Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Quem não foi às manifestações critica corrupção e espera renovação na política

Manifestações a favor do impeachment e contra o governo levaram muitas pessoas às ruas no domingo passado (13) . Outros protestos a favor da democracia e do Estado de Direito e contra o impeachment levaram muitos outros às ruas nessa sexta-feira (18). Apesar da polarização existente no país, com manifestantes dos dois lados ocupando as ruas em diferentes cidades, muita gente não se sentiu motivada a aderir a nenhum dos protestos.

É possível notar o acirramento das opiniões durante a entrevista com o vigilante Francisco Manuel. Apesar de não participar de nenhuma das manifestações, ele explicava que defende a saída da presidenta Dilma Rousseff da presidência, quando foi interrompido por um grito de “Dilma fica, Cunha sai!” (em referência à presidenta e ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha) . O diálogo aconteceu na Rodoviária do Plano Piloto de Brasília, a poucos metros do Museu da República, onde os manifestantes a favor do governo se concentravam na noite de ontem.

O fato de a corrupção ser um problema histórico no Brasil também foi citado por quem não aderiu a nenhum dos lados de protesto. A melhora da economia e da situação do desemprego no país é uma das principais expectativas. Há uma insatisfação com o atual governo, mas muitos acham que uma troca não resolveria o problema e se preocupam com o nível de desemprego.

Além da dificuldade de votar e do entendimento de que a corrupção é histórica no Brasil e está em diversos partidos, aqueles que não optaram por nenhum dos lados citam a necessidade refundar a política para que não haja mais desvios.

(Agência Brasil)

‘Golpe em curso’ – Advogados cearenses divulgam nota pela democracia

198 4

Advogados do Ceará divulgaram nas redes sociais uma nota contra ao que classificam de “uma afronta às instituições democráticas do país”. Segundo a nota, há uma “tentativa de aliança institucional com o golpe à democracia que está em curso o Brasil”. O grupo se reúne virtualmente no endereço eletrônico http://migre.me/th07y. Confira a nota:

foto carta advogados ceará

Delegacia de Maranguape deverá funcionar 24 horas

foto valentim e andrade junior

Sem delegado há quatro meses e com a estrutura física precária, a Delegacia de
Maranguape deverá no próximo semestre funcionar 24 horas. O novo atendimento foi
divulgado pelo delegado-geral Andrade Júnior, após reunião nessa sexta-feira (18)
com o deputado estadual George Valentim (PCdoB), na Superintendência da Polícia
Civil, no Centro de Fortaleza.

Enquanto o deputado destinou emenda parlamentar para a melhoria da estrutura e do ambiente de trabalho dos policiais, a Polícia Civil trabalha para junho a formação dos 773 novos inspetores e peritos.

Manter ganhos sociais depende de retomada do crescimento, dizem economistas

A inflação alta e o aumento do desemprego podem trazer de volta para a pobreza milhões de brasileiros que acumularam ganhos sociais nos últimos anos. Segundo especialistas, a retomada do crescimento pode reverter o quadro, mas tudo dependerá de quando a economia se recuperará da pior recessão em 25 anos.

Os números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram os efeitos da crise. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD contínua), o desemprego saltou para 9% em dezembro de 2015 depois de atingir o mínimo histórico de 6,5% em dezembro de 2014.

A inflação pesa mais para os pobres. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a inflação para famílias de até cinco salários mínimos, chegou a 11,08% nos aumulado dos últimos 12 meses até fevereiro. No mesmo período, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) soma 10,36%.

As estatísticas do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) sobre o número de indivíduos em situação de pobreza e de extrema pobreza em 2015 só serão divulgadas no fim deste ano ou no início de 2017. Em 2014, o total de brasileiros nas duas situações tinha atingido o menor nível da história, com 25,9 milhões de pessoas em situação de pobreza e 8,2 milhões em extrema pobreza.

O presidente do Conselho Federal de Economia (Cofecon), Júlio Miragaya, diz que, com o fim de repasses de preços a tarifas, a inflação em 2016 cairá, o que reduzirá a perda de poder aquisitivo. No entanto, a população corre o risco de continuar empobrecendo por causa do aumento do desemprego, que pode atingir 12%.

(Agência Brasil)

Eunício diz que novo PMDB expressa o sentimento da população

83 1

foto pmdb filiações

O PMDB é o partido de maior oposição à Prefeitura de Fortaleza e ao Governo do
Ceará. A garantia é do presidente estadual do partido, senador Eunício Oliveira,
após as filiações do deputado federal Moses Rodrigues, do deputado estadual Tomaz
Holanda, dos vereadores Vaidon Oliveira e Tamara Holanda (Fortaleza), do ex-prefeito de Santa Quitéria, Tomás Figueiredo, além de mais de 60 lideranças de todo Estado, sendo 11 vereadores somente de Sobral, na Região Norte do Ceará.

“O PMDB do Ceará está cada dia mais forte e unido. Nosso partido está preparado
para disputar as eleições de 2016”, ressaltou o senador, ao afirmar que o atualmente o PMDB expressa “o sentimento da população cearense”.

Segundo Eunício, Moses Rodrigues é o nome defendido para disputar a Prefeitura de
Sobral, enquanto Tomás Figueiredo deverá concorrer em Santa Quitéria. “Em Fortaleza formamos um arco de oposição e disputaremos o pleito com candidatura própria”, adiantou.

Valim fica no PMDB e vira opção para a Prefeitura de Fortaleza

foto valim deputado novembro 2015

O deputado federal Vitor Valim decidiu permanecer no PMDB, após avaliar convites para uma mudança de partido. Com a decisão, o parlamentar se credencia como uma das opções peemedebista à Prefeitura de Fortaleza, nas eleições de outubro próximo.

Além de Valim, o PMDB também possui como opções o vice-prefeito Gaudêncio Lucena e o deputado estadual Danniel Oliveira.

Aécio e o Brasil que abraça Berlusconi

76 4

Em artigo no O POVO deste sábado (19), o jornalista Carlos Mazza alerta que atual momento de crise acena para políticos extremistas com discursos populistas. Confira:

Operação da justiça italiana no anos 1990 que desarticulou a sistêmica corrupção no poder público do País, a “Mani Pulite” também fez profundas transformações no arranjo político da Itália. Antes com 50% dos votos, partidos como o da Democracia Cristã e do Socialismo Italiano minguaram e acabaram extintos.

Já siglas marginalizadas, como o neofascista Movimento Social Italiano e a xenofóbica Liga Norte prosperaram sobre o “cansaço” da velha política, guiando a Itália a uma geração de governantes de discursos populistas e sorrisos de dentes perfeitos. O arquétipo teve representação máxima no magnata Silvio Berlusconi, eleito em 1994 sobre a plataforma de “derrotar os comunistas” (o muro de Berlim já havia caído cinco anos antes).

Nos Estados Unidos, evento semelhante ocorre na disputa pela sucessão de Barack Obama. Após anos instigando a opinião pública contra o establishment político, o Partido Republicano se desespera hoje ao ver suas mais tradicionais lideranças escanteadas por extremistas antes isolados (Donald Trump e Ted Cruz).

Talvez episódio mais simbólico das últimas manifestações no Brasil, o escracho feito contra o presidente do PSDB, Aécio Neves, no dia 13 mostra o País em rota semelhante. Instigado pelos tucanos por mais de uma década, o antipetismo passa a não enxergar mais diferenças entre qualquer legenda “bem estabelecida” no País. Faz sentido, estando PT e PSDB implicados até o talo na Lava Jato.

É aí que mora o perigo. Mais que simples abrigo para candidaturas, os partidos são uma ferramenta essencial para a democracia plena. Sem legendas com plataformas bem definidas, ficam abertas as portas para extremistas com discursos populistas.

Afinal, o que pensa sobre educação básica o deputado que fez carreira em cima de discursos sobre “defesa da família tradicional”? “Combate à corrupção” é, por si só, plataforma suficiente para guiar um País?

Se a população não fizer a distinção entre seus políticos e as bandeiras que cada legenda representa, corremos o risco de o antipartidarismo virar norma de vez – cenário em que a corrupção e a má política prosperam. O fim de Berlusconi todos sabem.

Ritos sob suspeição

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (19), pelo jornalista Érico Firmo:

Nem toda derrubada de presidente é golpe, mas não é por cumprir formalidades que uma destituição é legítima. A Constituição prevê mecanismos para afastamento de qualquer agente público. Isso ocorre em toda democracia digna do nome. Voto não é cheque em branco para se fazer o que bem quiser, sem dar satisfação.

Há mecanismos para afastar presidente e deveria haver mais. No parlamentarismo, a queda de governos é meio natural para recompor a governabilidade perdida. Mesmo no presidencialismo, há democracias com instrumentos para revogar mandatos presidenciais — o chamado recall. É adotado desde a Suíça à Venezuela, passando por estados norte-americanos, províncias do Canadá. No Brasil, já foi defendida pela OAB e por parlamentares petistas.

Porém, nem há parlamentarismo nem recall no Brasil, nem seria aceitável mexer nas regras para o atual mandato. Diante do que, há três caminhos para Dilma Rousseff (PT), eventualmente, ser afastada. Um seria a renúncia, que ela seguidamente descarta. Outro seria o impeachment, por decisão do Congresso Nacional. O terceiro, cassação da chapa eleita em 2014 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Esta semana, um qualificado interlocutor se irritou comigo porque disse que as possibilidades estão previstas na Constituição. Mas estão. Cumprir o que está na Carta não é golpe. Renúncia seria decisão da presidente e pressão política para que ocorra é do jogo.

Quanto ao impeachment, trata-se de julgamento político. Pode-se considerar injusto, mas, respeitados ritos e a livre opinião do Parlamento, é prerrogativa do Legislativo destituir presidente.

Já o TSE julgará denúncias graves de que dinheiro de empreiteiras financiou a campanha da presidente, em troca de favores governamentais. Se confirmadas, são motivo para cassar Dilma e Michel Temer. Porém, há risco de esses mecanismos institucionais — legítimos e necessários — serem manipulados e usados para dar verniz de legalidade a intenções, no fundo, de atingir quem está no cargo, como mera disputa de poder. Isso já ocorreu na história brasileira.

Papa Francisco estreia conta no Instagram

foto papa internet

O papa Francisco lançou neste sábado (19) sua conta no Instagram, rede de compartilhamento de fotografias que tem cerca de 130 milhões de usuários no mundo. Muito popular nas redes sociais, Francisco deve repetir o sucesso e o número de seguidores que têm no Twitter e no Facebook.

Duas horas após a abertura do perfil, batizado de @franciscus, o papa já tinha cerca de 300 mil fãs no Instagram.

Na pequena biografia que identifica os usuários da rede, Francisco escreveu, em inglês, “Quero caminhar com vocês ao longo do caminho da misericórdia e da ternura de Deus”.

No primeiro post, em uma foto em que aparece rezando, o papa pede que seus seguidores rezem por ele, em mensagem escrita em nove idiomas. Em duas horas, mais de 45 mil curtiram o post e a publicação recebeu mais de 8 mil comentários de fieis de todo o mundo saudando a chegada do pontífice à rede social.

Segundo o Vaticano, Francisco vai manter a linguagem simples na comunicação com os fieis no Instagram. A data de estreia do perfil não foi por acaso: neste sábado, o papa comemora três anos da primeira missa de seu pontificado. A data também marca do Dia de São José, de quem Francisco é devoto.

(Agência Brasil)

Alça do túnel da Humberto Monte é liberada para tráfego

foto fortaleza viaduto

Desde essa sexta-feira (18) que foi liberado o tráfego na alça que complementa a construção do túnel da avenida Humberto Monte, sob a avenida Mister Hull, no bairro Parquelândia (Regional III). Com obras que estavam paralisadas desde 2010, ano em que o equipamento foi liberado para tráfego, ainda na gestão anterior, a alça que está localizada no cruzamento da avenida Bezerra de Menezes com a avenida Governador Parsifal Barroso era a última etapa para conclusão do projeto.

A alça permite agora o acesso tanto ao túnel, como à avenida Dr. Theberge, aos motoristas que trafegam pela avenida Bezerra de Menezes com destino à avenida Governador Persifal Barroso.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf) deu início às intervenções em novembro do ano passado, após desapropriação de dois terrenos próximos ao Habib´s e a retirada de oito postes da Companhia Energética do Ceará (Coelce).

Orçada em R$ 300 mil, a obra beneficia os moradores da região e os motoristas que trafegam com destino aos bairros Padre Andrade, Presidente Kennedy, Parquelândia, Pici e adjacências.

(Prefeitura de Fortaleza)

‘Não houve crime’, diz José Airton ao justificar voto contrário ao processo de impeachment

foto josé airton plenário

Único político a votar contra a instalação da comissão especial que vai analisar o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, nesta semana, o deputado federal José Airton (PT-CE) afirmou para o Blog que não seguiu a determinação do próprio partido por entender que não houve crime por parte da presidente, na questão das “pedaladas fiscais”.

“Se não há crime, não há o que analisar. Mesmo o meu partido tendo votado a favor da instalação da comissão especial, por acreditar que será uma forma de acelerar o fim dessa crise política e, consequentemente, o fim da crise econômica, entendo que não devemos tentar resolver um problema criando outro. Afinal, a presidente Dilma não cometeu crime”, disse José Airton, ao afirmar que a crise no país está sendo resolvida.

Eu estou protegendo você, seu fdp!

509 19

foto ciro imagem

Em artigo no site RS Urgente, o jornalista Ayrton Centeno aborda o incidente que envolveu o ex-ministro Ciro Gomes e um grupo de manifestantes, na madrugada da quinta-feira (17), em frente ao apartamento do político. Para o jornalista, “Ao desabafar com grupo que o vaiava, diante de sua casa, Ciro Gomes tinha razão: no Brasil, autoritarismo volta-se com frequência contra aqueles que o defendem”. Confira:

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Dita no calor da hora, a frase dura de um possesso Ciro Gomes carrega um desaforo dos mais evidentes, tradicionais e utilizados para aquele momento em que a temperatura sobe e a cusparada retórica se projeta com sua missão de destratar. Era madrugada do dia 17 e um grupelho de jovens ululantes e disfuncionais fazia barulho diante da casa do ex-governador e ex-ministro de Itamar e Lula.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Mas, no caso, o mais importante não é o insulto saído da boca de um político notório pelo temperamento explosivo. Junto, traz um ensinamento sábio. Com sua validade confirmada pela história recente.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

A última vez que tal conselho deixou de ser ouvido custou 21 anos de ditadura ao Brasil.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Em 1964, no momento em que articulava o golpe contra Jango, o arquiconspirador Carlos Lacerda desconsiderou a possibilidade de reversão do que urdia. Embora sagaz, não imaginou que a usurpação de um presidente eleito, que parecia abrir-lhe o caminho para a presidência, viesse a ser, como foi, o começo do fim de suas próprias ambições presidenciais. Aos 50 anos, vivia o auge de sua carreira. Foi preso e cassado pelos novos inquilinos do poder que ajudou a implantar. Morreria em 1977 sem recuperar seus direitos políticos. Provavelmente lamentaria não ter sido admoestado – antes da vitória que se transformaria em derrocada – por um adversário mais atrevido que lhe dissesse nas fuças:

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Outro conspirador, Adhemar de Barros, também não ouviu a voz da razão. Ele e a mulher, Leonor, puxaram a edição paulista da Marcha da Família com Deus pela Liberdade. Também sonhava com o Planalto ao qual já fora duas vezes candidato. Seu problema era semelhante aos dos demais conjurados: falta de voto. Quando veio o golpe que pediu, Adhemar avisou: “Agora, caçaremos os comunistas por todos os lados do país”. Dono de cadeia de rádios e jornais que hoje compõem a Rede Bandeirantes, Adhemar levou uma rasteira do destino: foi caçado e cassado. A exemplo de Lacerda, morreu sem recuperar os direitos políticos.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

O mesmo aconteceu com parcela dos jornais embarcados na conspirata, caso do Correio da Manhã, o mais destemperado dos inimigos de Jango, que feneceu destroçado pela censura e a perseguição dos militares. Claro que isso não se aplica às Organizações Globo, que somente se viabilizaram como um dos maiores impérios de comunicação do mundo através de suas relações carnais com um governo de assassinos. Sem vacilar diante da mentira, quando o poder constitucional foi derrubado, O Globo proclamou na sua manchete de capa em 2 de abril de 1964: “Ressurge a democracia”. Para o Globo, a democracia golpeada era a ditadura, enquanto a ditadura que chegava era a democracia.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Quando o golpe deu seus primeiros vagidos, a Ordem dos Advogados do Brasil, através de seu conselho federal, correu a embalar aquele sinistro berço de renda negra. Enalteceu “os homens responsáveis desta terra” que baniram “o mal das conjuras comuno-sindicalistas”. E, paradoxalmente, o estupro se dera “sob a égide intocável do Estado do Direito”. Sob a mesma égide e de tal estado, em 27 de agosto de 1980, uma carta-bomba na sede da Ordem matou a secretária Lyda Monteiro da Silva, de 59 anos. A carta era dirigida ao presidente do conselho federal da Ordem, Eduardo Seabra Fagundes. Ocorre que, após apoiar a implosão da Constituição, a OAB percebera seu erro. E mudara.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

O Supremo, para vergonha dos pósteros, agiu igual. Sob o pitoresco olhar do STF, tudo estava em seu lugar: o golpe era legítimo, a democracia estava preservada e a constituição idem. Seu presidente, Álvaro Moutinho da Costa, saudou o general Castello Branco em visita à corte. Porém, após o AI-5, três ministros, os mais independentes, foram aposentados compulsoriamente.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Filha de coronel do Exército, a adolescente Sônia Moraes foi levada pelo pai e a mãe à versão carioca da marcha da família com deus pela liberdade. Era 1964 e os Moraes festejavam a queda do governo constitucional. O tempo passou, o regime mostrou seus dentes e Sônia desapareceu. Engajara-se na luta armada contra a ditadura. Presa, teve os seios arrancados e foi chacinada até a morte. Desesperado, o pai procuraria durante anos pela filha. Um dia recebeu um presente sem sentido, enviado pelo seu desafeto, o general Adyr Fiúza de Castro, comandante do DOI-Codi, no Rio. Era um cassetete da Polícia do Exército. Descobriria depois que aquilo representava uma advertência e um escárnio. Com aquele cassetete sua filha, Sônia Maria de Moraes Angel Jones, fora estuprada antes de morrer em suplicio.

– Eu estou protegendo você, seu filho da puta!

Talvez da explosão de Ciro fique mais o destempero do que o aviso. Mas é este que conta e tudo resume. Não é o mandato de Dilma que está em jogo. Quando a comandante suprema das forças armadas é grampeada, o recado é sucinto: ninguém está livre, hoje foi ela, amanhã serão vocês. Por isso, a violência ilegal, absurda e flagrante que se abate sobre a atual e o ex-presidente é apenas uma fachada. Atrás dela vem o estado de exceção. Quando diz ao aprendiz de fascista “Eu estou protegendo você, seu filho da puta!”, Ciro expressa o que acontece após a ruptura do Estado Democrático de Direito quando até o guarda da esquina sente-se investido de superpoderes.

Como imensos contingentes da militância golpista limitam seu vocabulário a meia dúzia de chavões e não sabem bem o que estão fazendo ali e a História mostra que o que está acontecendo é somente um revival dos tempos de 1954 e de 1964, e tem muito a lhes ensinar, talvez a melhor resposta ao rancor não seja a de Ciro mas a do ministro Jaques Wagner. Aborrecido num restaurante com o glossário golpista de um cidadão que o importunava, reagiu de maneira sintética: “Vá estudar!” Estudo é uma arma de exterminar fascistas. E ainda poderemos dizer a quem seguir a sugestão: “Estamos protegendo você”.

Parlamentares têm até este sábado para mudar de partido sem perder o mandato

Nos últimos 30 dias, 63 deputados mudaram de partido sem perder o mandato. O número representa 12% do total de parlamentares na Câmara Federal. É a janela partidária, brecha aberta com a emenda constitucional que permite a troca de legenda de deputados federais, estaduais e vereadores sem que haja punição. A maior parte do troca-troca ocorreu entre partidos pequenos ou fundados recentemente.

A regra vale apenas para aqueles que foram eleitos para cargos proporcionais. Aqueles que ocupam cargos majoritários, no caso, senadores, governadores, prefeitos e presidente da República não serão afetados porque o Supremo Tribunal Federal decidiu que a fidelidade partidária não pode ser aplicada a eles.

Dos partidos com representação na Casa, o que mais perdeu representantes nesse período foi o Partido da Mulher Brasileira (PMB), criado recentemente. A legenda teve o funcionamento autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral em setembro do ano passado. Na época, cerca de 20 deputados aderiram. Hoje, a janela partidária acabou causando uma curiosidade: apenas um deputado, Weliton Prado (MG), permanece no PMB.

O cientista político Márcio Malta afirma que a maior parte dos deputados que vai para partidos pequenos pretende ficar fora dos holofotes das grandes legendas. “Eles estão procurando menos desgaste com a opinião pública”.

Quem mais ganhou deputados nesse período foi o PR, Partido da República, conhecido por sua postura mais tradicional, alinhada politicamente mais ao centro-direita. Nove deputados migraram para o partido, o que, segundo o cientista político, confirma que o troca-troca se deve a interesses particulares e não a posições político-ideológicas.

A mudança de partido influencia na formação das comissões temporárias e permanentes, que são montadas com base na proporcionalidade. A Comissão Especial do Impeachment, por exemplo, chegou a ter as vagas definidas em dezembro, mas os cálculos precisaram ser refeitos pouco antes da instalação da comissão na quinta-feira (17), já com base na nova distribuição parlamentar na Casa.

(Agência Brasil)

Maior bancada da história – Vereadores do PDT defendem pré-candidatura à reeleição de Roberto Cláudio na próxima semana

134 1

foto pdt filiações

“Qual é o nosso compromisso agora? Nós vamos sentar a bancada, esses 18 vereadores,
e vamos pedir ao prefeito e defender que ele seja candidato à reeleição, porque a
cidade precisa que eese trabalho que está sendo feito possa ter continuidade. É
claro que ainda não está no momento eleitoral, mas nós temos essa compreensão da
necessidade de não haver uma interrupção desse projeto”.

A declaração é do presidente do Legislativo de Fortaleza, Salmito Filho, na noite
dessa sexta-feira (18), na Câmara Municipal, durante ato de filiação de 11
vereadores ao PDT, que agora conta com 18 parlamentares na Casa. “É a maior bancada
da história da Câmara”, destacou.

Salmito também afirmou que a liderança e a vice-liderança do PDT serão definidas
também na reunião da próxima semana, sem dia ainda definido.

Já o prefeito Roberto Cláudio destacou que a bancada de 18 vereadores deverá
fortalecer ainda mais a gestão nos bairros, diante da liderança dos parlamentares
em suas áreas de atuação.

“Estou muito feliz e muito grato pelo movimento da Câmara, mais esse movimento”,
comentou o prefeito, ao ressaltar ainda o trabalho e o apoio dos demais vereadores
da base aliada.

Veja quem são os vereadores do PDT

Adail Júnior, Adelmo Martins, Antonio Henrique, Carlos Dutra, Didi Mangueira, Elpídio Nogueira, Eulógio Neto, Germana Soares, Gerôncio Coelho, Iraguassu Teixeira, Joaquim Rocha, John Monteiro, Leda Moreira, Luciram Girão, Mairton Félix, Marcus Teixeira, Salmito Filho e Zier Férrer.

Funceme – Previsão não é boa neste Dia de São José

foto funceme 160319

Quem se animou com alguns minutinhos de chuva em Fortaleza, na manhã deste sábado (19), Dia de São José, poderá ficar surpreso com o calor de 33°C que deverá fazer durante à tarde na capital cearense.

A previsão é da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), que também prevê poucas possibilidades de chuva para todo o Estado.

Pelo visto, São José preferiu ver o cearense aproveitar suas lindas praias.

Defensoria realiza audiências públicas para debater demandas regionais

marinanalobo

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (19):

Com um orçamento da ordem de R$ 100 milhões, praticamente igual ao de 2015, a Defensoria Pública do Estado (DPEC) resolveu economizar o que pode e, ao mesmo tempo, adotar o chamado Orçamento Participativo.

Através de audiências públicas, a defensora-pública geral Mariana Lobo vem se deslocando a cidades importantes de cada região para expor finanças e ouvir sugestões e propostas da comunidade (clientela, advogados, magistrados, promotores e servidores). A ordem é racionalizar, mas usar o orçamento de acordo com demandas regionais discutidas.

Prosseguindo nesses contatos, ela irá terça-feira (22) a Sobral (Zona Norte) e encerrará giro em Fortaleza, dia 2 de abril.

O custeio da DPEC não vem mais do tesouro estadual. Sai do Fundo de Modernização da Defensoria, criado recentemente.

Fórum do Crato vai leiloar 42 carros e 97 motocicletas

“O diretoria do Fórum da Comarca do Crato (Região do Cariri) enviou 42 carros e 97 motos para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), em Juazeiro do Norte. No total, os 139 veículos serão leiloados em junho deste ano. A medida leva em consideração a Resolução nº 11/2015, do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que disciplina o recebimento, a guarda e a destinação de bens apreendidos.

Seguindo as orientações da referida resolução, a Diretoria do Fórum publicou no Diário da Justiça de 11 de dezembro de 2015, os editais nº 1/2015 e 2/2015, com a relação dos veículos destinados ao leilão. Além disso, os proprietários, possuidores e alienantes dos veículos foram notificados para reclamar os bens, sob pena de perda.

Atualmente, três carros e 14 motos, já vistoriados, encontram-se no pátio do Fórum. Eles serão incluídos nos próximos editais e submetidos a leilão.”

(Site do TJ/CE)