Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Ciro Gomes: Hub da TAM vai gerar milhares de empregos para Fortaleza que vive de serviços

176 6

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=4VxQhb2uCdk[/youtube]

O ex-governador Ciro Gomes (Pros) defendeu a mobilização em favor do hub da TAM para Fortaleza, observando que o benefício vai gerar milhares de empregos para Fortaleza.

Ciro destaca que a Capital cearense hoje não tem condições de absorver mais indústrias e não vive de agricultura, mas de serviços, que podem ser ampliados a partir do turismo.

Tasso Jereissati – O hub da TAM pode ser âncora para a economia do Ceará

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=7RMA_mjMpUE[/youtube]

O ex-governador Tasso Jereissati voltou a pisar, pela primeira vez, no Palácio da Abolição reformado após ter gerido o Estado por três vezes. É que em sua primeira gestão, ele tratou de transferir a sede do Governo para o Palácio do Cambeba.

Tasso gostou do que viu no Palácio e não escondeu estar bem descontraído. Sobre o hub da TAM, luta que o governador Camilo Santana (PT) mobiliza em favor de Fortaleza, numa disputa com Natal (RN) e Recife) PE), o senador tucano deixou de lado as diferenças políticas com o PT.

Ele defende o hub da TAM como uma espécie de âncora para o desenvolvimento do Estado.

Camilo Santana reúne ex-governadores em torno da luta pelo hub da TAM

hubbb

Camilo promove um ato suprapartidário.

O governador Camilo Santana (PT) realiza, neste momento, no auditório lotado do Palácio da Abolição, uma grande mobilização em favor do hub da TAM (ponte de conexões de voos internacionais) para Fortaleza. A Capital cearense disputa esse equipamento com Natal (RN) e Recife (PE). Para Camilo, o hub tem grande significado para impulsionar a economia do Estado, abrindo perspectivas de mais empregos na área do comércio e de serviços.

A iniciativa ganhou peso político, a partir da presença de seis ex-governadores, lideranças empresariais e dirigentes de entidades do setor turístico do Estado. Os ex-governadores Tasso Jereissati – hoje senador, Ciro Gomes, Gonzaga Mota, Francisco Aguiar – presidente do TCM, Adauto Bezerra e Cid Gomes prestigiam o ato. Um familiar do ex-governador Beni Veras marca presença, enquanto o ex-governador Lúcio Alcântara não compareceu. Da bancada federal cearense, notou-se a ausência do senador Eunício Oliveira (PMDB), que disputou e perdeu o Governo para Camilo Santana.

O ato reuniu ainda o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (Pros), a presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Iracema do Vale, o presidente do TCE,  Valdomiro Júnior, e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, além de secretários estaduais, municipais e o presidente da Fiec, Beto Studart, o presidente da Federação da Agricultura, Flávio Saboya, o presidente da Associação Comercial, João Porto Guimarães, o presidente da CDL Fortaleza, Severino Neto, além do presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas, Honório Pinheiro, e o dirigente da Associação Brasileira dos Atacadistas e Distribuidores (ABAD), José do Egito.

No ato, os secretários do Turismo, Arialdo Pinho (Estado) e Elpídio Nogueira (Fortaleza), destacaram a luta pelo hub como importante para ampliar os horizontes do setor no Estado.

osse

Antes do ato, os ex-governadores posaram para fotos. Tasso e Gonzaga Mota papearam à vontade. Cid Gomes foi o último a chegar ao Palácio da Abolição. Adauto falará em nome dos ex-governadores. O presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (Pros), está no ato, bem como o presidente estadual do PPS, Alexandre Pereira, e a presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Iracema do Vale.

Vários humoristas e o cantor Fagner também conferem o ato pró-hub da TAM.

(Foto – Paulo MOsKa)

O Conselho do pai do governador

122 1

eudoro-santana

O prefeito Roberto Cláudio (Pros) ajudou a eleger Camilo. É hora do Camilo ajudar a reeleger o Roberto Cláudio.

A pregação é do presidente do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), Eudoro Santana, pai do governador.

Marcelo Odebrecht continuará presidente da Odebrecht?

“Ninguém sabe quantos dias Marcelo Odebrecht, o mais poderoso empreiteiro do Brasil, ficará preso. Há um consenso entre advogados experientes que são escassas as chances de ele mofar na prisão, por exemplo, quatro meses, como se deu com presidentes e diretores de outras empreiteiras.

Ainda assim, se coloca uma questão para a Odebrecht, um dos maiores grupos empresariais brasileiros, um conglomerado que emprega cerca de 200 000 pessoas diretamente, dona de um faturamento de 107 bilhões de reais por ano: Marcelo Odebrecht pode continuar presidindo a Odebrecht?

Para citar dois exemplos mais do que recentes: Danton Avancini, Leo Pinheiro e Ricardo Pessoa, respectivamente presidentes da Camargo Corrêa, OAS e UTC quando a Lava-Jato os pegou, foram obrigados a deixar seus cargos.

O fizeram para não prejudicar os negócios das empresas. Seja por uma questão de imagem externa (como conseguir rolar uma dívida no exterior, por exemplo, tendo um presidente enjaulado?); seja porque dificultaria a própria tentativa de seus advogados conseguir em um habeas corpus, pois a Justiça sempre poderia argumentar que eles como presidentes das empresas poderiam ou continuar a fazer os malfeitos ou apagar provas.

Por isso, cabe a pergunta: será que Marcelo Odebrecht continuará presidindo a Odebrecht? Será que o herdeiro que foi preparado desde cedo por seu avô, fundador do império Odebrecht, e por seu pai, que o antecedeu na presidência, sairá do comando do grupo tão cedo, aos 46 anos? Ou, colocando a pergunta de modo diferente, será que ele tem condições de continuar sem prejudicar a empresa?

Oficialmente, um interino, Newton de Souza, foi colocado em sua posição. As perguntas acima referem=se, naturalmente, ao momento em que Marcelo for solto. Estará fora da prisão, mas talvez em prisão domiciliar e com certeza ainda no centro da confusão da Lava-Jato.

(Coiuna Radar, da Veja Online)

Secretaria reúne prefeitos da Região Ibiapaba para discutir projeto de desenvolvimento

123 1

nicole

A secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado, Nicole Barbosa, vai reunir, às 14h30min desta segunda-feira, os prefeitos da Região da Ibiapaba com técnicos da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).

Segundo Nicole, hora de discutir, na sede da federação, uma política de desenvolvimento para a Ibiapaba.

Aliás, a região tem clima bom para fruticultura, floricultura e outras culturas, o que atrai principalmente investidores de outros Estados.

Redução da maioridade penal pode reduzir a idade dos jovens no mercado de trabalho

A redução da maioridade penal, enviada ao plenário da Câmara na última semana após aprovação em comissão especial, não é a única preocupação de entidades ligadas à defesa dos direitos da criança e do adolescente. Os ativistas temem que o passo seguinte seja a diminuição da idade para o ingresso de jovens no mercado de trabalho.

Três propostas de emenda à Constituição que reduzem dos atuais 16 para 14 anos a idade mínima para a contratação de adolescentes foram desarquivadas este ano.

As três proposições tramitam em conjunto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde têm parecer favorável e estão prontas para entrar na pauta de votações.

(Com Agências)

Fortaleza tomada por rampas de lixo. O que está acontecendo?

189 2

Olha só como amanheceu, nesta segunda-feira, a rua José Vilar, a poucas quadras da Residência Oficial do Governo do Estado:

lixoxox

O pior é quase toda semana um caminhão passa no local para recolher uma nova rampa. Aliás, esse tipo de problema está se registrando em quase toda Fortaleza. Há cruzamentos que têm o lixo recolhido e, não demora muito,  a rampa reaparece.

Até parece boicote.

(Foto – Leitor do Blog)

MEC divulga hoje resultado da primeira chamada do ProUni

O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta segunda-feira (22) o resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) referente ao segundo semestre deste ano. As informações estarão disponíveis na página do programa na internet.

O candidato selecionado deverá comparecer à instituição de ensino na qual foi pré-selecionado, levando os documentos que comprovam as informações prestadas na ficha de inscrição. Ele deve verificar o horário e o local em que deve comparecer. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 29.

Caso perca a data, o candidato é automaticamente retirado do processo.

Entre os documentos a serem apresentados estão o de identificação, comprovante de residência, comprovante de rendimento e comprovante de conclusão do ensino médio. A lista completa está na página do ProUni .

No dia 6 de julho será divulgado o resultado da segunda chamada. Aqueles que não forem selecionados poderão participar da lista de espera nos dias 17 e 20 de julho.

O ProUni oferece bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). É dirigido a estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou que tenham vindo da rede particular na condição de bolsistas integrais.

(Agência Brasil)

CBF não vai recorrer e Neymar deixa delegação nesta segunda-feira

“A CBF desistiu de recorrer da punição de quatro jogos dada ao atacante Neymar após a expulsão no jogo contra a Colômbia. A decisão foi tomada em uma reunião entre o jogador e a comissão técnica na noite deste domingo. Com a punição confirmada, o camisa 10 da seleção está oficialmente fora da Copa América e vai deixar a delegação já nesta segunda-feira. Caso recorresse, a CBF poderia tentar reduzir a suspensão para três jogos, o que liberaria Neymar para uma eventual final.

Em nota oficial divulgada no início da madrugada desta segunda-feira, a entidade comunica que vai acatar a decisão do tribunal – mas não explica os motivos da desistência do recurso. O comunicado pede que “o mesmo rigor” usado na punição a Neymar seja adotado em todas as competições da Conmebol.”

(Agência Brasil)

‘Todos pelo HUB’ reúne lideranças na política e na economia

foto tasso e camilo

Da Coluna Vertical, no O POVO desta segunda-feira (22):

O lançamento da mobilização “Todos pelo HUB” deverá se transformar num encontro das maiores lideranças políticas e empresariais do Estado. Parlamentares e representantes do setor produtivo confirmaram presença no evento, que ocorrerá nesta segunda-feira (22), a partir das 9 horas, no Palácio da Abolição.

Em comum, o pensamento voltado para uma estratégia integrada das instâncias pública e privada pela conquista do HUB (ponte de conexões internacionais) da TAM. Fortaleza disputa com Natal (RN) e Recife (PE).

Governador por três vezes, o senador Tasso Jereissati tem conversado com Camilo Santana (PT) e confirmou presença no ato. Foi nos seus governos que o Ceará assegurou projetos estruturantes como Porto do Pecém, Castanhão, Aeroporto, Linhões de Energia, duplicações e construção de novas rodovias.

Tasso tem defendido um novo projeto de desenvolvimento para o Estado e aponta o HUB como fundamental nesta nova estratégia. O tucano, porém, mantém suas duras críticas ao não cumprimento da promessa da refinaria por parte da União.

Além de Tasso, que irá pela primeira vez ao reformado Palácio da Abolição – ele governou o Estado no Cambeba -, confirmaram presença no ato pró-HUB os ex-governadores Adauto Bezerra, Lúcio Alcântara, Ciro Gomes, Cid Gomes, Francisco Aguiar e um familiar de Beni Veras. O presidente da Fiec, Beto Studart, e Ivens Dias Branco também.

Projeto proíbe entrevista de preso sem autorização da Justiça

A bancada do Psol na Câmara dos Deputados protocolou projeto de lei que obriga veículos de comunicação a requisitar autorização judicial para entrevistar presos. Para o partido, muitos programas de TV exibem de forma “sensacionalista e vexatória” a condição dos presidiários brasileiros. “Nesses casos, a liberdade de informação esbarra no princípio maior, que é o da dignidade humana”, afirma a bancada.

O PL 2021/2015 exige a prévia autorização judicial não só na realização de entrevistas, mas na captação de imagens dos presos. A proposta especifica que esses devem estar sob custódia do estado no interior de delegacias ou estabelecimentos prisionais.

A iniciativa dos deputados Chico Alencar (RJ), Ivan Valente (SP), Jean Wyllys (RJ) e Edmilson Rodrigues (PA) cita um caso protagonizado pela Bandeirantes. A 11ª Vara Federal de Salvador condenou a emissora a pagar R$ 60 mil por dano moral coletivo. A jornalista, na ocasião, debochou do desconhecimento da língua portuguesa do réu. A Justiça interpretou que o programa “Brasil Urgente Bahia” violou direitos humanos dos presos expostos na reportagem.

O Ministério Público apontou que “não somente o preso foi atingido, mas toda a sociedade baiana exposta, no horário de exibição do programa (12h) a toda sorte de baixarias, que contribuem para a má formação moral, educacional e cultural de crianças e adolescentes”.

Na opinião da bancada do Psol, “atitudes como estas por parte dos meios de comunicação ferem garantias constitucionais”.

(Congresso em Foco)

MP que altera tabela do IR tranca a pauta do Plenário

A pauta do Senado da terça-feira (23) está trancada pelo Projeto de Lei de Conversão (PLV) 7/2015, decorrente da Medida Provisória (MP) 670/2015. A medida foi lida na quinta-feira (18) e perde a vigência no dia 8 de julho.

A MP 670/2015 promove um reajuste escalonado, por faixas, das tabelas do Imposto de Renda das Pessoas Físicas (IRPF). A variação é de 6,5% a 4,5%. Os reajustes valem desde abril de 2015 e são fruto de negociações do governo com o Congresso para manter o veto ao reajuste linear de 6,5% para toda a tabela.

Todos os contribuintes são beneficiados, uma vez que o Imposto de Renda incide sobre as faixas salariais. Dessa forma, um cidadão que ganha R$ 5 mil é isento na primeira faixa e depois sofre a incidência das quatro alíquotas da tabela de acordo com cada faixa.

(Agência Senado)

EUA: manifestantes querem que bandeira com símbolo racista seja recolhida

Dias após um jovem branco entrar em uma Igreja Metodista na cidade de Charleston, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos, e matar, a tiros, nove pessoas, milhares de manifestantes se reuniram na capital do estado, Columbia, para pedir que a Assembleia Legislativa local recolha a bandeira dos Estados Confederados da América.

Considerada um símbolo da guerra civil norte-americana, a bandeira é tida por muitos como uma representação do racismo sulista. Protegida por uma lei que estabelece que ela não pode ser removida sem a aprovação da Assembleia Legislativa, a bandeira que estampa a “cruz sulista” permanece hasteada diante do edifício público, apesar das bandeiras dos Estados Unidos e da Carolina do Sul terem sido baixadas, em sinal de luto pelas vítimas do ataque de Dylann Roof.

Portando faixas e cartazes e entoando canções e palavras de ordem, a multidão exigia a imediata retirada do estandarte. “Já não podemos mais nos dar ao luxo de deixar esta bandeira aqui como um farol para aqueles que preservam más opiniões”, disse uma das oradoras durante o protesto.

A expectativa dos organizadores é que o ato sirva como um “aquecimento” para o 4 de julho, Dia da Independência dos Estados Unidos, quando esperam um protesto ainda maior. De com eles, mais de 370 mil pessoas já assinaram uma petição online para que a bandeira seja retirada da frente da assembleia.

(Agência Brasil)

Médico brasileiro desenvolve teste simples para diagnosticar caquexia

De difícil diagnóstico, a caquexia é uma síndrome associada a doenças como câncer, aids e insuficiência cardíaca. Ela provoca perda de peso e atrofia muscular. Embora não haja dados sobre quantas pessoas sofrem com essa síndrome no país, a caquexia pode atingir 85% das pessoas com câncer de pulmão e até 30% das pessoas com insuficiência cardíaca.

“A caquexia é uma síndrome que acelera o metabolismo do corpo e leva à perda de peso, perda de músculo e diminuição do desempenho. É diferente de desnutrição. Tem pessoas que são magras e desnutridas, mas que continuam a fazer suas atividades. A caquexia leva a uma aceleração do metabolismo, independentemente da quantidade de comida que ela consuma”, explicou o pesquisador e médico geriatra do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, André Filipe Junqueira dos Santos, em entrevista à Agência Brasil.

Para facilitar o diagnóstico da doença no futuro, o médico usou um aparelho para avaliar a atividade física diária e o instalou em idosos que desenvolveram ou não a síndrome. Ele observou que atividades simples, por exemplo, como ficar em pé ou caminhar, tornam-se mais difíceis para as pessoas que desenvolvem a síndrome.

O aparelho, segundo o médico, é uma espécie de sensor que avalia atividades cotidianas e foi desenvolvido na Escócia. O equipamento custa em média R$ 1,5 mil e pode ser usado diversas vezes. Na pesquisa, o aparelho foi colocado na coxa de 45 idosos (22 deles saudáveis e 23 portadores de caquexia e com câncer em estágio avançado) pelo período de uma semana. O resultado demonstrou diferenças na atividade física praticada por idosos com ou sem caquexia.

“O homem idoso saudável caminha, em média, 7 mil passos. Um idoso com caquexia andava, em média, em torno de 3 mil ou quatro mil passos. E uma mulher saudável que andava 8 mil passos, passou a andar 5 mil passos. O tempo em pé, de uma mulher saudável, que no dia a dia é em torno de cinco horas, caía para pouco mais de uma hora e meia [no caso em que ela tinha caquexia]”, informou o pesquisador.

(Agência Brasil)

O político e o cargo que deve ser respeitado

172 1

Em artigo enviado ao Blog, o brasileiro João da Silva relata o que se pode avaliar na relação de autoridades de um cerimonial. Confira:

Dizem que o povo não entende muito de política e que é responsável por tudo de ruim que os políticos fazem na economia, na saúde, na educação e em várias outras áreas. Mas não é bem assim. Muitas vezes, o povo se finge de besta para melhor passar. Outras vezes, os políticos subestimam a gente em atos nas entrelinhas.

Um caso como esse último ocorreu na sexta-feira passada, no Palácio da Abolição, quando o cerimonial do governador Camilo Santana chamou o deputado José Nobre Guimarães para compor a mesa das autoridades, no evento que anunciou os investimentos do Ministério da Integração Nacional para o Ceará, dentro do Plano Estadual de Convivência com a Seca.

Até aí, tudo bem. O doutor Guimarães é o líder do governo Dilma na Câmara dos Deputados. O problema é que o homem foi anunciado como representante da bancada do Ceará na mesma Casa.

Vixe… O que as câmeras de televisão não mostraram e o que os jornais não escreveram foi melhor do que a notícia do tal investimento. Vocês precisavam ver a cara de constrangimento do deputado Raimundo Gomes de Matos, sendo representado naquele momento pelo líder da Dilma. Outros deputados também disseram não estar representados. Pior mesmo foi a situação do deputado José Airton Cirilo, o Zé, nada menos que o coordenador da bancada.

Foi o próprio Camilo que tentou consertar a gafe do cerimonial e chamou o coordenador da bancada para compor a mesa. Pois é, nem para a mesa o homem ia. De longe, Cirilo pediu para ficar no meio da galera, mas o governador insistiu e o pessoal do lado deu uma força. Eu mesmo dei um empurrãozinho: “Vai, homem. Tu é o coordenador”!

O problema é que ninguém leu nos olhos do Zé que já havia um representante da bancada na mesa. Digo, o representante. De acordo com o cerimonial.

E não é que o Zé estava certo em não querer ir? A cerimonialista logo o avisou que já estava certo o doutor Guimarães falaria em nome da bancada. Se os olhares de centenas de pessoas não estivessem voltados para ele, naquele momento, o Zé voltava dali mesmo.

Entre os deputados que ficaram na galera a conversa era que o doutor Guimarães usurparia outros cargos, dentro de uma estratégia do Palácio da Abolição. Todos de orelhas em pé.

Nesta segunda-feira, o governador fez uma convocação geral para o movimento “Todos pelo Hub da TAM”. Tem deputado com receio de ir ao evento pelo constrangimento da tal “representação”. O Zé já sinalizou em não querer ir. O Raimundo prometeu reação em caso de nova gafe do cerimonial. O certo é que a conversa se espalhou entre os federais e lideranças. Parece besteira, mas o incômodo está nas entrelinhas.

STF vai decidir sobre absolvição para quem volta a cometer crimes leves

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir na quarta-feira (24) se o princípio da insignificância pode ser aplicado em casos de reincidência. Os ministros vão analisar três habeas corpus de acusados que foram condenados pelo furto de dois sabonetes, um par de sandálias e 15 bombons.

A questão começou a ser julgada no ano passado na Primeira Turma da Corte. Na ocasião, o ministro relator dos processos, Luiz Roberto Barroso, entendeu que a absolvição de acusados de furto deve ocorrer mesmo em casos de reincidência. Para o ministro, isso evita o aumento da superlotação dos presídios.

Apesar do entendimento do ministro, a jurisprudência do Supremo define que o princípio não pode ser aplicado nos casos de reincidência e furto qualificado. Diante do impasse, o tema foi remetido para o plenário do STF.

Na doutrina jurídica, o princípio da insignificância tem o sentido de absolver acusados que tenham cometido crimes de baixo poder ofensivo e lesão material. Para aplicar o princípio, o juiz deve levar em conta a falta de periculosidade da ação, o baixo grau de reprovação e valor do objeto furtado.

Motoristas desrespeitam trânsito na Monsenhor Tabosa

134 4

foto trânsito 150620 mtabosa

O trânsito na avenida Monsenhor Tabosa ficou congestionado em alguns intervalos, na manhã desse sábado (20), na Praia de Iracema.

O que irritou motoristas teve como causa outros motoristas, que insistem no estacionamento paralelo, algumas vezes nos dois lados da via.

O Blog abordou uma motorista que chegava com uma sacolinha de compra. Ao ser questionada sobre o estacionamento paralelo, a mulher alegou que deixou o pisca-alerta ligado, o que justificaria a infração.

Flanelinhas afirmaram que orientam motoristas a não estacionarem no paralelo. Mas um foi flagrado assegurando a um condutor que não havia fiscalização.

Pelo visto, o aumento no índice de multas por agentes de trânsito não passou pela Monsenhor Tabosa.