Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Troféu Clóvis Rolim será entregue ao prefeito Roberto Cláudio

248 1

A Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas do Ceará (FCDL) iniciou a distribuição de convites para a festa pelo Dia do Comerciante.

Na data, 18 de julho próximo, além de promover um balanço sobre o primeiro semestre para o segmento, lideranças lojistas entregarão o Troféu Clóvis Rolim, a mais alta comenda da entidade.

Receberá esse troféu das mãos do presidente da FCDL, Freitas Cordeiro, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT).

(Foto – Divulgação)

EUA e Suécia – Mundial Feminino segue sem surpresas e favoritas avançam às quartas de final

As norte-americanas eliminaram na tarde desta segunda-feira (24) a Espanha, após vitória por 2 a 1, pelas oitavas de final do Mundial da França de Futebol Feminino. Mais cedo, sem favoritismo, a Suécia também avançou às quartas de final, ao vencer o Canadá, por 1 a 0.

Com os resultados, os Estados Unidos enfrentam a França, enquanto as suecas jogam contra as alemãs.

Nesta terça-feira (25), Itália x China e Países Baixos x Japão definem as duas últimas vagas às quartas de final.

(Foto: Reprodução)

Governo deve reduzir previsão de crescimento da economia em 2019

O Ministério da Economia vai reduzir a expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país) de 2019. A revisão deve constar no próximo Relatório Bimestral de Receitas e Despesas, que será divulgado em julho, segundo informou hoje (24) o subsecretário de Política Fiscal da Secretaria de Política Econômica da pasta, Marco Cavalcanti, durante coletiva de imprensa para apresentar os dados da arrecadação de maio.

No mês passado, o governo havia projetado alta de R$ 1,6% no PIB, mas o mercado financeiro já fala em crescimento inferior, na faixa de 0,87%. Se confirmada, será a terceira redução consecutiva da perspectiva de crescimento do PIB estimada pelo governo, que chegou a projetar 2,2% de alta em março.

“Houve uma deterioração muito rápida das expectativas em poucos meses”, disse Cavalcanti. “Assim como todo o mercado está revendo, vamos rever nossa estimativa, que será divulgada em breve, por ocasião do relatório de avaliação bimestral [de receitas e despesas]. Muito provavelmente será abaixo da nossa previsão anterior, mas não vamos adiantar números ainda”, acrescentou.

Apesar das previsões mais pessimistas para o crescimento da economia, o governo registrou mais um aumento na arrecadação das receitas federais no mês passado. Houve aumento real de 1,92% em maio, na comparação com o mesmo mês de 2018, no melhor resultado para o mês desde 2014.

(Agência Brasil)

Romaria da Menina Begina agora integra o Calendário Oficial de Eventos do Ceará

A Romaria da Menina Benigna, de Santana do Cariri, entrou no Calendário Oficial de Eventos do Ceará.

A programação, que ocorre de 15 a 24 de outubro, foi reconhecida em lei sancionada pelo governador Camilo Santana e já publicada no Diário Oficial do Estado.

Benigna Cardoso da Silva. Benigna, a mártir, foi assassinada a golpes de faca aos 13 anos, em 1941. Hoje está em andamento, na cúpula da Igreja em Roma, um processo de beatificação

A beatificação é o primeiro passo para a canonização, processo pelo qual a Igreja reconhece oficialmente a fama e o testemunho de santidade de alguém que viveu e morreu heroicamente, marcado pelas virtudes cristãs.

O processo de beatificação de Benigna começou em 2011, na fase diocesana, e desde de 2014. A Congregação para a causa dos Santos já nomeou Benigna como Serva de Deus.

(Foto – Arquivo)

Governo deve apresentar mudanças na reforma da Previdência

A líder do governo no Congresso Nacional, Joice Hasselmann (PSL-SP), disse hoje (24), que serão apresentadas mudanças na proposta de reforma da Previdência para atender pleitos de algumas categorias, como os policiais. Após reunião com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, a deputada explicou que, mesmo com as modificações, a expectativa do governo é que a economia aos cofres públicos chegue a R$ 1,1 trilhão com a aprovação do texto.

De acordo com Joice, entre as mudanças para os policiais federais e rodoviários federais está a pensão em caso de morte. Na proposta original, a pensão poderia não ser integral, mas será modificada para garantir a integralidade. “A gente atendeu alguns pleitos das categorias policiais dentro do que o governo poderia atender”, disse. Outra modificação que deve ser apresentada, segundo Joice, é no Benefício de Prestação Continuada (BPC) para pessoas com doenças raras, mas com um impacto menor.

Ainda assim, a deputada ressaltou que a economia já alcançou um R$ 1 trilhão, contando com os R$ 200 bilhões que serão economizados a partir da lei de combate às fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). “No estica e puxa o Rogério Marinho [secretário especial da Previdência e Trabalho] conseguiu fazer uma ampliação da nossa economia, mas tem mais”, disse.

A reunião sobre a tramitação da reforma da Previdência, nesta manhã, contou com a presença dos líderes do governo no Congresso, Joice Hasselmann; na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), e Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), além dos ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e da Economia, Paulo Guedes.

A votação do texto na comissão especial deve acontecer ainda esta semana, para que na semana que vem comece a discussão no plenário da Câmara e a votação antes do recesso parlamentar, previsto para iniciar em 18 de julho.

(Agência Brasil)

Reforma trabalhista – Nada para comemorar

Com o título “Reforma trabalhista; avalia~~ao em 2019”, eis artigo de Gérson Marques, procurador regional do Trabalho. Para ele, não há nada o que comemorar pós-implantação de mudança nessa área o País. Confira:

Pela primeira vez no Brasil, no Dia do Trabalhador o presidente da República não dirigiu uma palavra sequer aos operários do País. Seu discurso foi destinado às empresas. Fez um autoelogio à MP da Liberdade Econômica, como se o dia do empresário fosse. Discurso, aliás, que não convence os pequenos empresários, encurralados pela burocracia do Estado e pelas taxas que o Poder Público só multiplica.

De fato, há nada a comemorar. Apesar da Reforma Trabalhista de 2017 e dos discursos que a circundaram, desemprego continua crescente. Não houve geração de postos de trabalho, que segue minguante e precarizado. A terceirização campeia, aumentou o desequilíbrio entre empregados e empregadores, os sindicatos enfraqueceram, as dificuldades da negociação coletiva estão nos píncaros. Empresas continuam quebrando.

A Reforma flexibilizou a legislação do trabalho, mas sem cumprir os propósitos econômicos que propagandeou, como, aliás, os trabalhistas prenunciavam. Por enquanto, só serviu para criar maior dependência do empregado ao empregador. E vem aí a chamada Carteira Verde e Amarela para prevalecer a livre pactuação entre contratante e contratado, um resgate do que se vivenciou no século XIX, que nem as relações civis admitem mais, ante as tantas cláusulas leoninas…

*Confira a íntegra deste artigo de Geérson Marques no O POVO aqui.

Secretário Mauro Filho “tucanizou” a expressão corte de gastos

238 3

Quem pergunta ao titular da Secretaria do Planejamento e Gestão do Ceará, Mauro Filho, sobre pacote de cortes feito nas contas do governo e indaga se mais cortes virão, eis que ele reage numa espécie de “tucanização” e avisa:

“Não há cortes, mas… otimização”.

Tá bom!

Por falar em Mauro Filho, ele assumirá cadeira como membro da Academia Cearense de Retórica na quinta-feira, às 19 horas. O ato promete ser dos mais concorridos.

(Foto – Arquivo)

Arrecadação federal de maio chega a R$ 113,2 bilhões

A arrecadação das receitas federais somou R$ 113,278 bilhões em maio de 2019, informou hoje (24) a Secretaria da Receita Federal do Ministério da Economia (SRF). Houve aumento real (descontada a inflação) de 1,92%, na comparação com o mesmo mês de 2018. Esse foi o maior resultado para o mês de maio desde 2014, quando a arrecadação ultrapassou R$ 116 bi.

No acumulado do ano (de janeiro a maio), as receitas federais totalizaram uma arrecadação de R$ 637,649 bilhões, um aumento real de 1,28% em relação ao mesmo período de 2018, quando haviam sido arrecadados R$ 603,400 bilhões.

Em maio, as receitas administradas por outros órgãos (principalmente royalties do petróleo) totalizaram R$ 2,535 bilhões. As receitas administradas pela SRF (como impostos e contribuições) chegaram a R$ 110,753 bilhões, uma variação real de 1,84% em relação a abril do ano passado.

(Agência Brasil)

Cid recebe Sindiperitos na causa de incluir polícias científicas nos órgãos de segurança pública

134 1

O senador Cid Gomes (PDT-CE) recebeu a diretoria do Sindicato dos Peritos Oficiais de Natureza Criminal do Ceará (Sindiperitos), quando ouviu a solicitação dos dirigentes para o apoio à aprovação da PEC 76/2019, que inclui as polícias científicas no rol dos órgãos de segurança pública dos estados.

A polícia científica exerce com exclusividade a perícia oficial de natureza criminal, sendo subordinada aos governadores dos Estados e dirigida por perito oficial da ativa.

“O senador Cid Gomes acenou para nos apoiar na causa para constitucionalizar a função de Perito Oficial”, revelou o presidente do Sindiperitos, Tácio Pinheiro Bezerra.

(Foto: Divulgação)

Contas externas têm saldo positivo em maio: US$ 662 milhões

As contas externas fecharam o mês de maio com saldo positivo. O superávit em transações correntes, compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do país com outras nações, chegou a US$ 662 milhões, em maio segundo dados divulgados hoje (24), pelo Banco Central (BC). Em igual mês de 2018, também houve superávit: US$ 900 milhões.

Segundo o chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, é comum haver resultados positivos em maio devido ao aumento das exportações de produtos agrícolas, o que leva a aumento do superávit comercial. “As exportações de produtos agrícolas, tais como soja, são mais favoráveis. É quando se concentram os embarques”, disse Rocha.

De janeiro a maio, o déficit chegou a US$ 7,576 bilhões, contra US$ 8,162 bilhões em igual período do ano passado.

Entre os dados das contas externas está a balança comercial, que registrou superávit de US$ 5,686 bilhões, em maio e acumulou US$ 20,585 bilhões, nos cinco meses do ano.

No caso das viagens internacionais (receitas de estrangeiros no Brasil e despesas de brasileiros no exterior), Rocha explicou que o resultado dessa conta é afetado pela alta do dólar, o que leva à redução das despesas no exterior. Em maio deste ano, a cotação média da moeda chegou a R$ 4, enquanto que no mesmo mês do ano passado estava em R$ 3,64.

“A desvalorização do câmbio [alta do dólar] torna mais cara a despesa no exterior”, explicou. Em maio, as despesas de brasileiros no exterior chegaram a US$ 1,471 bilhão, contra US$ 1,615 bilhão em igual período de 2018. Ao se incluir as receitas de estrangeiros no Brasil, a conta de viagens internacionais registrou déficit de US$ 1,053 bilhão, menor do que o resultado de maio de 2018 (US$ 1,187 bilhão).

Por outro lado, a conta de serviços (viagens internacionais, transporte, aluguel de investimentos, entre outros) registrou saldo negativo de US$ 2,989 bilhões, em maio, e de US$ 12,709 bilhões, nos cinco meses do ano.

A conta renda primária (lucros e dividendos, pagamentos de juros e salários), que também faz parte das transações correntes, ficou negativa em US$ 2,484 bilhões no mês passado e em US$ 16,807 bilhões, no acumulado do ano até maio.

A conta de renda secundária (renda gerada em uma economia e distribuída para outra, como doações e remessas de dólares, sem contrapartida de serviços ou bens) teve resultado positivo de US$ 449 milhões, em maio, e de US$ 1,355 bilhão, em cinco meses.

Investimento estrangeiro

De janeiro a maio, o resultado negativo para as contas externas foi totalmente coberto pelos investimentos diretos no país (IDP). Quando o país registra saldo negativo em transações correntes precisa cobrir o déficit com investimentos ou empréstimos no exterior.

A melhor forma de financiamento do saldo negativo é o IDP, porque os recursos são aplicados no setor produtivo. Nos cinco meses do ano, o IDP chegou a US$ 35,137 bilhões. Em igual período de 2018, esses investimentos chegaram a US$ 26,886 bilhões. Em maio, esses investimentos totalizaram US$ 7,070 bilhões, contra US$ 2,994 bilhões em igual mês de 2018.

(Agência Brasil)

A diplomacia cultura e as cidades

Com o título “A diplomacia cultural e as cidades”, eis artigo de Cláudia Leitão, ex-secretaria da Cultura do Estado e diretora do Observatório de Fortaleza. “Na busca de uma versão mais ampla de diplomacia cultural, a cultura ganha lugar cada vez mais estratégico na promoção do diálogo intercultural e na construção da paz entre as nações”, eis o que ela expõe em seu texto. Confira:

A diplomacia cultural, no seu sentido tradicional, é considerada como parte do softpower das nações, cujo prestígio simbólico ainda continua sendo inferior aos temas da inteligência militar ou econômica, mas que demonstra nas últimas décadas uma vitalidade cada vez maior. Neste século, os debates sobre as diversas dimensões do campo de influência entre as nações vêm crescendo e, graças ao debate europeu, a diplomacia cultural vem ganhando um maior enfoque na área da comunicação, relacionando-se com as práticas de marca nacional e o cultivo de imagens para alcançar objetivos políticos. Na busca de uma versão mais ampla de diplomacia cultural, a cultura ganha lugar cada vez mais estratégico na promoção do diálogo intercultural e na construção da paz entre as nações. Esse é um terreno fértil para as políticas culturais.

A diplomacia cultural não reconhece a cultura somente como as artes ou o patrimônio. Ela se estende também às economias criativas, às novas tecnologias, às culturas emergentes, às manifestações da cultura urbana e, especialmente, às culturas juvenis. É por isso, que as cidades vêm construindo, de forma cada vez mais autônoma, suas políticas de Relações Exteriores. Assim, as gestões municipais, em todo o mundo, vêm trabalhando com afinco as políticas de cultura como diferenciais estratégicos para a construção de sua imagem no cenário global.

Com a recente transformação de Fortaleza em um hub aéreo…

*Confira a íntegra do artigo de Claudia Leitão no O POVO desta segunda-feira aqui.

(Foto – Sara Maia)

Prefeitura manda reparar buraco denunciado por Blog

112 1

A Prefeitura de Fortaleza mandou restaurar trecho da avenida Bezerra de Menezes com a rua Armando de Oliveira, no bairro São Gerardo, quase em frente ao North Shopping, que contava com enorme cratera.

Garante estar promovendo calendário de restauração de vias que, agora em julho, ganhará maior celeridade, pois com reforço de equipes.

(Foto – Divulgação)

Mesatenista Tiago Monteiro mata saudade da família em Fortaleza

Tiago Monteiro e Solimar, ex-atleta do Ferrão.

O cearense Tiago Monteiro, craque do tênis de mesa, circula por Fortaleza em clima de férias. Veio matar saudades da família, dos amigos e da gastronomia local, tendo direito a provar baião-de-dois e outras iguarias no Tronco do Gaúcho, do seu amigo Solimar, no bairro de Fátima.

Tiago, que mora na França desde 2001, aproveitou que esteve numa competição em São Paulo para dar uma escapadinha até a Capital cearense. Atualmente, é o 69º no ranking mundial – estava em 74º.

“Melhorei no ranking. Isso é bom porque ajuda nas competições e facilita no chaveamento” disse ele, que retomará treinos em agosto próximo, quando deverá disputar etapas do Circuito Mundial de Tênis de Mesa.

“Vamos ter pela frente algumas etapas e torneios na Nigéria, Bulgária e República Tcheca”, complementou, confiante de que o tênis de mesa no Brasil está evoluindo e tende a melhorar e apresentar bons resultados nos próximos certames internacionais.

(Foto – Paulo MOska)

Caixa registra lucro de R$ 3,92 bi no primeiro trimestre deste ano

A Caixa Econômica Federal registrou lucro líquido de R$ 3,92 bilhões, no primeiro trimestre deste ano, com um crescimento de 23% em relação ao mesmo período do ano passado.

A inadimplência ficou em 2,47%, com uma redução de 0,44 ponto percentual na comparação com o mesmo período de 2018.

De acordo com o banco, o resultado foi impactado pela estabilidade da margem financeira, redução de 24,4% nas despesas de Provisão para Devedores Duvidosos (PDD), e pelo aumento de 2,3% nas receitas de prestação de serviços.

O lucro recorrente ficou em R$ 3,87 bilhões, crescimento de 6% em relação ao primeiro trimestre do ano que passou.

(Agência Brasil)

MP diz que não houve sigilo no caso das denúncias de André Fernandes

Da Procuradoria-Geral de Justiça do Ceará, recebemos a seguinte acerca da fala do deputado estadual André Fernandes (PSL) de que alguém teria vazado denúncias que fez ao Ministério Público. Confira a nota:

A Assessoria de Imprensa do Ministério Público do Estado do Ceará informa que, em regra, todas as denúncias encaminhadas ao MP são públicas e sujeitas ao conhecimento da coletividade.

Excepcionalmente, e, diante de relevantes motivos que justifiquem, pode o Procurador Geral de Justiça ou qualquer membro do MP em despacho fundamentado decretar o sigilo de notícias de fato encaminhadas à Instituição.

Os documentos entregues pelo deputado André Fernandes (PSL) foram encaminhados à Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública-PROCAP para registro e processamento, não vislumbrando o procurador-geral de Justiça necessidade de decreto de sigilo em face das notícias veiculadas em referido documento.

MP do Ceará.

Brasileiros esperam inflação de 5,4% nos próximos 12 meses, diz FGV

A expectativa mediana dos consumidores brasileiros para a inflação nos próximos 12 meses ficou em 5,4%, segundo pesquisa feita pela Fundação Getulio Vargas (FGV) neste mês. O percentual é o mesmo registrado pela pesquisa de maio deste ano. Em junho do ano passado, no entanto, a taxa havia ficado em 5,2%.

A pesquisa é feita com base em entrevistas com consumidores brasileiros, que respondem à pergunta: “Na sua opinião, de quanto será a inflação brasileira nos próximos 12 meses?”.

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), acumulava, em maio deste ano, taxa de 4,66% em 12 meses.

(Agência Brasil)

Joyce Hasselmann, líder do Governo no Congresso, falará sobre Nova Previdência em Fortaleza

226 1

A líder do governo Bolsonaro no Congresso Nacional, deputada Joyce Hasselmann (PSL/SP), estará em Fortaleza no próximo dia 1º de julho. Ela é convidada do programa “Ideias em Debate”, da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).

O tema da palestra dela com o empresariado cearense será “A Nova Previdência”, que será exposto,  a partir das 18h30min, no auditório central da federação.

(Foto – Agência Câmara)

Mercado financeiro volta a estimar queda no crescimento da economia

A estimativa do mercado financeiro para o crescimento da economia segue em queda. É o que mostra o boletim Focus, resultado de pesquisa semanal a instituições financeiras, feita pelo Banco Central(BC) e divulgada às segundas-feiras, em Brasília.

A projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – desta vez foi reduzida de 0,93% para 0,87%. Essa foi a 17ª redução consecutiva.

A expectativa das instituições financeiras é que a economia tenha crescimento maior em 2020. A estimativa é de 2,20%, a mesma da semana passada. A previsão para 2021 e 2022 permanece em 2,50%.

Inflação

A estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 3,84% para 3,82% este ano, na quarta redução seguida.

A meta de inflação de 2019, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

A projeção para 2020 caiu de 4% para 3,95%. A meta para o próximo ano é de 4%, com intervalo de tolerância 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Para 2021, o centro da meta é 3,75%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual. O CMN ainda não definiu a meta de inflação para 2022. A previsão do mercado financeiro para a inflação em 2021 e 2022 permanece em 3,75%.

Taxa básica de juros

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, mantida em 6,5% ao ano, na última semana pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

Ao final de 2019, as instituições financeiras esperam que a Selic esteja em 5,75% ao ano, a mesma perspectiva da semana passada.

Para o fim de 2020, a expectativa para a taxa básica volte para 6,5% ao ano, e, no fim de 2021, chegue a 7,5% ao ano.

Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a Selic, a finalidade é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

(Agência Brasil)

Julgamento de habeas corpus de Lula é adiado para agosto

404 6

Será adiado para agosto próximo o julgamento de um habeas corpus do ex-presidente Lula pela 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal. O julgamento deveria ocorrer nesta terça-feira, 25, mas não será concluído neste semestre. A informação é da Veja Online.

A defesa do petista argumenta no pedido que o ex-juiz Sergio Moro, hoje ministro da Justiça e Segurança do governo Bolsonaro, atuou com parcialidade no processo que culminou em sua condenação no processo do tríplex do Guarujá. Baseia-se nas conversas vazadas entre Moro e o procurador Deltan Dalklagnol, divulgadas pelo site The Intecept Brasil.

O habeas corpus de Lula é o último item da lista de julgamento elaborada pela ministra Cármen Lúcia, que assumiu recentemente a presidência da 2ª Turma do STF. Só o voto do ministro Gilmar Mendes tem 40 páginas e a avaliação é que não haverá tempo de concluir a análise na mesma sessão, uma vez que há onze itens antes do HC.

(Foto – Reprodução do Youtube)