Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Para Carmen Lúcia e Dias Tofolli, impeachment não é golpe

ministra carmen lucia

Os ministros do STF Cármen Lúcia e Dias Toffoli afirmaram, nessa quarta-feira, 23, durante evento no Rio de Janeiro, que o impeachment não pode ser caracterizado como golpe. Questionada, ainda, se há politização da Lava Jato Cármen Lúcia respondeu: “Não. Estão sendo observadas rigorosamente a Constituição e as leis”.

Para Cármen Lúcia, não há sinais do chamado ativismo judicial na Lava Jato, apontado por críticos do juiz Sérgio Moro, da primeira instância da Justiça Federal do Paraná. “A atividade do Judiciário é acionada pelos interessados, pelo cidadão. O Poder Judiciário não atua isoladamente, não atua de ofício, como nós dizemos. Atua por provocação. Então, quando se fala em ativismo judicial, é que o Judiciário ultrapassaria (suas atribuições) e não há demonstração nenhuma de que isso esteja acontecendo”, afirmou Cármen Lúcia. A ministra esteve no Rio e recebeu o prêmio “Faz Diferença”, do jornal O Globo, na categoria “Personalidade do Ano 2015”.

Ao comentar discursos recentes da presidente Dilma Rousseff apontando como golpe a tentativa de impeachment, Cármen Lúcia afirmou que entendeu como um “alerta” de que a Constituição tem que ser respeitada. “Acredito que ela esteja exercendo, primeiro, a liberdade de expressão. Segundo, apenas um alerta no sentido de que é preciso que se observem as leis da República e isso com certeza, em um estado democrático, está sendo observado”, afirmou.

“Não acredito que a presidente tenha falado que impeachment é golpe. Impeachment é um instituto previsto constitucionalmente. O que não pode acontecer de jeito nenhum é impeachment nem ou qualquer tipo de processo político-penal ou penal sem observar as regras constitucionais. Não há impeachment em andamento ainda, não tenho nenhuma dúvida que teremos que observar todas as regras constitucionais”, disse a ministra.

Em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, nessa quarta, Toffoli afirmou que o processo de impeachment é previsto na constituição e nas leis brasileiras, mas decidiu não opinar sobre o caso específico da presidente Dilma Rousseff. “O processo de impeachment é previsto na constituição e nas leis brasileiras. Não se trata de um golpe, todas as democracias têm processos de controle, e o impeachment é um processo de controle. Eu não vou opinar sobre o caso concreto, porque o juiz do caso concreto é a Câmara dos Deputados e, posteriormente, o Senado.”

(Com Estadão)

A história que se repete como farsa

256 5

Com o título “A história que se repete como farsa”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele aborda o cenário político atual que, na sua avaliação, vem erroneamente sendo comparado ao momento do impeachment de Collor de Mello. Confira

No livro “O 18 Brumário de Luís Bonaparte”, o pensador alemão Karl Marx, crava, de saída, a seguinte observação: “Hegel observa em uma de suas obras que todos os fatos e personagens de grande importância na história do mundo ocorrem, por assim dizer, duas vezes. E esqueceu-se de acrescentar: a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa”. Tal observação adequa-se como uma luva à atual situação política vivida no Brasil em relação ao impeachment.

Os que defendem o atual governo apressam-se em qualificar a ação como um golpe. A oposição, por seu turno, lembra que o dispositivo do impedimento é previsto na Constituição e que já foi aplicado, à época do então presidente Collor de Mello, com ritos pré-determinados, sem prejuízo da ordem institucional. Afinal, quem está com a razão?
A meu ver, há um grave desvio histórico ao comparar duas situações absolutamente distintas. O contexto de Fernando Collor, em 1989, era bem outro. Tratava-se de um político desconhecido, oriundo de oligarquia tradicional alagoana, comandando uma sigla nanica, o Partido da Renovação Nacional, e sem base social alguma. Collor caiu no gosto popular a partir de um discurso que ressaltava sua juventude e apelava para o moralismo contra alegados privilégios de servidores públicos, segundo ele, bem remunerados e que não trabalhavam, apelidados de “marajás”.

Tratado de forma efusiva pela imprensa como “o caçador de marajás”, Collor era a novidade da primeira eleição brasileira após 21 anos de ditadura militar. Seu adversário, no 2o turno, era o sindicalista Luís Inácio da Silva, o “Lula”, com um visual que não disfarçava sua origem operária, uma linguagem típica de esquerda de porta de fábrica e um repertório de propostas pra lá de radical para aqueles tempos. Eleito sem preparo político e administrativo para o cargo, o político do PRN, com uma equipe ministerial tão fraca quanto polêmica, enfrentou um processo de impeachment no Congresso Nacional em meio à intensa pressão popular e da imprensa, após fatos que o incriminaram diretamente em casos de desvio de recursos públicos.

O caso de Dilma Rousseff é diametralmente oposto. É uma presidenta com uma intensa história política, iniciada ainda na juventude, quando do combate à ditadura militar, galgando postos e experiência administrativa, até chegar ao maior cargo político do país, como indicada de Lula – que conseguiu eleger-se e reeleger-se após três derrotas –, um presidente que ostentava, então, 80% de popularidade. Vinda do PDT, Dilma tem o PT como âncora, um partido formado a partir de quadros oriundos dos movimentos sociais, notadamente o sindical, setores da Igreja Católica e intelectuais universitários, acostumado a administrar, além do país, cidades e estados.

Ao contrário de Collor, o seu processo de impedimento foi aberto sem qualquer crime comprovado cometido exclusivamente por ela. Embora haja evidente tentativa de incriminá-la em investigações – necessárias, diga-se de passagem – por parte de alguns setores do Judiciário. A grita das ruas também não é unânime, como ocorreu em 1992. O país encontra-se dividido. Há fortes manifestações – com milhares de pessoas – tanto de um lado como de outro, mesmo com o desgaste do PT, amplificado cotidianamente pela imprensa. A base de sustentação parlamentar de Dilma, mesmo combalida, é muito melhor estruturada que a de Collor, que, a rigor, não tinha, até pelo seu acentuado personalismo, preocupação em costurar acordos institucionais.

Tendo a concordar com a tese do golpe, principalmente se os ritos institucionais e o estado de direito não forem preservados. Alegar que “se o governo está ruim temos que tirá-lo à força” bate de frente com o estatuto democrático da decisão das urnas, além de não ser motivo suficiente para extirpar do poder quem foi legitimamente eleito. Temo, ademais, nas investigações sobre corrupção, pela inversão de princípios do Direito, como o da presunção da inocência e o que estabelece que o ônus da prova cabe ao acusador. Da forma como se apresenta, o impeachment de hoje é, como diria Marx, é uma repetição farsesca de um episódio recente, que atenta como a estabilidade do maior período democrático, de apenas 31 anos, da história da República brasileira.

*Demétrio Andrade,

Jornalista e sociólogo.

Tarifa do Metrofor sobe a partir de 1º de abril

metrofor

As viagens na Linha Sul do Metrofor vão ficar mais caras a partir de 1º de abril. O novo valor será de R$ 2,85, enqunto a meia passagem para estudantes passará a ser R$ 1,40, valendo a partir da mesma data. Ficam asseguradas todas as gratuidades previstas na legislação.

A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos diz que utilizou como referência para o reajuste a menor tarifa praticada no sistema metropolitano.

SERVIÇO

Durante esta  Semana Santa, não vai circular trem nesta sexta-feira, mas no sábado a operação será normal.

Lia Gomes, irmã de Ciro e Cid, ocupa cargo comissionado na Prefeitura de Fortaleza

538 2

liagomm

“Irmã de Cid e Ciro Gomes (PDT), Lia Ferreira Gomes foi nomeada, neste mês, para cargo comissionado na Prefeitura de Fortaleza. Com a nomeação, ela será a segunda integrante da família dos ex-governadores a integrar equipe da gestão Roberto Cláudio (PDT).

Antes de Lia, outro irmão Ferreira Gomes, o deputado estadual Ivo Gomes (PDT), já havia integrado a gestão Roberto Cláudio como secretário de Educação. Já Lúcio Ferreira Gomes é, atualmente, secretário das Cidades do governo Camilo Santana (PT).

Médica por formação, Lia foi nomeada assessora de coordenação do Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros, ligado à Secretaria de Finanças (Sefin). A nomeação, assinada pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), foi publicada na edição de 14 de março do Diário Oficial do Município.

 

Como a nomeação é recente, ainda não existem dados sobre o salário de Lia no Portal da Transparência da Prefeitura. Como prazo de saída de cargos públicos para quem quiser disputar eleição termina na próxima semana, nomeação confirma saída da caçula Ferreira Gomes da disputa pela Prefeitura de Caucaia.

Coordenação

Segundo a assessoria da Prefeitura de Fortaleza, Lia Gomes atua na “interlocução entre a administração pública e os Conselhos Locais e Regionais de Saúde”. Entre suas atribuições, está a “coleta de dados e informações que possam contribuir para a melhoria no atendimento nas Unidades Básicas de Saúde da Capital”.

“É preciso ressaltar que, desde o início da atual gestão, a área da saúde é uma das prioridades, com destinação de 30% do orçamento do Município. Por isso, torna-se imperativa a racionalização e otimização dos gastos da saúde através de melhorias na gestão, como forma de assegurar o aprimoramento dos serviços sem aumentar os gastos”, diz a Prefeitura.”

(Carlos Mazza – O POVO Online)

Brasil recebe 500 mil doses de vacina contra a dengue

“O primeiro lote da vacina contra a dengue desenvolvida pela francesa Sanofi Pasteur já está no Brasil. Foram desembarcadas no Aeroporto Internacional de Guarulhos, ontem (22) 500 mil doses que serão destinadas ao mercado privado, especialmente clínicas.

O imunizante só deverá ser usado a partir de junho, prazo previsto para que a Câmara de Regulação de Medicamentos, órgão interministerial que avaliza os preços de remédios novos, determine o preço de venda do produto.

A Sanofi Pasteur informou que o processo de importação teve início a partir da aprovação da vacina pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em dezembro de 2015. A fábrica de vacinas fica na região de Lyon, na França, e tem capacidade para produzir 100 milhões de doses por ano.

Além do Brasil, a vacina está aprovada no México, El Salvador, Filipinas e Paraguai. A eficácia é de aproximadamente 66% contra os quatro sorotipos de vírus da dengue na população acima de nove anos, mas é necessária a aplicação de três doses em intervalos de seis meses.

(Com Agências)

Associação dos Profissionais da Segurança quer cancelar o clássico Ceará X Fortaleza

A Associação dos Profissionais da Segurança Pública, que congrega cerca de cinco mil membros – a maioria policiais militares da ativa, encaminhou ofício ao Ministério Público Estadual pedindo para que acione a Justiça e solicite o cancelamento do clássico-rei (Ceará X Fortaleza) marcado para o próximo domingo, na Arena Castelão.

O pedido baseia-se no fato de que “não há estrutura para que os profissionais de segurança controlem o cenário de violência que virou rotina em dias de clássicos.”

No último jogo entre os dois times, Fortaleza assistiu “a um cenário de guerra em algumas ruas e um saldo de ônibus quebrados, carros apedrejados, viaturas da PM danificadas, policiais feridos, além de bombas caseiras, rojões, armas apreendidas. Assaltos, desordem e a morte de um torcedor,” destaca a entidade.

Segundo a APS, não precisa ser especialista em segurança “para perceber que os resultados positivos do jogo para a população são ínfimos, se comparados aos prejuízos e ao clima de medo que reina na cidade.”

08322672-caaf-4945-ae2e-43f378ba042c

Fac-simile do ofício da APS.

Homem considerado maior homicida do Serviluz é condenado a 23 anos de prisão

“O Conselho de Sentença do 3º Tribunal de Júri de Fortaleza condenou Cleilson Dantas dos Reis, vulgo Keto da Estiva, a 23 anos e três meses de reclusão por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima) e por tentativa de homicídio. A decisão foi proferida durante sessão realizada nessa terça-feira (22/03).

O júri foi presidido pelo juiz Eli Gonçalves Júnior, que está respondendo pela 3ª Vara do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua. A acusação ficou a cargo do promotor de Justiça Humberto Ibiapina e a defesa foi realizada por advogados particulares.

Segundo denúncia do Ministério Público do Ceará (MP/CE), no dia 17 de fevereiro de 2014, por volta das 21 horas, no bairro Serviluz, em Fortaleza, o réu assassinou Ederson Sousa do Nascimento a tiros. Na ocasião, também foram lesionados Francisco Antônio Ricardo Santos e uma menor.

Ederson e Cleilson são rivais por pertencerem a gangues diferentes e disputam territórios para tráfico de drogas no bairro Serviluz. No dia do crime, Ederson estava em frente a sua casa na companhia de Francisco Antônio, quando Cleilson se aproximou em uma motocicleta. O réu efetuou vários disparos contra os dois. Ederson foi atingido fatalmente, enquanto Francisco Antônio, mesmo ferido, conseguiu fugir do local.

Já a menor baleada não tinha qualquer ligação com Cleilson. Ela foi atingida por uma bala enquanto assistia TV com os familiares em sua residência. A menina foi socorrida e sobreviveu ao ferimento, porém, o projétil da bala ficou alojado.

Pelo homicídio de Ederson, o réu, que é considerado pela Polícia como um dos maiores homicidas do Serviluz, foi condenado a 12 anos e oito meses de reclusão. Já pela tentativa de homicídio de Francisco Antônio e da menor, ele foi apenado em seis anos e quatro meses, e em quatro anos e um mês, respectivamente.”

(Site do TJ/CE)

ACI divulga nota pedindo respeito à democracia

liberdade-de-expressao

A Associação Cearense de Imprensa (ACI) divulga nota oficial sobre o cenário político do País. No conteúdo, pede a manutenção da ordem constitucional e respeito à democracia. Confira:

NOTA OFICIAL

A Associação Cearense Imprensa (ACI), diante do grave momento que vive a Nação, manifesta aos brasileiros e aos cearenses, em particular, sua mais contundente defesa da democracia, do direito e das garantias individuais, da liberdade de expressão e da liberdade de imprensa. Para a ACI, tratam-se de pilares consagrados na Constituição de 1988 e que constituem um dos mais importantes avanços da sociedade brasileira.

Nesse sentido, a ACI considera vital a proteção da Ordem Constitucional, em que os três poderes constituídos da República trabalhem independente e harmonicamente, respeitando cada um seu papel constitucional e suas responsabilidades para com o país e para com o povo brasileiro.

Dentro desse espírito, a ACI entende que as investigações em curso em torno de atos de corrupção contra o patrimônio da Nação devem ser levadas a cabo com impessoalidade, independentemente de siglas partidárias, sob pena de gerar no seio da população desconfianças e perplexidade na ordem constitucional, em especial com relação ao dever do Ministério Público Federal, da Polícia Federal e da Justiça.

A ACI também condena veementemente o espírito de intolerância e fanatismo que vem se impregnando nas relações sociais e pugna pelo respeito às manifestações públicas, seja de que matiz for, cobrando das autoridades constituídas e de cada cidadão a segurança e o respeito à liberdade de opinião, ao mesmo tempo em que repudia qualquer incitação ao ódio cujo rastilho pode dividir mais gravemente ainda a Nação.

E nessa conjuntura de crise na qual o papel da imprensa toma vulto, a ACI chama a atenção para a missão precípua do jornalismo – informar a verdade a bem do interesse público –, sem subterfúgios, sem cerceamento, sem amarras, sem vieses, uma imprensa livre, mas também sem a parcialidade e a espetacularização que a tornam protagonista suspeita dos jogos de poder.

Desse modo, a ACI condena quaisquer formas de violência, intimidação, constrangimento e cerceamento ao livre exercício do trabalho diário dos jornalistas, alertando ao público para a necessidade de observar a linha tênue e frágil que separa os limites do profissional e o poder da empresa.

A ACI, por fim, acredita em uma solução amparada no Estado de Direito e espera que as forças da Nação sustentem um diálogo maduro, inteligente e ético.

A DIRETORIA

PDT fará encontro regional em Aracati

andre.figueiredo.600

O PDT fará encontro regional na cidade de Aracati (Litoral Leste), a partir das 11 horas desta quinta-feira. O objetivo é reunir pré-candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores do Maciço, informa a cúpula partidária.

O ministro das Comunicações, André Figueiredo, que preside o PDT no Estado, abrirá o evento.

Além desse compromisso, André Figueiredo deverá, na condição de ministro, comandar reuniões na sede da Telebras em Fortaleza. Em discussão, planejamento de investimentos para o Nordeste.

Retiro Político – Líder do Governo passa estes dias santificados em Quixeramobim

guimammma

José Nobre Guimarães (PT) está no distrito de Encantado (Quixeramobim). Ali, passará estes dias santificados com sua mãe, dona Maria Laís, que ficou viúva recentemente.

Hora de um período para reflexões e, claro, descansar a cabeça após uma semana de muita pressão política.

Mas, como é líder do Governo na Câmara, Guimarães não deixará de pensar em Dilma Rousseff. É que na segunda-feira voltará à batalha contra a  oposição que trabalha para consolidar o impeachment.

DNIT fará interdição em trecho de Umirim

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), regional do Ceará, informa: a BR-222 terá o tráfego interrompido entre o km 87 e o km 88, na próxima segunda-feira (28), das 13 às 15 horas, para o serviço de desmonte de rochas com a detonação de explosivos. O bloqueio ocorrerá nos dois sentidos em Umirim, podendo ser estendido ou reduzido de acordo com o volume de material a ser removido sobre a rodovia após a detonação. Em caso de mau tempo ou questões técnicas, os trabalhos poderão ser cancelados e redefinidos para nova data, sendo novamente comunicados.

Os serviços de remoção de rochas fazem parte das obras de melhoramentos e restauração/reabilitação da BR-222/CE. No período das obras, os usuários devem estar atentos à sinalização de obras, obedecendo aos limites de velocidade indicados para cada segmento da rodovia. A Polícia Rodoviária Federal fará o monitoramento do tráfego.

O DNIT recomenda que durante a interrupção do tráfego, os usuários em hipótese nenhuma “furem” os bloqueios montados e não tomem caminhos alternativos ao longo daquele segmento.

SERVIÇO

Mais informações disponíveis através do site, www.dnit.gov.br, e fones (85) 4012-9458 (Superintendência Regional do DNIT/CE), (85) 3295-4082 (Unidade Local de Fortaleza). Em caso de cancelamento dos trabalhos, a imprensa regional será comunicada.

Déficit previdenciário do Estado supera hoje a marca de R$ 1 bilhão

hugo

O déficit da Previdência Social no âmbito do Estado supera hoje a marca de R$ 1,2 bilhão. A informação é do secretário do Planejamento e Gestão, Hugo Figueiredo.

Ele afirma que esse déficit preocupa.

Nesta semana, o titular da Seplag esteve no Ministério da Previdência Social discutindo essa situação.

Bancos fecham nesta sexta-feira santa

“As agências bancárias de todo o Brasil estarão abertas, em horário normal, nesta quinta-feira (24), véspera da Sexta-feira da Paixão. No feriado religioso, permanecerão fechados. As contas de água, luz, telefone e carnês com vencimento marcado para o dia 25 poderão ser pagas na próxima segunda-feira, sem incidência de multa. Alguns tributos estão com data ajustada ao calendário de feriados (federal, estaduais e municipais).

Na sexta-feira será possível utilizar os canais alternativos de atendimento para fazer algumas operações bancárias, como caixas eletrônicos, internet banking, mobile banking e banco por telefone.

Para garantir o pagamento das contas, os clientes podem também agendar a operação nos bancos ou pagá-las (aquelas que têm código de barras) nos caixas automáticos, localizados em diversos pontos como shoppings e supermercados.”

(Agência Brasil)

Aedes aegypti: um hóspede indesejável

foto manuel cardoso hotelaria abihce

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quinta-feira (24):

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) firmou protocolo de intenções, em Brasília, com o Conselho Nacional do Comércio (CNC) e que chega, ainda neste mês, como mais um reforço à campanha nacional contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikugunya e zika.

Segundo o vice-presidente da ABIH, o cearense Manuel Cardoso Linhares, o protocolo, com aval dos ministérios da Saúde e do Turismo, envolverá a rede hoteleira do País. Em termos práticos, entrará o apoio do Sesc Nacional, que mobilizará equipes de prevenção.

A ordem é fomentar grupos que fiscalizem, semanalmente, áreas dos hotéis propícias a criadouros do mosquito. “O objetivo é dar fim a esses criadouros e difundir a prevenção”, acentua Cardoso.

Itamaraty desautoriza telegrama enviado a embaixadas com alerta sobre ‘golpe’

195 2

O Ministério das Relações Exteriores divulgou comunicado desautorizando o conteúdo de dois telegramas enviados na semana passada a todos os postos brasileiros no exterior, que faziam menções ao que se chamou de “golpe” e “processo reacionário em curso no país contra o Estado Democrático de Direito”.

As mensagens foram enviadas na última sexta-feira (18) pelo diplomata Milton Rondó Filho às embaixadas, consulados e escritórios brasileiros em todo o mundo, e se tornaram alvo de críticas de parlamentares da oposição. Ainda na sexta-feira, o secretário-geral do Itamaraty, Sérgio Danese, enviou um novo telegrama às representações brasileiras pedindo que elas desconsiderem as circulares anteriores e tornando-as sem efeito.

Nos comunicados, o diplomata Rondó Filho, da Secretaria de Estado de Relações Exteriores do Itamaraty, pede a cada posto que designe um funcionário para atuar como interlocutor da sociedade civil local perante o Itamaraty e a população brasileira no país.

O diplomata reproduziu nos telegramas notas públicas de entidades do Brasil que manifestam preocupação com a crise política. Em uma delas, da Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (Abong), há a seguinte mensagem: “Não ao golpe! Nossa luta continua!”. No segundo telegrama, movimentos sindicais e populares do Brasil denunciam o processo em curso no país.

De acordo com o Itamaraty, Rondó Filho não consultou o secretário-geral do ministério sobre o envio das circulares e foi advertido para não encaminhar novas mensagens sem antes conversar com seus superiores.

(Agência Brasil)

Ministério do Esporte adia inscrições do Bolsa Atleta

Problemas técnicos fizeram com que o Ministério do Esporte adiasse o início do período de inscrições para o programa Bolsa Atleta, exercício 2016, que estava previsto para começar nesta quinta-feira (24). Em nota, o ministério não informou quando as inscrições serão abertas, mas garantiu que o limite de dias estabelecidos no edital do programa será respeitado.

Os atletas selecionados para o programa recebem ajuda financeira durante um ano para que se dediquem, com exclusividade, ao treinamento e competições locais, sul-americanas, pan-americanas, mundiais, olímpicas e paralímpicas. Para pleitear a bolsa, é necessário que o atleta tenha sido classificado em até terceiro lugar em competições indicadas pelas confederações das modalidades ou pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), no caso dos esportes paralímpicos.

O valor mensal do benefício varia de R$ 370 (atletas das categorias de base ou estudantil) a R$ 3,1 mil (esportistas olímpicos e paralímpicos). O beneficiário do programa pode receber outros patrocínios.

(Agência Brasil)

Incêndio atinge churrascaria no Shopping Salinas

foto incêndio spettus

Um incêndio de grandes proporções atinge, neste momento, a Churrascaria Spettu’s Steak House, situada dentro do Shopping Salinas, na avenida Washington Soares (Bairro Seis Bocas). O Corpo de Bombeiros mobilizou várias viaturas.

As causas do incêndio não foram identificadas, o que será alvo de perícia a ser divulgada nos próximos dias.

“Na hora do fogo, o estabelecimento estava fechado e proprietário, com a gente, estava indo para o estacionamento, quando vimos a fumaça”, contou o empresário Jackson Júnior, que estava no local.

Na fase de rescaldo, uma parte da chaminé do estabelecimento despencou e atingiu o Capitão Célio, do Corpo de Bombeiros. Ele saiu com alguns ferimentos, mas passa bem.

(Foto – Leitor do Blog)