Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Heitor acredita que tendência é subir na preferência do eleitorado

heitor

O candidato do PSB à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer, disse na manhã deste domingo (21), em entrevista ao Blog, que a tendência é que a sua candidatura venha a subir na preferência do eleitorado.

Heitor acredita que os percentuais do prefeito Roberto Cláudio e dos também candidatos Capitão Wagner e Luizianne Lins são consequências do “recall” que os três tiveram nas últimas eleições.

Para Heitor, o quadro deverá mudar com a propaganda eleitoral gratuita.

Na pesquisa O POVO/Datafolha, a primeira após o início da campanha eleitoral, Heitor aparece com 9% das intenções de voto. Roberto Cláudio (PDT) lidera com 27%, seguido por Capitão Wagner (PR), que tem 20%, e por Luizianne Lins (PT), com 17%.

Inadimplência encarece crédito apesar de manutenção dos juros básicos

O congelamento dos juros básicos da economia não está chegando ao consumidor final. Enquanto a taxa Selic está em 14,25% ao ano desde julho do ano passado, os juros para os tomadores de crédito não pararam de subir no período. As taxas foram encarecidas pela inadimplência, que impulsionou o spread bancário – diferença entre as taxas que os bancos pagam para captar recursos e as que cobram dos consumidores.

Somente num intervalo de 12 meses, o spread médio subiu 9,2 pontos percentuais. Em junho, segundo os dados mais recentes divulgados pelo Banco Central (BC), o spread atingiu 39,7% ao ano. Esse é o nível mais alto registrado desde que a autoridade monetária mudou a metodologia de apuração das taxas de juros do sistema de crédito, em 2011.

Se for considerado apenas o crédito para as pessoas físicas, a diferença entre os juros de captação e aplicação correspondeu a 58,5% ao ano, alta de 13,4 pontos percentuais entre junho de 2015 e junho deste ano. Em relação aos empréstimos para as empresas, o spread atingiu 18,2% ao ano, alta de 3,2 pontos percentuais na mesma comparação.

A conta inclui apenas as linhas de crédito operadas com juros livres, sem financiamentos com taxas subsidiadas como as do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ou com recursos da poupança. A diferença pode ser observada quando se compara a evolução das taxas usadas na captação – quando as instituições financeiras pegam dinheiro emprestado dos correntistas e oferecem juros em aplicações como poupança e CDB – e os juros cobrados na concessão de crédito.

(Agência Brasil)

Carro atinge bicicletário da Beira Mar

bibi

Mais uma vez a estação do bicicletário situado na avenida Beira Mar foi atingido. Desta vez, no início da manhã deste domingo, por este carro.

Segundo coopistas como o empresário Tadashi Enomoto, o motorista nada sofreu. A AMC vai apurar o caso.

Em março de 2015, um carro também atingiu o bicicletário, deixando a estação destruida.

(Foto – Coopista Tadashi Enomoto)

Dnocs: Temer tira verba de Camilo e dá força a Eunício

97 2

foto camilo água

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (21):

Ao velho estilo das raposices bem típicas do velho PMDB, Michel Temer desviou (por enquanto, sem duplo sentido) para o Dnocs a grana que ia direto para os governadores tocarem obras contra a seca.

A pedalada política causou embate entre Camilo Santana e Eunício Oliveira (PMDB), que controla as nomeações no moribundo Dnocs.

É óbvio que a medida não foi inteligente do ponto de vista técnico. Escrevam: o conjunto de obras emergenciais vai atrasar.

O senador do PMDB pode até achar que a medida foi uma rasteira em seus inimigos políticos, mas pode virar um tiro no próprio pé. Se o Dnocs não for eficiente (e não será) no uso dos recursos, a situação será solenemente usada pela política contra Eunício Oliveira.

Sinais diversos da pesquisa

Em um ponto de vista, o colunista de Política e editor-executivo do Núcleo de Cotidiano , jornalista Érico Firmo, avalia o desempenho dos candidatos melhores colocados na pesquisa O POVO/DATAFOLHA. Confira:

A pesquisa é melhor para Roberto Cláudio (PDT), por motivos óbvios. Lidera isoladamente. Se ficar como está, com certa tranquilidade assegura presença no segundo turno.

O Capitão Wagner (PR) também tem boas notícias. Está firme na briga pelo segundo turno, numa disputa que inclui o atual prefeito, a ex-prefeita, o ex-vice-prefeito (Tin Gomes) e um candidato que já disputou duas vezes (Heitor Férrer). Tem rejeição menor e é menos conhecido que Roberto Cláudio e Luizianne Lins (PT), o que significa potencial, em tese, para crescer.

Luizianne Lins também tem o que comemorar. Briga pelo segundo turno, apesar de toda a crise do PT nacional, sem apoio do governador, que é de seu partido, e sem nenhuma legenda aliada. Tem contra si a maior rejeição de todas.

Heitor Férrer (PSB) tem das menores rejeições e é menos conhecido que todos à sua frente. Ou seja, tem margem para crescer e talvez embolar a briga pelo segundo turno. A má notícia para ele é que tem percentual menor que o apresentado por ele na primeira pesquisa O POVO/Datafolha na eleição municipal de 2012. Naquela ocasião, ele começou com 11% e por muito pouco não chegou ao segundo turno. Dessa vez, tem 9% e a campanha é mais curta.

Uma surpresa da pesquisa é o desempenho de Ronaldo Martins (PRB). Foi das últimas candidaturas a se confirmar, pois negociava com outros candidatos a possibilidade de apoio. Concorre por partido que não é de grande visibilidade e tem 4% das intenções de voto. Não é pouco. Em 2012, Roberto Cláudio começou com 5% e acabou eleito. Além disso, é o segundo menos conhecido. A chance de Ronaldo Martins ser eleito me parece remota, mas pode ser influência considerável no provável segundo turno.

Diferente de 2012, campanha reúne candidatos já conhecidos do eleitor

Se a última eleição em Fortaleza, em 2012, destacou-se pela polarização entre candidatos que começaram pouco conhecidos, a disputa deste ano tem rostos bem mais familiares ao eleitor da Capital. Mesmo apenas no começo da campanha, a primeira pesquisa O POVO/Datafolha mostra que só três dos oito concorrentes ao Paço Municipal não são conhecidos por pelo menos metade da população.

Muito da popularidade dos candidatos é reflexo da experiência eleitoral: entre os oito candidatos, apenas Francisco Gonzaga (PSTU) não é político eleito e no exercício de mandato. Entre os outros, estão três deputados estaduais, dois deputados federais, um vereador e o atual prefeito.

Com campanha eleitoral reduzida para um mês e meio, baixo nível de conhecimento pode ser prejudicial para candidatos, sobretudo aqueles com menores tempos de propaganda em rádio e TV. O pouco conhecimento, todava, pode simbolizar também maior potencial para crescimento da candidatura.

Como seria de se esperar, o atual prefeito e a ex-prefeita são mais conhecidos. Candidato que começou a disputa de 2012 entre os mais desconhecidos e acabou eleito, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) é conhecido por 97% dos entrevistados. E metade dos entrevistados afirma conhecê-lo “muito bem”.

Em 2012, Roberto Cláudio foi para o segundo turno com Elmano de Freitas (PT), outro então desconhecido. Ex-prefeita da Capital e que tem hoje Elmano como candidato a vice, a deputada federal Luizianne Lins (PT) atingiu índice quase idêntico ao de RC. Disseram saber quem é a ex-prefeita 96% dos entrevistados.

Mais de dez pontos percentuais abaixo no índice de conhecimento aparece o deputado estadual Capitão Wagner (PR). Mesmo sendo o vereador mais votado da história de Fortaleza e deputado estadual mais votado da história do Ceará, ele é conhecido por 84% dos eleitores.

Já 78% dos eleitores disseram conhecer o candidato Heitor Férrer (PSB). Deputado estadual com base eleitoral na Capital, Heitor está indo para sua terceira disputa pela Prefeitura. Já o ex-presidente da Câmara Municipal e ex-vice-prefeito Tin Gomes (PHS) é conhecido por 54%.

Os três candidatos desconhecidos por mais da metade do eleitorado são João Alfredo (Psol), Ronaldo Martins (PRB) e Francisco Gonzaga (PSTU). Reconhecido por 42% dos eleitores, o candidato do Psol já disputou o Governo do Estado, em 1990, e chegou a ser o vereador mais votado de Fortaleza em 2008, além dos mandatos de deputado estadual e de federal. Ronaldo é conhecido de 36% dos eleitores. Gonzaga, de 19%.

Números diferentes entre homens e mulheres

Dados sobre a intenção de votos em Fortaleza revelam diferenças entre gêneros na hora de escolher o candidato. Homens com maior intenção de voto, Roberto Cláudio (PDT), Capitão Wagner (PR) e Heitor Férrer (PSB) têm seus números mais expressivos entre o eleitorado masculino, enquanto Luizianne Lins (PT) possui votação mais significativa entre as eleitoras.

O prefeito tem preferência de 30% dos homens entrevistados, enquanto tem 24% entre as mulheres. Já Capitão Wagner tem intenção de voto de 23% entre o eleitorado masculino e 18% entre o feminino. Heitor mantém a tendência, com preferência de 11% dos homens e de 8% das mulheres.

Com Luizianne Lins, ocorre o inverso. A única mulher na disputa se sai melhor entre elas e soma 20% da preferência feminina. Entre os homens, fica com 13%. A petista tem dois pontos percentuais a mais que Wagner entre as mulheres e fica a quatro de Roberto Cláudio, diferença dentro da margem de erro em ambos os casos.

No quesito idade, o Capitão Wagner tem o melhor desempenho entre os mais jovens, recebendo 28% das intenções de votos de eleitores entre 16 a 24 anos. Luizianne vai melhor entre os mais velhos, com intenções de voto de 21% do segmento com 60 anos ou mais.

(O POVO)

Pesquisa O POVO/DATAFOLHA – RC lidera; Wagner e Luizianne embolados

eleições 2016 fortaleza 0821 candidatos

A eleição municipal em Fortaleza começa com o prefeito candidato à reeleição na frente e outros dois em disputa direta por vaga no 2º turno. Roberto Cláudio (PDT) lidera com 27% das intenções de voto. A seguir, o deputado estadual Capitão Wagner (PR) tem 20% e a ex-prefeita Luizianne Lins (PT) aparece com 17%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, Wagner e Luizianne estão tecnicamente empatados.

Os números são da pesquisa O POVO/Datafolha, no primeiro levantamento depois da definição de candidatos e do início da campanha eleitoral. Após os líderes, aparecem Heitor Férrer (PSB), com 9%, e Ronaldo Martins, com 4%.

João Alfredo (Psol) e Tin Gomes (PHS) têm 1% das intenções de voto, cada. Francisco Gonzaga (PSTU) chegou a ser citado, mas não pontuou. Disseram não saber em quem devem votar 9% dos entrevistados. Brancos e nulos somam 12%.

Rejeição

Entre os três concorrentes na dianteira, Capitão Wagner tem menor rejeição, com 13% dos entrevistados dizendo que não votariam nele “de jeito nenhum”. Já Luizianne lidera o quesito, com 35% de rejeição, seguida de RC, com 29%.

Outros candidatos possuem índices de rejeição próximos entre si. Tin Gomes tem 15%, Francisco Gonzaga 14%, João Alfredo 13% e Ronaldo Martins 11%. Houve 5% dos entrevistados que disseram não votar em nenhum dos candidatos na disputa.

Ainda entre os três com mais intenções de voto, Wagner também é o menos conhecido. Há 84% dos entrevistados que dizem saber quem é o candidato. Desse total, 28% disseram terem só “ouvido falar” dele. Roberto Cláudio e Luizianne, por sua vez são conhecidos, respectivamente, por 97% e 96% dos eleitores.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, onde a relação dos candidatos na disputa não é apresentada ao entrevistado, o prefeito lidera isolado, com 17% das menções. Luizianne Lins é citada por 6% dos eleitores e Capitão Wagner, 5%. Logo após, aparecem Heitor Férrer, com 3%, e Ronaldo Martins, com 1%. João Alfredo é citado, mas não chega a 1%.

Nessa pesquisa espontânea, 52% dizem não saber em quem devem votar. A intenção de voto nesse tipo de pesquisa é considerada mais consolidada, pois o eleitor já tem na cabeça o nome de em quem pretende escolher.

A pesquisa começou a ser realizada na última quinta-feira, 18, após dois dias de campanha eleitoral, e foi concluída nesta sexta-feira, 19. Foram ouvidos 800 eleitores.

O nível de confiança é de 95%. Isso significa que se fossem realizados 100 levantamentos com a mesma metodologia, em 95 os resultados estariam dentro da margem de erro. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) com número CE-03508/2016.

A pesquisa

O POVO/Datafolha foi realizada nos dias 18 e 19 de agosto e ouviu 800 eleitores em diversos bairros de Fortaleza. A margem de erro máxima é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

(O POVO)

Paulo Angelim ganha apoio do setor imobiliário

309 2

pauloangelim

O vice-presidente do PSDB de Fortaleza, consultor de empresas Paulo Angelim, candidato a vereador, está feliz., Ele ganhou apoios importantes neste fim de semana, como conta em seu Facebook. Confira: 

O senador Tasso Jereissati (PSDB) nos recebeu hoje e declarou aos maiores líderes do setor da construção e imobiliário seu apoio à nossa candidatura. O setor em peso está conosco nesta caminhada rumo à Câmara, na expectativa de que façamos uma representação qualificada em que os interesses legítimos de Fortaleza estejam acima dos interesses corporativos e particulares.

Meus sinceros agradecimentos aos Senadores Tasso Jereissati e Eunício Oliveira, Deputado Estadual Carlos Matos, Eng. João Carlos – Pres. Da COOPERCON, Eng. Otacílio Valente – Conselheiro COOPERCON, Eng. André Montenegro – Pres. Do SINDUSCON, Corretor Tiberio Benevides – Vice Pres. Do CRECI, Corretora Cristina Chaul – Pres. Do SINDIMOVEIS, Corretor Salim Ary – Vice Pres. Do SECOVI, Arquiteto Luciano Ramos – Pres. Da ASBEA, Dra. Mayra Pinheiro – Presidente SIMEC, Patriolino Dias – Presidente CSI, Corretor Airton Fernandes – Pres. Ceará Rede Imóveis.

Brasil e Alemanha empatam e jogo vai para a prorrogação

Com o empate em 1a 1, o jogo entre Brasil e Alemanha, no Maracanã, na disputa pelo ouro olímpico, segue para a prorrogação. A decisão será definida em 30 minutos de jogo, em dois tempos de 15 minutos cada. Se terminar empatado, a decisão será na disputa de penalty.

Em um jogo tenso, o Brasil abriu o placar com o gol de Neymar, aos 26 minutos do primeiro tempo, em cobrança de falta. Em comemoração, Neymar repetiu o gesto de imitar um raio do jamaicano tricampeão olímpico de atletismo, Usain Bolt, presente no estádio. Bolt vibrou com o gol de Neymar.

Meyer da Alemanha empatou o jogo contra o Brasil, aos 13 minutos do segundo tempo. O gol de ocorreu após uma falha da defesa brasileira, numa bola rebatida que sobrou para o jogador alemão.

(Agência Brasil)

Lugar no “pódio” – Roberto Cláudio faz caminhada no horário do jogo do Brasil

128 1

eleições 2016 pdt 0820 rc pirambu

O candidato à reeleição ao Paço Municipal, Roberto Cláudio (PDT), realizou no fim da tarde deste sábado (20), no Pirambu, uma caminhada pelas ruas do bairro. O horário coincidiu com o início da final entre Brasil x Alemanha, pelas Olimpíadas do Rio.

Mesmo assim, o atual prefeito de Fortaleza encontrou boa receptividade entre os moradores. Segundo o candidato à reeleição, quem deseja um lugar no pódio nas eleições deste ano, tem que competir até com o futebol.

Ceará terá espaço de cordel e repente na Bienal internacional do Livro de São Paulo

306 1

amancio
Repentista Geraldo Amâncio é um dos destaques do Ceará.

A Bienal Internacional do Livro de São Paulo, realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), chega à sua 24ª edição, com atrações multiculturais voltadas para celebrar a leitura. O evento ,que ocorrerá de 26 deste mês a 4 de setembro próximo, no Anhembi, reunirá as principais editoras, livrarias e distribuidoras e trará ao público atrações exclusivas, com presença de autores nacionais e internacionais, lançamentos de livros, tardes de autógrafos, oficinas, brincadeiras e debates.

Em parceria com a Câmara Cearense do Livro, o Espaço Cordel e Repente terá programação diversificada e plural, com foco nestas manifestações da cultura tradicional. Um leque de atrações artísticas como declamações, cantoria, shows de artistas, oficinas, rodas de conversa, palestras, painéis e exposições ocuparão o estande que será ambientado com temáticas da estética nordestina.

O estande terá diferentes obras da literatura de cordel e do repente, que serão comercializadas pelos próprios autores/artistas. O visitante poderá adquirir livros, folhetos, CDs, DVDs e gravuras autografados, com direito a muitos “dedos de prosa e verso”. Numa carreta-palco acontecerão apresentações diversificadas e haverá um espaço multiuso para oficinas, rodas de conversa e ponto de encontro com autores e ilustradores.

Entre as apresentações artísticas destaque para Paulo Araújo, autor da canção I-margem, da trilha sonora da novela Velho Chico.

Estarão presentes a autora Edmara Barbosa e o maestro Rafael Luperi. O cantor Xangai, que representa um violeiro na novela Velho Chico e ganhador do 27º Prêmio da Música Brasileira (2016) na categoria “Melhor Cantor”, Socorro Lira, Adelson Viana, que já atuou como sanfoneiro de Fagner e Elba Ramalho e como parceiro de Dominguinhos, e o cantor, compositor e escritor cearense Eugenio Leandro farão shows apresentando canções com temáticas ligadas à tradição oral.

Nas declamações o destaque para o paraibano e cordelista Chico Pedrosa, um dos maiores declamadores da atualidade, e o potiguar Antonio Francisco, membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, além de Rafael Brito, jovem maestro-declamador, prova inconteste do quanto essa tradição está viva. As duplas de repentistas cearenses Geraldo Amâncio e Zé Maria de Fortaleza, Edmilson Ferreira, do Piauí, e Antônio Lisboa, do Rio Grande do Norte e o multifacetado mestre baiano Bule-Bule, dançador de samba rural, cantador repentista, cordelista e músico darão o tom e a cor da mais pura tradição das artes do improviso. Haverá ainda apresentação de teatro de bonecos com o pernambucano Waldek de Garanhuns e um sarau da Companhia do Cordel de São Paulo, que mistura declamação e teatro. ­

Estará exposta a produção de editoras cearenses com foco nos textos em cordel – Armazém da Cultura, Conhecimento, Demócrito Rocha, IMEPH e LITTERE – além das especializadas em tradicionais folhetos e romances, típicos “versos de feira” da literatura de cordel, como a Tupynanquim (CE), Queima Bucha (RN) e Coqueiro (PE), também produções independentes de cordelistas, com presença de alguns dos maiores nomes do cordel brasileiro, o cearense Klevisson Viana, ganhador do Jabuti 2015, Antonio Francisco (RN), Arievaldo Viana (CE), Crispiniano Neto (RN), Marco Haurélio (BA/SP), Rouxinol do Rinaré (CE), Moreira de Acopiara (CE/SP), Costa Senna (CE/SP) e Gonçalo Ferreira (CE/RJ).

Nas artes gráficas e visuais, grandes nomes da xilogravura como Stênio Diniz, João Pedro do Juazeiro, José Lourenço e do consagrado ilustrador Jô Oliveira, cuja obra é referenciada na xilogravura e arte cerâmica do Mestre Vitalino, estarão expondo seus trabalhos e ministrando oficinas. Destaque para novos valores da gravura como Nireuda Lomgobardi e Valdério Soares.

As oficinas Como se faz cordel, Como se faz repente e Como se faz xilogravura serão ministradas por grandes nomes do cordel, pelo repentista e cordelista Crispiniano Neto, pela escritora e cordelista Arlene Holanda, Lenice Gomes e xilogravadores. Serão 18 oficinas com vagas para 16 pessoas, cada. As inscrições estarão abertas a partir das 13h do dia 26 de agosto no espaço.

Os painéis, palestras e rodas de conversa destacarão os contextos socioculturais que permeiam as manifestações do cordel e do repente e sua interação com outras linguagens na contemporaneidade. Tratarão ainda de temas ligados à educação, como o uso do cordel em sala de aula. Entre os palestrantes, além dos já citados cordelistas, repentistas e xilogravuristas, têm destaque os pesquisadores Assis Ângelo (PB/SP), Alice Amorim (PE), Arlene Holanda (CE), Crispiniano Neto (RN), Fábio Cardoso (SP), Fabiano dos Santos (CE) e Josy Maria (CE).

(Foto – Paulo MOska)

Guarda Municipal retira estrutura montada por ONG que criticava legado olímpico

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro retirou a estrutura montada pela organização não governamental Rio de Paz, na Praia de Copacabana, que simulava uma favela e questionava o legado olímpico para a população pobre da cidade. O ato da ONG teve início às 6h com a montagem da estrutura e deveria permanecer até as 17h.

O fundador da ONG, Antônio Carlos Costa, disse que a ONG faz protestos e monta estruturas semelhantes à de hoje desde 2007 e nunca sofreu repressão das autoridades. “A Guarda Municipal destruiu os nossos barracos, que representavam as reivindicações de milhões de pobres que não viram legado nenhum para favela por conta dessa olimpíada”, disse.

“A olimpíada começou sem que o povo fosse consultado, gastou-se dinheiro público no que não era prioritário. E agora, uma manifestação pacífica, silenciosa, é obstaculizada por conta da preocupação do Rio de Janeiro com a sua imagem. Mas que imagem é essa? Todos sabem que nós somos uma sociedade violenta, sanguinária, que aqui reina a exclusão e que as arenas esportivas não revelam o cotidiano do Rio de Janeiro”, criticou.

Responsável pela operação da Guarda Municipal, o inspetor Brum afirma que a ação foi baseada no código de posturas da prefeitura, que proíbe a montagem de qualquer estrutura na praia. “A manifestação é pacífica, ela pode ocorrer, tanto que os manifestantes se colocaram de uma maneira extraordinária, uma consciência política excepcional, não se colocaram contra a desmontagem da estrutura porque eles sabem que isso infringe uma legislação da prefeitura, está relacionado às posturas municipais”, disse o inspetor, que nega que tenha havido ordens superiores para impedir a manifestação. “Apenas a estrutura foi retirada, não a manifestação.

(Agência Brasil)

Projeto de renegociação das dívidas dos Estados vai a plenário nesta segunda-feira

O projeto de renegociação das dívidas dos estados com a União é o primeiro item da pauta do Plenário na próxima semana. Haverá análise dos destaques ao texto, marcada para as 16 horas de segunda-feira (22).

Na madrugada de 10 de agosto, os deputados aprovaram o texto-base do Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/16, que propõe o alongamento dessas dívidas por 20 anos se os estados e o Distrito Federal limitarem o crescimento anual de suas despesas primárias à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Na votação, o Plenário retirou do texto do relator Esperidião Amin (PP-SC) a exigência de congelamento das remunerações dos servidores públicos estaduais por dois anos.

Entre os destaques que poderão ser votados está o que exclui do limite do IPCA às despesas com saúde, educação e segurança pública.

Vetos

Na terça-feira (23) às 11 horas, o Plenário terá sessão conjunta do Congresso para votar vetos presidenciais que foram separados pelos partidos para votação pelo painel eletrônico. Confira a pauta integral.

Entre os vetos destacados há o que previa, na Medida Provisória 698/15, a aplicação de 10% dos recursos destinados pela União ao programa Minha Casa, Minha Vida na construção de imóveis para pessoas de baixa renda em projetos nos municípios com menos de 50 mil habitantes.

Também deve ser votado veto parcial ao Projeto de Lei 814/07, do deputado Sandes Júnior (PP-GO). O dispositivo vetado determinava que, durante o afastamento de gestantes e lactantes de atividades, operações ou locais insalubres, seria assegurado à empregada gestante ou lactante o pagamento integral do salário que recebia e do adicional de insalubridade.

LDO e créditos orçamentários

Se a pauta for liberada, os parlamentares poderão votar ainda projetos de lei do Congresso sobre abertura de créditos orçamentários e o projeto de lei de diretrizes orçamentárias (LDO 2017 – PLN 2/16).

(Agência Câmara)

O polêmico ator Ari Areia lançará candidatura a vereador de Fortaleza

2015031262668

O ator e jornalista cearense Ari Areia é candidato a vereador de Fortaleza pelo Psol. A candidatura dele será lançada às 19 horas deste sábado, durante evento no Teatro das Marias (Praia de Iracema) e com a presença do candidato a prefeito pela legenda, vereador João Alfredo.

Ari Areia ganhou notoriedade nos últimos meses, após gerar polêmica com espetáculo teatral no qual fica nu e derrama sangue em crucifixo.

Ele diz que sua candidatura foi motivada após receber apoio de personagens da comunidade LGBT em termos nacionais, entre eles o deputado federal Jean Wyllys.

SERVIÇO

*Teatro das Marias (Rua Senador Almino, 233 – Praia de Iracema)

Serra promete endurecer contra a Venezuela

serraa

José Serra, que responde pela pasta das Relações Exteriores, não tem nenhuma intenção de amolecer sua posição contra a Venezuela no Mercosul.

Além das razões de estado, a antipatia a Nicolás Maduro é total.

Em conversas mais informais, o chanceler gosta de citar a opinião do ex-presidente José Mujica, do Uruguai, a respeito do venezuelano: “Loco como una cabra”.

Serra pensa o mesmo sobre Maduro.

(Veja Online)