Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Franceses evitam sair às ruas após atentados que mataram 128 pessoas

A movimentação nas ruas de Paris neste sábado (14)  é muito menor do que a de costume, após os atentados terroristas que mataram 128 pessoas e deixaram cerca de 300 feridos na capital francesa. Pelo menos 80 pessoas estão em estado grave. A recomendação do presidente François Hollande foi seguida pela maioria da população, e as ruas estão vazias, inclusive no centro da cidade e em monumentos.

O repórter da Rádio França Internacional, Helcio Ramalho, informou que andou perto da Bastilha e em outros locais da cidade, onde poucas pessoas estão nas ruas.

Perto da casa de show Bataclan, franceses e turistas depositam flores em homenagem aos mais de 80 mortos atingidos ali, onde peritos trabalham para identificar vítimas e recolher indícios do atentado. “Os moradores do bairro demonstram apreensão. É uma atmosfera pesada”, afirmou Ramalho.

“Diferentemente do atentado de janeiro ao Charlie Hebdo, dessa vez o ataque foi a pessoas comuns e não a alvos específicos. Por algum tempo teremos de conviver com a sensação de insegurança”, acrescentou Ramalho em entrevista aos jornalistas Bianca Paiva e Leandro Martins, da Rádio Nacional de Brasília.

(Agência Brasil)

Cineteatro São Luiz recebe neste domingo “Clássicos Populares”

foto teatro dança

No espetáculo “Clássicos Populares – Uma homenagem à canção” o público irá reviver grandes momentos da música brasileira, neste domingo (15), a partir das 18 horas, no Cineteatro São Luiz, no Centro, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult).

Em uma concepção criativa unindo a magia da dança – criada pela Breu Cia.de Dança – a um show liderado pelos cantores Raimundo Arrais, Ayla Maria, Franklin Dantas e Giovana Bezerra. No repertório, composições inesquecíveis de Dolores Duran, Lupicínio Rodrigues, Pixinguinha, Vinicius de Moraes, Cartola, Evaldo Gouveia, Noel Rosa, entre outros, embalam a noite.

O espetáculo tem classificação livre, com ingressos ao preço de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), à venda na bilheteria do São Luiz.

(Secult)

Tragédia festejada

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (14), pelo jornalista Érico Firmo:

A madrugada da quinta-feira foi um dos momentos mais trágicos já vividos pela Capital. Um crime pavoroso, o maior que Fortaleza já conheceu. Porém, a comoção não tem a dimensão da violência. Caetano Veloso já cantou sobre o “silêncio sorridente de São Paulo diante da chacina” do Carandiru. Pois em Fortaleza o sorriso não é silencioso. É escancarado, ruidoso. Sobretudo nas redes sociais, chegou a haver comemoração pelas mortes. Sem que houvesse informações que sustentassem a suspeita – sem que nem ao menos se conhecesse a identidade dos assassinados – difundiu-se que seriam criminosos. Daí, conduziu-se à conclusão de que a morte deles é bem-vinda.

No Facebook e no Whatsapp, houve gente dizendo ter sido justo o assassinato de quem nem conheciam e sobre quem nada sabiam. Aplaudiram a chacina, justificaram o massacre, protegeram os homicidas. Pessoas foram capazes de apoiar assassinatos a priori, antes de terem quaisquer informações sobre as vítimas. Não que alguma ficha criminal pudesse justificar as mortes. Ninguém merece ser assassinado, independentemente dos crimes que pesem contra si. Porém, assusta mais ainda que as pessoas aprovem a morte alheia às cegas. É aterrador que se tenha atingido semelhante grau de barbárie.

Algumas mortes são não apenas toleradas: são tratadas como desejáveis. Cotidianamente, jovens de periferia morrem e a culpa é atribuída à guerra de tráfico. Não há preocupação em identificar e punir culpados. É como se a vítima fosse culpada da própria morte. No massacre da Grande Messejana, informações oficiais apontam que nenhum tem envolvimento com tráfico. Mesmo que tivessem. Não importa. Não há pena de morte no Brasil. Muito menos aplicada sem julgamento e sem defesa. Pretensos “justiceiros” – do tráfico ou de onde for – atribuem-se poder de vida e morte. São juízes e carrascos. É a ausência de lei, a falência da civilização. Se a punição por descumprir lei está também fora da lei, tem-se o faroeste, barbárie.

A ausência de antecedentes criminais das vítimas não quer dizer que eles poderiam ter sido mortos caso tivessem relação com o tráfico. Mas enfraquece bastante a hipótese de guerra entre gangues.

Papa Francisco diz que ataque a Paris ‘não é humano’

O papa Francisco disse neste sábado (14) que os atentados terroristas de Paris “não têm justificação religiosa ou humana”. “Isto não é humano”, destacou o papa em declaração ao canal de televisão TV200, da Conferência Episcopal Italiana.

“Estou comovido… Não entendo essas coisas feitas por seres humanos. Por isso, estou comovido e rezo”, acrescentou Francisco por telefone.

“Sinto-me muito próximo do povo francês, tão amado. Estou próximo dos familiares das vítimas e rezo por todos eles.”

Questionado sobre se os ataques são uma amostra da “guerra mundial aos pedaços” a que ele tem se referido frequentemente, Francisco afirmou que “este é um pedaço”. Segundo ele, não há justificativas para essas coisas.

Numa mensagem enviada antes ao arcebispo de Paris, cardeal André Vingt-Trois, Francisco tinha condenado vigorosamente os atentados e disse que “a violência não pode resolver nada”.

Pelo menos 127 pessoas morreram e 180 ficaram feridas, 80 dos quais em estado crítico, nos diversos atentados da noite dessa sexta-feira (13) em Paris, de acordo com fontes policiais francesas.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controle de fronteiras após os ataques classificados pelo presidente François Hollande como “ataques terroristas sem precedentes.

(Agência Brasil)

Fortaleza poderá ficar sem as cirurgias de catarata do ‘Natal Cristalino’

127 44

Em nota enviada ao Blog, o presidente da Sociedade Cearense de Oftalmologia, Newton Andrade Junior, informa que a classe médica não deverá participar do Edital de Chamada Publica nº 001/2015 – SMS, de entidades prestadoras de serviços de assistência à saúde, interessados em participar, de forma complementar, do Sistema Único de Saúde do Município de Fortaleza para realização de cirurgias eletivas de catarata com implantação de lente intraocular. Confira:

O aumento percentual ao longo dos anos de todos os serviços necessários para o funcionamento das clínicas oftalmológicas levou a uma completa inviabilização financeira dos prestadores de serviço. O IPCA de 2000 até 2015 houve acúmulo de 141,48%. Nesse mesmo período a agência ANS permitiu reajuste de 193,2% para os planos de saúde e o governo federal aumentou o salário mínimo em 364,58%. Seguindo as tendências inflacionárias a ANEEL concedeu ao longo desses 10 anos 234,0% de aumento na tarifa de energia. Nesse contexto não poderíamos deixar de citar os produtos médicos hospitalares que praticamente triplicaram de preço nesses 15 anos.

Em 29/11/2000, o governo federal, através da portaria (GM / MS número 1311), publicada no Diário Oficial, estabeleceu o preço da cirurgia de catarata em R$ 643,00. Desde então nenhum reajuste foi feito. Lembrando que mesmo assim a cidade de Fortaleza foi a única do País a pagar 543,00 aos seus prestadores.

Enquanto não acontece um reajuste a nível nacional, várias prefeituras do País já realizam incentivos à tabela do SUS. Um exemplo foi o que aconteceu em 2013 com Florianópolis (http://www.pmf.sc.gov.br/arquivos/arquivos/pdf/09_05_2013_11.11.29.7ed36d15f22702bd2745afb9f98a3ffe.pdf), onde a prefeitura, em uma medida emergencial, dobrou preço de todos os procedimentos oftalmológicos ligados ao sistema único de saúde.

A classe oftalmológica em Fortaleza foi pega de surpresa com a suspensão das cirurgias de catarata pela Secretaria de Saúde do Município, em outubro de 2014. Tivemos que nos moldar a uma nova situação financeira em um cenário econômico nacional extremamente desfavorável. Ficamos sem realizar o procedimento até julho de 2015, onde repentinamente a secretaria acenou pela volta do procedimento.

Na oportunidade do retorno às atividades, a Sociedade Cearense de Oftalmologia protocolou no Município uma proposta de reajuste, mas, infelizmente, não percebemos o empenho necessário por parte da secretaria, que com a alegação de falta de dotação orçamentária para aumentar os valores negociados interrompeu as negociações.

A Sociedade de Oftalmologia está pronta para trabalhar de braços dados com a Prefeitura em campanhas, não só de cirurgias de catarata, mas em uma assistência completa à saúde ocular do fortalezense. Temos certeza que o reajuste é muito justo, sendo construído ao longo de várias assembléias da classe, onde o bom-senso sempre prevalecia. Temos a obrigação de ressaltar o aumento dos custos que a cirurgia de catarata vem sofrendo ao longo de todos estes anos e que, na excelência que o procedimento exige, torna-se impraticável sob estes valores defasados.

Acredito que a hora seja de união entre a Prefeitura e a Sociedade Cearense de Oftalmologia e que sua participação nestas negociações são indispensáveis para um bom desfecho.

A Sociedade Cearense de Oftalmologia preza pelo princípio do diálogo e da justiça. Acredito que teremos o total empenho, por parte do prefeito Roberto Cláudio, e tenho fé em um resultado positivo para todos os cidadãos da Capital Alencarina.

Lama da Samarco – O discurso tóxico que igual o PT ao PSDB

Com o título “Onda nacional”, eis a crônica do jornalista Henrique Araújo, abordando o mar de lama provocado pela Samarco em dois Estados. Confira:

Há algo de tristemente simbólico quando um tsunami de lama mercurial atravessa dois estados, envenenando mananciais, devastando cidades e matando pessoas, e segue irrefreável em direção à praia. E não falo de significados mais evidentes, como a palavra lama num contexto de operação Lava Jato pode sugerir. Nem da expressão “mar de lama”, eternizada no gesto de autossacrifício de Getúlio Vargas décadas atrás, quando se viu acossado sabe-se lá por que ou quem. Tampouco me refiro à perigosa onda conservadora, tão antiga e violenta quanto a atividade de mineração nas terras das Gerais.

O pavoroso numa catástrofe como a de Mariana (MG) é essa quase confidencialidade que cerca o assunto e a sacralidade ao se pronunciar os nomes das empresas envolvidas, a Samarco e suas controladoras, a Vale do Rio Doce e a estrangeira BHP. É essa ausência de explicações e responsáveis por uma das maiores tragédias ambientais em décadas, que atinge cerca de meio milhão de pessoas e deve produzir estragos por muito tempo ainda. É o discurso tóxico que iguala PT (o governador de Minas Fernando Pimentel) e PSDB (o senador Aécio Neves): não é hora de procurar culpados.

Mas, se a hora não é agora, quem vai dizer ao pai internado num hospital que a morte de sua filha de cinco anos poderia ter sido evitada caso a companhia tivesse dado ouvidos a alertas feitos pelo Ministério Público três anos atrás? Tem algum CEO preparado para informar que o corpo de uma criança arrastado na lama foi um fenômeno da natureza e não responsabilidade dos homens? Alguém na Vale foi suficientemente treinado para mentir?

Melancólica e reveladora coincidência. Na mesma semana em que a barragem da Samarco se rompeu e ficou evidente que a mineradora não havia preparado um plano de evacuação em caso de acidente, colocando a vida de milhões em risco, a Rede Record conseguiu um feito: monopolizou as atenções da audiência nacional, pulverizada entre mil e uma atrações. A televisão do bispo consumou o seu sonho dourado: sobrepujou sua principal rival, a Rede Globo, alcançando média de 30 pontos no Ibope. Logrou esse êxito com uma cena icônica – a travessia do Mar Vermelho, uma passagem bíblica na qual, liderados por Moisés na fuga do Egito, os hebreus esperam um sinal divino, que vem sob a forma de uma fenda em meio às águas através da qual escapam. Estimada em R$ 1 milhão e finalizada em Hollywood, a sequência inundou as redes sociais, com dezenas de milhares de menções, e provocou uma avalanche de elogios por seu apuro técnico ao canal administrado por um grupo empresarial cujos interesses se originam em três negócios rentáveis: a fé, o entretenimento e a política.

Os brasileiros atingidos pela barragem da Samarco não puderam contar com a mesma sorte das personagens da novela: no último domingo, não houve quem, apelando aos céus ou a deputados, se interpusesse entre eles e a desgraça lamacenta e, com a força do cajado ou da ciência, criasse, no meio da onda, um ponto de fuga. Hoje, quase uma semana depois, ainda há desaparecidos, e os prejuízos são incalculáveis.

E é aí que tudo se encaixa neste país esquisito em que qualquer autoridade, pública ou privada, se sente à vontade para se fechar em copas quando o bicho pega e o presidente da Câmara assegura que se tornou milionário vendendo carne enlatada. De ponta a ponta, há muitas ondas varrendo o Brasil. A da lama. A do conservadorismo. A das mulheres. Fico com a última. E espero que as demais nunca cheguem à praia.

* Henrique Araújo,

Jornalista.

Senado põe fim a barreiras para que Estados e Prefeituras façam caixa com venda de dívidas

O Plenário do Senado aprovou o Projeto de Resolução dessa Casa Legislativa (PRS) 50/2015, que elimina barreiras às operações de cessão de créditos da dívida ativa de Estados e Municípios. A medida aprovada é uma antiga reivindicação da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Os autores argumentam que a legislação atual acabou “criando barreiras inadequadas à operação de cessão de créditos da dívida ativa”. Igualaram-se as operações de cessão de créditos às de antecipação de receitas de royalties – “duas ações de natureza completamente distinta”.

A expectativa é que a mudança impulsione os Entes Federados a vender os créditos para fazer caixa, no momento de dificuldades financeiras.

(Com Agência Senado)

Camilo Santana anistia dívidas dos agricultores do Hora de Plantar

Estiagem

Uma boa-nova vindo do Palácio da Abolição: o governador Camilo Santana (PT), através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), anistiou as dívidas de 132.600 mil agricultores que são beneficiados com o projeto Hora de Plantar. Ele assinou portaria autorizando a dispensa do pagamento.

A medida, já publicada no Diário Oficial do Estado, atende à solicitação da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), considerando o quarto ano consecutivo de estiagem e a dificuldade dos agricultores com a produção de safra.

Essa é a 4ª vez consecutiva que o governo adota essa medida. Neste ano deixa de arrecadar R$ 9,5 milhões. A medida atende 182 municípios cearenses, mesmo aqueles que não estão em estado de emergência decretada por conta da estiagem. Ficam de foram apenas os municípios de Fortaleza e Eusébio, pois não possuem zona rural.

Para o coordenador do programa Hora de Plantar, Itamar Lemos, a iniciativa facilita a vida dos produtores e ameniza os possíveis prejuízos. “O Programa Hora de Plantar tem a premissa de beneficiar os agricultores com desconto de 50% no preço das sementes e mudas que recebe. Ampliando esse benefício, o governador Camilo Santana, sensibilizado com a situação dos agricultores, estende esse benefício para 100% de desconto.

Perdas de Safra

As perdas da safra deste ano, segundo o IBGE, superam 70%. O Estado vive seu quarto ano consecutivo de chuvas abaixo da média, com perspectivas de encontrar mesmo quadro ano que vem.

Prefeitura tem sete projetos aprovados para a XXI Conferência do Clima

A Prefeitura de Fortaleza teve aprovados sete projetos no Programa de Ações Transformadoras (TAP) do ICLEI (Governo Local para Sustentabilidade) para serem apresentados na 21ª Conferência do Clima (COP21), em Paris.

Os projetos tratam de ações orientadas pelo Prefeito Roberto Cláudio através das secretarias de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e de Meio Ambiente (SEUMA) e tiveram inscrições realizadas pela Coordenadoria de Relações Internacionais e Federativas (CERIF).

Os projetos, além de serem exibidos na COP21, também estarão disponíveis para um público mais amplo, com o lançamento da Plataforma TAP. Esta plataforma on-line vai funcionar como uma central de projetos TAP, sendo uma plataforma de interação global para financiadores públicos e privados.

DETALHE – A 21ª Conferência do Clima (COP 21) está marcada para dezembro próximo. Torcer para que até lá o clima em Paris esteja ameno. Hoje é de terror.

Chacina em Messejana – Capitão Wagner admite conflito entre gangues

foto capitão wagner deputado estadual

Sobre a chacina em Messejana, que matou 11 pessoas, o deputado estadual Capitão Wagner (PR) assim se manifesta:

“Foi uma coisa espalhada e fica difícil relacionar. Está mais para conflito de gangues”. Mas ele diz ser preciso “investigar sem corporativismos”.

As investigações não descartam possível vingança pela morte do soldado Valterberg Chaves Serpa, 32, também assassinado quarta-feira ao tentar defender a esposa de um assalto.

Hora de apurar

Para o secretário Delci Teixeira, da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, confirmar a chacina como uma retaliação envolvendo policiais seria uma “surpresa”.

Entre as linhas de investigação, há outra: uma retaliação pela morte de Lindemberg Vieira Dias, na tarde da quarta-feira, 11. Ele era um dos líderes do crime na região e havia deixado unidade prisional no dia anterior.

Paris fecha espaços culturais e cancela competições desportivas após atentados

“O Ministério da Cultura de França anunciou hoje (14) o fechamento de museus, após os atentados de ontem (13) à noite na capital francesa. As competições desportivas previstas para a região parisiense também foram canceladas.

“Hoje, os espaços culturais públicos abertos ao público na Ile-de-France estarão fechados”, informou, por meio do Ministério da Cultura.

A Ópera de Paris cancelou os concertos previstos para hoje e a grande sala da Philharmonie permanecerá fechada durante o fim de semana. O Palácio de Versalhes e o Museu do Louvre chegaram a abrir as portas antes da decisão de fechar esses espaços.

Também todas as competições desportivas previstas para hoje e para amanhã (15) na região parisiense foram canceladas, destacando-se o jogo da Taça da Europa de rugby entre o Racing 92 e os Glasgow Warriors.

O Parque de Diversões Disneylândia, localizado a Este de Paris, também ficou fechado, em solidariedade às vítimas dos atentados.

Pelo menos 127 pessoas morreram e 180 ficaram feridas, 80 dos quais em estado crítico, em diversos atentados ontem à noite em Paris, segundo fontes policiais francesas.

Oito terroristas morreram, sete deles suicidas, que usaram cintos com explosivos nos atentados.

Os ataques ocorreram em pelo menos seis locais diferentes da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o Stade de France, onde ocorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.

A França decretou estado de emergência e restabeleceu o controle de fronteiras na sequência dos atentados classificados pelo presidente François Hollande como “ataques terroristas sem precedentes no país”.

(Agência Lusa)

Peemedebista se rebela contra possível ingresso de Luizianne no partido como pré-candidata à Prefeitura

63 2

GJL_0320
Nesta semana, o secretário-geral do PMDB cearense, João Melo, afirmou que o partido estava de portas abertas para receber a deputada federal Luizianne Lins (PT). Ela já entraria como pré-candidata à Prefeitura de Fortaleza em 2016.

Melo disse até que o pré-candidato Vitor Valim, deputado federal do PMDB, abriria mão da disputa em nome de Luizianne – que já foi prefeita, no que houve reação principalmente do ex-vereador Marcelo Mendes.

Mendes deixou claro, em nota enviada para o Blog:

“O também pré-candidato Vitor Valim pode até abrir mão de disputar, caso Luizianne Lins ingresse no nosso partido. Mas eu não abro mão! Quando fui vereador atuei em oposição à gestão dele. Seria incoerência da minha parte apoiá-la agora”.

(Foto – Divulgação)

Hollande decreta luto de três dias e atribui autoria de ataques ao Estado Islâmico

O presidente francês, François Hollande, decretou luto nacional de três dias devido aos atentados que mataram mais de 127 pessoas na noite dessa sexta-feira (13) em Paris. Hollande também convocou o Congresso Nacional para que discuta a questão, em sessão extraordinária na segunda-feira (16).

Em um discurso de dez minutos, na manhã deste sábado (14), no Palácio do Eliseu, sede do governo francês, Hollande atribuiu a autoria dos atentados ao Estado Islâmico.

(Agência Brasil)

Todos ainda pelo hub

foto andré facó secretário

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (14):

Os secretários Mauro Filho (Fazenda), André Facó (Infraestrutura) e Arialdo Pinho (Turismo) foram recebidos, nesta semana, em São Paulo, pela presidente da TAM, Cláudia Sender. Ali, colheram e apresentaram mais dados sobre o hub que a empresa aérea implantará no Nordeste.

Foi confirmado o adiamento da decisão sobre o local, mas, segundo André Facó, não é problema: “Teremos mais tempo para fechar nossa proposta”.

Fortaleza briga com Recife e Natal por essa ponte de conexão de voos internacionais, que promete aquecer o turismo da região. A TAM justificou que o adiamento é devido aos atrasos no desenvolvimento da infraestrutura aeroportuária nas três cidades concorrentes do equipamento.

A propósito: quem vai ao Pinto Martins, se depara com o esqueleto em que se transformou o canteiro das obras de ampliação do aeroporto. Um desestímulo.

Ceará enfrenta Vitória e tenta se distanciar do ‘fantasma do rebaixamento’

Recordista em número de vitórias seguidas na atual temporada da Série B, ao lado do Paysandu, o Ceará poderá chegar à sexta vitória consecutiva na tarde deste sábado (14), a partir das 17h30min (horário de Brasília), em Salvador, diante do Vitória, no complemento da 36ª rodada da competição.

Já o time baiano, que soma somente uma vitória nos cinco últimos jogos, praticamente assegura o acesso à Série A do próximo ano, caso derrote o Ceará.

Apesar do surpreendente desempenho nas cinco últimas partidas, quando deixou a zona de rebaixamento, após 28 rodadas, o Ceará corre o risco de voltar para a zona do desespero, caso perca para o Vitória e o Macaé vença o Atlético Goianiense. O Macaé joga esta noite em Goiânia.

Dilma manifesta solidariedade ao povo francês e condena a barbárie

A presidente Dilma Rousseff manifestou na noite dessa sexta-feira (13), por meio de sua conta no Twitter, a sua indignação com os ataques terroristas que deixaram pelos menos 120 mortos em Paris.

“Consternada pela barbárie terrorista, expresso meu repúdio à violência e manifesto minha solidariedade ao povo e ao governo francês”, disse a presidente.

O presidente francês, François Hollande, afirmou que a França vai lançar um combate implacável contra o terrorismo. “Vamos liderar o combate, que será implacável”, disse.

Hollande afirmou também que a França “não se deixará impressionar pelo sucedido” e vai manter-se unida.

(Agência Brasil)

Ceará registra três casos de bebês com microcefalia

“No Ceará, em 2015, foram registrados três casos de bebês que nasceram com microcefalia. Em 2014, foram sete. Os números foram divulgados em Nota Técnica da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), ontem, após o aumento significativo de casos no Nordeste, principalmente em Pernambuco, Bahia e Rio Grande do Norte.

O documento elaborado pela Sesa deve orientar as unidades de Saúde quanto à detecção, notificação, investigação e conduta frente a casos da doença, que é uma anomalia congênita na qual o cérebro do bebê é menor do que o normal. Na nota, que considera dados do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc), a indicação é de que não houve mudança no padrão de ocorrência de microcefalia em relação aos anos anteriores (quatro casos em 2011, seis em 2012 e dois em 2013).
Nordeste

Na quarta-feira, 11, o ministro da Saúde, Marcelo Castro, declarou estado de emergência em saúde pública por causa dos numerosos casos no Nordeste.

Em Pernambuco, foram registrados 141 casos suspeitos este ano (no ano passado, foram apenas 12). No RN, são 30 casos. No Piauí, 11 bebês nasceram com microcefalia este ano e três em 2014. A Bahia registrou 13 casos em 2015 e sete no ano passado. Paraíba confirmou três ocorrências, assim como Alagoas. Em Sergipe, foram 29 e outros 21 casos estariam sendo investigados.

No RN, infectologistas identificaram que muitas das mães que deram à luz bebês com a anomalia apresentaram sintomas de zika vírus durante a gestação. A relação, porém, ainda não foi confirmada.

De acordo com o infectologista Ronald Pedrosa, estudos deverão avaliar o número de casos e o período da gestação no qual a doença se manifestou. “Os episódios de zika foram mais intensos em PE, PB e BA. Quando tem uma incidência maior, a possibilidade de ter eventos adversos também é maior”, explicou. Ainda não é possível, porém, saber exatamente qual o impacto do vírus no feto.

Microcefalia

Conforme Ronald, a microcefalia geralmente está associada a doenças infectocontagiosas adquiridas pela mãe durante a gestação. Rubéola, toxoplasmose, hepatites e HIV são algumas dessas doenças. O especialista nega que o uso de drogas e álcool esteja associado a ocorrências da anomalia. “A microcefalia causa um retardo de desenvolvimento. Faz com que o cérebro fique acomodado em uma caixa menor, causando retardo neuromotor e déficit cognitivo”, descreve o infectologista. ”

(O POVO)