Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Ministério da Integração Nacional aumenta lista de municípios em situação de emergência

O Diário Oficial da União incluiu hoje (11) mais dois municípios à lista de municípios em situação de emergência no país, que chega a 274, por diversos motivos.

Nesta sexta-feira, a situação de emergência foi reconhecida em Pedras Grandes, em Santa Catarina, atingida por vendavais no mês de outubro; e Barão de Melgaço, em Mato Grosso, devido à contaminação de água que abastece a cidade, localizada na região do Pantanal.

Segundo o Ministério da Integração Nacional, mais 272 cidades se encontram em situação de emergência no país em decorrência da seca e da estiagem que atinge os estados de Pernambuco, Paraíba, Piauí, Bahia, Sergipe, Minas Gerais e Mato Grosso.

A partir desse reconhecimento, os gestores municipais podem ter acesso a serviços do governo federal de forma desburocratizada, como o fornecimento de água tratada, por meio da Operação Carro-Pipa, da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. Também é possível renegociar, junto ao Banco do Brasil, as dívidas no setor de agricultura.

O reconhecimento da situação de emergência também permite a aquisição de cestas básicas e apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a recomposição de atividades econômicas praticadas nas regiões afetadas.

(Agência Brasil)

Vem aí o X Festival de Orquídeas de Fortaleza

433 1

orquideass

A Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO) promoverá, no período de 25 a 27 deste mês, na Casa José de Alencar, o X FestOrquídeas. Na programação que inclui a exposição, venda e concurso de flores, além de oficinas de cultivo de orquídeas e ainda uma feira de plantas ornamentais e acessórios de jardinagem.

Nesta edição é aguardada a presença de expositores do Ceará e estados vizinhos como Rio Grande do Norte e Paraíba. A entidade estima que o evento receba cerca de 10 mil pessoas nos três dias.

O acesso ao local é gratuito, mas a ACEO sugere aos visitantes a doação de alimentos não perecíveis, que serão destinados ao Instituto Cristo Rei, obra beneficente que abriga 50 crianças e adolescentes em contexto de vulnerabilidade.

Papa Francisco diz que “comunistas pensam como os cristãos” e evita julgar Donald Trump

178 2

foto papa francisco

O Papa Francisco afirmou que “são os comunistas os que pensam como os cristãos”, ao responder sobre se gostaria de uma sociedade de inspiração marxista, em entrevista publicada nesta sexta-feira no jornal italiano “La Repubblica”. O papa ainda evitou fazer um julgamento pessoal sobre o presidente eleito dos EUA, Donald Trump.

“São os comunistas os que pensam como os cristãos. Cristo falou de uma sociedade onde os pobres, os frágeis e os excluídos sejam os que decidam. Não os demagogos, mas o povo, os pobres, os que têm fé em Deus ou não, mas são eles a quem temos que ajudar a obter a igualdade e a liberdade”, disse.

Papa Francisco disse esperar que os Movimentos Populares entrem na política, “mas não no político, nas lutas de poder, no egoísmo, na demagogia, no dinheiro, mas na política criativa e de grandes visões”.

Questionado sobre o que achava do presidente eleito dos EUA, Francisco disse: “Não faço julgamentos sobre pessoas e homens políticos, quero apenas entender que sofrimento o comportamento deles causa aos pobres e aos excluídos”.

(Portal Uol)

Donald Trump e o trem-bala brasileiro

nbc-fires-donald-trump-after-he-calls-mexicans-rapists-and-drug-runners

O site Trump Towers Rio, mantido pelo conglomerado do agora presidente americano Donald Trump, é um retrato da megalomania que varreu o país.

O projeto de cinco torres com 38 andares cada, que jamais saiu do papel, deveria ficar pronto em 2018.

Um dos maiores atrativos do complexo, segundo o próprio o site, é que estaria conectado ao trem-bala Rio-São Paulo. Como se sabe, o transporte nunca passou de delírio do governo federal.

(Veja Online)

Ceará é sede do maior encontro de crocheteiras do mundo

josbertini1

O secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social, Josbertini Clementino, participa, nesta sexta-feira, em Varzea Alegre (Região do Cariri), do maior encontro do mundo de crocheteiras.

São cerca de 800 artesãs reunidas num encontro promovido pela Associação Comunitária do Sitio Mocotó.

Depois do prestigiar esse evento, Josbertini visitará ainda sete municípios do Cariri para fazer a entrega de diplomas de formação profissional para 227 jovens, dentro do Projeto Criando Oportunidades.

Empresa júnior da UFC ganha prêmio nacional

A Universidade Federal do Ceará, por meio da empresa Junior Ciclo Jr, foi a ganhadora do Desafio Ambev, projeto proposto pela cervejaria para pensar em soluções que ajudem a resolver um problema sério do país: a dificuldade no acesso à água limpa. A Ciclo Jr tornou-se a campeã com o projeto Oca Sustentável – Estrutura de bambu que usa plantas e calor para purificar a água de reuso.

O prêmio é no valor de R$ 30 mil reais e dará o aporte para o desenvolvimento e execução do projeto. A UFC competia na final com mais duas universidades (de Minas Gerais e do Rio Grande do Norte). A empresa Junior é composta por alunos de engenharia química e ambiental.

Para a Ambev, o objetivo da iniciativa é engajar a geração que será, num futuro próximo, responsável por gerir negócios, já que essas organizações são sem fins lucrativos e geridas por estudantes para promover uma vivência empresarial no período da graduação.

Sob nova direção a Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém

parentee

Ricardo Parente durante palestra em evento com empresários.

Está sob nova direção a Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (AECIPP). Agora em novembro está ganhando novos dirigentes para o período 2016 – 2018.

Para a presidência do Conselho de Administração da entidade, assume Ricardo Parente, engenheiro e gestor de comunicação e relações institucionais da CSP, Ricardo Parente. Compõem também o conselho Ludmilla Campos (Wobben Windpower), Lourival Teixeira (Energia Pecém), Eduardo Amaral (Cimento Apodi) e Carlos Maia (Termaco).

A AECIPP foi criada em 30 de setembro de 2015 com o objetivo de fortalecer e desenvolver a atividade empresarial da região do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). Suas associadas reunidas geram mais de 38.400 empregos diretos e indiretos e representam 90% do PIB do Complexo.

Temer vai depor por escrito como testemunha de Cunha

cunha-temer

O juiz federal Sergio Moro, que está à frente dos processos relacionados à Operação Lava Jato, chegou ao presidente. Mas não do jeito que imaginam.

Arrolado como testemunha de defesa por Eduardo Cunha, preso no último dia 19 de outubro, Michel Temer informou ao juiz que irá prestar seus esclarecimentos por escrito. Nada de videoconferência ou presencialmente.

As respostas devem ser apresentadas nos próximos dias, segundo informa, nesta sexta-feira, a Coluna Radar, da Veja Online.

É desonestidade tentar deslegitimar as ocupações de escolas e universidades?

183 2

Com o título “O que aprendi com o movimento estudantil”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele aborda as ocupações de escolas e universidades, o que acabou obrigando a mídia a acompanhar essas manifestações contrárias ao Governo Temer. Confira:

O fenômeno da ocupação de várias escolas e universidades por estudantes em todo o Brasil contra a PEC 55 (antiga 241), as mudanças no ensino médio e o projeto Escola Sem Partido está gerando debates acalorados. Infelizmente, como é regra nos últimos anos, sobram maniqueísmos e argumentos rasos de parte a parte. É interessante, a ver meu, lançar luz sobre alguns pontos.

Em primeiro lugar, é preciso destacar a vitalidade do movimento estudantil, que praticamente obrigou a mídia a registrar suas manifestações, que passaram semanas sendo solenemente ignoradas pela imprensa. Com atestado de óbito avalizado por alguns, foi capaz de articular ações que envolveram milhares de jovens, com ajuda de uma boa dose de revolta gerada pelas projeções negativas dos possíveis impactos destas medidas para a educação.

Além disso, soa ridícula a associação destes protestos com partidos de esquerda, rotulando os atos como uma reação à derrota política sofrida no processo de impeachment. Eu perguntaria: e daí? Qual o problema? Qual a novidade? Partidos, à esquerda ou direita, existem para – pasmem – agir politicamente em qualquer ambiente: escolar, trabalhista, cultural ou empresarial, só para citar alguns. E se a esquerda, dada também como morta, em poucos meses produziu tal barulho, parabéns pra ela. Aliás, tradicionalmente, e em várias partes do mundo, são os ideais de esquerda, como igualdade e solidariedade, que movem jovens em ambientes escolares e acadêmicos.

É desonestidade intelectual, aliás, tentar deslegitimar as atuais ocupações com a justificativa de um possível “aparelhamento”, usando, ainda por cima, as manifestações contra Copa e a favor do impeachment como exemplo de “movimento cidadão espontâneo”, posto que teriam rejeitado a participação de políticos de qualquer ordem. Ora, o pato gigante assumidamente pago pela FIEC na avenida Paulista e a imensa e parcial cobertura dada pela imprensa – a ponto de convidar a população para as ocupar as vias públicas – deixam muito claro o nível de envolvimento da direita com o que houve nas ruas.

Em ambos os casos, diga-se de passagem, acho a interferência legítima e natural. A diferença, porém, é que a esquerda dá a cara a tapa. A direita, ao invés, quer passar a ideia de que “não interfere nos acontecimentos”, tal qual boa parte da imprensa que se vende como “imparcial”. Aliás, a direita, na ânsia de criminalizar ou desqualificar bandeiras e espaços ocupados pela esquerda, aponta o dedo para diversos problemas existentes no movimento estudantil: do uso de má-fé para cooptação ideológica até desvios de recursos. Isso existe e é inegável, mas não porque são “de esquerda”.

O que aprendi no movimento estudantil – e depois em outros momentos e ambientes pelos quais passei – é que em quaisquer outras instituições há pessoas íntegras e probas, bem como gatunos e espertalhões. Claro, aprendi a tentar identificá-las. Aprendi também que os verdadeiros líderes crescem, aparecem e se responsabilizam muito cedo por suas atitudes. Aprendi na marra – até porque nunca fui um militante exemplar, longe disso – a debater e a defender meus pontos de vista.

O preconceito em considerar estudantes como “massa de manobra” talvez parta do pressuposto que eles não possuem senso crítico, dada a pouca idade. Mas aprendi, justamente com o movimento estudantil, a ter convicções e a mantê-las, mesmo quando derrotado. Aprendi o real sentido da democracia, ao conviver com opiniões diferentes e acatar a decisão da maioria. Aprendi, enfim, a ver o mundo além de uma sala de aula ou de um muro de universidade, percebendo que a formação intelectual e profissional depende de amadurecimento social e político. Paciência com esta juventude. Eles estão nos reensinando a aprender.

*Demétrio Andrade,

Jornalista e sociólogo.

Trabalhadores fazem protesto em várias cidades do País contra a PEC do Teto

pec22

Em Fortaleza, há ato público na Praça do Ferreira, após passeata.

Servidores públicos e trabalhadores de diversas categorias fazem hoje (11) paralisações em várias cidades do país contra “a retirada de direitos” da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55 e outras medidas do governo de Michel Temer. O movimento foi convocado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) , por outras entidades sindicais e por movimentos sociais.

Conhecida como PEC do Teto dos Gastos, a proposta que tramita no Senado determina que, nos próximos 20 anos, o governo federal só poderá gastar o mesmo valor do ano anterior corrigido pela inflação.

“Em todo o Brasil diversas categorias estão em greve neste momento interrompendo a atividade, os serviços e a produção. Estamos organizando essa greve geral em razão do retrocesso que está sendo imposto pelo governo federal, representado pela PEC 55, que foi aprovada na Câmara como PEC 241, que congela os investimentos em educação, saúde e áreas sociais. Essa e várias outras questões que estão sendo conduzidas pelo governo que são um retrocesso para a classe trabalhadora”, disse o secretário-geral da CUT do Distrito Federal, Rodrigo Rodrigues.

O governo federal alega que a PEC não reduzirá os repasses para educação e que o ajuste fiscal é necessário em um contexto de crise econômica.

Os manifestantes são contrários ainda à reforma da Previdência, que aumenta a idade mínima da aposentadoria para 65 anos, tanto de mulheres quanto de homens, e as reformas tributária e trabalhista. A Medida Provisória de reformulação do ensino médio e a “entrega do petróleo do pré-sal a empresas estrangeiras” também motivou os protestos.

No Distrito Federal, os manifestantes se concentraram em frente ao Ministério da Educação. Segundo Rodrigues, não há intenção de fazer audiências ou negociações com representantes do governo.

“Não há diálogo quando se tem um golpe, não há diálogo com os setores da sociedade. Continuaremos fazendo manifestações até que os retrocessos sejam revertidos”, disse o secretário da CUT-DF.

(Agência Brasil)

Líder do Governo diz que Ceará é exemplo no País em meio à crise dos Estados

leittoa

O deputado estadual Evandro Leitão (PDT), líder do Governo na Assembleia, afirma que o Estado do Ceará, sob a administração do governador Camilo Santana, é um exemplo em meio à crise financeira que atinge o País.

“O Governo do Ceará honra compromissos, mantém a folha de pessoal em dia, garante os serviços à população, segue investindo em infraestrutura e contempla servidores com promoções. Tudo isso apesar das crise”, destaca o pedetista.

De acordo com o parlamentar, as vantagens concedidas pelo Governo do Ceará para servidores desde 2015 já somam um impacto anual de quase R$ 400 milhões. O líder citou reajuste de 10,67% para 23 mil servidores estaduais que recebem remuneração mínima, promoção de quase nove mil policiais e bombeiros militares, reestruturação da carreira de escrivães e inspetores, gratificação para agentes penitenciários, implantação de auxílio-alimentação para professores temporários, nomeação de professores de nível superior, além do Plano de Cargos e Carreiras como o  da Funceme.

Ele destacou ainda que o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2017, em tramitação na Assembleia, prevê investimentos de R$ 4,1 bilhões em escolas profissionalizantes, ampliação do Porto do Pecém, expansão do serviço de abastecimento de água e obras do Cinturão das Águas do Ceará (CAC). “Estamos no quinto ano consecutivo de seca. O Estado enfrenta uma escassez hídrica. Uma questão delicada”, disse.

(Foto – AL/CE)

“Fora Temer!” – Passeata ocupa ruas do Centro de Fortaleza

132 5

peccc.

Cerca de duas mil pessoas, segundo a organização, participam, nesta manhã de sexta-feira, de um protesto contra a PEC 241 (55), PL 257 e Reforma da Previdência. Uma passeata percorre ruas do Centro, com palavras de ordem onde predomina o “Fora, Temer!”.

O Sindifort, que representa os servidores públicos municipais, a Frente Povo Sem Medo e a Intersindical estão à frente da mobilização que ganhou a adesão de universitários e de setores dos comerciários. Em alguns trechos, lojas fecharam as portas temendo depredações, segundo alguns gerentes.

pec22

A passeata teve início na Praça Clóvis Beviláqua, em frente a Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará, e faz parte de uma série de mobilizações que ocorrem nesta sexta-feira, em vários Estados.

Em vários pontos do Centro, o trânsito está complicado. Os manifestantes se concentrarão num ato, na Praça do Ferreira.

(Fotos – Divulgação)

Parque Ecológico terá que adequar seu zoológico às normas ambientais

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) e o Parque Ecológico Ecopoint, localizado em Fortaleza, firmaram acordo para readequar o jardim zoológico mantido pela empresa. O objetivo é realizar enriquecimento ambiental do local, adequando áreas de recintos, brinquedos e alimentação dos animais entre outras medidas.

O termo de ajustamento de conduta foi firmado após a instauração de inquérito civil público pelo MPF, a partir de denúncia formulada pela Associação Brasileira dos Defensores dos Direitos e Bem Estar dos Animais, que noticiava supostos maus tratos a animais silvestres no parque ecológico.

Durante a investigação, houve vistorias no Ecopoint. Tanto o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Ceará (CRMV-CE) quanto o Conselho Regional de Biologia da 5ª Região (CRBio – 5) não constataram maus tratos, mas advertiram ao MPF que havia a necessidade de diversas adequações no local.

É dever do MPF garantir a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses coletivos. Na avaliação do procurador da República Fernando Negreiros, titular do inquérito, a não adequação do jardim zoológico às exigências da legislação federal pode levar a seu fechamento, causando maior prejuízo aos animais abrigados e à sociedade como um todo.

O descumprimento das medidas presentes no acordo implicará multa diária no valor de R$ 1 mil, sem prejuízo da execução do compromisso, para cumprimento das obrigações de adequação do local e ainda de eventual ajuizamento das medidas judiciais cabíveis.

(Site do MPF-CE)

Programa Mais Médicos – MS lança edital com mil vagas para brasileiros

O Ministério da Saúde lançou hoje (11) edital de abertura de mil novas vagas para profissionais brasileiros no âmbito do programa Mais Médicos. A proposta é ampliar a participação de brasileiros na iniciativa, por meio da substituição de médicos cubanos que participam do programa mediante acordo de cooperação com a Organização Pan-americana da Saúde (Opas).

Ao todo, são mil novas vagas em 462 municípios, sendo 838 ocupadas atualmente por profissionais cubanos e outras 166 relativas a reposições de desistentes. A meta do governo é substituir 4 mil médicos cooperados em três anos, reduzindo de 11,4 mil para 7,4 mil o número de participantes cubanos no programa.

O edital

A maioria das vagas do edital se concentra em capitais, regiões metropolitanas e municípios com mais de 250 mil habitantes. Ainda de acordo com a publicação, médicos brasileiros terão 15 dias para permutar sua vaga com outro profissional selecionado. Com isso, o governo espera que os candidatos tenham mais uma chance de garantir a atuação onde desejam.

Inscrições

As inscrições serão realizadas entre 20 de novembro e 23 de dezembro. As vagas que não forem preenchidas por médicos brasileiros com atuação no país serão ofertadas a brasileiros formados no exterior. A previsão do ministério é que, a cada três meses, um novo edital seja publicado com novas vagas para o Mais Médicos.

Atualmente, dos 18.240 médicos participantes do programa, 5.274 são formados no Brasil (29%), 1.537 têm diplomas do exterior (8,4%) e 11.429 fazem parte do acordo de cooperação com a Opas (62,6%). Mais de 63 milhões de famílias, de acordo com o governo, são assistidas por esses profissionais.

(Agência Brasil)

Fortaleza cai para 4ª posição no ranking da Agência CVC

Da Coluna O POVO Economia, de Neila Fontenele, no O POVO desta sexta-feira:

O destino Ceará está com menos visibilidade. Ontem, representantes da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-CE) se reuniram com as direções da CVC, Setur e Setfor para analisar o que estava acontecendo e chegaram à seguinte constatação: o estado vem fazendo menos divulgação do turismo.

Os problemas estariam na licitação para escolher a empresa responsável pela publicidade do estado, que deveria ter sido contratada em agosto, mas cujo processo estaria emperrado devido a problemas burocráticos.

Resultado: pelo ranking da CVC, Fortaleza caiu da segunda colocação para a quarta em venda de pacotes turísticos. A cidade hoje perde para Porto Seguro, Maceió e Natal. Durante o encontro, a CVC também externou preocupação devido ao baixíssimo índice de vendas para a temporada de janeiro.

O vice-presidente da ABIH-CE, Darlan Leite, explica que há uma grande preocupação com essa alta estação que já está comprometida, havendo ainda muitas vagas disponíveis.

Licitação

O secretário de Turismo, Arialdo Pinho, diz que não há problemas na área de promoção, como a participação de feiras e eventos. As dificuldades estão na contratação da empresa de publicidade.

Há quatro meses o estado está sem publicidade, esperando a licitação que deve ser realizada pela Casa Civil até o começo de dezembro, quando deve haver a normalização desses trabalhos.

Réu é absolvido após dois anos aguardando o julgamento preso

Há duas datas marcantes para J.E.C, de 22 anos. O dia 13 de agosto de 2014 e o dia 27 de outubro de 2016. No hiato entre as datas, mais de dois anos de angustia no cárcere por um crime que não cometeu. O caso, recorrente aos olhos de quem trabalha na defesa criminal, tem um impacto direto na vida de réus e seus familiares e faz a reflexão sobre a prisão como exceção e não como regramento do sistema de justiça.

J.E.C esteve preso 2 anos e 2 meses, acusado pelo assassinato de um rapaz, no dia 13 de agosto de 2014. No último mês de outubro, teve sua sentença de absolvição em sessão do Tribunal do Júri, no Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza. O defensor público e titular da 3ª Defensoria do Júri da Comarca de Fortaleza, Eduardo Villaça, explica que “exploradas as provas e circunstâncias de sua prisão e acusação, o júri concluiu que o réu é inocente, após verificar a existência de fortes indícios de atuação inadequada da força policial”.

O defensor indica ainda que “a atuação policial neste caso, além de gerar uma acusação equivocada, fez com que o acusado, que nunca teve outro envolvimento criminal, permanecesse ilegalmente na prisão, o que por si só já traz consequências profundas na vida do rapaz”. O Júri, assim, negou a autoria delitiva do réu cabendo as exclusões do registro no sistema criminal.

“Após o veredicto do júri, o rapaz pode voltar à rotina e ele não deu nenhum sinal de que entraria com o pedido de indenização, porém, caso ele tenha interesse, ele poderá voltar à Defensoria para entrarmos com esse pedido. Casos similares a esse não são tão raros assim, infelizmente, o que demonstra que há uma tendência na justiça de não olhar para o processo como forma de garantir os direitos de cada cidadão que é acusado de um crime”, conclui o defensor.

O JURI – A Defensoria Pública atua dentro do Fórum Clóvis Beviláqua nas cinco Varas do Tribunal do Júri, além de promover atuações em júri no interior do Estado. Em 2015, realizou um total de 3.693 procedimentos na Capital. Já em 2016, foram 4.660 procedimentos na Capital, o que demostra um aumento de 26% somente nos primeiros dez meses deste ano. Os procedimentos de atuação do defensor nas Varas do Júri envolvem audiências judiciais, atendimentos criminais e extrajudiciais, além das sessões de julgamento em si.

É função da Defensoria Pública do Estado do Ceará promover a assistência jurídica integral e gratuita aos que comprovam hipossuficiência social e econômica. Em média, cerca de 200 júris são realizados anualmente pela instituição, que também atua em comarcas no interior nesta missão, assegurando, como prescreve o artigo 5° da Constituição Federal de 1988, o direito à ampla defesa. Assim, todas as pessoas têm direito a defesa e de serem ouvidas, com as devidas garantias e dentro de um prazo razoável, por um juiz ou tribunal competente e imparcial na apuração de qualquer acusação penal formulada contra ela.

A defesa é constituída de diversas formas.”Nós consideramos o relato do réu, assim como avaliamos as provas do caso. Muitas vezes, nossa dificuldade maior é de fundamentar a defesa contando com essas provas, porque é muito comum tanto a falta delas como a pequena quantidade de evidências. Nem sempre o nosso intuito é de conseguir absolver o réu, mas, também, de conseguir uma sentença justa para ele”, como explica Villaça.

Em dezembro, a Defensoria passa a integrar, juntamente com demais instituições do sistema de justiça, o projeto Tempo de Justiça, tendo aumentado recentemente o número de defensores públicos que atuam nas Varas do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua. No projeto, os defensores exercem sua missão constitucional para assegurar que a integralidade dos direitos fundamentais aos réus seja mantida durante todo o decorrer do processo legal.

(Site da Defensoria Pública do Ceará)

Fortaleza terá festa de Réveillon, garante prefeito

59 1

FORTALEZA, CE, BRASIL, 30-10-2015: Roberto Cláudio, prefeito de Fortaleza. Prefeito Roberto Cláudio, se reúne com corretores da Construção Civil, promovido pela Lopes Immobilis, para discutir o Plano Diretor da Cidade. (Foto: Mauri Melo/O POVO) *** Local Caption *** Publicada em 31/12/2015 - CD 02

Nada de crise.

Os preparativos para o Réveillon de Fortaleza, que ocupará o aterro da Praia de Iracema, já começaram e envolvem diretamente o gabinete do Paço.

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) informa que espera fechar, até o próximo dia 25, toda a programação de shows. Com algumas surpresas.

Essa festa, criada na gestão da ex-prefeita Luizianne Lins, configura-se como importante ingrediente para o aquecimento da alta estação.

Cearense ganha homenagem de universidade israelense

pedrro

Diretores do Bengis Center de Inovação e Alta Tecnologia da “Ben-Gurion University”(Israel) homenagearam, nesta semana, na sede do Banco do Nordeste, o professor Pedro Sisnando.

O ex-secretário da Agricultura (Era Tasso Jereissati) ganhou loas pelas contribuições “técnicas e acadêmicas” prestadas aos projetos de cooperação dessa universidade no Ceará e no Nordeste.

Pedro Sisnando é representante honorário da Ben-Gurion no Brasil.

(Foto – Divulgação)

A Chacina de Messejana completa 1 ano

Onze mortos. Execuções sumárias — uma das vítimas, de 17 anos, foi morta com sete tiros pelo corpo. Outros seis baleados sobreviveram — um deles, também adolescente, foi atingido oito vezes e escapou. Uma tragédia transcorrida em menos de quatro horas naquela madrugada de 12 de novembro de 2015, num itinerário de matança por quatro bairros (Curió, Alagadiço Novo, Lagoa Redonda e Barroso). Quase 300 dias de uma investigação sigilosa, feita pela Controladoria Geral de Disciplina (CGD), até que 44 policiais militares fossem presos preventivamente e denunciados pelos crimes. Autos processuais que, por enquanto, somam 16 volumes e mais de 5 mil páginas.

Diante da Justiça, 33 testemunhas de acusação acionadas; outras 186 convocadas pela defesa. Todas ainda a serem ouvidas. Para a defesa dos réus, 64 advogados. Três juízes, numa condução bastante reservada, atuam conjuntamente no processo. A estimativa é que, até o fim do primeiro semestre de 2017, o interrogatório dos réus ainda esteja em andamento.

Só os números não são suficientes para contar a história da Chacina da Grande Messejana, que amanhã completa um ano. Cada dia fez uma diferença para o caso. Mas a narrativa traçada a partir dos algarismos ajuda a entender a complexidade investigativa e jurídica do caso, que por envolver tantos réus e tantas vítimas, se tornou a maior chacina já registrada em Fortaleza.

O POVO apurou que pelo menos cinco audiências serão agendadas para a oitiva das 186 testemunhas de defesa — podendo começar ainda este ano. Porém, pelo Código de Processo Penal, elas devem ocorrer somente após a fala das testemunhas de acusação. Das 33 pessoas acionadas pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) para reforçar a culpa aos PMs, já foram ouvidos seis sobreviventes. Nas descrições dos executores, nos depoimentos já colhidos pelos juízes: todos os matadores cobriam o rosto com balaclavas.

chacina-de-messejana

*Leia a íntegra da reportagem de Cláudio Ribeiro e Tiago Paiva aqui.