Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Governo vê indícios de irregularidade em mais de 80% dos auxílios-doença

Mais de 80% dos benefícios de auxílio-doença previdenciário e auxílio-doença acidentário concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em maio de 2015, nas áreas rural e urbana do país, apresentam indícios de pagamento indevido.

O levantamento foi feito pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e constatou que, de 1,6 milhão de pessoas beneficiadas, 721 mil tinham o benefício mantido por mais de dois anos; 2,6 mil foram diagnosticados com doenças que não geram incapacidade; e que a situação de 77 mil segurados, por lei, previa o retorno ao serviço em menos de 15 dias.

O pagamento do auxílio-doença, que tem valor médio de R$ 1.193,73 por pessoa, chegou ao total de R$ 23 bilhões no ano passado. Com as fiscalizações realizadas em 2015 em 57 da 104 Gerências Executivas do Instituto onde são realizadas as perícias, o comando do INSS deu início a revisões que levaram a interrupção de 53 mil benefícios – 46 mil de auxílio-doença e 7 mil de aposentadoria por invalidez – que estavam sendo pagos indevidamente. O resultado foi uma economia de R$ 916 milhões, segundo CGU.

(Agência Brasil)

Cagece vai apertar as torneiras do bolso do consumidor que não economizar nestes tempos de seca

torneira

Fique atento, pois a conta de água de quem não economizar nestes tempos de seca no Estado vai ficar mais cara.

A partir deste domingo, em Fortaleza, e de segunda-feira, nos municípios da Região Metropolitana, entrará em vigorar uma nova meta de 20% de economia de água. Os metros cúbicos que ultrapassarem os 80% do consumo médio (medido entre outubro de 2014 e setembro de 2015) serão tarifados em 120%.

A meta de economia anterior, de 10%, não foi alcançada. Conforme o secretário Francisco Teixeira, a expectativa é que a economia, no pior dos cenários, agora seja de pelo menos 15%. “O ideal é que a população entenda que é preciso economizar e que dá para viver com menos água, sem que se precise tomar medidas mais radicais”, aponta.

De acordo com dados do Portal Hidrológico do Ceará, os reservatórios monitorados do Estado estão, em média, com 9,2% da capacidade total. O açude Castanhão está com capacidade de 6,57% e já passou a receber mais água do Orós — com 21,61% da capacidade. Estima-se que essa água seja suficiente para abastecimento até março de 2017.

Comércio de rua precisa ser organizado

Editorial do O POVO deste sábado (17) avalia a questão do comércio ambulante em Fortaleza. Confira:

Pesquisa O POVO/Datafolha, publicada na edição de ontem neste jornal, mostra clara divisão entre os fortalezenses sobre a presença de ambulantes no Centro da Cidade. Os que são contra somam 46%, exatamente o mesmo percentual daqueles que defendem a permanência do comércio de rua.

Uma análise mais acurada pode revelar que há convergência entre as duas respostas, com ambos os segmentos tendo uma parte da razão, por mais que possa parecer contraditório.

É de se supor que quem defende a permanência dos ambulantes esteja pensando na oportunidade de trabalho para um número significativo de pessoas e também na comodidade e agilidade proporcionada aos consumidores pelo comércio de rua.

Por sua vez, os que ficam contra os ambulantes devem ter como referência a balbúrdia em que se transformou o Centro de Fortaleza, com calçadas e ruas ocupadas, impedindo o trânsito de pedestres e a falta de fiscalização, o que leva ao abuso e à ilegalidade, que proliferam pela falta de controle dos órgãos públicos. Dos cerca de três mil ambulantes no Centro, somente a metade está registrada – e é duvidoso que haja algum tipo de fiscalização, mesmo para o segmento legalizado.

O fato é que em todas as grandes cidades do mundo existe o comércio de rua que, além da geração de emprego, é fator de comodidade para quem quer fazer um lanche rápido – em uma carrocinha de cachorro-quente, por exemplo – ou uma pequena compra, que pode ser realizada em poucos minutos, sem a necessidade de se entrar em uma loja. Em muitos lugares, esse tipo de comércio compõe a paisagem urbana de tal modo que é apresentado como atração turística.

Portanto, se houvesse um terceiro item na pesquisa, perguntando ao entrevistado se seria a favor do comércio de rua, desde que devidamente organizado e fiscalizado, é bem provável que aumentasse significativamente o número de pessoas a favor da manutenção dos ambulantes no Centro.

Mesmo porque acabar de vez com o comércio de rua é quase uma impossibilidade, mas organizá-lo é algo bastante factível. E, dessa forma, todos sairiam ganhando: a Cidade, os ambulantes, os consumidores e os próprios comerciantes tradicionais, pois o comércio de rua regulamentado não lhes fará concorrência, porém será complementar.

Em Crateús, Tasso diz que candidatura de Marcelo irá resgatar a autoestima do município

eleicoes-2016-crato-0917-tasso

O senador Tasso Jereissati (PSDB) participou na noite dessa sexta-feira (16), em Crateús, de carreata e comício do candidato à prefeitura, Marcelo Machado (SD). “Crateús precisa retomar seu protagonismo na região e Marcelo tem plenas condições de retomar o desenvolvimento da cidade e garantir melhor qualidade de vida para sua gente”, disse.

Tasso criticou a falta de investimentos na região. “Em 2014 encontrei uma cidade de cabeça baixa. Faltava água pra beber, ruas abandonadas, a indústria que tinha vindo foi embora. E tudo era resultado de uma administração ineficiente no município. Abandonada pelo Governo Federal e pelo Governo do Estado”, lamentou.

Sobre a campanha, disse que a candidatura de Marcelo contagia as pessoas. “Há um otimismo, esperança no futuro, e o povo de Crateús tem garra. A candidatura do Marcelo representa esse novo futuro para sua gente”.

(Foto: Divulgação)

Governo vai liberar bolsas de iniciação científica para 14 instituições de nível superior doEstado

inaciolo

Inácio Arruda é o titular da Secitece.

O governador Camilo Santana (PT) vai assinar, na próxima segunda-feira, às 9 horas, durante solenidade no Palácio Abolição, a concessão de 759 bolsas de iniciação científica.

O benefício atenderá estudantes de 14 instituições de nível superior do Estado e chega como uma das boas ações da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, gerida pelo ex-senador Inácio Arruda (PCdoB).

Pena, no entanto, que a Secitece esteja vacilando na negociação para o fim da greve de mais de quatro meses dos professores da Uece e da UVA.

O governo, via assessoria do Abolição, tem reiterado que busca o diálogo com a categoria que, bem paga – e com salários melhores do que docentes da UFC, insistem em lutar por reajuste superior a 10%, o que, em tempos de arrocho, é algo incompatível.

Comissão aprova proposta para garantir ressarcimento de despesas com preso

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou o Projeto de Lei 4941/16, que exige que o diretor de presídio apresente plano de ação para que as despesas com a prisão sejam pagas pelo próprio condenado.

A Lei de Execução Penal (7.210/84) obriga o preso a indenizar os danos do crime, ressarcir ao Estado as despesas com sua prisão, além de dar assistência à família. Isso, de acordo com a norma, será feito por meio de trabalho realizado durante o cumprimento da pena.

Segundo o autor da proposta, deputado Delegado Waldir (PR-GO), hoje essa obrigação não é cumprida, porque “a responsabilidade pela aplicação da lei está diluída no sistema penitenciário”. Ele sugere que o diretor realize convênios e construa indústrias ou galpões de trabalho próximos ao presídio, como forma de criar emprego para a população carcerária.

Relator da matéria, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) defendeu o texto, mas fez uma emenda para estipular em 30 dias o prazo para que o diretor do presídio apresente o plano de ação, que deverá ser aprovado pelo Conselho Penitenciário. Para Bolsonaro, a mudança vai evitar que haja “candidatos” ao cargo, que é de livre nomeação.

(Agência Câmara Notícias)

Abaixo a consumação mínima nos estabelecimentos comerciais do Ceará!

Com o título “Consumação mínima”, a titular do Procon de Fortaleza, Cláudia Santos, destaca projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa e que proíbe tal cobrança. Para ela, importante que seja aprovado, pois reforça a garantia dos direitos dos consumidores. Confira:

O projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa, ao estabelecer a proibição de consumação mínima em estabelecimentos comerciais do Ceará, guarda total sintonia com a política de proteção e defesa do consumidor. A disposição do legislativo estadual em blindar os consumidores com uma legislação específica de maneira a coibir a citada conduta, demonstra o zelo do parlamento estadual, a exemplo de outros entes da Federação, em fortalecer as ações que tenham como propósito a garantia dos direitos assegurados pela lei consumerista.

Inicialmente, cumpre destacar que o art. 39 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) considera abusiva a prática relacionada ao fornecimento de produtos ou serviços, condicionando o mesmo (aquisição de produto ou contratação de serviço) ao de outro, bem como, sem justa causa, a limites quantitativos.

O citado dispositivo proíbe a chamada “venda casada” e, sem dúvida, a limitação do fornecimento do produto por meio da consumação mínima. A conduta, portanto, redunda em prática ilícita e abusiva, nos termos do art. 39 (inciso I, primeira parte). No caso fluente, nenhum estabelecimento pode condicionar a entrada de um consumidor em seu recinto ao pagamento de quantia mínima, determinando-lhe previamente quanto tem de gastar.

Afora a abusividade da limitação do fornecimento do produto ou contratação de serviço, o inciso I do art. 39, de pronto, veda a imposição de limites ao consumo do cliente. Pelo CDC, é proibido condicionar a compra a mais e a menos, sob pena de afronta a liberdade de contratação e a autonomia da vontade. Nesta situação, tem direito o consumidor de adquirir apenas uma pequena parcela dos produtos à venda, e, em consequência, de pagar só aquilo que consumir. Se a consumação mínima for apresentada na nota de débito, o consumidor tem todo o direito de se recusar ao pagamento.

Nesse sentido, entendemos ser de extrema relevância a aprovação do projeto de lei em curso na Assembleia Legislativa.

*Cláudia Santos

claudiasantos_adv@hotmail.com

Advogada especialista em Direito do Consumidor e Diretora Geral do Procon Fortaleza.

Quer adotar um cãozinho ou um gatinho?

roupa-para-cao-slide

Neste sábado, das 12 às 20 horas, acontecerá no Estacionamento Acesso A, do North Shopping (Bairro São Gerardo), mais um evento de adoção de animais. A ação é do shopping em parceria com o Grupo de Apoio ao Bem-Estar Animal (Gaba).

Para adotar um dos cães e gatos da feira, que são saudáveis, vacinados e vermigufados, é necessário que o interessado tenha mais de 18 anos ou estar acompanhado de um responsável. Deve apresentar comprovante de residência e documento de identidade.

SERVIÇO

*Mais informações: (85) 3403 7042.

Pesquisas – Roberto Cláudio e Capitão Wagner avançam em faixas etárias diferentes

110 3

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (17), pelo jornalista Érico Firmo:

As duas pesquisas divulgadas nesta semana mostraram o que seria o atual panorama da sucessão para a Prefeitura de Fortaleza. São pesquisas diferentes, de institutos diferentes e feitas em datas diferentes, mas que sinalizam tendências bastante parecidas. Não apenas porque Roberto Cláudio (PDT) e Capitão Wagner (PR) avançam em ritmos parecidos. Eles fariam o segundo turno se a eleição fosse hoje, a considerar que as pesquisas captaram o real sentimento do eleitor.

Nos detalhes, as pesquisas também trazem informações parecidas. Em ambas, Roberto Cláudio se sai melhor entre os eleitores mais velhos que entre os mais jovens. E com Capitão Wagner ocorre o oposto: seu resultado entre os jovens é melhor que entre os de mais idade.

No Datafolha, Roberto Cláudio chega a 44% entre os eleitores com 60 anos ou mais. Seu pior resultado é na faixa entre 25 e 34 anos, na qual tem 26%. No Ibope, o prefeito e candidato à reeleição tem 42% na faixa de 45 a 54 anos e 38% entre os que têm 55 anos ou mais. Nas faixas etárias de 44 anos ou menos, ele fica entre 30 e 31%.

Já Wagner tem 29% no Datafolha entre os eleitores com até 34 anos. Já no recorte com 60 anos ou mais, ele cai para 17%.

O desempenho de Luizianne se mantém mais ou menos estável nas diversas faixas de idade. E Heitor Férrer, nos dois institutos, tem pior resultado entre os mais jovens. No segmento de 16 a 24 anos, ele tem 5% no Datafolha e 3% no Ibope.

Nos dois institutos, Roberto Cláudio vai melhor entre eleitores que cursaram até ensino fundamental. Wagner tem resultado melhor no segmento com ensino médio.

Heitor diz que irá estruturar feiras livres em Fortaleza

eleicoes-2016-fortaleza-psb-0917-heitor

“A cultura da feira livre em Fortaleza é de ser nas ruas, mas a Prefeitura pode perfeitamente alugar banheiro para esses espaços. Portanto, vamos implementar essas atividades para que as pessoas possam se sentir respeitadas nesses espaços”.

A declaração é do candidato do PSB à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer, na manhã deste sábado (17), durante visita à feira livre da Maraponga. “O que continuamos ouvindo da população é que há um abandono por parte do poder público quando não dá condições de saneamento nessas áreas. Nós vamos fazer a padronização das barracas, dar segurança com a presença da Guarda Municipal e trazer banheiros”, disse.

À tarde, Heitor fará uma minicarreata no bairro Presidente Kennedy.

Judiciário pode “cometer o mesmo erro de 1964”, alerta ministro Dias Toffoli

naom_555bad3f41144

“O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli disse, nessa sexta-feira (16), que a Justiça corre o risco de “cometer o mesmo erro que os militares cometeram em 1964” se a política for criminalizada e o Judiciário “exagerar no ativismo”.

Ao palestrar em evento de direito tributário em Belo Horizonte, Toffoli listou momentos da história do Brasil em que as Forças Armadas agiram como “poder moderador”: destituíram governos e depois devolveram aos civis.

Ele afirma que, no entanto, no golpe de 1964, os militares quiseram “se achar os donos do poder” e se desgastaram com isso. “Com o desgaste dos militares, porque eles deixaram de ter autoridade moral de ser o poder moderador das crises da federação brasileira, quem acaba por assumir é o Poder Judiciário”, afirmou.

“E nesse protagonismo, o Poder Judiciário tem que ter uma preocupação: também não exagerar no seu ativismo. Se exagerar no seu ativismo, ele vai ter o mesmo desgaste que tiveram os militares.”

Toffoli, que falaria no evento sobre direito tributário, deixou o tema de lado disse que era “mais importante fazer essas reflexões”.

“Se criminalizar a política e achar que o sistema judicial vai solucionar os problemas da nação brasileira, com moralismos, com pessoas batendo palma para doido dançar e destruindo a nação brasileira e a classe política… É o sistema judicial que vai salvar a nação brasileira?”, questionou.

Segundo o ministro, a Justiça tem que “resolver a crise de maneira pontual” e quando for provocada ou vai haver um “totalitarismo do Judiciário e do sistema judicial”.”Se nós quisermos ser os protagonistas da sociedade brasileira, começarmos a fazer sentenças aditivas, começamos a fazer operações que tem 150 mandados de busca e apreensão num único dia… Temos que refletir”, acrescentou.”

(Folhapress)

Morre o ex-diretor do Detran-CE e da Cia Docas do Ceará

Morreu na madrugada deste sábado (17), em sua residência, o coronel João de Almeida, ex-diretor do Detran-CE e ex-diretor da Cia Docas do Ceará. Quando então dirigente do órgão de trânsito, foi responsável pela inauguração do Detran da Maraponga.

O velório está sendo realizado na Funerária Ternura e o sepultamento está marcado para as 15 horas, no Cemitério São João Batista.

VAMOS NÓS – Nossos pêsames à família.

Setor turístico cearense sofre impacto com redução da malha aérea

manoel-cardoso-linhares

Da Coluna O POVO Economia, assinada pela jornalista Neila Fontenele no O POVO deste sábado:

“O setor hoteleiro vem sentindo o impacto da redução da malha aérea. A reclamação é de que o Nordeste tem perdido mercado com a diminuição dos voos. No caso do Ceará, a situação ganha um peso maior em função dos incentivos dados pelo governo, que isentou algumas companhias do pagamento de ICMS no combustível para manter um bom fluxo de aeronaves.

O presidente do Sindicato Intermunicipal de Hotéis e Meios de Hospedagem (Sindihotéis), Manoel Cardoso Linhares, diz que está levando o problema para ser debatido em alguns congressos do setor. “É preciso melhorar a malha aérea: as empresas receberam incentivos, mas aumentaram os preços e diminuíram o número de aeronaves”, acrescenta.

O resultado disso está na perda de competitividade de pacotes para a região. “Muitos turistas que estão em São Paulo preferem Buenos Aires a Fortaleza em função dos preços”.

Revista Veja traz Lula na capa outra vez…

capa3802

Com o título “Prenda-me, se for capaz”, eis a manchete da principal matéria da revista Veja, que está chegando aos seus leitores. Refere-se à denúncia feita pelo MPF contra oex-presidente Lula, que o acusou de ser comandante da corrupção.

Lula reagiu se dizendo perseguido e garantiu que se alguém encontrar algum ilícito seu, ele vai a pé para ser preso em Curitiba (PR), onde está o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato.

Prefeitura de Fortaleza entrega mais três binários

binario-fortaleza

Neste sábado, foi entregue a primeira etapa dos binários de Messejana. Os três binários concluídos são:

*Rua Coronel João de Oliveira / rua Letícia / rua Vasco de Athaíde;

*Rua Manuel Castelo Branco / rua Dr. Pergentino Maia;

*Rua Coronel Guilherme Alencar com rua Coronel Ernesto Matos.

O bairro também recebeu da Prefeitura de Fortaleza medidas de segurança para pedestres e infraestruturas cicloviárias, além de um amplo serviço de recapeamento asfáltico, informa a Secretaria Municipal de Infraestrutura.

Ibope – 53% do eleitorado fortalezense acha o governo Temer ruim ou péssimo

temeri

Da Coluna Política do jornalista Érico Firmo, no O POVO deste sábado, uma pergunta feita pela mais recente pesquisa do Ibope: como o fortalezense avalia o governo Temer? Confira:

O Ibope pesquisou o desempenho do governo Michel Temer, na opinião do eleitor fortalezense. A avaliação é considerada ótima ou boa por 9% dos moradores da Capital. A avaliação de que a gestão é ruim ou péssima é feita por 53%. Há 23% que acham o desempenho do presidente regular e 16% não souberam ou não quiseram opinar.

Dentro dos 53% que acham ruim ou péssimo, 37% dos fortalezenses avaliaram a gestão Temer como péssima. Foi a resposta mais citada sobre o governo iniciado interinamente em maio.

A pesquisa foi contratada pela TV Verdes Mares e realizada entre 11 e 13 de setembro. Foram ouvidos 805 eleitores e a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

SERVIÇO

*A íntegra da pesquisa está disponível aqui:
http://bit.ly/ibopefortaleza

Morre Edward Albee, autor de “Quem tem medo de Virgínia Woolf?”

edward-albee-20121201-019

“O dramaturgo americano Edward Albee, autor da peça Quem Tem Medo de Virginia Woolf?, morreu aos 88 anos nesta sexta-feira, em Nova York. Vencedor do prêmio Pulitzer por três vezes, Albee era considerado um dos mais importantes dramaturgos dos Estados Unidos.

O assistente de Albee, Jackob Holder, disse que o escritor morreu em sua casa, em Long Island. A causa não foi divulgada.

O humor ácido e os temas obscuros eram as marcas do estilo de Albee. Em mais de 25 peças, ele analisou questões fundamentais da cultura americana, como o casamento e a religião. Entre suas principais peças estão A História do Jardim Zoológico (1958), Seascape (1974) e Três Mulheres Altas (1991).

Sua obra mais famosa, Quem Tem Medo de Virginia Woolf?, de 1962, relata os eventos tensos de uma noite na vida de um casal de meia-idade com o matrimônio em crise. A peça ganhou uma aclamada adaptação para o cinema com Elizabeth Taylor e Richard Burton nos papéis principais.”

(Estadão/Conteúdo)

Ibope – 41% do eleitorado fortalezense acha o governo de Camilo Santana “regular”

277 3

governador-do-ceara-camilo-santana-48196

Da Coluna Política do O POVO deste sábado, assinada pelo jornalista Érico Firmo, eis o tópico “Camilo na opinião do fortalezense”. Os dados são da pesquisa recente do Ibope. Confira:

O Ibope pesquisou a avaliação do governo Camilo Santana (PT), na perspectiva do eleitor da Capital. E as opiniões se dividem bastante. Para 23%, o governo é ótimo ou bom. Para 25%, é ruim ou péssimo.

A maioria dos fortalezenses, 41%, acha o trabalho de Camilo regular. E 10% não quiseram ou não souberam responder.

SERVIÇO

*A íntegra da pesquisa está disponível aqui:
http://bit.ly/ibopefortaleza

No protesto contra Temer em Fortaleza, Tiririca e Ronaldo Martins foram lembrados. Moroni, não!

tiririca1

Tiririca votou pelo impeachment de Dilma

Servidores públicos das esferas municipal, estadual e federal paralisaram atividades para participar da VII Marcha dos Servidores Municipais, durante a manhã de ontem, 16, no Centro de Fortaleza.

Com o tema “Servidores em luta – Contra o desmonte dos municípios e dos direitos”, o direcionamento era especialmente contra a desestruturação dos serviços das prefeituras no período de eleições, mas o alvo principal das reivindicações de cerca de 10 mil pessoas – de acordo com a organização – foi o presidente Michel Temer (PMDB) e reformas acenadas pelo Governo Federal, segundo matéria do O POVO.

Ainda na matéria, há um dado que chama a atenção:  os manifestantes levavam cartazes com o rostinho de deputados federais que votaram pelo impeachment de Dilma Rousseff. Destaques para o deputado federal Ronaldo Martins, que disputa a Prefeitura de Fortaleza pelo PRB e para o deputado federal Tiririca, humorista cearense que foi eleito pelo PR de São Paulo.

morio

DETALHE – A turma do protesto se esqueceu de que o deputado federal Moroni Torgan (DEM), postulante a vice do prefeito Roberto Cláudio (PDT), também votou pelo impeachment de Dilma.