Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Nada justifica a selvageria repressiva contra multidão pacífica e desarmada

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (28):

Causou repúdio, na consciência democrática, o massacre a que foi submetida, na última quarta-feira (24), uma passeata pacífica de mais de 100 mil trabalhadores, em Brasília, que apenas exerciam o direito constitucional de livre manifestação.

Protestavam contra a perda de direitos e pediam a escolha de um novo governo através de eleições diretas. A iniciativa da violência partiu da Polícia. Ainda que fosse verdade que alguns adolescentes teriam avançado além do limite territorial delimitado, bastaria aos policiais terem isolado eventuais afoitos.

O que aconteceu, no entanto, foi um absurdo em termos de segurança: a investida contra uma multidão pacífica e desarmada (mais de uma centena de milhar de pessoas), com balas de borracha, gás pimenta e cavalaria, no melhor estilo nazista. Poderiam ter isolado eventuais black blocs (estranhamente sempre utilizados para “melar” manifestações pacíficas). Provocadores colocados por serviços de inteligência? Não seria novidade, dado o que está em jogo. Nada justifica a selvageria repressiva que se seguiu.

O mais potencialmente perigoso para a saúde das instituições foi a convocação ilegal das Forças Armadas contra eventuais manifestantes. Ora, essa é tarefa para a Polícia.

Houve polêmica sobre o pai da iniciativa. Na confusão com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o governo acabou assumindo pra si e isentou o deputado. Há quem mencione o general linha-dura Sérgio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional. Ele teria mexido os pauzinhos para trazer os militares para a linha de frente, de novo (pois ocupada uma cabeça de ponte, sempre é mais difícil para os milicos largá-la depois).

Contudo, o bom senso democrático do general Villas Boa, comandante do Exército, não se deixou seduzir pela sereia golpista. E Temer teve de “desconvocar” os militares.

2 a 1 – Fortaleza mantém tabu sobre o Salgueiro e entra no G4

O Fortaleza derrotou o Salgueiro, na noite desse sábado (27), no estádio Cornélio de Barros, no Sertão de Pernambuco, a 518 quilômetros de Recife, por 2 a 1, e assegurou presença no G4 do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time cearense manteve o tabu de nunca ter sido derrotado pelo Salgueiro, em nove confrontos.

O Fortaleza volta a campo no próximo sábado (3), no estádio Presidente Vargas, contra o ASA/AL.

Merkel classifica discussão sobre clima no G7 como “muito insatisfatória”

A chanceler alemã, Angela Merkel, qualificou nesse sábado (27) como “muito insatisfatória” a discussão sobre o acordo contra a mudança climática feita ao longo da Cúpula do G7 na cidade italiana de Taormina.

“Foi muito difícil e muito insatisfatória a discussão geral sobre o tema do clima”, avaliou Merkel em declarações à imprensa ao final do encontro, no qual todos os participantes, exceto os Estados Unidos, reiteraram o compromisso de implementar “rapidamente” o Acordo do Clima de Paris.

“Isso significa que por enquanto não há nenhum sinal de que os Estados Unidos permanecerão no Acordo de Paris ou não. O fato de não ter sido possível conseguir avanços aqui é naturalmente uma situação na qual temos que dizer que um acordo internacional importante simplesmente não recebe apoio. Este não é um acordo qualquer. É um acordo básico para dar forma à globalização”, lamentou Merkel.

De acordo com a chanceler, a sessão desse sábado do G7 começou com uma reunião prévia com representantes de cinco países africanos, encontro que considerou “muito positivo”.

“Os países africanos deixaram muito claro que a mudança climática é de uma importância essencial para eles, assim como também o financiamento. E quando pensamos nos pequenos Estados-Ilha, cuja existência depende disso, percebemos a importância do acordo sobre o clima. Ainda não tivemos uma posição comum aqui, mas deixamos muito claro que não abdicamos das nossas posições”, insistiu Merkel.

Segundo a declaração final do G7, os chefes de Estado e governo de Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão e Reino Unido e os presidentes da Comissão Europeia e do Conselho Europeu disseram entender que Washington não está em condições de se juntar à iniciativa no momento.

(Agência Brasil)

Mulher do dono da JBS diz que passa “momentos difíceis” e dá adeus às redes sociais

A mulher de Joesley, dono da JBS, Ticiana Villa Boas, decidiu se afastar da internet. Isso, depois de ser muito criticada e atacada. Para comunicar de sua decisão, a apresentadora postou uma mensagem em seu perfil no Facebook nesta sexta-feira, dirigida aos fãs, seguidores e amigos, dizendo que vai se afastar da internet.

“Eu e minha familia estamos passando por momentos difíceis. Não estou forte nem preparada ainda para falar do assunto. Vou passar um período fora das redes sociais para nos resguardar. Espero que entendam. Um beijo com carinho.” – postou Ticiana no face.

Muitos internautas criticaram fortemente a postagem e ironizaram o fato de Ticiana dizer que está sofrendo, quando anteriormente fez outras divulgações, esbanjando fartura e divulgando as festas de seu casamento milionário. Mesmo assim, outros lhe desejaram força nesse momento difícil.

Homem espanca e mata bebê de 11 meses em Lavras da Mangabeira

O servente de pedreiro Iarley Mendonça de Souza, de 32 anos, natural de Cajazeiras (PB), matou brutalmente a bebê Gabriela Aparecida Duarte da Silva, de 11 meses, por espancamento. O crime aconteceu em Lavras da Mangabeira, nesta sexta-feira, 26, no Centro do município.

Depois de praticar a violência, o acusado entregou Gabriela agonizando nas mãos da tia, Ana Rita Gomes Duarte, de 30 anos, e fugiu, sendo preso em seguida. A criança foi socorrida às pressas e encaminhada ao hospital, porém, não resistiu à gravidade da violência.

O corpo da criança foi encaminhado de Lavras da Mangabeira para ser necropsiado na Perícia Forense de Iguatu (Foto: Leitor via WhatsApp)

Iarley foi conduzido à Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu, onde foi autuado pelo delegado Ariel Alves de Freitas por homicídio qualificado. O suspeito está preso em uma cadeia da Região Centro-Sul. A Polícia não informa o local onde ele está preso por medida de segurança.

Segundo a Polícia Civil do Estado do Ceará, o fato ocorreu no centro da cidade. Moradores acionaram uma viatura da PM e informaram que na Rua Padre Raimundo Augusto um homem havia jogado uma criança contra a parede.

No local, os policiais constataram a veracidade da denúncia e socorreram imediatamente a vítima para uma unidade de saúde da região, onde a criança morreu. Além das lesões provocadas pelo impacto, a bebê também apresentava mordidas pelo corpo.

O homicida foi localizado ainda nas proximidades e não esboçou reação durante a prisão. Ele foi encaminhado para a unidade regional de Polícia Civil, onde foi indiciado em flagrante por homicídio.

A mãe da criança é deficiente visual e será ouvida nos próximos dias pela Polícia.

(O POVO Online)

Salgueiro nunca venceu o Fortaleza, mas acredita no fim do tabu para se manter no G4

Sem nunca ter vencido o Fortaleza, o Salgueiro acredita no bom entrosamento do time no Campeonato Pernambucano para vencer a equipe cearense, neste sábado (27), a partir das 20 horas, no estádio Cornélio de Barros, no Sertão de Pernambuco, a 518 quilômetros de Recife.

O jogo é válido pela terceira rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. As duas equipes já se enfrentaram oito vezes, com seis vitórias para o Fortaleza e dois empates. O Salgueiro ocupa a terceira colocação na tabela, duas posições à frente do time cearense.

Finalista do Campeonato Pernambucano deste ano, quando no próximo dia 18 faz a última e decisiva partida contra o Sport, o Salgueiro manteve todo o time que disputou o estadual.

Fora de casa, Ceará bate Náutico e vence primeira na Série B

Mostrando melhor nível técnico e mais entrosamento que o adversário, Ceará aproveitou a chance contra um Náutico apático para, enfim, triunfar, por 2 a 0, pela primeira vez na Série B do Campeonato Brasileiro deste ano. Com gols de Roberto e Felipe Menezes, o Vozão espantou o que poderia ser a terceira rodada sem marcar e sem vencer; rompeu tabu de 13 anos sem derrotar o Timbu fora de casa; chegou aos quatro pontos e saltou, até agora, para a décima colocação na tabela.

Após um breve começo mais disputado, Timbu e Vovô mostraram diferenças técnicas – mesmo vindo de campanhas na Segundona semelhantes, sem êxitos e sem gols, até então. Mais entrosado, ainda que visitante, o Ceará impôs ritmo e dominou a posse de bola. Em sua estreia, Elton virou referência à frente do time e alternava com Magno Alves a posição central do ataque alvinegro. A estratégia, talvez para confundir a marcação, deu ao time de Porangabuçu boa movimentação. Mas faltou agressividade para chegar ao tento ainda no primeiro tempo.

Já pelo Náutico, a tática era aguardar o contra-ataque, o quase deu certo aos 38 minutos. Erick recebeu a bola, quase na pequena área do Ceará; sem alternativa, Éverson saiu do gol e cometeu o pênalti. Encantado, o Timbu desperdiçou a chance de abrir o placar. Anselmo chutou muito acima do gol do arqueiro. Erick, principal homem do time pernambucano, ainda saiu contundido antes do intervalo.

A segunda etapa começou com a posse de bola mais equilibrada, mas os times seguiam sem muita criatividade. O jogo começou a mudar de figura a partir dos 16 minutos, quando o Vovô conseguiu emplacar uma sequência de jogadas perigosas.

No primeiro lance da pressão, Magno Alves encontrou Elton livre na grande área, que finalizou pela direita de Jéfferson, mas o zagueiro Manoel conseguiu desviar de barriga para o escanteio. O tiro de canto foi uma nova boa oportunidade. Aos 18, Luiz Otávio subiu e acertou cabeçada. Jefferson salvou o Timbu na ponta dos dedos.

O arqueiro do time da casa ainda impediu o encontro da bola com as redes mais uma vez. Na falta de criação do meio de campo alvinegro, Magno Alves assumiu a distribuição, e, aos 22 minutos, entregou a redonda para Roberto, que passava pela direita. O atacante invadiu a área e bateu cruzado. O goleiro conseguiu desviar e a bola ainda bateu na trave.

Na quarta chance seguida, o Ceará, enfim, aos 29 minutos, desencantou e balançou as redes – a primeira vez nesta Série B. Após cruzamento de Romário, Elton furou, mas a bola sobrou para Roberto, que dessa vez não desperdiçou. Sacramentando a vitória, Felipe Menezes, aos 42, ainda dilatou o placar, num golaço de fora da área.

(O POVO Online)

Camilo visita obra que deverá abrigar pesquisas da Fiocruz no Ceará

O governador Camilo Santana (PT) participou nessa sexta-feira (26) de uma visita à obra que deverá abrigar a unidade da Fundação Oswaldo Cruz a ser instalada no Ceará ainda neste ano. Os trabalhos se aproximam dos 100% de execução.

“O Ceará tem uma expertise muito grande na área da Saúde. Esse polo é onde nós estamos recebendo uma das instituições mais conceituadas do mundo, que é a Fiocruz. O prédio vai ser um grande centro de formação de pesquisa, não só para o Ceará, mas para o Brasil inteiro. Então isso é geração de emprego, é desenvolvimento de pesquisa, qualificação da saúde pública e privada, e também fazer do Ceará referência nesta área de saúde”, afirmou o governador.

Defesa diz que Aécio nunca usou bloqueador de celulares encontrado pela PF

A defesa do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) divulgou neste sábado (27) nota em que afirma que os documentos e materiais apreendidos pela Polícia Federal na casa do tucano não comprometem a atuação parlamentar dele. Em relatório apresentado à Justiça, nessa sexta-feira (26), a PF informou que encontrou um bloqueador de sinal telefônico, uma lista de indicações para cargos federais e anotações manuscritas, dentre elas a inscrição “cx2”, nas operações de busca e apreensão realizadas na semana passada na casa e no gabinete do senador.

Em comunicado divulgado pelo PSDB e assinado pelo advogado Alberto Toron, a defesa de Aécio afirma desconhecer a inscrição “cx2” e aguarda ter acesso ao papel para fazer a defesa. Em relação ao aparelho de bloqueio de celulares, o advogado diz que ele foi oferecido ao tucano em 2014, durante a campanha presidencial, mas que nunca foi usado pelo mineiro.

“Todas as campanhas das quais participou o senador ocorreram em absoluto respeito à legislação vigente. Por isso, repudiamos com veemência ilações apressadas que vêm sendo feitas sobre os citados documentos e aguardamos acesso a eles para que todos os esclarecimentos sejam feitos e eventuais dúvidas sanadas”, diz trecho da nota.

Sobre um dos quadros apreendidos pela PF, do pintor Portinari, a defesa de Aécio Neves disse que ele foi feito para o presidente Tancredo Neves, em 1961, e que está na família há quase 60 anos.

Em 18 de maio, atendendo a mandados expedidos pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), a PF realizou operações de busca e apreensão na em imóveis de Aécio Neves em Brasília, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte.

Além do bloqueador de telefone, no apartamento do senador, no Rio de Janeiro, foram apreendidos 15 obras de arte, diversos documentos, entre os quais um papel azul com senhas, além de diversos comprovantes de depósitos e anotações manuscritas, entre as quais constava a inscrição “cx2”.

No gabinete do senador, foram apreendidas planilhas com supostos nomes de indicados para cargos federais, com referência aos partidos que fizeram as indicações e à remuneração, além de uma agenda com marcação de reuniões com Joesley Batista e uma folha manuscrita com dados da empreiteira Odebrecht. Os celulares do senador também foram levados pelos policiais.

(Agência Brasil)

Rodrigo Rocha Loures negocia delação

Temer, sob olhares de Loures, num passado recente.

No médio prazo, o destino do presidente Michel Temer está atrelado a outra figura. o deputado federal Rodrigo Rocha Loures, de fato, iniciou negociações para uma delação.

Entre outras revelações, Rocha Loures pode contar sua atuação em favor do Grupo Rodrimar, alvo de buscas da Polícia Federal, na área de Portos.

No governo Dilma, ele usava o nome de Temer para defender interesses dessa empresa.

Zona do rebaixamento – Náutico e Ceará buscam primeira vitória na Série B

Com os dois times na zona do rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro, Náutico e Ceará fazem neste sábado (27), na Arena Pernambuco, a partir das 16h30min, o jogo para ver quem reage na competição e quem já começa a ser “assombrado” pela Série C. As duas equipes ainda não venceram na competição.

A partida também marca o encontro do treinador alvinegro Givanildo Oliveira com o seu último clube. A passagem do treinador pelo Náutico foi marcada pela dramática derrota para o Oeste, por 2 a 0, na última rodada da Série B do ano passado, quando o time pernambucano jogava pelo acesso à Série A, enquanto a equipe paulista buscava fugir do rebaixamento para a Série C. Mais de 25,5 mil pagantes conferiram o vexame em plena Arena Pernambuco.

Prestes a completar 70 anos de idade, o ex-volante do Corinthians e da Seleção Brasileira nunca treinou uma grande equipe de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Minas Gerais ou do Rio Grande do Sul. Givanildo, no entanto, conhecido como o “rei do acesso”, já comandou todos os grandes times das regiões Norte e Nordeste.

Com consentimento dos EUA, G7 assume compromisso de combater protecionismo

Os líderes do G7, reunidos na cidade italiana de Taormina, neste sábado (27), se comprometeram a combater o protecionismo após os Estados Unidos terem superado suas reticências a incluir esta menção na declaração final da cúpula.

“Reiteramos o nosso compromisso de manter os nossos mercados abertos e lutar contra o protecionismo, enquanto nos mantemos firmes contra todas as praticas comerciais injustas”, diz o documento de seis páginas, composto por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido.

Os países reconhecem que “o comércio e o investimento livres, justos e mutuamente benéficos, ao mesmo tempo em que criam benefícios recíprocos, são motores essenciais do crescimento e da criação de emprego”, aponta o texto.

O G7 reconhece na declaração final que o comércio “nem sempre funcionou em benefício de todos” e se compromete a “adotar políticas apropriadas de modo que todas as empresas e cidadãos possam aproveitar ao máximo as oportunidades oferecidas pela economia global”.

Além disso, o grupo ressalta a importância do sistema comercial internacional “baseado em regras” e se compromete a “melhorar o funcionamento da Organização Mundial do Comércio” para assegurar que todos os integrantes cumpram as normas.

Os líderes do G7 também exigiram “esforços coordenados a nível nacional e internacional” para a gestão do fluxo migratório, ao mesmo tempo em que defenderam “o direito soberano de controlar” as fronteiras.

(Agência Brasil)

Cid admite disputar o Senado e diz que Camilo é candidato a reeleição

557 4

O ex-governador do Ceará e ex-ministro Cid Gomes (PDT) disse, neste sábado (27), em Itarema, no Noroeste do Estado, a 204 quilômetros de Fortaleza, que deverá disputar o Senado nas eleições do próximo ano. Segundo Cid Gomes, o Congresso Nacional precisa de políticos honestos e que trabalhem em nome da população.

Cid comandou encontro regional do PDT, o quarto que o partido realizou neste ano. Durante o encontro, o ex-governador reafirmou que irá processar o empresário Wesley Batista, da JBS, após o diretor da empresa ter declarado à Justiça que doou dinheiro ao então governador do Ceará para a campanha de Camilo Santana (PT) nas eleições de 2014 em troca de R$ 111 milhões de créditos fiscais.

Ainda sobre as eleições do próximo ano, Cid Gomes reiterou que Camilo Santana (PT) é o nome que o PDT apoiará para a reeleição, dentro da coligação PT/PDT no Estado. Ciro Gomes é o nome para a presidência da República, lembrou o ex-governador.

O deputado federal André Figueiredo, presidente do PDT no Ceará, chegou a ter nome lembrado por Cid para disputar a segunda vaga da coligação para o Senado. O ex-governador declarou que o partido precisa ocupar mais espaços na política nacional.

Além de Cid Gomes e André Figueiredo, o evento contou ainda com as presenças do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Zezinho Albuquerque; do secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará, Josbertini Clementino; do prefeito de Itarema, Elizeu Monteiro; de parlamentares e de outras lideranças políticas da região.

(Foto – Divulgação)

Conta de água ficará em média 12,9% mais cara

A partir do dia 26 de junho, os consumidores vão pagar mais pelos serviços de água e esgoto no Ceará. O reajuste das tarifas da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), cuja revisão média é de 12,9%, foi aprovado pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará (Arce), para os municípios do interior; e pela Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (Acfor), para Fortaleza. Ao todo, são 151 municípios atendidos pela empresa no Estado.

Segundo o presidente da Cagece, Neuri Freitas, a revisão tarifária é realizada anualmente e veio tarde, já que o normal é a aplicação até abril. O cálculo do reajuste, diz, leva em conta os custos de produção e operação da empresa ao longo do ano passado. “São muitos os custos onerados pela situação hídrica que estamos vivendo e ainda houve reajuste de diversos insumos que a companhia utiliza. Precisamos deixar a operação dentro de um padrão aceitável”, justifica.

Acrescenta que o aumento é medida preventiva para não gerar prejuízos drásticos aos clientes e à própria companhia.

A recomposição de preço de 12,90% vai atingir de forma linear todas as categorias e faixas de consumo. Porém, seguindo a estrutura adotada pela Cagece, as tarifas são definidas conforme categoria e demanda. Ou seja, quem consome mais, paga mais, e vice-versa. O objetivo de tal estrutura, acrescenta Neuri, é “não incentivar o consumo (excessivo) de água”.

Na categoria residencial normal, em que a faixa de consumo mensal fica acima de 50 metros cúbicos, por exemplo, a tarifa do metro cúbico de água será de R$ 13,39 e a de esgoto R$ 14,72. Este último valor é o mais alto da tabela.

(O POVO)

Trump promete decisão final sobre acordo de Paris para a próxima semana

Antes de deixar a Itália, neste sábado (27), em sua viagem de volta aos Estados Unidos, o presidente Donald Trump disse no Twitter que vai tomar uma decisão quanto ao acordo de Paris, sobre a luta contra as mudanças climáticas. “Eu vou tomar minha decisão final sobre o Acordo de Paris na semana que vem”, escreveu.

Nessa sexta-feira (26), os líderes do G7, grupo formado pelas sete maiores economias do mundo, não chegaram a um consenso nesta sobre o tema, porque os Estados Unidos (EUA) estão reavaliando sua posição sobre o tema.

Internamente, após assumir o mandato, Donald Trump revogou a legislação aprovada durante a gestão de Barack Obama para diminuir a emissão de gases do efeito estufa na atmosfera, eliminando restrições para a indústria energética.

Funcionários da diplomacia norte-americana disseram à imprensa que cobriu a reunião do G7 que o norte-americano está mudando de posição sobre a luta das mudanças climáticas. Anteriormente ele dizia que o aquecimento global, causado pela emissão de gases de efeito estufa, é uma farsa. Na campanha, Trump dizia que iria retirar o país do acordo, caso fosse eleito.

Trump chegou a assinar ordens executivas que revogaram os limites à emissão de gases pelas termoelétricas, o que limitava a produção energética.

(Agência Brasil)

O persistente problema dos monturos de lixo

Editorial do O POVO deste sábado (27) cobra o endurecimento das regras urbanas relacionadas à manutenção de calçadas e terrenos, diante do uso desses espaços no descarte irregular de monturos. Confira:

Dois anos após instituir um conjunto de medidas, que incluíram mudanças na legislação, visando mudar de forma radical o relacionamento da Cidade com os resíduos sólidos, é possível afirmar que a Prefeitura ainda está longe de alcançar esse objetivo. Reportagem publicada ontem no O POVO Online concluiu que os problemas persistem e que Fortaleza convive com cerca de 1.300 pontos de lixo em ruas, calçadas e terrenos baldios.

Ao lançar o projeto, a Prefeitura acertou ao focar nos chamados grandes geradores de lixo. Esta é também a parte mais fácil. Afinal, identificar pessoas jurídicas que geram resíduos sólidos e os descartam de maneira irregular é tarefa que depende basicamente de fiscalização corriqueira e de multas para as empresas que não se adequarem. A lei aprovada permite até cassar o alvará de funcionamento das desobedientes, mecanismo que desestimula a reincidência.

É fato que a Prefeitura também agiu corretamente quando multiplicou e deu mais eficiência aos ecopontos (estruturas para receber recicláveis em parceria com a iniciativa privada), deu mais eficiência à gestão no setor e fiscalização mais adequada. Cite-se que ainda há outras ações que serão lançadas no âmbito do projeto “Gestão Integrada de Resíduos Sólidos”. É o caso do Ecopolos, que vai se tornar ponto de recepção de descartes de maior porte, como utensílios domésticos.

Porém, há a clareza de que a Prefeitura precisa ir além. Sabe-se que o maior gerador dos chamados “monturos” é o lixo proveniente de residências e pequenas obras. Trata-se do lixo descartado no cotidiano do funcionamento de casas e pequenos comércios, que são bem mais difíceis de fiscalizar. Em boa parte, a mão de obra usada nesse serviço é de carroceiros que fazem o trabalho por alguns trocados. Nota-se aí um problema social de solução mais complexa.

Ressalte-se que a Prefeitura pouco ou nada fez para endurecer as regras urbanas relacionadas à manutenção de calçadas e terrenos. Quase sempre, os monturos se formam em calçadas destruídas e terrenos mal cuidados. O fato é que o problema clama por uma solução mais rápida e eficiente. O preço a se pagar vai muito além da estética e se relaciona fortemente com a saúde pública.

Acusados de homicídios fogem de delegacia especializada neste sábado

A Polícia realiza um grande cerco no bairro de Fátima e adjacências à procura de 13 presos investigados por homicídios, que fugiram na manhã deste sábado (27), da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), após serrarem as grades de uma das celas.

A relação dos fugitivos ainda não foi divulgada pela Polícia Civil, que em nota afirmou que nenhum policial ficou ferido durante a fuga dos presos.

Nesta semana, diante da superlotação, cerca de 100 presos foram transferidos da DHPP.