Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

O charivari de Temer

58 4

Em artigo no O POVO deste domingo (26), o psicanalista Valton de Miranda Leitão afirma que o Brasil vive a mais grave crise ética da sua história republicana. Confira:

O Brasil está mergulhado, ouso dizer, na mais grave crise ética da sua história desde a proclamação da República. O golpe militar de 1964 iniciou essa deformação ética ao institucionalizar a tortura e atentar sistematicamente contra os direitos do homem.

Isso está magistralmente registrado na excelente exposição histórico-crítica do jornalista Elio Gaspari, sobre a ditadura militar. O golpe praticado então foi escancaradamente apoiado pelos EUA, tanto militar quanto financeiramente.

Marx diz que a história se repete como tragédia e/ou farsa, mas vivemos hoje uma brutal tragicomédia. Quando em 1973 o mais hediondo dos carrascos latino-americanos, Augusto Pinochet, ditador chileno que derrubara o governo democraticamente eleito de Salvador Allende, fez visita de Estado ao Brasil, ainda no governo Médice, o deputado Francisco Pinto fez um discurso repudiando essa presença abjeta.

O STF por solicitação da ditadura encarcerou-o imediatamente. O judiciário não somente convalidou os atos institucionais, mas assumiu o conteúdo antiético da ditadura em toda sua extensão.

O “milagre econômico brasileiro”, que vigorou até o início do governo do general Ernesto Geisel em 1974, acabou quando os produtores árabes de petróleo fundaram a OPEP e subiram assustadoramente o preço dos combustíveis. Isso obrigou os parceiros Geisel e Golbery, o sacerdote e o bruxo, conforme Gaspari, a programarem a distensão “gradual e progressiva” que levou à redemocratização e a construção da Constituição de 1988, capitaneada pelo deputado do (P)MDB, Ulisses Guimarães, extraordinário político e homem público, líder máximo do então MDB.

O PMDB desde então vem se tornando progressivamente o charco lamacento, cujo presidente, agora na presidência interina do País, não chega nem ao dedo mínimo do pé esquerdo do grande Ulisses, para ficar somente na comparação anatômica, pois a mental é muito pior.

O golpe atual midiático, congressual, judicial e fiespiano têm os mesmos ingredientes básicos daquele de 64, embora seu fiador seja a combinação Congresso-Judiciário, pois os EUA, que de 2000 a 2014 tinham patrocinado quase 200 golpes militares no mundo, decidiram fazê-lo por outro caminho, aparentemente mais brando, como no Paraguai e em Honduras. Somente os tolos que se enganam com banana e bolo acreditam que o objetivo desta incrível arquitetura, onde se misturam o econômico, o teológico-pentecostal e a canalhice, seja o combate à corrupção.

Os dois únicos ministros que interessam ao mercado capitaneado pelos EUA são José Serra e Henrique Meireles, visando redirecionar a agenda, privilegiando o grande dinheiro e desmantelando ganhos sociais e trabalhistas alcançados pelo povo brasileiro durante os governos Lula e Dilma.

O mau cheiro desta porcalhada está espalhado pelo mundo e nenhum representante brasileiro do charivari de Temer consegue falar em assembleias internacionais sem ser vaiado, chamado de golpista e entreguista dos recursos minerais e petrolíferos brasileiros.

Escócia pode impedir Brexit, diz primeira-ministra

Edimburgo pode vetar a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), declarou Nicola Sturgeon, a primeira-ministra da Escócia, em uma entrevista à BBC. De acordo com a primeira-ministra, isso é possível porque, apesar de 51,9% dos cidadãos britânicos terem se manifestado a favor da saída da UE no referendo do dia 23 de junho, 62% dos escoceses votaram contra a ruptura das relações.

Sturgeon acrescentou que planeja iniciar nos próximos dias as negociações diretas com Bruxelas para defender os interesses da Escócia. No referendo do dia 23 de junho no Reino Unido, 51,9% dos eleitores se pronunciaram a favor de abandonar a União Europeia.

No entanto, tanto a Escócia (62%) como a Irlanda do Norte (55%) votaram a favor de permanecer no bloco europeu. No sábado, Sturgeon declarou que o governo da Escócia redigirá um projeto de lei para preparar um outro referendo sobre a independência.

(Agência Brasil)

Camilo: comedido, mas pragmático

84 1

foto camilo governo ceará

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (26):

A entrevista com o governador Camilo Santana, no Jogo Político que vai ao ar na noite deste domingo, é rica em sinalizações políticas e econômicas. Já largamente explorado no noticiário político do O POVO, que antecipou a informação na edição de quinta-feira passada, o governador praticamente anuncia sua intenção de apoiar a reeleição de Roberto Cláudio (PDT) em Fortaleza.

Em seu estilo comedido, Santana deixa transparecer que não pretende assumir uma posição neutra na disputa da Capital. “Todos sabem de minha relação com o prefeito Roberto Cláudio. Temos tido grandes parcerias”, disse após declarar que se engajará nas próximas eleições. O governador não disse como o fará. Afinal, a legislação eleitoral impõe limites para um filiado apoiar a candidatura de outro partido.

O fato é que se esvaem as esperanças do PT de Fortaleza que vem trabalhando para que o governador, pelo menos, não se engaje na disputa. “Eu pedi mais diálogo”, “defendi no partido que o anuncio da candidatura própria fosse adiado”. O governador não usou o termo, mas deixou claro que se sentiu atropelado pela decisão do partido de lançar a candidatura de Luizianne Lins.

Acerca da relação com o Governo Federal, Santana conta que não chegou a telefonar para o presidente Michel Temer por ocasião de sua chegada ao Palácio do Planalto. Porém, já pediu uma audiência com o presidente. A pauta: recursos para as obras relacionadas à segurança hídrica. Ainda não houve uma resposta de Brasília. “Até o momento não senti nenhuma reação negativa por parte do Governo Federal”, disse.

Ao ser perguntado se possuía algum intermediário para facilitar o fluxo de interesses do Ceará junto ao Palácio do Planalto, o governador respondeu o seguinte: “Tenho procurado a bancada de (parlamentares) federais, inclusive o senador Tasso Jereissati. Temos conversado muito sobre essas questões. Já vínhamos conversando desde o início do meu governo. (O senador) Tem sido sempre muito atencioso com o Ceará e com Governo”.

Portanto, numa leitura livre, o resumo da ópera política do governador Camilo Santana é o seguinte: vai apoiar a candidatura de Roberto Cláudio em Fortaleza, conta com a mediação política de Tasso Jereissati em Brasília e não tem nenhuma intenção de estimular discursos e campanhas contra o presidente interino, que para o PT é um “golpista” e, para seus aliados Cid e Ciro Gomes, é “chefe de uma quadrilha”.

Cid Gomes prestigia entrega da requalificação da Travessa Crato

92 1

foto rc e salmito e cid e falcão 160626

O ex-governador Cid Gomes participou na manhã deste domingo (26) da entrega das obras de requalificação da Travessa Crato, no Centro de Fortaleza. O prefeito Roberto Cláudio (PDT) inaugurou a padronização das marquises das lojas, os pequenos jardins no entorno das árvores, a nova iluminação com a inclusão de mais 14 postes, além dos novos bancos, lixeiras e pintura nas fachadas dos estabelecimentos comerciais, entre esses o tradicional Raimundo do Queijo.

Além do ex-governador Cid Gomes, Roberto Cláudio também esteve acompanhado do presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), e do humorista Falcão, frequentador do lugar.

Metade dos brasileiros com diabetes não sabe que tem a doença

No Dia Nacional de Combate ao Diabetes, especialistas alertam que metade dos cerca de 14 milhões de brasileiros que têm o diabetes não sabe que tem a doença.

Segundo o endocrinologista João Salles, da Sociedade Brasileira de Diabetes, uma das dificuldades em identificar a doença é que ela não apresenta sintomas no início, como é o caso do tipo dois de diabetes. No estágio avançado, podem aparecer sinais como boca seca, vontade de urinar com frequência e perda de peso espontaneamente.

“Pessoas com mais de 40 anos, obesas, principalmente com a circunferência abdominal elevada, pessoas com pressão alta, altas taxas de triglicérides e com o HDL, o colesterol bom, baixo, devem ficar mais atentas pois estes são fatores de risco do diabetes tipo dois”, alertou Salles.

Cegueira, insuficiência renal e amputação de membros inferiores são outras consequências.

(Agência Brasil)

Expo Evangélica traz a Fortaleza músicas gospel e encontro com mulheres

387 1

foto expoevangélica

A cantora e escritora Bianca Toledo, autora do livro “A História de Um Milagre”, é uma das atrações da Expo Evangélica Fortaleza 2016, que acontece de 6 a 9 de julho, no Centro de Eventos. Ela estará à frente do encontro com mulheres, quando dará seu testemunho de vida.

Além de Bianca Toledo, outras atrações são Marcela Taís, Damares, Cristina Mel, Leonardo Gonçalves e Mariana Ava, da gravadora Sony Music Gospel, e Davi Sacer, Daniela Araújo, Ton Carfi e o Ministério Aliança do Tabernáculo, da gravadora Som Livre.

Bancos começam a usar inteligência artificial no relacionamento com clientes

Decorar senhas e digitar códigos de acesso estão prestes a virar coisa do passado para os clientes de banco do país. Em breve, basta conversar com o celular ou com o computador para ver o saldo da conta, pedir um empréstimo ou negociar uma dívida, com garantia de que nenhum intruso se passe pelo correntista. A inteligência artificial está começando a ser usada no relacionamento com os clientes pelas instituições financeiras no Brasil.

Em 60 dias, o Banco do Brasil oferecerá a novidade para clientes dos segmentos Private e Estilo Digital – de maior poder aquisitivo. Por meio do aplicativo da instituição financeira no smartphone, os correntistas terão acesso a um assistente que permite a realização de transações por meio do celular sem risco de fraude porque a biometria da voz do cliente estará gravada. O Bradesco testa tecnologia semelhante para que os clientes possam conversar com os computadores, ainda sem previsão de lançamento.

Chamada de computação cognitiva, a tecnologia se baseia na capacidade de computadores cruzarem grandes volumes de dados e gerarem análises e respostas por conta própria. No caso de reconhecimento de voz, os computadores captam a voz do usuário para decodificarem padrões, descobrirem hábitos e interpretarem comandos. No Brasil, a novidade está sendo desenvolvida com base na ferramenta Watson, importada dos Estados Unidos.

Segundo o vice-presidente de Tecnologia do Banco do Brasil, Geraldo Dezena, o uso da inteligência artificial no mercado financeiro traz vantagens, não apenas agiliza o atendimento, como melhora significativamente a relação dos bancos com os clientes, que poderão fazer transações e consultas apenas por meio da voz.

“Os funcionários não precisarão mais ensinar clientes a usar terminais de autoatendimento, aplicativos ou computadores. Mesmo a pessoa mais simples vai poder conversar com a máquina. A computação cognitiva valoriza o tempo do cliente e traz ganho de eficiência operacional para o banco”, explica.

(Agência Brasil)

Safadão doa cachê polêmico de show em Caruaru

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=3g8uPzkbMM4[/youtube]

O cantor Wesley Safadão doou todo o cachê que ganhou ao se apresentar no São João de Caruaru, um dos maiores do País. Ele resolveu encerrar o assunto de uma forma inusitada e digna de aplausos.

O anúncio foi feito na madrugada deste domingo (26), quando o artista disse que doou todo o dinheiro para instituições filantrópicas da cidade pernambucana, dando fim a uma polêmica em torno do valor recebido. O cachê de Safadão foi de R$ 575 mil.

“O problema do país não é culpa minha não. Terminou sobrando pra quem não tinha nada a ver”, afirmou Safadão. “Se o problema é dinheiro, pode espalhar por aí que eu não ficarei com 1 centavo do meu cachê. O que eu quero é cantar todos os anos no São João de Caruaru. E todo meu cachê será revertido para as instituições de caridade de Caruaru”, disse o cantor para o delírio do público.

 

(Com Agências)

Polícia investiga mais uma fuga no Carrapicho; Assassino do policial do Raio entre os fugitivos

Pelo menos seis presos teriam fugido nesse sábado (25) do Centro de Triagem Criminológica, conhecido como presídio Carrapicho, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Entre os fugitivos estaria Gabriel Alves de Lima, o Biel, 20, que em fevereiro deste ano matou em uma única manhã o policial militar do Raio, Augusto Huebster Rabelo Félix, 27, e o comerciante José Vilemar de Freitas, 83, nos bairros Planalto Pici e Jardim Iracema, respectivamente, ambos vítimas de assalto.

A unidade prisional é a que registra o maior número de fugas este ano no Estado. Em abril, 30 detentos deixaram o presídio por meio de um túnel. A maioria dos fugitivos responde por assalto, mas há um grupo também de homicidas.

Já o latrocida – assalto seguido de morte – Biel havia sido preso dois dias após as mortes do policial e do comerciante. Ele estava em regime “condicional”, mediante monitoramento por tornozeleira eletrônica. No entanto, ao ser detido no município de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza, o suspeito estava sem o equipamento eletrônico. Em depoimento à Polícia, Biel teria confessado que retirava a tornozeleira para praticar assaltos.

Prisão de Bernardo serviria para retirar o foco do governo Temer

96 2

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (26):

A Operação Lava Jato volta a focar o PT – com a prisão do ex-ministro das Comunicações Paulo Bernardo. A iniciativa é vista como uma operação de diversionismo tosco para retirar o foco do governo Temer, acossado por denúncias de toda ordem.

A virada ocorreu, coincidentemente, após a visita do ministro da Justiça à “República do Paraná”. Como sempre, foi acionada a poderosa máquina de produção de realidade virtual.

O sistema recorreu a um velho truque: recolocou a Lava Jato nos trilhos (pois tinha saído da bitola quando começou a atropelar intocáveis do sistema), voltando a priorizar o PT, com o maior estardalhaço possível (policiais fardados foram colocados ostensivamente na entrada da sede do PT, em São Paulo – sem necessidade -, como se estivessem numa operação de guerra contra alguma brigada terrorista, numa encenação primária). Sem esquecer – é claro – a destruição prévia de reputações.

Se alguém for inocente, “Inês já estará morta” quando a verdade for restabelecida.

Vicente Pinzón – Roberto Cláudio e Camilo inauguram a Praça da Conquista

foto RC e camilo 160625 vpinzón

“Esse é um caminho definitivo para prevenir a violência. Foi assim que grandes cidades puderam reduzir os índices de violência: sempre com o braço forte da lei, da Polícia, mas com o outro braço social, integrador e comunitário das políticas sociais”.

A observação é do prefeito Roberto Cláudio (PDT), na noite desse sábado (25), no bairro Vicente Pinzón, durante a inauguração da Praça da Conquista, que em mais de 100 metros quadrados conta com uma academia ao ar livre, playground, quadra poliesportiva, pista de skate, acessibilidade, mesas com tabuleiros para xadrez e damas, lixeiras de coleta seletiva e iluminação branca.

Ao lado do prefeito Roberto Cláudio, o governador Camilo Santana, que destacou a sintonia entre as duas administrações (Estado e Município). “Quando Prefeitura, Governo do Estado e comunidade se unem, os resultados acontecem. As pessoas querem ter espaço, e não tenho dúvidas que esse é o grande caminho: dialogando com a comunidade, acolhendo a comunidade, ouvindo a comunidade”, disse.

Tortura ainda persiste no Brasil, diz psicanalista

O Memorial da Resistência, no Largo General Osório, na região da Luz, na capital paulista, antiga sede do Departamento de Ordem Política e Social (Dops), recebeu nesse sábado (25) um debate sobre a tortura. A discussão antecedeu ao Dia Internacional da Luta contra a Tortura, celebrado neste domingo (26).

Durante o evento, chamado de “Tortura, Crime que os Humanos Cometem contra os Próprios Humanos”, Maria Auxiliadora de Almeida Cunha Arantes, psicóloga, psicanalista e doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e autora do livro “Tortura, Testemunhos de um Crime Demasiadamente Humano”, disse que a tortura surgiu no país já com a chegada dos portugueses, em 1500, e que ainda persiste no Brasil.

Segundo ela, a tortura já foi mecanismo usado por regimes autoritários no mundo todo, mas foi constante no país durante o período colonial, principalmente em relação aos indígenas, e também nos tempos da escravidão. Além disso, ela foi usada de forma sistemática durante a ditadura militar brasileira. “A tortura começou no nosso país em 1500 e ela persiste, de formas diferentes”, disse.

Para Ivan Seixas, ex-preso político e presidente do Conselho do Núcleo Memória e integrante da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos, a tortura é uma profissão [porque os torturadores, em geral, são pagos para cometê-la] e poderia ocorrer com qualquer pessoa.

“A tortura é uma profissão. Essa normalidade profissional de torturador é o que precisamos quebrar. Sou contra a vitimização. Ele [torturador] faria isso contra absolutamente qualquer um que aparecesse na frente dele. A tortura é uma prática de dominação, de imposição pelo terror e tem um caráter muito danoso e, junto dela, há uma parceira, que é a omissão”, disse Seixas.

(Agência Brasil)

Moro volta a investigar Lula por corrupção e lavagem de dinheiro

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), devolveu ao juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, os inquéritos que apuram corrupção e lavagem de dinheiro, contra o ex-presidente Lula, diante da compra e reforma de um sítio, em Atibaia (SP), além da aquisição de um triplex no Condomínio Solaris, no Guarujá (SP).

Teori havia decretado a suspensão da tramitação das investigações contra Lula, ao atender a um pedido da defesa do ex-presidente, que questionou a competência em primeiro grau.

Moro determinou que os inquéritos devem “tramitar exclusivamente entre Ministério Público Federal e autoridade policial”. O Instituto Lula e a defesa do ex-presidente reafirmam que o triplex e o sítio não pertencem a Lula e que os valores recebidos pela LILS são relativos a palestras realizadas pelo ex-presidente.

(com agências)

Fiec parabeniza senador Tasso por parecer na transparência das estatais

foto tasso homenagem fiec

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) destacou em publicações a iniciativa do senador cearense Tasso Jereissati (PSDB), que resgatou na condição de relator o texto original do projeto de Lei de Responsabilidade das Estatais, ao proibir a nomeação de dirigentes ligados a partidos políticos ou sindicatos para cargos de direção e para os conselhos de administração das estatais.

Aprovado esta semana no Senado, o projeto havia sofrido alterações na Câmara dos Deputados que afetariam a transparência da gestão e dos gastos dos recursos públicos nas estatais.

Para Tasso, “a regra é evitar as práticas de corrupção identificadas pela operação Lava-Jato”.

Papa Francisco visita memorial do genocídio na Armênia

O papa Francisco visitou neste sábado (25), no segundo dia de viagem à Armênia, o Memorial do Genocídio, localizado em Tzitzernakaberd. No local, o pontíficie afirmou que este momento da história deve ser lembrado para que outros episódios semelhantes não se repitam.

“A memória é uma fonte de paz e de futuro. Aqui rezo, com dor no coração, para que nunca mais existam tragédias como essa, para que a humanidade não se esqueça e saiba vencer o mal com o bem. Que Deus conceda ao amado povo armênio e ao mundo inteiro a paz e a consolação. Que Deus guarde a memória do povo armênio”, disse.

O líder católico visitou o local, ao lado da máxima autoridade da Igreja Apostólica da Armênia, Karekin II, e pelo presidente do país, Serzh Sargsyan. Francisco colocou uma coroa de flores na frente do monumento, onde um grupo de crianças levava cartazes com os nomes dos mortos de 1915. Ele também se encontrou com descendentes dos sobreviventes que foram alojados em Castel Gandolfo, residência papal, pelo pontífice Bento XV.

No primeiro dia da viagem ao país, Francisco destacou a palavra “genocídio” em seu discurso na capital Erevan, dentro do Palácio Presidencial, para se referir ao extermínio de 1,5 milhão de armênios pelo Império Otomano há um século, mesmo sabendo que o vocábulo poderia desencadear um mal-estar diplomático com a Turquia, como já ocorreu no ano passado.

A Santa Sé não previa o termo “genocídio” nos discursos de Francisco, porém o líder católico não quis renunciar à palavra diante das autoridades armênias.

(Agência Brasil)

‘Doutor Ivens construiu um mar de oportunidades’, diz deputado federal José Airton

foto josé airton e ivens

O coordenador da Bancada Federal do Ceará, deputado José Airton Cirilo (PT), lamentou a morte do empresário cearense Ivens Dias Branco, presidente do Grupo M. Dias Branco. Confira:

Dr. Ivens nos deixa um legado de quem construiu um mar de oportunidades e capitaneou o crescimento industrial e econômico do Ceará e do Brasil. “Um homem de fé, determinado, respeitado pela sociedade e admirado pelos seus colaboradores”.

Nesse momento de dor, envio minhas condolências à família, na pessoa de sua esposa Dona Consuelo Dias Branco, filhos, netos e parentes.

Plebiscito britânico: vitória do exclusivismo

Editorial do O POVO deste sábado (25) afirma que a saída do Reino Unido da União Europeia trará consequências no continente, com reflexos na correlação internacional. Confira:

A saída do Reino Unido da União Europeia (UE) foi consagrada pelo plebiscito realizado na quinta-feira (23). O resultado foi apertado (51,9% a 48,1%), o que indica a divisão da sociedade britânica em relação ao assunto. As consequências internas e externas da decisão afetarão os dois lados – britânicos e europeus – com reflexos na correlação internacional.

Do ponto de vista interno, da Inglaterra, os efeitos políticos já se traduzem na renúncia do primeiro-ministro David Cameron, que se concretizará até outubro próximo. Já na União Europeia, o choque é ainda maior, pois nunca um país deixou o bloco, desde sua constituição em 1973, quando ainda se chamava Comunidade Econômica Europeia. Esperam-se negociações duras e complexas, pois a UE não deixará por barato o desfalque de um membro tão importante. Ainda tentará convencer os britânicos a não cortar todos os laços. Por sua parte, o Reino Unido necessita manter um pé no mercado europeu.

O fato é que se trinca – de uma forma quase irreparável -, o sonho de uma Europa sem fronteiras, por onde transitariam livremente pessoas, bens e serviços prodigalizando uma cidadania e uma identidade comuns. Tudo reunido num modelo de sociedade baseada nos princípios democráticos, no respeito aos direitos humanos e à ideia de democracia social, configurada no Estado de Bem-Estar Social.

Alternativa bem diferente do individualismo crasso da sociedade liberal de estilo americano. Infelizmente, essa ideia generosa já vinha sendo comprometida, desde há muito, pela voracidade da crise econômico-financeira que culminou em 2008, e do seu enfrentamento por meio do monetarismo ortodoxo, desmantelando os fundamentos sobre os quais se ergue o ideal europeu de sociedade.

A saída do Reino Unido, presumivelmente, dará fôlego aos movimentos separatistas, não apenas na Europa, mas na própria Grã-Bretanha. A Escócia, por exemplo, votou em peso (66%) pela permanência na UE. O mesmo acontecendo com a Irlanda do Norte, (56% pela permanência). Essa frustração, sem dúvida alguma, não passará despercebida pelos movimentos independentistas locais.

O fato mais lamentável é que a vitória do exclusivismo nacional britânico tende a suscitar preconceitos de toda ordem contra os defensores de referenciais mais universalistas.