Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

“Cores do Cariri” marca trajetória de Padre Cicero

A coletânea do artista plástico e publicitário Eduardo Odécio abriu a exposição “Cores do Cariri”, neste fim de semana, no La Plaza Shopping, no bairro da Lagoa Seca, em Juazeiro do Norte, a 491 quilômetros de Fortaleza.

A exposição marca a trajetória de Padre Cicero, em Juazeiro do Norte, que se estende até os dias atuais por meio de romarias e do turismo religioso. São belíssimas pinturas que retratam a sensibilidade de um publicitário que se fez artista por devoção.

O prefeito Arnon Bezerra (PTB) conferiu a exposição das obras de Eduardo Odécio.

(Foto: Divulgação)

Festa de Canindé realiza a Missa dos Comunicadores do Ceará

Missa em clima de músicas entoadas pela sanfonas.

Procissão de sanfonas no evento de Canindé

Cerca de 70 radialistas, jornalistas e publicitários de todo o Ceará, sendo a maioria de Fortaleza, participaram, neste fim de semana, da Missa dos Comunicadores, que faz parte da programação em homenagem a São Francisco de Canindé. Foi um dia especial que teve, ainda, a procissão das sanfonas, com 52 profissionais e um show especial de Cecília do Acordeon, uma garota de 14 anos, natural de Redenção.

O tema central da missa foi “Façam o bem: sejam meus imitadores, como sou do Senhor”. A comunicadores saíram de Fortaleza e de Chorozinho, passando pelo Maciço do Baturité. A comitiva foi recepcionada com uma almoço pelo professor Luiz Damião Coelho, saindo depois em procissão até a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, que fica por trás da Basílica de São Francisco.

A homilia da celebração, presidida pelo padre Jurandir Caetano, integrante da Ordem dos Frades Menores (OFM), foi direcionada à importância dos sanfoneiros e radialistas nos atuais. Na comitiva de Fortaleza seguiram representantes, não apenas do Sindradioce, mas também do Sindicato dos Jornalistas, ACI, Aceji e APCDEC, estes, nas pessoas de seus presidentes Alano Maia e João Ferreira do Nascimento.

Uma categoria aos pés de São Francisco das Chagas.

A programação foi organizada pelo Sindicato dos Radialistas e Publicitários (Sindradioce) e pelo Grupo Radialistas do Ceará, de WhatsApp. Para o jornalista Luciano Luque, um dos adminixtradores do Grupo, “este encontro tem sido a oportunidade de um congraçamento cada vez maior da categoria.

(Fotos – WhatsApp)

Prêmio da Mega sai para Londrina; Quina volta a acumular

Uma aposta de Londrina, no Norte do Paraná, a 381 quilômetros de Curitiba, ganhou o prêmio de R$ 5,6 milhões da Mega-Sena, sorteado na noite desse sábado (28), em São Paulo. As 55 apostas com cinco acertos receberão a quantia de R$ 31,1 mil, cada.

Os números sorteados foram: 0708222729 e 42.

Já a Quina voltou a acumular e o prêmio desta segunda-feira (30), segundo estimativa da Caixa Econômica Federal, é de R$ 4,3 milhões. Os números sorteados foram: 08 – 26 – 30 – 33 e 65. As 111 apostas com quatro acertos receberão a quantia de R$ 4,7 mil, cada.

Antonio Henrique recebe medalha Top Legislativo em evento nacional

Com a presença de 500 vereadores das cinco regiões do Brasil, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Antonio Henrique, foi homenageado com a medalha Top Legislativo, durante o Encontro Nacional de Legislativos Municipais, realizado pela União dos Vereadores do Brasil, em parceria com a União dos vereadores e Câmaras do Ceará. O evento ocorreu no hotel Luzieiros, na Beira Mar.

“Sinto-me muito honrado em receber a Medalha Top Legislativo e expresso o meu mais sincero agradecimento aos que me concederam essa honraria. Nós temos a grande responsabilidade de representar os anseios da população e vamos trabalhar cada vez mais para garantir os seus direitos”, afirmou o presidente do Legislativo de Fortaleza.

Antonio Henrique recebeu a homenagem, diante da postura apresentada em seu primeiro ano à frente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Fortaleza, pela defesa e valorização do papel do poder público a serviço da população.

O encontro foi encerrado na tarde de sexta-feira (27), quando debateu assuntos relativos às pautas municipalistas, além da realização de palestras e workshops.

Entre os palestrantes, o ex-ministro Ciro Gomes abordou o cenário das eleições municipais do próximo ano. “Quem está salvando o sistema democrático é o testemunho diário das formiguinhas da democracia, que são os vereadores e vereadoras. Eles são o elemento na política que mantém com fidelidade a confiança do povo”, observou Ciro.

(Foto: Divulgação)

Planos de saúde oferecem programas de prevenção de suicídios

Um mês de mobilização preventiva contra o suicídio. A campanha Setembro Amarelo foi criada para informar sobre depressão e outros transtornos mentais, uma vez que pensamentos que podem levar ao suicídio têm relação com diversos quadros clínicos. O esforço para combater essas doenças não está restrito ao Sistema Único de Saúde (SUS). A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) usou a data para incentivar planos de saúde a oferecerem programas preventivos. Atualmente, o cadastro da autarquia já totaliza 42 iniciativas, que abrangem várias áreas de atenção, incluindo a de saúde mental.

A Agência Brasil contatou duas operadoras de saúde, para conhecer seus respectivos programas. O Única Mente, da SulAmérica, e o Reinventar, da Caixa de Assistência à Saúde da Universidade/UFMG (Casu), que tratam especificamente de saúde mental.

O programa Reinventar foi lançado este ano e contou a adesão de cerca de 30 pessoas, demanda que, segundo a gerente de Promoção da Saúde da Casu, Janaína Baronto, superou as expectativas. Na avaliação da profissional, um foco maior na Atenção Primária tem impulsionado a expansão do que chama de “metodologia de autocuidado aplicado”.

Janaína afirma que essa tendência reforça a noção de que a saúde do indivíduo deve tratada como um todo. Alguém com diagnóstico de depressão grave, exemplifica ela, não pode ser instruído apenas sobre diabetes, mas também sobre a importância de se alimentar corretamente, porque, com tal estado mental, poderia até mesmo estar pulando refeições. “Se um [aspecto da saúde] não estiver bem, [o tratamento] não vai dar certo “, diz.

A coordenadora do setor de Práticas de Saúde Integradas da Casu, Larissa Garbocci, comenta que não é a primeira vez que o plano desenvolve um programa na área de saúde mental, tendo implantado outro há alguns anos. O projeto foi descontinuado por volta de 2011, devido a mudanças na diretoria da associação.

Foi por notar um aumento nos atendimentos de psiquiatria e psicologia que a Casu decidiu implantar novamente a ação. O balanço anual da ANS confirma a alta procura por profissionais de saúde mental. Tanto em 2017 quanto em 2018, a consulta com psicólogos foi o segundo procedimento ambulatorial mais frequente, perdendo apenas para as sessões com fisioterapeutas. Nessa lista, entram também consultas e sessões com fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e nutricionistas.

No segundo semestre de 2017, foram realizadas 8,2 milhões de consultas ou sessões com psicólogos. No mesmo período de 2018, o número de atendimentos superou os 9 milhões. As consultas psiquiátricas também apresentaram aumento. No segundo semestre de 2017 foram 2.312.341. No mesmo perído do ano seguinte foram 2.515.989 consultas ou sessões.

“O objetivo do programa é visar o autoconhecimento, a inteligência emocional, estando pautado na história de cada um, no reconhecimento de habilidades individuais. Não foca em associado que já esteja adoecido, porque, no trabalho em grupo, a gente tem que tomar cuidado com isso. Por isso, é pensado de uma forma mais preventiva, porque tem questões que a gente não consegue trabalhar em grupo”, esclarece Larissa.

Para a assistente social, trabalhar de forma coletiva faz com que os participantes do programa percebam seus problemas sob outro ângulo. “Às vezes, sozinho, ele acha que é uma coisa só dele”, diz.

Acolhimento

O Única Mente, da SulAmérica, conta com 70 psiquiatras e 40 psicólogos. Um dos principais objetivos é agilizar e priorizar pacientes com transtorno mental no agendamento de procedimentos médicos.

A diretora técnica médica da SulAmérica, Tereza Veloso, ressalta que, de 2017 para 2018, houve um crescimento de 180% em consultas psiquiátricas e 79% em sessões de psicoterapia, entre os usuários do plano. Segundo ela, muitas demandas de saúde mental também têm aparecido nos demais programas que a operadora mantém.

O programa tem duas linhas: a disponível para os beneficiários do plano em geral e a empresarial, que leva o serviço a companhias interessadas. “O programa tem um braço que cuida do individuo, alguém que procurou a gente, seja através de uma consulta ou através de um programa de gestão em saúde ou porque ligou pra nossa central de orientação e pediu uma ajuda, ele é acolhido e passa a ser atendido por uma equipe multiprofissional, de psicólogos, psiquiatras e enfermeiros especializados em doenças psiquiátricas. Nesse período, ele passa a não ter mais limite na quantidade de acesso a consultas, psicoterapia. O programa é desenhado com base nas necessidades do indivíduo”, detalha.

“No país, ainda existe um receio muito grande de se expor, quando você tem alguma doença psiquiátrica. Mais do que qualquer coisa, esses pacientes precisam ser acolhidos de alguma forma e entender que precisam ser cuidados e reabilitados. Em paralelo, existia um pedido forte das empresas para que a gente pudesse ter um braço de atuação dentro delas, pra ajudar na prevenção”, acrescenta.

Rol de procedimentos

Para garantir que pacientes com transtornos dessa natureza tenham um atendimento adequado, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) também exige das operadoras de planos de saúde que cumpram uma série de regras. Os procedimentos estão previstos na Resolução Normativa nº 428/2017 e visam resguardar os direitos dos pacientes quanto a consultas médicas, internação hospitalar, consultas com psicólogo e terapeuta ocupacional e atendimento em hospital-dia psiquiátrico.

Pessoas com diagnóstico de transtornos de personalidade, por exemplo, têm assegurado um mínimo de 18 sessões de psicoterapia por ano. A quantidade também é garantida a pacientes com transtornos do humor, como depressão e transtorno afetivo bipolar.

Na resolução, a ANS também destaca que os planos de saúde devem colaborar para desestigmatização de pessoas com transtornos mentais. As operadoras têm, ainda, o compromisso de contribuir para disseminar uma cultura contra a institucionalização desses pacientes. A posição da autarquia é de que a internação psiquiátrica seja empregada apenas em último caso e mediante indicação de um médico assistente. O entendimento é de que se priorize o atendimento ambulatorial e em consultórios.

(Agência Brasil)

0 a 0 – São Paulo interrompe série de oito jogos de vitórias do Flamengo, diante 67 mil torcedores

Na estreia do treinador Fernando Diniz, o São Paulo encerrou a série de oito vitórias seguidas do Flamengo no Brasileirão, na noite desse sábado (28), no Maracanã, no empate em 0 a 0, diante de um público de 67.051 torcedores (62,5 mil pagantes), na abertura da 22ª rodada.

Mesmo com o empate, o Flamengo segue líder do Brasileirão, mas poderá ver a vantagem cair para um ponto, neste domingo (29), caso o Palmeiras surpreenda o Internacional, em pleno Beira Rio.

O Flamengo criou várias oportunidades de gol, mas parou nas mãos do goleiro Tiago Volpi. O São Paulo jogou em contra-ataques, mas, quando chegou próximo ao gol, em uma única oportunidade, Diego Alves fez grande defesa em um chute rasteiro.

O São Paulo volta a campo no sábado (5), no Morumbi, diante do Fortaleza, enquanto o Flamengo vai ao interior catarinense, no domingo (6), para enfrentar a Chapecoense.

(Foto: Reprodução)

Quase metade do planeta ainda não tem acesso à internet, aponta estudo

Em 2019, o acesso à internet passou a estar disponível a 51% da população mundial. Foi o primeiro ano em que a conectividade ultrapassou a casa dos 50%. Contudo, o índice mostra que, a despeito da Rede Mundial de Computadores ter ganhado importância nas mais diversas esferas sociais nos últimos 20 anos, quase metade da população ainda não dispõe desse recurso. A informação é apresentada e discutida no relatório “Estado da Banda Larga 2019”, da Comissão de Banda Larga, grupo que reune representantes de empresas e das Nações Unidas.

Quando considerados os domicílios, o índice aumenta, chegando a 57,8%. Em 2005, 19% das casas conseguiam navegar na web. Contudo, quando considerada a banda larga fixa, o percentual cai para 14%. Já o ritmo de crescimento de conectividade em lares desacelerou, tendo saído de 53% para 54,8% entre 2017 e 2018. Em países mais pobres, a taxa de crescimento caiu de 19% em 2017 para 17,5% em 2018.

A análise sobre a presença de lares atendidos por serviços de fixas de banda larga é considerada importante por pesquisadores uma vez que as conexões móveis em geral possuem limitações para a fruição plena de serviços, como franquias que restringem o consumo, por exemplo, de vídeos em quantidade razoável.

Banda larga é o termo empregado para a conectividade com uma velocidade de pelo menos 256 kbps e que assegure um conjunto mínimo de atividades online, como visitação de sites e aplicações de comunicação. O índice de 51% ainda está distante da meta de chegar a 75% de penetração até 2025.

Desigualdades
O relatório aponta que para além de metade da população estar fora da internet, entre os conectados há desigualdades importantes. “As distâncias existentes na adoção de conectividade são conduzidas por brechas de diferentes tipos: geografias (áreas urbanas x rurais), renda (ricos x pobres), idade e gênero, entre outros”, destaca o relatório.

Enquanto a conexão de baixa qualidade foi apontada por 43% em países mais pobres, o problema foi mencionado 25% de entrevistados em nações mais ricas. Outro exemplo mais claro é no preço dos pacotes entre diferentes regiões do globo. Enquanto o preço de uma franquia de 1 giga em países do Sul da Ásia consome 1,2% da renda mensal média, na África Subsaariana o serviço custa o equivalente a 6,8% da receita média mensal.

Redes
Contudo, conforme o relatório a infraestrutura avançou e hoje está presente em localidades abrangendo 96% da população mundial. O tráfego internacional de dados é realizado por 400 cabos submarinos, abarcando 1,2 milhão de quilômetros, e por 775 satélites com atuação em serviços de comunicação na órbita da Terra.

No ecossistema móvel, 2018 foi o ano em que a tecnologia 4G se tornou hegemônica, ultrapassando a 2G, sendo responsável por 44% das conexões móveis. Citando dados da consultoria GSMA, o documento ressalta que o 5G, o novo paradigma tecnológico dos serviços móveis, tornou-se “uma realidade”.

No ano passado, o novo padrão foi lançado nos Estados Unidos e na Coreia do Sul. Em 2019, a previsão é que ele passe a ser ofertado em 16 novos países. A expectativa da GSMA é que em 2025 haja 1,4 bilhão de conexões, cerca de 15% da base total.

Encruzilhada
Para os autores, a Internet se encontra em uma “encruzilhada”. “Há um reconhecimento crescente de que os desafios e riscos demandam políticas e regulações específicas, assim como novas abordagens de negócio e iniciativas industriais voltadas a mitigar efeitos não intencionados e resultados negativos da adoção da internet”.

O documento ressalta que as pessoas não podem apenas ser divididas entre usuários e não-usuários, mas deve ser entendida a diversidade de formas de conectividade e experiências online. O reconhecimento dessas especificidades passa pela consideração de públicos mais vulneráveis em sua presença na web. Mulheres estão sujeitas a perseguição, assédio e discurso de ódio na web. Já crianças são vítimas de abusos, exploração e bullying.

Diante à variedade de formas de acesso, os autores defendem o que chamam de “conectividade universal relevante”. Essa noção envolve uma banda larga “disponível, acessível, relevante, barata, segura, confiável e que empodere os usuários levando a impactos positivos”. Essa percepção leva em consideração também não somente o custo, mas diferentes motivadores para se conectar e ter experiências de qualidade no ambiente online.

Modalidades de uso
Considerando a variedade de experiências, o relatório traz dados sobre diferentes modalidades de atividades na web (ver gráfico). A troca de mensagens por apps como Whatsapp e FB Messenger é o mais popular, seguida por redes sociais, ligações online e ler notícias. As ações variam conforme a renda, com a prática de obter informação e comprar produtos sendo mais comum em países mais ricos.

(Agência Brasil)

Camilo Santana quer rigor na apuração de acidente com VLTs

149 3

O governador Camilo Santana se manifestou, por meio das redes sociais, sobre o acidente entre dois VLTs, na manhã deste sábado (28), em Fortaleza. Os dois veículos bateram de frente, no bairro de Fátima, com 37 feridos, segundo registro do Samu.

“Sobre o acidente com dois VLTs, esta manhã, em Fortaleza, informo que todos os esforços foram realizados pelas nossas equipes de socorro do estado e município para o imediato resgate e atendimento às vítimas, inclusive com apoio de helicóptero da Ciopaer. Segundo o nosso Comando dos Bombeiros, felizmente não foi registrada nenhuma morte e a maioria das vítimas não teve gravidade nos ferimentos. Equipes de perícia também estiveram no local para apurar as causas do acidente. Minha determinação é para que a apuração seja feita com todo o rigor, a fim da tomada de providências. Presto minha solidariedade às vítimas e aos seus familiares”, disse o governador.

A linha Parangaba/Mucuripe, por onde trafegavam os veículos, está em fase de testes.

(Foto: Reprodução)

Brasil tem maior percentual de otimistas entre 23 países

104 2

O Brasil tem o maior percentual de otimistas do mundo, segundo uma pesquisa encomendada pela Expo Dubai 2020 e divulgada essa semana. Segundo o levantamento, 76% dos brasileiros se consideram otimistas, um número consideravelmente superior em relação à média global, que ficou em 56%.

A Pesquisa Global de Otimismo, conduzida pela empresa internacional de pesquisa e dados de mercado YouGov, acompanhou as prioridades das pessoas para o futuro em questões relacionadas à sustentabilidade, crescimento econômico, tecnologia, viagens, entre outros assuntos.

Mais de 20 mil pessoas em 23 países foram entrevistadas, divididas por região geográfica, gênero, ocupação, estado civil e renda. Além do Brasil, o levantamento inclui Argentina, Austrália, Canadá, China, Egito, França, Alemanha, Índia, Indonésia, Japão, Jordânia, Quênia, Arábia Saudita, Kwait, Nigéria, Omã, Cingapura, Rússia, África do Sul, Estados Unidos, Reino Unido e Emirados Árabes Unidos.

Apesar da amplitude da diversidade dos países pesquisados, os resultados mostram que a maioria do mundo está fortemente alinhada quando se trata dos principais problemas que o futuro do planeta enfrenta.

Quando perguntados sobre meio-ambiente, 65% dos participantes se mostraram confiantes sobre a capacidade humana de combater as mudanças climáticas. Outros 69% disseram que gostariam de ver experiências de oceanos sem plásticos, enquanto 67% citaram transporte universal com energia limpa e 71% transporte auto-alimentado no futuro.

Ainda em nível global, os resultados destacam que nove em cada dez entrevistados acreditam que indivíduos e comunidades podem construir o futuro por meio de um maior compartilhamento de conhecimento, comunicação e colaboração.

Compartilhamento de conhecimento, aprendizagem e maior acesso à educação também se destacaram como temas dominantes em todas as regiões: Oriente Médio (55%), Europa Ocidental e Oriental (61%), Ásia (61%), América do Norte (63 %), América do Sul (68%) e África (72%).

No geral, a América do Sul (74%) é a região mais otimista, seguida pela África (64%), Oriente Médio (60%), Ásia (57%), Ásia (57%), América do Norte (50%) e Europa Ocidental e Oriental (50%).

Números do Brasil
A pesquisa revelou que dois terços dos brasileiros são otimistas com relação ao seu próprio futuro no que diz respeito às oportunidades, com 89% dos entrevistados afirmando que a chave para um futuro melhor está no compartilhamento de conhecimento e na comunicação entre indivíduos e comunidades.

Educação aparece como uma importante ferramenta para o futuro dos brasileiros, com 68% dos entrevistados citando que coleta de conhecimento, aprendizado e acesso à educação são essenciais para desbravar oportunidades para os próximos 30 anos. O brasileiro também acredita que tolerância e inclusão (60%), colaboração para além das fronteiras e culturas (57%) e união para se trocar ideias (56%) são importantes para o futuro.

Expo Dubai 2020
Com o tema “Conectando Mentes, Criando o Futuro”, a Expo Dubai 2020 deve receber, num período de seis meses, mais de 25 milhões de pessoas de todos os continentes. Estão previstos cerca 60 eventos diários ao longo de 173 dias, incluindo apresentações musicais, de tecnologia e cultura. Ao menos 200 pontos de vendas apresentarão chefs e culinária de todos as partes do mundo.

São esperadas exposições e representações de 192 países, além de organismos multilaterais, empresas e instituições educacionais.

As Expo Mundiais são realizadas desde 1851 e reúnem governos, organizações internacionais e empresas com o objetivo de encontrar soluções para desafios universais e promover suas realizações, produtos, ideias, inovações, turismo, além das marcas nacionais, comércio e investimentos. A Expo Dubai 2020 será a edição de número 168 da história.

(Agência Brasil)

16 mil pessoas – Dr. Eron destaca que segunda equipe do PSF no Sítio São João é questão humanitária

Para o vereador Dr. Eron (PP), a garantia da secretária Joana Maciel de uma segunda equipe do Programa Saúde da Família (PSF), no bairro Sítio São João, é uma questão humanitária, além de uma grande conquista social.

“São mais de 16 mil usuários na unidade de atenção primária de saúde do bairro. Hoje só temos uma equipe do PSF na unidade, mas a previsão é que tenhamos duas equipes. A doutora Joana Maciel me deu a garantia que a partir de outubro vai encaminhar um médico para compor a segunda equipe do PSF no Sítio São João. Quero então agradecer por essa grande conquista social e humanitária”, destacou em pronunciamento esta semana o parlamentar do PP.

Ainda esta semana, Dr. Eron, na condição de presidente da Frente Parlamentar de Luta contra a AIDS, participou da primeira reunião com representantes da Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS e representantes da secretaria de Educação e de Saúde do município.

“Precisávamos dar uma resposta à sociedade e aos grupos sociais que lutam há muito tempo pelo direito da cidadania e pela diminuição do preconceito e discriminação das pessoas portadores do HIV”, comentou Dr. Eron.

O presidente do Legislativo de Fortaleza, Antonio Henrique (PDT), ressaltou a importância da tarefa a ser desenvolvida pela Frente e o papel que a Câmara Municipal desempenhará na luta e ajuda de políticas em prol das pessoas portadoras do vírus HIV.

“Vamos dar todo apoio necessário para que os trabalhos sejam realizados e vamos defendê-lo junto ao poder público”, afirmou Antonio Henrique.

(Foto: Divulgação)

Aras repudia atitudes de Rodrigo Janot e declarações de Gilmar Mendes

213 1

A Procuradoria-Geral da República (PGR) divulgou no início da tarde deste sábado (28) uma nota repudiando as atitudes do ex-procurador-geral Rodrigo Janot e as afirmações do Ministro do Supremo Tribunal Federal (Gilmar Mendes). Segundo a nota, o atual procurador Augusto Aras diz que as atitudes de Janot não devem prejudicar a imagem do Ministério Público e seus membros.

Na nota, o atual PGR destaca que ”O Ministério Público Federal é uma instituição que está acima dos eventuais desvios praticados por qualquer um de seus ex-integrantes. O procurador-geral da República, Augusto Aras, considera inaceitáveis as atitudes divulgadas no noticiário a respeito de um de seus antecessores. E afirma confiar no conjunto de seus colegas, homens e mulheres dotados de qualificação técnica e denodo no exercício de sua atividade funcional. Os erros de um único ex-procurador não têm o condão de macular o MP e seus membros. O Ministério Público continuará a cumprir com rigor o seu dever constitucional de guardião da ordem jurídica.”

O ex-PGR Rodrigo Janot afirmou em um livro autobiográfico que em uma ocasião foi armado com um revólver ao STF com a intenção de matar um ministro. O episódio é contado por Janot no livro de memórias que lança nesta semana, porém na obra ele não especificou qual ministro esteve prestes de assassinar. Na última quinta-feira (26), entretanto, Janot revelou a veículos de comunicação que seu alvo era Gilmar Mendes. O fato teria ocorrido 2017.

Na sexta-feira (27), o ministro Gilmar Mendes disse que o ex-procurador é “um potencial facínora” e questionou a forma como é feita a escolha do ocupante do cargo.

“Não imaginava que nós tivéssemos um potencial facínora comandando a Procuradoria-Geral da República”, disse Mendes na saída de um seminário no Tribunal Superior Eleitoral. Mendes aproveitou para criticar o modo de escolha do procurador-geral, pois no modelo atual, segundo sua avaliação, passou-se a escolher pessoas sem qualificação jurídica, moral e psicológica para o cargo.

“Acho que o sistema político terá que descobrir novos critérios e terá que debater isto. Inclusive talvez abrir para a nomeação entre todos os juristas do Brasil. Mas, em suma, o modelo deu errado”, disse Gilmar Mendes.

Apreensão
A Polícia Federal (PF) realizou na tarde de ontem (27) uma ação de busca e apreensão na casa e no escritório do ex-procurador-geral. As buscas foram autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Na decisão na qual determinou as buscas, Moraes também suspendeu o porte de arma de Janot, proibiu o ex-procurador de se aproximar de integrantes da Corte, de entrar nas dependências do tribunal, além da apreensão da arma citada nas entrevistas.

Rodrigo Janot foi procurador-geral da República por dois mandatos de dois anos, de 2013 a 2017. As duas indicações dele foram feitas pela presidente Dilma Rousseff, após ele ter ficado em primeiro na lista tríplice elaborada por membros do Ministério Público. Nas duas ocasiões, ele foi sabatinado e aprovado pelo Senado.

Pelas normas constitucionais, cabe exclusivamente ao presidente da República a nomeação do PGR, sendo que o único critério para a escolha é de que o ocupante do cargo tenha mais de 35 anos e seja membro do Ministério Público. Não há previsão constitucional de lista tríplice.

(Agência Brasil)

Blog do Eliomar ganha reconhecimento do TRT do Ceará

183 9

O Blog do Eliomar e a Coluna Eliomar de Lima do O POVO receberam o reconhecimento do Tribunal Regional do Trabalho – 7ª Região, diante da homenagem da Comenda Ordem no Grau de Oficial, por meio da indicação do desembargador José Antônio Parente da Silva, com unanimidade de seus pares.

A solenidade será no dia 6 de dezembro, na sede do TRT da 7ª Região, na Aldeota.

Caros leitores, queremos dividir com vocês essa homenagem, pois a credibilidade do Blog passa por cada leitor. O reconhecimento é estendido à Coluna Eliomar de Lima, no O POVO.

André Figueiredo sugere candidato em Pacatuba com raízes no município

241 2

O presidente estadual do PDT, deputado federal André Figueiredo, sugeriu nessa sexta-feira (27) que Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza, tenha um candidato a prefeito com raízes no município.

O partido pretende disputar a eleição municipal com o engenheiro Renato Rodrigues, 54, que se filiou ao PDT, em solenidade que contou com o próprio dirigente estadual.

“Vemos hoje que Pacatuba é uma cidade que precisa de mais zelo; de pessoas que se identifiquem com o seu povo, de pessoas que têm uma história com seu povo e tenho certeza que construiremos esse momento em 2020”, afirmou Figueiredo, em entrevista à Rádio Nova Pacatuba.

O ato de filiação de Renato Rodrigues contou ainda com as presenças do vice-prefeito Alexandre Portela, do ex-prefeito Alexandre Alencar, dos vereadores Karina, Pedro Portela, Ênio, Vaval Cardoso, do presidente do PSB Roberto Granjeiro, da coordenadora estadual da Diversidade Samilla e das lideranças municipais de Paulinho John, Andrea Rodrigues, Fábio Frota, dr. Miguel Neto, Leide Portela, Beto da Garagem. e o pessoal da Rádio Nova Pacatuba, Álvaro Lins, Lutiane e João Filho.

(Foto: Divulgação)

Um milhão de estudantes participam hoje da Olimpíada de Matemática

Estudantes de escolas públicas e privadas de todo o Brasil fazem neste sábado (28) as provas da segunda fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Cerca de um milhão de alunos participam da competição. As provas começam a ser aplicadas às 14h30 (horário de Brasília).

Nesta fase, os alunos que se classificaram na primeira fase da competição responderão a seis questões discursivas. Eles terão três horas para respondê-las, mas os que fazem a prova em braille, a prova ampliada ou que precisem de acompanhante terão até quatro horas.

O nome dos vencedores da competição será divulgado no dia 3 de dezembro e os prêmios serão entregues no decorrer do próximo ano.

A Obmep é voltada para estudantes do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio e premia separadamente alunos de escolas públicas e privadas. Os candidatos de escolas públicas concorrem a 6,5 mil medalhas – 500 de ouro, 1,5 mil de prata e 4,5 mil, de bronze, além de 46,2 mil certificados de menção honrosa. Já os alunos de escolas particulares receberão 975 medalhas – 75 de ouro, 225 de prata e 675 de bronze, além de 5,7 mil menções honrosas.

Os ganhadores de medalhas de ouro participarão de uma cerimônia nacional que normalmente ocorre no primeiro trimestre do ano seguinte à realização da Olimpíada. “Como a Obmep é nacional, podemos escolher determinado estado para fazer essa premiação”, disse Érika. “O ideal é que essa premiação rode mesmo. Como é um programa nacional, todos os estados podem ser contemplados com essa cerimônia”, acrescentou.

As medalhas de prata e bronze e as menções honrosas são entregues em cerimônias regionais. Professores, escolas e secretarias de Educação também concorrem a prêmios, de acordo com o desempenho dos alunos na segunda fase.

Criada em 2005,, a Olimpíada é realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), em parceria com os ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. A Sociedade Brasileira de Matemática apoia a competição.

Recorde
Segundo a coordenadora de Logística, Provas e Premiação da Obmep, Érika Sholl, o número de escolas inscritas foi recorde na primeira fase (54.831), bem como o número de cidades: 5.554, o equivalente a 99,71% dos municípios do Brasil. A primeira fase da competição reuniu 18,2 milhões de estudantes.

A Olimpíada classifica para a segunda fase os 5% de alunos mais bem colocados de cada escola na primeira etapa. O Nível 1 (6º e 7º anos do ensino fundamental) terá 316.137 participantes; já o Nível 2 (8º e 9º anos do fundamental) contará com 277.852; e o Nível 3 (ensino médio), 355.237 alunos.

De acordo com Érika, na primeira fase, a prova foi de múltipla escolha e, agora, na segunda fase, são seis questões dissertativas, valendo 20 pontos cada. Outra diferença é que, na primeira fase, a aplicação das provas foi responsabilidade das escolas e, na segunda, elas serão aplicadas por fiscais designados pela coordenação da Obmep.

“São questões dissertativas, em que o aluno deve explicar a questão e os cálculos, bem como o raciocínio empregado. Ele explica e exibe os cálculos”, disse Érika.

Estímulo
Para Érika Sholl, a Obmep é uma competição que serve para incentivar o aprendizado da matemática. “[Serve para] incentivar esse aprendizado, mostrar que a matemática não é um bicho papão e descobrir talentos. Muitos alunos não têm noção do talento que têm, e até gosto pela matemática, que eles podem descobrir fazendo essa prova”. Ela ressaltou que a prova é composta por questões que precisam de criatividade e raciocínio lógico, e não necessariamente de matemática pura e aplicada.

“Então, às vezes, você tem um menino que não tem noção ainda de que a matemática é interessante, e ele descobre em uma questão dessas, bem formulada, em que tem que atuar com o raciocínio lógico e com a criatividade e acaba tomando gosto e descobrindo que a matemática é bem legal. E isso acontece mesmo!”, afirmou a coordenadora de Logística, Provas e Premiação da Obmep.

A organização da Olimpíada recomenda que os alunos cheguem aos centros de aplicação com ao menos 30 minutos de antecedência, portando documento original de identificação (carteira de identidade, certidão de nascimento ou carteira escolar), o cartão informativo da Obmep, lápis, borracha e caneta esferográfica azul ou preta.

(Agência Brasil)

Desabafo de quem está voltando para o Brasil

150 3

Em artigo sobre a visão política do Brasil, no exterior, o advogado e professor universitário Marcelo Uchôa aponta impressões sobre o presidente Jair Bolsonaro. Confira:

Estou há vinte dias no exterior, parte significativa dos quais em imersão acadêmica convivendo com pessoas procedentes de 35 nações diferentes. Direi o que, em termos gerais, a turma pensa da situação do Brasil.

Sendo bem claro, para desgosto de quem acha que o Brasil é a última Coca-Cola do deserto, no exterior, ninguém tá nem aí pro Brasil, muito menos pro desqualificado que preside o país.

Para todo mundo, seja de esquerda ou de direita, a pústula do Planalto não passa de um ignorante exótico que quer aparecer falando besteira, mas que logo virará fumaça após os minutos de fama. É apenas um puxa-saco de quinta categoria do Chefe de Estado mais odiado do planeta, o presidente Trump.

Dá pena do Brasil, o país está totalmente desmoralizado. A impressão que dá é que ninguém de juízo terá coragem de investir no Brasil, uma nação imensa, que um dia mostrou que poderia ser potência, exemplo de diversidade e tolerância, mas que hoje é governada por um trouxa inconsequente e inepto, que, além de tudo, é atrasado e careta, e vive sob inspiração das maluquices incompreensíveis de seus filhos playboys, perdido em holofotes de baixarias cotidianas de todo seu primeiro escalão de governo.

Para piorar e queimar mais ainda o país há o papelão da Lava Jato, vendida  para todo mundo como coisa séria, mas que agora já se percebeu ter sido, nada mais nada, nada menos, que uma conspiração sórdida, orquestrada claramente para prender uma pessoa, o ex-presidente Lula.

Enfim, lamento muito por todos nós brasileiras e brasileiros, inclusive as tolas e tolos que continuam achando que o demente do Planalto está abafando, quando só está, cada dia mais, empurrando o país para dentro da latrina. Não tardará muito para essa gente orgulhosa do apelido de gado sentir no bolso o custo dessa brincadeira sem graça. Sentirá, também, no exterior, como é ser tratada como burra, porque é isso o que os estrangeiros pensam dos brasileiros por terem tornado a lástima das fake news e das grosserias gratuitas em presidente do país.

Passei 20 dias fora do Brasil, foram simplesmente 20 dias tendo que me justificar para pessoas de 35 nações diferentes sob a realidade distópica do país. E olhem que não tenho nada a ver com isso.

Marcelo Uchôa

Professor universitário e advogado

Fortaleza participa em Brasília do Fórum de Discussão da Cidade

Para apresentar o Programa Fortaleza Online e a desburocratização alcançada em Fortaleza na emissão de licenças e autorizações, a secretária municipal de Urbanismo e Meio Ambiente, Águeda Muniz, participou nesta semana, em Brasília, do 1º Fórum de Discussão da Cidade.

O evento, promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon/DF) e da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi/DF), discutiu alternativas e soluções referentes aos procedimentos de simplificação e desburocratização de licenciamentos, alvarás e autorizações municipais para processos construtivos nas cidades.

(Foto: Divulgação)

Proposta obriga anunciante a informar que foto de modelo foi editada

O Projeto de Lei 4349/19 estabelece que todas as fotos de modelos que forem divulgadas em qualquer meio, que tenham sido editadas, digitalmente retocadas ou que tiverem passado por qualquer processo de manipulação estética, sejam acompanhadas por uma linha de texto dizendo: “Fotografia retocada para
modificar a aparência física de uma pessoa”.

Conforme a proposta, esse texto deverá estar em tamanho visível e proporcional ao restante da peça publicitária. Nos cartazes e outdoors, a frase será grafada em fonte não inferior à maior constante na peça publicitária.

As infrações a essa regra sujeitam o infrator a multa de R$ 10 mil ou 50% do custo do anúncio infringente, o que for maior.

A proposta foi apresentada pela deputada Dra. Soraya Manato (PSL-ES) e está em tramitação na Câmara dos Deputados. Segundo ela, “a divulgação desses padrões irrealistas de beleza, muitas vezes exibidos no mundo da moda, podem causar vários tipos de problemas psicológicos, principalmente desordens alimentares em jovens que buscam um padrão inatingível”.

A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

População prende suspeito de estupro de criança em Hidrolândia

O suspeito de estupro contra uma criança de 6 anos de idade, no município de Hidrolândia, no Noroeste do Ceará, a 251 quilômetros de Fortaleza, foi preso pela população, na manhã deste sábado (28), no distrito de Major Simplício, em Nova Russas, que faz limite com Hidrolândia ao norte.

Segundo a Polícia, que evitou o linchamento do suspeito, ele foi reconhecido por populares quando passava pela localidade montado em um jumento.

O crime ocorreu na quarta-feira (25), quando a mãe da criança deixou a vítima na companhia do suspeito, que há cerca de 10 meses morava com elas.

O suspeito foi encaminhado à delegacia de Nova Russas, para procedimento do flagrante, ainda em vigência.

(Foto: Leitor do Blog)