Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Banco do Nordeste é finalista em premiação internacional sobre gestão de resultados

foto marcos holanda bnb

“O Banco do Nordeste é um dos três finalistas no II Prêmio Gestão para Resultados do Desenvolvimento 2016, promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em parceria com o Governo de Jalisco (México). A primeira edição do prêmio contou com a participação de 75 instituições de 16 países.

O anúncio dos vencedores acontecerá no IX Seminário Internacional da Rede de Gestão para Resultados em Governos Subnacionais da América Latina e Caribe, a ser realizado de 7 a 9 de setembro, em Guadalajara, no México.

O Banco do Nordeste disputa na categoria “Planejamento Estratégico (Nível Nacional)” com a Secretaría de Hacienda Y Crédito Público (México) e a Oficina de Planeamiento y Presupuesto (Uruguai). A experiência apresentada pelo Banco do Nordeste diz respeito ao modelo de Gestão para Resultados, implantado na empresa em 2016.

“A gestão para resultados só é alcançada quando os funcionários, todos os membros de uma instituição, percebem que têm papel importante a cumprir e que todos são responsáveis pelos resultados. E os resultados só acontecem quando a equipe trabalha de forma integrada”, afirma o presidente do Banco do Nordeste, Marcos Holanda.

Premiação

Instituído pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Prêmio Gestão para Resultados do Desenvolvimento objetiva identificar as melhores práticas de aplicação da metodologia de Gestão para Resultados voltadas para o desenvolvimento nos países da América Latina e do Caribe.

Gestão para Resultados

O BNB adotou o modelo de Gestão para Resultados visando priorizar os fundamentos da missão de ser o banco de desenvolvimento da região Nordeste como o resultado em todas as suas ações, levando à otimização do desempenho organizacional.

A Gestão para Resultados possibilita uma gestão com postura empreendedora, voltada para o cidadão como cliente, buscando alcançar padrões ótimos de eficiência, eficácia e efetividade.”

(Site do BNB)

Capitão Wagner fez adesivaço no Jóquei Clube

261 1

capitplanmf

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PR, deputado estadual Capitão Wagner, fez campanha, nesta quinta-feira, no bairro Jóquei Clube.

Ali, ele conversou com moradores, fez caminhada e, depois, adesivaço em carros e motocicletas. Por onde circulou, era chamado de “meu prefeito”, e ainda ouvia apelos para que enfrentasse problemas na área da saúde e segurança.

(Foto – Divulgação)

Exército homenageia juiz Sério Moro no dia em que o impeachment começa no Senado

sergio-moro17

Nesta manhã de quinta-feira, enquanto o Senado estava trabalhando a todo o vapor no processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), o Exército realizava uma de suas cerimônias de entrega de medalhas.

Quem ganhou uma delas – a Medalha O Pacificador, foi o juiz federal Sérgio Moro, que foi a Brasília receber a condecoração.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Lula fala sobre impeachment e diz que começa “a semana da vergonha nacional”

instituto_lula

“No dia em que o Senado deu início ao julgamento final do processo de impeachment contra Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a presidenta afastada e criticou os senadores por começarem “a semana da vergonha nacional”.

“Hoje começa o dia da vergonha nacional, o dia em que os senadores começam a rasgar a Constituição do país e o dia em que eles começam a debater a punição de uma mulher inocente, cujo único crime que cometeu foi justamente o de ser honesta”, disse Lula, ao participar de ato com metalúrgicos fluminenses no Estaleiro Mauá, em Niterói (RJ).

Praticamente sem voz, falando baixo e pausadamente, Lula disse que ao julgar Dilma, os senadores estão “caçando” os votos dos brasileiros que a elegeram em 2014.

“Os senhores senadores que vão votar hoje para Dima ser impedida, que vão falar mal dela, não estão caçando a Dilma, estão caçando o voto que vocês deram em outubro de 2014”, acrescentou.

Os ex-presidente também criticou o governo do presidente interino, Michel Temer, por estar, segundo ele, atropelando a Constituição para tentar chegar ao poder.

“O que eles estão fazendo é descobrindo um jeito de chegar ao poder sem precisar disputar voto popular, mas apenas ganhar as eleições via golpe do Congresso Nacional. Eu não tenho nada pessoal contra o Temer, nada. Eu só queria que ele soubesse que seria digno que, enquanto advogado constitucionalista, ele não aceitasse chegar ao poder pelo golpe. E que ele [dissesse] que vai disputar as eleições em 2018, para saber se vai ser eleito pelo voto direto do povo brasileiro”.

Lula atacou ainda as propostas do atual programa de desinvestimento da Petrobras e de possíveis privatizações de estatais, conforme o ex-presidente, levantadas pelo governo interino.

“É um pedaço da Petrobras aqui, um outro da BR ali, do Banco do Brasil, da Caixa. É um pouco disto, daquilo e de repente este país de 204 milhões de habitantes, de 8,5 milhões de km², vai abrir mão de sua soberania para ficar mendigando favor a outros países ricos. Porque está prevalecendo o complexo de vira-lata em quem quer dirigir este país. Pessoas que acham que tudo que vem de fora é melhor”, disse.”

(Agência Brasil)

Ciro Gomes dará palestra sobre Soberania Nacional e Crise Institucional

257 4

foto ciro entrevista

A ADUFC-Sindicato e a Secretaria Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência no Ceará (SBPC) promoverão palestra sobre o tema “Soberania Nacional e a Crise Institucional”. Será na quinta-feira, a partir das 18 horas, no auditório da Faculdade de Direito da UFC. O conferencista é o ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes.

A iniciativa faz parte do projeto “Ciência, Tecnologia e Cultura em Debate nas Universidades Federais do Ceará,” lançado em março deste ano com o objetivo de instituir um espaço de debates interdisciplinares e fortalecer a relação da ADUFC-Sindicato com a comunidade acadêmica e a sociedade, por meio da discussão de temas de interesses comuns. A SBPC é o elo de ligação desse projeto.

Candidato do PSTU quer ressuscitar a CTC e gerir o transporte público

gonzagaa
Salmito Filho e o candidato Gonzaga.
A Câmara Municipal abriu, nesta quinta-feira, o ciclo de debates com os candidatos a prefeito de Fortaleza. O primeiro convidado foi Francisco Gonzaga (PSTU), que foi apresentado pelo presidente da Casa, Salmito Filho (PDT).
Ocupando  o grande expediente, Gonzaga disse que pretende fazer uma gestão voltada para os trabalhadores.
Ele informou que repensará a função da Guarda Municipal, que precisa adotar um tratamento humanizado aos cidadãos.
Gonzaga também disse que, se eleito, devolverá o transporte público para o município, como era antigamente quando administrado pela Companhia de Transporte Coletivo (CTC), hoje atuando apenas no transporte escolar.
*Próximos candidatos

1º de Setembro – Ronaldo Martins (PRB)

8 de Setembro – Roberto Cláudio (PDT)

15 de Setembro – Heitor Ferrer (PSB)

20 de Setembro – Luizianne Lins (PT)

22 de Setembro – Tim Gomes (PHS)

27 de Setembro – Capitão Wagner (PR)

28 de Setembro – João Alfredo (PSOL)

(Foto – Divulgação)

Camilo Santana fala de pacote, evita comentar impeachment e comemora pesquisas

193 1

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=3905F3oimXQ[/embedyt]

O governador Camilo Santana (PT) conversou com o Blog, nesta quinta-feira, sobre o pacote de concessões do Estado. O pacote foi lançado durante solenidade na Federação das Indústrias do Ceara (Fiec). Camilo está otimista e disse que será avaliada a possibilidade de lançar esse pacote fora do Estado e no exterior.

Ainda em conversa com o Blog, Camilo evitou comenta o processo de julgamento do impeachment da sua companheiro de partido, a presidente afastada Dilma Rousseff. Preferiu dizer que essa questão cabe ao Senado resolver.

Camilo comentou também rapidamente sobre o início da campanha eleitoral em Fortaleza, quando disse ter gostado muito do resultado das pesquisas. Nelas – Ibope/TV Verdes Mares e Datafolha/O POVO, o seu amigo e aliado, o prefeito Roberto Cláudio (PDT), está liderando.

Presidente da Fiec gostou do pacote de concessões e ainda torce pelo impeachment de Dilma

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=PYX6tF6dGNg[/embedyt]

O pacote de concessões do governo do Ceará. O presidente da Federação das Indústrias do Estado, Beto Studart, conversou com o Blog sobre essa ação do governador Camilo Santana.

O pacote, lançado no começo desta tarde de quinta-feira, na Fiec, tem tudo para reforçar a presença do Estado na economia globalizada.

Ainda em entrevista, Beto Studart comentou o julgamento do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. O líder empresário espera que o caso seja resolvido até o começo da próxima semana. Beto é a favor do impeachment.

Camilo apresenta na Fiec pacote de concessões

cazmilfie

O governador Camilo Santana (PT) lançou, no começo da tarde de quinta-feira, no auditório do 5º andar da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), o pacote de concessões que o Estado apresentará ao mercado interno e externo em busca de parcerias e atração de investidores.

A solenidade foi aberta pelo presidente da Fiec, Beto Studart, que expôs suas expectativas em torno do pacote, que congrega uma série de equipamentos e, em especial, 10 projetos que, no ato, foram apresentados por meio de vídeo.

morni

Durante a solenidade, a presença de lideranças empresariais e políticos como Moroni Torgan, deputado federal e candidato a vice-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT). Também boa parte do secretariado de Camilo, além de dirigentes de entidades do setor produtivo.

Após o ato, o governador e o presidente da Fiec deram coletiva sobre o pacote de concessões. Sob olhares do presidente do Tribunal de Contas do Estado, Edilberto Pontes.

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=mIlAU4mGzSM[/embedyt]

Camilo Santana e a Fiec devem organizar a apresentação desse pacote em São Paulo e, possivelmente, em Nova York (EUA).

(Fotos e Vídeo – Paulo MOska)

Mensalão tucano – Justiça de Minas manda bloquear R$ 25,6 milhões

PSDB2

“A Justiça de Minas Gerais decretou a indisponibilidade de até R$ 25,6 milhões dos réus do mensalão tucano. A decisão é do juiz Adriano de Mesquita Carneiro, da 5ª Vara da Fazenda Pública. Ele abriu ação civil pública contra o empresário Marcos Valério, condenado a 39 anos de prisão no mensalão do PT, o ex-senador Clésio Andrade e outros oito investigados do Mensalão tucano, mas rejeitou a acusação ao ex-governador de Minas e ex-presidente do PSDB, Eduardo Azeredo.

“Recebo a inicial em relação aos réus Eduardo Pereira Guedes Neto; José Cláudio Pinto de Resende; Ruy José Vianna Lage; Cristiano de Mello Paz; Marcos Valério Fernandes de Souza; Ramom Hollerbach Cardoso; SMP&B; Comunicação LTDA.; Solimões Publicidade LTDA; Clésio Soares de Andrade e Holding Brasil S.A. e determino a indisponibilidade dos bens destes réus até o montante de R$ 25.689.212,03.Rejeito a inicial em relação ao réu Eduardo Brandão de Azeredo”, decidiu o juiz.

Em outra frente de investigação, a Justiça condenou criminalmente os réus do mensalão tucano por peculato e lavagem de dinheiro durante a campanha do ex-governador de Minas (1995-1999), em 1998. Eduardo Azeredo foi condenado a 20 anos e 10 meses de prisão em 1.ª instância.

Na ação civil, o Ministério Público alega prática de improbidade administrativa na transferência de valores das estatais Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) e Comig S.A. (Companhia Mineradora de Minas Gerais) para as empresas SMP&B; Publicidade LTDA, atualmente Solimões Publicidade LTDA.

Segundo a ação, a SMP&B; Comunicação participou da campanha eleitoral de Eduardo Azeredo e Clésio Andrade, então candidatos a governador e vice-governador do Estado de Minas Gerais. A Procuradoria afirma que Clésio Andrade seria sócio controlador da Holding Brasil S.A., empresa que detinha a maior parte do capital da SMP&B; Comunicação, em momento anterior ao início da campanha.

“Sustenta que as transferências foram realizadas pela simples emissão de cheques nominais antecedidas de determinação do Governo do Estado de Minas Gerais, através de ofício do então Secretário-Adjunto da Secretaria de Estado da Comunicação Social, Eduardo Pereira Guedes Neto. Aduz que a data das transferências foi próxima à do evento, o que inviabilizaria a utilização da quantia de R$ 3 milhões na organização do evento, bem como que as Estatais declararam que a beneficiária dos valores SMP&B; Comunicação LTDA. não prestou contas referente ao patrocínio do evento”, relata o juiz.”

ESTADÃO conteúdo

Ortopedista cearense lança livro sobre Jogos Olímpicos

jsoeroberto

O ortopedista cearense José Roberto Campos de Barros, que integrou a delegação médica do Brasil na Rio 2016, lançará, nesta quinta-feira, em Brasília, o livro “Olimpo, Olímpia e Jogos Olímpicos”.

Trata-se de um levantamento histórico sobre as Olimpíadas, com pesquisa na Grécia e uma coletânea de fotografias captadas ou feitas pelo autor.

José Roberto deverá lançar o livro também em belo Horizonte (MG).

(Foto – Paulo MOska)

Reajuste da tarifa do transporte intermunicipal aguarda na próxima estação

FORTALEZA, CE, BRASIL, 20/09/2011, REGIONAL: ONIBUS DA EMPRES SAO BENEDITO NA RODOVIARIA DE FORTALEZA CREDITO:MELQUIADES JUNIOR/AGENCIADIARIO, 28CI0301, 28/12/2014, CIDADE, MELQUIADES JUNIOR,

A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Ceará (Arce) ainda não definiu o reajuste contratual para a tarifa do transporte intermunicipal.  Como a vigência é 1º de agosto, pode vir percentual elevado por causa da demora.

O setor de transporte não comenta o assunto, mas não entende por que a Arce ainda não definiu o percentual. O último reajuste anual ficou em 8,4%.

Seria influência do período, que é eleitoral? Eis a dúvida no primeiro terminal.

Comércio brasileiro movimentou R$ 3 trilhões em 2014

“O comércio brasileiro movimentou R$ 3 trilhões em receita operacional líquida e ocupou 10,7 milhões de pessoas em 2014. Em 2013, esse valor foi de R$ 2,7 trilhões. As informações fazem parte da Pesquisa Anual do Comércio (PAC) 2014 e foram divulgadas hoje (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A receita do setor, com 1,6 milhão de empresas comerciais, cresceu 7,3% em termos reais, aumento impulsionado pelo desempenho do segmento do comércio atacadista, cuja contribuição para o crescimento da receita foi de 3,7 pontos percentuais. O aumento, no entanto, é menor que em 2013 (8,9%), 2001 e 2012 (11,9%).

Para o gerente da pesquisa, Luiz Andrés Ribeiro, um dos dados que merecem destaque é o que aponta aumento da participação do comércio varejista ao longo dos anos da pesquisa, iniciada em 2007. “A participação passou de 39,8%, em 2007, para 43,4%, em 2014. Por outro lado, o comércio atacadista, que respondeu pela maior parcela da receita, apresentou pequena queda, passando de 44,9% para 44,4%, bem como o comércio de veículos automotores, peças e motocicletas cuja participação passou de 15,4%, em 2007, para 12,2%, em 2014”, disse ele.

Ribeiro destacou que esses resultados tiveram impacto principalmente, pela dinâmica do mercado de trabalho, do mercado de crédito e pela elevação da renda média da economia brasileira no período. O comércio varejista respondeu por 78,8% do número de empresas, com 1,3 milhão, e empregou 7,9 milhões de pessoas (73,7% do total).

O comércio atacadista de combustíveis e lubrificantes manteve-se como a principal atividade na geração de receita, mas perdeu participação entre 2007 e 2014. Hipermercados e supermercados ganharam participação, passando para a segunda posição. Por outro lado, o comércio de veículos automotores perdeu participação, passando para a terceira posição.

A forma de venda tradicional do varejo (em lojas, postos de combustíveis, boxes em mercado, depósitos, galpões, armazéns e salas) ainda é predominante, mas perdeu participação na receita bruta do setor, entre 2007 (96,9%) e 2014 (95,9%). Já as vendas pela internet duplicaram sua participação (de 1% para 2,2%, no período), enquanto as televendas cresceram quase na mesma intensidade (de 0,5% para 0,9%).

A receita bruta do comércio varejista, incluindo todas as formas de comercialização, teve aumento real de 86,5%, ao passar de R$ 753,3 bilhões, em 2007, para R$ 1,4 trilhão, em 2014. De 2007 a 2014, a receita bruta real (já deflacionada) das vendas das empresas varejistas do país pela internet saltou de R$ 7,7 bilhões para R$ 30,2 bilhões, com crescimento real de 290,4% e a das televendas do varejo, 236,3% (ao passar de R$ 3,7 bilhões para R$ 12,6 bilhões).

Massa Salarial e salário médio

Foram pagos R$ 186,3 bilhões em salários, retiradas e outras remunerações. A massa salarial apresentou crescimento real de 8,1%, acompanhado por um aumento de 3,3% do número de pessoas ocupadas.

O salário médio cresceu 4,7% em termos reais para atividade comercial em relação a 2013. O varejo foi responsável pela maior massa salarial, 62,9%, que teve crescimento de 6,8%. A atividade que registrou o maior crescimento da massa salarial anual (21,5%) foi comércio varejista de outros produtos novos (19,7%), atividade caracterizada por pagar salários relativamente baixos (R$ 1.000,00, em 2014).

O comércio varejista, no entanto, apresentou o menor salário médio mensal (R$ 1.143,00) contra R$ 2.058,00 do atacadista e R$ 1.574 do comércio de veículos automotores, peças e motocicletas.

Os hipermercados e supermercados destacaram-se com o maior número de pessoas ocupadas 1,2 milhão (10,8%) e na massa salarial R$ 19,9 bilhões (10,7%).

As regiões

A distribuição regional da receita do comércio entre 2007 e 2014 se manteve, segundo a PAC 2014, mas a Região Sudeste perdeu participação, enquanto as regiões Centro-Oeste e Nordeste exibiram aumentos de participação.

O Sudeste manteve participação majoritária nas principais variáveis do comércio no ano estudado: receita bruta de revenda (51,1%), remunerações (55,5%) e ocupados (51,2%), além de pagar o maior salário médio (dois salários mínimos).

(Agência Brasil)

Bolacha, suco e prisão

394 3

Com o título “Bolacha, suco e prisão”, eis artigo do jornalista e analista de sistemas Haroldo Barbosa. Ele analisa a decisão da Secretaria da Educação do Estado que resolveu “criminalizar” estudantes que ocuparam escolas em protesto por melhores condições de ensino e merenda. Confira:

Cerca de 320 estudantes de 25 escolas do Ceará estão sob investigação da Polícia Civil a pedido do governo Camilo Santana (PT), através da Secretaria de Educação do Estado (Seduc).

A criminalização dos estudantes supostamente se deve a danos causados ao patrimônio público durante a ocupação de mais de 60 escolas no mesmo período em que professores estaduais estavam em greve, que durou 107 dias.

A greve dos professores, que não teve suas reivindicações atendidas, terminou dia 09/08 de forma no mínimo polêmica: parte da categoria acusando a direção do sindicato de fraudar resultado da assembleia e acabar a paralisação na marra.

No caso dos estudantes, além de não atender as reivindicações, o governo agora acena com a cadeia.

O que motivou as ocupações de escolas no Ceará, como em outros estados, foi a luta por direitos básicos da educação.

Muitas escolas estão com a estrutura física comprometida com tetos caindo e paredes mofadas. Há deficiências nos laboratórios, quadras e bibliotecas e água contaminada nos bebedouros. A merenda escolar não cumpre o cardápio divulgado pela própria Seduc, sendo que em muitas unidades se resume a bolachas e suco aguado. Relatório do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca) mostrou que no primeiro quadrimestre de 2016, o Governo do Ceará gastou com a merenda menos do que recebeu da União: um custo diário miserável de R$ 0,30 por aluno.

Some-se a isso a situação crítica dos professores, não só com relação a questão salarial, e vemos motivos de sobra para a justa luta dos estudantes.

A perseguição às ocupações teve inicio antes mesmo de seu término. Estudantes denunciaram na imprensa que, ao ir ou vir das escolas ocupadas, eram seguidos por carros descaracterizados. Tinham ações monitoradas. Sofriam intimidação.

A tentativa de criminalização dos estudantes pelo governo Camilo Santana se insere em um ataque mais amplo aos movimentos sociais e ativistas, o que a torna ainda mais inaceitável.

Desde as manifestações de 2013 que o aparato repressivo do Estado é usado de forma mais ostensiva para barrar lutas, intimidar e prender aqueles que se mobilizam. Em São Paulo, por exemplo, o governo Alckmin também tentou criminalizar estudantes que ocuparam escolas. Juntos, o PT, PMDB, PSDB e outros, aprovaram a famigerada Lei Antiterror, sancionada por Dilma Rousseff e que já está sendo usada para prender manifestantes.

A situação dos estudantes cearenses é tão séria que motivou a Defensoria Pública a impetrar um habeas corpus coletivo e preventivo em defesa dos mesmos. Segundo integrantes da Defensoria, não houve prazo viável em apenas um dia para que os supostos danos às escolas fossem efetivamente verificados pela Seduc. Há casos ridículos como uma denúncia por uso de material de cozinha durante a ocupação de uma escola ou outra denúncia tratando de pichações nas paredes, que de fato eram notas musicais desenhadas em uma sala de música, o que mostra que a criminalização é uma perseguição política.

Lamentável também que, conforme a Seduc, foi um ofício do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) que pediu a vistoria nas escolas, avalizando o procedimento. Se o MPCE está preocupado com quem causa danos à educação, deveria intensificar a fiscalização e agir com maior rigor quando se trata dos gestores públicos, a exemplo do governador e de muitos prefeitos.

Creio ser fundamental que entidades de classe, movimentos sociais, religiosos, parlamentares, comunicadores, toda a sociedade civil organizada enfim, apoie os estudantes e manifeste seu repúdio a esta criminalização absurda.

Nossa juventude merece bem mais do que bolacha, suco e cadeia.

Links consultados:
http://www.cedecaceara.org.br/wp-content/uploads/2016/05/Nota-t%C3%A9cnica-educa%C3%A7%C3%A3o-2016-curvas.pdf

http://www.opovo.com.br/app/fortaleza/2016/08/23/noticiafortaleza,3651517/mais-de-300-estudantes-sao-citados-em-investigacao-da-policia-civil-so.shtml

http://www.opovo.com.br/app/opovo/cotidiano/2016/08/24/noticiasjornalcotidiano,3651687/defensoria-pede-habeas-corpus-para-estudantes-que-ocuparam-escolas.shtml

Bolacha com suco? Relatório aponta que Governo investiu abaixo do mínimo na merenda escolar

http://www.cedecaceara.org.br/seduc-solicita-investigacao-para-mais-de-300-estudantes-secundaristas/
*Haroldo Barbosa

Jornalista

São Gonçalo do Amarante investe em prevenção contra as drogas nas escolas

rossana

Escolas da rede municipal de São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza) receberam palestras para sensibilizar sobre os riscos da dependência química e envolver as famílias na prevenção às drogas, incluindo o álcool. Crianças, adolescentes e jovens, acompanhadas de suas famílias, participaram das palestras.

O curso é uma iniciativa da Coordenadoria de Políticas Públicas sobre Drogas com o apoio das Secretarias de Educação e Saúde do Município. As escolas da rede municipal foram o ponto de encontro para esses momentos de orientação e reflexão.

A cada encontro, a advogada e Coordenadora de Políticas Públicas Sobre Drogas de São Gonçalo do Amarante, Rossana Brasil, conversou com os participantes sobre o papel da família destacada por ela como uma das instituições mais importantes nesta luta. Ao final de cada encontro, foi realizado um ciclo de perguntas e respostas com pais e alunos para fixar o conteúdo apresentado.

Essa experiência vai se estender por outros estabelecimentos ao longo deste ano.

(Foto – Divulgação)

Temer nomeia três diretores do Dnit

Saiu no Diário Oficial da União desta quinta-feira (25) três nomeações para diretorias do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A diretoria executiva será ocupada por um servidor de carreira da Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT): o engenheiro civil Halpher Luiggi Mônico Rosa.

Especialista em logística de transportes, Halpher Luiggi já ocupou o cargo de superintendente regional do Dnit e de diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Espírito Santo (DER-ES). Foi também chefe de Engenharia e Segurança de Trânsito do antigo Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER) – órgão que deu origem ao atual Dnit.

Para o cargo de diretor de Planejamento e Pesquisa do Dnit, o presidente interino Michel Temer nomeou André Martins de Araújo, e para a diretoria de Administração e Finanças foi nomeado Gustavo Adolfo Andrade de Sá.

(Agência Brasil)

Senadores já não aguentam mais o impeachment

dilimp

“A maioria dos senadores já se diz cansada antes mesmo de o início do longo processo final de impeachment que enfrentarão.

Segundo os senadores, serão horas de mais do mesmo e, o único fato novo, será ainda de Dilma Rousseff à Casa…

Isso literalmente, pois a expectativa é que a presidente afastada também não traga novidades no discurso e só repita o que já vem dizendo.”

(Veja Online)

Seminário para empresários aborda o tema “Lideranças do Amanhã”

foto Zentchu Sensei budista

Tudo pronto para o VI Seminário Futura Trends, evento voltado para o empresariado e cujo tema é “Lideranças do Amanhã – Ciência, Tecnologia e Espiritualidade na Gestão de Empresas Vencedoras”.

Será nesta sexta-feira, 26, das 13 às 20 horas, no Hotel Gran Mareiro (Praia do Futuro), numa promoção do Grupo de Comunicação O POVO, Fundação Demócrito Rocha e Instituto Albanisa Sarasate.

Entre conferencistas, a monja budista Zentchu Sensei.

O jornalista Heródoto Barbeiro (Rede Record) será o mestre de cerimônia. As inscrições ainda podem ser feitas antes do evento, que vai procurar unir a razão empresarial com espiritualidade (www.seminariofuturatrends.com.br).

Cadê o concurso da Secult/Ceará?

cms-image-000483441

Entrou na lista dos concursos sem data o certame da Secretaria da Cultura do Ceará. Isso depois de tanta festa que fizeram, no começo do ano, em torno da novidade e da promessa de revitalização da pasta que, na Era Camilo, já está no segundo titular.

O vereador petista Guilherme Sampaio, bom lembrar, entregou o cargo para apoiar a candidatura de Luizianne Lins à Prefeitura de Fortaleza.

No lugar dele, entrou Fabiano dos Santos que, mesmo com poucos recursos, vem animando a Secult em alguns setores. Como o Cineteatro São Luiz, por exemplo, que cumpre uma pauta democrática de eventos.