Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Projetos do O POVO vencem prêmios nacionais de jornalismo do Banco do Nordeste

premioo

Histórias de gente resistente que se reinventa um século após uma das maiores secas do Nordeste, a de 1915, compuseram o projeto Os Quinzes, vencedor do Grande Prêmio de Jornalismo do Banco do Nordeste. A premiação ocorreu na noite de ontem e contemplou o material na mais importante categoria. Além disso, o caderno Juventudes, também do O POVO, foi vencedor na categoria nacional de mídia impressa.

Publicado em agosto de 2015, o material Os quinzes foi dividido em dois cadernos, nos quais os repórteres Ana Mary C. Cavalcante, Cláudio Ribeiro e Dimitri Túlio percorreram cerca de 2.500 quilômetros pelas áreas mais afetadas pela seca.

“O trabalho tem personagens bacanas que mostram que a região pode se renovar, recuperar, ser sustentável um século depois da seca de 1915; e viver e sobreviver diante de uma seca escrota como essa”, considera Cláudio Ribeiro.

Émerson Maranhão, editor-executivo do núcleo de Audiovisual, responsável pelo roteiro dos webdocs, acredita que o prêmio é uma sinalização do fortalecimento da cobertura transmidiática do O POVO.

Juventudes

A insurgência das Juventudes da Cidade foi contada pelos repórteres Isabel Costa, Rômulo Costa e Thaís Brito. Em quatro cadernos foram explorados os temas Sexualidade e Espiritualidade, Violência e Artes, Consumo e Educação e Territórios e Políticas Públicas. “O especial Juventudes ouviu jovens de várias Fortalezas Dar rosto a eles, escutá-los, foi nosso principal incentivo para produzir a série de cadernos”, afirmou Rômulo Costa.

Para Rui Aguiar, chefe do escritório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), os quatro cadernos foram um presente do O POVO para a Cidade. “O principal resultado da série foi justamente o Comitê de Prevenção de Homicídios na Adolescência. Já vínhamos sendo provocados pela Assembleia Legislativa a trabalhar o comitê, mas o que nos deu o conteúdo e a energia foram as histórias de vida”, conclui.

(O POVO)

Polícia Civil do Ceará entra em greve

Após nove dias acampados em frente ao Palácio da Abolição, a Polícia Civil deflagrou a greve da categoria durante assembleia geral na noite dessa quinta-feira, 27. A partir da meia-noite de sexta-feira devem funcionar duas delegacias, sendo uma na Capital, o 34º DP (Centro) e a Delegacia Regional de Iguatu.

O presidente do Sindicato da Polícia Civil (Sinpol), Francisco Lucas, orientou os policiais a não irem até as delegacias nesta sexta-feira, 28, pois no próprio Palácio da Abolição será instalado um livro de ponto para os profissionais.

Segundo o Sinpol, nenhum tipo de procedimento será realizado nas demais delegacias, incluindo flagrante de presos, boletins de ocorrências, guia cadáverica ou soltura de presos. Nenhum policial civil (inspetor ou escrivão) ficará nos xadrezes das delegacias, todos vão entregar as chaves aos delegados.

“Estamos aqui na porta do Governo para negociar, para por fim a essa crise, está pronto a dialogar. mas só queremos dialogar para resolver. Conversas sem solução a gente não aceita mais, pois causa um desgaste para o governo e para a categoria, mas tenham certeza que estamos nos esforçando a três anos para fortalecer uma instituição que tem um trabalho importante e relevante”, relata.

Ilegalidade  

De acordo com o presidente do Sinpol, mesmo atendendo as determinações de manter 30% das atividades, na greve anterior, houve manifestação pela ilegalidade da greve.  O desembargador Luiz Evaldo Gonçalves Leite decidiu pela ilegalidade e afirmou que “o direito de greve aos servidores públicos fica relativizado em relação àqueles que prestam serviço relacionado à segurança pública”.

Conforme o sindicato, também houve a audiência de conciliação, que foi mediada pela Controladora Geral de Disciplina, Socorro França, que firmou compromisso de levar as propostas ao Governo, como a pauta para desativação das carceragens e o reconhecimento do nível superior, no entanto, Francisco Lucas alega que estado não teria cumprido o compromisso e pediu mais 30 dias.

(O POVO Online)

Professora relata preconceito de shopping contra alunos de escola pública. Shopping se manifesta

726 41

Caro Eliomar de lima, Gostaria de compartilhar com você este relato de uma professora via Facebook. Acho que deveríamos divulgar a falta de respeito desse shopping com os alunos de escola pública. Por favor, peço que publique, pois é um grito pela educação pública.

Anne Shérida, sentindo-se indignada com Gabriel Sorriso e outras 16 pessoas em Shopping Parangaba.

Hoje, 27/10/2016, fomos eu e mais quatro professores com um grupo de 120 alunos para uma sessão especial de cinema no Shopping Parangaba. Fomos bem recebidos pelos funcionários do cinema, o filme foi muito bom e os alunos amaram, muitos deles estavam tendo essa experiência pela primeira vez.

No entanto, quando o filme terminou, tínhamos uma hora para passear e merendar pelo shopping, que era o tempo que demoraria para o ônibus vir nos buscar. Mas, infelizmente, foi muito constrangedor o que passamos (e não digo isso por mim porque eu sei me defender, mas pelos meus alunos).

Logo que o filme terminou, uma segurança me abordou e disse que os clientes do shopping estavam incomodados com os alunos, que eu pedisse para que eles fizessem silêncio. Como assim? Incomodados? Parece piada, né? Olhei nos olhos dela e disse que eles eram tão clientes quanto aqueles poucos que estavam ali almoçando. Pensei que o problema estava resolvido, grande ilusão!

Combinamos o horário e lugar de encontro com os alunos e deixamos eles irem passear, mas quando os mesmos estavam descendo a escada rolante do 3° piso em direção ao 2° piso, foram abordados por uns 3 seguranças e uma bombeira dizendo que eles não poderiam circular pelo shopping . Não consigo descrever a raiva que senti ao ver os meus alunos todos fardados e identificados “presos” naquele cubículo do 2° piso simplesmente por serem alunos da escola pública, porque foi exatamente isso que aconteceu: PRECONCEITO!!! Pois haviam lá alunos com a farda do Farias Brito, do Teleyos, mas eles podiam circular livremente pelo shopping, mas os nossos alunos não. Indignei-me com aquela situação e fui lá com a coordenadora, perguntamos qual era problema, dissemos que eles iriam passear sim caso contrário iríamos chamar a polícia.

Os alunos passearam, merendaram, jogaram no Game Station, pois eles haviam se preparado financeiramente para aquele momento, mas, infelizmente, mesmo depois que conversamos com os seguranças e fizemos uma reclamação à administração do shopping, os alunos ainda sofreram constrangimentos por parte daqueles seguranças desalmados e mal treinados proibindo os meninos de usarem o elevador, tirar selfie. Um absurdo sem tamanho! Estou extremamente decepcionada com o treinamento que o shopping dá aos seus funcionários.

Para finalizar, quando estávamos indo embora, um aluno do 6° ano, uma criança de 11 anos de idade, olhou para mim e disse assim: – Tia, eu amei o cinema, eu nunca tinha vindo, amei o passeio; que pena que eles não gostaram muito da gente, né?! Vai ter outro, Tia?

Aquilo me doeu na alma. Olhei nos olhos dele, tão empolgados pela aquela nova experiência, e disse: – Nós não precisamos que eles gostem da gente! E, sim, vai ter outros sim! Eles vão ter que engolir o preconceito deles e nos aceitar! Vamos vir quantas vezes quisermos!

E um sorriso brotou naquele rosto tão inocente.

Francisco Djacyr Silva de Souza, professor

Outro lado

*Nota de Esclarecimento

O Shopping Parangaba vem a público esclarecer o fato ocorrido nesta última quinta-feira (27/10) nas dependências do empreendimento comercial.

A administração do empreendimento está em contato com todos os envolvidos para dialogar e esclarecer eventuais equívocos, além de oferecer uma nova visita aos alunos e professores.

Após uma análise criteriosa das imagens e apuração junto aos envolvidos, constatamos que os funcionários do shopping agiram no intuito de garantir a integridade física dos alunos.

O Parangaba possui uma postura de respeito e tolerância, além de manter parcerias com escolas municipais que permitem a todos o livre acesso ao lazer e à cultura em suas dependências.

O Shopping Parangaba se coloca à disposição para demais esclarecimentos no intuito de manter a transparência de seus negócios e o bom relacionamento com os clientes e moradores de Fortaleza.

STJ nega recurso da defesa de Lula sobre o tríplex do Guarujá

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, negou nesta quinta-feira (27) pedido para suspender as investigações sobre o apartamento tríplex, no Guarujá (litoral de São Paulo), que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na ação, a defesa de Lula alegou que houve irregularidades na decisão do juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato, ao devolver o processo para a Justiça de São Paulo, onde as investigações começaram.

Ao julgar o caso, o ministro entendeu que não houve ilegalidades na decisão e que o procedimento adotado obedeceu ao princípio da economia processual. “Tendo havido anuência, e não choque de entendimentos entre os julgadores em questão sobre o que caberia a cada um deles julgar, não há como falar em conflito de competência”, decidiu Dantas.

Em agosto último, Lula e sua esposa Marisa Letícia foram indiciados pela Polícia Federal por terem sido “beneficiários de vantagens ilícitas” na reforma do triplex e na guarda de bens do ex-presidente em um guarda-volumes.

(Agência Brasil)

CDL Jovem de Fortaleza ganhará festa de debutante

A Assembleia Legislativa realizará, na próxima terça, às 19 horas, a sessão solene em homenagem aos 15 anos de fundação da CDL Jovem Fortaleza. O ato ocorrerá no Plenário 13 de Maio e foi proposto pelos deputados Sérgio Aguiar (PDT) e Carlos Matos (PSDB).

Na ocasião, haverá homenageadas a personalidades que prestaram serviços relevantes a entidade nesse período.

DETALHE – A CDL Jovem Fortaleza é um fórum que fomenta debates sobre temas variados e do interesse da sociedade, além de promover visitas a empreendimentos econômicos e apoiar ações sociais. Tem a missão também de incentivar o surgimento de novas lideranças.

Michel Temer convoca presidentes do Senado, Câmara e do STF para discutir… segurança

carmen-lucia-renan

E aí, sai um abraço de amizade renovada nesta sexta-feira?

O presidente da República, Michel Temer, antecipou informações à imprensa na noite desta quinta-feira (27), em Brasília, sobre reunião com a ministra do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia; o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros; e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, nesta sexta-feira (28). A pauta do encontro é a segurança pública no País.

“Vamos começar a traçar um panorama da segurança pública no País e, a partir dele, vamos tentar apresentar soluções. Esta será a primeira reunião”, explicou o presidente durante a entrevista. “Será um momento muito significativo porque é a reunião dos três Poderes do Estado e outros órgãos que vão pensar juntos a segurança pública do País. É um tema angustiante para todo o povo brasileiro, por isso, nós todos temos que colaborar”, completou.

Também participam da reunião o procurador Geral da República, Rodrigo Janot; o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes; o ministro da Defesa, Raul Jungmann; o ministro da Secretaria de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen; e o diretor-Geral da Polícia Federal, Leandro Daiello.

(Site do Planalto)

VAMOS NÓS – Essa turma de Brasília pensa que o povo é ingênuo de acreditar em discussão sobre segurança. Ora, a crise entre os Poderes é o mote. Ou a briga explícita da presidente do STF, Cármen Lúcia, com Renan Calheiros, presidente do Senado – cada um mais corporativo do que nunca, foi teatrinho?

Professora da UFC ganha Menção Honrosa em Prêmio da Fundação Carlos Chagas

A professora Bernadete de Lourdes Ramos Beserra, da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará, recebeu Menção Honrosa na sexta edição do Prêmio Professor Rubens Murillo Marques, da Fundação Carlos Chagas, com o trabalho “A construção do olhar antropológico na formação docente”, baseado na experiência desenvolvida na disciplina Antropologia da Educação, do Curso de Pedagogia da UFC. A iniciativa, que tem por objetivo valorizar e incentivar projetos de ensino de professores de Licenciatura, concedeu dois prêmios e três menções honrosas às experiências mais inovadoras e criativas de todo o País.

“A partir da utilização de recursos da pesquisa antropológica no ensino da disciplina, entre os quais a observação participante e a escrita de diários de campo, produziu-se a desnaturalização do fenômeno dar/assistir aula e, em consequência, constatou-se que a exotização do familiar não apenas possibilita a constituição de uma forma específica de enxergar e lidar com o outro, como também de observar-se e lidar consigo próprio. Alcançou-se, assim, tanto o objetivo do aprendizado dos conteúdos da disciplina, como da reflexividade, habilidade esta indispensável a toda formação docente, particularmente a do futuro professor da educação básica”, comentou para o Site da UFC a professora Bernadete Beserra sobre seu trabalho.

Também receberam Menção Honrosa o professor Giovani José da Silva, da Universidade Federal do Amapá, que apresentou uma ótica inovadora no ensino de História por meio do projeto “Objetos biográficos de memória: reconhecendo-se como agentes históricos a partir de aulas de prática de ensino de História”, e o professor Luciano Bedin da Costa, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com o projeto “Lá fora também pode ser aqui: saberes significativos entre escola e universidade”.

Os premiados foram as professoras Maria Renata Duran e Ana Heloisa Molina, da Universidade Estadual de Londrina, que apresentaram trabalho sobre tecnologia e inclusão de deficientes visuais no ensino de História a partir da Literatura, bem como o Prof. Amadeu Moura Bego, do Campus Araraquara da Universidade Estadual Paulista, que recebeu o prêmio pela implementação de unidades didáticas multiestratégicas na formação inicial de professores de Química.

PRÊMIO EM DINHEIRO – O Prêmio Professor Rubens Murillo Marques é o único no Brasil voltado para a valorização dos docentes de Licenciatura. Os vencedores serão premiados com R$ 20 mil, publicação na coleção Textos da FCC, divulgação e troféu, e serão homenageados em cerimônia a ser realizada na instituição no dia 18 de novembro, em São Paulo.

Especialista dá dicas para o eleitor em clima de 2º turno

ADV-2015-2016-ISABEL-MOTA (1)

No próximo domingo (30), os eleitores de Fortaleza e Caucaia  vão novamente às urnas e escolher seu prefeito. É importante estar atento às regras eleitorais. A advogada eleitoralista Isabel Mota alerta para cuidados e normas a serem seguidas.

“A primeira dica é checar o local de votação e levar documento de identificação com foto no momento de votar”, explica. Isabel lembra que o voto é sigiloso e que deve ser feito reservadamente, sem permissão de entrar acompanhado na cabine. “Salvo em casos de pessoas com deficiência que precisem de algum auxílio”.

Outra restrição é não usar celular ou máquina fotográfica no momento da votação. “São proibidos equipamentos de radiocomunicação em geral ou qualquer instrumento que venha a comprometer a inviolabilidade do voto”, frisa Isabel. Mas ela alerta que é permitido o eleitor levar o número de seu candidato para consulta no momento de votar.

Fazer propaganda de boca de urna e arregimentar eleitores no dia da eleição são crimes e podem levar a prisão. “De acordo com a Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997 – http://migre.me/vm7C7), a punição pode ser de seis meses a um ano de detenção, com possibilidade de ser estabelecida pena de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, além de multa no valor de 5 mil a 15 mil ufir”, destaca Isabel.

“O uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata, e a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos também são vedados. As punições também valem para o eleitor que for flagrado praticando tais delitos”, diz.

Além disso, até o fim do horário de votação, às 17 horas, é vedado ato que se configure como manifestação coletiva, com ou sem uso de veículos, assim como aglomeração de eleitores usando vestuário padronizado. “Mas manifestações individuais, desde que silenciosas, são permitidas, como uso de bandeiras, broches e adesivos”, destaca a advogada.

“Uma novidade que faz referência direta às eleições em Fortaleza é que, em decisão tomada esta semana, o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE) decidiu autorizar o livre uso de vestimentas que expressem a decisão de voto do eleitor, sem que o mesmo sofra qualquer constrangimento por isso. Incluindo aquelas com imagens do Capitão América, que viraram polêmica no primeiro turno das eleições locais”, lembra a advogada.

Outra permissão para a data é a divulgação de pesquisa eleitoral de intenção de voto feita antes do pleito. E as de boca de urna poderão ser divulgadas a partir das 17 horas do domingo (Resolução n° 23.453/2015 do TSE – http://migre.me/vm7Hi).

A última dica da advogada eleitoralista é para os que vão precisar justificar o voto. “Para o eleitor que não puder votar no dia, um formulário de justificativa é disponibilizado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no próprio site do órgão (http://migre.me/vm7ze) ou em pontos de distribuição (http://migre.me/vm7AU), cujo endereço também pode ser consultado no site. O formulário deve ser entregue no domingo em qualquer local de votação em que eleitor esteja. É importante lembrar que quem vai justificar também precisa portar número do título de eleitor e documento de identificação com foto”, afirma.

Isabel Mota

*Advogada cearense, especialista em Direito Eleitoral. Sócia-proprietária da Mota Advogados Associados, atua prioritariamente nas áreas do Direito Eleitoral, Administrativo e Municipal. Uma das fundadoras e conselheira fiscal da Academia Brasileira de Direito Eleitoral de Político (Abradep); participou da criação e é membro da Instituição Brasileira de Direito Público (Ibdpub).

Desembargador diz que R$ 100 mil é valor exorbitante para indenizar mães de filhos assassinados

O desembargador Augusto Guilherme Diefenthaeler, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, afirmou, nessa quarta (26), que R$ 100 mil é um valor exorbitante para indenizar as mães de três jovens do morro da Providência, no Centro do Rio, assassinados após serem entregues a traficantes por militares.

O desembargador disse ainda que não se pode presumir a dor de uma mãe ao perder o filho. As famílias processam a União pelo crime.

O caso aconteceu no dia 14 de junho de 2008, quando Marcos Paulo da Silva (17 anos), Wellington Gonzaga Costa (19 anos) e David Wilson Florença da Silva (24 anos), foram abordados por 11 militares sob o comando do tenente Vinícius Ghidetti de Moraes.

Os três foram sequestrados pelos homens do exército. Levados para o morro da Mineira, também no Centro, foram entregues para traficantes de uma quadrilha rival. Os bandidos torturaram os jovens até a morte.

(Veja Online)

Oi inaugura loja no Shopping RioMar Presidente Kennedy

oiii

A mais nova loja própria da Oi em Fortaleza está localizada no Shopping RioMar Presidente Kennedy. Ali, 12 pessoas, especialmente treinadas para oferecer atendimento completo ao cliente, já estão na ativa.

No Ceará, a Oi tem lojas próprias também no North Shopping Jóquei, no Parangaba Shopping, no North Shopping Fortaleza, no Shopping Iguatemi, no Via Sul Shopping, na Rua Barão do Rio Branco (Centro), na Avenida. Santos Dumont (Aldeota), no Shopping RioMar Papicu e nos municípios de Juazeiro do Norte (Cariri) e Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza).

As lojas próprias do Ceará contam com oferta de serviços convergentes da Oi: telefonia fixa, móvel, internet e Oi TV. A iniciativa de atuar com pontos de venda próprios objetiva, segundo a Oi, proporcionar aos seus clientes experiência de alta qualidade e maior conforto.

no atendimento, reforçando assim os principais atributos de marca da companhia, como Inovação, Qualidade, Convergência, Presença e Força no Mercado. As lojas próprias têm foco na oferta de soluções completas, que incluem atendimento, vendas e pós-vendas, degustação dos serviços estabelecendo um canal próximo e direto.

DETALHE – A Oi transformou o layout de sua loja própria no North Shopping Fortaleza (Bairro São Gerardo), ampliando também as posições de atendimento. A reinauguração deverá acontecer no dia 1º de novembro.

(Foto – Divulgação)

Capitão Wagner votará às 9 horas de domingo

capitaoa

O candidato a prefeito de Fortaleza, deputado estadual Capitão Wagner (PR), vai vota neste domingo, às 9 horas, na Zona 117, seção 58 do Colégio Lima Nogueira, (Rua Júlio Braga, 1117, Bairro João XXIII).

Segundo a assessoria de imprensa do Capitão Wagner, ele aguardará o resultado do pleito no Comitê Central, na avenida Barão de Studart, 2983, ao lado de familiares, amigos e apoiadores da campanha. Ele deve chegar ao comitê às 19 horas.

(Foto – Divulgação)

MPF do Ceará – Unidades funcionarão normalmente nesta sexta-feira

As unidades do Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) funcionarão normalmente na sexta-feira, 28 de outubro, quando se comemora o Dia do Servidor Público. No MPF/CE, o feriado foi transferido para a segunda-feira, 31 de outubro.

Com a mudança no feriado, as unidades do MPF em Fortaleza, Crateús, Itapipoca, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte e Sobral não funcionarão nos dias 31 de outubro e 1º e 2 de novembro, havendo plantão para atender casos considerados urgentes.

Os feriados dos dois primeiros dias de novembro seguem calendário de funcionamento da Justiça Federal, cuja organização é regida pela Lei nº 5.010, de 30 de maio de 1966, que também fixa as datas em que não haverá expediente.

(Site do MPF/CE)

13º salário – Pagamento vai trazer R$ 197 bilhões de volta para a economia

A economia brasileira deverá receber aproximadamente R$ 197 bilhões devido ao pagamento do décimo terceiro salário. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), isso significa a movimentação de cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB). O rendimento, com valor médio de R$ 2.192, deverá ser pago a 84 milhões de trabalhadores.

Em comparação com 2015, o montante significa um crescimento de 8,2% sobre os  R$ 182 bilhões pagos no ano passado. Considerando apenas os trabalhadores formais ativos, há uma queda de 3,4% em relação ao que foi pago no último fim de ano.

Para fazer a estimativa, o Dieese utiliza os dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Também são levados em consideração os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da Previdência Social e da Secretaria do Tesouro Nacional.

Dos beneficiados com o pagamento do salário extra, aproximadamente 33,6 milhões (39,9% ) são aposentados ou pensionistas da Previdência Social. Essas pessoas devem receber R$ 41,3 bilhões, o que representa 21% do valor que será pago.

Os empregados formais respondem por 58,9% dos que receberão o décimo terceiro, um total de 49,5 milhões de pessoas. Esse grupo será destinatário de 68,5% dos recursos que serão injetados na economia pelo pagamento da remuneração de fim de ano, um total de R$ 134, 7 bilhões. Estão incluídos os empregados domésticos, que representam 2,5% dos trabalhadores e 1,1% do valor dos pagamentos.

Os aposentados pelo regime próprio da União são 1,2% dos beneficiados – 982,2 mil pessoas. Essa parcela receberá 4,2% dos recursos – R$ 8,2 bilhões.

(Agência Brasil)

Setor hoteleiro e de alimentação debaterá cenários atuais da economia

manuelcarcdoso

O Sindicato dos Hotéis do Ceará e o Sindicato dos Restaurantes, Bares, Barracas de Praia e Buffets do Estado, em parceria com o Sebrae, promoverão encontro que debaterá o tema “Ameaças e Oportunidades do Ambiente Legal para Empresas de Hospedagem e Alimentação.

O evento ocorrerá no próximo dia 7, a partir das 9 horas, no Jangadeiro Praia Hotel, situado na Praia do Presídio, em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza). O conferencista é Ricardo Rielo, da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA).

As informações são do presidente do Sindhoteis/CE e vice da FBHA, Manuel Cardoso Linhares.

SERVIÇO

*Mais Informações – 985) 3458 1489.

 

Ednilo Soárez lança “Náufragos do Porto”

65 2

ednilo_soarez_-_stille_2

O escritor e educador Ednilo Soárez lançará nesta quinta-feira, às 18 horas, seu sexto livro: “Náufragos do Porto”. O lançamento acontece na rua Agerson Tabosa, que fica ao lado da Faculdade 7 de Setembro, no bairro Luciano Cavalcante.

“O livro é produto de três fontes: as histórias que vivi, as histórias que vivi e romanceei, e as histórias que eu apenas romanceei”, explica o autor, que é também diretor acadêmico do Colégio e da Faculdade 7 de Setembro. São15 histórias passadas na região do Porto do Mucuripe e inspiradas em pequenos e grandes fatos da vida cotidiana.

SERVIÇO

*Preço do livro: R$50

*Todo o valor apurado com a venda dos livros durante seu lançamento será revertido em benefício da Santa Casa de Misericórdia.

 

Sergio Moro manda desbloquer quase R$ 60 mil da conta de Palocci

foto-sergio-moro-juiz-deferal

O juiz federal Sergio Moro atendeu ao ex-ministro Antonio Palocci (PT) e autorizou o desbloqueio de quase 60 mil reais da conta da empresa Projeto Consultoria Empresarial e Financeira Ltda, que pertence ao petista.

O dinheiro é para o pagamento dos funcionários relativo ao mês de setembro.

Moro deixou claro que o desbloqueio decorre de “mera liberalidade” e “desta única vez”.

Conjunto Ceará será local do último comício pró-reeleição do prefeito Roberto Cláudio

rccc

O governador Camilo Santana (PT) e o ex-governador Cid Gomes (PDT) vão estar, nesta noite de quinta-feira, no Polo de Lazer do Conjunto Ceará, ao lado de Roberto Cláudio (PDT).

Segundo a assessoria de imprensa do candidato,  para o último comício da campanha pró-reeleição do prefeito de Fortaleza.

(Foto – Divulgação)

Capitão Wagner – “É preciso aliar guarda armada com tecnologia”

269 1

eleições 2016 fortaleza nordestv 06 capitão wagner

Dados da ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal colocaram Fortaleza como cidade mais violenta do Brasil em 2015, com uma taxa de 60,6 homicídios por 100 mil habitantes  – é a 12ª colocada nesse ranking no mundo, segundo esses números.

A segurança se tornou protagonista na eleição da capital do Ceará, setor que é de responsabilidade principal do Estado. Capitão reformado da Polícia Militar, o deputado estadual Wagner Souza Gomes, 37, conhecido como Capitão Wagner (PR), em entrevista à Folha prometeu armar a guarda municipal para tentar diminuir a violência.

Ele aparece atrás na última pesquisa Datafolha, do dia 22 de outubro, encomendada pelo Jornal O POVO. O atual prefeito Roberto Claudio (PDT), que tenta a reeleição, obteve 45% das intenções de voto para o segundo turno, contra 36% de Capitão Wagner.

Folha – O senhor acredita que armar a guarda municipal diminuiria a violência em Fortaleza?

Capitão Wagner – É preciso aliar uma guarda municipal treinada, bem preparada e armada com o uso da tecnologia. Em cidades como São Bernardo do Campo (SP), por exemplo, o radar identifica carros roubados, que aciona uma central e a polícia ou a guarda municipal podem procurar e abordar esse veículo. Essa integração é fundamental.

Folha – Os guardas terão um treinamento para utilizar as armas de fogo?

Temos que ter responsabilidade em armar a guarda, nem todos terão acesso. Temos que ver a condição técnica e psicológica. O cara pode ser atirador de elite, mas se não tiver condições [psicológicas] não entregaremos as armas. O pessoal acha que vai armar e vai aumentar os problemas. Hoje os guardas já usam armas não letais, e temos alguns problemas de pessoas machucadas. A questão é quem pode usar.

Folha – Depois de focar principalmente em segurança, o senhor também voltou suas atenções para a saúde no segundo turno. A promessa é melhora no abastecimento de medicamentos. A prefeitura terá recursos para isso?

Hoje você entra em alguns prédios novos, vai ali na sala do dentista, e está tudo bonito, cadeira nova, ar condicionado, mas o dentista e seu assistente não tem luva, gaze, massa para a obturação. Falta o básico para os postos funcionarem. Temos que alocar melhor o dinheiro, e antes de construir novos postos, colocar para funcionar bem aqueles que existem.

Folha – O senhor prometeu regularizar o Uber, aplicativo de que tem como motoristas pessoas que muitas vezes utilizam o próprio carro para transportar os passageiros. Não teme perder o apoio dos taxistas?

Abrimos o diálogo entre os taxistas e os motoristas do Uber. E justamente para evitar essa guerra que queremos regulamentar. Porque aí a gestão mantém o controle sobre quantos veículos Uber estão na rua, quem são os motoristas. É bom para a concorrência. Hoje o taxista tem muito ‘rendeiro’, o cara aluga a vaga e paga uns R$ 3.000 por mês. Aí ele não consegue concorrer com o Uber. Vamos desonerar os taxistas para concorrer com o Uber.

Folha: O senhor tem o apoio de dois importantes nomes da política cearense, os senadores Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati (PSDB). A coligação o fez ter um bom tempo de TV, mas o senhor diz que não conseguiu levantar tanto dinheiro quanto o rival. Por que não houve menos interessados em doar?

Minha primeira campanha [para deputado estadual em 2010] foi financiada pela categoria [Polícia Militar]. Pelo contrário, até brinquei com os dois [Eunício e Tasso] que estão dificultando, porque são dois empresários bem-sucedidos e dois senadores, e, portanto, acham que o Capitão está surfando no dinheiro. Mas não, não tivemos campanha abastada e o tempo de TV nos ajudou a avançar [no início de setembro a campanha havia arrecadado R$ 1,7 milhão, contra R$ 3,8 milhões de Roberto Claudio].

Folha – Hoje o PMDB e o PSDB de seus aliados locais estão no comando do governo federal. Como vê que isso pode ajudar em sua eleição e no seu mandato caso vença?

O Tasso e o Eunício serão os meus links em Brasília -além do Tasso me ajudar na área mais nobre da cidade, que tem preconceito por eu ter vindo da periferia e ser policial militar. Temos que esquecer o impeachment [de Dilma Rousseff], já temos um presidente novo [Michel Temer], está definido. E o gestor tem a função de procurar esse presidente e buscar recursos para Fortaleza. E temos dois senadores ligados ao governo federal que vão nos ajudar. Meu adversário tem dois padrinhos políticos [os irmãos e ex-governadores do Ceará Cid e Ciro Gomes] que odeiam o presidente, o que pode atrapalhar essa relação.

Folha – A relação do senhor com os irmãos Ferreira Gomes é conturbada desde que, em 2011, comandou paralisação da Polícia Militar [por remuneração e melhores condições de trabalho], quando foi até criticado [Cid Gomes era o governador]. Como avalia hoje aquela atitude?

A maneira como eles [governo] conduziram gerou uma liderança natural. Não houve um disparo de arma de fogo, foi pacífico. Se eu não tivesse sangue no olho ali, teriam me destruído. Mas a exposição da grande mídia, naquele momento, impulsionou minha candidatura [foi eleito vereador de Fortaleza em 2012].