Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Azul terá voo para Buenos Aires a partir de 6 de março

azull

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras recebeu aprovação das autoridades aeroportuárias brasileira e argentina para iniciar voos à capital portenha (por meio do aeroporto de Ezeiza) a partir do dia 6 de março, com uma ligação diária que partirá de Belo Horizonte. Desta forma, os clientes de todas as regiões do Brasil poderão chegar a Buenos Aires, uma vez que a Azul tem, na capital mineira, um hub com mais de 40 destinos servidos sem escalas.

Os voos serão cumpridos com os jatos Embraer 195, que têm capacidade para até 118 passageiros e contam com mais de 40 canais de TV SKY ao vivo (disponível em território brasileiro) em telas individuais. Também a bordo, eles contam com snacks e bebida à vontade e sem custo adicional.

SERVIÇO

*Tarifas já estão disponíveis por meio de todos os canais de venda da Azul a partir de dez parcelas R$ 71,40* ou 30.000 pontos do TudoAzul** para ida e volta, informa a assessoria de comunicação da empresa.

Hotelaria espera fechar janeiro com 75% de taxa de ocupação

eliseubarros

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Ceará (ABIH-CE), Eliseu Barros, está sorrindo neste começo de férias de janeiro no Estado.

O movimento no setor ficou aquecido e ele chega a dizer: a estimativa é que os 60 associados à ABIH/CE fechem este mês com taxa de ocupação na ordem dos 75%, ante os 85% vistos no mesmo período do ano anterior.

Para um segmento que andava apreensivo, neste clima de crise econômica, Isso representa uma expectativa de queda na ocupação de 11,76%, mas ainda um alívio diante de cenários tão pessimistas.

DETALHE – No litoral cearense, a maioria da pousadas registra boa taxa de ocupação.

Nordeste é a segunda região com mais óbitos no trânsito

policia-rodoviaria-estadual-do-ceara

A região Nordeste tem o segundo maior número de óbitos em acidentes de trânsito no país, atrás apenas do Sudeste. Segundo os dados mais recentes disponíveis, em 2014, foram 13.430 vítimas fatais na região, sendo que mais da metade das mortes – 6.849 – envolveram motociclistas. Esse número representa 41,6% do total de mortes em acidentes de moto em todo o país. Além disso, das quatro cidades com maiores índices de óbitos por 100 mil habitantes no Brasil, três estão no Nordeste: Presidente Dutra (MA), Sobral (CE) e Barbalha (CE). Os dados são do relatório “Retrato da Segurança Viária”, feito pela Ambev em parceria com a consultoria Falconi. O estudo também mostra que, entre 2003 e 2014, a frota de motocicletas no Nordeste aumentou 414%, saltando de 1,2 milhão para 6,2 milhões, representando 44% dos veículos da região.

Com o objetivo de auxiliar a elaboração de políticas efetivas de combate aos acidentes de trânsito, o material oferece um cruzamento inédito de dados de entidades como Associação Nacional dos Transportes Públicos (ANTP), Datasus (Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde), Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), além da Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Queremos e podemos ser parte da solução por um trânsito mais seguro para todos. Temos uma das maiores frotas do país e desenvolvemos tecnologias e treinamentos exclusivos capazes de mapear e mudar comportamentos de risco para garantir a segurança de toda nossa força logística. Além disso, também atuamos na prevenção o uso indevido da bebida alcoólica que, quando associada à direção, também se torna um fator de risco no trânsito”, esclarece Pedro Mariani, vice-presidente de relações corporativas da Ambev.

Com um dos trânsitos mais violentos do mundo segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil vivencia um aumento de 3,2% no número total de mortes em decorrência de acidentes em um ano, segundo os dados mais recentes, referentes a 2014. O crescimento volta a ser constatado, depois de uma queda de 5,7% entre 2012 e 2013, que reverteu a tendência de aumento que já durava quatro anos. Em 2014, 44.471 brasileiros perderam suas vidas em acidentes viários e o número absoluto de feridos cresceu 5,9% em relação a 2013, chegando a mais de 203 mil. No mesmo período, os feridos por 100 mil habitantes aumentaram 5%.  De 2003 a 2014, mais de 477 mil brasileiros morreram nas ruas, avenidas e estradas e mais de 1,7 milhão ficaram feridos.

O estudo mostra ainda que, nos 12 anos analisados, os acidentes com motos passaram a ser a principal causa de morte no trânsito, subindo de 19% para 37% do total de vítimas fatais. Enquanto isso, o número de feridos entre motociclistas quase quadruplicou: de 31.073 para 119.846. Em 2003, os acidentes fatais com pedestres eram a maioria, representando 43% do total. Os carros de passeio apareciam na sequência, 29%. De acordo com os dados mais recentes, 24% dos acidentes que levam a óbito são com pessoas a pé e 32% com carros.

(Fonte – Ambev)

Associação dos Defensores Públicos do Ceará sob nova direção

anaondim

Será nesta quara-feira, às 19 horas, o ato de posse de Ana Carolina Gondim na presidência da Associação dos Defensores Públicos do Estado (Adpec). A cerimônia ocorrerá no lobby da Torre Saúde do Complexo São Mateus (Bairro Aldeota), ocasião em que ela receberá o cargo das mãos de Sandra Sá. Cumprirá mandato no período de 2017 a 2018.

A nova diretoria é composta ainda, por: Delano Benevides (vice-presidente), Yasmina Braide (1ª Secretária), Rosângela Bobô (2ª Secretária), Márcio Maranhão (Tesoureiro), Nelie Aline Marinho (Diretora Parlamentar), Aldemar Monteiro (Diretor Jurídico de Prerrogativas), Emília Nobre (Diretora de Eventos), Sérgio Luís Araújo (Diretor de Comunicação Social), Júlio César Lobo (Diretor de Interior), Benedita Damasceno (Diretora de Aposentados e Pensionistas), tendo como conselheiras Liduína Freitas, Marylene Venâncio e Valéria Teles.

Nova dirigente

Graduada em Direito pela Estácio e em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará, Ana Carolina Gondim é especialista em Direito Processual: Grandes Transformações pela UNISUL. Defensora pública desde 2008, tem atuação marcante nas comarcas de Guaraciaba do Norte, Itapajé, Canindé, Itaitinga e Fortaleza (11ª vara criminal, 6ª Vara de Família, Nudep, Idoso). Participou da Diretoria da Adpec no biênio 2011-2012, atuando efetivamente do Comando de Greve em 2012. Foi membro eleito do Conselho Superior da Defensoria Pública (Consup) no período de 2012 a 2013. Hoje, é Diretora da Associação Brasileira de Alzheimer.

Curiosidade

Ana Gondim ganhou a eleição, realizada em dezembro último, com 151 dos 300 votos válidos.

(Foto – Divulgação)

Vereadora reforça luta de olho na presidência da Comissão de Direitos Humanos

larissaaa

A vereadora Larissa Gaspar (PPL) reforça o corpo a corpo junto aos seus colegas com o objetivo de ser indicada presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara Municipal de Fortaleza. Dentro dessa ação, ela divulga que se comprometeu com a Organização das Nações Unidas a defender políticas públicas pelos direitos das mulheres e das meninas.

Em outubro do ano passado, informa que aderiu à iniciativa global da ONU Mulheres “Cidade 50-50”, lançada no Brasil em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral. O objetivo da ONU é incentivar políticas municipais de igualdade entre homens e mulheres em espaços públicos e privados.

Segundo Larissa, em todo o Brasil apenas três vereadores eleitos assinaram o compromisso.

DETALHE – A expressão “50-50” significa igualdade entre homens e mulheres. A plataforma lançada pela ONU, em parceria com o TSE, tem como origem os Objetivos De Desenvolvimento Sustentável (ODS). Trata-se de uma série de compromissos dos países membros da ONU, dentre eles o Brasil.

Cearense com infrações de trânsito em outros Estados terá desconto de 40%

O Detran do Ceará aderiu, nessa terça-feira, 3, ao Sistema de Notificação Eletrônica (SNE), solução desenvolvida pelo Serpro, empresa de tecnologia da informação do Governo Federal. O sistema foi criado para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e permite que os condutores com registro de veículo no Estado possam quitar suas multas com desconto de 40%. Na primeira etapa, o abatimento será apenas para multas interestaduais aplicadas por infrações cometidas fora do estado do Ceará, mas logo também vai contemplar multas estaduais.
O SNE é uma ferramenta que possibilita o desconto de 40% no valor de multas de trânsito para proprietários de veículos cadastrados no sistema, além de permitir uma comunicação mais rápida entre motoristas e órgãos de trânsito.
Segundo o Detran, aproximadamente 15 mil multas interestaduais são emitidas pelo órgão e a adesão do novo sistema vai permitir uma economia significativa  em gastos com papel, impressão e envio de notificações, além de reduzir também os custos com processos operacionais.
Para conseguir o desconto, os condutores devem se cadastrar no SNE e reconhecer o cometimento da infração. O sistema está disponível aos usuários pelo site ou por aplicativo, bastando acessar o site ou fazer o download gratuito do aplicativo SNE Denatran para smartphones e tablets nas lojas virtuais Google Play ou Apple Store.
Após concluir o cadastro, o usuário receberá todas as informações de infrações de forma eletrônica, além ter conhecimento detalhado de cada multa, reconhecer a infração, copiar o código de pagamento e, ainda, fazer download do formulário de indicação do condutor responsável pela infração.
(O POVO Online)

ONG internacional diz que Brasil precisa retomar controle do sistema prisional

corpos-de-presos-mortos-durante-rebeliao-em-presidio-de-manaus-1483366023512_615x300

A Organização Não Governamental (ONG) Human Rights Watch divulgou comunicado hoje (4) dizendo que o Brasil precisa retomar o controle do sistema prisional. “Nas últimas décadas, autoridades brasileiras gradativamente abdicaram de sua responsabilidade de manter a ordem e a segurança nos presídios”, disse a diretora do escritório da entidade em São Paulo, Maria Laura Canineu.

Para a Human Rights Watch, essa situação expõe os presos à violência e abre espaço para a atuação do crime organizado. “O fracasso absoluto do Estado nesse sentido viola os direitos dos presos e é um presente nas mãos das facções criminosas, que usam as prisões para recrutar seus integrantes”, acrescenta Maria Laura.

Rebeliões e massacres

Uma rebelião iniciada na noite do último domingo (1º) resultou na morte de pelo menos 60 internos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus (AM). O massacre foi resultado da disputa entre duas facções rivais (Família do Norte e Primeiro Comando da Capital) pelo comando do tráfico de drogas na região.

A ONG lembra que motins ocorridos nos estados de Rondônia, Roraima e Acre resultaram em 22 mortes em outubro de 2016. “De acordo com a legislação brasileira e com o direito internacional, o governo tem a obrigação de proteger da violência e de abusos as pessoas que estão sob custódia do Estado. No entanto, os presos no Brasil têm 3 vezes mais chances de serem vítimas de homicídios do que a população em geral”, ressalta a nota da organização.

Umas das principais causas dessa violência é, segundo a Human Rights, a superlotação das penitenciárias, associada à escassez de pessoal. “As prisões brasileiras abrigavam 622 mil pessoas em 2014, o último ano para qual há dados oficiais disponíveis, mas tinham capacidade para apenas 372 mil”, destaca a entidade.

Sobre a segurança, a ONG lembra que, em 2009, o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária determinou que as prisões deveriam ter ao menos um agente penitenciário para cada 5 internos.

“No Amazonas, a proporção era de apenas um agente para quase dez presos em 2014. Em algumas das prisões visitadas pela Human Rights Watch, agentes penitenciários apenas exerciam a vigilância no perímetro prisional e em algumas das áreas internas, mas não entravam nos pavilhões”, exemplifica.

Superlotação

A superlotação é consequência, na avaliação da Human Rights, de políticas equivocadas, como a manutenção de presos provisórios junto com condenados. “Em contravenção aos princípios internacionais de direitos humanos e à lei brasileira. O Brasil deveria combater a superpopulação carcerária agilizando o processo judicial de toda pessoa presa”, enfatiza a nota que também chama a atenção para a necessidade do uso de medidas alternativas à prisão, previstas na lei brasileira.

Encarar as drogas principalmente pelo lado policial e penal é outro dos fatores que, na visão da ONG, favorece o crescimento da população carcerária.

“A atual política de criminalização do uso, produção e distribuição de drogas potencializou o crescimento das organizações criminosas. Ela também encheu as prisões de pessoas detidas por posse de pequenas quantidades de drogas, deixando-as vulneráveis ao recrutamento pelas facções criminosas”.

(Agência Brasil)

PSDB promete oposição dura à nova gestão do prefeito Roberto Cláudio

tomsafil

Tomás Figueiredo Filho, ex-presidente municipal dos tucanos, avisa: O PSDB vai fazer oposição dura à gestão do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT). Sem essa, portanto, de oposição responsável ou coisa parecida.

O partido, inclusive, conseguiu escalar, com apoio do pequeno grupo não alinhado ao Paço Municipal, o seu vereador Plácido Filho, como líder da oposição.

 

País registra mais saída do que entrada de dólares em 2016

dolar-cedula11

Mais dólares saíram do que entraram no país em 2016. De acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (4), o fluxo cambial ficou negativo em US$ 4,252 bilhões, no ano passado. Em 2015, esse resultado ficou positivo em US$ 9,414 bilhões.

O resultado negativo veio da conta financeira (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações), com déficit de US$ 51,562 bilhões. O segmento comercial (operações de câmbio relacionadas a exportações e importações) contribuiu para reduzir o saldo negativo do fluxo cambial, ao registrar resultado positivo de US$ 47,309 bilhões.

Em dezembro, o fluxo cambial ficou negativo em US$ 1,087 bilhão, devido ao déficit de US$ 9,005 bilhões do segmento financeiro e ao saldo positivo do fluxo comercial de US$ 7,918 bilhões.

(Agência Brasil)

Guilherme Sampaio é o líder do PT na Câmara Municipal

guilhermess

Guilherme Sampaio será o líder do PT na Câmara Municipal de Fortaleza neste primeiro período legislativo. Tudo ficou acertado entre ele e o vereador Acrísio Sena (PT). Os dois são os únicos que sobreviveram da última eleição. O partido contava com quatro cadeiras.

Ele reafirma o papel de oposição do PT à gestão do prefeito Roberto Cláudio (PDT) e e diz que o partido não comporá com o bloco de oposição formado pelo PR e PSDB na Câmara. Estes dois partidos são oposição ao petismo no Ceará e no País.

“Nós não comporemos qualquer bloco com as bancadas de oposição do PSDB e PR, que deram sustentação à candidatura do Capitão Wagner. Esse grupo político faz oposição ao governador Camilo Santana e, nacionalmente, sustenta o golpe contra a presidente eleita Dilma Rousseff”, reforça Guilherme.

O vereador petista adianta ainda que essa é a mesma posição defendida nacionalmente pelo vice-prefeito eleito, Moroni Torgan (DEM), e por algumas siglas que integram a base do prefeito.

Venda de veículos novos fecha 2016 com queda de 20,29%

As vendas de veículos novos caíram 20,29% em 2016 em comparação com 2015. Segundo balanço divulgado hoje (4) pela Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), foram emplacadas 3,17 milhões de unidades ao longo do ano passado, contra 3,98 milhões de 2015.

Em dezembro último, a queda nas vendas ficou em 19,42% em relação ao mesmo mês de 2015, com a comercialização de 298,9 mil veículos. O resultado representa, no entanto, um crescimento de 14,32% sobre novembro, quando as vendas ficaram em 261,4 mil unidades.

Os ônibus e caminhões foram o setor com maior retração ao longo do ano passado. Foram vendidos em 2016 13,6 mil ônibus, 32,92% menos do que em 2015, e 50,2 mil caminhões, queda de 29,92% em relação ao ano anterior.

(Agência Brasil)

Acrísio Sena quer aproximação do PT com o prefeito Roberto Cláudio

281 1

acrisio-sena-audiencia-publica

O vereador Acrísio Sena quer o PT próximo do PDT do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. Para ele, seria importante tal medida, pois viabilizaria a reeleição do governador Camilo Santana (PT) em 2018.

Pelo visto, Acrísio quer botar a turma da ex-prefeita e deputada federal  Luizianne Lins pra correr da sigla.

Acrísio, inclusive, já reagiu acerca da escolha de Plácido Filho (PSDB) como líder da oposição na Câmara. É que o PSDB de Plácido está unido ao PMDB e ao PR contra o prefeito aqui e, nacionalmente, contra o petismo.

 

Custo da cesta básica cresceu em todas as Capitais em 2016

O custo da cesta básica aumentou nas 27 capitais brasileiras no acumulado de 2016, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). As maiores altas ocorreram em Rio Branco (23,63%), Maceió (20,69%) e Belém (16,70%). As menores variações foram em Recife (4,23%), Curitiba (4,61%) e São Paulo (4,96%).

Na comparação entre novembro e dezembro, o valor da cesta diminuiu em 25 cidades. As quedas mais expressivas foram em Aracaju (-5,11%), Campo Grande (-4,16%) e São Luís (-4,13%). Apenas Manaus (0,22%) e Rio Branco (0,97%) registraram alta.

O maior custo do conjunto de bens alimentícios básicos foi apurado em Porto Alegre (R$ 459,02), seguido de Florianópolis (R$ 453,80), Rio de Janeiro (443,75) e São Paulo (R$ 438,89). Os menores valores médios foram observados em Recife (R$ 347,96), Aracaju (R$ 349,68) e Natal (R$ 351,96).

Tipos de alimentos

Durante o ano passado, o preço médio do leite integral, feijão, arroz agulhinha, café em pó e manteiga aumentou em todas as capitais. Apresentaram queda o tomate (em 26 capitais) e a batata (em 10 capitais).

O preço do leite integral aumentou 37,97% em Salvador. A manteiga teve variações que oscilaram entre 27,15% em Rio Branco, e 63,53% em João Pessoa. O feijão preto também registrou alta de 72,97% em Florianópolis e 85% em Vitória. O feijão carioquinha teve altas expressivas em Maceió (133,48%), Rio Branco (125,30%) e Manaus (100,37%).

O tomate acumulou queda em todas as cidades, menos Rio Branco (7,71%). As retrações mais expressivas ocorreram em Campo Grande (-40,04%), Recife (-36,98%) e Brasília (-33,78%).

A batata teve o preço reduzido em 10 localidades. As taxas variaram entre -48,09% em Belo Horizonte e -19,86%, em São Paulo.

O Dieese estimou que o valor do salário mínimo necessário para suprir necessidades básicas de uma família de quatro pessoas deveria ser, em dezembro, R$ 3.856,23.

Em novembro, o mínimo necessário era de R$ 3.940,41. Em dezembro, o tempo médio de trabalho necessário para adquirir os produtos da cesta básica foi de 98 horas e 59 minutos. Em novembro, foi 100 horas e 56 minutos.

(Agência Brasil)

Fiec retoma Ideias em Debate 2017 com economista Ricardo Amorim

ricardo-amorim-2-credito-daniel-aratangy1-600x398

A primeira edição de 2017 do Fórum Industrial “Ideias em Debates”, realizado pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), acontecerá no próximo dia 24. O convidado é o economista Ricardo Amorim, que abordará o Cenário Econômico do País, a partir das 18h30min, no auditório da entidade.

Formado pela USP, Amorim é pós-graduado em Administração e Finanças Internacionais pela ESSEC de Paris, atua no mercado financeiro desde 1992 e já trabalhou em Nova York, Paris e São Paulo, sempre como economista e estrategista de investimentos.

Hoje Ricardo Amorim é considerado um dos mais importantes e melhores palestrantes mundiais.

(Foto – Divulgação)

A esquerda brasileira precisa sair do discurso de defesa do PT e de seus governos

Com o título “Chega de choro”, eis artigo do professor José Estêvão Arcanjo, do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Ceará. No texto, um recado: enquanto o discurso da esquerda continuar apenas se confundindo com a defesa do PT e de seus governos, ela ficará prisioneira do passado e desconectada da sociedade. Confira:

Em 1987 Sarney lotou o avião presidencial e rumou com seus ministros para Carajás. Foram fazer uma DR. Ao final do encontro, estava derrotada a heterodoxia que insistia em salvar o moribundo desenvolvimentismo.

O clima político, paradoxalmente, era animador. A despeito da crise econômica e da figura démodé de Sarney, corria nas veias da sociedade a seiva das mudanças. Inaugurou-se ciclo democrático virtuoso, com a constituição cidadã, a realização regular de eleições livres, pluralidade partidária e políticas sociais universais.

Paralelamente ao programa de 1987, a superação da “Era Vargas”, deslanchava. Nos anos 1990, essas “reformas orientadas para o mercado”, apesar das dores do parto, foram majoritariamente apoiadas. O impedimento de Collor não interrompeu o processo. No mundo, as reformas liberais também bombavam. Na Europa os socialistas lideravam as mudanças. Tony Blair dizia que só os trabalhistas poderiam reformar o welfare state, afinal, eram os únicos que nele acreditavam.

O novo milênio até começou bem. Mas veio 2008, crise da desregulamentação capitalista, agravada por crise moral expressa em fraude, desonestidade malversação e enriquecimento ilícito. A solução, como sempre, viria do Estado. Mas, ao contrário de 1929 e do pós-guerra, veio contra Keynes, nacionalista e autoritário, contra a mundialização negociada. Trump representa bem isso.

A estratégia petista para enfrentar a marola mostrou-se equivocada. Ao contrário do esperado, enfraqueceu o Estado, fortaleceu o patrimonialismo, perdeu apoio político e, enfim, decretou a morte do novo ensaio desenvolvimentista. A repetição de “Carajás” foi a nomeação de Joaquim Levy. Embora a presidente esperasse um “ajuste” rápido que lhe permitisse dobrar a aposta, em seis meses seu segundo mandato começava a naufragar.

Veio um novo ciclo liberal. Isso, porém, sem o cenário propositivo dos anos 1990 e contaminado pela intolerância e pelo descrédito das instituições. A “Ponte para o futuro” se insere nesse contexto. E até parece que vai se sustentar. O que importa, entretanto, é que, a despeito do governante, a agenda liberal vem se consolidando. Foi ela vitoriosa nas eleições 2016. E se impõe a governadores e prefeitos.

A esquerda não pode ignorar essa agenda. Enquanto seu discurso continuar apenas se confundindo com a defesa do PT e de seus governos, ficará prisioneira do passado e desconectada da sociedade. Ela precisa, pra dizer o mínimo, reconhecer erros, pensar a reforma do Estado e discutir o combate à corrupção.

Os tucanos (de cabelos pretos) foram os maiores vitoriosos nas eleições 2016. Mas, diferentemente dos tucanos grisalhos dos anos 1990, não parecem capazes de garantir o roteiro da transição. Mas o farão se não houver alternativa.

Enfim, há 30 anos havia otimismo. E hoje, quem venceria uma eventual eleição em 2017? Ou mesmo em 2018?

*José Estevão M. Arcanjo

estevaoarcanjo10@gmail.com

Professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Ceará (UFC)

Camilo comemora queda de homicídios em 2016 e adia de novo anúncio do titular da SSPDS

FORTALEZA, CE, BRASIL, 17-12-2015: Camilo Santana, governador do estado do Ceará. Camilo Santana, governador do estado do Ceará, visita sede do jornal O POVO. (Foto: Rodrigo Carvalho /O POVO)

Em 2016, 3.407 pessoas morreram no Ceará vítimas de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) – balanço estadual que se refere a homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. A informação consta num balanço geral do ano divulgado pelo governador Camilo Santana (PT), durante coletiva na manhã desta quarta-feira, na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social.

Os números indicam ainda que a meta de redução de 6% estipulada pelo Governo do Estado foi alcançada em mais do que o dobro, comemorou o governador. Com diminuição de 39% de CVLIs, Fortaleza foi a região que apresentou melhor resultado. No ato, Camilo Santana não divulgou quem vai ser o titular da SSPDS, já que Delci Teixeira entregou o cargo, no fim do ano passado, justificando questões particulares. Camilo prometeu anunciar o nome até sexta-feira.

15895127_1881973925368525_1973016710943085235_n

Número da Violência

Na divulgação dos números, na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Camilo lembrou que, antes de 2015 – ano que registrou redução de 9,5% –, o Ceará tinha vivido 17 anos de crescimento nos índices de homicídios. “Conseguimos colocar essa curva para baixo”, comemorou o governador.

Camilo admite, entretanto, que o crime migrou para a Região Metropolitana (RMF) e para o Litoral Sul do Estado, que tiveram, respectivamente, crescimento de 3,9% e 1,2% nas taxas de CVLIs. O Interior Norte, por sua vez, teve queda de 1,2%. “Houve toda uma estratégia para trabalhar Fortaleza. O maior problema que nós tínhamos era a Capital. E, sempre que há um esforço maior, essa coisa migra para outras regiões do Interior”, avaliou.

Dezembro

Só o mês de dezembro de 2016, em relação ao mesmo período de 2015, apresentou diminuição de 10,9% nos índices de CVLIs, de acordo com o Governo. Neste mês, só Fortaleza teve redução de 28,7%, enquanto que a Região Metropolitana registrou a mesma quantidade de crimes, o Interior Norte teve 22,4% a mais e, o Interior Sul, 16,2% a menos.

(Com O POVO Online)

Por que não colocar ecopontos nas praças?

527 1

ecoponto

Que tal ecopontos nas praças de Fortaleza?

A sugestão é de Marcos Almeida, leitor do Blog, inconformado com a prática absurda das pessoas de jogarem nos canteiros das avenidas restos de móveis e outros utensílios que poderiam ser reutilizados. Bom lembrar: em gestões passadas, havia depósitos nesses locais com o objetivo de recolher material para reciclagem.

Hoje Fortaleza conta com 22 Ecopontos, onde os moradores podem descartar lixo em troca de descontos na conta de luz ou créditos no transporte coletivo. O equipamento recebe gratuitamente pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de pneus, óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros, metais, celulares e aparelhos eletroeletrônicos, informa a prefietura.

SERVIÇO

Ecopontos – De segunda-feira a sábado, sempre das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas. Podem ser encontrados nos seguintes endereços:

Regional I

– Barra do Ceará

Endereço: Rua Graça Aranha com Rua Wilcar Bastos Cavalcante

– Vila Velha

Endereço: Rua Jasmim, S/N

Regional II

– São João do Tauape

Endereço: Avenida Visconde do Rio Branco, S/N – anexo ao Parque Rio Branco

– Varjota

Endereço: Avenida Antônio Justa com Rua Meruoca

– Cidade 2000

Endereço: Rua Giselda Cysne com Rua Sólon Carvalho
– Praia do Futuro

Endereço: Rua José Aureliano Câmara com Avenida Dioguinho

– Vicente Pinzon

Endereço: Rua Veneza, esquina com Rua Josias Paula de Souza (próximo ao posto de saúde Vicente Pinzon)

Regional III

– Jóquei Clube

Endereço: Rua Perdigão de Oliveira, esquina com Rua Silveira Filho (ao lado do posto de saúde)

– Pici

Endereço: Rua Pernambuco (anexo à UFC, ao lado do número 600)
Regional IV

– Bairro de Fátima

Endereço: Avenida Luciano Carneiro com Avenida Eduardo Girão

– Vila Peri

Endereço: Rua Antônio Costa Mendes com Travessa Augusto Ribeiro

– Serrinha

Endereço: Rua Freire Alemão com Rua Inácio Parente

Regional V

– Conjunto Esperança

Endereço: Avenida Penetração Norte-Sul com Rua do Canal

– Conjunto Ceará

Endereço: Avenida Ministro Albuquerque Lima com Rua 721

– José Walter

Endereço: Avenida B com Rua 33

– Aracapé

Endereço: Rua Miguel de Aragão com Rua Nossa Senhora Aparecida

– Granja Portugal

Endereço: Rua Duas Nações, 1029

– Jardim Cearense

Endereço: Rua Holanda, esquina com a Rua Cel. Jaime Rolemberg

Regional VI

– Edson Queiroz

Ecoponto Advogado Marco Antônio Forte

Endereço: Rua Hill de Moraes com Rua Vereador José Batista Barbosa

– Cidade dos Funcionários

Ecoponto Engenheiro Francisco Helano Meneses Brilhante

Endereço: Rua Dr. José Plutarco com Rua Professor Aluísio Barros Leal

– Jangurussu

Endereço: Avenida Castelo de Castro com Rua Gergelim

– Parque Dois Irmãos

Endereço: Rua H com Rua K.

 

Semace lança novo serviço pela internet

Empreendedores públicos e privados de qualquer atividade, de qualquer porte e de todo o Estado poderão apresentar o Relatório de Acompanhamento e Monitoramento Ambiental (Rama) pela internet. O Sistema Rama Virtual entra no ar nesta quinta-feira (5), no site da Superintendência Estadual do Meio Ambiente – Semace (natuur.semace.ce.gov.br). A ferramenta dispensa a presença do interessado no órgão, evita a intermediação de terceiros e promete tornar o processo mais barato, rápido e seguro.

A nova ferramenta é disponibilizada um mês depois que entrou no ar o sistema Compese, que disponibiliza as bases de dados da Semace a procuradores e promotores do Ministério Público Estadual. O sistema agiliza o fornecimento de informações necessárias para a prevenção de crimes ambientais.

O que é Rama?

O Rama é uma autodeclaração de dados exigida anualmente de quem já tem licença de instalação ou licença de operação. As informações devem ser enviada no prazo de 30 dias, após o aniversário da licença, e ficam sujeitas à comprovação por parte da Fiscalização da Semace. O empreendimento que estiver com o relatório atrasado fica impossibilitado de solicitar regularização ou renovação da licença ambiental.

SERVIÇO

*Passo a passo para enviar o Rama Online

– Acesse www.semace.ce.gov.br
– Clique em “Sistema de Atendimento” na aba de “Serviços”
– Faça o login no sistema Nattur Online
– Acesse o menu “Licenciamento”
– Clique na opção “Rama”
– Digite os números de “SPU” ou da “Licença”
– Escolha o Rama referente ao período e preencha o formulário

Prefeito promete despachar mensalmente em um bairro da cidade

160 2

roberto-claudio-prefeito

A ideia do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), de deslocar seu gabinete mensalmente para um bairro não é coisa nova.

Foi feita por outros prefeitos, mas sempre acabou em clima de fogo de palha. Que agora supere o marketing.

Aliás, o governador Camilo Santana (PT) iniciou sua gestão com o projeto de um governo itinerante. Pelo visto, percebeu que deslocamento de tanta gente, com muita infraestrutura, saia bem caro para os cofres públicos.

Mais Médicos – Prazo para inscrições termina nesta quarta-feira

Brasileiros interessados em participar do Mais Médicos têm até hoje (4) para se inscrever no programa. Os profissionais concorrerão a 1,2 mil vagas distribuídas em 563 municípios e dois distritos indígenas. Até o dia 26 de dezembro, 5.887 inscrições já tinham sido homologadas.

Nesta fase, os médicos devem apenas realizar a inscrição no site do programa e submeter a documentação exigida no edital. O resultado das inscrições validadas deve ser divulgado no dia 9 de janeiro.

A seleção de localidades será entre os dias 10 e 11 de janeiro e os profissionais deverão escolher quatro cidades de preferência. Eles serão alocados nas vagas de acordo com critérios de classificação. A novidade é que os médicos que não estiverem totalmente satisfeitos com a alocação, poderão permutar a localidade com outro médico que tenha interesse.

As atividades desses profissionais nas unidades básicas dos municípios começam em fevereiro.

Entre as vagas ofertadas, 708 estão atualmente ocupadas por médicos cubanos, que participam do programa mediante acordo de cooperação com a Organização Pan-americana da Saúde (Opas). As demais vagas são relativas a reposições periódicas de rotina feitas em decorrência de saídas de profissionais.

A meta do governo é substituir 4 mil médicos cooperados em três anos, reduzindo de 11,4 mil para 7,4 mil o número de participantes cubanos no programa. A expectativa é chegar a 7,8 mil brasileiros no Mais Médicos, representando mais de 40% do total de profissionais.

Atualmente, dos 18.240 médicos participantes do programa, 5.274 são formados no Brasil (29%), 1.537 têm diplomas do exterior (8,4%) e 11.429 fazem parte do acordo de cooperação com a Opas (62,6%). Mais de 63 milhões de famílias, de acordo com o governo, são assistidas por esses profissionais e beneficiadas pelo programa.

(Agência Brasil)