Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Luizianne vota acreditando no segundo turno

luiziz

A candidata à Prefeitura de Fortaleza pelo PT, deputada federal Luizianne Lins, votou, nesta manhã de domingo, em seção da Assembleia Legislativa. Ela se disse confiante de passar para o segundo turno.

Com Luizianne, estavam o seu postulante a vice, Elmano de Freitas (PT), o deputado federal José Nobre Guimarães (PT), senador José Pimentel (PT) e o vereador Deodato Ramalho (PT), que postula a reeleição.

Ela avisou logo para a imprensa, em clima de coletiva, que ninguém indagasse dela sua posição no segundo turno, caso não passe para essa fase. Disse que iria avaliar todo o cenário por esses dias.

(Foto – Divulgação)

Em Maracanaú, Julinho vota confiante na vitória

183 1

julinhocesar

O candidato a prefeito de Maracanaú, Julinho César (PDT), votou às 10 horas deste domingo na Escola José Belisário de Sousa. Com ele, familiares e apoiadores.

“Fizemos uma campanha limpa e propositiva, em diálogo aberto e franco com a população. Nossas propostas são viáveis e vamos executá-las com a parceria do governador Camilo Santana”, disse.

Ao longo do dia, o candidato acompanhará a votação da candidata a vice, Rosa Dantas, e do pai, Júlio César, candidato a vereador.

(Foto – Divulgação)

João Alfredo vota e brada “Fora Temer!”

94 1

joalfif

Após votar, o postulante posou com grupo do PSOL.

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PSOL, vereador João Alfredo, votou nesta manhã, em seção do Colégio Farias Brito. Com ele, o deputado estadual Renato Roseno, a vice Raquel Lima, a presidente estadual da sigla, Cecília Feitoza, e um grupo de militantes do partido. João não quis admitir estar fora do segundo turno.

“Nós vivemos uma das eleições mais marcadas por regras antidemocráticas”, disse o candidato. Ele criticou a sua ausência nos debates televisivos e o pouco tempo disponível na TV. Chamou de “invisibilização” da campanha do PSOL na mídia.

“Não dá pra pessoa fixar nada”. Disse também que achou que essa seria uma eleição mais barata, mas que empresas continuam apoiando financeiramente o RC. Criticou as pesquisas: “Acabam sendo de indução”. Elogiou a “militância aguerrida” do partido, que tentou compensar nas redes sociais a ausência nos debates. Não fala em segundo turno.

Aproveitou, após votar, para pedir licença aos mesários e bradar: “Fora Temer!”

(Foto – Divulgação)

RC vota confiante na vitória por ter apresentado “propostas realizáveis”

rcccvgg

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), disse, nesta manhã de domingo, após votar, estar confiante de que vai para o segundo turno e que vencerá ao final por ter propostas realizáveis para a cidade.

Roberto Cláudio votou ao lado da primeira-dama, Carol Bezerra, e das filhas, do candidato a vice, Moroni Torgan e do presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PDT).

(Foto – Divulgação)

Camilo vota em Barbalha e espera que caso da prisão de assessora seja esclarecido

camilororf

O governador Camilo Santana (PT) votou em Barbalha, em seguida, acompanhou Fernando Santana, postulante petista à Prefeitura dessa cidade da Região do Cariri. Ali, estava ainda o ex-governador Cid Gomes (PDT).

Sobre o caso da prisão de uma assessora da primeira-dama, flagrada com cerca de R$ 50 mil em hotel de Juazeiro do Norte, na ultima semana, informou que espera que tudo seja esclarecido.

A assessora, de acordo com o Governo, estava de férias.

camilobar

Camilo votou antes acompanhado do seu candidato a prefeito, Fernando Santana (PT).

(Foto – Divulgação)

Ivo votou lamentando a baixaria na campanha

ivocris

Ivo Gomes (PDT), candidato a prefeito de Sobral (Zona Norte), votou, nesta manhã de domingo, no Colégio Farias Brito (antigo Sobralense). Com ele, os filhos, o prefeito Clodoveu Arruda (PT), a vice-governadora Izolda Cela (PDT) e de sua candidata a vice-prefeita, Cristane (PT). Pouco depois, o ex-governador Ciro Gomes (PDT) chegou para se juntar ao grupo.

Ivo lamentou o “nível da disputa eleitoral”. Considerou “baixa” e com muitos ataques pessoais.

 

Nas redes sociais, denúncias de crimes eleitorais e intimidação de policiais

58 1

Policiais em serviço no interior de zonas eleitorais e boatos rompimentos políticos são as mais graves denúncias nas redes sociais, na manhã deste domingo (2). Segundo os internautas, policiais do Ronda do Quarteirão estariam aguardando a chegada do candidato do PR à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, no interior da seção.

Caso a denúncia dos internautas seja verdadeira, os policiais estariam infringindo o artigo 141 da Lei Eleitoral, que diz que “a força armada conservar-se-á cem metros da seção eleitoral e não poderá aproximar-se do lugar da votação, ou dele penetrar, sem ordem do presidente de mesa”.

No Conjunto Palmeiras, internautas relatam intimidação de policiais contra pessoas que carregam bandeiras ou adesivos em suas roupas de eleitores de Roberto Cláudio.

Na Messejana, o crime eleitoral, segundo os internautas, seria o boato que o vereador Salmito Filho e Roberto Cláudio, ambos do PDT, haviam rompido. As assessorias dos dois candidatos lamentaram esse tipo de “baixaria” contra a democracia.

Capitão vota confiante no segundo turno. Espera Tasso e Eunício em seu palanque

beijona

O beijo em sua mulher, Dayane.

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PR, deputado estadual Capitão Wagner, votou, nesta manhã de domingo, no Colégio Lima Nogueira, no bairro João XXIII. Chegou acompanhado da família e foi assediado por eleitores e por candidatos.

Capitão está confiante de que vai para o segundo turno e espera sair vitorioso nessa fase. Disse ainda o postulante que espera a presença dos senadores Tasso Jereissati (PDSB) e Eunício Oliveira (PMDB) em seu palanque. Ambos se dedicaram a disputas no Interior no primeiro turno.

O candidato do PR disse que acompanhará a apuração no comitê central, na avenida Barão de Studart.

(Foto – Divulgação)

Temer vota desejando “a vitoria da democracia”

temrrrr

“O presidente Michel Temer votou às 8 horas na Pontifícia Universidade Católica (PUC), zona oeste da capital paulista. Acompanhado apenas de assessores e seguranças, Temer falou rapidamente com a imprensa, desejou a vitória da democracia e informou que voltará ainda hoje (2) para Brasília.

No mesmo colégio eleitoral, votou o presidente do PT, Rui Falcão. Ele disse confiar num bom desempenho do candidato do partido à reeleição, o prefeito Fernando Haddad. “A expectativa é muito favorável, ele fez um grande governo, mudou a vida da cidade e as pesquisas indicam que nós estamos no segundo turno”, disse ele.”

(Agência Brasil)

Gonzaga avisa: não vai apoiar ninguém num segundo turno

73 1

gonzagaaf

O candidato Gonzaga (PSTU) votou na Escola Creuza do Carmo Rocha, na Granja Portugal. Demorou quase meia hora na fila que se formava na sua seção.

Gonzaga, que não foi chamado a participar de debates porque seu partido não atingiu o número minimo de representantes na Câmara, avisou: Não apoiará ninguém neste segundo turno.

(Blog da Política)

Heitor vota e passará o dia com a família

eleicoes-2016-votacao-fortaleza-psb-heitor

O candidato do PSB à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer, votou por volta das 8 horas, no Colégio Justiniano de Serpa, no Centro, e passará o dia com a família.

Somente por volta das 17 horas, ao fim da votação, é que Heitor irá acompanhar a apuração dos votos com a militância e candidatos à Câmara Municipal de Fortaleza, no comitê de campanha.

Vale o quanto pesa

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (2):

Domingo de eleição. Escrevo na noite de sexta-feira com as pesquisas e o instinto pessoal apontando para uma disputa que vai para o segundo turno. Portanto, a conversa vai continuar. Noutro plano, é verdade. O papo do segundo turno é diferente. É um plebiscito com perguntas diversas a depender do interlocutor. Sim ou não à gestão de Roberto Cláudio? Sim ou não à sua continuidade?

E se o segundo turno for entre o prefeito e o Capitão, o eleitor vai querer encerrar a gestão de RC a favor do policial que entrou para a política? Um “sim” ao Capitão é um “não” a RC. Um “sim” a RC é um “não” ao Capitão. O que vai preponderar? São perguntas que vão motivar a reflexão dos eleitores. E se for Luizianne Lins (PT), a ex-prefeita, a chegar ao segundo turno com o prefeito?

Pois é. O fato é que segundo turno é eleição praticamente nova. Novas circunstâncias que impõem nova recomposição de forças. Dos candidatos que não passaram pra segunda etapa será exigido um posicionamento. Esses têm responsabilidade sobre milhares de eleitores que optaram pelos que não foram adiante. Responsabilidade decisiva numa eleição que promete ser muito disputada.

Tão disputada que a posição dos candidatos menos votados terá peso decisivo. Caso, por exemplo, João Alfredo (Psol) conseguir só os 2% ou o 1% que as pesquisas até aqui detectaram, creiam, o que ele disser, o que não disser e o que indicar no segundo turno poderá ter efeito significativo para o resultado da disputa. Imaginem então o peso de Heitor Férrer (PSB).

Que façam política. Que tomem suas decisões de acordo com o que o jogo pede. Que não se coloquem no plano boquirroto do “não tenho nada a ver com isso”. Têm sim. E muito. Nessa recomposição, que todos os candidatos que ficaram pra trás façam valer sua força e respeitem o voto que receberam.

No mais, é domingo de democracia. No dia da eleição, Fortaleza vive momentos especiais. A cidade costuma ficar muito tranquila. Há certa leveza a determinar o comportamento das pessoas. A maioria vota pela manhã. Resta o resto do dia ensolarado para o lazer.

Com o dia repleto de responsabilidades profissionais, vou votar somente à tarde. Atravesso a cidade até a velha Parangaba. Mais velha que quase todo o resto da cidade. Ali pertinho da Igreja Matriz. Aliás, Parangaba não é bairro. É distrito. Centro geográfico da Capital. Arronches nos séculos 18-19. Terras dos índios Potiguaras catequizados pelos jesuítas.

Pela noite, estarei na TV O POVO. A partir das 19 horas. A análise dos resultados do Ceará afora. Brasil afora. Com atenção especial para Fortaleza, a loura desposada do sol, Capital da Terra da Luz, batismo que nada tem a ver com a claridade solar, mas sim com a libertação dos escravos, atitude tomada em nossas terras antes que todo o resto do País fizesse. Que os eleitores passeiem até as urnas o espírito da liberdade em mente.

Heitor é o primeiro dos candidatos à Prefeitura a votar neste domingo

Por meio das páginas no Facebook dos candidatos à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer (PSB) é o primeiro dos oito candidatos ao Palácio do Bispo a votar neste domingo (2). Segundo o próprio Heitor, ele votará às 8 horas, no Colégio Justiniano de Serpa, no Centro.

Capitão Wagner (PR) também divulgou que votará às 9 horas, no bairro João XXIII, no Colégio Lima Nogueira.

Ronaldo Martins (PRB) também vota às 9 horas, na Assembleia Legislativa do Ceará, no Bairro Dionísio Torres.

Também às 9 horas, no Colégio Creusa do Carmo Rocha, no Bairro Granja Portugal, vota o candidato Francisco Gonzaga (PSTU).

João Alfredo (Psol) vota às 10 horas na Faculdade Farias Brito, no Bairro Varjota.

No mesmo horário, a candidata do PT, Luizianne Lins, vota na Assembleia Legislativa do Ceará.

Roberto Cláudio (PDT) informou que votará às 10 horas, no Colégio Batista, na Aldeota.

TRE indefere chapas para prefeito em três cidades do interior do Ceará

A Justiça Eleitoral indeferiu três chapas para prefeito nos municípios de Amontada, Itaitinga e Quiterianópolis, nesse sábado, 1º, último dia de julgamento dos pedidos de impugnação de candidaturas antes das eleições. No balanço geral, desde o início do período eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) recebeu 631 recursos e julgou 469, destes 248 foram indeferidos entre candidatos a prefeito e a vereador.

Em Amontada, a chapa da Rede, formada pela candidata a prefeita Adriana Couto e o vice Tiago Rebouças, foi indeferida. O mesmo ocorreu com a chapa do PR, em Itaitinga, com a candidata a prefeita Dra. Erivanda e a vice Rosilene Tavares; e do PDT, em Quiterianópolis, com o candidato a prefeito Francisco Veira Costa e o vice Manoel Diolino. Nos três casos, segundo o TRE, as coligações tiveram as contas rejeitadas por irregularidade insanável.

Onze chapas conseguiram o deferimento de candidatura para prefeito: em Jaguaruana (PTN), Paracuru (PC do B), Varjota (PMDB), Mulungu (PMN), Pires Ferreira (PSDB), Novas Russas (PMN), Iracema (PSD), Poranga (PMDB), Crato (PSDB) e Russas (PRB e PSD).

Segundo os dados do TRE, a maior parte dos casos de indeferimentos se enquadra na Ficha Limpa. A lei barrou 74 candidaturas no Ceará, representando 30% do total de indeferidos. Entre outras causas de indeferimento, estão a falta de documentação necessária, problemas na filiação partidária e não prestação de conta da campanha.

(O POVO Online)

INSS afasta servidores após denúncia de terem agilizado aposentadoria de Dilma

O secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Alberto Beltrame, determinou à presidência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), autarquia vinculada à pasta, a abertura de sindicância e procedimento administrativo disciplinar para apurar responsabilidades de servidores e outros eventuais envolvidos na concessão de aposentadoria à ex-presidente Dilma Rousseff, no começo de setembro, logo após o impeachment.

A medida é uma resposta à reportagem da revista Época que diz que “Dilma furou a fila para se aposentar”.

Em nota divulgada nesse sábado (1º), o ministério informou que os servidores mencionados serão afastados dos cargos para que não possam interferir das investigações e que solicitou o acompanhamento dos órgãos de controle para a verificação dos fatos mencionados pela reportagem e também eventual ilegalidade nas alterações cadastrais constatadas.

Em nota, a assessoria de Dilma informou que não houve qualquer tipo de concessão ou tratamento privilegiado à ex-presidenta, que todas as alterações feitas no cadastro tiveram como objetivo comprovar os vínculos empregatícios de Dilma ao longo dos últimos 40 anos como funcionária pública e que auditoria do INSS poderá constatar que não houve quaisquer irregularidades.

“A regra para aposentadoria exige no mínimo 85 pontos para ser concedida à mulher, na soma da idade mais tempo de contribuição. Dilma Rousseff atingiu 108 pontos, pelo fato de ter contribuído por 40 anos como servidora pública e chegado aos 68 anos de idade”, diz a nota.

(Agência Brasil)