Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Roberto Cláudio – População reconhece o bom trabalho da gestão

Roberto-Cláudio-esposa-e-filhas

Apesar de observar a pesquisa eleitoral como “um retrato do momento (do período eleitoral)”, o prefeito Roberto Cláudio (PDT), candidato à reeleição, avaliou os números da pesquisa O POVO/Datafolha, divulgada neste domingo (21), no O POVO, como um reconhecimento ao bom trabalho que a atual gestão vem realizando em Fortaleza.

A avaliação do pedetista foi passada ao Blog por meio de sua assessoria, que destacou ainda o corpo a corpo da campanha, quando Roberto Cláudio tem marcado presença todos os dias em bairros da cidade.

Segundo a assessoria do candidato, a expectativa é que o índice cresça ainda mais, diante do início do horário eleitoral e dos debates entre candidatos, quando Roberto Cláudio poderá falar das mudanças que ocorreram em Fortaleza, nos últimos três anos e meio, além do que ainda irá acontecer de bom para a população nos próximos meses.

Na pesquisa O POVO/Datafolha, Roberto Cláudio aparece com 27% das intenções de votos, seguido por Capitão Wagner (PR), que tem 20%; Luizianne Lins (PT), com 17% da preferência do eleitorado; Heitor Férrer (PSB), que marcou 9%; e Ronaldo Martins (PRB), com 4%. Os demais candidatos não chegaram a pontuar 1%.

Brasil vence Itália e conquista terceiro ouro olímpico no vôlei masculino

O Brasil venceu a Itália, na tarde deste domingo (21), por 3 sets a 0, e conquistou a terceira medalha de ouro olímpica no vôlei de quadra masculino.

A Itália abriu o jogo da final com um desempenho melhor, mas, em pouco tempo, ainda no final do primeiro set, o Brasil chegou finalmente ao jogo e tomou a liderança. Apesar de se manter na frente, a seleção brasileira enfrentou uma forte pressão dos adversários que levou todos os sets a serem concluídos em um verdadeiro revezamento de vantagem, ponto a ponto no placar. O equilíbrio do jogo ficou ainda mais evidente no terceiro set, quando a vantagem passou de uma equipe a outra desde os primeiros instantes.

Os italianos chegaram à decisão invictos, quando buscavam primeiro ouro olímpico. Os Italianos já tinham duas pratas – uma conquistada em 1996, nos jogos de Atlanta, contra os Países Baixos, e, em 2006, quando perdeu por 3×1 sets para o Brasil.

O bronze do vôlei masculino foi para a equipe norte-americana que, pela manhã, venceu a Rússia por 3 sets contra 2.

(Agência Brasil)

O colapso da razão democrática

Em artigo no O POVO deste domingo (21), o psicanalista Valton de Miranda Leão expõe a postura do senador norte-americano Bernie Sanders, que cobra do governo dos Estados Unidos uma posição definitiva contra o processo de impeachment. Confira:

O senador norte-americano Bernie Sanders, que disputou com Hilary Clinton a indicação do partido democrata à presidência dos EUA, caracterizou com precisão o golpe branco em curso no Brasil. O juiz justiceiro obediente ao mandamento do patrocínio norte-americano apoiado por parte do judiciário brasileiro, da mídia e do grande empresariado precisa responder a isso.

Diz Sanders em seu site oficial: “Para muitos brasileiros e observadores independentes, o controverso processo de impeachment mais se assemelha a um golpe de Estado”.

O senador se dirigiu por meio de um comunicado, pedindo que o governo dos Estados Unidos “tome uma posição definitiva contra os esforços para remover a presidente democraticamente eleita Dilma Rousseff”, criticando a perda de direitos fundamentais pelos brasileiros levada a cabo pelo interino Michel Temer, do PMDB.

E continua Sanders: “Depois de suspender a primeira presidente mulher do Brasil por razões duvidosas, o novo governo interino, sem um mandato para governar, aboliu o Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. Substituíram uma administração diversificada e representativa por um ministério composto inteiramente por homens brancos”.

O senador denunciou ainda que a gestão “não eleita” de Temer irá propor uma política de cortes de investimentos públicos em áreas essenciais, privatizará empresas e imporá uma agenda social de direita. Sanders sugere que os EUA procurem uma solução para o Brasil por meio de eleição direta.

“O esforço para remover a presidente Dilma não é um julgamento legal, mas político. Os Estados Unidos não podem continuar em silêncio enquanto as instituições democráticas de um dos nossos aliados mais importantes são minadas. Nós devemos dar suporte às famílias trabalhadoras do Brasil e exigir que esta disputa seja resolvida com eleições democráticas”, disse ele.

É sabido que, nos últimos 15 anos, os EUA patrocinaram mais de uma centena de golpes militares pelo mundo e disso resultou o incremento à violência global e condenação da hipocrisia norte-americana e europeia. O fato de os EUA e seus aliados europeus estarem vivendo a maior crise econômica e política da história contemporânea e tendo problemas nas suas mais de 80 bases militares espalhadas mundo afora, determinou a ascensão meteórica para a próxima eleição presidencial em novembro do candidato bilionário do partido republicano Donald Trump.

O discurso nazifascista tosco e rude afastou os aliados dos Estados Unidos e até mesmo a família Bush da campanha desse Hitler redivivo.

A onda conversadora direitista e neoliberal que avança na França com os Le Pen, na Inglaterra com a saída da comunidade europeia, e na Europa em geral com o crescente problema dos refugiados barbaramente tratados como sujeitos sem pátria e sem identidade, chega ao Brasil sob múltiplos vértices.

Além de estorvar a soberania popular, o bando golpista vai rapidamente desmontando as conquistas sociais alcançadas nos últimos 15 anos, utilizando a ação combinada do judiciário com um congresso medíocre e submisso para levar adiante o projeto de entrega das nossas riquezas minerais e do nosso petróleo e gás às grandes multinacionais.

O Estado de Exceção espalha-se pelo mundo, enquanto os candidatos a Führer se apresentam, Trump nos EUA e Bolsonaro no Brasil. A infâmia e a hipocrisia dirão que a injustiça é justa, afastando Dilma e pondo a ética de ponta-cabeça. Quando um juiz simboliza o poder judiciário e acredita ter se apropriado do espírito absoluto, as vias da compreensão e da razão entram em colapso.

Tasso defende uma política nacional de reajuste para o servidor público

foto tasso jeressati senador

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) está defendendo uma política nacional de reajuste do salário do funcionalismo público. O senador cearense criticou o fato de o Congresso Nacional se submeter às pressões de categorias por aumentos em um momento de crise fiscal. Segundo o tucano, aumentos diferenciados acima da inflação não cabem no orçamento do governo.

“Está havendo um descompasso muito grande entre aumentos diferentes para categorias diferentes. E isso muito em função da maior ou menor pressão feitas por essas corporações e, pior, esses aumentos diferenciados acima da inflação não cabem no orçamento do governo, que já está com a crise fiscal gravíssima”, argumentou Tasso.

Tasso defende a criação de “algum tipo de critério” para que o Congresso não fique com “esse tipo de pressão”. Ele lembrou que, no processo da renegociação das dívidas dos Estados, servidores públicos conseguiram tirar, na Câmara Federal, o parágrafo que estabelecia um índice de reajuste da categoria. O senador disse que o Senado até pode reverter a retirada do parágrafo, mas não sabe se haverá tempo hábil.

(Com a Rádio Senado)

Papa Francisco lamenta atentado que deixou 50 mortos na Turquia

Papa-Francisco-3-692x360

O papa Francisco lamentou neste domingo (21), durante a missa do Angelus, o atentado que deixou ao menos 50 mortos e quase 100 feridos em Gaziantep, uma das maiores cidades da Turquia. O pontífice pediu que os fiéis rezem pelas vítimas do ataque.

“Chegou até mim a triste notícia do sangrento atentado que ontem atingiu a querida Turquia. Rezemos pelas vítimas, pelos mortos e pelos feridos e peçamos o dom da paz para todos”, disse, rezando, em seguida, a Ave Maria.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que um jovem com idade entre 12 e 14 anos, jihadista do Estado Islâmico, é o autor do ataque suicida que ocorreu em uma festa de casamento neste final de semana, devastando o local onde a celebração era realizada. Até o momento, nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque.

O país tem sido palco de uma série de ataques desde o final do ano passado. A maioria dos atentados teve a autoria reivindicada por terroristas do Estado Islâmico ou por militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que lutam pela independência da região.

O ataque durante a festa de casamento foi registrado pouco mais de um mês após uma tentativa fracassada de golpe de Estado contra Erdogan que complicou o cenário político turco.

(Agência Brasil)

“Nós gostamos muito do resultado da pesquisa”, diz Luizianne

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=pIVQdmuzbzo[/embedyt]

Vídeo a pedido do Blog

Para a candidata do PT à Prefeitura de Fortaleza, Luizianne Lins, o resultado da pesquisa foi melhor que o esperado. Luizianne comparou o atual período com início de campanha em 2008, quando foi reeleita prefeita, após uma alta rejeição nas primeiras pesquisas de intenção de voto.

Na pesquisa O POVO/Datafolha, divulgada neste domingo (21), no O POVO, Luizianne Lins aparece em terceiro na preferência do eleitorado, com 17% das intenções de voto. Roberto Cláudio (PDT) lidera com 27%, seguido por Capitão Wagner (PR), que tem 20%.

Tin Gomes se diz surpreso com desempenho fraco de Heitor Férrer

tingg

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PHS, deputado estadual Tin Gomes, disse, neste domingo, que vai reforçar seu trabalho eleitoral. Ele aparece com 1% de preferência.

Para Tin, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) lidera a pesquisa (27%) porque começou uma reação, depois de um período de rejeições.

Sobre o Capitão Wagner (PR), que tem 20%, e Luizianne Lins (PT), com 17%, o parlamentar afirmou que isso representa o “recall”.

Tin Gomes disse estranhar o desempenho de Heitor Férrer (PSB). “Eu pensei que ele estivesse batendo numero com o Capitão e a ex-prefeita. Pra mim, uma decepção”, acentuou o candidato do PHS.

Pesquisa Datafolha/O POVO – João Alfredo diz que Fortaleza quer mudar

João Alfredo

O vereador João Alfredo, candidato a prefeito de Fortaleza pelo Psol, assim comentou para o Blog seu desempenho na primeira pesquisa Datafolha/O POVO sobre a corrida sucessóira da Capital. Ele pareceu com 1% da preferência. Confira:

As pesquisas historicamente diminuem a participação do PSOL. Foi assim com Renato Roseno, Soraya Tupinambá e Ailton Lopes. O percentual apontado na pesquisa de hoje não reflete as votações que o PSOL tem tido, nem a de Renato, um dos deputados mais votados na cidade, nem a minha própria, pois na última eleição para a Câmara de Vereadores recebi mais de 20 mil votos.

Nós sabemos que essa manipulação favorece os candidatos que estão nos primeiros lugares, pois parece reduzir a disputa a eles. Mas basta ver o percentual de rejeição de todos eles para termos clareza de que a cidade quer mudar. Nossa candidatura certamente crescerá, aliada aos movimentos sociais.

Novo hospital em Fortaleza se espelha no Einsten e Incor

cabeto1

Da Coluna Vertical S/A, no O POVO deste domingo (21), pelo jornalista Jocélio Leal:

O hospital do Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), cuja obras foram retomadas esta semana, tem modelo de gestão comparável ao Albert Einstein e Incor, de São Paulo. O ICM é uma instituição da sociedade civil sem fins lucrativos, constituída em sua maioria por médicos vinculados à Universidade Federal do Ceará, como o cardiologista Carlos Roberto Martins Rodrigues (Cabeto), atual presidente, e os médicos Ricardo Pereira e Plínio Câmara.

O instituto é conduzido por um Conselho Gestor, eleito em assembleia geral, e acompanhado por um Conselho de Beneméritos, constituído pelos seus financiadores. Toda a renda da instituição é revertida para o seu aprimoramento. Na lista de beneméritos, os três maiores são Adauto Bezerra, Deusmar Queirós e Ivens Dias Branco (in memoriam). O caixa deles alimenta fundo de investimentos destinado a bancar o custeio. E o ICM busca novas adesões.

A instituição já vem atuando na formação de profissionais de saúde, em pesquisa e produção de tecnologia, em parceria com a UFC. Dentre os seus projetos, o ICM mantém o Curso de Especialização em Cardiologia, a qualificar de médicos de vários estados do País, um laboratório de Fisiologia Cardiovascular no Hospital Walter Cantídio (Universitário) e desenvolve softwares de equipamentos voltados ao diagnóstico de doenças junto com a Faculdade de Engenharia de Teleinformática da UFC.

Ademais, o hospital vai atender usuários do SUS e pacientes particulares que procuram serviços de saúde de alta tecnologia.

Em Senador Pompeu, policial candidato a vereador é executado

“Um policial civil foi morto na noite do último sábado, 20, no município de Senador Pompeu, a 275,1 km de Fortaleza. Segundo informações preliminares da Delegacia Regional de Senador Pompeu, o inspetor Cláudio Nogueira estava saindo da localidade, no carro, quando foi executado a tiros por dois homens. A esposa do oficial também estava no veículo e não foi ferida.
Ainda conforme a Delegacia Regional do município, Nogueira estaria indo em direção ao Distrito de Encantado, em Quixeramobim. A Polícia continua em diligência em busca dos criminosos. Cláudio Nogueira era candidato a vereador pelo PSB. “
(O POVO Online)

Roberto Cláudio inicia o domingo com passeio ciclístico

eleições 2016 pdt 0821 rc ciclofaixa

O candidato do PDT à Prefeitura de Fortaleza, Roberto Cláudio, iniciou a agenda deste domingo com um passeio ciclístico na Ciclofaixa de Lazer. O local de saída foi no comitê central da campanha, no bairro Cocó. O passeio seguiu pela Beira Mar, Praia de Iracema e Centro. O vereador Evaldo Lima (PCdoB), autor do projeto que criou o Bicicletar, acompanhou o pedetista.

Mais tarde, Roberto Cláudio deverá comentar para o Blog da sua avaliação na pesquisa O POVO/Datafolha, quando lidera com 27% das intenções de voto.

(Foto: Divulgação)

Heitor acredita que tendência é subir na preferência do eleitorado

heitor

O candidato do PSB à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer, disse na manhã deste domingo (21), em entrevista ao Blog, que a tendência é que a sua candidatura venha a subir na preferência do eleitorado.

Heitor acredita que os percentuais do prefeito Roberto Cláudio e dos também candidatos Capitão Wagner e Luizianne Lins são consequências do “recall” que os três tiveram nas últimas eleições.

Para Heitor, o quadro deverá mudar com a propaganda eleitoral gratuita.

Na pesquisa O POVO/Datafolha, a primeira após o início da campanha eleitoral, Heitor aparece com 9% das intenções de voto. Roberto Cláudio (PDT) lidera com 27%, seguido por Capitão Wagner (PR), que tem 20%, e por Luizianne Lins (PT), com 17%.

Inadimplência encarece crédito apesar de manutenção dos juros básicos

O congelamento dos juros básicos da economia não está chegando ao consumidor final. Enquanto a taxa Selic está em 14,25% ao ano desde julho do ano passado, os juros para os tomadores de crédito não pararam de subir no período. As taxas foram encarecidas pela inadimplência, que impulsionou o spread bancário – diferença entre as taxas que os bancos pagam para captar recursos e as que cobram dos consumidores.

Somente num intervalo de 12 meses, o spread médio subiu 9,2 pontos percentuais. Em junho, segundo os dados mais recentes divulgados pelo Banco Central (BC), o spread atingiu 39,7% ao ano. Esse é o nível mais alto registrado desde que a autoridade monetária mudou a metodologia de apuração das taxas de juros do sistema de crédito, em 2011.

Se for considerado apenas o crédito para as pessoas físicas, a diferença entre os juros de captação e aplicação correspondeu a 58,5% ao ano, alta de 13,4 pontos percentuais entre junho de 2015 e junho deste ano. Em relação aos empréstimos para as empresas, o spread atingiu 18,2% ao ano, alta de 3,2 pontos percentuais na mesma comparação.

A conta inclui apenas as linhas de crédito operadas com juros livres, sem financiamentos com taxas subsidiadas como as do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ou com recursos da poupança. A diferença pode ser observada quando se compara a evolução das taxas usadas na captação – quando as instituições financeiras pegam dinheiro emprestado dos correntistas e oferecem juros em aplicações como poupança e CDB – e os juros cobrados na concessão de crédito.

(Agência Brasil)

Carro atinge bicicletário da Beira Mar

bibi

Mais uma vez a estação do bicicletário situado na avenida Beira Mar foi atingido. Desta vez, no início da manhã deste domingo, por este carro.

Segundo coopistas como o empresário Tadashi Enomoto, o motorista nada sofreu. A AMC vai apurar o caso.

Em março de 2015, um carro também atingiu o bicicletário, deixando a estação destruida.

(Foto – Coopista Tadashi Enomoto)

Dnocs: Temer tira verba de Camilo e dá força a Eunício

151 2

foto camilo água

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (21):

Ao velho estilo das raposices bem típicas do velho PMDB, Michel Temer desviou (por enquanto, sem duplo sentido) para o Dnocs a grana que ia direto para os governadores tocarem obras contra a seca.

A pedalada política causou embate entre Camilo Santana e Eunício Oliveira (PMDB), que controla as nomeações no moribundo Dnocs.

É óbvio que a medida não foi inteligente do ponto de vista técnico. Escrevam: o conjunto de obras emergenciais vai atrasar.

O senador do PMDB pode até achar que a medida foi uma rasteira em seus inimigos políticos, mas pode virar um tiro no próprio pé. Se o Dnocs não for eficiente (e não será) no uso dos recursos, a situação será solenemente usada pela política contra Eunício Oliveira.

Sinais diversos da pesquisa

Em um ponto de vista, o colunista de Política e editor-executivo do Núcleo de Cotidiano , jornalista Érico Firmo, avalia o desempenho dos candidatos melhores colocados na pesquisa O POVO/DATAFOLHA. Confira:

A pesquisa é melhor para Roberto Cláudio (PDT), por motivos óbvios. Lidera isoladamente. Se ficar como está, com certa tranquilidade assegura presença no segundo turno.

O Capitão Wagner (PR) também tem boas notícias. Está firme na briga pelo segundo turno, numa disputa que inclui o atual prefeito, a ex-prefeita, o ex-vice-prefeito (Tin Gomes) e um candidato que já disputou duas vezes (Heitor Férrer). Tem rejeição menor e é menos conhecido que Roberto Cláudio e Luizianne Lins (PT), o que significa potencial, em tese, para crescer.

Luizianne Lins também tem o que comemorar. Briga pelo segundo turno, apesar de toda a crise do PT nacional, sem apoio do governador, que é de seu partido, e sem nenhuma legenda aliada. Tem contra si a maior rejeição de todas.

Heitor Férrer (PSB) tem das menores rejeições e é menos conhecido que todos à sua frente. Ou seja, tem margem para crescer e talvez embolar a briga pelo segundo turno. A má notícia para ele é que tem percentual menor que o apresentado por ele na primeira pesquisa O POVO/Datafolha na eleição municipal de 2012. Naquela ocasião, ele começou com 11% e por muito pouco não chegou ao segundo turno. Dessa vez, tem 9% e a campanha é mais curta.

Uma surpresa da pesquisa é o desempenho de Ronaldo Martins (PRB). Foi das últimas candidaturas a se confirmar, pois negociava com outros candidatos a possibilidade de apoio. Concorre por partido que não é de grande visibilidade e tem 4% das intenções de voto. Não é pouco. Em 2012, Roberto Cláudio começou com 5% e acabou eleito. Além disso, é o segundo menos conhecido. A chance de Ronaldo Martins ser eleito me parece remota, mas pode ser influência considerável no provável segundo turno.

Diferente de 2012, campanha reúne candidatos já conhecidos do eleitor

Se a última eleição em Fortaleza, em 2012, destacou-se pela polarização entre candidatos que começaram pouco conhecidos, a disputa deste ano tem rostos bem mais familiares ao eleitor da Capital. Mesmo apenas no começo da campanha, a primeira pesquisa O POVO/Datafolha mostra que só três dos oito concorrentes ao Paço Municipal não são conhecidos por pelo menos metade da população.

Muito da popularidade dos candidatos é reflexo da experiência eleitoral: entre os oito candidatos, apenas Francisco Gonzaga (PSTU) não é político eleito e no exercício de mandato. Entre os outros, estão três deputados estaduais, dois deputados federais, um vereador e o atual prefeito.

Com campanha eleitoral reduzida para um mês e meio, baixo nível de conhecimento pode ser prejudicial para candidatos, sobretudo aqueles com menores tempos de propaganda em rádio e TV. O pouco conhecimento, todava, pode simbolizar também maior potencial para crescimento da candidatura.

Como seria de se esperar, o atual prefeito e a ex-prefeita são mais conhecidos. Candidato que começou a disputa de 2012 entre os mais desconhecidos e acabou eleito, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) é conhecido por 97% dos entrevistados. E metade dos entrevistados afirma conhecê-lo “muito bem”.

Em 2012, Roberto Cláudio foi para o segundo turno com Elmano de Freitas (PT), outro então desconhecido. Ex-prefeita da Capital e que tem hoje Elmano como candidato a vice, a deputada federal Luizianne Lins (PT) atingiu índice quase idêntico ao de RC. Disseram saber quem é a ex-prefeita 96% dos entrevistados.

Mais de dez pontos percentuais abaixo no índice de conhecimento aparece o deputado estadual Capitão Wagner (PR). Mesmo sendo o vereador mais votado da história de Fortaleza e deputado estadual mais votado da história do Ceará, ele é conhecido por 84% dos eleitores.

Já 78% dos eleitores disseram conhecer o candidato Heitor Férrer (PSB). Deputado estadual com base eleitoral na Capital, Heitor está indo para sua terceira disputa pela Prefeitura. Já o ex-presidente da Câmara Municipal e ex-vice-prefeito Tin Gomes (PHS) é conhecido por 54%.

Os três candidatos desconhecidos por mais da metade do eleitorado são João Alfredo (Psol), Ronaldo Martins (PRB) e Francisco Gonzaga (PSTU). Reconhecido por 42% dos eleitores, o candidato do Psol já disputou o Governo do Estado, em 1990, e chegou a ser o vereador mais votado de Fortaleza em 2008, além dos mandatos de deputado estadual e de federal. Ronaldo é conhecido de 36% dos eleitores. Gonzaga, de 19%.

Números diferentes entre homens e mulheres

Dados sobre a intenção de votos em Fortaleza revelam diferenças entre gêneros na hora de escolher o candidato. Homens com maior intenção de voto, Roberto Cláudio (PDT), Capitão Wagner (PR) e Heitor Férrer (PSB) têm seus números mais expressivos entre o eleitorado masculino, enquanto Luizianne Lins (PT) possui votação mais significativa entre as eleitoras.

O prefeito tem preferência de 30% dos homens entrevistados, enquanto tem 24% entre as mulheres. Já Capitão Wagner tem intenção de voto de 23% entre o eleitorado masculino e 18% entre o feminino. Heitor mantém a tendência, com preferência de 11% dos homens e de 8% das mulheres.

Com Luizianne Lins, ocorre o inverso. A única mulher na disputa se sai melhor entre elas e soma 20% da preferência feminina. Entre os homens, fica com 13%. A petista tem dois pontos percentuais a mais que Wagner entre as mulheres e fica a quatro de Roberto Cláudio, diferença dentro da margem de erro em ambos os casos.

No quesito idade, o Capitão Wagner tem o melhor desempenho entre os mais jovens, recebendo 28% das intenções de votos de eleitores entre 16 a 24 anos. Luizianne vai melhor entre os mais velhos, com intenções de voto de 21% do segmento com 60 anos ou mais.

(O POVO)

Pesquisa O POVO/DATAFOLHA – RC lidera; Wagner e Luizianne embolados

eleições 2016 fortaleza 0821 candidatos

A eleição municipal em Fortaleza começa com o prefeito candidato à reeleição na frente e outros dois em disputa direta por vaga no 2º turno. Roberto Cláudio (PDT) lidera com 27% das intenções de voto. A seguir, o deputado estadual Capitão Wagner (PR) tem 20% e a ex-prefeita Luizianne Lins (PT) aparece com 17%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, Wagner e Luizianne estão tecnicamente empatados.

Os números são da pesquisa O POVO/Datafolha, no primeiro levantamento depois da definição de candidatos e do início da campanha eleitoral. Após os líderes, aparecem Heitor Férrer (PSB), com 9%, e Ronaldo Martins, com 4%.

João Alfredo (Psol) e Tin Gomes (PHS) têm 1% das intenções de voto, cada. Francisco Gonzaga (PSTU) chegou a ser citado, mas não pontuou. Disseram não saber em quem devem votar 9% dos entrevistados. Brancos e nulos somam 12%.

Rejeição

Entre os três concorrentes na dianteira, Capitão Wagner tem menor rejeição, com 13% dos entrevistados dizendo que não votariam nele “de jeito nenhum”. Já Luizianne lidera o quesito, com 35% de rejeição, seguida de RC, com 29%.

Outros candidatos possuem índices de rejeição próximos entre si. Tin Gomes tem 15%, Francisco Gonzaga 14%, João Alfredo 13% e Ronaldo Martins 11%. Houve 5% dos entrevistados que disseram não votar em nenhum dos candidatos na disputa.

Ainda entre os três com mais intenções de voto, Wagner também é o menos conhecido. Há 84% dos entrevistados que dizem saber quem é o candidato. Desse total, 28% disseram terem só “ouvido falar” dele. Roberto Cláudio e Luizianne, por sua vez são conhecidos, respectivamente, por 97% e 96% dos eleitores.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, onde a relação dos candidatos na disputa não é apresentada ao entrevistado, o prefeito lidera isolado, com 17% das menções. Luizianne Lins é citada por 6% dos eleitores e Capitão Wagner, 5%. Logo após, aparecem Heitor Férrer, com 3%, e Ronaldo Martins, com 1%. João Alfredo é citado, mas não chega a 1%.

Nessa pesquisa espontânea, 52% dizem não saber em quem devem votar. A intenção de voto nesse tipo de pesquisa é considerada mais consolidada, pois o eleitor já tem na cabeça o nome de em quem pretende escolher.

A pesquisa começou a ser realizada na última quinta-feira, 18, após dois dias de campanha eleitoral, e foi concluída nesta sexta-feira, 19. Foram ouvidos 800 eleitores.

O nível de confiança é de 95%. Isso significa que se fossem realizados 100 levantamentos com a mesma metodologia, em 95 os resultados estariam dentro da margem de erro. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) com número CE-03508/2016.

A pesquisa

O POVO/Datafolha foi realizada nos dias 18 e 19 de agosto e ouviu 800 eleitores em diversos bairros de Fortaleza. A margem de erro máxima é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

(O POVO)