Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Custo da energia aumentou 60,42% nos últimos 12 meses

“O custo da energia elétrica acumula inflação de 60,42% no período de 12 meses, segundo dados de março do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgados hoje (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ao mesmo tempo, a inflação oficial, medida pelo IPCA, ficou em 8,13%.

Em março deste ano, a energia elétrica ficou, em média, 22,08% mais cara no país, respondendo por mais da metade da inflação oficial no mês, que ficou em 1,32%. “Esse aumento leva em conta os reajustes extraordinários concedidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica [Aneel] às concessionárias. Também inclui a bandeira tarifária que, neste mês, ficou vermelha”, disse a coordenadora de Índice de Preços do IBGE, Eulina Nunes dos Santos.

A bandeira tarifária é um custo extra que o consumidor precisa pagar quando as usinas termelétricas são acionadas para produzir energia. A energia produzida por essas usinas é mais cara do que a produzida pelas usinas hidrelétricas. Como as térmicas estão sendo usadas com frequência, a bandeira tarifária está vermelha: a mais cara.

Entre as cidades e regiões metropolitanas analisadas pelo IBGE, as maiores altas na energia elétrica foram registradas em Campo Grande (34,77%) e Curitiba (32,73%). No Recife, houve o menor reajuste: 0,65%. No Rio, a alta foi 23,34% e em São Paulo, 25,63%.

Segundo Eulina, a alta da energia elétrica tem não só impacto direto no bolso do consumidor, que paga sua conta de luz, mas também tem efeito indireto no preço de outros produtos, pois aumenta o custo dos produtores e fornecedores de serviços aos consumidores. “A refeição fora de casa tem influência da energia, por exemplo”, disse a pesquisadora.”

(Agência Brasil)

Sindicato dos Bancários reconhece queda da violência, mas apela contra ataques a bancos

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=0ofdx01O5kY[/youtube]

O governo estadual comemora redução das mortes violentas no Estado durante mês de março e mais recentemente durante a Semana Santa.

O presidente do Sindicato dos Bancários do ceará, Carlos Eduardo Bezerra, reconheceu esforços do Governo, mas diz que o momento não é de comemorar. Para ele,  comemorar só quando não houver mais assassinatos.

Carlos Eduardo aproveitou para abordar uma situação que causa pânico na categoria: os ataques a bancos. Também comentou o projeto de lei 4330, das terceirizações, que deve ser votado nesta quarta-feira pela Câmara.

Funcap divulga projetos aprovados na Pós-Graduação

“A Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap) divulga hoje (8) as propostas aprovadas no edital nº 05/2014 – Estímulo à cooperação científica e desenvolvimento da pós-graduação – Fase 2, realizado em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). No total, foram aprovadas 17 propostas, somando R$ R$ 1.605.054,00 em recursos a serem investidos.

O edital visa fortalecer o ensino de pós-graduação stricto sensu (mestrado
acadêmico e doutorado) no Ceará, por meio do financiamento de despesas de
custeio inerentes à execução dos mesmos. O prazo máximo de execução dos projetos aprovados é de 18 meses, desde que não ultrapasse a vigência do Acordo CAPES/FUNCAP, em vigência até 10 de agosto de 2016.”

SERVIÇO

* Confira o resultado aqui.

(Site da Funcap)

Sindicato das Empresas de Transporte de Carga entregará o Troféu Otacilio Correa

eniddd

O Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Ceará (Setcarce), ao completar 73 anos de existência, homenageará com sua maior comenda, o Troféu Otacílio Correia, três personalidades cearenses: o ex-senador Cid Carvalho, o empresário Deusmar Queirós e o secretário-adjunto da Fazenda João Marcos Maia.

O presidente da entidade, Clóvis Nogueira Bezerra, comandará o evento que ocorrerá sexta-feira próxima, a partir das 20 horas, no Buffet Athenée, sob embalo da banda Caribbean Kings. A Prática Eventos cuida de toda estruturação da festa.

O nome do troféu homenageia o responsável pela reestruturação do sindicato nos anos 60 – o empresário Otacílio Correia, que foi o primeiro presidente da nova era. Ele também foi deputado estadual e transformou a sua transportadora rodoviária em uma empresa com atuação internacional.

 

Transporte urbano – Quem vai pagar a conta?

Com o título “Adivinha quem vai pagar a conta?”, eis artigo do presidente da Associação Nacional do Transporte Urbano (ANTU), Otávio Vieira da Cunha Filho. Ele fala sobre impacto econômico da decisão do Governo Dilma de voltar atrás nas desonerações da folha de pagamento e alerta sobre reajustes futuros no setor. Confira: 

Pode parecer pouco, mas quem gasta todos os dias com a passagem de ônibus urbano entende bem o impacto econômico da decisão do governo de voltar atrás nas desonerações de folha de pagamento. Com maior conhecimento de causa que os especialistas econômicos, o cidadão sabe, na simplicidade da matemática doméstica, qual é o peso dessa medida no orçamento do mês. Representa um aumento de até 15 centavos por passagem.

Esse é o valor máximo estimado que o setor terá que repassar às tarifas de todo o país, caso seja aprovada no Congresso Nacional a proposta do governo que altera a alíquota de 2% para 4,5% sobre a folha de pagamentos. Ou seja, representa um aumento real nos custos. E só restariam duas formas de arcar com eles: transferindo aos passageiros ou às prefeituras.

Mesmo com a indefinição sobre a votação desse projeto de lei e com a pressão do setor para que o Transporte Público não seja onerado, o imbróglio tende a evoluir e os empresários de ônibus não conseguirão absorver essa conta até o próximo reajuste tarifário. Isso significa que algumas cidades terão novos reajustes caso a proposta seja aprovada pelo Congresso.

É importante (re)lembramos que no início de fevereiro o governo estabeleceu novas alíquotas de PIS/Cofins e da CIDE, incidentes sobre o diesel, com reajuste de 15 centavos nas bombas de combustíveis. A alteração representa um acréscimo de 1,6% nos custos das empresas de Transporte Público, ou seja, R$ 0,06 a mais na passagem do ônibus. Esse valor só será repassado às tarifas na próxima revisão, em 2016.

Hoje, o peso do óleo diesel na composição dos custos das empresas de ônibus chega a 23%. O custo pesa tanto quanto para os caminhoneiros, que realizaram recentemente uma manifestação para mostrar que o Brasil dos menos favorecidos não tem condições de pagar essa conta sem que o Estado faça a sua parte, subvencionando uma fatia dessa conta.

Em janeiro de 2015, várias cidades concederam aumentos nas tarifas, que foram inevitáveis, pois as desonerações possíveis já haviam sido feitas e, mesmo assim, a defasagem chegou a quase 14%. Organizar o Transporte Público urbano é competência dos municípios, mas há que se apelar ao bom senso do governo federal, no sentido de ajudar a solucionar essa equação, sob pena de imputarmos ao Transporte Público, mais uma vez, a pecha de vilão, quando as empresas, sem condições de absorver esse desgaste, tiverem que repassar a conta a quem utiliza os serviços.

Com essa pauta indigesta, o clima torna-se ainda mais favorável às manifestações de rua e às greves pelo país, somando-se a essa questão outros itens que agravam o quadro: reajustes nas contas de luz, dissídios coletivos, repasse da inflação, aumento de insumos para vários segmentos e por aí vai.

Nesse cenário preocupante, a Associação Nacional das Empresas de TransportesUrbanos (NTU) entende que é possível, no Brasil de tantos desafios, estabelecer uma política de preços justos, coerente com as reais necessidades de cada setor e condizente com o peso de cada um no bolso do cidadão.

Só assim, acreditamos na possibilidade de oferecermos um transporte urbano de qualidade, mas sem que o usuário desse sistema seja penalizado, tendo que absorver custos que o Estado tem o dever de assumir, na forma de subvenção, mesmo em momento de crise, como este.

* Otávio Vieira da Cunha Filho,

Presidente-executivo da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (ANTU).

Michel Teló lança CD e DVD “Bem Sertanejo”

vevee

O casal maravilhoso de divulgadores Vevé e Tânia encontra-se em São Paulo. Eles são convidados especiais do lançamento do CD e DVD “Bem Sertanejo”, do cantor Michel Teló, que ocorrerá nesta noite de quarta-feira.

Caberá a Vevé e Tânia o trabalho de difundirem por aqui esse novo trabalho de MIchel Telô, resultado dos vários encontros musicais do cantor com duplas sertanejas deste meu Brasil de Mãe Preta e Pai João.

Morre pai do jornalista Fábio Campos

86 2

Nossos pêsames ao jornalista Fábio Campos, colunista do O POVO, que perdeu seu pai, Ivanildo Martins (92). Ele foi vítima de complicações cardíacas.

O velório ocorre na Ethernus onde, às 15 horas desta quarta-feira, haverá a missa de corpo presente. Às 16h30min, o enterro no Cemitério Parque da Paz.

* Confira a homenagem de Fábvio ao seu pai aqui.

Chuva de 122.6 milímetros em Pentecoste

87 1

Choveu em 38 municípios, até as 9 horas desta quarta-feira, no Ceará, segundo boletim da Funceme. Confira as 10 maiores chuvas:

Pentecoste (Posto: Sebastião De Abreu) : 122.6 mm

Barroquinha (Posto: Barroquinha) : 84.0 mm

Amontada (Posto: Amontada) : 58.2 mm

Granja (Posto: Granja) : 50.0 mm

Mulungu (Posto: Mulungu) : 40.0 mm

Jijoca De Jericoacoara (Posto: Jericoacoara) : 38.0 mm

Camocim (Posto: Camocim) : 38.0 mm

Barro (Posto: Cuncas) : 31.2 mm

Martinópole (Posto: Martinopole) : 31.0 mm

Amontada (Posto: Santa Cruz) : 28.6 mm

Inflação oficial de março alcança 1,32%

“A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 1,32% março deste ano. Em fevereiro, a taxa ficou em 1,22%. Já em março do ano passado, o IPCA havia registrado inflação de 0,92%. O dado foi divulgado hoje (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O IPCA acumula taxas de 3,83% no ano e de 8,13% em 12 meses.

O IPCA, criado com o objetivo de oferecer a variação dos preços no comércio para o público final, reflete o custo de vida de famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos, residentes nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Distrito Federal e Goiânia. O governo usa o IPCA como referência para verificar se a meta estabelecida para a inflação está sendo cumprida.”

(Agência Brasil)

Camilo já tem quem apoiar para a UVC

cesararaujooo

O governador Camilo Santana entrou de vez na campanha para mudança de mesa na União dos Vereadores do Ceará (UVC). Camilo anunciou publicamente que apoia o vereador de Camocim, César Veras, candidato à presidência da entidade.

O vereador César Veras também recebeu o apoio do primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, Sérgio Aguiar (Pros). 

A UVC presta consultoria aos vereadores e representa esse segmento e as Câmaras Municipais do Estado.

SERVIÇO

* A eleição da UVC ocorrerá no próximo dia 30 e o processo de votação se iniciará às 10 horas.

Cagece – Obra inacabada prejudica moradores no Presidente Vargas

84 2

cagecce

De Haroldo Barbosa, leitor do Blog, recebemos a seguinte nota, em tom de queixa contra a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece):

Caro Eliomar de Lima,

Mais uma vez recorro ao seu Blog para denunciar descaso da Cagece. Há mais um mês uma terceirizada dela abriu um buraco no início da rua Herculano Pena (Bairro Parque Presidente Vargas).

Até hoje, ninguém voltou para concluir a obra e até mesmo o cavalete que havia no local indicando ser uma obra da Cagece, desapareceu.

O buraco atrapalha o trânsito de carros, motos e pedestres, além de representar risco de acidentes. Com as últimas chuvas, transformou-se em uma verdadeira cacimba.

Cobramos providências.

Sem mais

* Haroldo Barbosa.

Dilma cada vez mais refém do PMDB

66 1

Da Coluna Política do jornalista Érico Firmo, no O POVO desta quarta-feira:

Não é de agora que a presidente Dilma Rousseff (PT) queria entregar sua articulação política ao vice-presidente, Michel Temer (PMDB). Ele havia recusado antes e aceitou após a recusa do ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha (PMDB), de ir para o posto mais espinhoso da Esplanada dos Ministérios. Neste momento, a escolha de qualquer dos peemedebistas tem significado igual. Já houve outras oportunidades em que o presidente delegou sua relação com os aliados a outros partidos. Luiz Inácio Lula da Silva (PT), por exemplo, teve na função os petebistas Walfrido dos Mares Guia e José Múcio Monteiro. Curiosamente, quando escolheu membros do partido que, anos antes, fez eclodir o escândalo do mensalão, o ex-presidente teve seus momentos de maior tranquilidade política. Agora, o problema é a circunstância em que isso ocorre.

O governo é refém do PMDB. Entregar a articulação ao partido é uma forma de aproximá-lo do Planalto. Para manter os anéis, o governo entrega os dedos. O acessório se sobrepõe ao principal. O aliado ficou maior que o governo.

É uma última e arriscada jogada. Se Temer não domar o PMDB e não reconstruir as pontes com Eduardo Cunha e Renan Calheiros, é porque não tem mais jeito. O atual vice-presidente sempre foi um aliado útil a todos os governos nas últimas décadas. Mas não faz o jogo de ninguém além do dele próprio. Serve, mas, sobretudo, serve-se. Ao nomeá-lo, Dilma abre mão, de certa forma, de sua articulação política. Rende-se ao PMDB e terceiriza a área mais nevrálgica de um governo. Função que se costuma delegar a gente de extrema confiança. Não é o caso da presidente e de seu vice. A delegação ocorre por falta de outro jeito.

Nunca antes na história deste País um partido aliado teve tamanha ascendência sobre o governo de outra sigla. Nem o PMDB havia chegado tão longe em governos alheios.

 

Parlamentar questiona bloqueio de internet anunciado por operadoras

chicolopes

A Comissão de Defesa do Consumidor, da Câmara dos Deputados, cobrará das operadoras de telefonia celular, em audiência, nesta quarta-feira, esclarecimentos sobre o anúncio de que os usuários terão a Internet bloqueada em seus celulares e tablets, tão logo chegue ao fim sua franquia mensal de dados. A medida está sendo questionada por iniciativa do vice-presidente da Comissão, o deputado federal Chico Lopes (PCdoB).

O parlamentar apresentou o requerimento de audiência pública e também solicitou providências à Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça, ao Ministério das Comunicações e à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Chico Lopes avalia que a medida anunciada pela operadora TIM, e já implantada por outras empresas do setor, fere ao menos dois artigos do Código de Defesa do Consumidor.

“O consumidor que tem o plano pós-pago não pode simplesmente ter bloqueado o seu direito a acessar a Internet em seu aparelho, porque a franquia estipulada pela empresa chegou ao fim. Antes a velocidade de acesso era reduzida, mas não se pode aceitar que o consumidor fique sem comunicação, que o serviço seja cortado unilateralmente”, expõe Chico Lopes, citando os artigos 30 e 51 do Código de Defesa do Consumidor.

Mensagem do prefeito garantindo guarda municipal no controle do trânsito já está na Câmara

110 4

foto roberto cláudio prefeito

Já está na Câmara Municipal mensagem do prefeito Roberto Cláudio (Pros) ampliando as atribuições da Guarda Municipal. A mensagem tem como objetivo, segundo a assessoria técnica do prefeito, adequar a legislação municipal ao Estatuto Geral das Guardas Municipais (Lei federal 13.022/2014) e determina que os guardas poderão exercer operação e controle do trânsito em vias e logradouros municipais, nos termos do Código Brasileiro de Trânsito.

Pelo projeto, a Guarda Municipal poderá exercer essas funções por meio de convênio celebrado com a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) ou mediante delegação do Prefeito Municipal. Atualmente, a Guarda Municipal possui 1.400 agentes e outros 1.000 foram aprovados em concurso e estão finalizando curso de formação para serem incorporados ao efetivo.

O secretário de Segurança Cidadã, Francisco Veras, explicou que após a aprovação da mensagem os guardas farão curso de treinamento específico, com apoio da AMC e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Nova Bezerra de Menezes exige alguns reparos necessários

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=ar3ku74A-Xc[/youtube]

Pois é, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros) está para entregar a nova Avenida Bezerra de Menezes, mas, pelo visto, alguns detalhes precisam ser corrigidos. Os abrigos do ponto de ônibus não protegem do sol nem da chuva.

No fim de semana, um carro derrubou um dos tótens que divulga o projeto como da Prefeitura de Fortaleza (cruzamento da avenida com rua General Piragine). Ainda pegou parte da grade.

Temer fracassa em sua primeira tarefa como articulador

63 1

temer

“A primeira missão de Michel Temer como articulador político do governo deixou-o frustrado e mostrou que o caminho será muito mais pedregoso do que – até ele, político experiente – podia imaginar.

Temer ligou para Luiz Henrique e Roberto Requião e pediu que ambos retirassem suas assinaturas da CPI do BNDES.

Ouviu dois “nãos”.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Pontos de Cultura passarão para os Estados

“Os pontos de Cultura terão legislação própria e serão política de Estado. Essas são algumas das mudanças que passam a valer com o lançamento hoje (8) da Política Nacional de Cultura Viva (PNCV). Instituída pela Lei 13.018/14, mais conhecida como Lei Cultura Viva, a PNCV será lançada pelo Ministério da Cultura (MinC) juntamente com a lei. A legislação foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em julho do ano passado, mas precisava ser regulamentada para entrar em vigor.

“Hoje, os pontos de Cultura, com a Lei Cultura Viva, se tornam uma política do Estado brasileiro, ou seja, independente de governo ou partido eles vão existir dentro da política do país. Isso é algo muito importante para quem produz cultura”, disse a secretária da Cidadania e Diversidade Cultural do MinC, Ivana Bentes. Ela explica que outra mudança é a possibilidade da autodeclaração. Agora, mesmo aqueles grupos que não forem contemplados pelos editais do MinC poderão ter o reconhecimento de ponto de Cultura. Ela conta que hoje o país tem cerca de 4 mil pontos beneficiados por recursos do Estado e que aqueles grupos que hoje não recebem mais os recursos, reivindicavam continuar com o título, já que não deixaram de desenvolver as ações e os trabalhos.

“Quem produz cultura no Brasil não é só quem recebe dinheiro do edital, não é só quem está vinculado ao recebimento de recurso público. O contingente de produtores culturais no Brasil é gigante”, diz. Para a secretária, outra vantagem da autodeclaração, além do reconhecimento do trabalho, é a possibilidade de mapeamento, por parte do ministério, dos agentes culturais do país, já que para pedir o reconhecimento o grupo terá que preencher um cadastro nacional fornecendo informações sobre suas atividades.

O terceiro ponto de destaque é a criação do Termo de Compromisso Cultural (TCC), que vai mudar a maneira como será feita a prestação de contas dos recursos repassados pelo MinC. A ideia é adequar essa necessidade à realidade dos pontos de Cultura que, muitas vezes, são aldeias indígenas e grupos tradicionais, por exemplo, e que tinham dificuldades com o atual sistema.”

(Agência Brasil)

Professores do Estado farão assembleia regional para discutir reajuste salarial

62 2

aniziomelo

Os professores estaduais filiados ao Sindicato APEOC  promoverão, a partir das 15h30min desta quarta-feira, no Ginásio Poliespotivo de Parangaba, em Fortaleza, uma assembleia regional com o tema “Nenhum Passo Atrás”. O objetivo, segundo o presidente da entidade, Anízio Melo, é discutir com a categoria a pauta de negociação com o Governo do Estado.

Ente os pontos centrais, estão a recomposição da tabela vencimental do magistério para todos – com retroatividade a janeiro, uma nova tabela vencimental com ganhos remuneratórios para os funcionários da Educação, e um novo Instituto de Saúde do Servidor Público Estadual (ISSEC).

Esse tipo de concentração tem o seguinte calendário, após a assembleia regional dos docentes desta quarta-feira:

* Dia 14/04 – 5 horas:  Aeroporto Internacional – Operação Aeroporto. Pressionar parlamentares federais por ganhos do Fundef;

* Dia 21/04 – 7 horas:  Sede APEOC – Bicicletada;
* Dia 30/04 – 9 horas:  Palácio da Abolição – Dia D: Mobilização e Paralisação.

Camilo receberá em audiência o ministro da Pesca

O governador Camilo Santana (PT) vai receber em audiência, a partir das 10 horas desta quarta-feira, no palácio da Abolição, o ministro da Pesca e Aquicultura, Hélder Barbalho.

Hora de uma discussão sobre uma série de projetos do interesse do Estado na área da pesca, informa o titular da Pesca e Aquicultura e Agricultura, Osmar Baquit.

DETALHE – Ainda nesta quarta-feira, o governador seguirá para o Recife onde, no fim da tarde, prestigiará o ato de posse da nova cúpula do TRF-5ª Região. Assumirá a presidência o potiguar Marcelo Navarro, tendo na vice o cearense Roberto Machado e como corregedor outro cearense, o desembargador federal Fernando Braga.