Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Ex-petista Odorico Monteiro (PROS) é recebido em clima de festa no Pinto Martins

183 11

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=6qRJLDH77YY[/youtube]

Depois de Chico Lopes (PCdoB) ser recebido de forma efusiva por militantes do seu partido, eis que chegou a vez de mais um deputado cearense ganhar loas dos seus militantes.

Odorico Monteiro (PROS), trazendo a bandeira do Brasil sobre os ombros, desembarcou, nesta tarde de quarta-feira (20), no Aeroporto Internacional Pinto Martins e foi recebido com gritos de “democracia!” por seus apoiadores.

O deputado do PROS foi um dos 11 cearenses que votaram contra o Impeachment de Dilma Rousseff no último domingo.

(Colaboração – Vini França)

Todos pelo HUB – Assembleia Legislativa aprova isenção de ICMS para o projeto

A Assembleia Legislativa aprovou, na sessão plenária desta quarta-feira (20/04), a isenção do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) incidente em operações e prestações relacionadas com a construção, instalação e funcionamento do Centro de Conexões de Voos (Hub) da TAM, no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

O projeto de lei 32/16, oriundo da mensagem 7.976, do Executivo, prevê a implementação de sistemática de tributação diferenciada para o Hub da TAM, com o objetivo de estimular a exploração, por companhia aérea brasileira, de um número elevado de voos nacionais e internacionais, representando um incremento no fluxo de pessoas e bens que acorrem ao estado do Ceará.

Ministro da Fazenda pede a Renan que acelere votação do projeto de lei que muda a meta fiscal

foto nelson barbosa ministro

“O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, pediu hoje (20) ao presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), urgência na votação e aprovação do projeto de lei que muda a meta fiscal deste ano. Sem a mudança, a preocupação do ministro é que máquina do governo deixe de funcionar. Cortes feitos em fevereiro e março já promoveram um contingenciamento de mais R$ 44 bilhões.

“Diante da mudança de arrecadação, tudo indica que será necessário fazer um novo contingenciamento, e esse novo contingenciamento, no atual estágio da economia brasileira, não é a melhor medida. Na verdade, pode ser uma medida com efeitos negativos no nível da atividade. Por isso, vim transmitir a necessidade de urgência na apreciação dessa matéria pelo Congresso Nacional”, disse Barbosa após o  encontro com Renan.

Barbosa falou também sobre a importância da mudança no Orçamento para manter os serviços essenciais para a população e o andamento de programas. Segundo ele, a partir dessa autorização, o governo poderá recuperar e aumentar alguns investimentos, principalmente em infraestrutura, como transporte e desenvolvimento urbano, que auxiliarão na recuperação da economia brasileira neste momento em que são necessários estímulos.

Situação dos estados

Outro tema da reunião foi a dívida dos estados. Tramita na Câmara dos Deputados um projeto de lei que, entre outras coisas, concede o alongamento do prazo do pagamento da dívida em troca de contrapartidas para auxiliar os estados neste momento de maior restrição fiscal.

O governo não está preocupado com a discussão da dívida dos estados apenas no Congresso Nacional. No Supremo Tribunal Federal (STF), estados têm recorrido para mudar o cálculo dos juros incidentes na dívida, passando de juros compostos para simples. Hoje, o Ministério da Fazenda divulgou notas técnicas para defender a manutenção dos juros compostos no cálculo. Caso o STF aceite o argumento dos estados, o governo federal faz estimativas de prejuízo de R$ 313 bilhões.

“É importante esperar a análise do mérito no próximo dia 27. Está ficando cada vez mais claro que, em contratos de operação de crédito, aplica-se o regime de juros compostos. Estamos apresentando argumentos sobre a questão que justificam a aplicação [dos juros compostos]”, disse Barbosa. Quando o mérito for julgado pelo STF, o ministro espera que a interpretação dos estados não prevaleça. “Até porque, se prevalecer, vai criar uma incerteza jurídica muito grande para todos os contratos de operação de crédito no Brasil”, acrescentou.

Impeachment

Questionado se as discussões do impeachment no Senado poderiam paralisar a votação das medidas fiscais em tramitação no Congresso Nacional, o ministro da Fazenda disse acreditar que é possível analisar as duas coisas. “Existem temas importantes, como o da meta fiscal, que diz respeito ao funcionamento do governo e à prestação de serviços essências à população”, ressaltou Barbosa.

Segundo o ministro, o Congresso Nacional pode analisar as duas coisas ao mesmo tempo.”

(Agência Brasil)

Patu Fu encerrará neste sábado o Festival Ponto.CE

patofu

A edição do festival Ponto.CE chegará ao fim neste sábado. O evento vem celebrando 10 anos com uma programação recheada de música e performance, que começou desde o dia 7 de abril.

Para encerrar em grande estilo, a última noite do festival receberá a banda mineira Patu Fu, além de Camarones Orquestra Guitarrística, Mafalda Morfina, Old Books Room, Projeto Rivera e Dona Cislene.

Na sexta-feira, dia 22, a Arena Dragão do Mar apresentará Andre Matos, Coldness, Obskure e Dark Syde.

Dilma vai denunciar “golpe” em Nova York

“A presidenta Dilma Rousseff viaja a Nova York, nos Estados Unidos, para participar, na sexta-feira (22), da cerimônia de assinatura do Acordo de Paris sobre Mudança do Clima, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU). O embarque está previsto para amanhã (21). A previsão é que ela retorne ao Brasil ainda na sexta-feira. Com a viagem, o vice-presidente Michel Temer assume a Presidência da República.

No discurso em Nova York, Dilma deve abordar a crise política e o processo deimpeachment em curso no Senado Federal. Ontem (19), em entrevista a correspondentes estrangeiros no Palácio do Planalto, Dilma voltou a criticar o vice-presidente Michel Temer e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por conspirarem contra seu mandato. Ela também afirmou que o Brasil tem um “veio golpista adormecido” e que não houve um presidente após a redemocratização do país que não tenha tido um processo de impedimento no Congresso Nacional. Como segundo na linha sucessória, o vice-presidente assume a chefia do Executivo em casos de viagens internacionais do titular.

Acordo de Paris

O acordo global climático foi assinado na 21ª Conferência das Partes (COP21) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima em Paris, em dezembro. Após 13 dias de debates, representantes de 195 países chegaram, pela primeira vez na história, a um acordo global sobre o clima.

O Acordo de Paris prevê limitar o crescimento da emissão de gases de efeito estufa e a criação de um fundo global de US$ 100 bilhões, financiado pelos países ricos, a partir de 2020, para frear o aquecimento global a 1,5°C.”

(Agência Brasil)

Impeachment – Renan critica Cunha por paralisar votações na Câmara

renanca

“O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse hoje (20) que paralisar a votação de projetos importantes não ajuda o país e pode agravar a crise econômica, além de aumentar o desemprego. A declaração foi uma reação do senador a fala de ontem (19) do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que afirmou que haverá uma paralisia no Congresso Nacional até o Senado decidir se a presidente da República, Dilma Rousseff, será ou não afastada do cargo. “Quanto mais o presidente da Câmara tentar interferir no rito do andamento do processo no Senado, sinceramente, ele só vai atrapalhar”, criticou Renan.

Ainda em resposta a Cunha, Renan disse que a paralisia anunciada pelo presidente da Câmara não “ajuda o Brasil”. “Não são matérias de governo. São matérias para o país. A paralisação da Câmara não ajuda o Brasil. Esse nocaute não ajuda o Brasil. Ele só atrapalha. […] Acho que neste momento de dificuldade do povo brasileiro cada Casa pretende interagir a sua maneira ou interferir na outra Casa ou ainda paralisar suas ações. É muito ruim porque ninguém vai se beneficiar do agravamento da crise, do aumento do desemprego, do aumento da desesperança”, alertou.

O presidente do Senado lembrou ainda que durante a tramitação do processo de impedimento de Dilma na Câmara, o Senado não ficou parado. Renan citou a aprovação da proposta que cria a Lei de Responsabilidade das Estatais, e a que trata da revogação da participação obrigatória da Petrobras na exploração do petróleo da camada pré-sal (PLS 131/15). O Senado aprovou também novas regras para a gestão dos fundos públicos de pensão.

Impeachment

Sobre o rito do impeachment, Renan Calheiros destacou que, uma vez aprovada a admissibilidade do processo de impedimento da presidente Dilma Rousseff, todas as questões e dúvidas sobre o processo deverão ser dirigidas ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski. Ele também observou que caberá à comissão designada para esse fim ditar o ritmo do processo. “O Senado não pode atropelar prazos, nem deve fazer isso perante a história”, disse.”

(Fonte: Agência Brasil)

Fundeci destina R$ 1,5 milhão para projetos de inovação bancária

Projetos de pesquisa voltados para a inovação bancária podem ser inscritos, até 10 de junho, em edital específico do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci), que reserva R$ 1,5 milhão em recursos de caráter não reembolsável.  

Os projetos inscritos devem ter como objeto temas como avaliação de programas de crédito, financiamento em rede a arranjos produtivos locais, desenvolvimento de estudos e produtos inovadores, desenvolvimento de novos produtos e/ou linhas de crédito reembolsáveis para inclusão social financeira e modelos de diagnóstico da capacidade de endividamento e pagamento para microempreendedores.

Podem inscrever projetos instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos, com, no mínimo, três anos de funcionamento, legalmente habilitadas a conduzir projetos de pesquisa e difusão. A divulgação da lista dos projetos selecionados está prevista para setembro.

Também estão abertas inscrições para os avisos “Produtividade e Competitividade – Inovações Tecnológicas e Organizacionais para Incremento da Produtividade e Competitividade nos Setores Produtivos” (até 13 de maio) e “Habitação Inclusiva – Pesquisa e Difusão de Tecnologias e Produtos Inovadores e de Baixo Custo para Construção e Manutenção de Habitações Sociais” (até 15 de julho).

SERVIÇO

*As inscrições podem ser feitas no site do Banco do Nordeste, no endereço http://www.bnb.gov.br/FUNDECI/.

*Mais informações em www.bnb.gov.br/aviso-etene-fundeci.

Antonio Mourão Cavalcante dará palestra no Colégio Santo Inácio

Antonio Mourao

O Colégio Santo Inácio promoverá, a partir das 19 horas desta sexta-feira (29), em seu auditório, a palestra sobre o tema “E a família, como vai?”. O conferencista é o médico psiquiatra, antropólogo e professor universitário Antônio Mourão Cavalcante.

O encontro, aberto à comunidade, debaterá a realidade da família no mundo e seus desafios principalmente em tempos de globalização e redes sociais.

SERVIÇO

*Colégio Santo Inácio – Avenida Desembargador Moreira, 2355 (Bairro Dionísio Torres).

*Mais Informações – (85) 3066.3000.

Frente Brasil Popular reforça a luta do “Não vai ter golpe!”

399 4

ourro

A Frente Brasil Popular espalhou, por alguns cruzamentos de Fortaleza, outdoors expondo as fotografias do vice-presidente Michel Temer e do presidente da Câmara, Eduardo Cuinha. O mote é “Não vai ter golpe!

Também há outro outdoor com as fotografias de alguns parlamentares que endossaram o impeachment.

A luta continua, segundo a Frente Brasil Popular, que programa uma série de manifestações.

Ex-diretor da Guarda Municipal de Fortaleza lança livro sobre Políticas de Segurança Pública

487 1

12687948_846502292142182_7855510423272885934_n

Sistema de Segurança – Um horizonte bem mais complexo do que se pensa.

Ex-diretor-geral da Guarda Municipal e de presídios, Plauto de Lima, tenente-coronel da Polícia Militar do Ceará, acaba de lançar o livro Políticas de Segurança Pública – Um rotineiro e cansativo trabalho de Sísifo. 

A publicação traz uma reflexão sobre questões que levam ao crescimento da violência e o avanço da criminalidade, despertando nos leitores um olhar sobre a importância de ações que envolvam outros setores da sociedade.

“A segurança pública é muito mais do que uma ação policial, ela pede outras ações de outros órgãos governamentais, dentre elas saúde, educação, política sobre drogas, ação social, habitação, emprego e renda. Então tudo isso faz parte e contribui cada um em sua área para administração da criminalidade da violência, quando só o policial militar tem essa atribuição torna-se realmente um rotineiro e cansativo trabalho de Sísifo”, explica o autor.

STF adia julgamento sobre validade da nomeação de Lula para a Casa Civil

“O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (20) adiar o julgamento sobre a validade da nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ocupar o cargo de ministro-chefe da Casa Civil, suspensa no mês passado, por meio de uma liminar proferida pelo ministro Gilmar Mendes.

Há pouco, no início da sessão em que os recursos seriam julgados, os ministros decidiram adiar a análise para julgar em conjunto outras duas ações que chegaram à Corte, e que também questionam a decisão de Mendes. As novas ações são de relatoria de outro ministro, Teori Zavascki, que pediu mais tempo para analisá-las.”

(Agência Brasil)

Centro de Fortaleza – Apesar de todo abandono, ainda resiste

Com o título “Viver o Cento”, eis artigo do professore geógrafo José Borzacchiello, que pode ser conferido no O POVO desta quarta-feira. Ele destaca que o Centro de Fortaleza ainda sobrevive graças à garra dos comerciantes e empresários que investem em seu potencial. Confira:

Imagino o Centro de Fortaleza totalmente repaginado com a execução de projetos já sugeridos para ele. São muitos. Podemos contar entre relatórios, plantas, croquis, maquetes e outros documentos um número expressivo de propostas. Com tudo isso, o pobre rico Centro estaria melhor, embora a maioria das propostas propugnasse intervenções desconectadas, mantendo o bairro com a predominância de um setor urbano mirrado da Cidade, não compatível com seu peso e representação. O entra e sai de prefeitos tem resultado em coisas miúdas – constrói aqui, destrói ali, penduricalhos.

Ávido e ao mesmo tempo alheio à falta de ousadia oficial, o Centro mostra-se vivo e pujante. Deve isso à garra de comerciantes e empresários que conhecem, acreditam e investem no seu potencial. Não fossem esses aguerridos ‘salvadores do Centro’, a área já estaria abandonada. E não se pode dizer que o ar de desleixo se dá em função da falta de projetos e obras. Foram muitos os recursos gastos e poucos os resultados. Ações descompassadas, desintegradas umas das outras, incapazes de restaurar as bases físicas e paisagísticas de territórios vivos e animados.

O Centro tem um a enorme capacidade de atração e, apesar de todo abandono, resiste. O setor público com seu corpo técnico parece ignorar a dinâmica daquele bairro da Cidade. Os novos projetos envelhecem rápido, diferentes dos equipamentos antigos, bem implantados. Cidade da Criança, Passeio Público e Praça dos Leões são exemplos de recantos valorizados pelos fortalezenses. O frágil controle oficial ocasiona usos indevidos e transgressões que degradam os equipamentos urbanos, desgastam o mobiliário, agridem a estética e comprometem o bem-estar da área central.

As ruas de pedestres, os conhecidos “calçadões”, estão em situação deplorável. Pobre Guilherme Rocha, antiga Rua do Ouvidor, tão charmosa no passado com lojas elegantes e edifícios de prestígio. A Liberato Barroso está tomada por camelôs. Nos dois calçadões, já não se percebem os desenhos do projeto traçado para aformosear as duas vias.

Na Praça do Ferreira, a desolação maior. Fica difícil esperar solução via planejamento quando constatamos o estado deplorável daquele logradouro tão querido dos cearenses.

O Centro com suas praças e seus grandes equipamentos conta com um público que garante movimento e anima o cotidiano do bairro. Os turistas também se interessam. Eles lotam o Mercado Central e a antiga Emcetur. Visitariam mais o Centro não fora ele tão abandonado. O Theatro José de Alencar é uma das principais âncoras da área central. A Praça não condiz com a importância e magnitude do majestoso templo da dramaturgia cearense. O mesmo acontece com o Cine São Luiz.

O que mudou na Rua Conde D’Eu? Quais são as melhorias? E o entorno da Catedral, de que forma melhorar a paisagem urbana, destacar o belo templo sem descaracterizar o seu conjunto? O riacho Pajeú reaparece timidamente em alguns trechos do Centro. Poderia ser interessante valorizá-los, criar oportunidades para que crianças e mesmo adultos tenham certeza da existência dele na Cidade.

*José Borzacchiello da Silva

borza@secrel.com.br
Geógrafo e professor emérito da UFC.

MP deflagra Operação Vera Pax e prende pessoas ligadas a facções criminosas no Vicente Pinzon

O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), deflagrou na manhã desta quarta-feira (20), com o apoio da Polícia Civil a Operação Vera Pax, que investiga a união de facções criminosas no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza. Nessa fase da operação foram expedidos pelo juíz da 18a Vara Criminal de Fortaleza 10 mandados de prisão preventiva e seis pessoas já foram presas.

A organização criminosa investigada atuava dentro e fora dos presídios cearenses na prática dos crimes de tráfico de drogas, roubo de veículos e homicídios para a consolidação de território em diversas comunidades abrangidas pelo bairro Vicente Pinzón. Durante a operação, Felipe Pereira Silva, Daniel Júnior dos Santos da Silva, Algirlânia dos Santos Nogueira, Wanderson de Abreu Rocha, Inácia Gabrielle Martins Soares, Carmélia dos Santos Silva, Carlos dos Santos Silva, Tiago André da Lima Costa, Wellington Menezes e Charliene Silva dos Santos tiveram a prisão preventiva decretada. Até o momento seis pessoas já foram presas e as buscas continuam para que todos os mandados sejam cumpridos.

De acordo com os promotores de justiça do GAECO Felipe Diogo, Manoel Epaminondas e Eloilson Landim, a investigação demonstrou que o grupo se valia de uma falsa pregação de paz nas comunidades, inclusive com a organização de ‘marchas pela paz’, sendo que o único intuito era de fato consolidar os negócios ilícitos de venda de drogas e roubos qualificados na região. O nome da operação é em alusão à verdadeira paz para as comunidades, que será obtida através da prisão dos investigados.

A investigação, conduzida pelo GAECO em parceria com a Delegacia do 9º Distrito Policial, foi realizada no primeiro bairro de Fortaleza a abrigar a Unidade Integrada de Segurança (Uniseg). A unidade é uma das diversas ações previstas no Pacto por um Ceará Pacífico, do Governo do Estado. O Pacto abrange programas, projetos e ações voltadas para a prevenção da violência e a redução da criminalidade e tem o objetivo de construir uma cultura de paz em todo o território cearense. Para isso, opera a partir de políticas públicas interinstitucionais de prevenção social e segurança pública.

(Site do MP/CE)

Procon Fortaleza notifica Coelce sobre aumento da conta de luz

NEGOCIOS

O Procon Fortaleza notificou, nesta quarta-feira, a Companhia Energética do Ceará (Coelce) para apurar aumento abusivo nas contas de energia elétrica de consumidores da Capital. A Companhia tem 10 dias úteis para justificar o índice de 13,64%, valor acima da inflação e o maior do Nordeste, nas tarifas residenciais de Fortaleza a partir desta sexta-feira (22), conforme liberado pela Aneel.

Para o Procon, o reajuste acima da inflação dos últimos doze meses requer que a Coelce explique aos órgãos de defesa do consumidor, bem como aos usuários, os parâmetros que resultaram na elevação.

Segundo a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) proíbe a elevação de preços sem justa causa.

DETALHE – A Coelce é a terceira no rankin das empresa com o maior número de queixas no Procon Fortaleza, contabilizando 762 atendimentos em 2015, um aumento de 107% em relação a 2014.

Prefeito vai entregar o terceiro cachorródromo

419 1

caco

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai entregar, nesta quarta-feira, às 18 horas, a  nova Praça Deputado Paulo Benevides, no bairro Messejana. O espaço ganhará uma Academia Ao Ar Livre, parque infantil, novas quadras de basquete e vôlei de areia e outra novidade: um cachorródromo

Esse tipo de benefício será o terceiro que o prefeito entregará. Cachorródromos já operam na Praça da Igreja da Glória e na Praça do Guajeru.

DETALHE – O cachorródromo serve para o lazer dos cães e também para campanhas de vacinação e orientação de veterinários.

(Foto – Divulgação)

Crítica Radical fará o cortejo “Impeachment da Política”

rossa

Nesta quarta-feira, a partir das 15 horas, na Praça do BNB (Centro), o movimento Crítica Radical se concentrará para um cortejo intitulado “Impeachment da Política”. De lá, o grupo seguirá, em cortejo, para a Praça do Ferreira.

“Ali, nós faremos um ato para denunciar que não adianta apostar em mudança na política neste sistema Capitalista”, explica Rosa da Fonseca, uma das líderes do Crítica Radical.

No último domingo, o grupo circular as feiras da Parangaba e de Messejana fazendo a divulgação desse atro de protesto.

Comissão do Impeachment: Raimundo Lyra (PMDB) será o presidente e Anastasia (PSDB) o relator

Do Blog da Cristiana Lobo:

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), indicou o senador Raimundo Lyra (PMDB-PB) para ser o presidente da Comissão Especial do Impeachment no Senado, enquanto o relator indicado pelo PSDB é o senador Antonio Anastasia (MG). Raimundo Lyra tem atuação discreta no Senado e foi cotado no Palácio do Planalto para ser líder do governo, em substituição a Delcídio do Amaral (sem partido), que foi preso em novembro passado e fez delação premiada.

Os partidos têm até sexta-feira para indicar seus representantes à Comissão e, a partir daí, será definido o ritmo dos trabalhos. Os oposicionistas querem acelerar o processo e os governistas, retardar. Mas é consenso que o pedido de afastamento irá ser acolhido na Comissão e depois vai ao plenário, já que, para isso, é preciso maioria simples – a metade mais um votos.

No Senado, neste momento, todos fazem contas sobre os aliados do governo: a conta da oposição é que o governo pode contar com segurança com o voto de 21 senadores, número insuficiente para barrar a cassação do mandato da presidente Dilma se o julgamento fosse hoje.

Como o julgamento ocorre no prazo de até 180 dias depois do afastamento do cargo, os governistas dizem contar com o desgaste de Temer depois de assumir a presidência, diante da crise econômica e também do andamento da Operação Lava Jato, que vem atingindo nomes importantes do PMDB – a começar pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

PT nacional manda suspender encontros municipais de tática eleitoral. A ordem é luta contra impeachment

fotopt

O diretório estadual do PT está reunido, nesta quarta-feira, no Hotel Amuarama. Sob comando do presidente Francisco de Assis Diniz, avaliação do momento nacional após o processo do impeachment de Dilma Rousseff, que foi aprovado pela Câmara dos Deputados.

No encontro, o partido discute a resolução do diretório nacional petista mandando suspender encontros municipais de tática eleitoral da legenda, por conta da conjuntura. A prioridade é salvar o mandato da presidente Dilma e depois tratar de pleitos.

* Eis a Resolução:

resolugg

VAMOS NÓS – Diante da postura do PDT de ter lutado contra o impeachment de Dilma e da necessidade de manter esse apoio, suspender discussões sobre tática eleitoral nos municípios significa dizer que em Fortaleza os pedetistas continuam aguardando do PT o mesmo apoio dado ao dilmismo. O prefeito Roberto Cláudio, diante da junção de forças do PSDB e PMDB, por exemplo, pode angariar apoio e a vice acabar indo para algum petista. No PT, salvar o que puder, se Dilma cair, parece, será a tônica.

O que dizem Elmano de Freitas e Luizianne Lins, que puxam a tese da candidatura própria do PT em Fortaleza?

Inflação oficial – Prévia sobe 0,51% em abril

“Depois de sinais de desaceleração, a inflação – medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) – voltou a acelerar ao fechar abril com alta de 0,51%, resultado 0,08 ponto percentual acima dos 0,43% de março. Apesar da alta de março para abril, o resultado acumulado nos quatros primeiros do ano ficou em 3,32%, abaixo de 1,29 ponto percentual dos 4,61% registrados em igual período do ano anterior.

Os dados relativos ao IPCA-15, previa da inflação oficial do pais medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foram divulgados hoje (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O IPCA-15 tem a mesma metodologia do IPCA e se refere a famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos. Abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador, Curitiba, Brasília e Goiânia. A metodologia utilizada é a mesma do IPCA, a diferença está no período de coleta dos preços e na abrangência geográfica.

Inflação acumulada

A pesquisa indica que a inflação acumulada nos últimos 12 meses (9,34%) ficou também abaixo dos 9,95% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em abril de 2015, a taxa havia sido de1,07%. Segundo o levantamento do IBGE, alimentação e bebidas, com alta de 1,35%, e saúde e cuidados pessoais, com 1,32%, foram os grupos que apresentaram os maiores resultados em abril relativos ao IPCA-15.

No caso dos alimentos, a alta de 1,35% contribuiu com 0,34 ponto percentual na formação do índice do mês, respondendo por 67% dele. O item frutas (8,52%) deteve a maior contribuição individual (0,09 ponto percentual). Além das frutas, outros produtos ficaram mais caros de um mês para o outro, sobretudo, o açaí (11,80%), cenoura (8,77%), leite (5,76%), hortaliças (5,02%), batata-inglesa (4,80%) e feijão-carioca (4,19%). Por outro lado, o tomate (-8,63%) e a cebola (-3,35%) ficaram mais baratos.

Já os remédios, 2,64% mais caros, se destacaram no grupo saúde e cuidados pessoais (1,32%), reflexo de parte do reajuste de 12,50% em vigor a partir de 1º primeiro de abril. Plano de saúde (1,06%), artigos de higiene pessoal (0,70%) e serviços laboratoriais e hospitalares (0,66%) são outros destaques no grupo.”

(Agência Brasil)