Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Apesar de ocupações, MEC considera tranquilo primeiro dia do Enem

O primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) transcorreu com tranquilidade na avaliação do Ministério da Educação (MEC) e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep). As provas foram realizadas em 96,86% dos locais de prova. O Inep ainda não tem um balanço das abstenções nem dos candidatos desclassificados por postagens em redes sociais durante a prova ou outro motivo constante no edital.

“Foi bastante tranquilo, mesmo nos locais onde os alunos foram impedidos de comparecer por motivo de invasões e ocupações de escolas”, disse a secretária-executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro. O Inep confirmou que o exame foi cancelado em 405 locais e que 271.033 inscritos tiveram as provas adiadas para 3 e 4 de dezembro.

Neste domingo (6), os portões serão abertos às 12h e fechados às 13h, no horário de Brasília (abertos às 11h e fechados às 12 horas no Ceará). Os participantes terão cinco horas e meia para resolver questões de linguagens e códigos, redação e matemática.

(Agência Brasil)

Ciro Gomes ministra palestra em Sobral na segunda-feira

foto-ciro-palestra-sobral

“Direito e Sociedade” é o tema da palestra do ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes, na segunda-feira (7), a partir das 17 horas, no auditório do Centro de Convenções de Sobral. O evento é uma promoção dos estudantes da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) e a Faculdade Luciano Feijão (FLF).

Segundo os organizadores do evento, os ingressos estão esgotados nas duas instituições de ensino, mas interessados ainda poderão comprar ingressos no dia do evento, no próprio Centro de Convenções, ao preço de R$ 60 (meia R$ 30).

De acordo ainda com os organizadores, a iniciativa é uma oportunidade de discussão da atual conjuntura política, econômica e jurídica brasileira.

Graduado em Direito pela Universidade Federal do Ceará, Ciro Gomes iniciou carreira política como deputado estadual, depois prefeito de Fortaleza; governador do Ceará; ministro da Fazenda; candidato à Presidência da República e ministro da Integração Nacional.

Ciro Gomes é autor dos livros “No País dos Conflitos” e “Um Desafio Chamado Brasil”, além de “O Próximo Passo – Uma Alternativa Prática ao Neoliberalismo”, esse último em parceria com o professor Mangabeira Unger.

Ceará vence Tupi-MG no Castelão e segue com chances matemáticas de acesso

foto-serie-b-2016-ceara-2x1-tupi

Uma vitória que, se não resolve a vida do Ceará, pelo menos mantém as remotas chances matemáticas da equipe na luta pelo acesso. Assim pode ser encarado o triunfo do Vozão, por 2 a 1, sobre o Tupi-MG, na tarde deste sábado, 5, no Castelão.

Com gols da dupla de ataque, Bill e Lelê, a equipe do técnico Sérgio Soares aproveitou as chances e fez o placar ainda na primeira etapa. Hiroshi, na segunda etapa, diminuiu para os mineiros.

Com o resultado, o time de Porangabuçu chegou aos 50 pontos, na 8ª posição, a seis de distância da zona de acesso.

O próximo desafio do Ceará na Segundona será na terça-feira, 8, às 19h15min (horário de Brasília), diante do Criciúma, em Santa Catarina.

(O POVO Online)

Presidente do STF faz visita surpresa à Papuda e registra superlotação

69 1

Com o objetivo de constatar a situação carcerária do país, a presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, fez uma visita surpresa neste sábado (5) ao Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Durante a inspeção, ela observou no local os mesmos problemas que atingem a maioria dos presídios brasileiros, como superlotação, carência de servidores e prestação precária de serviços.

De acordo com a assessoria de imprensa do CNJ, Cármen Lúcia registrou locais onde mais de três mil pessoas ocupam alas com capacidade para apenas 1,4 mil vagas. No Centro de Detenção Provisória, quatro mil presos dividem o espaço destinado a 1,6 mil vagas.

Segundo o CNJ, a ministra anotou as informações coletadas, que serão utilizadas no balanço que está fazendo sobre a atual situação carcerária do Brasil. Em 21 de outubro, ela esteve em presídios do Rio Grande do Norte e encontrou basicamente os mesmos problemas, de acordo com o órgão.

(Agência Brasil)

Começam apostas para Mega da Virada; prêmio pode chegar a R$ 200 milhões

As apostas para a Mega da Virada começaram e a previsão inicial do prêmio principal é de R$ 200 milhões. Os números serão sorteados na véspera do Ano Novo a partir das 20h.

O prêmio não acumula. Se não tiver ganhador na faixa principal de seis números, o prêmio será dividido entre os acertadores da quina, ou, sucessivamente, entre os ganhadores da quadra.

Para concorrer ao prêmio, basta solicitar o volante especial do concurso nas unidades lotéricas, informou a Caixa.

As apostas paralelas da Mega-Sena e da Mega da Virada vão até o dia 24 de dezembro. A partir do dia 25, todas as apostas concorrerão para a Mega da Virada, inclusive as registradas em volantes regulares da Mega-Sena.

As apostas da Mega da Virada custam R$ 3,50 e podem ser feitas até às 14h do dia 31 de dezembro (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país.

(Agência Brasil)

Sargento da Casa Militar é baleado em assalto

Um sargento lotado na Casa Militar foi baleado na tarde deste sábado (5), na Messejana, ao reagir a um assalto na rua Santa Mônica.

Segundo a Polícia, um casal em uma moto teria abordado o militar, após ter assaltado outras vítimas. O sargento reagiu e houve troca de tiros.

De acordo ainda com a Polícia, o militar foi atingido no abdômen por dois disparos. Ele foi conduzido a um hospital particular e não correria risco de vida.

A Polícia ainda não conseguiu identificar os dois suspeitos que estavam na moto.

Enem não foi aplicado para 270 mil estudantes em 405 escolas ocupadas

Após a ocupação de 41 novas escolas de ontem para hoje (5), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi adiado para 271.033 candidatos. Os estudantes que fariam o exame neste fim de semana em 405 locais de diferentes estados, devem agora se preparar para a aplicação do exame nos dias 3 e 4 de dezembro.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a aplicação das provas ocorre com tranquilidade. O órgão informou que as provas foram monitoradas pela Polícia Federal e distribuídas em segurança. Na manhã de hoje, oito novos locais tiveram o exame adiado em instituições como as universidades federais de Santa Catarina, do Ceará e do Oeste do Pará.

O adiamento em cima da hora causou confusão no Centro de Ensino Médio Ave Branca, em Taguatinga, no Distrito Federal. Os estudantes foram avisados de que não haveria prova, mas mesmo assim ela foi aplicada para os poucos que compareceram ao local. Até a tarde de ontem, a lista de escolas ocupadas tinha 364 locais e os estudantes foram avisados por e-mail e mensagem de texto sobre a mudança da data. Ao todo, 8,3 milhões de inscritos estão habilitados para fazer o Enem em mais de 16 mil instituições.

Os estados de Minas Gerais, com 88 ocupações, e do Paraná, com 76 ocupações, têm o maior número de locais de provas ocupados. As ocupações ocorrem em diversos estados do país. Estudantes do ensino médio, superior e educação profissional têm buscado pressionar o governo por meio do movimento. Os alunos são contra a proposta de emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos do governo federal pelos próximos 20 anos, a chamada PEC do Teto. Eles também criticam a reforma do ensino médio, proposta pela Medida Provisória (MP) 746/2016, enviada ao Congresso.

(Agência Brasil)

Comissão da MP do Ensino Médio se reúne na próxima semana

A comissão mista responsável por analisar a medida provisória que reforma o ensino médio (MP 746/16) promoverá duas audiências públicas na próxima semana.

Na terça-feira (8), os parlamentares discutirão o tema com: o reitor da Unicesumar, Wilson de Matos Silva; o reitor da Universidade Estácio de Sá, Ronaldo Mota; a socióloga Maria Alice Setubal; o especialista em Educação Claudio de Moura Castro; a diretora-executiva do Instituto Inspirare, Anna Penido; o superintendente-executivo do Instituto Unibanco, Ricardo Henriques; o diretor do Colégio Cenecista Dr. José Ferreira (MG), Danival Roberto Alves; e a consultora legislativa da Câmara dos Deputados Mariza Abreu.

Para o debate de quarta-feira (9), foram convidados: a presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Camila Lanes; a presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Carina Vitral; o coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Tojeira Cara; a presidente da Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes), Eblin Joseph Farage; a presidente da Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação (Anfope), Iria Brzezinski; a coordenadora do Movimento Nacional em Defesa do Ensino Médio, Monica Ribeiro da Silva; e a presidente-executiva do Movimento Todos pela Educação, Priscila Fonseca da Cruz.

A MP 746/16 cria a Política de Fomento à Implantação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral flexibiliza as disciplinas curriculares obrigatórias e eleva a carga horária mínima anual, progressivamente, das atuais 800 horas para 1.400 horas.

(Agência Câmara Notícias)

INSS vai remarcar quase 6 mil perícias após MP 739 perder validade

O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) anunciou que as perícias agendadas entre os dias 7 e 25 de novembro serão remarcadas após a Medida Provisória 739 perder a validade nessa sexta-feira (4), suspendendo o pente-fino no INSS. A MP foi editada em julho com o objetivo de aperfeiçoar a gestão do governo na concessão dos benefícios.

Sem sessões marcadas para esta semana, os deputados federais acabaram não votando a MP, que altera a lei sobre os planos de benefícios da Previdência Social e prevê revisão de auxílio doença e aposentadoria por invalidez.

O ministério informou que 5,9 mil beneficiários agendados para este período serão contatados pela central de atendimento do INSS, por meio do telefone 135.

“Neste período, espera-se aprovação de projeto de lei em regime de urgência constitucional pelo Congresso. O pente-fino dos benefícios demonstrou excelentes resultados nesta pequena amostra de cerca de 21 mil perícias realizadas , gerando uma economia de R$ 220 milhões para o Fundo da Previdência”, acrescentou o MDSA.

Balanço divulgado pelo governo revelou que até 31 de outubro foram realizadas 20.964 perícias e os benefícios cessados na data de realização do exame chegaram a 16.782 (80,05%).

(Agência Brasil)

Pelo direito à cidade

103 2

foto luizianne câmara federal

Em artigo no O POVO deste sábado (5), a ex-prefeita de Fortaleza e deputada federal Luizianne Lins (PT) comenta a situação dos moradores da Vila Vicentina. Confira:

A agressão contra moradores da Vila Vicentina é mais um capítulo do terror econômico dirigido contra as populações mais carentes em Fortaleza. Construída na década de 30, para abrigar pessoas necessitadas, a área se tornou uma das mais valorizadas da cidade e virou alvo da cobiça do mercado imobiliário. Quantos patrimônios teremos ainda que perder para abrigar espigões?

Em nosso governo, o Plano Diretor Participativo de 2009 estabeleceu a área da Vila Vicentina como uma Zona Especial de Interesse Social (Zeis), tipo 1 – território destinado prioritariamente à regularização urbanística e fundiária dos assentamentos habitacionais de baixa renda.

A demarcação das Zeis representa uma conquista social de amplo alcance e um amparo legal contra a especulação imobiliária, entretanto, aplicar a lei que preconize justiça social e direito à cidade, num contexto excludente e de especulação, exige compromisso e democracia. É dever de todas e todos exigir respeito às conquistas sociais e cumprimento da legislação pelos poderes constituídos. O que está acontecendo na Vila Vicentina é a expressão atual da luta de classe urbana.

Realizamos um Plano Diretor com participação da sociedade visando à construção de uma cidade mais justa, includente e sem violência. Sob o manto do Estatuto da Cidade e com horizonte no fim do déficit habitacional, a reforma urbana poderá tornar nossa cidade um lugar melhor para se viver.

Conselho do MP investiga omissão de promotores em casos de tortura em presídios

A Comissão do Sistema Prisional do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) instaurou nessa sexta-feira (4) um procedimento para apurar eventuais omissões do Ministério Público (MP) em casos de tortura contra detentos do sistema prisional brasileiro. A investigação é uma resposta às denúncias apresentadas pela Pastoral Carcerária, da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em relatório lançado dia 20.

O estudo, que engloba casos de 16 estados e do Distrito Federal ocorridos desde 2005, destaca que, em regra, as vítimas de tortura nas cadeias só foram ouvidas pelo MP meses após o ocorrido. Em diversos casos, elas já estavam em liberdade e não puderam ser localizadas, ou não atenderam às intimações da instituição. O resultado é que em apenas seis ocorrências (11% do total) os promotores ouviram as pessoas torturadas.

“Em geral, a instrução dos procedimentos internos do MP se mostrou deficiente, com a falta de oitiva de testemunhas-chave, ausência de exames periciais e não requisição de documentos essenciais, como listagem de presos e servidores plantonistas, prontuário médico da vítima e filmagens de segurança”, destaca o texto.

Segundo o relatório da Pastoral, promotores arquivaram investigações apenas com base em informações prestadas pela Corregedoria de Polícia ou a Administração Penitenciária, “deixando efetivamente de promover o controle externo da atividade policial ou a fiscalização das condições de aprisionamento e cumprimento de pena”.

(Agência Brasil)

Você já ouviu falar em galena? Confira a história do rádio no Shopping Benfica

foto-galena

Proibida no Brasil de 1918 a 1924, quando os serviços de Radiotelegrafia e Radiotelefonia eram considerados privativos do Governo Federal, a galena funcionou em muitas residências brasileiras na “surdina”, diante do crime de contravenção.

O primeiro modelo de radinho, que passou a ser permitido a partir de 5 de novembro de 1924, somente como aparelhos meramente receptores, comprometendo-se o interessado a guardar sigilo absoluto “de toda correspondência rádio-telefônica porventura interceptada pelo seu posto de recepção a ser instalado em sua residência”, é uma das atrações da exposição da história do rádio, no Shopping Benfica (primeiro piso), a partir da segunda-feira (7) até o dia 14 deste mês, em horário comercial.

A promoção é da Associação de Radiouvintes do Estado do Ceará, que visa cultuar o rádio e enaltecer sua importância como um dos grandes meios de comunicação da história. Mais informações pelo número (85) 98791 0891 ou (85) 98731 6424.

Prefeito eleito de Cruz, no Ceará, tem patrimônio 324 vezes superior ao PIB do município

420 1

Muitos municípios brasileiros elegeram, no pleito deste ano, prefeitos com renda declarada muito maior que seus próprios produtos internos brutos (PIBs). O PIB de um município é formado pela soma de suas riquezas, e mais da metade (51,8%) dos prefeitos eleitos em 2016 declararam ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) patrimônios correspondentes a mais que o dobro das riquezas das cidades que governarão.

Uma pesquisa feita pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) revelou que 15,2% (782) deles declararam patrimônio dez vezes maior que o PIB do município pelo qual se elegeram. Em 32 municípios – a maior parte nas regiões Centro-Oeste e Nordeste –, os prefeitos eleitos declararam um patrimônio 100 vezes maior que o PIB.

Um dos maiores expoentes dessa estatística está em Mato Grosso. O prefeito de São José do Xingu, Luiz Carlos Castelo, tem um patrimônio 369 vezes o PIB do município que assumirá em 2017. A maior parte do seu patrimônio declarado de R$ 51,7 milhões se refere a cabeças de gado, equipamentos agrícolas e imóveis. O PIB de São José do Xingu é R$ 140 mil.

Já Jonas Muniz, novo prefeito de Cruz, no Ceará, tem patrimônio de R$ 40,3 milhões, segundo última atualização do site do TSE. O município tem PIB de R$ 124,4 mil. O patrimônio de imóveis, veículos, dentre outros, soma um valor 324 vezes superior às riquezas de sua cidade.

A pesquisa do Inesc também mostrou um número de mulheres eleitas muito inferior ao de homens. Foram apenas 11% de mulheres eleitas para prefeituras. Considerando todos os 68.755 prefeitos e vereadores eleitos, as mulheres representam 13,4% (9.226).

Os números vão de encontro à lógica da lei que determina o número mínimo de mulheres candidatas por partido. Carmela avalia que as candidaturas de mulheres são as menos dotadas de investimento dos partidos, que as colocam apenas para cumprir a cota mínima. Apesar do aumento de 10% nas candidaturas de mulheres nos últimos oito anos, o número de eleitas teve um acréscimo bem menor, de 1%.

Além disso, existe a questão racial. Do total de prefeitas eleitas, 457 (71,29%) são brancas, 168 (26,21%) pardas, 10 (1,56%) pretas, 5 (0,78%) amarelas e 1 (0,16%) indígena. Do total de vereadoras eleitas, 4.862 (66,67%) são brancas, 2.536 (32,83%) são pardas, 330 (3,85%) são pretas, 38 (0,52%) são amarelas e 21 (0,23%) são indígenas.

(Agência Brasil)

Câmara Municipal adere ao Novembro Azul

foto-cmfor-novembro-azul-2016

Cerca de 13 mil homens terão morrido de câncer de próstata no Brasil, em todo 2016. A estimativa é do Instituto Nacional de Câncer, que aponta ainda o câncer de próstata como o segundo tipo que mais vitima homens no país.

Como forma de alertar a população para o problema, a Câmara Municipal de Fortaleza aderiu à campanha Novembro Azul, que é um movimento criado para conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de próstata.

O câncer de próstata, em fase inicial, geralmente não apresenta sintomas. Alguns pacientes podem, inclusive, nunca ter sintomas. Por isso é fundamental que o homem faça exames de rotina.

Quando o tumor cresce, os sintomas mais comuns estão relacionados ao ato de urinar, como urgência, dificuldade e levantar várias vezes à noite para ir ao banheiro.

Governo do Estado assina com Banco do Brasil termo para instalação de empresas na ZPE Ceará

foto-balhmann-ceara-e-coreia

O governador Camilo Santana assina na segunda-feira (7), no Palácio da Abolição, às 15h30min, com o Banco do Brasil, um Termo de Cooperação Técnica para garantir o financiamento de empresas que pretendem se instalar dentro da ZPE Ceará. A assinatura será em conjunto com a Secretaria de Assuntos Internacionais, a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE Ceará).

A iniciativa é fruto do esforço da Secretaria de Assuntos Internacionais do Governo do Estado no sentido de facilitar a engenharia financeira para as empresas interessadas em investir na ZPE Ceará. Com a assinatura do acordo, o Banco do Brasil passa a operar como agente financeiro para instalação de empresas na ZPE Ceará, bem como financiador da construção da infraestrutura necessária para permitir a expansão da ZPE Ceará. O acordo contemplará todas as empresas que atenderem aos requisitos, independente do setor de atuação.

Para o secretário de Assuntos Internacionais, Antonio Balhmann, o Banco do Brasil ao trabalhar em conjunto com o Governo do Ceará vai garantir o apoio essencial para o crescimento da ZPE Ceará e para a atração de investimentos.

Ele ressaltou ainda que o Banco do Brasil passará a fazer parte do portfólio de promoção da ZPE dentro e fora do Brasil.

“O governador Camilo Santana, ao assinar o acordo com o Banco do Brasil, assegura da parte do Governo todo o suporte no que diz respeito à infraestrutura para as indústrias se instalarem no Ceará e os investimentos no Complexo para que essas empresas tenham sempre uma boa logística. Isso acaba tornando a ZPE cada vez mais amigável para atrair os empreendedores”, comentou.

(Governo do Ceará)

Enem 2016 começa neste sábado para 8,6 milhões de estudantes

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam neste sábado (5) para os 8,6 milhões de inscritos. Nesse primeiro dia os estudantes vão responder a 90 questões de ciências humanas e ciências da natureza. Os candidatos terão quatro horas e 30 minutos para concluir as provas.

A área de ciências da natureza e suas tecnologias abrange os conteúdos de química, física e biologia. Em ciências humanas e suas tecnologias, as provas são de geografia, história, filosofia, sociologia e conhecimentos gerais. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h, no horário de Brasília (abrem às 11h e fecham às 12h no Ceará).

Para fazer a prova é fundamental apresentar documento de identidade original com foto e usar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente. Outra cor de tinta impossibilita a leitura óptica do cartão de respostas.

É proibido o uso de celular ou qualquer aparelho eletrônico durante as provas. Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o fim das provas. Em anos anteriores, candidatos foram eliminados por postar imagens da prova em redes sociais.

O candidato também não poderá usar lápis, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros, boné, chapéu, gorro e similares e portar armas de qualquer espécie, mesmo com documento de porte. Se estiver com um desses objetos, eles deverão ser colocados no porta-objetos.

Para enfrentar as longas horas de prova, o candidato poderá levar água e comida. O Ministério da Educação informou que haverá fiscalização dos lanches.

Neste ano, pela primeira vez, haverá identificação biométrica dos estudantes. O objetivo é prevenir fraudes. As impressões digitais serão colhidas durante as provas.

(Agência Brasil)

Ceará vê sonho do acesso cada vez mais distante, após vitória do Bahia sobre o Vila Nova

foto-sergio-soares-treinador

Com menos de 0,5% de chance de acesso à Série A, de acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais, o Ceará vê cada vez mais distante o sonho de disputar a elite de futebol brasileiro, no próximo ano, após a vitória do Bahia sobre o Vila Nova, na noite dessa sexta-feira (4), por 1 a 0, em pleno estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Com o resultado, o time baiano entrou para o G4, e, neste sábado (5), torce por maus resultados de Náutico e Avaí para encerrar a 34ª rodada na zona de classificação à Série A de 2017.

Na 10ª colocação e com oito pontos atrás do Avaí, o último do G4, o Ceará não pode mais sequer pensar em empate nas últimas cinco rodadas da Série B.

Na tarde deste sábado, o time comandado pelo treinador Sérgio Soares enfrenta o Tupi, no Castelão. Depois o Vozão joga contra o Criciúma (fora de casa), Vila Nova (casa), Paraná (casa) e Vasco (fora).

Perdas na Saúde – Presidente do Ipea fala na quarta-feira sobre nota técnica que criticou PEC do Teto de Gastos

O presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Ernesto Lozardo, debate na quarta-feira (9), em audiência pública que a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara Federal, o Novo Regime Fiscal. O teto de gastos está previsto na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/16, já aprovada em dois turnos na Câmara e que aguarda votação no Senado.

Em nota técnica do Ipea intitulada “Os impactos do Novo Regime Fiscal para o financiamento do Sistema Único de Saúde e para a efetivação do direito à saúde no Brasil”, os autores Fabiola Vieira e Rodrigo Benavides avaliam que a aprovação da PEC 241 pode resultar em perdas de até R$ 743 bilhões para o setor de saúde. Eles afirmam que a proposta parte do “pressuposto equivocado de que os recursos públicos para a saúde já estão em níveis adequados” e que ela “impactará negativamente o financiamento e a garantia do direito à saúde no Brasil”.

Em resposta, a presidência do Ipea afirmou que as conclusões são de “inteira responsabilidade dos autores” e classifica parte da nota como “irrealista e desconectada”, enumerando dez pontos críticos ao trabalho técnico. “A posição institucional do Ipea é favorável à PEC 241/16, por entender que ela possibilitará o equilíbrio das contas federais e um novo círculo virtuoso de crescimento”, assinalou em texto o presidente da instituição, Ernesto Lozardo.

Para o deputado Helder Salomão (PT-ES), autor do requerimento para a realização da audiência, é necessário que o atual presidente do Ipea explique as razões que o levaram a contestar os resultados da referida Nota Técnica, já que a imprensa apurou que a divulgação dos resultados dessa nota foi aprovada pela Diretoria Colegiada da instituição.

(Agência Câmara Notícias)