Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Responsáveis por 62% do endividamento das famílias, cartões de crédito podem ter juros de 700%

A Proteste Associação de Consumidores está lançando campanha em favor do estabelecimento de um limite máximo para os juros no rotativo do cartão de crédito, como existe em outros países no mundo, disse a coordenadora da entidade, Maria Inês Dolci. “A campanha é para pedir às autoridades para interromper esse cenário de juros no rotativo, para que haja um limite máximo”, disse.

Pesquisa da Proteste apurou que, juntamente com os cheques especiais, os cartões de crédito são uma dos principais causas do endividamento das famílias brasileiras. No caso dos cartões de crédito, as elevadas taxas de juros no rotativo impedem os consumidores de honrar seus compromissos. Alguns cartões praticam juros no rotativo superiores a 700% ao ano, revela a pesquisa anual da organização, atualizada em julho passado.

“Hoje não há limite: 62% das famílias brasileiras estão endividadas e o cartão de crédito foi apontado por 77,2% das famílias endividadas como a principal dívida”, disse Maria Inês.

A coordenadora destacou que a concessão do crédito aos consumidores nos cartões é muito facilitada no país, o que colabora para o endividamento. “Adquirir um cartão com limite superior à renda é mais comum do que se imagina e você tem condições de pagamento tentadoras em dez, seis vezes. Daí a necessidade de se interromper esse cenário de juros no rotativo abusivo para o consumidor”.

A proposta é para que seja permitida a cobrança de juros no rotativo de até o dobro dos juros do Certificado de Depósito Interbancário (CDI), mecanismo aplicado pelos bancos quando pegam empréstimos entre instituições financeiras. A taxa para o rotativo do cartão de crédito teria revisão a cada ano. Atualmente, a taxa CDI é 10,81% ao ano.

(Agência Brasil)

PR tem novo presidente em Aquiraz, com apoio de Cabo Sabino e Capitão Wagner

foto rádio gleudson rosa aquiraz

O radialista Gleudson Rosa assumiu a presidência do PR, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, com apoio do deputado federal Cabo Sabino, do deputado estadual Capitão Wagner, além do ex-governador Lúcio Alcântara.

Determinado a discutir os problemas do município, o dirigente assegura que no próximo mês o partido já apresenta os nomes para as disputas das eleições de 2016.

“Estamos construindo um PR forte em Aquiraz, ao lado da juventude e das mulheres que desejam uma política de desenvolvimento para o município. O partido está cada vez mais firme, em sintonia com os anseios da população”, comentou Gleudson Rosa.

G20 admite crescimento lento, mas espera aceleração da economia mundial

O G20 reconheceu nesse sábado (6), em Ancara, na Turquia, que o crescimento da economia mundial foi mais lento do que o esperado nos últimos tempos, mas anunciou que existe por parte de seus membros confiança em uma aceleração na recuperação econômica.

“O crescimento mundial está aquém das nossas expectativas. Comprometemo-nos a tomar medidas para intensificar o crescimento econômico e, por isso, estamos confiantes que a recuperação venha a acelerar”, declararam os ministros das finanças e os presidentes de bancos centrais. Pelo Brasil, participam o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini.

As discussões dos membros do G20 foram centradas na desaceleração da economia chinesa e a vulnerabilidade de muitas economias emergentes, além da possibilidade de elevação dos juros americanos. Caso isso aconteça, existe o risco de mais elevação no valor do dólar provocada pela migração dos investimentos em busca de melhores rendimentos nos Estados Unidos.

O G20 é formado pelos ministros das finanças e chefes dos bancos centrais das 19 maiores economias do mundo, mais a União Europeia.

(Agência Brasil)

Plenário pode votar projeto que combate guerra fiscal entre municípios

O Plenário da Câmara dos Deputados poderá votar, a partir de terça-feira (8), o Projeto de Lei Complementar (PLP) 366/13, do Senado, que fixa em 2% a alíquota do ISS (Imposto sobre Serviços), de competência municipal e do Distrito Federal, na tentativa de acabar com a guerra fiscal entre os municípios. A minirreforma eleitoral (PL 5735/13) também entrará na pauta assim que o Senado votar a redação final de seu substitutivo.

Para tentar acabar com a disputa entre municípios por empresas atraídas pela redução do ISS, o PLP 366 especifica que esse imposto não poderá ser objeto de isenções, incentivos e benefícios tributários ou financeiros, inclusive redução da base de cálculo ou crédito presumido.

Os estados e o DF terão um ano a partir da publicação da futura lei para revogar os dispositivos que concedem as isenções. A vigência está prevista para o mesmo prazo, um ano após a publicação.

(Agência Câmara Notícias)

HUB – Senadores do Ceará voltam a se reunir com executivos da Latam

foto tasso e tam e eunício

Os senadores cearenses Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati voltam a se reunir com os executivos do Grupo Latam (formado pela fusão das companhias aéreas Lan Airlines e a TAM), no próximo dia 17, em São Paulo.

A reunião contará com a presença da presidente da TAM, Claudia Sender, e discutirá as condições do Ceará para sediar o HUB da Latam, ponto de conexões de voos internacionais da companhia. Será a terceira vez que os senadores se reunirão com a representante da empresa aérea.

Heitor Férrer e Danilo Forte já trabalham como integrantes do PSB

foto psb heitor e danilo

O deputado estadual Heitor Férrer e o deputado federal Danilo Forte se reuniram na manhã deste sábado (5), em uma padaria na Aldeota, onde definiram as primeiras medidas que adotarão, quando se filiarem ao PSB.

Heitor Férrer está deixando o PDT, após a confirmação da entrada no partido dos irmãos Ferreira Gomes e do grupo político do Pros, liderado por Ciro e Cid Gomes. Já Danilo Forte não esconde a insatisfação com o comando do PMDD no Ceará, que tem à frente o senador Eunício Oliveira.

Heitor já está com a palavra empenhada do presidente do PDT no Ceará, André Figueiredo, que não haverá reclamação do mandato. Já Danilo… olha o Gaudêncio!

(Foto: Arquivo/Divulgação)

O maior teste para Camilo

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (5), pelo jornalista Érico Firmo:

Um mês atrás, depois de quase um ano e meio de vácuo de informação, o governo voltou a divulgar os números de roubos e furtos no Ceará. Na ocasião, o Estado comemorava o sexto mês seguido de redução de homicídios, mas se deparava com quantidade espantosa de roubos e furtos. Foram 8,9 mil ao longo do mês de julho. Um mês depois, o cenário é diferente. O número de homicídios voltou a crescer, enquanto os crimes contra o patrimônio tiveram queda. Este último dado mostra o começo de uma melhora no tipo de crime que tem maior impacto para a sensação de insegurança generalizada. Porém, o primeiro dado coloca em questão a mais urgente das tarefas do poder público no Ceará.

O grande resultado do primeiro semestre de governo Camilo Santana (PT) havia sido justamente a redução dos índices de homicídio. Foi a primeira diferença que conseguiu demarcar em relação ao antecessor e apoiador Cid Gomes (Pros). Como O POVO já vinha apontando, a receita que vinha dando certo agora passará pelo mais árduo teste. E o primeiro resultado não foi nada bom. Pela primeira vez em sete meses, os homicídios voltaram a apresentar aumento. A estratégia até então bem sucedida está em questão.

O governo Camilo teve sucesso nos primeiros meses, colhendo também frutos da continuidade da política adotada na fase final do governo Cid. Porém, esse modelo pode estar conhecendo seu primeiro limite. A interrogação é se as mesmas medidas continuarão a dar frutos. Ou se há necessidade de uma nova etapa para ir além. Esse talvez seja o maior desafio do governador.

No primeiro semestre, o governo foi favorecido pelos péssimos números da primeira metade do ano passado. Como a comparação é com o mesmo mês do ano anterior, conseguir a redução era relativamente simples. Afinal, o parâmetro de referência era o pior possível. Porém, a partir de agosto de 2014, o quadro começou a melhorar. Então, a referência de comparação já não é tão fácil de ser alcançada. Em setembro, obter a redução será ainda mais complicado. No ano passado, o mês foi o que apresentou maior redução.

Porém, se seguir reduzindo o número de homicídios não é mais tão simples, há de se considerar que os indicadores permanecem muito acima de parâmetros civilizados. Está-se longe de uma realidade na qual se possa afirmar que não há mais gordura para queimar.

INSS – Mais de 10 mil ficam sem atendimento no primeiro dia de greve dos peritos

Balanço do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) mostra que mais de 10 mil perícias deixaram de ser feitas no primeiro dia de greve dos peritos. A categoria paralisou as atividades nessa sexta-feira (4), juntando-se ao movimento grevista dos outros servidores da autarquia, que já dura dois meses.

A perícia médica é exigida para que o cidadão receba benefícios como o auxílio-doença, a aposentadoria por invalidez, a aposentadoria especial e o reconhecimento de acidentes de trabalho. Para essa sexta-feira estavam agendadas 24.574 perícias – 14.140 foram feitas e 6.839 precisaram ser reagendadas.

O INSS orienta o segurado que tem perícia médica agendada a ligar para a Central 135 e consultar a situação do atendimento na agência da Previdência Social para a qual foi destinado. Quem não for atendido devido à greve dos peritos, terá a data remarcada e poderá confirmar o novo atendimento pelo telefone 135. O INSS informou que, para evitar prejuízo financeiro aos beneficiários, a data originalmente agendada será considerada para efeito de entrada do requerimento.

A categoria reivindica a redução da carga horária de 40 horas para 30 horas, a incorporação de benefícios ao salário, a redução de níveis de progressão, a recomposição do quadro de peritos e o aumento salarial de 27%, dividido em dois anos.

(Agência Brasil)

Dedé Flanelinha e a sinceridade na ‘pastoração’ de carros

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Q3FMCbUoLQU[/youtube]

Algum motorista já relatou nas redes sociais que um flanelinha, que muitas vezes recebe o pagamento adiantado pela “pastoração”, conseguiu evitar o furto ou o roubo de um veículo? Flanelinhas estariam preparados para enfrentar qualquer tipo de situação? Quem responde, de forma bem humorada, é o Dedé Flanelinha, personagem do jornalista e humorista cearense Glayco Salles, no canal Caco na Rede no You Tube.

Nem tudo está perdido

Em artigo no O POVO deste sábado (5), o jornalista Luiz Henrique Campos destaca o sistema rústico de estudantes, na marcação da fila do ônibus, que possui como base o respeito ao próximo. Confira:

Em frente ao O POVO está instalada uma unidade da Faculdade Maurício de Nassau, onde todos os dias dezenas de estudantes geram intensa movimentação no entorno. Nesta semana, eu estava nos jardins do jornal, no fim de tarde, e observei uma atitude que me chamou a atenção.

Na calçada ao lado do jornal, de vez em quando, aparecia um desses universitários e colocava um objeto no chão, como se estivesse marcando algo. Assim, podia-se ver tampas de garrafa, latinha de refrigerante, um graveto ou uma pedra pequena, todos organizados em sequência. Intrigado, perguntei a um deles o porquê daquela iniciativa, que criava uma espécie de fila. Qual não foi a minha surpresa ao ser informado que de fato tratava-se de uma fila.

Os objetos, na verdade, demarcavam, sim, a ordem de chegada das pessoas, que quatro horas mais tarde, por volta das 22 horas, iriam pegar os ônibus disponibilizados pela prefeitura de uma cidade da Região Metropolitana que os levariam até suas casas. Talvez incrédulo com aquilo, perguntei qual a garantia que eles tinham de que alguém não chegasse e modificasse a ordem da fila.

A resposta, de tão simples, me deixou de queixo caído: “Mas, se alguém fizer isso, todos serão prejudicados e vai girar uma grande confusão na hora de subir no ônibus, ora”, me respondeu uma jovem que acabara de marcar seu lugar com latinha amassada de refrigerante.

Confesso que, em tempos de intolerância com o próximo, o gesto que acabava de presenciar me impressionou sobremaneira. Não pela simplicidade em comparação à era dos mais modernos aplicativos, mas pelo respeito que cada um demonstrava pelo outro. Soube depois que a maioria desses estudantes passa o dia em Fortaleza e só volta para casa à noite. Todos, portanto, devem ter dias de labuta fora do comum em relação a outros estudantes pelo País afora.

Não sei se quem foi o responsável pela ideia da fila, nem se os professores conhecem a sistemática. Se não, deveriam conhecê-la e citá-la em suas aulas de ética, como exemplo de cidadania. Sim, porque, quando se respeita o próximo, se respeita a si mesmo. Estes humildes jovens talvez não saibam, mas estão, a partir de gestos como estes, mostrando que é possível construir uma sociedade melhor e mais justa, que não tenha como fundamento passar a perna em alguém.

Senador peemedebista diz concordar com declarações de Temer sobre popularidade do governo

64 1

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) disse nessa sexta-feira (4) que todos os políticos concordam com as declarações do vice-presidente Michel Temer, de que nenhum governo resiste a três anos e meio de mandato com índice tão baixo de popularidade como o atual.

“A declaração do vice-presidente Michel Temer é verdadeira. Todos os políticos avaliam dessa maneira. Agora, é preciso pegar a declaração inteira. O presidente diz que dessa forma não pode continuar, vai ter muita dificuldade, mas diz também que o governo precisa fazer um esforço no sentido de melhorar a economia para recuperar a popularidade. Ele aponta um direção”, afirmou Jucá, ex-líder do governo no Senado.

Na avaliação do senador, a crise econômica está piorando e deve começar a se refletir mais fortemente na perda do emprego. Por isso, segundo Jucá, o governo precisa agir e fazer reformas estruturais que permitam sair dessa situação. “O governo tem que agir. A economia está paralisada, o governo não consegue dar segurança jurídica, não tem a credibilidade necessária para os agentes econômicos investirem. O governo não consegue também sinalizar a previsibilidade da economia e não consegue mostrar qual a saída no fim do túnel. Com isso, os agentes econômicos travaram, cada um faz na sua cabeça o pior cenário econômico, e isso faz com que as pessoas fiquem mais conservadoras”, disse.

(Agência Brasil)

Abin quer evitar ação de ‘lobo solitário’ na Olimpíada do Rio

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) quer evitar que “um tipo moderno de terrorista” estrague a festa de quem vai participar da Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro. Trata-se do “lobo solitário”, que também é chamado de “alvo sem rosto” pelos profissionais da inteligência brasileira, disse o diretor-geral da Abin, Wilson Trezza.

“Lobo solitário é um tipo de terrorista que atua de maneira independente. É aquele cara que se seduziu ou se sensibilizou com um ideário e que resolve ser protagonista de alguma coisa. Ele pode ou não ter vínculos com organizações terroristas”, afirmou Trezza.

Geralmente, esses indivíduos atuam de forma isolada para cometer atos terroristas. A fim de chamar a atenção do mundo, podem aproveitar grandes eventos para propagar alguma causa política ou ideologia.

(Agência Brasil)

Parques eólicos no Ceará perdem espaço para o Rio Grande do Norte, por questões burocráticas

56 1

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (5):

O secretário da Infraestrutura do Estado, André Facó, estipulou dois meses para concluir o Plano Estadual de Energias Renováveis. O documento vai traçar os caminhos do setor para os próximos 20 anos. De imediato, porém, ele defende a tese de que é fundamental oferecer aos investidores um marco regulatório que afaste a sensação de insegurança jurídica desses empreendimentos.

Hoje, no setor, há problemas sérios, nos passos que esses empreendedores precisam seguir para implantar seus parques eólicos. Por conta disso, o Ceará vem perdendo fôlego para o Rio Grande do Norte. Um dos obstáculos é o licenciamento ambiental. Sem falar que, quando sai, dizem alguns empresários do ramo, o Ministério Público Federal joga areia nesse ventilador.

Odorico Monteiro admite trocar PT pelo PROS

66 1

odorico

“O deputado federal Odorico Monteiro, do PT, confirma ter recebido convite do Pros para integrar o partido, mas diz: “Meu mandato pertence ao PT. Hoje sou um parlamentar do PT”. Rumores de que ele sairia da sigla, da qual faz parte há mais de 25 anos, começaram a circular na última quinta-feira, 3.

“Essa especulação começou porque meu irmão, Valdetário Monteiro, foi convidado a presidir o Pros do Ceará, após a saída do Cid (Gomes). Como somos do mesmo grupo político, é natural que o convite tenha se estendido a mim”, explica.

Embora tenha enfatizado que faz parte do atual quadro petista na Câmara dos Deputados, Odorico não descarta a possibilidade de mudar de legenda.

“O futuro, a Deus, pertence. Na política, a gente só avalia o dia de hoje. Meu irmão ainda está avaliando se vai para o Pros. Se ele decidir, são outros momentos, por enquanto sou do PT”, declara.

Valdetário é o atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, secção Ceará (OAB-CE). Em entrevista ao O POVO, na última quinta, ele afirmou que tem um compromisso com a Ordem. O advogado especula que o convite tenha surgido como resultado do trabalho que tem desempenhado à frente da entidade.“Estou bem na OAB”, afirmou, na ocasião.”

(O POVO)