Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Pesquisadores da Uece descobrem poderoso analgésico à base do veneno de cobra e do sapo

uecee

A Universidade Estadual do Ceará (Uece), por meio do Laboratório de Toxinologia e Farmacologia Molecular do Instituto Superior de Ciências Biomédicas (ISCB), em parceria com a empresa GenPharma, anuncia: acaba de desenvolver poderosos analgésicos a partir do veneno da cobra cascavel e do sapo-cururu. O projeto é coordenado pelo professor do curso de Medicina da Uece, Krishnamurti de Morais Carvalho, e por Maria Denise Fernandes Carvalho, da GenPharma, que recentemente foi aprovada em concurso docente da Uece.

De acordo com Krishnamurti, os novos analgésicos, mais potentes que a morfina, “apresentaram grande eficácia contra as dores neuropáticas experimentais que atingem pelo menos 7% da população mundial, mas cujos tratamentos atuais aliviam apenas cerca de 30% dos pacientes”, além de possuir um mecanismo de ação diferente da morfina, condição que isentará uma série de importantes efeitos colaterais, como dependência física, depressão respiratória e constipação.

Os venenos utilizados no projeto pertencem a animais da biodiversidade do Nordeste, a uma altespécie de cascavel (Crotalus durissus cascavela) e a uma grande espécie de anfíbio, o sapo-cururu (Rinhella jimi), que conseguiram sobreviver e evoluir durante milhões de anos em regiões inóspitas, com secas frequentes e duradouras.

Segundo o pesquisador, graças ao apoio do programa Subvenção Nacional, da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e mais recentemente dos programas de Apoio à Inovação Tecnológica em Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (TECNOVA/Finep), e InovaFIT, da Fundação Cearense de Apoio à Pesquisa (Funcap), na fase 1, a Uece e a Genpharma sintetizaram novos peptídeos a partir da estrutura química dos naturais e iniciaram os estudos toxicológicos agudos pré-clínicos, última etapa considerada essencial pela ANVISA, antes da realização dos estudos clínicos no homem.

A pesquisa, que conta também com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), é um exemplo bem-sucedido da parceria Universidade/Empresa que contribuiu com o desenvolvimento e conclusão das teses de quatro alunos de doutorado do Programa de Apoio a Projetos de Doutorado Interinstitucional (DINTER) de Ciências Fisiológicas e RENORBIO da Uece, e com uma patente que está aguardando trâmites burocráticos para depósito no INPI.

Mudanças na lei aumentam número de casamentos gays e de guarda compartilhada no Brasil

casamento-gay-homens-igreja2

O número de casamentos cresceu no Brasil, principalmente entre pessoas do mesmo sexo. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o percentual de crescimento de casamentos gays em 2015 foi de 15%, enquanto as uniões entre cônjuges de sexos diferentes aumentaram 2%.

Os números refletem recentes mudanças na legislação da área. Em 2014 entrou em vigor a Resolução 175 do Conselho Nacional de Justiça, que impede os cartórios brasileiros de se recusarem a converter uniões estáveis homoafetivas em casamento civil. Desde então, o crescimento desse registro ocorre a cada ano. Mais de 8,5 mil casamentos gays já foram registrados desde que a Resolução entrou em vigor.

Para a advogada Alexandra Ullmann, após a autorização da realização dos casamentos e uniões homoafetivas, o que ocorreu foi uma “corrida” para a regularização de relações pré existentes com a certeza de garantia de direitos igualitários. Segundo a advogada, para que se verifique se houve aumento real no número de relações, é necessário algum tempo para que os casais anteriormente constituídos tornem regulares suas situações e, somente após este período inicial, poder-se-á verificar se há um aumento real em novas uniões.

Guarda compartilhada

Outro dado do IBGE que chama a atenção é o aumento da guarda compartilhada na criação de filhos entre os divorciados. Em 2014, a este tipo de criação passou a ser regra com a Lei 13.058.

“A pesquisa Estatísticas do Registro Civil, desde a promulgação da Lei do Divórcio, capta informações sobre a guarda de um ou ambos os cônjuges. Entre os anos 2014 e 2015, observou-se um aumento na proporção de guarda compartilhada entre os cônjuges, de 7,5% e 12,9%, respectivamente”, informa o levantamento.

“Quanto a questão da guarda compartilhada, a tendência é que a cada ano, cada vez mais, a regra passe a ser aplicada vencendo a resistência de alguns juízes e promotores, passando a ser regra enquanto que a guarda unilateral será sempre uma exceção, afirma Alexandra Ullmann.

Apesar do aumento dos casos de guarda compartilhada, os dados registrados pelo IBGE referentes a 2015 mostram que, na maioria dos divórcios (78%), a guarda ficou sob a responsabilidade das mulheres em 5,2% ficou com os homens.

Em relação às grandes regiões, o Sudeste foi o que apresentou a maior proporção de guarda para as mulheres (81%). E, entre os estados, o destaque foi Sergipe (91%). O Amapá apresentou o maior número de guardas concedidas aos homens (13%) e o Distrito Federal teve o maior percentual de guarda compartilhada entre os cônjuges (24%).

(Site Consultor Jurídico)

“O senhor usa o TCM como trincheira para fazer política?” – Jogo Político entrevista hoje Domingos Filho

foto-jogo-politico-fabio-e-domingos-filho

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Domingos Filho, é o entrevistado do programa Jogo Político, neste domingo (15), a partir das 22 horas, na TV O POVO e na TV Fortaleza.

Ao jornalista Fábio Campos, Domingos Filho responderá perguntas polêmicas como: o senhor usa o TCM como trincheira para fazer política? Outra: mesmo no TCM, o senhor mantém ativo o projeto político de ser governador do Ceará?

Nesta segunda-feira (16), também às 22 horas, a entrevista vai ao ar pela TV Assembleia.

Caso Odebrecht – Ex-senador é preso na Colômbia

As autoridades colombianas prenderam neste sábado (14) o ex-senador Otto Nicolás Bula, acusado de receber dinheiro para favorecer contratos com a Odebrecht – informou o Ministério Público, em um comunicado.

“Capturado ex-senador Otto Bula por caso Odebrecht. Ministério Público vai denunciá-lo por coautoria para dar, ou oferecer, e enriquecimento ilícito”, disse o MP pelo Twitter. Segundo o organismo, Bula, do governista Partido Liberal, teria cometido uma “suposta violação do regime de trocas internacionais”.

O Ministério Público acrescentou que “a sucursal da Odebrecht na Colômbia contratou, em cinco de agosto de 2013, Otto Nicolás Bula, mediante a modalidade de ‘honorários por resultado, ou cota de êxito’ com o objetivo de obter o contrato da via Ocaña – Gamarra, a favor da concessionária Ruta del Sol S.A.S”.

A detenção de Bula é a segunda a acontecer na Colômbia por corrupção em contratos com a empreiteira brasileira. Na última quinta-feira, já havia sido detido o ex-vice-ministro de Transporte Gabriel García Morales, que exerceu o cargo durante o governo do ex-presidente Álvaro Uribe.

García foi capturado no âmbito da investigação pela adjudicação em dezembro de 2009 da Ruta del Sol sector 2, um rota de mais de 500 km que une o centro do país ao Caribe. O contrato foi firmado em janeiro de 2010 e segue em execução.

O ex-vice-ministro se encarregou de excluir concorrentes para que o desaparecido Instituto Nacional de Concessões (INCO), sob sua responsabilidade na época, desse a concessão à Odebrecht – o que, efetivamente, veio a acontecer.

O MP indicou que a Odebrecht pagou US$ 11,1 milhões em subornos na Colômbia por contratos públicos. No processo, a empresa brasileira solicitou um princípio de oportunidade ao MP, mostrando-se disposta a indenizar o Estado colombiano.

Em dezembro, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos divulgou documentos sobre supostos subornos multimilionários da Odebrecht em nove países latino-americanos, entre eles a Colômbia, para obter contratos.

Além da Ruta del Sol sector 2, houve outros dois projetos executados pela Odebrecht na Colômbia, ambos durante o mandato do presidente Juan Manuel Santos: a via Puerto Boyacá – Chiquinquirá (centro), concedida em abril de 2012, que o governo diz ter sido concluída “satisfatoriamente”; e outro para dar navegabilidade ao rio Magdalena, o afluente mais importante do país, licitada em agosto de 2014.

(AFP)

Dia do Ceará será comemorado nesta terça-feira

Fabiano_dos_Santos_Piúba_-_Encontro_Nacional_de_Livro_e_Leitura_(1)

A Secretaria da Cultura do Estado vai comemorar, nesta terça-feira, 17, os 218 anos de emancipação do Estado. A programação especial comemorativa ao Dia do Ceará será realizada no município de Aquiraz, primeira capital do Estado, com abertura oficial às 9 horas, na Praça Cônego Araripe, a Praça da Matriz, em cujos arredores se localiza um dos equipamentos da Secult, o Museu Sacro São José de Ribamar.

Às 9 horas a programação festiva do Dia do Ceará terá início com a abertura da solenidade, com a presença do secretário da Cultura do Estado, Fabiano dos Santos Piúba, de outras autoridades e de convidados. A Banda de Música Municipal de Aquiraz executará os hinos da cidade e do Estado, seguidos do hasteamento das bandeiras de Aquiraz, do Ceará e do Brasil.

Na sequência, a festa contará com o Coral e a Orquestra da ONG Tapera das Artes, localizada em Aquiraz, executando o Hino Nacional Brasileiro e outras músicas. O Coco do Iguape, um dos mais tradicionais grupos da cultura popular cearense, também realizará apresentação especial, às 10 horas.

A distribuição de 218 mudas de plantas, doadas pelo Parque Botânico do Estado, gerenciado pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará (Sema), e uma visita ao Museu Sacro São José de Ribamar encerram a programação.

O Dia do Ceará

O dia 17 de janeiro faz parte do calendário oficial de eventos do Estado por meio da Lei nº 13.470, de 18 de maio de 2004, que instituiu a data comemorativa referenciando o dia em que o Ceará ganhou autonomia da Capitania de Pernambuco, em 1799, tornando-se administrativamente independente. A emancipação do Ceará foi garantida por Carta Régia assinada pela Imperatriz de Portugal, D. Maria I, em virtude do crescimento populacional e econômico que a antiga capitania do Ceará apresentava em 1799.

A lei estadual determina a realização anual de um evento oficial em Aquiraz, primeira capital do Estado, por ocasião da data. Além disso, órgãos e entidades da administração estadual, assim como as escolas da rede pública estadual de ensino, devem promover o Dia do Ceará.

Ex-ministro da Cultura vira palestrante sobre Ética

206 1

marcelo_calero_-_angelo_antonio_duarte

Sabe aquele ex-ministro da Cultura, o Marcelo Calero?

Pois, segundo o Globo, ele vai proferir neste ano várias palestras na Universidade Estácio, para alunos, funcionários e professores.

O tema vem bem a propósito: ética. Vai falar do Geddel, aquele que ele conseguiu derrubar após denunciar pressão para liberar, via Iphan, um projeto imobiliário em zona proibida de Salvador.

Uma mulher comanda o Ceará até quinta-feira

15965429_1886377918261459_1030993662511878766_n

Até a próxima quinta-feira, a presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargadora Iracema do Vale responde pelo governo estadual.

Camilo Santana (PT), ao lado do secretário de Assuntos Internacionais, Antonio Balhmann, embarcou neste fim de semana, via Rio de Janeiro, para o eixo China/Irã, onde manterá contato com investidores interessados, segundo disse, no velho projeto da refinaria de petróleo, e em projetos no campo do gás e petróleo na ZPE do Pecém.

Iracema do Vale fica no governo mas, já no próximo dia 31, passará o comando do TJ do Estado para o desembargador Gladyson Pontes. A vice, Izolda Cela, e o presidente do legislativo estadual, Zezinho Albuquerque, também estão em viagem fora do Estado.

(Foto – Divulgação)

CPF poderá ser atualizado via internet a partir desta segunda-feira

consultar-cpf

A partir de amanhã (16), o contribuinte poderá atualizar o CPF pela internet. A Receita Federal oferecerá, no site do órgão, um formulário eletrônico que permite a alteração instantânea de dados como nome, endereço, telefone e título de eleitor.

Segundo a Receita, o serviço estará disponível 24 horas por dia e poderá ser usado tanto por brasileiros como por estrangeiros residentes no Brasil, independentemente da idade. O órgão estima que 191 milhões de contribuintes serão beneficiados pela ferramenta.

O novo serviço será gratuito. Atualmente, o contribuinte que deseja atualizar o CPF precisa ir a uma unidade dos Correios, da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil e deve pagar R$ 7 de tarifa de serviço.

Novo comprovante

Também amanhã, a Receita lançará os novos modelos de comprovante de inscrição e de situação cadastral no CPF, que continuarão a ser emitidos na página da Receita Federal. A principal mudança está na forma de autenticação, que será feita por meio de QR Code, tipo de código usado em dispositivos móveis.

Atualmente, os comprovantes podem ser emitidos na página da Receita na internet. No entanto, de acordo com o órgão, o serviço é pouco usado porque a autenticação exige que os dados do documento (número de inscrição, código de controle, data da emissão e hora da emissão) sejam informados na íntegra para validação. Os dados dos comprovantes CPF com o QR Code serão validados em tempo real com as informações da base de dados da Receita Federal.

(Agência Brasil)

Naomi Amorim visita Mercado Central e promete suspender taxa cobrada aos permissionários

naomii

Pausa para um cafezinho.

O prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PMB), visitou nesse sábado o Mercado Municipal Juaci Sampaio Pontes, situado no Centro. Ali, em conversa com permissionários, anunciou que pretende suspender as taxas cobradas até que as obras de reforma do equipamento sejam concluídas.

Essas obras no mercado foram iniciadas em 2011 e seguem paradas.

Naumi informou que já esteve em audiência na Secretaria das Cidades e tomou conhecimento de que ainda não houve prestação de contas, junto a essa pasta, por parte da gestão anterior, do que foi investido no projeto.

Rebelião em presídio do RN termina com pelo menos 10 presos mortos

Pelo menos dez presos que cumpriam pena na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia da Floresta, na região metropolitana de Natal (RN), morreram durante uma rebelião  Segundo o governo estadual, o motim teve início por volta das 17 horas desse sábado (14) e foi contido por volta das 7h30min de hoje (15), depois que policiais entraram no estabelecimento. A situação está controlada no presídio e sem conflitos com os agentes de segurança que entraram na unidade, conforme a Secretaria de Segurança Pública. Presos feridos estão sendo levados para unidades de saúde da região. O número de feridos não foi divulgado até o momento.

Penitenciária de Alcaçuz Divulgação/Sejuc RN

 

De acordo com o governo potiguar, a rebelião começou após uma briga entre presos de dois diferentes pavilhões, o 4 e o 5. Não há, até o momento,registros de fugas, mas os internos ainda vão ser recontados. O número de vítimas também pode mudar após os policiais inspecionarem as celas e outras dependências dos dois pavilhões amotinados. As autoridades estão apurando se a confusão tem relação com disputas entre facções criminosas rivais.

O governador Robinson Faria afirma que já entrou em contato com ministro da Justiça, Alexandre de Moraes e pediu que a Força Nacional reforce a segurança no lado externo do presídio. A Força está no estado desde setembro do ano passado, auxiliando a Polícia Militar em ações de policiamento ostensivo. Nessa segunda-feira (9), o Ministério da Justiça e Cidadania autorizou a prorrogação da permanência da Força Nacional por mais 60 dias.

A Penitenciária de Alcaçuz é considerada a maior unidade prisional do estado. Ela é formada por cinco pavilhões e tem 5 mil e 900 metros quadrados de área construída. Informações publicadas no site da Secretaria Estadual da Justiça e da Cidadania mostram que Alacaçuz tem um total de 620 vagas e abriga atualmente uma população prisional 1.083 presos em regime fechado.

Nas duas últimas semanas, foram registradas rebeliões em fugas de presos em Manaus, Boa Vista, Santo Antônio de Jesus (BA), Itamaraju (BA) e Natal. Na região metropolitana da capital amazonense, pelo menos 60 detentos foram mortos por outros presos nos dois primeiros dias do ano no interior do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP). Dias depois, 33 apenados foram assassinados na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), em Boa Vista.

(Agência Brasil)

Em defesa do SINE/IDT

164 3

danniele

Com o título “Em defesa do SINE/IDT”, eis artigo do deputado estadual Danniel Oliveira (PMDB). Ele denuncia o esvaziamento do órgão em nome da contenção de gastos. Confira:

Em um ajuste fiscal, o Governo do Estado pretende realizar um corte de 15% no orçamento do SINE/IDT (Sistema Nacional de Emprego/Instituto de Desenvolvimento do Trabalho), um importante órgão que há mais de 18 anos executa politicas públicas na área do trabalho no Ceará.

O corte não poderia vir em pior momento. O Ceará vive atualmente uma grave crise de desemprego, com uma taxa de 13,06% de pessoas desocupadas. Somente na Região Metropolitana de Fortaleza são 246 mil desempregados. E em um momento tão difícil para os trabalhadores cearenses, o Governo do Estado parece incentivar a desestruturação da organização que luta contra o desemprego. Um contrassenso que chega a ser perverso.

Segundo a FETRACE (Federação dos Trabalhadores Empregados e Empregadas no Comércio e Serviços do Estado do Ceará), há dois anos o SINE/IDT já sofre com a falta de repasses por parde do governo estadual, e agora, com o corte no orçamento, a oferta de importantes serviços para a população estará comprometida.

Tal reajuste irá ocasionar a demissão de funcionários, ameaça a continuidade de projetos, como a política de combate ao desemprego e a PED (Pesquisa de Emprego e Desemprego), e o fechamento de Unidades de Atendimento, onde estima-se que cerca de 200 mil atendimentos/ano deixarão de ser prestados.

Não podemos ficar inertes diante disso. Em 2015, este mesmo Governo ameaçou fechar 19 Unidades de Atendimento do SINE/IDT e na ocasião me posicionei contra. Agora repito a ação e defendo o instituto, por entender a importância e relevância deste órgão para toda a sociedade cearense. Devemos estar ao lado dos trabalhadores e não aceitar mais este descaso com os cearenses.

*Danniel Oliveira
Deputado Estadual pelo PMDB.

Assaltantes usam tornozeleiras como álibi para crimes praticados por eles

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=UrycJqjPpTk[/embedyt]

A vítima o reconheceu. Os traços físicos, o modo de falar e até uma ou outra tatuagem. Mas a Justiça assegura que o suspeito não poderia ter cometido o crime, pois estaria em sua residência no momento da ação delituosa. O álibi: o monitoramento da tornozeleira eletrônica.

Nesse momento, a vítima já não estaria certa da ação do suspeito. Os traços físicos passam a ser visto como estereótipo, o modo de falar é típico das jovens “tribos” e as tatuagens podem ser facilmente confundidas com a cor da pele. O suspeito é então liberado.

A coincidência nesse tipo de procedimento, quando suspeitos são liberados da prática de crimes pelo álibi da tornozeleira eletrônica, mesmo com o reconhecimento das vítimas, levou a Polícia a investigar a remoção dos equipamentos por parte dos beneficiados de prisão domiciliar.

Em julho do ano passado, o Blog mostrou a história de um detento que busca a sobrevivência como vendedor de balas (bombons), nos ônibus em Fortaleza, sem nunca ter sido importunado pela Justiça, diante da transgressão à restrição de área.

foto tornozeleira onibus

Trump admite que pode retirar sanções contra Rússia

A menos de uma semana de sua posse na Presidência dos Estados Unidos, o republicano Donald Trump afirmou que está disposto a retirar as sanções contra a Rússia. Em entrevista ao jornal The Wall Street Journal, Trump disse que aceita se reunir com o líder russo, Vladimir Putin, logo após assumir a Casa Branca, na sexta-feira (20), e discutir a relação.

De acordo com o republicano, caso Moscou demonstre colaboração em assuntos estratégicos, como a luta contra o terrorismo, ele poderá retirar as sanções aplicadas à Rússia. As últimas foram impostas em dezembro pela administração de Barack Obama pelos supostos ataques de hackers russos a informações sigilosas de Washington e à intervenção nas eleições presidenciais de novembro.

Estas sanções, porém, Trump admite que deixará intactas “por um tempo”.

(Agência Brasil)

O País das estatais e da corrupção

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (15):

Governos tentaculares, estruturas de poder inchadas e proliferação de empresas estatais formam o caldo fértil e propício à corrupção. Estatais deficitárias e ineficientes são bancadas pelo contribuinte. Nomeações políticas para o comando das estatais coroam o ciclo de vícios. Logo, a manchete é a seguinte: “Geddel passava informações privilegiadas a grupo criminoso, diz investigação”.

Pois é. O Geddel em questão é o Vieira Lima, ex-deputado federal aliado do presidiário Eduardo Cunha. A investigação, fruto da primeira operação da Lava Jato em 2017, diz respeito às peripécias de Geddel nos tempos em que foi vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal. O que Geddel fazia lá? Ora, respondia à lógica estruturada no Governo Federal. A presidente era Dilma Rousseff. Sob Lula, o baiano já havia sido ministro da Integração Nacional.

Uma vez perguntei a uma fonte qual o sentido de entregar para tipos como Geddel um poderoso naco de um banco estatal. “Ora, é simples. Gente como o Geddel é quem sabe operar. Um profissional. Ele vai para o cargo com intuitos muito bem definidos”. É claro. Toda a trama é revestida de objetivos políticos. Ou seja, atender às necessidades da base política do governante. A tal governabilidade.

Daí a importância de medidas como a que criou critérios (leis das estatais) para a ocupação de cargos nas empresas públicas. Entre os pontos, a proibição de nomear políticos para funções nas empresas do Governo. É o suficiente? Claro que não. Afinal, boa parte da bandalheira operada na Petrobras teve o protagonismo de funcionários públicos de carreira.

É bom lembrar o périplo de Fernando Collor, o senador que ganhou de bandeja o mando na distribuidora de combustíveis da Petrobras, uma subsidiária que sozinha já seria gigante. Collor não precisou colocar um político no comando da empresa. Bastou que sua influência fosse avalizada por Lula e Dilma para que a engrenagem funcionasse plenamente a seu favor, como apontam investigações da Lava Jato.

O melhor caminho é o de sempre. O Estado não precisa atuar em muitos dos setores que hoje atua. Atualmente, só no âmbito do Governo Federal, são mais de cem estatais. Se considerarmos as estatais mantidas pelos estados e por muitos municípios, é provável que se chegue ao dobro. Muitos esfregam as mãos para controlar essas máquinas.

A cultura estatizante é muito forte no Brasil. Nasceu com Getúlio Vargas.

Floresceu na ditadura militar, que muitos chamam de “direita”. Mantém-se célere desde então. Sob os auspícios do tucano Fernando Henrique Cardoso, que a esquerda apelida de “neoliberal”, o Brasil ganhou 27 novas estatais. Na era petista, a coisa ganhou força. Foram 25 novas estatais criadas por Lula e mais 13 por Dilma. São milhares de cargos disponíveis.

Artesãs recebem capacitação no litoral do Ceará

Com o objetivo de capacitar as mulheres artesãs do município de Paraipaba, Litoral Oeste do Ceará, a 93 quilômetros de Fortaleza, o Instituto Cidades Sustentáveis desenvolve o projeto “Ceará Criativo: Artesanato da Renda de Bilro, Ponto de Cruz e Crochê”. O evento ocorrerá de quinta-feira (19) a domingo (22), das 15 horas às 17 horas, na Escola Francisco Batista de Azevedo.

Como parte da programação, oficinas serão promovidas para estimular o trabalho artesanal de forma sustentável e também valorizar a artesã como agente socioeconômica e autônoma. As vagas para participação serão divididas entre as mulheres que participam do Ponto de Cultura “Nas Velas da Cultura” e demais artesãs da região.

No encerramento da programação, será realizado um seminário para debater a situação as condições da atividade artesanal da região. O evento contará com a presença de gestores locais para dialogar temas sobre a política de fomento e desenvolvimento do artesanato da renda de bilro, ponto de cruz e crochê no litoral cearense e também os avanços e dificuldades da atividade artesanal. Além das discussões, também ocorrerá uma feira para exposição dos materiais confeccionados e apresentações culturais.

(Instituto das Cidades Sustentáveis)

Campanhas de acesso a contraceptivos por mulheres no Brasil são restritas ao carnaval e à prevenção de DSTs, diz estudo

Mesmo com uma das legislações sobre planejamento familiar mais avançadas da América Latina, o acesso das mulheres a contraceptivos no Brasil é influenciado por correntes religiosas e grupos conservadores. A conclusão está no relatório Barômetro latino-americano sobre o acesso das mulheres aos contraceptivos modernos, que levantou dados sobre direitos reprodutivos no Brasil, México, Colômbia, Argentina e Chile.

O documento, divulgado pela Federação Internacional de Planejamento Familiar/Região do Hemisfério Ocidental, aponta que a influência desses fatores na escolha dos métodos contraceptivos se dá porque as mulheres não têm acesso à informação nem a políticas públicas de educação sexual.

A pesquisa ouviu 20 especialistas de cada país, dos setores público e privado. No Brasil, o estudo foi coordenado pela organização não governamental (ONG) Cepia, que se dedica ao desenvolvimento de projetos que promovem os direitos humanos e a cidadania de grupos vulneráveis.

De acordo com o relatório, de modo geral, os cinco países analisados tratam os temas de direitos sexuais e reprodutivos de forma limitada em campanhas de saúde. No Brasil, as campanhas públicas sobre o tema são quase sempre restritas ao período do carnaval e voltadas especificamente para a prevenção de HIV/Aids.

No documento, a Federação Internacional de Planejamento Familiar elogia a política brasileira de distribuição gratuita de medicamentos contraceptivos no Sistema Único de Saúde (SUS), mas pondera que o acesso é desigual e varia de acordo com a região do país.

(Agência Brasil)

Delegado da Lava Jato diz que o tempo de prender Lula passou

Para o delegado Maurício Moscardi Grillo, coordenador da Operação Lava Jato na Polícia Federal, o tempo de prender o ex-presidente Lula já passou. “Houve um tempo em que os investigadores tinham provas, áudios e indícios que poderiam caracterizar tentativa de obstrução da Justiça por parte do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas que, hoje, os elementos que justificariam um pedido de prisão preventiva não são tão evidentes”, afirmou o delegado, em entrevista à revista Veja, publicada neste fim de semana.

O delegado também disse que foi um erro o depoimento de Lula, por condução coercitiva, no Aeroporto de Congonhas, pois vitimizou o ex-presidente.

Moscardi Grillo criticou a conduta de procuradores, que tentam se apresentar como heróis no andamento da Lava Jato. “Há uma personificação da parte de alguns procuradores como heróis na força-tarefa”, apontou.

(com agências)