Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

“Encontros Literários da UFC” traz conferencista da UFRJ

O evento Mestres de Outras Latitudes, vinculado aos Encontros Literários Moreira Campos 2016, projeto de extensão do Departamento de Literatura da UFC, promoverá nesta semana palestra e minicurso com o professor Alberto Pucheu, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Para a palestra, na quarta-feira (27), às 18 horas, no auditório do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará, o tema a ser apresentado pelo professor será “O homem é o animal que vai ao cinema”.

O minicurso, voltado para alunos e egressos de programas de pós-graduação, acontecerá nos dias 28 e 29, das 14 às 17 horas, no auditório do Departamento de Literatura, na área 1 do Centro de Humanidades (Av. da Universidade, 2683, Benfica). A proposta do minicurso é apresentar a leitura de Giorgio Agamben do que ele chama de “institutos poéticos”, necessários para se pensar o poema em sua singularidade, chamando atenção para o fato de a poesia ser para ele a “ideia da prosa”. As inscrições são feitas diretamente no Programa de Pós-Graduação em Literatura da UFC, até quarta-feira (27).

Perfil do conferencista

Alberto Pucheu é poeta, ensaísta, professor de Teoria Literária da UFRJ, pesquisador da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Seu livro de poemas A fronteira desguarnecida foi vencedor do Programa de Bolsas para Escritores Brasileiros, da Fundação Biblioteca Nacional, e o de ensaios Pelo colorido, para além do cinzento: a literatura e seus entornos interventivos recebeu o Prêmio Mário de Andrade de Ensaio Literário, da mesma entidade.

SERVIÇO

*As inscrições são feitas através do preenchimento de formulário eletrônico (https://goo.gl/w3EChc) e da doação de kits limpeza à Casa do Sol Nascente, entregues na secretaria do Departamento, conforme instruções contidas no site dos Encontros (http://encontrosliterarios.ufc.br).

*A palestra é aberta ao público em geral e há 120 vagas disponíveis.

(Site da UFC)

Moradores de área do bairro Boa Vista cobram a água da Cagece

Do leitor Alex Oliveira, radialista, recebemos a seguinte nota, em tom de queixa contra a Cagece. Confira:

Caro Eliomar de lima,

Sou um leitor do seu Blog. Gostaria que, se fosse possível, você divulgar o descaso da Cagece para com seus consumidores.

Desde de a última sexta-feira – 23-04-2016, que esta faltando água na rua e travessa Antonio Ferreira, no bairro Boa Vista. A empresa fez um serviço de má qualidade em frente ao numeral 50, da travessa Antonio Ferreira. Não sei se foi por esse motivo, mas, depois disso, nunca mais tivemos água.

Vários moradores ligam para o 0800, da Cagece, e eles sempre dão uma desculpa diferente – uma hora vão resolver dentro logo; depois. uma equipe já está se deslocando para o endereço. Desde sexta-feira que não aparece ninguém.

Enquanto isso, idosos, crianças recém-nascidas e moradores não têm o seu preciso liquido. Não sabemos mais o que fazer, porque já estamos indo parar quarto dia sem água. Quem tem condições, compra. E quem não tem?

As contas de todos que estão sem água estão pagas, mas água que é o bom… nada. Desde já te agradeço pelo apoio.

Atenciosamente,

*Alex Oliveira
Radialista.

Eunício Oliveira libera bancada do PMDB sobre votação do impeachment de Dilma

eunicio e renan

Eunício Oliveira e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL).

“O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), disse hoje (25) que o partido não vai fechar questão a respeito da votação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. De acordo com Oliveira, no dia da votação, tanto na comissão como no plenário, haverá orientação de voto da legenda, mas os peemedebistas estarão livres para votar.

O senador Eunício de Oliveira, relator do projeto de lei que trata das desonerações de 56 setores da economia, apresenta o projeto sem emendas de redação (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
O senador Eunício de Oliveira (PMDB-CE) diz que haverá orientação de voto da legenda, mas os peemedebistas estarão livres para votarArquivo Agência Brasil
“Na bancada do PMDB não fecharei questão. Não vou engessar cabeça, nem pensamento de senador. Agora, eu terei uma posição e o partido terá uma posição de encaminhando no momento oportuno”, disse o senador cearense.

O posicionamento do PMDB no Senado é igual ao adotado pelo líder do partido na Câmara, deputado Leonardo Picciani (RJ). Com a bancada dividida, mas com a maioria favorável ao afastamento de Dilma, Picciani orientou os correligionários a votarem favoravelmente ao impeachment, mas ele declarou voto contrário à denúncia.

Com 18 senadores, o partido tem a maior bancada no Senado e ficará com presidência da comissão especial eleita hoje para analisar a admissibilidade da denúncia de crime de responsabilidade contra Dilma, já aprovado pela Câmara dos Deputados.

Amanhã (26), a comissão especial será instalada e haverá a eleição do presidente, do vice e do relator. Após a instalação da comissão especial, começa a contar o prazo de dez dias úteis para que o relator apresente seu parecer sobre a admissibilidade da abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Nesta fase não há previsão de defesa da presidenta. O parecer precisa ser votado pelos integrantes do colegiado e a aprovação se dá por maioria simples.

Qualquer que seja o resultado da votação na comissão, a decisão final cabe ao plenário do Senado, que é soberano. No plenário, o parecer da comissão será lido e, após 48 horas, votado nominalmente pelos senadores. Para ser aprovado é necessária a metade mais um dos votos dos senadores presentes, desde que votem pelo menos 41 dos 81 senadores da Casa.

Se o parecer da comissão for pela admissibilidade do processo de impeachment e o texto for aprovado pelo plenário do Senado, o processo contra a presidenta é instaurado e Dilma será notificada e afastada do cargo por 180 dias. Com isso, o vice-presidente Michel Temer assume o governo. Se o parecer da comissão pela admissibilidade for rejeitado no plenário, a denúncia contra a presidenta será arquivada.”

(Agência Brasil)

Empresário norte-americano é vítima de saidinha bancária no bairro Meireles

m empresário norte-americano foi baleado durante uma saidinha bancária na avenida Abolição, próximo da rua Joaquim Nabuco, no bairro Meireles. O fato ocorreu na tarde desta segunda-feira, 25. Os assaltantes fugiram levando uma quantia de aproximadamente R$ 45 mil, segundo informações de testemunhas.

Depois de sacar o dinheiro e sair do Banco do Brasil, a vítima foi abordada por dois homens armados em uma motocicleta. Segundo o major Hideraldo Bellini, do 8º Batalhão, o estrangeiro não quis entregar a quantia, e a dupla efetuou disparos.

Uma testemunha, que trabalha para o empresário, relatou que os suspeitos já chegaram atirando. O norte-americano também foi agredido com uma “coronhada” na cabeça. Os assaltantes tentaram fugir na motocicleta, levando o dinheiro, mas a moto não funcionou, segundo o major. Em seguida, a dupla tomou um carro de assalto e empreendeu fuga.

O estrangeiro foi atingido com um tiro na perna e socorrido ao Instituto Dr. José Frota (IJF). O norte-americano é empresário do ramo imobiliário e vive no Brasil há 15 anos.

Conforme a testemunha ligada à vítima, o estrangeiro não costumava ir à agência bancária situada na avenida Abolição, onde aconteceu o assalto. O caso é investigado pelo 2º Distrito Policial (DP).”

(O POVO Onine)

Marco Aurélio nega instalação imediata de processo de impeachment de Michel Temer

Marco-Aurelio-Mello

“O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio, negou hoje (25) pedido de instalação imediata de processo de impeachment do vice-presidente Michel Temer. Apesar de ter determinado a abertura do processo, em decisão anunciada no mês passado, o ministro entendeu que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, não está protelando o andamento do caso, pelo fato de a comissão especial do processo não ter sido instalada.

No mês passado, o ministro determinou ao presidente da Câmara abertura de pedido de impeachment contra Temer, apresentado pelo advogado Mariel Marley Marra. Após a decisão, Cunha enviou ofício aos líderes partidários solicitando a indicação dos membros da comissão do impeachment de Temer, mas alguns partidos não indicaram os nomes e a comissão não foi instalada.

Diante do impasse, Marra recorreu ao ministro pedindo prazo de 24 horas para instalação do colegiado e a aplicação de multa de R$ 3,3 milhões a Cunha em caso de descumprimento.

Na decisão de hoje, Marco Aurélio reconheceu que Cunha está cumprindo sua decisão, que determinou a aceitação do pedido, mas não descartou nova análise do caso, em caso de “intuito protelatório” do presidente.

“Formalizado o ato de constituição da comissão especial e expedidos os ofícios por meio dos quais solicitava, aos líderes partidários, em obediência à medida acauteladora implementada, a designação dos deputados titulares e suplentes do colegiado, descabe acolher a alegação de descumprimento, sem prejuízo de nova análise, caso demonstrado o intuito protelatório da autoridade apontada como coatora”, afirmou o ministro.

O advogado sustentou que Temer deveria ser incluído no processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, ou que um novo pedido fosse aberto, por entender que há indícios de que o vice-presidente cometeu crime de responsabilidade.

No recurso protocolado no Supremo, a Câmara sustenta que Temer não pode responder por crime de responsabilidade, porque sempre assumiu a Presidência da República eventualmente, na ausência da presidenta Dilma Rousseff.

Os advogados da Câmara argumentam que o vice-presidente não pode ser responsabilizado pelos decretos que assinou sobre abertura de créditos suplementares. Segundo eles, Temer apenas deu continuidade às “iniciativas da presidente”.

(Agência Brasil)

Comissão do Impeachment do Senado é eleita em votação simbólica

“Em rápida votação simbólica, o plenário do Senado elegeu nesta segunda-feira, 25, a Comissão Especial do Impeachment que tratará do pedido contra a presidente Dilma Rousseff. Foram eleitos 42 integrantes, 21 titulares e 21 suplentes. Uma vaga de suplência, que é do PMDB, está em aberto.

Indicado para ser presidente do colegiado pelo PMDB, o senador Raimundo Lira (PB) convocou reunião da comissão para as 10h desta terça-feira, 26, para a eleição do presidente e do relator. Os petistas ainda querem barrar a indicação de Antonio Anastasia (PSDB-MG) para o cargo, por entender que o tucano não tem legitimidade para conduzir o processo. Saiba o posicionamento dos 81 senadores.

Comissão Especial do Impeachment no Senado

Presidente: Raimundo Lira (PMDB-PB) – indeciso

Relator: Antonio Anastasia (PSDB-MG) – a favor

Bloco da Maioria (PMDB)

Rose de Freitas (PMDB-ES) – a favor

Simone Tebet (PMDB-MS) – a favor

Waldemir Moka (PMDB-MS) – a favor

Dário Berger (PMDB-SC) – a favor

Raimundo Lira (PMDB-PB) – indeciso

Suplentes

Marta Suplicy (PMDB-SP) – a favor

Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) – a favor

João Alberto (PMDB-MA) – contra

Hélio José (PMDB-DF) – a favor

Vaga em aberto – sem manifestação

Oposição (PSDB-DEM-PV)

Antonio Anastasia (PSDB-MG) – a favor

Aloysio Nunes (PSDB-SP) – a favor

Cassio Cunha Lima (PSDB-PB) – a favor

Ronaldo Caiado (DEM-GO) – a favor

Suplentes

Tasso Jereissati (PSDB-CE) – a favor

Ricardo Ferraço (PSDB-ES) – a favor

Paulo Bauer (PSDB-SC) – a favor

Davi Alcolumbre (DEM-AP) – a favor

Apoio ao Governo (PT-PDT)

Lindbergh Farias (PT-RJ) – contra

Gleisi Hoffmann (PT-R) – contra

José Pimentel (PT-CE) – contra

Telmário Mota (PDT-RR) – contra

Suplentes

Humberto Costa (PT-PE) – contra

Fátima Bezerra (PT-RN) – contra

Acir Gurgacz – (PDT-RO) – a favor

João Capiberibe (PSB-AP) – contra (vaga cedida)

Socialismo e Democracia (PSB, PPS, PCdoB e Rede)

Romário (PSB-RJ) – a favor

Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) – a favor

Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) – contra

Suplentes

Roberto Rocha (PSB-MA) – a favor

Randolfe Rodrigues (Rede-AP) – contra

Cristovam Buarque (PPS-DF) – a favor

Bloco Moderador (PR, PTB, PSC, PRB e PTC)

Wellington Fagundes (PR-MT) – a favor

Zeze Perrella (PTB-MG) – a favor

Suplentes

Eduardo Amorim (PSC-SE) – a favor

Magno Malta (PR-ES) – a favor

Democracia Progressista (PP-PSD)

Ana Amélia (PP-RS) – a favor

José Medeiros (PSD-MT) – a favor

Gladson Cameli (PP-AC) – a favor

Suplentes

Otto Alencar (PSD-BA) – não quis responder

Sérgio Petecão (PSD-AC) – a favor

Wilder Moraes (PP-GO) – a favor

(Estadão.Conteúdo)

Devolução de cheques sem fundo cresceu 2,66% em março – É o maior índice registrado desde 1991

cheque-sem-fundo-e-nome-sujo-como-resolver-a-situacao

“A proporção de cheques devolvidos por falta de fundos cresceu 2,66% em março último, o maior índice registrado desde 1991, na pesquisa feita pela Serasa Experian. Em fevereiro, as devoluções alcançaram 2,27% do total compensado e, em março do ano passado, a taxa foi 2,32%.

Na análise dos economistas da Serasa Experian, o aumento se deve à “inflação elevada, pressionada pelos alimentos, e o aprofundamento da recessão econômica, impulsionando o desemprego para 10%”.

O estado de Roraima foi o único onde não houve crescimento sobre fevereiro. O índice passou de 11,07% para 10,66% em março.

Na comparação com igual mês do ano passado, as devoluções deste ano foram maiores. Em março de 2015, o índice era 9,84% do total de cheques compensados.

No acumulado do trimestre, a maior taxa de devoluções foi constatada no Amapá (18,27%). A menor proporção ocorreu em São Paulo (1,84%). No país, a média foi 2,45%.

Por regiões, o Norte do Brasil lidera a inadimplência com cheques, acumulado nos três primeiros meses do ano a taxa 4,75%. Na outra ponta, o Sudeste aparece com o menor índice (2%). O Nordeste apresentou taxa 4,61%; o Centro-Oeste 3,23% e o Sul 2,17%.”

(Agência Brasil)

Decon lança serviço via internet para registro de reclamações

logonovodecon

“Registrar uma reclamação contra uma empresa e ter o problema solucionado sem precisar se deslocar até um órgão de defesa do consumidor. Isto é possível graças ao portal Consumidor.gov.br, um serviço público para solução alternativa de conflitos de consumo através da internet. Por ele, o consumidor se comunica diretamente com as empresas participantes, que se comprometeram em receber, analisar e responder as reclamações de seus consumidores em até 10 dias.

Criado em 2014 pela Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ), a plataforma é administrada no Ceará pelo Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (DECON) do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE).

A secretária-executiva do DECON, promotora de justiça Ann Celly Sampaio, explica que, apesar do Consumidor.gov.br não substituir o serviço prestado pelos órgãos de defesa do consumidor, que continuam atendendo através dos seus canais tradicionais, a praticidade do portal é um grande diferencial no incentivo aos consumidores que querem reivindicar os seus direitos.

Além de servir como canal para solução de demandas, o portal também fornece ao Estado informações essenciais à elaboração e implementação de políticas públicas de defesa dos consumidores.”

(Com Site do MP/CE)

PMDB já fecha lista de cargos para aliados

62 2

ttii

Temer e sua turma contam os dias para assumir o poder.

“Preparados para a fome dos partidos que apoiaram o seguimento do processo de impeachment na Câmara, e sabedores da necessidade de preservar essas siglas para compor uma base parlamentar ampla no Legislativo caso Michel Temer assuma, aliados próximos ao vice-presidente preparam uma lista de cargos de segundo escalão, fundações, fundos, estatais e autarquias que valeriam mais que muitos ministérios.

A ideia é reduzir a pressão por vagas na Esplanada, uma vez que uma das primeiras medidas de Temer, caso assuma, será enxugar o número de pastas — uma das sinalizações que ele pretende fazer para começar a angariar algum aval popular, além de endosso no empresariado.

A lista dos cargos que valem por ministérios inclui o comando de bancos públicos, diretorias estratégicas desses mesmos bancos, o comando de órgãos como Dnit, Funasa e Dnocs e fundos como os de ciência e tecnologia. Seriam cerca de 20 a 30, segundo os cálculos feitos pela equipe de Temer até aqui.

Quanto aos ministérios, a redução deverá ser mais modesta que a prometida antes de o impeachment avançar e a lista de aliados a contemplar crescer. Deve ficar acima de 25 o número de pastas de primeiro escalão.”

(Coluna Radar)

Acusado de matar drag queen em Messejana vai a júri popular

“A juíza Valência Aquino, titular da 5ª Vara do Júri de Fortaleza, pronunciou o réu Francisco Tiago Aires da Silva, acusado de matar Marcelo Rodrigues da Silva, de 18 anos, conhecido como a drag queen Marcele Jean, cover da cantora americana Lady Gaga. O acusado agora aguarda o agendamento do júri popular. Ele será julgado por homicídio qualificado (motivo fútil e sem permitir defesa da vítima).

Conforme a pronúncia da magistrada, “as qualificadoras apontadas na denúncia e nos debates orais do Ministério Público devem ser submetidas à apreciação do Tribunal do Júri, as quais não me parecem manifestamente improcedentes, pois as mesmas têm apoio razoável na prova dos autos”.

Francisco Tiago é acusado de matar Marcelo Rodrigues a tiros, no dia 3 de abril de 2015, na avenida Presidente Costa e Silva, no bairro Messejana. Minutos antes do crime, o réu teria sido assaltado na entrada de um motel, próximo ao local onde Marcelo e outra drag queen utilizavam como ponto de prostituição.

Ao sair do motel, Tiago abordou a vítima e a testemunha, perguntando se conheciam quem tinha praticado o assalto. Ambos responderam que não. Mas Tiago insistiu com ameaças e acabou atirando contra Marcelo. Após ter sido atingida, a vítima tentou correr, mas foi novamente alvejada com vários disparos. Ele chegou a ser levado a um hospital próximo, mas não resistiu aos ferimentos.

Tiago foi preso em 30 de dezembro de 2015, após um exame balístico realizado em arma apreendida com o réu apresentar semelhanças com os projéteis encontrados no corpo da vítima.”

(Site do TJ/CE)

TRE atende prioritariamente jovens de 16 e 17 anos no Ginásio Paulo Sarasate

jvoenseleietores

Alunos de escolas públicas e privadas de 16 e 17 anos, preferencialmente uniformizados, estão sendo atendidos com prioridade no mutirão do Ginásio Paulo Sarasate até sexta-feira. De acordo com último levantamento do TSE, no mês de março deste ano, foram cadastrados 137.396 eleitores de 16 e 17 anos no Ceará, 2,15% do eleitorado (6.365.109) em todo o Estado.

O TRE-CE instalou 88 kits biométricos no Ginásio Paulo Sarasate para atendimento aos eleitores, sendo que 10 são exclusivos aos jovens. Foram destinados ainda 24 kits para atendimento prioritário às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Os trabalhos no mutirão começaram às 8 horas desta segunda-feira e vão até o dia 4 de maio, data de encerramento do Cadastro Eleitoral. O TRE-CE mobilizou para este mutirão em torno de 200 pessoas, entre servidores, terceirizados, seguranças e policiais militares, com vistas a garantir atendimento satisfatório aos eleitores.

Em 2014, 27 mil eleitores passaram pelo ginásio, e, neste ano, o TRE-CE poderá atender até 35 mil pessoas. Enquanto a média atual, em Fortaleza, é de 1.200 atendimentos por dia, esse número pode chegar a 4.400 nos últimos dias do prazo, no Ginásio Paulo Sarasate.

SERVIÇO

Dias e horários de atendimento no mutirão do Ginásio Paulo Sarasate:

*Até dia 29 de abril: Das 8 às 15 horas

*30 de abril (sábado) e 1º de maio (domingo):Das 8 às 12 horas

*De 2 a 4 de maio: Das 8 às 17 horas.

Projeto 10 Medidas de Combate à Corrupção está parado na Câmara

Com os últimos acontecimentos, a política brasileira foi escancarada para sociedade que ficou perplexa. Nesse período, o site Contas Abertas recebeu diversas perguntas de leitores sobre o andamento das 10 medidas de combate à corrupção propostas pelo Ministério Público Federal.
Os textos foram entregues por representantes da sociedade civil no Congresso Nacional no último dia 29 de março, com mais de 2 milhões de assinaturas.
As 10 medidas reúnem 20 propostas de alterações legislativas que visam aprimorar a legislação brasileira de combate à corrupção. Busca-se, entre outros ajustes, a criminalização do enriquecimento ilícito; aumento das penas e crime hediondo para corrupção de altos valores; celeridade nas ações de improbidade administrativa; reforma no sistema de prescrição penal; responsabilização dos partidos políticos e criminalização do caixa 2.
O problema é que essa matéria ainda não saiu do canto.

Presidente da Funceme falará na ADUFC/Sindicato sobre crise hídrica

funceme

O presidente da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Eduardo Sávio Martins, dará nesta quinta-feira, às 18 horas, no auditório da ADUFC/Sindicato, sobre o tema “Água e Desenvolvimento”.

A palestra faz parte do projeto Ciência, Tecnologia e Cultura em Debate nas Universidades Federais do Ceará, lançado por meio de parceria entre a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)e a ADUFC-Sindicato.

Segundo Eduardo Sávio, também professor universitário, a palestra vai discutir a crise hídrica no Nordeste e Sudeste, além de fazer uma análise sobre a relação da água com o desenvolvimento econômico.

Prefeito Roberto Cláudio vai entregar mais duas praças nesta segunda-feira

2406cd0201

Nesta segunda-feira, às 17 horas, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai inaugurar a Praça Tupinambá da Frota, no bairro Antônio Bezerra. Em seguida, às 18 horas, será a vez de entregar a Praça do Papoco, no bairro Bela Vista. O projeto de reforma das praças contemplou novos bancos, instalação de lixeiras, manutenção na iluminação, alambrados novos, rampas de acessibilidade, arborização e pintura.

Na Praça Tupinambá da Frota, houve também troca de piso da quadra e instalação de academia ao ar livre. Além das melhorias na infraestrutura, as praças ganharam parque infantil do Projeto Praça Amiga da Criança. Os parques integram o Plano Municipal pela Primeira Infância de Fortaleza (PMPIF). Os espaços foram totalmente reestruturados com investimentos da ordem de R$ 343 mil.

Secretaria da Educação do Ceará inscreve até esta terça-feira para seleção de professor temporário

A Secretaria da Educação do Estado, por meio de sua Comissão da Seleção Simplificada para Composição de Banco de Professores Temporários (Edital Nº 002/2016) informa: prorrogou o prazo de inscrições para esta terça-feira. Também prorrogou o prazo para pagamento da taxa de inscrição para a próxima quarta-feira.

As inscrições ocorrem exclusivamente via internet em http://selecao.seduc.ce.gov.br/ e o valor da taxa de inscrição é de R$ 40,00.

SERVIÇO

*Para tirar dúvidas sobre esta seleção, entre em contato através do telefone (85) 3101.4402ou do e-mail selecaoprofessor@seduc.ce.gov .

*Acesse aqui o Edital Nº 002/2016;

*Acesse aqui a retificação ao Edital publicada no dia 14 de abril

*Acesse aqui o novo calendário da seleção.

AMC manda resposta para o Blog sobre fechamento de rua

ericomotaa

A rua Érico Mota em pleno domingo.

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) mandou nota para o Blog a respeito do fechamento do acesso pela rua Armando de Oliveira até a avenida Bezerra de Menezes (Bairro Parquelândia/São Gerardo), que, como consequência, criou o inferno chamado engarrafamento na rua Érico Mota. Sem falar num semáforo de tempo de quase três minutos. Confira:

Prezado Eliomar de Lima,

Sobre a postagem referente às recentes mudanças no bairro Parquelândia, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) esclarece que a retirada do semáforo no cruzamento da Avenida Bezerra de Menezes X Rua Armando Oliveira objetivou aumentar a velocidade e dar maior fluidez ao transporte coletivo, beneficiando diariamente a cerca de 132 mil usuários de ônibus que trafegam na referida avenida, além de melhorar o fluxo para os demais veículos.

Segundo dados preliminares do órgão, as filas na Avenida Bezerra de Menezes reduziram em média 45% e houve redução também de 15% na espera da travessia de pedestres. Informações operacionais da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) indicam ainda que a velocidade da linha (200) Antônio Bezerra/Centro já aumentou 10%.

Com a desativação do equipamento semafórico, quem segue pela Rua Armando Oliveira não pode mais cruzar a Avenida Bezerra de Menezes. A única conversão permitida, neste caso, é dobrar à direita. Entretanto, a AMC planejou rotas alternativas para os motoristas que cruzavam a avenida e seguiam em direção à Avenida Mister Hull.

Como se trata de uma medida recente, os motoristas ainda estão se adaptando e a sugestão de rota indicada pela Autarquia é utilizar as avenidas Humberto Monte e Governador Parsifal Barroso, que foi contemplada com uma readequação no canteiro central, criando uma faixa adicional de acomodação para quem deseja fazer a conversão à esquerda na Rua Edgar Falcão, indo para a zona oeste da cidade. As opções para acesso à Avenida Mister Hull são as seguintes:

– Av. Humberto Monte / Av. Gov. Parsifal Barroso/ R. Edgar Falcão / R. Frei Odilon / Av. Mister Hull.
– Av. Humberto Monte / Av. Gov. Parsifal Barroso / R. Maria Mirian F. de Sousa /R. Braz de Francesco/Av. Bezerra de Menezes/ Av. Mister Hull.

Sem mais,

AMC.

VAMOS NÓS – O engarrafamento vai persistir na rua Érico Mota, que virou um dos poucos acessos para a faixa de quem quer ir, por exemplo, para os lados do bairro Antonio Bezerra.

OAB/RJ pede cassação de Jair Bolsonaro

foto jair bolsonaro

“A seccional do Rio de Janeiro da Ordem dos Advogados do Brasil ingressa, nesta segunda-feira (25/4), com um pedido de cassação do mandato e de abertura de processo penal contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PCS-RJ). A medida se deve à homenagem que o parlamentar fez ao coronel e ex-chefe do Doi-Codi (órgão de repressão da ditadura militar) Carlos Brilhante Ustra, na sessão da Câmara dos Deputados do último dia 17 de abril, em que foi aprovado o início do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

São duas as representações — uma destinada à Câmara dos Deputados e outra à Procuradoria-Geral da República. Em ambas, a OAB-RJ afirma que a manifestação, além de atentatória ao decoro parlamentar, é crime segundo legislação penal brasileira. Isso porque um “notório torturador condenado como tal pela Justiça brasileira”. Ao votar a favor da abertura do processo de impeachment contra a presidente, Bolsonaro (foto) justificou seu voto, do alto da tribuna da Câmara: “Pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff”.

A decisão de pedir a cassação de Bolsonaro havia sido anunciada pelo presidente da OAB-RJ, Felipe Santa Cruz, apenas há alguns dias após a sessão da Câmara em que foi aprovado o impeachment. Santa Cruz é filho de Fernando Santa Cruz, militante do movimento estudantil contra a ditadura, cujo desaparecimento, em 1974, é atribuído aos militares.

À Conjur, o advogado afirmou que a imunidade parlamentar não pode ser usada para salvaguardar atitudes criminosas. “Queremos entrar com uma ação para saber quais são os limites das declarações de Bolsonaro na imunidade parlamentar, quando ele fez apologia ao coronel Ustra. A tortura não é apenas uma referência histórica. É um crime. Pode um deputado fazer apologia ao crime do alto da tribuna do Congresso? Quais são os limites [da imunidade parlamentar]?”, questionou.

Na representação à PGR, a OAB-RJ pede que o órgão ofereça ao Judiciário denúncia para abertura de processo penal contra o deputado com base no artigo 287 do Código Penal, que considera crime contra a paz pública o seguinte: “Fazer, publicamente, apologia de fato criminoso ou de autor de crime.”

Para a OAB-RJ, as declarações não podem ser enquadradas no contexto da imunidade parlamentar. “O mandato outorgado pelo povo brasileiro não autoriza o parlamentar a cometer crimes de ódio e fazer apologia contra a ordem democrática. Aqui é onde a prerrogativa dada ao parlamentar pela Constituição encontra limites na própria Constituição”.

(Site Consultor Jurídico)

Prefeitura promete: ônibus terão Wi-Fi a partir de maio

onibussss

“Os ônibus de Fortaleza terão Wi-Fi gratuito para os passageiros a partir do próximo mês, anunciou a Prefeitura Municipal, nesta segunda-feira, 25. A tecnologia será implantada gradualmente e, no futuro, os terminais de ônibus também vão ofertar a conexão.

A previsão da Prefeitura é que todas as linhas da capital tenham Wi-Fi até o fim do ano, conforme a assessoria da imprensa do prefeito Roberto Cláudio. Os terminais de ônibus estão recebendo pintura, climatização nos banheiros e painéis de LED com os horários dos veículos.

A frota de ônibus de Fortaleza possui 2.003 veículos, segundo dados repassados pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

Em janeiro, a Prefeitura apresentou o projeto de integração de bicicletas compartilhadas e terminais de ônibus. Cada estação contará com 50 bicicletas e o usuário poderá passar até 14 horas com os modais. O que permitirá, por exemplo, levar a bicicleta para casa e devolver na manhã seguinte; ou a permanência em local de trabalho.”

(O POVO Online)

Ocupantes de cargos de confiança estão cortejando o vice para manter postos

alx_dilma-temer-20151124-0005_original

“Não estão sendo poucos os telefonemas que a equipe de Michel Temer tem recebido de pessoas que ocupam cargos de confiança no Palácio do Planalto.

Em suma, dizem que nunca gostaram do PT e que só estavam ocupando os cargos por profissionalismo e por serem técnicos.

Para manter o cargo, dizem ainda que seria um grande prazer trabalhar com Temer na Presidência.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Para superar a crise, Temer terá que apertar mais ainda o cinto dos assalariados

131 8

Com o título “2016 – O ano que ninguém sabe como vai acabar”, eis artigo de Ricardo Alcântara, escritor e publicitário. Ele analisa esse cenário político de incertezas do País, que promete ser bem pior do que se vê hoje. Confira:

O cenário político do país está te deixando nervoso? Pois se acalme porque vem coisa muito pior por aí: o governo de Michel Temer. Quando o conspirador subir a rampa, dará início a um mandato sub judice. Pior: um mandato sub judice numa República sub judice.

Não é somente a procedência do que avalia o Tribunal Superior Eleitoral (a chapa Dilma-Temer teria recebido recursos de empresa estatal, a Petrobras, para sua campanha eleitoral). Ali, só haverá celeridade e consenso mediante forte pressão das ruas, mas não exclusivamente delas.

Tem mais de onde puxar: a própria razão da admissibilidade para o impeachment da presidente pode alcança-lo: no exercício do cargo, também assinou autorizações para que a área econômica do governo realizasse as chamadas ‘pedaladas fiscais’. Já é controverso.

Enquanto isso, uma federação heterogênea de partidos (inclua no balaio um PT com o pote até aqui de mágoas) estará mobilizando as ruas, sob a bandeira de eleições presidenciais ainda neste ano, para que a chama da ilegitimidade não se apague e o fragilize mais ainda.

Não mais amenos serão os combates na base física: dado como responsável por articular pessoalmente a cassação de sua titular, que por si já atrai uma enorme carga de resistência, Temer irá enfrentar uma força que este país não experimenta há 14 anos: a CUT na oposição.

Claro, para fazer a ele uma oposição mobilizada, a CUT precisa de uma crise. Ela já está posta. A central, agora sem as contenções da governabilidade, necessita recuperar espaços perdidos em sua base, ferida por uma política de governo que traiu compromissos de campanha.

E não vai adiantar o presidente Michel Temer alegar que esta crise não lhe pertence: seu partido é parte do problema e não há solidariedade social que resista quando começa a sobrar mês no fim do salário. Dilma, com muito mais base de apoio, não contou com ela.

Para superar então o atual estado de coisas nos parâmetros liberais – e não há alternativa, dada a natureza das forças que o apoiam – Temer terá que apertar ainda mais o cinto dos assalariados. E o Brasil voltará a conviver com greves depois de 14 anos de trégua.

Pendências judiciais, adversários nas ruas e crise econômica – não findam aí os seus tormentos. Temer tem um problemão na sua base de apoio: o nunca subestimável deputado Eduardo Cunha. Qual o tamanho deste problema? Perguntem à Dilma, ela sabe.

Sob uma artilharia de denúncias partidas da Procuradoria Geral da União e da Operação Lava Jato na direção do Supremo Tribunal Federal, Cunha cobrará do presidente a conta do impeachment para manter sua imunidade parlamentar porque sabe: é cadeia na certa.

Caso não se veja suficientemente assistido por um presidente cercado de más notícias e decisões amargas – carente, portanto, de modestos nacos de aprovação – Cunha conspirará sem dó nem pena contra aquele que, mais do que ninguém, ajudou a sentar na cadeira.

Tais fatores é que dividem, por exemplo, a direção do PSDB. Parte dela deve estar se perguntando: afinal, o que se ganha deixando as digitais num governo assim? Temer corre o risco de governar somente com os piores. Um palpite? Não emplaca 2018. Não tem como.

*Ricardo Alcântara

É escritor e publicitário.