projetos.

(Foto – CNMP)

Açudes cearenses têm melhor setembro desde 2015

O Ceará tem o melhor setembro dos últimos três anos em relação ao volume dos açudes do Estado. A situação, no entanto, ainda preocupa. Com 14% da capacidade total, o número é melhor que o do mesmo período de 2017, quando era de 9,7%. A cifra se dá graças ao aporte deste ano que, apesar de ter tido chuvas dentro da média histórica, foi o maior desde 2012. O aporte registrado neste ano foi de 2,34 bilhões m³.

A quantidade de águas recebidas foi importante para nos aproximarmos do fim do ano com situação um pouco mais favorável que os anos anteriores. Em 2016, por exemplo, foi registrado o pior setembro desde 2012, quando o estado chegou a 8,8% das reservas hídricas.

Foi principalmente entre o final do ano passado e o início deste ano que grandes açudes de abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), como Orós e Castanhão, chegarem aos menores percentuais de reservas. Somente a partir de maio deste ano esses açudes apresentaram abastecimento mais significativo em relação aos anos anteriores.

O açude Banabuiú, que integra a bacia de mesmo nome, chegou a ficar de agosto de 2015 a março deste ano com volume menor que 1%. O cenário dos últimos três anos mudou neste manancial graças à quadra chuvosa deste ano, que trouxe aporte de mais 100 milhões de metros cúbicos. Atualmente, o açude está com 6,4% da capacidade.

De acordo com Francisco Teixeira, titular da Secretaria dos Recursos Hídricos do Ceará, apesar de mais favorável, o cenário ainda preocupa bastante. “A gente não saiu de uma situação crítica ainda. Nós estávamos no início do ano com 7% das nossas reservas hídricas. Terminou o período chuvoso e chegamos a 17%, então ganhamos 10 pontos percentuais”, afirma. No entanto, segundo ele, permanecer abaixo dos 20% ainda é bastante grave.

Dados do Portal Hidrológico destacam os açudes Germinal, em Palmácia e Jenipapo, em Meruoca, com, respectivamente, 97,83% e 97,15% da capacidade. Os outros açudes com volume acima de 90% são Tucunduba, em Senador Sá e Itapajé. Ainda assim, 91 reservatórios estão com volume inferior a 30%, sendo 37 com volume morto ou secos. Apesar de não ter o maior percentual de volume, a bacia com maior quantidade de água registrada é de Acaraú, com 534 hm³.

O Castanhão, localizado no Médio Jaguaribe e principal açude de abastecimento da RMF, chegou a ter as comportas fechadas para envio de água. O açude apresentou elevação no volume e saiu de 2% em fevereiro deste ano para 8,7% em maio. O volume atual é de 6,4%.

“Nessa nossa grande seca de seis anos, nós exaurimos praticamente nossas reservas. Ainda é uma situação que merece uma atenção especial, muito monitoramento para poder fazer com que essa água chegue até a próxima estação chuvosa”, explica Teixeira.

Outra ressalva apontada pelo secretário é a continuidade do uso de águas do Castanhão. Segundo ele, neste período do ano passado, mesmo com reserva hídrica mais baixa não foi necessário o uso das águas do açude. Agora, conforme Teixeira, devido o baixo aporte da bacia Metropolitana, o Castanhão está liberando de 3 a 4 m³ de água por segundo para a RMF.

Francisco Holanir, secretário do comitê da Sub-bacia Hidrográfica do Médio Jaguaribe onde está situado o açude Castanhão , reconhece situação um pouco mais confortável neste ano para agricultores e produtores. “Mas, mesmo assim, a gente precisa de mais que uma boa quadra chuvosa, a gente está esperando mesmo é pela Transposição do Rio São Francisco. É essa nossa garantia”, ressalta.

(O POVO – Repórter Eduarda Talicy/Foto – Fco Fontenele)

Judiciário não pode fechar os olhos à violência, diz Toffoli

O novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, disse nessa quinta-feira (13) que vai fortalecer o combate à violência doméstica contra mulher e crianças.

Em seu discurso de posse, o ministro disse que pretende dar continuidade e aperfeiçoar o trabalho feito por Cármen Lúcia a frente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão que também comandará. Em dois anos de mandato, a ministra assinou protocolos e criou uma política nacional de enfrentamento à violência.

Para o ministro, a defesa das vítimas de violência deve envolver, conjuntamente, o Judiciário, a sociedade brasileira e a imprensa. Toffoli também informou que pretende realizar a identificação biométrica de todos os presos no país.

“O Judiciário não pode fechar os olhos à epidemia de violência contra crianças e adolescentes. Não podemos compactuar com a impunidade”, disse.

Toffoli também defendeu a harmonia entre os três poderes do país e o diálogo para elaborar uma agenda comum para construir um país mais tolerante.

“Que todos, independentemente de profissão, gênero, cor, crença, ideologia política e partidária, classe social, estejamos juntos na construção de um Brasil mais tolerante, mais solidário e mais aberto ao diálogo”, afirmou.

Toffoli tem 50 anos e foi nomeado para o STF, em 2009, pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Antes de chegar ao Supremo, o ministro foi advogado-geral da União e advogado de campanhas eleitorais do PT.

O ministro é conhecido por evitar polêmicas e por ter um tom pacificador em suas decisões. De acordo com os colegas da Corte, o novo presidente fará um trabalho ligado à gestão administrativa do Judiciário, por meio da presidência no CNJ.

Durante a cerimônia de posse, o ministro Luís Roberto Barroso foi escolhido por Toffoli para fazer o tradicional discurso de homenagem. Barroso defendeu o combate à corrupção e disse que é preciso acabar com “parto oligárquico de saque ao estado”.

“Com Vossa Excelência a frente do Poder Judiciário, ministro Toffoli, tenho confiança que continuaremos essa transição do velho para o novo com seriedade, empenho e harmonia entre os poderes. A sociedade brasileira e seus pares neste tribunal depositam grande expectativa na capacidade de gestão de Vossa Excelência.”

(Agência Brasil)

Aumento das Taxas dos Alvarás – Prefeitura é alvo de ação do Sinduscon

Prefeito Roberto Cláudio e a polêmica dos alvarás.

A Prefeitura de Fortaleza tem até a próxima quarta-feira, 20, para se manifestar sobre os aumentos nas taxas de alvarás, previstos no novo Código Tributário Municipal. Dia em que encerra o prazo de 15 dias úteis determinado pela 4ª Vara da Fazenda Pública, em resposta ao pedido protocolado na Justiça pelo Sindicato das Construtoras do Ceará (Sinduscon-CE). A decisão é do último dia 4.

De acordo com o presidente do Sinduscon, André Montenegro, a medida visa conter os impactos do reajuste, que, segundo ele, chega a 800% sobre as taxas de alvarás de construção, sanitários e de funcionamento. “O setor produtivo não está conseguindo se sustentar com essa alta carga tributária. Foi necessário apelar para a Justiça, pois não houve diálogo por parte da Prefeitura”, explica, citando a ação ajuizada no último dia 30 de agosto.

Procurada, a Prefeitura informou que ainda não foi notificada e, por isso, não tem como prestar esclarecimentos sem ter acesso aos detalhes do pedido. A nova legislação entrou em vigor no último dia 31 e julho. Entre as mudanças questionadas, está a cobrança da taxa de licenciamento, que agora passa a ser anual e de acordo com o tamanho do estabelecimento. Antes, a taxa era cobrada somente ao abrir o empreendimento. O reajuste, explica Montenegro, recai sobre os produtos e serviços. “As empresas não estão conseguindo pagar tantos impostos e acabam falindo, demitindo funcionários ou repassando para o consumidor”, observa.

Com mais uma ação, passa de 100 o número de pedidos na Justiça contra o novo Código. A maioria foi movida por restaurantes da Capital, conforme recomendação jurídica da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). De acordo com advogado da entidade, Rafael Albuquerque, as altas taxas têm afetado o crescimento do mercado e reduzido os investimentos na Capital.

“Estimamos uma mortalidade de 200 empresas do nosso setor em julho. As que não fecharam, deixaram de investir ou expandir o negócio após o reajuste”, informa. As ações movidas por bares e restaurantes aguardam o parecer da Justiça e não há previsão de reposta, explica o advogado.

Os demais pedidos foram do Sindicato dos Médicos do Ceará, Associação dos Lojistas do shopping RioMar Fortaleza (ALRSF) e Sindicato dos Salões de Barbeiros e de Cabeleireiros, Institutos de Beleza e Similares de Fortaleza (Sindibel). No caso dos lojistas do RioMar, a Justiça negou a liminar contra o aumento nas taxas de alvarás.

(O POVO – Bruna Damasceno)

Vice-prefeito assume gestão em Tauá, após vereadores cassarem mandato de Windson

238 1

O empresário Fred Rêgo (DEM) foi empossado como prefeito de Tauá, durante sessão solene realizada na noite dessa quinta-feira, 13, no plenário da Câmara Municipal. Ele assume o cargo 24h após o Poder Legislativo cassar o mandato do prefeito Carlos Windson, por 11×4, ao acatar denúncia de improbidade administrativa. Windson descumpriu acordo com o Ministério Público para pagamento de dívidas, incluindo salário de servidores.

Vereadores usaram a Tribuna do Plenário para solicitar o empenho do novo gestor na solução dos diversos problemas enfrentados pelo município, dentre eles, a falta de transporte escolar, concessão de reajuste salarial para os professores, assistência aos agricultores, melhoria no atendimento de saúde e a recuperação de estradas. Os vereadores ainda se colocaram à disposição do prefeito para apoiar as medidas necessárias para a recuperação da gestão municipal.

(Foto: Arquivo)

Waldonys comemora 46 anos em noite de muitas emoções

O cantor e sanfoneiro Waldonys comemorou, nessa noite de quinta-feira, no Teatro RioMar Fortaleza, seu aniversário. A festa, pelos seus 46 anos de idade, foi concorrida.

Teatro lotado e convidados especiais como Adelson Julião, humorista João Cláudio e Flávio José participaram da festa, ao lado de um Waldonys emocionado e fazendo uma verdadeira viagem musical por grandes sucessos nacionais, com direito a solos de clássicos como a quinta sinfonia de Beethoven.

DETALHE – Entre convidados, havia um na plateia que Waldonys fez questão de destacar: Cid Gomes, ex-governador e candidato a senador pelo PDT. Cid foi aplaudido e posou para vários selfies com fãs do artista e, claro, seus eleitores.

Falta de autoridade compromete segurança e economia, diz Tasso

O senador Tasso Jereissati (PSBB) reforçou, nesta quinta-feira (13), ao lado do candidato a governador do Ceará, General Theophilo (PSDB), e da candidata ao Senado, Dra. Mayra (PSDB) – que o Ceará está vivendo um grande quadro de violência e desaceleração da economia. No Cariri, eles visitaram Juazeiro do Norte, Brejo Santo e Crato.

Para Tasso, “a solução é impor a ordem. Quando você vê tudo bagunçado, ódio, extremismo, insegurança, não há investimento. Então, é preciso restaurar a confiança e isso é feito com autoridade. Por isso, que estamos trazendo nossa chapa ‘Tá Na Hora de Mudar’ com General Theophilo e Dra.Mayra, pessoas fichas limpas e de pulso firme’.

Em entrevista, o General afirmou que está preparado para ser o novo governador do Ceará e elencou como prioridades de seu mandato: segurança, saúde, geração de emprego e segurança hídrica. “A população está ansiosa pela mudança e está aceitando muito bem nosso plano de governo ‘Ceará Compartilhado’, tenho sentido isso por todos os municípios que estamos visitando. E nós estamos lutando para mudar o Ceará mentiroso das propagandas do atual governo”, enfatizou.

Agenda desta sexta-feira (14) da comitiva:

10:00 – Encontro com Trade Turístico, em Juazeiro do Norte

Local: IU’Á Hotel

11:00 – Encontro com Pastores e Líderes Evangélicos, em Barbalha.

Local: Imperial Palace Hotel

17:00 – Visita ao município de Iguatu

(Foto: Divulgação)

STJ derruba liminar do TRF e manda prender empresários

Horas depois de ganhar liberdade na manhã da última quarta-feira (12), por ordem do desembargador federal Roberto Machado, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), o empresário Deusmar Queirós voltou a ser preso. Nesta quinta, 13, o fundador do Grupo Pague Menos e mais três ex-sócios dele – Ielton Barreto de Oliveira, Geraldo Gadelha Filho e Jerênimo Alves Bezerra – se apresentaram no presídio Irmã Imelda, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. Os quatro foram condenados, em 2010, em três instâncias da Justiça por crime contra o sistema financeiro.

Na mesma quarta-feira (12) em que os quatro empresários ganharam liberdade, o ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), restabeleceu a ordem de prisão determinada por ele na semana passada. Fischer, em nome da “competência da corte”, derrubou uma decisão do desembargador federal Roberto Machado que havia ignorado uma determinação do próprio ministro.

Na terça-feira (11), Roberto Machado mandou que a Justiça Federal no Ceará libertasse Deusmar Queirós e os outros três presos atendendo um pedido da defesa. No entanto, a juíza Cinthia Menezes Brunetta, da 12ª Vara Federal, se negou a autorizar a soltura porque havia ordem contrária expedida pelo STJ. Machado ratificou a ordem liminar e Brunetta cumpriu a determinação, mas comunicou as sobre as decisões conflitantes que chegaram às suas mãos ao Superior Tribunal de Justiça.

Informado pela juíza e atendendo a uma reclamação feita pelo Ministério Público Federal, o ministro Felix Fischer mandou suspender a liminar concedida por Roberto Machado e revogou a liberdade de Deusmar, Ielton, Geraldo e Jerônimo. Fischer escreveu que Machado usurpou a “competência deste Tribunal, desconsiderou o decidido por esta Corte, transformando o writ (a ordem judicial, no caso o habeas corpus) em ‘segunda apelação’ em clara ofensa ao devido processo legal”.

O POVO apurou que a defesa de Deusmar Queirós está tentando que o empresário cumpra a condenação inicial em prisão domiciliar. A suposta falta de segurança no presídio Irmã Imelda seria a justificativa. Um juiz estadual da vara de execuções penais enviou ofício à Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) pedindo informações sobre o risco da unidade prisional. O presídio federal mais próximo de Fortaleza está em Mossoró (RN), a 239,8 km, e é de segurança máxima.

Deusmar Queirós foi condenado a 9 anos e 2 meses de prisão em regime fechado. Enquanto Ielton Barreto, Geraldo Gadelha e Jerônimo Bezerra pegaram 5 anos e 10 meses. Entre os anos de 2001 e 2006, por meio das empresas Renda Corretora de Mercadorias S/C Ltda e da Pax Corretora de Valores e Câmbio Ltda, os quatro atuaram no mercado de valores imobiliários sem registro junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e teriam lucrado pelo menos R$ 2,8 milhões.

(O POVO Online / Repórter Demitri Túlio)

Acesso aos estádios em Fortaleza poderá ser por meio de biometria

O prefeito Roberto Cláudio coordenou nesta quinta-feira (13) reunião com representantes do Governo do Estado, Ministério Público e Sindiônibus para discutir o uso da biometria no acesso aos estádios de futebol em Fortaleza. Com o objetivo de promover mais segurança e tranquilidade aos torcedores que frequentam o Castelão e o Estádio Presidente Vargas (PV), a ação deve buscar coibir a violência nos centros de esportes, fortalecendo a política de segurança pública da Capital.

“A ideia é conversamos para desenvolver o acesso biométrico nos estádios como uma ação de prevenção da violência, ampliando a segurança pública. Já tivemos uma conversa anterior e temos um entendimento da Prefeitura com o Governo do Estado e achamos que esse é um passo importante e necessário para promover a segurança em Fortaleza”, afirmou Roberto Cláudio.

Até o final deste ano, o sistema de biometria deverá estar implantado nos dois estádios de futebol.

Entre as possibilidades discutidas, foram abordados o uso de biometria facial ou através de digitais ou ainda com câmeras de alta resolução, através de serviço de inteligência artificial, para reconhecimento dos torcedores.

A integração dos bancos de dados de segurança pública entre os dois níveis de governos e a possibilidade do acesso aos dados do Bilhete Único, foram elencadas como fatores primordiais para o sucesso da ação.

O secretário de Segurança Pública do Ceará, André Costa, explicou que os benefícios da ação deverão, cada vez mais, serem aperfeiçoados para a segurança nos estádios, em especial com o uso da tecnologia. Não só com as câmeras, mas também com o uso da inteligência artificial, do reconhecimento facial, para termos o controle, através de uma lista daquelas pessoas que não podem estar no estádio por medidas alternativas, ou mandatos de prisão abertos, evitando o acesso delas aos estádios”, disse o secretário.

Hoje o Castelão já conta com mais de 200 câmeras de alta definição e 144 catracas com possibilidade de reconhecimento facial dos usuários. Com a reunião, ficou acordado a formalização de um grupo de trabalho para discutir como se dará a operacionalização das atividades, além da preparação da legislação e de adaptações das tecnologias nos dois centros de esportes.

(Com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Fortaleza / Foto: Divulgação)