Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Helio Gois, pré-candidato ao Governo pelo PSL, visita Juazeiro do Norte


Helio Gois ao lado do pré-candidato a deputado estadual Naldo Grangeiro.

O pré-candidato ao Governo do Ceará pelo PSL, advogado Helio Gois, cumpre agenda em Juazeiro do Norte (Região do Cariri). Nesse município, ele participou do ato de pré-lançamento da candidatura de Naldo Grangeiro a deputado estadual por seu partido.

Helio, que promete reforçar o palanque do presidenciável no Ceará, é formado em Direito pela Unifor, mestre em Direito pela UFC e pela Universidade de Heidelberg Ruprecht Karl, na Alemanha. Ele atua como advogado no quadro do escritório Aldairton Carvalho Advogados Associados e é professor na Unifor.

Essa é a primeira eleição que Helio Gois disputará.

(Foto – PSL)

Papa Francisco nomeia dois bispos-auxiliares para Fortaleza

O arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio, havia feito a solicitação há meses.

O Papa Francisco nomeou, na manhã desta quarta-feira, 11, como bispo-auxiliar de Fortaleza o padre Valdemir Vicente Andrade dos Santos, atualmente vigário-geral e pároco da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Aracaju (SE). Também nomeou o padre Julio César Souza de Jesus como bispo-auxiliar de Fortaleza, atualmente pároco da Paróquia Menino Jesus de Praga,
em Teresina (PI). A informação foi publicada no Jornal “L’Osservatore Romano”, informa o site da Conferência Nacional dos Bisppos do Brasil (CNBB).

Perfis

Padre Valdemir

Nascido em Aracaju (SE), padre Valdemir tem 45 anos. Cursou Filosofia no Seminário Nossa Senhora da Conceição, em Sergipe e em Roma estudou Teologia. Também fez especialização em Eclesiologia, em Roma. Foi ordenado sacerdote em agosto de 2001. Além de pároco em várias localidades do Estado de Sergipe, atuou como reitor do Seminário Sagrado Coração de Jesus no Bairro Industrial; diretor espiritual no Seminário Maior Nossa Senhora da Conceição; chanceler da Cúria de Aracaju; notário nos processos das matérias reservadas à Santa Sé; membro do conselho presbiteral e Colégio de Consultores, entre outras funções.

Padre Julio César Souza de Jesus

Com 47 anos, padre Julio César é natural de Goiânia (GO). É bacharel em Filosofia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú e cursou Filosofia e Teologia no Seminário Maior Sagrado Coração de Jesus. Possui mestrado em Teologia Dogmática pela Pontifícia Universidade Gregoriana. Em sua atuação pastoral já atuou como vigário paroquial em diferentes paróquias de Teresina (PI). Foi administrador paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Vitória, em Teresina. Também exerceu os ofícios de vice-reitor do Seminário de Filosofia Dom Edilberto Dinkelbor, em Teresina e professor de Filosofia e Direito Canônico, na Universidade Federal do Piauí (UFPI). Ademais já lecionou Teologia Dogmática e História da Igreja, no Icespi, em Teresina. Por último, exerceu as funções de Diretor Espiritual da Escola Diaconal São Francisco de Assis, em Teresina e Diretor Espiritual da Ordem do Carmelo, em Teresina, entre outras funções.

Morre o radialista Gledson Serafim

952 2

Morreu, nesta manhã de quarta-feira, vítima de complicações de um AVC o radialista Gledson Serafim (69).

Profissional dos mais respeitados na crônica esportiva cearense, Gledson trabalhou na Rádio Verdes Mares AM, onde foi coordenador de programação e plantonista de esportes. Pertencia aos quadros do Grupo de Comunicação O POVO, onde trabalhava na equipe do Timão do POVO, da Rádio O POVO/CBN.

O velório ocorrerá na Funerária São Matheus e o enterro ocorrerá às 10 horas desta quinta-feira, no Cemitério Parque Soil Poente, em Caucaia (RMF). A APCDEC adotou as providências nesse sentido, informa o presidente da entidade, Alano Maia.

(Foto – Facebook)

O Judiciário brasileiro e as interferências político-partidárias

Da Coluna Política, do jornalista Érico Firmo, no O POVO desta quarta-feira, o tópico “Os partidos dos juízes”. Confira:

Diante da polêmica de domingo, veio a público a extensa folha de Rogério Favreto como militante do PT e comissionado de administrações do partido. É alguém que obviamente tem identificação com o partido. A insistência com a qual tentou fazer com que a decisão fosse cumprida o mais cedo possível dá sinais de que a identificação pode ter pesado – e que ele sabia que a decisão seria revista, pois claramente ia de encontro aos tribunais superiores. A questão é que a nomeação de magistrado identificado com partido ou governo não é proibida, muito menos é exceção. A referência vem do próprio Supremo Tribunal Federal (STF).

Dá para formar uma turma inteira do STF com ministros bastante ligados a políticos, pelo menos até serem indicados. De trás para frente: Alexandre de Moraes foi ministro da Justiça de Michel Temer (MDB), secretário da Segurança Pública de São Paulo no governo Geraldo Alckmin (PSDB) e filiado ao PSDB até o ano passado, quando foi escolhido por Temer para o Supremo.

Dias Toffoli foi filiado ao PT, assessor do partido, advogado em campanhas de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), subchefe para assuntos jurídicos da Casa Civil quando José Dirceu era ministro e advogado-geral da União no governo Lula.

Gilmar Mendes ocupou série de cargos na época em que Fernando Henrique Cardoso (PSDB) era presidente: assessor do Ministério da Justiça na época em que Nelson Jobim era ministro, subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil nas gestões de Clóvis Carvalho e Pedro Parente e advogado-geral da União.

Celso de Mello foi assessor do Gabinete Civil da Presidência e secretário-geral de Saulo Ramos na Consultoria Geral da República, durante o governo José Sarney (MDB). Marco Aurélio Mello foi indicado do primo, Fernando Collor de Mello (PTC).

Favreto chegou ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) pelo quinto constitucional. Passou por votação entre os advogados e depois foi o segundo mais votado no próprio TRF-4, na lista tríplice encaminhada à então presidente Dilma Rousseff (PT), que o escolheu. Não fez concurso, mas passou por mais crivos do que os ministros do STF para chegar à magistratura.

Até hoje, quem passou pela Presidência indicou pessoas alinhadas a elas para o Supremo. É assim aqui e é também nos Estados Unidos, por exemplo. Por que você acha que Jair Bolsonaro (PSC) pretende quase dobrar o número de ministros do STF? Isso, claro, se ele for eleito. Pois tem mandato parlamentar há 27 anos e nunca propôs a ampliação. Quer para si o poder de indicar mais e mais magistrados. Quem ficou indignado com a atuação supostamente partidária de Favreto (foto) deve atentar que Bolsonaro quer seguir o mesmo método de escolha.

(Foto – Montagem BBC News)

Mega-Sena acumulada poderá pagar nesta quarta-feira R$ 31 milhões

O prêmio acumulado da Mega-Sena poderá pagar hoje (11) R$ 31 milhões ao apostador que acertar os seis dezenas. O sorteio do concurso 2.058 será 20h (horário de Brasília) no Caminhão da Sorte que está na cidade de São Miguel do Oeste, em Santa Catarina.

De acordo com a Caixa, caso aplicado na poupança, o prêmio poderia render aproximadamente R$ 115 mil mensais.

A aposta mínima da Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país.

(Agencia Brasil)

Caso dos Alvarás – Vereador quer comissão técnica para esclarecer o que há por trás do reajuste

O vereador Acrísio Sena (PT) está propondo a criação de uma comissão técnica, com urgência, para informar, de fato, o que há sobre aumento de taxas de alvarás. “Uma comissão isenta!”, apela o petista.

Até agora, o que se sabe é que há uma guerrinha de notas oficiais partindo da Federação do Comercio do Estado (Fecomércio), do Sindicato dos Lojistas de Fortaleza (Sindilojas) e, por último, da Federação das Indústrias do Estado (Fiec).

A Prefeitura já divulgou também nota garantindo que não há exageros na cobrança das novas taxas de alvarás, mas, como se observa, o caso promete render muito ainda. Caso não haja disposição para o diálogo com espírito e bolso desarmados.

(Foto – CMFor)

Copa da Rússia – Croácia e Inglaterra disputam segunda vaga para a final da competição

A Copa do Mundo chega em sua reta final e o mundo conhecerá hoje (11) o adversário da França na final do mundial de futebol. Inglaterra e Croácia se enfrentam em Moscou, no Estádio Luzhniki, às 15h. Será uma semifinal entre dois países que há muito não chegam a esta fase: a Croácia em 1998 e a Inglaterra duas copas antes, em 1990.

A Inglaterra, campeã mundial em 1966, chega à semifinal após vencer a Colômbia nos pênaltis nas oitavas de final e derrotar a Suécia, sem sustos, nas quartas de final. O time inglês vem mostrando consistência e equilíbrio entre defesa, meio de campo e ataque. Além disso, tem o artilheiro da Copa até agora, Harry Kane, com seis gols.

“É a melhor oportunidade que a Inglaterra já teve e provavelmente poderia ter. Nós mostramos caráter, mostramos crença e acho que é isso que vai nos levar além do limite neste jogo. Eu tenho que sonhar. Eu tenho que sonhar grande”, disse o zagueiro Walker.

“Voltando para casa”

A torcida inglesa, empolgada, já canta Football is coming home (O futebol está voltando para casa, em tradução livre), canção criada em alusão ao título mundial de futebol voltar para o país que inventou o esporte. A última vez que o país chegou a uma semifinal foi em 1990, na Copa da Itália. Na ocasião, perdeu a vaga na final para a Alemanha.

A Inglaterra enfrentará um time croata cansado após disputar duas prorrogações. Só definiu sua classificação às quartas, contra a Dinamarca, e às semifinais, contra a Rússia, nas penalidades. O esforço físico dos croatas nos dois jogos pode aparecer na partida de hoje. O lateral Vrsaljko, por exemplo, foi substituído com dores no joelho durante a prorrogação contra a Rússia e sua presença contra a Inglaterra ainda não é garantida.

(Agência Brasil)

Processos sobre Sergio Moro vão ser analisados pelo CNJ só na gestão Dias Toffoli

186 2

Os dois procedimentos a que Sergio Moro responde no Conselho Nacional de Justiça só devem ser avaliados na gestão do ministro Dias Toffoli, que assume o colegiado em setembro. A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta quarta-feira.

A primeira apuração trata da quebra do sigilo de conversa entre a então presidente Dilma Rousseff e Lula. A segunda, recente, da guerra de liminares sobre um habeas corpus do petista. Como o ex-presidente está no centro dos episódios, membros do CNJ dizem que nada os impede de unir as ações.

O primeiro procedimento aberto contra Moro refere-se a episódio de 2016. Ele está na pauta do colegiado, mas nunca foi chamado para deliberação pela atual presidente, Cármen Lúcia.

O segundo caso foi aberto nesta terça (10) após a guerra de liminares sobre habeas corpus de Lula.

Neste, o CNJ quer entender se Moro agiu de maneira atípica ao interromper as férias para despachar, se quebrou a hierarquia ao desqualificar a polêmica decisão de Rogerio Favreto e se, ao admitir ter acionado outros juízes do TRF-4, indicou ligação excessiva com o caso.

Ainda que o CNJ opte por punir o juiz, os que apostam mais alto acham que o colegiado lançará no máximo uma advertência contra ele.

(Foto – Reprodução de TV)

Ferrovia Transnordestina – Obra que já consumiu R$ 6,4 bilhões continua sem entrar nos trilhos

491 1

Com o título “Transnordestina parada”, eis o título do Editorial do O POVO desta quarta-feira. Trata de uma obra importante para a região nordestina, mas que continua sem sair dos trilhos. Confira:

Iniciada em 2006 – durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva -, a previsão original era entregar a ferrovia Transnordestina no ano de 2010. No entanto, depois de consumir R$ 6,4 bilhões, a obra está parada há mais de um ano, como mostrou este jornal em reportagem na edição de ontem. A obra ferroviária, de mais de 1.700 km, se concluída, fará a ligação da cidade de Eliseu Martins (PI) aos portos de Pecém (CE) e de Suape (PE).

Relatório da auditoria independente PricewaterhouseCoopers mostra que a empresa responsável pela obra, a Transnordestina Logística S.A. (TLSA), controlada pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), acumulou prejuízo de mais de R$ 149,8 milhões em dois anos; somente em 2017, o passivo foi de R$ 46,1 milhões. No Ceará, o trecho Missão Velha-Pecém, de 527 quilômetros (km) teve apenas 15% do total da obra construída, em dez anos.

O orçamento inicial de R$ 4,5 bilhões já foi estourado; para a conclusão da obra prevê-se a necessidade de mais R$ 7 bilhões em investimentos, elevando o custo final em aproximadamente o dobro do estimado em seu início. A dívida com fornecedores soma R$ 66,3 milhões, conforme o relatório da auditoria; de financiamentos e empréstimos, a TLSA já tem dívida contratada de R$ 607,7 milhões até 2033. Dessa forma os problemas vão se acumulando e, sendo assim, a dificuldade de encontrar um parceiro na iniciativa privada torna-se difícil. “Qual é o investidor internacional que vai alocar recurso com este déficit com fornecedores, instituições financeiras e impostos? Isso sem contar a necessidade de readequação em alguns trechos”, questiona o deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE), coordenador da Comissão Externa que acompanha as obras da Transnordestina. A fala do deputado é respaldada pelo fato de o governo federal já haver tentado parceria com investidores italianos e chineses, sem sucesso.

A recente greve dos caminhoneiros mostrou, da forma mais inquietadora possível – faltou pouco para chegar-se a um colapso de abastecimento – a necessidade de o Brasil ter alternativas de transporte. E o modal ferroviário seria um dos mais adequados para um País de extensão continental. A Transnordestina, além de ser um instrumento de desenvolvimento para o Nordeste, teria, ainda, a vantagem de apontar para esse caminho. Sucesso, portanto, ao deputado Raimundo Gomes de Matos, que irá reunir-se, ainda este mês, como o ministro dos Transportes, Valter Casimiro, para cobrar providência em relação à obra.

(Foto – DNA Logística)

Kátia Abreu vai integrar equipe do presidenciável Ciro Gomes

315 1

A senadora Kátia Abreu (PDT) vai desenvolver as propostas do presidenciável Ciro Gomes (PDT) voltadas à agropecuária. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Ciro telefonou, na noite dessa terça (10), e convidou a senadora, que já foi ministra da Agricultura, para integrar a equipe responsável por elaborar seu plano de governo.

Kátia topou na hora e, de bate-pronto, avisou aos mais próximos que desistiu de disputar o governo do Tocantins no final do ano.

(Foto – Filha do Bico/Tocantins)

Chuvas deste mês no Ceará já superam a média histórica para julho

O acumulado de precipitações nos dez primeiros dias deste mês já foi suficiente para superar a média histórica para julho no Ceará. Computado o normal histórico de todas as cidades do Estado, o esperado para o período é de 15,6 milímetros (mm), conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Até ontem, o observado de chuvas já apontava 16,1mm.

“Não são chuvas muito significativas porque a média para julho é baixa”, afirma David Ferran, meteorologista da Funceme.

As precipitações dessa terça-feira em muito contribuíram com o índice. Ontem, a Funceme registrou chuvas em 26 cidades, incluindo todos os municípios que compõem a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Em Pacatuba, ocorreu a maior delas: 94,5mm. Em seguida, vieram Maracanaú (91 mm), Caucaia (74 mm) e São Gonçalo do Amarante (59 mm). Em Fortaleza, foi registrada chuva de 53,4mm, no posto Pici. Pelo normal histórico, em Fortaleza, chove em todo o mês de julho 59,7mm. Os dados foram obtidos em parciais às 14h55min de ontem.

A chuva de ontem trouxe consigo velhos problemas. Alagamentos foram registrados por toda a Capital, como no túnel Eduardo Dourado da Fonte, no Bairro de Fátima.

No bairro Itaperi, uma árvore caiu, arrastando os fios de poste de energia da rua Godofredo de Oliveira. O incidente causou queda de energia, de acordo com Fabrício Rocha, funcionário de um supermercado da região. Ele afirma que ninguém ficou ferido em decorrência do acidente.

Já na rua Engenheiro Edmundo Almeida Filho, no bairro Vila União, paralela ao trilho do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), o asfalto cedeu e um carro foi engolido pelo buraco. “Isso é inadmissível. Além do prejuízo de chegar atrasado no trabalho, tem o financeiro”, reclamou o motorista do veículo, André Morais, de 28 anos. Ele afirma que vai denunciar o caso à Prefeitura.

(O POVO – Lucas Barbosa, com Matheus Facundo)

Real Madrid convidará meninos resgatados da Tailândia para jogo no Santiago Bernabéu

O Real Madri convidará os 12 meninos resgatados após mais de duas semanas presos em uma caverna da Tailândia para assistir a uma partida da equipe principal do clube no estádio Santiago Bernabéu. Segundo a Agência EFE, o clube madrilenho enviará o convite assim que o grupo de crianças do time dos Javalis Selvagens estiver plenamente recuperado para viajar à capital espanhola.

Com essa iniciativa, o Real Madrid pretende premiar a coragem dos meninos, cujo resgate foi concluído nessa terça-feira (10).
O clube espanhol entrou em contato com o embaixador da Espanha na Tailândia para agilizar os trâmites, assim que viu pela televisão a imagem na caverna de um dos rapazes vestidos com a camiseta do Real Madri.

Equipes de resgate retiraram ontem as últimas quatro crianças e o treinador que permaneciam presos em uma caverna do norte da Tailândia. Nos dois dias anteriores foram retirados mais oito meninos.

(Agência Brasil com EFE)

Campanha vai arrecadar brinquedos em Fortaleza

 

Tudo pronto para a segunda edição do projeto Treino Solidário. O evento ocorrerá a partir das 6 horas de domingo, com saída do Centro Administrativo do Cambeba, e tem por objetivo arrecadar brinquedos e incentivar a solidariedade. Faz parte da Campanha Sorriso Largo

O projeto irá dispor de toda a estrutura de um treino e corrida, com educadores físicos, distribuição de água e lanche, camisa e medalha de participação. Para participar do evento, o interessado deve fazer inscrição por meio do site do Cronoteam.

A campanha Sorriso Largo, que já vai para sua 13ª edição, será realizada oficialmente no dia 2 de agosto. Desde seu início, ela já arrecadou mais de 98 mil brinquedos, beneficiando crianças de 377 entidades sociais de Fortaleza e região metropolitana.

SERVIÇO

* Centro Administrativo do Cambeba – av. Afonso Albuquerque Lima, 769

*Inscrição: www.cronoteam.com.br

A volta dos que não foram

Da Coluna do Eliomar de Lima, do O POVO desta quarta-feira:

Prefeitos que foram afastados em operações realizadas pela Procuradoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), organismo do Ministério Público do Estado, sob a acusação de improbidade administrativa, podem voltar aos seus cargos em breve.

Isso porque o prazo do afastamento dessa turma, que é de 90 dias, está se esgotando já nos próximas semanas, no que poderá haver o retorno aos seus cargos.

Entre os casos, segundo levantamento de fontes judiciais, estão Eliezer Adriano (Cachimbão), de Bela Cruz, que, inclusive, reassumiu nesta semana; e Ribamar Batista, conhecido por Ribeiro, que é de Paracuru – com processo administrativo que gerou cassação.

Cabe ao Poder Judiciário alargar o prazo de afastamento, o que depende de pedido a ser feito pela Procap.

Presidente da Assembleia convoca parlamentares ao trabalho

O presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT), está reforçando apelo aos parlamentares para que compareçam às sessões. Na abertura dos trabalhos dessa terça-feira (10), ele confirmou que haverá votação de matérias em tramitação na Casa.

Entre as prioridades, está a Lei de Diretrizes Orçamentárias. (LDO).

“Vamos ter votação nesta quarta (11/07), quinta (12/07) e, se necessário, na sexta (13/07)”, avisou. O recesso bate à porta.

Bom lembrar que os senhores parlamentares estaduais já estão em clima de campanha. De olho no eleitorado.

Senado aprova projeto que retoma benefícios para setor de refrigerantes

O Senado Federal aprovou projeto de decreto que derruba decisão do governo federal que alterava a alíquota do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) incidente sobre o xarope usado para a produção de refrigerantes. A medida foi uma demanda da bancada do Amazonas por, segundo os parlamentares, afetar empresas instaladas na Zona Franca de Manaus. O projeto segue para apreciação da Câmara dos Deputados.

Em 30 de maio deste ano, o governo editou o Decreto 9.394, que reduzia a alíquota sobre o xarope utilizado na produção de refrigerantes de 20% para 4%. Contudo, a redução tornou a alíquota a mesma cobrada no produto final, a diferença nos percentuais era aproveitada pelas empresas de refrigerante por gerava créditos que eram usados para abater impostos.

O decreto foi uma das medidas adotadas pelo governo para financiar a queda do preço do diesel prometida aos caminhoneiros. A expectativa era arrecadar R$ 740 milhões este ano com a mudança, já que as empresas instaladas na Zona Franca são isentas.

Para reverter a mudança, parlamentares da bancada do Amazonas entraram com duas propostas de projetos de decreto, com o objetivo de defender a manutenção do regime anterior para os fabricantes da Zona Franca. Do outro lado, estavam parlamentares de outros estados em defesa de empresas do mesmo segmento, que reclamam de concorrência desleal.

No projeto de decreto, a autora, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB – AM), justificou a derrubada da medida do governo pelos prejuízos que trouxe às indústrias de bebidas não alcoólicas, responsáveis por boa parte do faturamento do polo industrial. Na sessão, senadores do estado reclamaram da alteração da carga tributária, o que segundo eles não teria amparo legal. “O decreto é ilegal. Não houve sequer noventena [prazo de pelo menos três meses antes de validade de novo tributo]”, afirmou o senador Omar Aziz (PSD-AM).

A senadora Ana Amélia (PP-RS) criticou o projeto de decreto pelas perdas para as empresas gaúchas. “Embora a legalidade do pleito dos senadores do Amazonas, como senadora do Rio Grande tenho que pensar e defender os interesses do meu estado”, disse.

Ela foi seguida por parlamentares de outros estados. “Elas [empresas da Zona Franca] não pagam imposto e recebem em crédito. No momento em que o governo fecha farmácias populares, vamos dar R$ 7 bilhões de subsídio para a Coca-cola? É um privilégio a grandes empresas”, afirmou o senador Lindberg Farias (PT-RJ).

(Agência Brasil)

Câmara dos Deputados aprova MP que altera a Política Nacional de Irrigação

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (10), a Medida Provisória que altera a Política Nacional de Irrigação. O novo texto evita a perda do lote de projeto público de irrigação para o Poder Público se estiver hipotecado junto a banco oficial em razão de financiamento ligado à plantação irrigada. A matéria será analisada pelo Senado.

Editada em março deste ano pelo presidente Michel Temer, a MP tem o objetivo de garantir segurança jurídica às instituições ligadas à agricultura irrigada e também fomentar a concessão de crédito e a realização de investimentos privados pelos agricultores nesses projetos.

O Brasil tem atualmente existem 110 Projetos Públicos em Irrigação (PPI), onde estão cerca de 26 mil agricultores irrigantes. Segundo a justificativa, o custo médio anual de culturas implantadas em PPIs é de R$22,4 mil por hectare.

“Em se tratando de culturas perenes, o início de produção não é imediato, implicando retorno financeiro após alguns anos. Desta forma, até que o produtor obtenha receita pela venda de seus produtos, ele terá que arcar com os custos de manutenção das culturas mediante recursos próprios ou por meio de financiamento em instituições financeiras”, afirmou o governo federal ao justificar a medida.

(Agência Brasil)