Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Brasil se candidata para sediar mundial de futebol sub-20 de 2021

O Brasil entrou na disputa para sediar a próxima Copa do Mundo masculina sub-20 da Federação Internacional de Futebol (Fifa), em 2021. Também estão concorrendo a Indonésia, o Peru e duas candidaturas conjuntas: Myanmar/Tailândia e Bahrain/Arábia Saudita/Emirados Árabes.

As propostas de candidatura devem ser entregues até o dia 30 de agosto. O anúncio do vencedor será feito no próximo encontro do Conselho da Fifa, em Xangai, na China, nos dias 23 e 24 de outubro.

O Brasil, que sediou a Copa do Mundo masculina principal em 2014 e está sediando a Copa América masculina deste ano, também será sede da Copa do Mundo masculina sub-17 deste ano, que acontece entre os dias 26 de outubro e 17 de novembro.

O país também se candidatou para sediar a próxima Copa do Mundo feminina, que acontece em 2023.

(Agência Brasil)

Ferrão busca reabilitação na Série C, diante do Santa Cruz

Há dois jogos sem vencer, quando sequer marcou um gol, o Ferroviário busca a reabilitação na Série C, na noite desta sexta-feira (5), a partir das 20 horas, no estádio do Arruda, em Recife, diante do Santa Cruz, na abertura da 11ª rodada do Grupo A.

Apesar de líder da chave que é composta somente por equipes nordestinas, o Ferroviário é apontado como “surpresa”, em caso de vitória, segundo os sites de apostas online.

Enquanto o Santa Cruz aparece como favorito, com 43.3% de chances de vitória, o Ferrão possui somente 19.8% de chances de deixar Recife com três pontos e com a classificação para o mata-mata encaminhada. Ainda há 36.7% de chances de empate.

A partida promete uma boa movimentação e muitas oportunidades de gol, diante da média de gols do Grupo A, que é de 2,74 por partida. O Grupo B, formado por equipes das outras quatro regiões do país, possui uma média de gols de 1,94 por partida.

(Foto: Arquivo)

Subsídios com dedução de gastos médicos no IR saltam 40% em sete anos

105 1

Os subsídios da União com deduções de despesas médicas no Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) cresceram 40% em sete anos, revelou relatório divulgado hoje (5) pela Secretaria de Avaliação de Políticas Públicas, Energia e Loteria do Ministério da Economia. A renúncia do governo federal com o benefício tributário passou de R$ 10,6 bilhões em 2010 para R$ 15,1 bilhões em 2017.

De acordo com o ministério, essa política é regressiva em relação à distribuição de renda porque beneficia apenas os 20% mais ricos da população. Segundo o Boletim sobre Subsídios da União, quanto mais alta a faixa de renda, maior o aproveitamento do benefício. Os 10% mais ricos se apropriam de 86% do total do subsídio. A parcela dos mais ricos (1% da população) concentrou 18% do total.

Em 2017, os subsídios para os consumidores de serviços privados de saúde atingiram R$ 45,9 bilhões. Isso equivale a 40% de todo o investimento da União em saúde pública no mesmo ano, que somou R$ 114,7 bilhões.

Além da dedução de gastos médicos no IRPF, que fez o governo deixar de arrecadar R$ 15,1 bilhões em 2017, o governo desonera a produção de medicamentos (R$ 11,2 bilhões) e isenta as contribuições patronais para a previdência das entidades filantrópicas (R$ 7,8 bilhões).

Sugestão

Entre as conclusões do relatório, está a defesa do fim das deduções com gastos médicos, em troca da redução das alíquotas do Imposto de Renda para toda a população.

Segundo o Ministério da Economia, a medida reduziria as desigualdades e resultaria em ganhos de eficiência econômica para o país, por meio do incentivo à oferta de trabalho e da diminuição de distorções nas políticas públicas.

(Agência Brasil)

Deputado Roberto Pessoa e jornalista Erivelto de Sousa lançam livro sobre a política cearense

O Flórida Bar (Centro) vai ser o local do lançamento do livro “Os Ditos Sábios”, do jornalista Erivelto de Sousa e do deputado federal Roberto Pessoa (PSDB).

O ato ocorrerá na próxima segunda-feira, a partir da 18 horas, com direito a coquetel e congregando adeptos do conhecido “Clube do Bode”. que se reúne mensalmente nesse ponto comercial.

O livro, com boas histórias sobre a política cearense, tem o prefácio do ex-governador Lúcio Alcântara, também membro da Academia Cearense de Letras.

O Livro

A publicação, segundo autores, é um compêndio de 380 páginas que disponibiliza provérbios e ditados populares sobre temas de vários assuntos. Com a origem do ditado e suas explicações.

Comissão aprova financiamento privado para segurança pública

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou projeto que autoriza o financiamento privado para a área de segurança pública, por meio de fundos específicos de investimento (PL 8822/17). O projeto é do deputado Roberto Alves (PRB-SP).

Inspirados na Lei Rouanet (Lei 8313/91), que incentiva o financiamento da área de cultura, esses fundos, compostos por doações ou patrocínios de pessoas físicas ou jurídicas, deverão injetar recursos em projetos de pesquisa e tecnologia para desenvolvimentos de armas e equipamentos, atividades relacionadas às boas práticas de policiamento, resolução de conflitos e controle social democrático, entre outros.

O relator no colegiado, deputado Lincoln Portela (PL-MG), apresentou parecer favorável ao texto. Segundo ele, o custo da segurança no Brasil, em 2015, foi de cerca de R$ 81,2 bilhões, o que representa 1,38% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. De acordo com Portela, esses valores não têm sido capazes de fazer frente à crescente onda de criminalidade, a qual se agrava diante da situação de penúria em que se encontra a maior parte dos Estados brasileiros.

“A criação do Programa Nacional de Apoio à Segurança Pública (Pronasp), a autorização para instituição de fundos de investimento em segurança pública e a concessão de incentivos fiscais visando à doação e ao patrocínio de projetos de segurança, podem, sem dúvida alguma, trazer melhoras para a caótica situação de violência no Brasil”, diz o relator.

O projeto visa beneficiar, por exemplo, ações nas áreas de policiamento comunitário, proteção a vítimas e testemunhas, à mulher, ao idoso, ao deficiente, à criança e ao adolescente em situação de vulnerabilidade, busca e salvamento, abrigamento e alojamento em razão de desastres e atendimento de urgência e emergência a pessoas feridas, doentes, moradores de rua e usuários de drogas.

As verbas vão integrar um conjunto maior de ações previstas no Programa Nacional de Apoio à Segurança Pública (Pronasp), instituído pelo texto, que será custeado também por dinheiro do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) e fundos estaduais, distrital e municipais de segurança pública.

O projeto, que tramita conclusivamente, ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência CÂmara Notícias)

Vila do Mar – Uma boa opção nestas férias, mas que precisa de maior carinho oficial

Olha que céu maravilhoso…

Uma boa opção nestas férias em Fortaleza é dar uma passadinha pela orla da Vila do Mar (Grande Pirambu), que, inclusive, tem boa segurança.

Mas é bom que a prefeitura mande resolver alguns problemas pontuais: o calçadão precisa de reparos em alguns trechos, bem como a pavimentação da via, com muitos buracos.

A iluminação também deixa a desejar.

(Foto – Arquivo)

Confiança do empresário cai 1,7% de maio para junho, aponta CNC

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), recuou 1,7% na passagem de maio para junho e chegou a 118,3 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Na comparação com junho do ano passado, o indicador avançou 8,5%.

Na passagem de maio para junho, a queda foi puxada principalmente pela piora das avaliações sobre as condições atuais, que recuaram 5,1%. A avaliação sobre o momento atual da economia caiu 8,5%.

Tanto as expectativas do empresariado em relação ao futuro quanto as intenções de investimento recuaram de forma mais moderada, em 0,5%.

Na comparação com junho do ano passado, as avaliações sobre as condições atuais cresceram 12,8%. As expectativas subiram 7,2% e as intenções de investimento, 6,9%.

(Agência Brasil)

Shopping Benfica entra no clima das férias “mergulhando” no fundo do mar

O Shopping Benfica vai investir, nestas férias, na curiosidade que muitos têm acerca do fundo do mar. Dentro desse mote, criou o cenário “Recanto da Sereia”, no 1º piso, onde vai expor detalhes que resgatam as cores, formas e texturas marinhas.

Sereias, algas, peixes, tubarões e conchas constam nesse cenário.

A programação busca inspirar as crianças a preservarem a vida marinha. Para isso, serão feitas atividades lúdicas de conscientização ambiental, com oficinas infantis usando materiais reciclados. Elas irão aprender a fazer o próprio fundo do mar com caixa de sapatos, fantoches de tubarões e peixinhos com reaproveitamento de pregadores e cofrinho de tartarugas com garrafas pet, de segunda a sexta-feira, das 14 às 18 horas, no térreo. Aos domingos, às 17h30min, na Praça de Alimentação, as crianças vão se divertir com espetáculos teatrais, cheios de música.

SERVIÇO

*Shopping Benfica – Avenida Carapinima, 2200 – Benfica

*Entrada gratuita

*Mais informações: 3243-1000.

(Foto – Divulgação)

Bolsonaro não minimizou questão do trabalho infantil, diz Damares

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, negou hoje (5) que o relato do presidente Jair Bolsonaro sobre ter trabalhado quando criança represente uma naturalização do trabalho infantil.

“A nossa geração trabalhou cedo. Eu trabalhei muito cedo. Nossos pais trabalharam muito cedo. Mas isso não quer dizer que nós vamos descriminalizar isso. Não vamos fazer qualquer política em relação a isso. Ele citou o exemplo dele. E fiquem tranquilos, porque esse governo veio para proteger crianças e nós temos a certeza de que o trabalho infantil é uma violação de direitos e não pode ser permitido”, disse Damares, quando questionada sobre o assunto pela Agência Brasil.

“O que o governo vai fazer agora é o fortalecimento do Jovem Aprendiz. Isso, sim”, complementou, emendando que tem feito apelos ao Congresso Nacional para que reservem verbas para a pasta que comanda.

A ministra concedeu entrevista durante a entrega de oito carros à Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal. Os veículos serão utilizados pelos membros dos 40 conselhos tutelares que atendem à capital federal.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que cerca de 2,5 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos estão trabalhando no país. Sabe-se ainda que, somente entre 2014 e 2018, o Ministério Público do Trabalho registrou mais de 21 mil denúncias de trabalho infantil no país.

(Agência Brasil)

Previdência – Juristas de 11 Estados participam nesta sexta-feira de encontro na OAB-CE

Uma ampla discussão acerca dos pontos e interpretações do texto base da reforma da Previdência é tema do Encontro Nacional da Advocacia Previdenciária, que será encerrado nesta sexta-feira (5), no auditório da OAB-CE. O evento foi aberto nessa quinta-feira (4), com a presença juristas de 11 Estados.

Especialista em processos previdenciários, o advogado pernambucano Almir Reis abordou técnicas utilizadas nas agências do INSS, além de o grande volume de peças jurídicas que estão sem análise precisa, fato que sobrecarrega o Judiciário. O palestrante também apresentou novas espécies de prova de tempo de serviço especial.

“O que eu vejo acontecer muito é o procurador federal advogar contra a Instrução Normativa do INSS. Como é que o procurador pode advogar contra o próprio cliente dele?”, criticou Reis.

(Foto: Divulgação)

Bolsonaro diz que governo fez sua parte na reforma da Previdência

O presidente Jair Bolsonaro ao comentar hoje (5) a aprovação do relatório da reforma da Previdência (PEC 6/19) na comissão especial da Câmara, disse que o governo fez sua parte e que é possível corrigir no plenário “possíveis equívocos”.

“Fizemos nossa parte. Entramos com o projeto, agora, o governo não é absoluto, não é infalível, algumas questões serão corrigidas, com toda certeza, junto ao plenário”.

E completou “o comando agora está com o nosso presidente [da Câmara] Rodrigo Maia. Tenho certeza que vamos conversar, vamos trazer o Paulo Guedes [ministro da Economia] para conversar, também trazer demais lideranças. Estamos dispostos a conversar. Temos certeza que podemos corrigir possíveis, não digo injustiça, mas possíveis equívocos que por ventura ocorreram até o momento”, disse em entrevista a jornalistas após participar de cerimônia do Batalhão da Guarda Presidencial.

Bolsonaro não citou o que poderiam ser esses possíveis equívocos. Ele avaliou que o texto aprovado como um todo foi bom e disse considerar que “pouca coisa tem que ser mexida”.

Ontem (4), Bolsonaro fez um apelo para que fossem aprovadas regras diferenciada para a aposentadoria de militares, mas a mudança foi rejeitada pela comissão especial.

O presidente voltou a defender a necessidade da reforma da Previdência. “O governo tem que fazer de tudo para que essa previdência não morra. Uma boa previdência é aquela que vai ser aprovada e não comete injustiça com quem quer que seja, reconhecemos a especificidade de várias carreiras mas todos têm que contribuir com alguma coisa”.

Ao lado do presidente Bolsonaro, o líder do governo na Câmara, Major Victor Hugo (PLS-GO), disse que a provação foi uma vitória do país para construir uma “previdência mais justa e equilibrada”. O líder explicou que, em relação aos policiais militares e bombeiros, foi aprovado na comissão especial um destaque prevendo que a União fará uma lei complementar que vai tratar de normas gerais de aposentadoria e depois os Estados vão legislar sobre questões específicas.

Em relação às reivindicações de flexibilização na aposentadoria das outras carreiras militares, como a Polícia Federal, o líder disse foi feito um esforço para atendê-los, mas não foi possível. Ele ressaltou que talvez seja possível que isso ocorra em outro momento. “No momento da votação infelizmente não foi possível encontrar as expectativas com as possibilidades. Isso não que dizer que isso não vá agora no plenário, ou em outro momento. Não é defender privilégios”.

Ontem, a comissão especial da Câmara aprovou o relatório da reforma da Previdência e rejeitou por 31 votos a 17, a mudança nas regras de aposentadoria para agentes de segurança. Pelo texto aprovado, policiais federais, rodoviários federais e legislativos se aposentarão aos 55 anos de idade, com 30 anos de contribuição e 25 anos de exercício efetivo na carreira, independentemente de distinção de sexo.

Comemoração Militar

Bolsonaro participou nesta manhã da comemoração dos 196 anos da criação do Batalhão do Imperador e 59 anos de sua transferência para a capital federal. D. Pedro I criou o Batalhão do Imperador em janeiro de 1823 com a finalidade de consolidar a independência do Brasil e apaziguar revoltosos.

Com a transferência da capital federal para Brasília, em 1960, a unidade veio para o Planalto Central e passou a ter o nome de Batalhão da Guarda Presidencial.

Segurança

Ao ouvir de jornalista o questionamento se a Polícia Federal poderia ser mais qualificada para cuidar da segurança do presidente da República, Bolsonaro respondeu que confia totalmente no Gabinete de Segurança Institucional.

“Me sinto muito seguro, tranquilo. Não existe segurança 100% infalível, temos notícia que qualquer presidente sofre, vez ou outra, um tipo ou outro de atentado, mas confio 100% no general Heleno à frente do GSI”, respondeu.

Final da Copa América

O presidente disse que pretende ir ao Maracanã no próximo domingo (7) assistir ao jogo final da Copa América entre Brasil e Peru e tem a intenção de ir ao gramado com o ministro da Justiça, Sérgio Moro. “Irei com Sérgio Moro junto ao gramado e o povo vai dizer se estamos certos ou não”.

(Agência Brasil)

Operação Fake News – Receita Federal faz auditoria em 27 prefeituras do Ceará, Piauí e Maranhão

Auditores fiscais das Delegacias da Receita Federal do Brasil, que atuam nos estados do Ceará, Piauí e Maranhão estão realizando procedimentos de auditoria de crédito em 27 municípios dos três estados. O objetivo da Operação intitulada “Fake News”, é checar a legitimidade e legalidade dos valores informados a título de compensação para quitação dos débitos previdenciários apurados por estes municípios, informa a assessoria de imprensa do órgão.

Estão sendo auditadas as Prefeituras, secretarias e fundos vinculados. O valor total dos débitos compensados chega a aproximadamente R$ 80 milhões, apenas em valores originais, e compreende os anos de 2017 e 2018, havendo potencial para que a verificação se estenda até o ano de 2019.

Auditorias e Intimações

Segundo a Receita Federal, as etapas da operação incluem instauração de auditoria fiscal com intimação imediata para apresentação, no prazo de 20 (vinte) dias, dos documentos comprobatórios do crédito utilizado; processamento e análise das alegações e documentações apresentadas; lançamento de ofício dos valores compensados cuja legalidade do crédito não seja comprovada; representações aos órgãos competentes por crime contra a ordem tributária e previdenciária, por falsidade de informação e também por improbidade dos gestores e agentes públicos, quando comprovadas tais práticas, além de encaminhamento dos resultados aos respectivos Tribunais de Contas do Estado.

Essa operação tem previsão de ser concluída até setembro próximo, ocasião em que virá um balanço das ações adotadas e dos resultados obtidos, avaliando-se a continuidade da mesma em relação a outros municípios que também realizaram tal procedimento. A ordem é coibir práticas abusivas e danosas à sociedade, de supressão de pagamento das contribuições previdenciárias devidas à União, fundamentais para o financiamento da previdência pública e da assistência social.

Bancas de advogados

Em procedimento de diligências prévias, observou-se que os municípios em questão, para lançar mão de tais procedimentos, são orientados por algumas bancas de advogados contratados possivelmente por meio de dispensa de licitação, cujos pagamentos de honorários são realizados mediante contrato de risco, logo após a entrega da declaração que informa a compensação à Receita Federal. Isso, sem que haja a homologação do procedimento, expressa ou tácita, por parte do órgão, condição necessária para a extinção definitiva do crédito tributário.

Ponte dos Ingleses passará por reforma

441 4

A Secretaria estadual do Turismo contratou o escritório de Arquitetura Delberg Ponce de Leon para elaborar o projeto de restauração da Ponte dos Ingleses (Ponte Metálica).

Com dispensa de licitação.

O valor estimado é de R$ 151 mil.

(Foto – Arquivo)

Bolsa opera em queda

O principal índice da B3 – antiga Bolsa de Valores de São Paulo – opera em queda nesta sexta-feira (5). Às 11h01, o Ibovespa caía 0,82%, a 102.785 pontos, puxado pelas ações da Vale e da Companhia Siderúrgica Nacional com recuos de mais de 3%.

As ações da Petrobras, Bradesco, Azul e Eletrobras também têm desvalorizações.

Ontem, o Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3, bateu mais um recorde nominal ao encerrar o dia em 103.636 pontos, alta de 1,56% em relação ao pregão anterior. O recorde anterior, de 102.062 pontos, foi registrado em 24 de junho de 2019.

A cotação do dólar comercial está em R$ 3,83.

(Agência Brasil)

Mega-Sena sorteará R$ 3 milhões neste sábado

A Mega-Sena sorteia o prêmio de R$ 3 milhões neste sábado (6). As seis dezenas do concurso 2.166 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília).

De acordo com a Caixa, valor do prêmio, caso aplicado na poupança, poderia render mais de R$ 11 mil por mês. Daria também para adquirir uma frota de 70 carros populares.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) deste sábado, em qualquer casa lotérica do país credenciada pela Caixa em todo o país. O bilhete simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

(Agência Brasil)

Levantamento do PT mostra rede social dividida ao meio durante oitiva de Moro na Câmara

127 1

A Agência PT produziu relatório sobre o comportamento nas redes sociais durante a oitiva do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, em quatro comissões na Câmara dos Deputados, na última terça-feira, informa Folha de S.Paulo desta sexta.

A audiência era para ouvir Moro sobre conversas vazadas dele com procuradores da Lava Jato.

O levantamento analisou 94,2 mil postagens, que foram dividas em três grupos: 48% de apoiadores do ex-juiz, 46,6% de críticos e 3% de “intermediários à polarização”.

(Foto – Agência Brasil)

Livro sobre Virgílio Távora é lançado em Sobral

182 1

Será lançado, nesta manhã de sexta-feira, no tradicional “Beco do Cotovelo”, em Sobral, o livro Virgílio Távora – o Estadista Cearense, dos escritores César Barreto e Saulo Barreto Lima.

O lançamento integra a programação que comemora os 246 anos dessa cidade da Zona Norte.

O ex-presidente do Congresso Nacional e que foi vice da Assembleia Nacional Constituinte de 1988, o ex-senador Mauro Benevides, que conviveu com Virgílio Távora, participa do evento.

(Foto – ALCE)

Em lista tríplice para ministro substituto do TSE, Bolsonaro escolhe Carlos Velloso, o terceiro mais votado

O advogado Carlos Velloso Filho foi nomeado ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral. A nomeação foi oficializada nessa quinta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro.

O advogado foi o terceiro mais votado na lista tríplice para o cargo, definida pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal no dia 26 de junho. Ele recebeu oito votos dos ministros, contra nove de Marçal Justen Filho, e dez de Daniela Teixeira, ex-vice-presidente da OAB-DF e conselheira federal da OAB.

A lista tríplice seguiu para Bolsonaro, que decidiu pela nomeação de Carlos Mário da Silva Velloso Filho. Ele vai substituir Sérgio Silveira Banhos, que foi nomeado ministro titular do TSE.

(Consultor Jurídico)

Jornada Pedagógica Voz das Infâncias reúne professores em Fortaleza

Cerca de 400 professores, psicólogos, psicopedagogos e profissionais envolvidos com a educação infantil participam da Jornada Pedagógica Voz das Infâncias, no auditório da Uni7, em Fortaleza. Neste segundo dia do evento, acontecem as explanações do professor, educador e artista plástico Grandhy Piorski, que falará sobre “A criança, a imaginação e a vida material”.

“É um desafio enorme trabalhar com essas profissionais que atuam direto com as diferentes realidades das crianças. Percebo imenso interesse em descortinar novos caminhos de leitura da vida em infância e principalmente a vida imaginária da criança”, diz ele.

O encontro prossegue até sábado com a presença do doutor e mestre em educação Paulo Fochi, que falará sobre “Documentação pedagógica: teoria e prática”. Fochi é pesquisador e colaborador do Contextos Integrados em Educação Infantil (USP/CNPq) e foi um dos quatro consultores para a elaboração da Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil (MEC).

A Jornada Pedagógica Voz das Infâncias é uma realização do Ateliê de Encontros, entidade criada pela professora cearense da rede municipal de educação, a pedagoga Karen Justo.

(Foto – Divulgação)