Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Rodrigo Maia: Reforma da Previdência tem prioridade sobre pacote de Sergio Moro

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reiterou à GloboNews, na noite dessa quarta-feira, 6, que a votação da reforma da Previdência será tratada como prioritária no plenário da Casa. Segundo o parlamentar, o projeto de combate ao crime apresentado nesta semana pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, veio em momento “adequado” e poderia tramitar nas comissões da Câmara junto com a reforma da Previdência, mas avaliou que o debate em torno do projeto de segurança é “mais longo”. Antecipá-lo, portanto, poderia “contaminar” o plenário para a votação das novas regras de aposentadoria.

O presidente da Câmara reafirmou ainda que a reforma previdenciária deverá seguir o rito tradicional de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), destacando que o prazo é suficiente para que o governo organize sua base e angarie os votos suficientes para a aprovação do texto e também para a recuperação da saúde do presidente Jair Bolsonaro, que está internado em São Paulo após cirurgia para retirada da bolsa de colostomia.

“A pior coisa é tentar suprimir prazos regimentais”, disse. Maia voltou a falar em até três semanas para aprovar o texto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em pouco mais de duas semanas para o mínimo de 11 sessões para que o texto possa ir à votação na comissão especial. “Não vejo problema em respeitar rito. Senão, onde que vai parar a Previdência? No Supremo”, afirmou.

Maia se mostrou ainda confiante na aprovação da reforma da Previdência, afirmando que continua “rodando o Brasil” e dialogando com governadores para conseguir o apoio necessário. “Votação da Previdência não é de direita, de esquerda, e nem deste governo; é de todos”, disse. “O diálogo é que vai construir um texto, baseado na proposta inicial, que atenda a sociedade e entes da federação.

(Veja Online)

Mauro Filho vira o canal de aproximação de Ciro junto ao governo de Bolsonaro

163 1

Responsável pelo plano econômico de Ciro Gomes na campanha eleitoral, o deputado federal e economista Mauro Filho (PDT) tem reforçado o debate com o governo Jair Bolsonaro sobre a reforma da Previdência.

Na sexta-feira passada, ele acompanhou um grupo da Associação Nacional dos Auditores da Receita Federal (Anfip) em encontros, em Bsaília, na Secretaria da Reforma da Previdência.

Para a imprensa sulista, Mauro Filho, tido como braço direito de Ciro, sinaliza o que o então candidato havia apregoado quando se afastou do petista Fernando Haddad: fará oposição, mas sem radicalismos. Ou seja, abrindo para um diálogo vez em quando.

(Foto – Fco Fontenele)

Governo Bolsonaro suspende obras do Minha Casa, Minha Vida autorizadas no fim da gestão Temer

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, suspendeu contratações do Minha Casa Minha Vida feitas nos estertores da gestão de Michel Temer. A pasta identificou que 17,4 mil novas unidades habitacionais foram autorizadas entre 28 e 30 de dezembro. A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Procurado, o ministério informou que “parte dessas contratações não seguiu os critérios processuais regulares” e que, por isso, “determinou à Caixa que não autorizasse o início dos empreendimentos até a avaliação final”.

As unidades seriam destinadas à população de baixa renda em 12 estados, incluindo o complexo de favelas do Alemão, no Rio, e a favela Sururu do Capote, em Alagoas. A expectativa era a de que, em três anos, todas estivessem entregues.

DEM muda direção em Fortaleza de olho no pleito 2020

Robinson de Castro e Silva, que preside o Conselho Regional de Contabilidade e o time do Ceará, deixou o comando do DEM de Fortaleza. Marcílio Gomes, ex-vereador, assume e traz sua mulher, a vereadora Cláudia Gomes e já busca o passe do vereador Pedro Matos (PSDB) para a sigla.

Segundo o deputado estadual João Jaime, vice-presidente estadual do partido, o objetivo dessa mudança é fortalecer o DEM na Capital, de olho no pleito de 2020. “Queremos fazer uma boa bancada de vereadores. Vamos trabalhar em busca de três vagas, pelo menos”, adianta para o Blog o parlamentar.

(Foto – Rodrigo Carvalho)

Tragédia em Brumadinho – Comissão de Deputados fará visita técnica

A comissão externa da Câmara dos Deputados, criada para acompanhar as consequências do rompimento da barragem da Vale, irá a Brumadinho nesta sexta-feira (8). A visita técnica dos deputados inclui reuniões com bombeiros, Defesa Civil e Gabinete de Crise instalado na cidade.

Segundo o coordenador da comissão, deputado Zé Silva (SD-MG), neste semestre serão realizadas audiências públicas e a revisão das leis, especialmente a que trata da Política Nacional de Segurança de Barragens (Lei 12.334/10). Para o deputado, deverá haver um esforço concentrado no plenário da Câmara, no próximo mês, para tratar da legislação.

“Talvez seja mais efetiva uma semana de esforço concentrado só para aprovar a legislação referente à segurança de barragens”, afirmou. Para ele, a comissão pode levantar os projetos em condições de votação e submetê-los ao colégio de líderes. De acordo com o relator da comissão, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), a prioridade é a revisão da legislação.

No segundo semestre, a comissão deve concluir a vistoria in loco das barragens de rejeitos minerais, o diagnóstico das tecnologias de monitoramento e a rediscussão do uso da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM).

(Agência Brasil)

Jair Bolsonaro deve visitar os EUA em março

O presidente Jair Bolsonaro deve visitar os Estados Unidos (EUA) em meados de março, a data está em negociação. O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, passou os últimos dois dias em Washington e nesta quinta-feira (7) estará em Nova York para acertar os detalhes da viagem presidencial.

A agenda de Bolsonaro deve reunir temas econômicos e comerciais, segundo o chanceler. Araújo quer também que parlamentares norte-americanos visitem o Brasil para conhecer a realidade nacional e discutir temas de interesse mútuo.

Em Nova York, o ministro terá reuniões com empresários e formadores de opinião, além de especialistas em geopolítica mundial. Ele se reuniu há dois dias com o secretário de Estado noirte-americano, Mike Pompeo.

Transferência

Durante a passagem por Washington, Araújo conversou com o ministro do Exterior da Turquia, Mevlüt Çavuşoğlu. Segundo o chanceler, o turco quis saber como está a definição sobre a possível transferência da Embaixada do Brasil de Tel Aviv para Jerusalém. O tema divide a comunidade judaica e a muçulmana, pois Jerusalém é considerada religiosa para os dois povos, além dos católicos.

Araújo afirmou ao chanceler turco que o assunto está em fase de análise. “É um processo que estamos estudando”, disse o ministro brasileiro, lembrando que o chanceler turco demonstrou preocupação com a eventual transferência.

“Sobretudo a preocupação de que um eventual gesto brasileiro sobre a mudança de paz pode ter algum tipo de impacto ou repercussão negativa para a região ou o processo de paz. [Eles querem que] qualquer reação nossa contribua para a paz na região”, ressaltou Araújo.

(Agência Brasil)

Grupo chinês investe em fibra optica para atender Fortaleza

A Angola Cable inaugura seu data center em março em Fortaleza.

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quinta-feira:

Depois da Angola Cables, mais um grupo investe em fibra óptica que ligará a Africa a Fortaleza. É a companhia de tecnologia Huawei, da China, que traz a fibra óptica a partir de Cabo Verde e investe em tecnologia 5G.

Segundo o presidente do Sindicato das Empresas de Telecomunicações do Estado, Pedro Alfredo, que obteve informações acerca do empreendimento, a Huawei “é um grupo chinês forte, que concorre hoje com a Apple”, acentua ele.

(Foto – Divulgação)

Valim destaca atuação do secretário Mauro Albuquerque, mas cobra ação por parte da Assembleia

O deputado Vitor Valim (Pros) parabenizou, durante a ordem do dia da sessão plenária da Assembleia Legislativa dessa quarta-feira (6), a escolha do policial civil Luis Mauro Albuquerque, como secretário da administração penitenciária do Estado.

O parlamentar apontou que a segurança pública no Ceará foi tratada de forma “omissa” por quatro anos. “Além da omissão, por oito anos a segurança foi tratada como uma pasta política. Agora, o governador Camilo Santana tomou uma posição louvável de nomear um gestor que está fazendo um enfrentamento”, disse.

Vitor Valim ressaltou ainda que o Estado precisa garantir a segurança dos cidadãos e a Assembleia deve cobrar ações.

“O que vemos são facções mandando em bairros e expulsando pessoas de suas casa. Não podemos nos omitir a uma CPI do narcotráfico e nem de cobrar enfrentamento, como o que o secretário Mauro Albuquerque está fazendo agora”, apontou.

(ALCE / Foto: Divulgação)

Prazo para médias empresas fecharem folha do eSocial termina nesta quinta-feira

Pela primeira vez, 1,24 milhão de empresas de médio porte terão de fechar a folha de pagamento no novo sistema do eSocial, plataforma que unifica a prestação de informações por parte dos empregadores e reduz a burocracia. O prazo para processar as folhas dos trabalhadores acaba hoje (7).

Segundo a Receita Federal, que administra o eSocial, o novo sistema elimina 15 informações periódicas que os empregadores eram obrigados a fornecer ao governo. Adotado para empregadores domésticos em 2015, o eSocial está sendo expandido gradualmente para todos os empresários.

As médias empresas, que faturam de R$ 4,8 milhões a R$ 78 milhões, e as pequenas empresas que não fazem parte do Simples Nacional começaram a aderir ao eSocial em julho do ano passado. Depois de passarem os últimos meses incluindo os dados das empresas e de cada trabalhador no sistema, os empregadores passarão a fechar as folhas de pagamento pelo eSocial.

O empregador que não cumprir os prazos estipulados para a adesão ao eSocial estará sujeito a punições previstas na legislação. O desrespeito ao cronograma poderá prejudicar os trabalhadores, que terão dificuldade para receber benefícios sociais e trabalhistas, caso o empregador não preste as informações nas datas corretas.

O primeiro grupo de empregadores, as grandes empresas, fecham as folhas de pagamento por meio do eSocial desde maio do ano passado. Segundo a Receita Federal, 13 mil grandes empresas e 11,5 milhões de trabalhadores já completaram a migração para o novo sistema. Com as médias empresas, 1,24 milhão de empresas e 21 milhões de trabalhadores também passarão a fazer parte do sistema informatizado de prestação de informações.

(Agência Brasil)

Prefeitura terá programa de agricultura urbana

A Prefeitura de Fortaleza deve transformar cinco terrenos públicos em área de produção de agricultura urbana na capital cearense. Isso ocorrerá até o mês de junho próximo, informa o prefeito Roberto Cláudio (PDT).

Um projeto nesse sentido foi apresentado nessa quarta-feira, no Paço Municipal, quando o prefeito Roberto Cláudio reuniu gestores da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SDE), Secretaria de Governo e Instituto de Planejamento de Fortaleza (IPLANFOR)

O objetivo foi definir o cronograma de atividades que irão tornar essas áreas solos produtivos, de modo a fomentar a economia local dentro das comunidades ao mesmo tempo em que garante função social a esses espaços.

Projeto Piloto

Segundo o prefeito Roberto Cláudio, a iniciativa vai começar com um projeto piloto, em que uma equipe técnica e gestora deverá avaliar o potencial dos terrenos para a cultura de hortaliças diversificadas, bem como a adequação do solo para cultivo e a qualidade da água.

Os custos do projeto também preveem itens como o cercamento, a preparação do solo, a instalação de equipamentos elétricos e hidráulicos, bem como o licenciamento ambiental e a possibilidade de reutilização do espaço pelo Município. A previsão inicial é de um
investimento em torno de R$ 165 mil para cada terreno.

Durante a reunião, ficou estabelecido que até o fim do mês de fevereiro, os responsáveis deverão apresentar os resultados das análises de água e solo dos terreno escolhido. Também deverá ser realizada a contratação dos profissionais encarregados dos detalhes técnicos. Para o mês de março, a definição de orçamentos, dos métodos de seleção e licitação e dos pormenores jurídicos.

(Foto – Divulgação)

Temporal no Rio deixa pelo menos três mortos

Um temporal registrado nessa noite de quarta-feira no Grande Rio provocou, pelo menos, três mortes. Duas pessoas estão desaparecidas. A forte chuva acompanhada de ventania causou apagões, derrubou árvores, alagou vias e fez desabar outro trecho da Ciclovia Tim Maia. O quadro ainda é de instabilidade.

O prefeito Marcelo Crivella afirmou que a situação mais crítica é na Niemeyer. “Vai demorar mais de um dia inteiro para normalizar”, disse. Um ônibus está soterrado, e há a suspeita de que dois passageiros estejam feridos dentro.

Crivella decretou luto oficial de três dias pelas mortes.

(Foto – Folhapress)

Mais Médicos – Governo substituirá o programa

91 1

 

Sem mais informações sobre nova proposta de provimento de médicos aos municípios, o encerramento do programa Mais Médicos ao fim dos atuais contratos foi anunciado ontem. A informação foi repassada ao El País pela médica cearense Mayra Pinheiro e confirmada ao O POVO. A secretária de Gestão no Trabalho e Educação em Saúde do Ministério da Saúde afirmou que o projeto será substituído por outro que ainda está em planejamento e será apresentado “em breve”. O programa não terá mais editais para preenchimento de vagas abertas após a saída dos cubanos.

“O programa não encerrou”, disse Mayra ao O POVO, “estamos apenas encerrando o último edital”. Segundo ela, todos os médicos brasileiros que substituem cubanos hoje no País “completarão normalmente o ciclo do programa, que deverá posteriormente ser substituído por um novo modelo de provimento de profissionais para a atenção primária em áreas de difícil provimento”.

A secretária não antecipou detalhes sobre esse novo modelo de assistência a áreas com déficit de profissionais. Questionada se o nome Mais Médicos será mantido, ela disse que “isso está em estudo”.

Sem programa de transição definido ou mais informações sobre como será a mudança, diversas entidades foram pegas de surpresa com o anúncio. Sayonara Cidade, presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems-CE) afirmou que durante reunião recente entre Mayra Pinheiro e representantes de secretarias de saúde pelo Brasil o que havia de diálogo era a alteração em alguns aspectos do Mais Médicos.

“O que foi colocado na ocasião desta reunião é que após o edital de reposição haveria uma parada para fazer uma auditoria para restabelecer o programa com mudanças, revendo critérios de realocação”. Conforme Sayonara, foram discutidas, inclusive, especificidades do Norte e do Nordeste pela dificuldade de fixação de médicos em localidades longínquas. “Fomos pegos de surpresa. Quero acreditar que o provimento de médicos aos municípios permanece e vai ser mudado só o nome e outras alterações”.

Odorico Monteiro, que foi um dos deputados a encabeçar a criação do Mais Médicos e hoje é pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz, critica o fato de Mayra Pinheiro anunciar o fim do programa sem ter um projeto estabelecido para suprir a demanda. “Acho temerário você desestruturar um programa se ainda não tem nada para colocar no lugar. O nosso grande desafio é garantir atenção à população, já temos grandes vazios assistenciais no Brasil”.

Já Edmar Gonçalves, presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, reforça como positiva a criação de um plano nacional de cargos e carreiras e critica o modelo do Mais Médicos que funcionava antes do rompimento com Cuba. “O programa não vai ser extinto. Acredito que é uma mudança mais no nome”.

(O POVO – Eduarda Talicy com Henrique Araújo/Foto – Facebook)

Copa do Brasil – Ceará empata com Central-PE e passa para a próxima fase da competição

Foi no sufoco, com sustos e sem nenhuma facilidade, mas o Ceará conseguiu sua classificação à segunda fase da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, 6, o Alvinegro empatou em 1 a 1 com o Central-PE, no estádio Lacerdão, e avançou por ser melhor colocado no ranking da CBF, como já era previsto no regulamento.

Com a classificação, o Ceará faturou mais R$ 990 mil. Somando com os R$ 920 mil da primeira fase, o Alvinegro já totalizou R$ 1,910 milhão em cotas na competição.

Na próxima fase, o Ceará enfrentará o Foz do Iguaçu, que venceu o Boa Esporte por 1 a 0 e também se classificou. Sorteio determinou que a partida será realizada no Paraná, em data que ainda será definida. Outra equipe cearense, o Atlético, também se classificou com a vitória sobre o Joinville, por 2 a 0, no estádio Presidente Vargas. Pelo Campeonato Cearense, o Fortaleza venceu o Barbalha, por 3 a 1, no Castelão, enquanto o Guarany de Sobral surpreendeu o Horizontem por 2 a 1.

O JOGO

O primeiro tempo foi fraco tecnicamente. O gramado do estádio Lacerdão, que já não é dos melhores, estava molhado e dificultou ainda mais para os dois times.

O lado esquerdo do ataque se mostrava o ponto mais propício aos ataques do Vovô, já que o lateral direito Dudu Gago mostrava fragilidade defensiva. E foi por lá que o Ceará marcou seu gol.

Aos 28 minutos, em boa jogada pelo lado esquerdo de ataque, Vitor Feijão deu bom passe para Felipe Jonatan, que invadiu a área e chutou cruzado para abrir o placar.

Nos minutos seguintes, o Central se lançou em busca do empate e o Ceará teve chances de ampliar. Porém, Ricardo Bueno, que esteve novamenge apagado, errou bastante e desperdiçou as oportunidades.

Aos 44 minutos, o Ceará foi castigado com o gol de empate do Central, que estava irregular, mas o árbitro não marcou. Murilo Rangel cobrou falta na área e Giovani Rosa, em posição de impedimento, desviou de cabeça para Bruno Oliveira marcar.

Na segunda etapa, o Central começou melhor, pressionando e assustando em busca da virada, levando perigo em duas cobranças de falta com Murilo Rangel. Em uma delas, a bola foi na trave. Na outra, Richard bateu roupa e a bola sobrou para Xandão, que finalizou, mas foi derrubado pelo goleiro do Ceará. Os jogadores do time pernambucano pediram pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

O Ceará só teve tranquilidade aos 20 minutos, quando Dudu Gago foi expulso. A partir daí, o Central teve dificuldades ofensivas e o Ceará controlou o resultado até o fim, assegurando sua vaga na próxima fase.

(O POVO Online)

Bob Marley – Who the cap fit

O jamaicano Robert Nesta Marley ainda hoje é o mais conhecido músico de reggae de todos os tempos. Quando Bob Marley deixou a escola aos 14 anos, parecia ter apenas uma ambição: a música. Mas arranjou um emprego de soldador. Em 1980, Marley foi diagnosticado com cancro, que espalhou-se para o cérebro, o pulmão e o estômago.

Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) vai ofertar 100 mil vagas na modalidade juro zero e 450 mil na modalidade P-Fies. Os números foram divulgados há pouco pelo Ministério da Educação (MEC). As inscrições para o programa começam amanhã (7) e vão até o dia 14. O Fies a juro zero é voltado para alunos cuja renda familiar bruta mensal por pessoa não ultrapasse três salários mínimos. Já o P-Fies, para estudantes cuja renda familiar bruta mensal por pessoa não exceda cinco salários mínimos.

O financiamento mínimo na modalidade juro zero é de 50% do curso escolhido, desde que o limite financiável não passe de R$ 42.983,70 por semestre. Essa condição passou a valer a partir da edição do segundo semestre de 2018. Podem participar os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e obtiveram média das notas nas provas igual ou superior a 450. Além disso não podem ter zerado a redação.

Os bolsista parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni), ou seja, aqueles que têm bolsa de 50% da mensalidade, poderão participar do processo seletivo do Fies e financiar a parte da mensalidade não coberta pela bolsa.

Cronograma

O Fies oferece financiamento para cobrir os custos das mensalidades de instituições privadas de ensino superior. Na página do Fies está disponível uma sessão de perguntas e respostas para tirar as dúvidas, como como será feito o pagamento do financiamento, quais as taxas que serão cobradas e quais os benefícios concedidos.

O resultado da pré-seleção referente ao processo seletivo do primeiro semestre de 2019 para as modalidade Fies e P-Fies será divulgado no dia 25 de fevereiro.

Os candidatos pré-selecionados na modalidade Fies, deverão acessar o FiesSeleção, e complementar sua inscrição para contratação do financiamento no referido sistema, no período de 26 de fevereiro a 7 de março. A pré-seleção dos participantes da lista de espera será de 27 de fevereiro a 10 de abril.

(Agência Brasil)

IBCAMOR traz ex-Raimundos para conferência de jovens no período de Carnaval

A Igreja Batista Comunidade do Amor (IBCAMOR) promove no período de Carnaval, de 1 a 4 de março, a Conferência Revive, evento voltado para o público jovem, que contará com a participação de cantores e preletores evangélicos nacionais.

Dentre as atrações confirmadas, estão: Rodolfo Abrantes (ex-Raimundos), Thalles Roberto e Eduardo Nunes (Dunamis Movement).

A proposta da Conferência para os jovens é “reviver, revigorar-se e renovar-se em Deus”.

As inscrições para o evento podem ser feitas por meio do site da igreja (www.ibcamor.com), com valores do primeiro lote a partir de R$ 99.

(Foto: Arquivo)

Banco Central mantém taxa básico de juros no menor nível da história: 6,5%

114 1

Pela sétima vez seguida, o Banco Central (BC) não alterou os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) manteve a taxa Selic em 6,5% ao ano, na primeira reunião do órgão do ano. A decisão era esperada pelos analistas financeiros. Com a decisão de hoje, a Selic continua no menor nível desde o início da série histórica do Banco Central, em 1986. De outubro de 2012 a abril de 2013, a taxa foi mantida em 7,25% ao ano e passou a ser reajustada gradualmente até alcançar 14,25% ao ano em julho de 2015. Em outubro de 2016, o Copom voltou a reduzir os juros básicos da economia até que a taxa chegasse a 6,5% ao ano em março de 2018.

Em comunicado, o Copom informou que a manutenção dos juros em níveis baixos depende do progresso de reformas estruturais da economia brasileira. Segundo o BC, a percepção de continuidade dessas medidas afeta as expectativas econômicas.

Em relação ao cenário externo, a nota indicou que diminuiu o risco de inflação provocada por instabilidades na economia internacional. Isso porque fatores como as disputas comerciais e o Brexit – saída do Reino Unido da União Europeia – podem fazer a economia global desacelerar neste ano.

A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Em 2018, o indicador fechou em 3,75%, contra 2,95% em 2017. O índice de janeiro só será divulgado nesta sexta-feira (8).

Para 2019, o Conselho Monetário Nacional (CMN) estabeleceu meta de inflação de 4,25%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual. O IPCA, portanto, não poderá superar 5,75% neste ano nem ficar abaixo de 2,75%. A meta para 2020 foi fixada em 4%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual.

Inflação
No Relatório de Inflação divulgado no fim de dezembro pelo Banco Central, a autoridade monetária estima que o IPCA encerrará 2019 em 4% e continuará baixo até 2021. De acordo com o boletim Focus, pesquisa semanal com instituições financeiras divulgada pelo BC, a inflação oficial deverá fechar o ano em 3,94%.

Depois de fechar abaixo do piso da meta em 2017, a inflação subiu no ano passado afetada pela greve dos caminhoneiros, que durou 11 dias e provocou desabastecimento de alguns produtos no mercado, e por causa da alta do dólar no período. Mesmo assim, o IPCA voltou a registrar níveis baixos nos últimos meses de 2018, tendo encerrado o ano abaixo de 4%.

Crédito mais barato
A redução da taxa Selic estimula a economia porque juros menores barateiam o crédito e incentivam a produção e o consumo em um cenário de baixa atividade econômica. No último Relatório de Inflação, o BC projetava expansão da economia de 2,4% para este ano. Segundo o boletim Focus, os analistas econômicos preveem crescimento de 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos pelo país) em 2019.

A taxa básica de juros é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia. Ao reajustá-la para cima, o Banco Central segura o excesso de demanda que pressiona os preços, porque juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Ao reduzir os juros básicos, o Copom barateia o crédito e incentiva a produção e o consumo, mas enfraquece o controle da inflação. Para cortar a Selic, a autoridade monetária precisa estar segura de que os preços estão sob controle e não correm risco de subir.

*Texto ampliado às 18h40

Michel Lins anuncia licitação para construção da Areninha do “Tigrão”

337 1

O vereador Michel Lins (PPS) anunciou nesta quarta-feira, na Câmara Municipal, mais uma conquista para os moradores de Fortaleza, especialmente dos bairros Parque Araxá e Rodolfo Teófilo. Trata-se do processo de licitação para a construção da Areninha do Tigrão, que deve começar no mês de março.

Ele destacou a importância do equipamento para aquela área da Capital cearense, como o estímulo à prática de esportes, a valorização dos terrenos ao redor, crescimento do comércio e também para a segurança pública.

“Hoje ninguém tem coragem de passar pelo campo do Tigrão à noite, por causa da escuridão e da ausência de iniciativas que visem sua ocupação por parte da população”, disse Michel, destacando que a construção da areninha foi uma ação do seu mandato através de um projeto de indicação apresentado na Câmara e que contou com a aprovação do prefeito Roberto Cláudio (PDT).

(Foto – CMFor)