Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Governo avalia que liberdade de Lula pode provocar confronto nas ruas

245 1

A área de segurança do governo Bolsonaro está preocupada com a escalada de tensão, nas últimas semanas, entre lulistas e defensores da Operação Lava-Jato.

É o que revela a Coluna Radar, da Veja Online, nesta terça-feira.

O receio é que a guerrilha das redes sociais ganhe as ruas, caso o Supremo Tribunal Federal  liberte Lula, que tem recurso a ser julgado na próxima terça-feira.

(Foto – Reprodução)

Chuvas de junho são as maiores do período desde 2015

Junho de 2019 surpreendeu os cearenses com a quantidade de chuvas aparentemente atípica para o mês pós-estação. Até esta sexta-feira, 21, choveu 34,8 milímetros no Ceará. O volume representa 92,8% do esperado historicamente para o período e é a maior chuva registrada nos últimos quatro anos, só não superada pela quantidade registrada em 2015 (36,6 mm). Os dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos.

Com o fim da quadra chuvosa, que durou de fevereiro a maio, a tendência é de diminuição da quantidade de precipitações. O sistema indutor de chuvas que estava presente no começo do mês, o Distúrbio Ondulatório de Leste (DOL), já se dissipou, de acordo com a fundação. Não há outro sistema que possa trazer chuvas ao Estado atuando no momento.

Segundo a resenha diária publicada pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), até o dia 20, na quarta-feira, 21 dos açudes monitorados ainda sangravam no Estado, enquanto 41 estão com volume acima de 90% da capacidade total. Na mesma época de 2018, apenas sete reservatórios estavam com o volume total preenchido.

Para esta sexta-feira, a previsão da Funceme é de nebulosidade variável sem expectativa de chuvas em todas as regiões do Estado, assim como nos últimos dois dias. De quinta-feira, 20, até a manhã de hoje, apenas Tauá, na macrorregião do Sertão Central e Inhamuns, registrou chuvas de 7 mm.

(O POVO Online/Foto – Fábio Lima)

VAMOS NÓS – Esta bela foto fala por si só. Destaca a sensibilidade de uma lente das mais premiadas. Vale por uma matéria.

Capitão Wagner lamenta que prefeito Roberto Cláudio invista tanto e não reduza desigualdades

212 1

Com o título “Fortaleza: o que realmente é prioridade?”, eis artigo de Capitão Wagner, deputado federal e presidente regional do Pros. Ele lamenta que tantos investimentos da gestão municipal não consigam reduzir a desigualdade social. Confira:

Há uma clara diferença entre a cidade da propaganda oficial, onde tudo parece perfeitamente equacionado, com números e estatísticas que teimam em querer maquiar a face mais cruel da Fortaleza real, onde a população vive o cotidiano das batalhas pela vida, pela dignidade, pelo direito de exercer plenamente sua cidadania.

O que os números da prefeitura não conseguem esconder é a profunda desigualdade social que divide a cidade num contraste absurdo, que separa bairros com Índice de Desenvolvimento Humano tão desigual. Enquanto Meireles e Aldeota aproximam-se, em qualidade de vida, a países europeus como a Noruega e a Espanha; o Conjunto Palmeiras, o Parque Presidente Vargas, o Canindezinho e o Genibaú, amargam números e condições de pobreza e miserabilidade comparados a países como o africano Zimbábue, que tem o pior IDH do planeta.

Chegamos em 2019 com o vergonhoso e persistente número de 856 assentamentos precários em Fortaleza. São os mesmos números da última década, que inclui 634 favelas. A cidade dos carros elétricos compartilhados convive com áreas onde o Poder Público não se faz presente sequer com serviços básicos. Falta o básico para proporcionar condições dignas de vida para as pessoas. Ainda mais grave é a situação vivenciada pelas mais de 21 mil famílias que moram em mais de 90 áreas de risco da cidade, onde o desafio de todo dia é o de enfrentar alagamentos, desabamentos, esgotos a céu aberto e a insegurança alimentar.

Some-se a essa verdadeira fratura social, o fato de que 37% da população de Fortaleza tem renda mensal não superior a meio salário mínimo. Famílias inteiras que vivem com menos de R$ 16,00 por dia. Entre os jovens, os números são ainda mais complexos. Cerca de 61% das crianças e adolescentes com até 14 anos de idade, vive em situação de pobreza extrema, sem perspectivas para o futuro, vítimas do descaso e da violência. Enquanto isso, o Poder Público discute aquário, calçadão, roda gigante e patinete elétrico.

Diante de um cenário tão preocupante, e da tendenciosa inversão de prioridades na aplicação dos recursos públicos, por parte da gestão municipal, o maior desafio para a gestão da cidade nos próximos anos será, sem dúvida, o de voltar o olhar para cuidar verdadeiramente das pessoas, das questões mais urgentes, da Fortaleza real.

(Foto – Montagem)

Efeito Vaza-Jato – Moro ganha de Bolsonaro no Google Brasil

Quem conta é o colunista Ancelmo Gois, do O Globo, nesta sexta-feira:

Nunca antes (desde o início da série histórica, em 2004) houve tanta pesquisa por Sergio Moro no Google, no Brasil, quanto nos últimos dias – desde que o “The Intercept” começou a revelar a troca de mensagens entre o ex-juiz e o procurador Deltan Dallagnol.

O volume agora supera com folga todos os outros momentos “chave” de Moro, como as fases da Lava-Jato ou o anúncio do nome dele como ministro da Justiça de Bolsonaro.

O recorde anterior de “googladas” por Moro havia sido em março de 2016, quando o então juiz da Lava-Jato tornou público o grampo ilegal da conversa entre Dilma e Lula. O volume de pesquisas agora foi 20% maior (os dados colhidos no Google Trends levam em conta a média do mês: o total de pesquisas dividido pelo número de dias).

Teve tanta gente buscando o nome do ex-ministro no Google que, pela primeira vez desde 1º de janeiro, houve mais pessoas no Brasil “googlando” Moro do que Jair Bolsonaro.

(Foto – Reprodução de TV)

Código da Cidade – Líder do prefeito prevê aprovação na próxima semana

O Código da Cidade, que trata de multas, política de pets, relação cidadão e gestão e questões como acessibilidade, será votado ainda no fim deste mês de junho.

A previsão é feita por Ésio Feitosa, líder do prefeito na Câmara Municipal, explicando que os debates e audiências sobre vários temas ligados ao assunto evoluíram bem e que não haveria impasse para passar a régua e fechar esse mote.

Ésio até exalta o Alvará Social como a grande novidade do Código da Cidade.

Depois disso, no segundo semestre, virá, segundo o líder do prefeito, a revisão do Plano Diretor da Cidade.

(Foto – CMFor)

Bolsa Família – Registro de frequência escolar de alunos deve ser feito até o dia 27

As secretarias municipais de Educação de todo o país devem enviar a frequência escolar dos beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) ao Ministério da Educação até 27 de junho. As informações são referentes aos meses de abril e maio deste ano. Segundo a assessoria de imprensa do MEC, o benefício do programa está condicionado à presença mínima mensal de 85% nas aulas, para alunos de 6 a 15 anos, e de 75%, para jovens entre 16 e 17 anos.

A coordenadora geral de Acompanhamento da Inclusão Social da Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação (Semesp) do Ministério da Educação, Simone Medeiros, alerta para o prazo. “Pedimos que os registros sejam feitos ao longo do período para que o sistema não fique sobrecarregado na última hora, e gere dificuldades.”

De acordo com a coordenadora, o acompanhamento é feito cinco vezes ao ano. No primeiro período de 2019, de fevereiro a março, o percentual de cumprimento de frequência do público acompanhado foi de 95,16%. “Esse levantamento é uma importante referência para a formulação de políticas públicas de fomento à permanência e à progressão escolar”.

O esforço conjunto do governo federal, das administrações estaduais e das prefeituras envolve uma rede de aproximadamente 56 mil profissionais da educação, mobilizados ao longo de cinco períodos bimestrais, em mais de 140 mil escolas.

A partir desse levantamento, também são identificados os motivos que levaram à baixa frequência escolar dos alunos. Essas informações são ferramenta fundamental para o governo criar ações de combate ao abandono e à evasão. Os dados são mantidos no Cadastro Único, que permite a identificação dos estudantes, o monitoramento de sua frequência escolar e o recebimento do benefício do Programa Bolsa Família.

Qual a situação de prevenção e combate à tortura no Ceará?

A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa e o Comitê Estadual de Prevenção e Combate à Tortura promoverão audiência pública, a partir das 14h30min da próxima segunda-feira. O objetivo é lembrar o Dia Internacional de Apoio à Vítima de Tortura.

A audiência debaterá os avanços em relação aos compromissos assumidos pelo Estado do Ceará, que assinou, há um ano, o Pacto Federativo sobre Prevenção e Combate à Tortura.

Estarão presentes nesse encontro representantes da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa, do Comitê Estadual de Prevenção e Combate à Tortura, do Conselho Estadual de Direitos Humanos e do Fórum DCA, entre outras representações.

O Estado do Ceará assinou o Pacto Federativo sobre Prevenção e Combate à Tortura, comprometendo-se a:

  • Institucionalizar e dar pleno funcionamento ao Conselho Estadual de Prevenção e Combate à Tortura (CEPCT) e ao Mecanismo Estadual de Prevenção e Combate à Tortura em 12 meses;
  • Criar Plano estadual até dezembro de 2018;
  • Cooperar com ações da sociedade civil na questão.

(Foto – Arquivo ALCE)

Correios – Novo presidente promete fortalecimento da estatal

O novo presidente dos Correios, Floriano Peixoto Vieira Neto, assume o comando da estatal apontando como foco da sua gestão o fortalecimento da estatal. Ele foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (21), substituindo Juarez Cunha, nomeado no início do ano.

“Minha missão é resgatar a credibilidade e fortalecer o desenvolvimento financeiro da instituição, que tem quase a idade de vida do Brasil, criada em 1663. A empresa tem capilaridade enorme, com 120 mil funcionários. Somente estes dados me trazem motivação”, afirmou, em entrevista a jornalistas.

Vieira Neto destacou a importância da empresa pelo seu tamanho e pelo fato de estar presente em todos os municípios do país. Frente a perguntas de jornalistas sobre uma possível privatização, reafirmou que sua prioridade é o resgate da estatal e que a decisão sobre este tema ficará para o presidente Bolsonaro.

Floriano Peixoto ocupava até então a Secretaria-Geral da Presidência da República. Em seu lugar, foi nomeado o advogado e major da Polícia Militar do Distrito Federal Jorge Antônio de Oliveira Francisco, que ocupava a Subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil. A área passará a integrar a Secretaria-Geral.

(Agência Brasil)

Eunício Oliveira adota barba branquinha, mas sem pensar em aposentadoria política

Em sua passagem por Fortaleza, na última quarta-feira, o presidente estadual do MDB, o ex-senador Eunício Oliveira, foi discreto. Aqui, tratou apenas de questões da burocracia da legenda, com direito a abonar algumas filiações e acertar com seu grupo uma estratégia: fortalecer o partido para 2020 e investir em vereadores.

Sobre ter ou não candidato a Prefeito de Fortaleza, isso ficou para ser tratado futuramente. Eunício é parceiro do governador Camilo Santana (PT) que, por sua vez, é parceiro do prefeito Roberto Cláudio (PDT).

DETALHE – Pela foto divulgada, dá pra ver que Eunício está mais descolado, despreocupado e até deixou a barba, branquinha, crescer. Sinal de aposentadoria política? Nada disso. Hibernar é preciso.

General Santos Cruz será entrevistado no XIV Congresso da Abraji

O general da reserva Santos Cruz — que comandava a Secretaria de Governo da Presidência da República até a última semana — será entrevistado durante o XIV Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, promovido pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji). O encontro ocorrerá de 27 a 29 de junho, no campus Vila Olímpia da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo.

A entrevista será feita no dia 27, com início às 9 horas, por Julia Duailibi, comentarista de política e economia da GloboNews, e por Daniel Bramatti, presidente da Abraji e editor do Estadão Dados e do Estadão Verifica. Ao final, a plateia poderá fazer perguntas ao general, com a moderação da equipe da Abraji. O vice-presidente Hamilton Mourão, que seria entrevistado nessa data, cancelou sua participação no evento.

Na mira dos Olavistas

Desde abril deste ano Santos Cruz enfrentava embates com a ‘ala olavista’ do governo. O general demonstrou ressalvas às estratégias usadas por apoiadores de Jair Bolsonaro em redes sociais e foi duramente criticado por Olavo de Carvalho e Carlos Bolsonaro, filho do presidente e vereador pelo Rio de Janeiro.

Houve também discordâncias entre o general e o presidente em relação a uma campanha de publicidade do Banco do Brasil, cujo tema era diversidade. Por determinação do Planalto, o comercial de 30 segundos foi tirado do ar sob a justificativa de “respeito à família”. Santos Cruz se opôs à decisão de Bolsonaro e afirmou que a Secom, sob seu comando, não poderia interferir na publicidade de estatais, por determinação da Lei das Estatais.

Em 14 de junho último, o militar da reserva tornou-se o terceiro ministro a deixar o governo em seis meses de gestão. Foi substituído pelo general Luiz Ramos Baptista Pereira, atual chefe do Comando Militar do Sudeste.

(Com Abraji)

Presidente da Fiec – “Corrupção é traição com a sociedade”

Com o título “Corrupção é traição com a sociedade”, eis artigo de Beto Studart, presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec) e membro da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em artigo que saiu também no O POVO desta sexta-feira, o líder empresarial diz acreditar num tempo de mudanças para o País. Confira:

A sociedade brasileira tem enfrentado nos últimos anos uma luta desigual no combate a práticas de corrupção nas gestões públicas. A corrupção, esse cancro que destrói por dentro as estruturas de poder impactando diretamente no encaminhamento de soluções de nossos problemas mais prementes, como saúde e educação, por exemplo, é talvez o mais deplorável dos defeitos de quem se propõe a servir como dirigente público.

É deplorável principalmente por dar como aceito a prática de ações que geram descrédito à máquina pública, como se esta fosse a imagem de seus dirigentes mal intencionados. O combate a práticas de corrupção deveria ser a marca das gestões públicas para que estas se fortaleçam cada vez mais, oferecendo ao usuário final dos seus serviços, o sentimento de respeito e cuidado que todos os indivíduos merecem.

Felizmente, começamos a mudar recentemente esta cultura quando as instituições se deram conta do seu real papel. O resultado disso todos já sabemos, com as consequências das operações realizadas pela Lava Jato, implicando no resultado das eleições de 2018. Mas, como sabemos, esta luta é inglória, porque a prática da corrupção estatal se insere em uma conjuntura bem mais ampla.

O que vemos agora, com o ataque direto às nossas instituições com o intuito de diminuí-las no sentido de descredenciar pessoas, é uma prova clara de que a luta não é contra amadores. O esvaziamento da discussão no Congresso de propostas contra a corrupção, a tentativa de amordaçar aqueles que tentam combatê-la, ou os métodos usados para atacar a quem se mostra resistente a esta mudança cultural, são reveladores de que nunca se deve baixar a guarda diante dessas práticas.

O Brasil está passando por mudanças que terão reflexos diretos na transformação cultural das novas gerações, mas isso só acontecerá se tivermos a plena consciência de que muitos percalços ainda terão que ser enfrentados. Entender este contexto e saber lidar com ele é uma tarefa que jamais poderá ser de uma pessoa ou de grupos isolados, até porque, corrupção de agente público é uma traição à sociedade.

*Beto Studart,

Presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec) e membro do Conselho Nacional da Indústria (CNI).

(Foto – Fiec)

Empresa brasileira lança na Europa lubrificante íntimo com sabor de maconha

Para quem gosta de novidades e quer se inspirar no campo das aventuras.

A empresa brasileira INTT Cosméticos começou a vender na Europa seus cosméticos eróticos. No portfólio, um lubrificante com sabor de maconha. A informação é do Portal Uol.

Para comercializar seus cosméticos no continente europeu, a empresa investiu cerca de 2 milhões de euros na compra de 20% de uma fábrica em Porto de Mós, em Portugal, onde os produtos são feitos.

A comercialização é feita por uma rede de distribuidores em Portugal, Espanha, Itália e Alemanha.

DETALHE – Este produto não é vendido no Brasil.

(Foto – Arquivo)

Bolsonaro anuncia major da PM para a Secretaria-Geral da Presidência

O presidente Jair Bolsonaro anunciou hoje (21) o advogado e major da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Jorge Antonio de Oliveira Francisco para assumir a Secretaria-Geral da Presidência da República. O militar, até então, ocupava a Subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil.

Já Floriano Peixoto Vieira Neto deixa a Secretaria-Geral para assumir a presidência dos Correios, substituindo Juarez Cunha. Ontem (20), o titular demitido já havia informado em sua conta na rede social Twitter que se afastaria do comando da estatal. Ele avaliou que sua gestão de sete meses à frente da empresa teve um “saldo positivo” na recuperação da empresa.

Sobre o major Francisco, Bolsonaro afirmou: “É uma pessoa que me acompanha há dez anos. É uma pessoa afeita à burocracia. Desejo boa sorte e temos plena confiança no trabalho dele”. O presidente classificou a ida de Floriano Peixoto para os Correios como uma “missão”. “Temos plena confiança de que ele a cumprirá a contento. É colega nosso acostumado a desafios”, disse.

Privatização

Em relação à uma possível privatização dos Correios, Bolsonaro destacou que há sim essa intenção, mas que, no momento, o trabalho de Floriano Peixoto será fazer o “melhor possível” para que a estatal seja “motivo de orgulho para todos nós”. O presidente destacou como tarefa avaliar o fundo de pensão da empresa, Postalis.

Currículos

Jorge Antonio de Oliveira Francisco atuou no Congresso Nacional desde 2003 como assessor parlamentar da PMDF, assessor jurídico no gabinete de Bolsonaro e também com chefe de gabinete e assessor jurídico do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Na atual gestão, havia sido nomeado para cuidar da subchefia de assuntos jurídicos da Casa Civil.

Floriano Peixoto Vieira Neto é general-de-divisão da reserva. Atuou em diversas funções no Exército, como no comando do 62o Batalhão de Infantaria em Joinville (SC) e na 5a Subchefia do Estado-Maior do Exército, em Brasília. Integrou ainda a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah).

Articulação

O presidente também respondeu a jornalistas sobre a troca na articulação política, que foi retirada da Casa Civil e repassada ao general Luiz Eduardo Ramos, nomeado para a Secretaria de Governo. Ele minimizou questionamentos de que isso significaria um enfraquecimento do titular da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

“Tem três ministérios aqui dentro que são fusíveis. Para evitar queimar o presidente, eles se queimam. A função do Onyx é a mais complicada. Passamos a Supar [Subchefia de Assuntos Parlamentares] para o Ramos e jogamos o PPI [Programa de Parcerias de Investimentos] para o Onyx. Ele está fortalecido”, pontuou.

Mensagens vazadas

Perguntado sobre novas mensagens envolvendo o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e membros da força-tarefa da Operação Lava Jato divulgadas pelo site The Intercept Brasil, Bolsonaro comentou que “não há certeza da fidelidade das mensagens divulgadas ali”. “Tudo é possível. Acredito que ele se saiu muito bem no Senado e saiu mais fortalecido do que entrou”.

Projeto de lei

Em pronunciamento, Bolsonaro disse ainda que pretende enviar um projeto de lei dando mais garantias jurídicas a militares e forças de segurança para operações. “Se a força da lei estiver em campo, ela sempre estará certa. Para o cumprimento da missão, todas as possibilidades podem ser empregadas, até mesmo pelotão de drones. Não quero que policial esteja na linha de tiros”, sublinhou.

(Agência Brasil)

Cine Ceará inscreve para curso de preparação de atores e atrizes

O Festival Ibero-Americano de Cinema, o Cine Ceará 2019, vai promover dois cursos de preparação de atrizes e atores no Centro Cultural Belchior. Um direcionado para adultos, que será realizado nos dias 29 e 30 deste mês de junho, das 14h30min às 17h30min das 18 às 21 horas, e outro para adolescentes, de 13 a 16 anos, que ocorrerá nos dias lº e 2 de julho, das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas.

As ações formativas fazem parte da série de cursos avançados iniciada em 2018, no 28° Cine Ceará. As inscrições estão abertas até o dia 28 deste mês ou até o preenchimento das vagas no site do Cine Ceará.

Direcionado para atores, diretores, preparadores de atores e produtores de casting, a capacitação conta com carga horária de 12 horas/aula e tem o objetivo de fazer com que os participantes alcancem o seu potencial máximo para aprimorar o resultado na interpretação de seus personagens futuros ou nos próximos castings, por meio do Programa Neuroliguística (PNL) para atuação, desenvolvido por Alethea Miranda e Michel Dubret.

Facilitadores

Alethea Miranda – é diretora, atriz e preparadora de elenco, com formação em direção cinematográfica através da Academia Internacional de Cinema. Ela criou o método Palestra Ativa PNL para Atuação juntamente com o sócio Michel Dubret. E nessa parceria vem aplicando técnicas com base no estudo da Neurociência e da Programação Neuroliguística para construção complexa de personagens que se destacam em diversos projetos renomados nacional e internacionalmente como as séries “3%” da Netflix (temporadas 2, 3 e 4), “Assédio” da Rede Globo e “PSI” da HBO (1a. temporada), e o longa “Meus 15 anos” com Larissa Manoela (maior bilheteria de 2017), além de diversas publicidades com crianças onde duas delas foram premiadas em Cannes sobre síndrome de down e autismo nos anos de 2017 e 2018.

Michel Dubret – atua na área do audiovisual há 15 anos, com participação em diversos projetos como o filme “Vazante”, e as séries “3%” da Netflix, “Assédio” da Rede Globo, e “PSI” da HBO, como preparador de atores, e diretor no documentário “Paixão, Suor e Graxa”.

SERVIÇO

*Inscrições até o dia 28 de junho pelo site: https://www.cineceara.com/

(Foto – Divulgaão)

Procuradores da Lava Jato no Paraná suspendem contas no Telegram

215 3

A força-tarefa da Operação Lava Jato, no Paraná, informou que seus integrantes suspenderam o uso do aplicativo de mensagens Telegram. Em nota, os procuradores da República disseram que, desde abril, vêm constatando “ataques criminosos” a suas contas no aplicativo. A informação é do site Consultor Jurídico.

“Tendo em vista a continuidade, nos dias subsequentes, das invasões criminosas e o risco à segurança pessoal e de comprometimento de investigações em curso, os procuradores descontinuaram o uso e desativaram as contas do aplicativo Telegram nos celulares, com a exclusão do histórico de mensagens tanto no celular como na nuvem”, afirmou a força-tarefa.

Segundo os integrantes do Ministério Público Federal, as contas foram reativadas para evitar sequestros de identidade virtual. Mas isso, conforme eles, não resgata o histórico de conversas.

A força-tarefa ainda orientou os procuradores a trocar os aparelhos e os números dos contatos funcionais.

O site The Intercept Brasil divulgou no domingo (9/6) conversas no Telegram entre o então juiz federal Sergio Moro e Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa no Paraná. As mensagens mostram o então juiz orientando o trabalho dos procuradores e até cobrando a força-tarefa da operação por resultados. Nesta quarta, Moro, agora ministro da Justiça, disse no Senado que as mensagens foram obtidas por crime de hackeamento.

(Foto – Arquivo)

 

Ministério do Desenvolvimento Regional reconhece situação de emergência em Canindé

O Ministério do Desenvolvimento Regional acaba de reconhecer “situação de emergência” no município de Canindé. Mesmo com a quadra chuvosa considera boa pela Funceme, agricultores desse município não conseguiram boa safra e o nível de abastecimento d’água também não foi positivo.

De acordo com a Instrução Normativa 02/2016, do então Ministério da Integração Nacional, a situação anormal é a situação de emergência ou o estado de calamidade pública decretado em razão de desastre cujos danos e prejuízos tenham comprometido a capacidade de resposta do poder público do ente federativo atingido.

Google tem denúncia de prática anticompetitiva arquivada pelo Cade

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) arquivou uma denúncia de prática anticompetitiva contra o Google. A companhia de tecnologia havia sido acusada de copiar conteúdo de concorrentes para utilizar nos resultados de seu mecanismo de busca. O órgão brasileiro antitruste não deu andamento à ação por não conseguir comprovar a denúncia.

O Google é a empresa responsável pelo mais popular mecanismo de busca na internet, de mesmo nome, além de controlar outros importantes serviços, como a plataforma de vídeo YouTube, o sistema operacional Android e o navegador Chrome. Todos esses são líderes de mercado em seus segmentos, inclusive no Brasil.

Na denúncia, a empresa E-commerce Media Group Informação e Tecnologia, que controla os sites de comércio eletrônico Buscapé e Bondfaro, acusava o Google de copiar suas informações de avaliações de produtos e exibir como conteúdo próprio nos resultados do seu serviço de venda de produtos online, o Google Shopping.

O Cade analisou resultados exibidos entre 2011 e 2016 e informou não ter encontrado materialidade da prática de exibição de conteúdo não autorizado apontado pela empresa denunciante.

Nova investigação

Apesar de recusar a acusação, o tribunal do conselho solicitou à superintendência uma investigação sobre abuso de poder econômico do Google no mercado de buscadores, bem como no mercado de notícias, onde um dos conselheiros apontou indícios de prática anticompetitiva.

Segundo a consultoria Statista, no Brasil o Google controla 97,5% do mercado de busca. Em seguida vêm Bing (1,1%) e Yahoo (1,16%).

(Agência Brasil/Foto – Reprodução)

André Fernandes não seria cassado; o Abolição não teria interesse em abater o bolsonarista

304 1

Dificilmente o deputado estadual André Fernandes (PSL), que denunciou Nezinho Farias (PDT) com suposto envolvimento com facção criminosa, será cassado.

Virá algum outro tipo de sanção, mas o Palácio da Abolição, segundo fontes legislativas, não teria interesse em abater o bolsonarista.

A certeza é que o caso de Fernandes chegará ao Conselho de Ética da Casa, turbinado por solicitações do PSDB e do PDT, além do fato de que o Ministério Público Estadual, por meio da Procap, busca notificá-lo.

Quer ouvir o depoimento de Fernandes a respeito das denúncias que fez da tribuna da Assembleia Legislativa.

(Foto – ALCE)