Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Flatulência liberada durante cirurgia provoca incêndio

244 3

blog_surgery

Uma mulher que estava sendo operada no Hospital Universitário de Tóquio (Japão) acabou provocando incêndio na sala de cirurgia ao soltar um “pum”.

A paciente era submetida a um procedimento no colo do útero com o uso de laserquando a flatulência provocou as chamas. A mulher ficou com queimaduras em várias partes do corpo, segundo a imprensa local.

O caso ocorreu em abril, mas só agora foi divulgado por causa da investigação. A conclusão: materiais inflamáveis liberados pela paciente foram responsáveis pelo incêndio. O relatório apontou, ainda, não ter havido flha no equipamento usado na cirurgia.

“Quando o gás intestinal da paciente vazou no ambiente da operação, houve contato com a irradiação do laser, o que provocou as chamas. As chamas atingiram as cortinas e levaram ao incêndio”, afirmou o documento.

(O Globo)

Em Editorial, O POVO pede desculpas por termo “pejorativo”

234 2

Confira o Editorial do O POVO desta terça-feira, em que o jornal pede desculpas pelo título recente “Fim da farra das greves no setor público”, de 28 de outubro último. 

Pode ser difícil, mas é necessário e não é vergonha: pedir desculpas quando se erra. Quando tratou da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de impor o corte de salário de funcionários públicos em caso de greve, este jornal titulou em seu editorial: “Fim da farra das greves no setor público” (28/10/2016). Errou ao tratar questão muito complexa a partir de um único ângulo e errou, principalmente, ao utilizar um termo pejorativo para referir-se ao funcionalismo, ofendendo uma categoria que engloba mais de três milhões de trabalhadores em todo o Brasil, nas mais diversas áreas do serviço público.

Por óbvio, nenhuma categoria e nenhuma profissão, principalmente as de caráter público, estão isentas de críticas — e um jornal tem o direito de expor o que pensa em seu editorial. Porém, o aconselhável e justo é que essas críticas sejam feitas com equilíbrio, proporcionalidade e sem generalizações.

O POVO reafirma o seu entendimento de que é necessária a regulamentação das greves no setor público e continua entendendo que paralisações longas em setores essenciais — como a educação, saúde e segurança — trazem prejuízos irreparáveis, essencialmente aos setores da sociedade que mais precisam desses serviços, normalmente os segmentos mais frágeis da população. Não se pode pedir aos servidores públicos que deixem de reivindicar seus direitos — seria injusto. Mas não é injusto pedir-lhes que reflitam sobre as formas mais adequadas de fazê-lo, de modo a minimizar o prejuízo aos outros.

O mais apropriado para se chegar a um ponto de equilíbrio entre o direito de greve — garantido pela Carta Magna, portanto inquestionável — e o estabelecimento de critérios que assegurem alguma proteção aos que dependem do serviço público, seria um amplo debate na sociedade, envolvendo todos os setores interessados, discussão que deveria transcorrer no Congresso Nacional.

Mas o objetivo primeiro deste editorial está expresso em seu título. E aproveitamos para agradecer aos leitores que nos escreveram chamando a atenção para o equívoco que cometemos.

Gás de cozinha sobe de preço

O gás de cozinha fica mais caro a partir de hoje em todo o País. Ontem, a Petrobras anunciou uma nova política de preços para o produto que terá impacto de até 4% nas refinarias e deve ser repassado ao consumidor. Em 1° de setembro o gás GLP subiu 9% em Mato Grosso do Sul.

De acordo com a Associação Brasileira dos Revendedores de GLP (ASMIRG/BR), o aumento deve começar a chegar nesta terça-feira nas distribuidoras de todo o país, mas deve variar entre R$ 2 a R$ 4 dependendo da região e da marca escolhida.

O último reajuste foi em 1° de setembro, quando devido a ajustes de custos operacionais o produto ficou 9% mais caro para os consumidores.

Presidente da Asmirg/BR, Alexandre Borjaili considera irresponsável a decisão da estatal de elevar o preço neste momento. “A empresa está passando por mudança e nem todas serão boas para distribuidoras e consumidores. Por não ter muito estoque, o reajuste deve começar chegar ainda hoje para os clientes”.

Eleições 2016 – Prazo para prestação de contas do 1º turno termina nesta terça-feira

Candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador, inclusive os partidos políticos, que disputaram o primeiro turno das Eleições de 2016, no dia 2 de outubro, têm até esta terça-feira (1º) para apresentar à Justiça Eleitoral as prestações de contas relativas ao primeiro turno (Lei nº 9.504/1997, artigo 29).

Já no dia 4 próximo esgota-se o prazo para qualquer interessado, observado o período de três dias a partir da publicação do respectivo edital, impugnar as prestações de contas de campanha relativas ao primeiro turno das eleições.

Novo terremoto atinge a região central da Itália

Pelo terceiro dia consecutivo, a terra tremeu hoje (1º) na Itália e assustou a população da região central do país, que está devastada pelo terremoto de 6,5 graus de magnitude do último domingo (30) e pelo sismo de 6 graus ocorrido em agosto. Uma réplica de 4,7 graus foi sentida por volta das 8h56 locais nas regiões de Marcas e Umbria.

O chão balançou em Ancona, Perúgia e em alguns pontos da capital, Roma. Os tremores de terra estão ocorrendo sem interrupções na zona central da Itália desde o dia 24 de agosto, quando houve o primeiro grande terremoto, que destruiu a cidade de Amatrice.

Quando o plano de reconstrução já estava em andamento, outros terremotos de menor magnitude sacudiram a zona central da Itália nas últimas semanas, culminando com o tremor de 6,5 graus do último domingo, que deixou rastros de destruição principalmente em Nórcia. “Tudo está desabando aqui. O que ainda não desabou corre o risco de desabar. A cidade está devastada”, disse o prefeito de Castelsantangelo del Nera, Mauro Falcucci.

(Agência Brasil)

Eleições 2016 – 18 deputados federais são eleitos e deixarão a Câmara

zearnon1

Zé Arnon (PTB) assumirá a prefeitura de Juazeiro do Norte.

Dos 80 deputados federais que concorreram nas eleições municipais deste ano, 18 foram eleitos e deixarão a Câmara dos Deputados nos próximos meses. Desses, 14 assumirão as chefias dos Executivos locais e quatro as vice-prefeituras.

O número de deputados eleitos no pleito municipal deste ano é menor que o verificado na eleição municipal de 2012, quando 26 deputados se elegeram prefeitos. Na ocasião, 87 concorreram ao cargo.

Na disputa em segundo turno, dos 16 concorrentes, seis foram eleitos prefeitos: Nelson Marchezan Júnior (PSDB), Porto Alegre; Luís Carlos Busato (PTB), Canoas (RS); Duarte Nogueira (PSDB), Ribeirão Preto (SP); Max Filho (PSDB), Vila Velha (ES); Washington Reis (PMDB), Duque de Caxias (RJ); Anderson Ferreira (PR), Jaboatão dos Guararapes (PE). Dois se elegeram vices: Marcos Rotta (PMDB), Manaus (AM); e Moroni Torgan (DEM), Fortaleza (CE).

FORTALEZA, CE, BRASIL,01-10-2016 :Carreata do Roberto Claudio.   (Foto: Fabio Lima/O POVO)

 

Moroni (DEM), o vice do prefeito Roberto Cláudio (PDT)

Outros dez deputados já tinham sido eleitos no primeiro turno, sendo oito a prefeitos: Marcelo Belinati (PP), Londrina (PR); Odelmo Leão (PP), Uberlândia (MG); Dr. João (PR), São João do Meriti (RJ); Edinho Araújo (PMDB), São José do Rio Preto (SP); Fabiano Horta (PT), Maricá (RJ); Fernando Jordão (PMDB), Angra dos Reis (RJ); Moema Gramacho (PT), Lauro de Freitas (BA); e Arnon Bezerra (PTB) em Juazeiro do Norte (CE). A vice foram eleitos Bruno Covas (PSDB), São Paulo; e Manoel Júnior (PMDB), João Pessoa.

Senado

No Senado, apenas o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) foi eleito prefeito ontem (30), em segundo turno. Ele vai assumir a prefeitura do Rio de Janeiro. Assumirá a vaga dele, o suplente Eduardo Lopes, também do PRB. A senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) também disputou a eleição municipal, mas foi derrotada na capital paulista.

(Agência Brasil)

Usina de Biodiesel de Quixadá – Camilo discutirá com Petrobras saídas para evitar fechamento

446 3

camilororov

Da Coluna Vertical, do O POVO desta terça-feira:

O caso do fechamento da usina de biodiesel da Petrobras em Quixadá (Sertão Central) será discutido hoje, às 9h30min, no Palácio da Abolição. O encontro, solicitado pelo governador Camilo Santana (PT), contará com a presença do diretor de de Refino e Gás da estatal, Jorge Celestino Ramos, e participação de membros da bancada federal cearense.

Camilo apresentará um plano de apoio ao empreendimento, dentro do objetivo de preservar os empregos. A Petrobras já prometeu transferir seus empregados próprios para outras duas unidades.

Mas há um problema: além dos agricultores envolvidos, também serão prejudicados com a medida os pescadores que vendiam óleo de peixe e catadores que vendiam materiais recicláveis com resíduos de óleo. Segundo a própria estatal, pelo menos 1.300 agricultores familiares serão atingidos com o fechamento da usina.

Multas de trânsito já estão mais caras

As multas de trânsito estão mais caras no país a partir desta terça-feira, 1.º de novembro. Esse é o primeiro reajuste no preço das infrações em 16 anos. As mudanças são o resultado de uma lei sancionada pela então presidente Dilma Rousseff (PT), em maio.

Além do aumento nos valores, a legislação fará outras mudanças no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). As infrações de natureza leve são as que sofrerão maior reajuste. O valor passará dos atuais R$ 53,20 para R$ 88,38, uma correção de 66%. Já as multas consideradas gravíssimas, hoje R$ 191,54, passarão para R$ 293,47 –um crescimento de 53%. Dirigir ao celular deixará de ser uma infração média e passará a ser gravíssima.

Estacionar irregularmente em vaga de idosos ou de pessoas com deficiência, antes grave, e se recusar a fazer o teste do bafômetro, que não era infração, também passam a ser gravíssimas. Atingir 20 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) também terá consequências mais graves. O tempo de suspensão do direito de dirigir será maior: o mínimo, que hoje é de um mês, passará a ser de seis meses.

O veículo de um motorista pego sem CNH ou com o documento cassado não será mais apreendido. O carro passará a ser retido pelos agentes de trânsito até que alguém habilitado vá buscá-lo. Agora, todo o valor arrecadado com as infrações deverá ser exposto na internet.

Lava Jato – Rodrigo Janot se diz “suspeito” para investigar o senador Eunício Oliveira

eunicio_oliveira_recebe_comenda_-_stille_19

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se declarou “suspeito” para investigar o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) dentro da Operação Lava Jato. Num ofício enviado em setembro ao Supremo Tribunal Federal (STF), Janot, chefe do Ministério Público, alegou “motivo de foro íntimo” para não atuar num procedimento aberto na Corte para apurar uma doação suspeita de R$ 5 milhões feita para a campanha do peemedebista em 2014.

Dentro de um processo, um procurador ou juiz pode se recusar a atuar num caso quando admite que pode atuar sem imparcialidade. Nesses casos, ele pode se declarar suspeito quando for, por exemplo, amigo, inimigo credor, devedor ou se tiver algum interesse específico no caso.

Procurada pelo G1, a Procuradoria Geral da República (PGR) informou, por meio da assessoria de imprensa, que Janot não irá se manifestar sobre o motivo concreto da recusa em investigar Eunício.

O caso

Eunício Oliveira foi citado na delação premiada de Nelson José de Mello, ex-diretor de Relações Institucionais do grupo Hypermarcas, como destinatário de uma doação de R$ 5 milhões para sua campanha ao governo do Ceará em 2014.

(Portal G1)

Brasil não sairá da crise em 2017, diz economista

As expectativas de recuperação da economia brasileira têm melhorado, mas ainda não será em 2017 que o país vai sair da crise. A previsão é que em 2016 haverá contração de 3,4% e que o próximo ano começará com queda de 0,5% no Produto Interno Bruto (PIB). Os dados foram apresentados pela economista Sílvia Matos no seminário Perspectivas 2017: Economia e Política em Momento de Mudança, promovido pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre).

Sílvia Matos é coordenadora técnica do Boletim Macro Ibre, estudo mensal que contempla estatísticas, projeções e análises dos aspectos mais relevantes da economia brasileira. “Acho difícil imaginar uma saída tão rápida dessa recessão. Uma recessão longa, profunda, similar à dos anos 80 e, sem dúvida, baixo crescimento neste ano”, disse.

A economista disse que o movimento de “desinflação”, tem ocorrido em ritmo lento e, por isso, o Banco Central, está sendo mais cauteloso, para não errar na calibragem da economia. “Nesse momento de transição econômica a gente não sabe quanto de desinflação virá, então o Banco Central está sendo extremamente cauteloso e, provavelmente, não terá a queda na taxa de juros esperada pelo mercado, logo, a economia não vai poder se recuperar com a mesma velocidade”, disse.

Sílvia disse que o calcanhar de Aquiles da economia brasileira é a política fiscal e que a trajetória da dívida bruta é insustentável. Ela diz que existe uma agenda de reformas para retomada dos investimentos e estabilidade das regras. Além disso, é importante sinalizar para investidores estrangeiros que um novo governo que vai assumir em 2019 vai manter o modelo econômico.

(Agência Brasil)

R$ 1,4 milhão – Estado é condenado a indenizar a espanhóis vítimas de policiais militares

foto-policia-turistas-espanhois

A 3ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Ceará condenou o Estado a pagar indenização de R$ 1,4 milhão ao casal espanhol Marcelino Ruiz Campelo e Maria Del Mar Santiago Almudever, vítimas de tiros disparados por policiais militares. A decisão foi proferida durante sessão realizada nessa segunda-feira (31), informa o site do tribunal.

Para o relator do processo, desembargador Washington Araújo, “a monstruosidade da ação policial é um verdadeiro exemplo de ferocidade animalesca e infame covardia, podendo-se classificá-la como gravíssima”.

Segundo os autos, em setembro de 2007, o casal retornava do aeroporto com amigos estrangeiros. De acordo com o relato, quando passavam pela avenida Raul Barbosa, no bairro Aerolândia, o veículo em que estavam foi confundido por policiais militares, que fizeram abordagem pensando tratar-se de automóvel utilizado por assaltantes em fuga.

Acreditando ser o início de um tiroteio, eles tentaram sair do local, mas foram perseguidos pelos policiais, que continuaram atirando. Um dos projéteis atravessou a costela esquerda de Marcelino Ruiz Campelo, atingindo a parte superior do pulmão esquerdo até lesionar a medula, causando-lhe paraplegia irreversível dos membros inferiores.

Inconformado, o casal acionou a Justiça. Requereu o pagamento de indenização a título de danos materiais e morais suportados em decorrência da ação dos policiais. Reforçou que, em decorrência do tiro sofrido, Marcelino Ruiz, que era piloto, ficou impedido de trabalhar.

Em 2014, o Estado alegou para o Tribunal de Justiça que houve culpa concorrente dos ocupantes do veículo, que “teriam contribuído significativamente para o deslinde final do evento”.

Comissão que analisa MP da reforma do ensino médio tem audiência nesta terça-feira

A comissão mista que analisa a medida provisória da reforma do ensino médio (MP 746/16) promove audiência pública nesta terça-feira (1º) para discutir a matéria. Na semana passada, o relator da MP, senador Pedro Chaves (PSC-MT), anunciou que pretende ouvir cerca de 40 convidados no mês de novembro.

O prazo foi considerado curto por alguns parlamentares de oposição. A solução encontrada por Pedro Chaves foi dividir os debates por grupos de cerca de oito convidados.

O relator revisor da medida provisória, deputado Wilson Filho (PTB-PB), destaca que o senador Pedro Chaves se comprometeu a ouvir todos os interessados na comissão, estendendo o prazo de audiências se necessário.

“Meu papel neste momento é fazer com que o debate seja intenso. Fui relator do novo ensino médio brasileiro no debate que teve na Câmara (PL 6840/13). Esse debate aconteceu por mais de três anos e nós conseguimos montar um relatório que partisse da argumentação e das ideias de todos, dos secretários de estado de educação, das entidades representativas dos estudantes, das escolas, privadas, institutos federais, pais de alunos. A gente ouviu todo mundo. E no momento em que a MP foi publicada, temos o dever de ouvir todo mundo”.

(Agência Câmara Notícias)

Temer confia na aprovação da PEC do Teto no Senado e anuncia Cartão Reforma

O presidente Michel Temer disse nesta segunda-feira (31) ter certeza na aprovação por ampla maioria da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016 no Senado. A proposta que limita gastos públicos pelos próximos 20 anos já foi aprovada na Câmara em dois turnos e agora vai passar pela votação dos senadores. “Agora, o Senado Federal vai cuidar desse assunto. Nós tivemos ampla maioria na Câmara dos Deputados e graças a Deus, vamos ter, tenho certeza, uma ampla maioria no Senado Federal”.

O presidente citou um plano de regularização de propriedades em todo o país. Segundo o presidente, a ideia é regularizar a situação de pessoas que moram “clandestinamente” em suas próprias casas. “Tem muita gente que mora em casas pequenas, em modestas habitações, mas não tem a propriedade. Ele vive lá clandestinamente. Estamos lançando um plano que vai regularizar toda e qualquer propriedade em todas as cidades brasileiras. Se Deus quiser, conseguiremos isso”.

Dentro deste plano, Temer anunciou a criação do Cartão Reforma, que será um cartão com crédito de cerca de R$ 5 mil para ajudar na reforma da casa. “Nós vamos imaginar que o sujeito, na sua propriedade, vai querer aumentar um quarto, cimentar a casa, ampliar o banheiro. E para isso estamos lançando o chamado Cartão Reforma. Você terá direito a um crédito de até, mais ou menos, R$ 5 mil para poder reformar a sua casa”.

(Agência Brasil)

Papa Francisco culpa “poderosos” por divisão entre católicos e luteranos

foto papa francisco

Em seu primeiro compromisso oficial público na Suécia, o papa Francisco afirmou que foram os “poderosos” quem causaram a divisão entre católicos e luteranos ao longo dos anos. Em discurso nesta segunda-feira (31), o Pontífice disse que é preciso “reconhecer” com “honestidade […] que a nossa divisão nos afastava do desenho original de povo de Deus”. “E ela foi historicamente perpetuada por homens de poder deste mundo, muito mais do que pela vontade do povo fiel”, disse Francisco durante a oração ecumênica na catedral de Lund pelos 500 anos da Reforma Protestante. As informações são da Agência Ansa.

Na homilia, Jorge Mario Bergoglio reconheceu a vontade comum dos praticantes das duas religiões de “professar e defender a fé verdadeira”. “Mas também estamos conscientes de que se ficarmos fechados em nós mesmos por medo, é prejudicar a fé que os outros professam com um sotaque e uma linguagem diferente”, acrescentou.

Segundo Francisco, essa sua viagem para rezar juntos é uma “nova oportunidade de seguir por um percurso comum”. “Não podemos renunciar e manter a divisão e a distância que a separação produziu entre nós”, ressaltou.

O Papa elogiou a postura de Martinho Lutero na questão da fé e disse que “a experiência espiritual de Lutero nos desafia e nos lembra que não podemos fazer nada sem Deus”, lembrando que o fundador da religião protestante sempre fazia a pergunta: “como posso ter um Deus misericordioso?” “Essa pergunta constantemente atormentava Lutero e é a questão do justo relacionamento com Deus que é a questão decisiva da vida”, disse ainda. Sobre a Reforma, Papa Francisco também reconheceu com “gratidão” que a “Reforma contribuiu para dar maior centralidade às Sagradas Escrituras na vida da Igreja”.

Essa é a primeira vez que um líder da Igreja Católica participa das celebrações de aniversário da Reforma Protestante. O Papa foi à Suécia a convite da Federação Luterana Mundial (LWF), com a qual dividirá as cerimônias ecumênicas durante todo o dia de hoje.

Sobre essa aproximação entre católicos e luteranos, iniciada há 50 anos, o sucessor de Bento XVI afirmou que ela deu “passos importantes” nas últimas décadas “por ouvir o pedido comum da Palavra de Deus”.

(Agência ANSA)

Aécio Neves não é o único perdedor em Belo Horizonte

marcio-lacerda-20121007-size-598

O tucano Aécio Neves não foi o único derrotado nas eleições em Belo Horizonte.

O atual prefeito, Márcio Lacerda (PSB), sofreu um duplo revés. No primeiro turno, seu candidato, Délio Malheiros (PSD), terminou o pleito em quinto lugar, com apenas 5,45% dos votos.

E agora, no segundo turno, Lacerda apoiou o candidato derrotado, João Leite (PSDB). Com medo da rejeição à atual administração, João escondeu o apoio.

Após a derrota, Lacerda vê diminuírem as chances de se eleger governador em 2018, tanto como um candidato da terceira via quanto associado ao PSDB.

(Veja Online)

Festival UFC de Cultura fará seleção de bandas no Cineteatro São Luiz

marcoslessa

Marcos Lessa foi revelado nesse festival.

O Festival UFC de Cultura (www.facebook.com/FestivalUFCdeCultura) retorna neste ano ao calendário cultural cearense e já abre as portas para revelar novos músicos vinculados à Universidade Federal do Ceará. Os artistas e grupos universitários que passaram na “peneira” inicial disputam, na noite destas quinta (3) e sexta-feira (4), vagas na programação com um bônus extra: tocar no palco do Cineteatro São Luiz, que será sede da seletiva para o evento previsto para 23 a 25 deste mês, no Campus do Pici.

A prévia do Festival já projetou artistas de destaque local e nacional como Marcos Lessa, ex-The Voice Brasil; Selvagens à Procura de Lei, que já tocaram no Lollapalooza Brasil e têm três álbuns gravados; Lorena Nunes, revelada pela banda universitária Comparsas da Vivenda e escolhida para compor a trilha sonora da abertura das Olimpíadas Rio 2016; e Lídia Maria, que já se apresentou no Carnaval de Fortaleza e no São João do Nordeste, da Rede Globo.

Os escolhidos para disputar as vagas na programação enquadram-se em diversos estilos musicais, como rock clássico e alternativo, reggae, indie pop, música popular brasileira, metal alternativo, pop rock e música regional. Apresentam-se a partir das 18 horas de quinta-feira (3), representando a capital Fortaleza, os grupos Nafandus, LÉLIS, Subcelebs, Galba Andrade e Berg Menezes. Já no dia 4, tocam as fortalezenses Registro Geral VI, Interlude, Colossais e Barbearia Noturna, além da Mil Tons e Mais, representando o Campus da UFC em Sobral.

Os seis vencedores serão escolhidos através do voto do público presente à seletiva e da análise de uma banca julgadora composta por Marco Leonel Fukuda, jornalista, compositor e violonista; Mona Gadelha, cantora e coordenadora do Laboratório de Música da Escola Porto Iracema das Artes; e Antônio Duarte, professor do Departamento de Letras Vernáculas da UFC e coordenador do Sarau Entrepalavras.

Além da oportunidade de tocar no palco principal e no palco Espaço Mix do Festival UFC de Cultura, os grupos selecionados receberão cachês do evento. O resultado será conhecido ainda na noite do dia 4, após o show de encerramento.

Participação especial

Após a sequência de bandas universitárias da disputa, a noite do dia 4 será encerrada com show da banda convidada Capotes Pretos na Terra Marfim, revelada pela mesma seletiva de bandas e escolhida para tocar no palco principal do Festival UFC de Cultura há três anos. Criado em 2012, o grupo tornou-se conhecido pela prática do busking (tocar em calçadas, praças e outros espaços urbanos).

Neste show, apresenta um mix de canções dos EPs A Casa (2013) e Capotes Pretos na Terra Marfim (2015) com singles ainda inéditos. Com uma comunidade de fãs fiéis, soma apresentações no projeto Quinta Acústica do SESC, Festival Manifesta, Feira da Música, Mostra de Música Petrúcio Maia e Grito Rock Fortaleza. “Ficamos muito felizes de participar, pois pensamos até em nos inscrever na seletiva, já que ainda temos um integrante vinculado à UFC. Mas aí rolou o convite, e nos sentimos muito prestigiados. Ainda mais que a banda está completando exatamente quatro anos agora”, afirma Moisés Filipe, o Zéis, guitarrista do grupo.

DETALHE – O Festival UFC de Cultura (www.facebook.com/FestivalUFCdeCultura) tem patrocínio da Coelce, apoio cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e do Cineteatro São Luiz, organização da Via de Comunicação e Cultura e realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará.

(Site da UFC)