Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Anunciando greve para esta sexta-feira, professores fazem campanha pela verba do Fundef

1102CD0201

Os professores da rede municipal de ensino de Fortaleza fazem campanha na cidade não somente por reajuste salarial retroativo a 1º de janeiro, conforme a data-base da categoria.

Nos carros de muitos desses profissionais dá para ver também uma campanha pelo direito dos docentes a vantagens oriundos do ressarcimento, pela Prefeitura, de R$ 289 milhões do Fundef.

O prefeito Roberto Cláudio diz que vai investir o dinheiro em saúde e educação, mas os professores querem seu quinhão nesse pedaço.

Os holofotes estão sobre Lula

Da Coluna Política do jornalista Érico Firmo, no O POVO desta quinta-feira:

Há fartos elementos que apontam o vínculo de Lula com o sítio, que está no nome de Fernando Bittar, filho do ex-prefeito de Campinas (SP), Jaco Bittar – e do empresário Jonas Suassuna, sócio de um dos filhos de Lula. O local teria sido reformado por empreiteiras. As mesmas empreiteiras que teriam pagado propinas em troca de contratos da Petrobras. O terreno foi comprado em 2010, dois dias antes de Dilma Rousseff (PT) ser eleita.

Uma das suspeitas é se há ocultação de patrimônio. Se os proprietários oficiais seriam fachada para esconder os reais proprietários – talvez, a família de Lula. A partir daí, há a desconfiança de que as reformas seriam “favores”, formas de pagar pelos benefícios ilegais recebidos.

As suspeitas são graves. E, se houver irregularidades, que sejam investigadas e descobertas. Porém, o que se vê atualmente é o aparato da Lava Jato se voltando sobre potenciais propriedades do ex-presidente. Uma coisa é saber se Lula cometeu crime. Outra coisa é saber se ele era cabeça do esquema, a ponto de merecer atenção especial dos investigadores.

Se Lula cometeu crimes, assim como quaisquer outros, deve ser investigado e punido. Mas, a investigação não pode ser seletiva e se voltar para ele por sua relevância política. Isso é grave numa democracia.

Por outro lado, os indícios contra ele começam a se avolumar. As possíveis conclusões podem abalar a República.

 

A RESPOSTA DE LULA

As manifestações de Lula têm ocorrido por meio de notas do seu Instituto. Pode ser a melhor estratégia juridicamente. Politicamente, pode se revelar um erro. Independentemente das motivações, é fato que as investigações têm impacto político gigantesco.

No auge do mensalão, o então presidente se valeu de seu enorme poder comunicativo para ocupar espaços, rebater as acusações e superar a cadeia de escândalos. Pela personagem que é, Lula deve explicações à opinião pública. Precisa mostrar o rosto e se explicar. E, do ponto de vista político, o desaparecimento pode se revelar um dos maiores erros de sua trajetória política.

SSPDS divulgará o Balanço do Carnaval 2016

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) vai divulgar, em coletiva a partir das 9h30min, em sua sede (Bairro São Gerardo), o balanço final da Operação Carnaval 2016.

Na ocasião, serão divulgados os números relativos a ocorrências nas rodovias estaduais, a salvamentos realizados pelo Corpo de Bombeiros e de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), entre outros dados registrados no período da folia.

Receita libera nesta quinta-feira consulta a lote de restituição da malha fina

A Receita Federal vai liberar, nesta quinta-feira, consulta ao segundo lote de restituições do Imposto de Renda de declarações do ano passado que caíram na “malha fina”. Serão liberadas restituições para 45.437 contribuintes. Isso dá um total de R$ 105,56 milhões.

Além dos lotes de 2015, a Receita Federal também vai liberar lotes residuais de 2008 a 2014. Essas restituições foram retidas por inconsistência nas informações, de acordo com a Receita Federal.

Ceará está no limite de alerta de gastos com pessoal

A crise econômica e os desajustes nos Orçamentos fizeram os Estados arrecadarem no ano passado quase R$ 30 bilhões a menos do que o esperado e avançar sobre limites de gastos impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Pelo país, as perspectivas para o ano são de mais atrasos em pagamentos e nos salários de servidores.

Levantamento feito pela Folha de São Paulo mostra que a maioria dos governos obteve menos receitas com tributos e com transferências federais do que o previsto um ano atrás. Os problemas financeiros também levaram a maioria dos governadores a piorar o comprometimento das finanças com pessoal em 2015. Vinte deles ultrapassaram limites estabelecidos pela norma ao longo do ano. O nível de endividamento dos governos teve elevação generalizada.

lrf

Assembleia retoma atividades nesta quinta-feira com projeto sobre o Aedes aegipti

A Assembleia Legislativa retoma as atividades nesta quinta-feira, a partir das 9 horas, após o recesso de Carnaval. Na sessão ordinária, a leitura de projetos, requerimentos e mensagens que entrarão em pauta.
O chefe do Departamento Legislativo da Casa, Carlos Alberto Aragão informou que nesta quinta-feira está prevista a votação de projetos de parlamentares e do Executivo. Entre as matérias que devem ser deliberadas, ele citou projeto de lei do Governo Estadual que dispõe sobre medidas de proteção e combate à proliferação do Aedes aegypti, agente transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika. A propositura já foi aprovadas nas Comissões Técnicas.
Outra mensagem que consta na pauta é projeto de lei complementar, de autoria da Mesa Diretora, que prevê a admissão, em caráter temporário, de profissionais para atuar em atividades do Comitê Cearense de Prevenção de Homicídios na Adolescência, lançado em dezembro na Assembleia Legislativa.

Prefeito tenta evitar a greve dos professores

244 16

2406cd0201

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quinta-feira (11):

“Estamos permanentemente abertos ao diálogo!”, afirma o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), sobre a decisão tomada pelos professores de entrar em greve, a partir desta sexta-feira (12), como forma de pressionar por vantagens oriundas do ressarcimento do Fundef.

Sem entrar no mérito da questão, o prefeito reconhece a greve como direito dos trabalhadores, mas apela ao bom senso. “Nós estamos abertos para construir uma solução que, simultaneamente, e mesmo em época de redução de receitas, mantenha uma política de valorização do professorado. Queremos uma solução que não provoque perdas para o processo de aprendizagem de nossos alunos da rede municipal”, complementa Roberto Cláudio.

Agora, é abrir a agenda e receber uma comissão da categoria.

Deputado cearense diz que Nordeste deve recuperar capacidade produtiva com renegociação das dívidas rurais

foto josé airton deputado

Para o deputado federal José Airton Cirilo (PT-CE), coordenador da bancada do Ceará em Brasília, o produtor nordestino deve recuperar a capacidade produtiva, por meio da renegociação das dívidas rurais. Segundo o parlamentar cearense, é preciso “criar condições para que a agroindústria regional, também prejudicada pela seca que afetou diretamente a produção da região, possa renegociar suas dívidas e recupera sua capacidade produtiva e poder honrar seus compromissos”.

José Airton propôs novos artigos para a Medida Provisória nº 707. de 30 de dezembro de 2015, que trata das dívidas dos produtores rurais, em especial aqueles da área de abrangência da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste Sudene).

O coordenador da bancada do Ceará é autor das propostas:

Art. 9º-B. Fica autorizada a repactuação de dívidas de operações agroindustriais com valor originalmente contratado de até R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais), relativas a empreendimentos localizados na área de atuação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), independente da fonte de recursos, referentes a uma ou mais operações do mesmo mutuário, observadas as seguintes condições:

I – Bônus adicional de adimplência: de 30% (trinta por cento) sobre o principal de cada parcela da operação renegociada, se paga até a respectiva data do novo vencimento, além dos bônus definidos de acordo com o disposto no § 6º do art. 1º da Lei no 10.177, de 12 de janeiro de 2001.

II – Garantias: as admitidas para o crédito agroindustrial, podendo ser mantidas as mesmas garantias constituídas nos financiamentos originais;

III – Risco da operação: a mesma posição de risco mantida para as operações pela instituição credora, exceto as operações contratadas com risco do Tesouro Nacional, terá o risco transferido para o respectivo Fundo.

Pacientes ficam cegos após infecção em mutirão de cirurgias de catarata

Pacientes ficaram cegos após cirurgia no mutirão de catarata do Hospital das Clínicas do Alvarenga, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Das 27 pessoas que fizeram a cirurgia no dia 30 de janeiro, 21 tiveram infecção ocular e alguns desses tiveram que retirar o globo ocular por causa da gravidade da contaminação pela bactéria pseudomonas.

A paciente Ilda de Matos Correia, 64 anos, perdeu a visão do olho esquerdo no dia seguinte à cirurgia. Após ser encaminhada pela assistente do médico que realizou a cirurgia a diferentes clínicas e hospitais, Ilda finalmente chegou ao Hospital Brigadeiro, na capital paulista, onde foi operada em 5 de fevereiro para conter a infecção pela bactéria pseudomonas.

“Eles [os médicos] falaram que, se realmente a infecção fosse o que eles estavam conseguindo visualizar, ótimo, eles iam remover a infecção, remover a bactéria que estava lá dentro e tudo bem. Se, por acaso, abrissem e vissem que a infecção estava maior do que eles podiam visualizar, teriam que retirar o globo ocular. A Ilda ficou arrasada”, contou um parente que não quis se identificar.

A prefeitura de São Bernardo do Campo disse, em nota, que desde o início da semana, quando identificou as ocorrências após os pacientes procurarem o serviço municipal de urgência e emergência, a Secretaria de Saúde adotou um conjunto de medidas de urgência de assistência aos pacientes e familiares e também ações administrativas e de vigilância. Segundo a prefeitura, a Vigilância em Saúde foi notificada e uma comissão interna de sindicância administrativa e de vigilância foi criada para apurar as causas do ocorrido.

(Agência Brasil)

Ceará registra oito mortes por microcefalia

“A Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) confirmou oito mortes de bebês com microcefalia, segundo dados divulgados no último boletim, do dia 5 de fevereiro. Três dos casos foram registrados em Fortaleza, e o restante em Jucás, Maracanaú, Morrinhos, Russas e Tejuçuoca. Além disso, duas mortes estão sendo investigadas em Canindé e Crateús.

A Sesa aponta ainda que, até o último dia 4 de fevereiro, 275 casos suspeitos de microcefalia foram notificados, em 67 municípios – sendo que 244 no pós-parto e 31 na forma intrauterina. Desses, 92,4% estão em investigação, ou seja, em 254 casos a relação do zika com a microcefalia ainda está sendo analisada.

Ao todo, 11 notificações foram confirmadas e dez foram descartadas. Fortaleza concentra os casos de microcefalia em investigação, com 92 notificações, seguida dos municípios de Maracanaú (30 notificações) e Maranguape (13).

A microcefalia é uma condição em que a criança nasce com crânio do tamanho inferior ao considerado normal, podendo ter prejuízos congênitos.

Considerando a relação entre o zika (transmitido pelo aedes aegypti) e os casos de microcefalia, a Sesa recomenda às gestantes utilização de repelente e cuidados com o mosquito, como eliminação de criadouros e vestimentas de manga comprida. Além disso, destaca o acompanhamento pré-natal das grávidas, com a realização de tosos os exames médicos.”

(O POVO Online)

Dilma escala ministros na luta contra o Aedes aegypti

“A presidenta Dilma Rousseff acertou nesta hoje (10) os últimos detalhes da mobilização nacional de combate ao Aedes aegypti, convocada para o próximo sábado (13). Ela vai ao Rio de Janeiro e pretende enviar um ministro de estado a cada capital do país para acompanhar os trabalhos das Forças Armadas.

 Brasília - A presidenta Dilma Rousseff reúne autoridades para tratar do combate ao vírus Zika (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
A presidenta Dilma Rousseff reúne ministros e autoridades governamentais para montar estratégias de combate ao vírus Zika                         Marcelo Camargo/Agência Brasil

Durante a ação, o governo quer levar cerca de 220 mil militares do Exército, Marinha e Aeronáutica a 356 municípios para que participem da campanha de conscientização da sociedade com orientações para eliminar o inseto transmissor do vírus Zika.

Durante a tarde e o início da noite, Dilma se reuniu com parte do seu ministério para discutir as ações. Os ministros vão representar o governo federal e monitorar o trabalho de distribuição de material impresso com informações para a população sobre como manter a casa livre dos criadouros do mosquito.

Os destinos de alguns membros do primeiro escalão já foram definidos, como os do titular da Saúde, Marcelo Castro, que seguirá para Salvador, e o chefe da Casa Civil, ministro Jaques Wagner, que irá a São Luís.

A programação em cada local ainda não foi fechada, já que as prefeituras ainda estão identificando as principais necessidades de cada cidade para a eliminação do mosquito. O Aedes aegypti é vetor da dengue, da febre chinkungunya e do vírus Zika, que pode causar microcefalia em bebês.

Mais cedo, Wagner e Marcelo Castro conversaram com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera, sobre as novas tecnologias de combate ao vírus Zika e o estabelecimento de parcerias com institutos de pesquisa de outros países no desenvolvimento de uma vacina.

A meta da mobilização nacional é visitar três milhões de residências. A ação vai abranger todas as cidades consideradas endêmicas, de acordo com indicação do Ministério da Saúde, e as capitais do país. A participação da equipe de Dilma em outras cidades no Norte e Nordeste do país também foi resolvida, como Aracaju (Juca Ferreira, da Cultura), Recife (Tereza Campello, Desenvolvimento Social e Combate à Fome), Maceió (Edinho Silva, Comunicação Social) e Manaus (Ricardo Berzoini).

Na semana passada, Jaques Wagner, convocou, além dos ministros, secretários executivos dos ministérios, presidentes de empresas públicas, autarquias e fundações federais para que estejam presentes nas capitais e nos municípios de maior porte para acompanhar pessoalmente as ações. A determinação de Dilma é de que cada funcionário público federal ajude a combater o mosquito e sua reprodução.”

(Agência Brasil)

CNBB volta a criticar aborto em casos de microcefalia

“O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Sérgio da Rocha, voltou a criticar hoje (10) o aborto em casos de microcefalia de bebês, causada pelo vírus Zika. “O aborto não é resposta para o vírus Zika, nós precisamos valorizar a vida em qualquer situação ou condição que ela esteja. Menos qualidade de vida não significa menor direito a viver ou menos dignidade humana”, disse.

O combate ao vírus Zika, para dom Sérgio, deve ser feito ao mesmo tempo, combatendo outras enfermidades provocadas pelo Aedes Aegypti, como dengue e Chikungunya. “E que isso seja feito mobilizando a população com medidas preventivas e campanhas educativas, mas sobretudo com o empenho do poder público”.

Saiba Mais
Grupo defende direito ao aborto em casos de microcefalia; CNBB é contra
Campanha da Fraternidade alerta para necessidade de saneamento básico no Brasil
A intensa circulação do vírus no Brasil e a possível associação da infecção em gestantes com casos de microcefalia reacendeu o debate sobre o aborto no país.

Dom Sérgio da Rocha participou hoje do lançamento da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016. Com o tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”, a campanha tem foco no saneamento básico, no desenvolvimento, na saúde integral e na qualidade de vida.

“Infelizmente, a nossa casa comum está sendo assolada pelo mosquito transmissor de doenças e nossa família comum está sofrendo e morrendo por causa das enfermidades. A falta de saneamento básico está ligado à proliferação do mosquito [Aedes aegypt]”, disse dom Sérgio.”

(Agência Brasil)

Cine Sesc promove a mostra “Cinema e sua Pluralidade”

O Cine Sesc promove, neste mês, a mostra “Cinema e sua Pluralidade” com a exibição de importantes filmes produzidos e dirigidos em diferentes países, com gêneros e temáticas variadas. Os encontros acontecem todas as quintas-feiras, sempre às 18h30min, na Sala de Vídeo da Unidade Fortaleza do Sesc. 

Neste dia 11 será a vez do filme “Short Cuts – Cenas da Vida”, de Robert Altman, uma comédia dramática, que mostra um painel de Los Angeles atual a partir do atropelamento de uma criança, filha de um apresentador de TV, por uma garçonete.

O longa japonês “O que eu mais desejo” será atração do próximo dia 18. Na ilha japonesa de Kyushu, dois irmãos são separados após o divórcio dos pais. O mais velho, Koichi, foi morar com sua mãe na casa dos avós, localizada em uma área próxima ao vulcão Sakurajima. Já o irmão mais novo manteve-se com o pai, na região moderna e industrializada da cidade.

A programação vai ser encerrada no dia 25 com o filme “Amor”. Dirigido por Michael Haneke, a projeção narra a história de Georges e Anne, um casal de aposentados apaixonados por música. Eles têm uma filha musicista que vive em outro país. Certo dia, Anne sofre um derrame e fica com um lado do corpo paralisado. O casal de idosos, então, passa por graves obstáculos que colocarão o seu amor em teste.

Programação

Dia 11/2
Short Cuts – Cenas da Vida
Diretor Robert Altman
Classificação: 14 anos

Dia 18/02
O que eu mais desejo
Diretor Hirokazu Koreeda
Classificação: 14 anos

Dia 25/02
Amor
Diretor Michael Haneke
Classificação: 14 anos

SERVIÇO

*Sala Cine Vídeo – Unidade Fortaleza do Sesc – Rua Clarindo de Queiroz, 1740 – Centro.

*Mais Informações – (85) 3452.9090.

*Entrada franca.

TRE/CE julgará ação que questiona vitória do governador Camilo Santana

164 3

foto camilo e cid gomers

“O TRE do Ceará julgará, na próxima segunda-feira (15), uma ação que pode levar à queda do governador Camilo Santana. Alegando que o ex-governador Cid Gomes usou a máquina pública para eleger o aliado , o Ministério Público Eleitoral pede ainda que os dois fiquem inelegíveis por oito anos.

Para demonstrar que convênios foram firmados e recursos repassados aos municípios com objetivos eleitorais, o Ministério Público preparou um parecer de 80 páginas.

Entre elas, cerca de 30 são tabelas e gráficos que mostram que 70% dos convênios foram firmados entre os dias 1º e 7 de julho de 2014 “deixando de cumprir várias formalidades, inclusive realizando imediato repasse”.

(Coluna Radar, da Veja Online/Foto – Governo do Estado)