Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Os sonhos de Agatha Quest

Em artigo no O POVO deste domingo (24), o jornalista Demitri Tulio conta a história da menina cheia de sonhos, atualmente em tratamento no Peter Pan. Confira:

Hoje, vou fazer o seguinte. Tentarei ser meu avô Afonso. Um senhor que por muitos anos povoou, ao vivo, meu imaginário fantástico. Era um homem como outro qualquer, escrito de coisas tortas e de iluminações.

Uma delas era saber recontar ficções e inventar potocas. Por tempos, pensei nele um escritor ou aquele narrador de fábulas, de folclore, dos contos de fadas e ouvir dizer. E era. Contava até os sonhos.

Na sexta-feira, como há muitos anos não acontecia, fiquei com ele na cabeça. Pensando como vovô contaria uma história real, mas também um conto, que me foi doada por Tarcísio Matos.

O T. Matos tem dessas generosidades. Escuta ou testemunha narrativas por aí e me passa um bocado delas. Quase como quem serve um lambedor de malva a quem está com o tosse de cachorro. Ou como alguém que traz um presente inesperado.

Queria saber quais palavras meu avô Afonso colheria para fiar um dos sonhos de Agatha Quest. Uma menina de 10 anos de idade que desejava ter nascido sereia de cauda e asas. Mentira, aí sou eu inventando pra florear o texto.

Ela tinha uma vontade de se banhar na praia vestida de sereia. Simples. Nascida em Paracuru, uma cidade na beira do oceano, Agatha poucas vezes deixou de se encontrar com o mar. A não ser quando adoeceu.

A mocinha, hoje uma hóspede do hospital Peter Pan, poderia até ser a personagem de um livro que escrevi com minha irmã Nukácia. O Mar Menina, um título assim porque acho bonito o nome do restaurante do Léo. Depois, conto a história numa visita a ela.

Pois sim. O sonho de Agatha, que descobriu ano passado um osteossarcoma e perdeu uma das pernas, era ser uma sereia. Ter uma cauda colorida e longa, mexer nela e nadar o mar inteiro.

Ir com os peixes, apostar corrida com as baleias e dançar com os golfinhos. Andar sobre as águas e não temer, nunquinha, meros e tubarões. No fundo, no fundo, eles podem ser superados.

Acho que antes de nascermos, nascem primeiro os sonhos pra cada criança descida na Terra. Deve ser. E um bocado deles, mesmo os que parecem impossíveis, podem se realizar.

Pois o desejo de Agatha, não sei se o principal da vida dela, era ser uma sereia. Metade peixe, metade menina.

E assim se deu. Uma fotógrafa, Dayviane Lima, gentilmente, realizou a querência da mocinha também do mar. Foram à praia do Pacheco e ela foi feliz para sempre naquele dia de sereia.

Ou num dia de Yara, contaria meu avô. Porque era assim como ele chamava as sereias da água doce, mesmo sabendo que você é do mar de Paracuru.

E se eu fosse você, Agatha, continuaria sonhando.

Demitri Tulio

Jornalista do O POVO

São Francisco – Canais do rio poderão ganhar placas solares

O governo federal estuda instalar placas solares ao longo dos canais de integração do Rio São Francisco para que a energia solar possa ser utilizada no bombeamento da água. A informação é do presidente Jair Bolsonaro, em postagem de hoje (24) na sua conta no Twitter.

O consumo de energia elétrica do sistema corresponde a cerca de 80% dos custos da operação do empreendimento. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, a demanda anual nas fases pré-operacional e operacional do Projeto gira em torno de 746 mil MW.

A instalação de placas sobre espelho d’água também possibilita que a evaporação seja bastante reduzida, já que os painéis solares montados em canais bloqueiam a radiação do sol. De acordo com estimativas, uma planta fotovoltaica (painéis) de um megawatt pode economizar nove milhões de litros de água por ano.

Os painéis solares ainda oferecem outra vantagem: com a ausência de luz solar, o crescimento de algas é minimizado, ajudando também na redução do custo de manutenção e aumentando a vida útil dos equipamentos.

Bolsonaro comentou também sobre a finalização das obras do projeto. “O Ministério de Desenvolvimento Regional divulga que, o Projeto de Integração do São Francisco está em fase conclusiva de obras, como visto em tweets anteriores. Complementamos que Eixo Norte está em reparação, e a expectativa é de que os trabalhos sejam finalizados até maio”, escreveu.

O Ministério do Desenvolvimento Regional informou que o Eixo Norte está com 97% de avanço. Os serviços estão concentrados no dique Negreiros, em Salgueiro (PE), e, em maio, as atividades serão concluídas, a estrutura voltará a pré-operar e “as águas do ‘Velho Chico’ voltarão a percorrer os canais em direção ao Ceará”.

Já o Eixo Leste, entregue em março de 2017, tem garantido o abastecimento regular de mais de um milhão de pessoas em 35 municípios da Paraíba e de Pernambuco. Nesta semana, o governo liberou R$ 82 milhões para as obras da Adutora do Agreste, localizada no sertão pernambucano, para expandir o abastecimento na região.

A adutora já leva as águas do Eixo Leste para sete cidades e, até junho, contemplará mais três municípios de Pernambuco. No total, a primeira fase da obra vai contemplar mais de um milhão de pessoas em 23 cidades.

(Agência Brasil)

Fortaleza tem chuva de 120 milímetros neste domingo

319 1

Em dados divulgados há pouco, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) apontou chuva em 122 municípios do Estado neste domingo (24). As maiores precipitações ocorrem em Fortaleza e Região Metropolitana.

A maior chuva foi em Pacatuba, com 121.3 milímetros, seguida por Fortaleza (120 mm), Maracanaú (119 mm) e São Gonçalo do Amarante (115 mm). Ainda na Região Metropolitana de Fortaleza, choveu forte em Aquiraz (109 mm), Itaitinga (107 mm), Eusébio (95 mm), Pindoretama (95 mm) e Horizonte (82 mm).

Nos outros municípios cearenses, as maiores chuvas foram em Aracati (114 mm), Fortim (101 mm), Iracema (89 mm), Ocara (86 mm), Ipueiras (84 mm), Icapuí (83 mm) e Jaguaruana (81 mm).

(Foto: Arquivo)

SISU na UFC: 519 candidatos são chamados na primeira convocação de suplentes a partir de amanhã

A Universidade Federal do Ceará convoca 519 suplentes a ocuparem vagas oriundas de desistências e cancelamentos de matrículas na graduação. Acesse a lista: https://bit.ly/2BOVqOP. Os selecionados em Banco de Suplentes têm sua solicitação de matrícula realizada automaticamente, mas deverão, obrigatoriamente, comparecer à coordenação do seu curso para fazer a ativação da matrícula e garantir a vaga, independente do semestre em que estejam alocados.

O prazo máximo para ativação da matrícula é de três dias úteis a partir do dia seguinte à data da publicação da lista com seu nome. Ou seja, o estudante convocado na sexta-feira (22) precisará cumprir esta etapa desta segunda-feira (25) a quarta-feira (27).

O candidato deverá entrar em contato com a coordenação de curso (https://bit.ly/2GGgjzF) para saber o horário de funcionamento.

Na ativação de matrícula, na coordenação do curso, o estudante terá que apresentar documento de identificação oficial com foto (RG, por exemplo) e assinar as duas vias do termo de ciência (https://bit.ly/2T9dflx; uma delas ficará com o estudante e a outra será retida na Universidade).

Esse procedimento também pode ser feito por procurador legalmente reconhecido. Neste caso, será necessário apresentar o original da procuração e fotocópias autenticadas de documentos de identificação oficiais com foto do candidato e do procurador.

Após a ativação da matrícula, os selecionados para o primeiro semestre devem iniciar suas atividades letivas.

Já os candidatos alocados no segundo semestre, além da ativação de matrícula, terão de cumprir mais uma etapa: a Confirmação Presencial de Matrícula, em 24 ou 25 de julho, na coordenação de curso. O semestre letivo 2019.2 terá início no dia 5 de agosto.

Todas as vagas não ativadas voltarão para o Banco de Suplentes, podendo ser ocupadas por outros candidatos na convocação seguinte. A próxima convocação de suplentes, caso haja vagas disponibilizadas no sistema, está prevista para 8 de março.

COTAS

O suplente convocado a uma vaga de cota terá verificada a documentação que foi entregue no ato da inscrição. O resultado da análise será divulgado no dia 12 de março, juntamente com o prazo para defesa/recurso.

Durante o período de verificação de todas as modalidades de cotas, o candidato estará pré-matriculado liminarmente, devendo ativar sua matrícula, na coordenação de curso, no mesmo prazo dos demais candidatos, e acompanhar as atividades acadêmicas, se ingressante no primeiro semestre.

Se, mesmo após o recurso, o candidato continuar indeferido, sua pré-matrícula será considerada sem efeito. Um novo candidato da mesma classe de concorrência será convocado, em ordem de classificação.

REMANEJAMENTOS

Candidatos cotistas que obtiveram nota suficiente para serem convocados pela Ampla Concorrência, de acordo com a Portaria Normativa nº 18/2012 (https://bit.ly/2E1PZfM), do governo federal, não terão documentação de cota analisada.

A mesma portaria e também a Portaria nº 9/2017 (https://bit.ly/2E2FlWa) definem que, em caso de não preenchimento das vagas reservadas a uma determinada cota, elas são remanejadas para outras cotas.

A UFC se desobriga do envio de mensagem eletrônica ou de qualquer outra comunicação direta com os candidatos. É de responsabilidade exclusiva dos candidatos acompanhar, através do site do SISU na UFC (www.sisu.ufc.br) as etapas e comunicados da Universidade quanto à ocupação de vagas através da Lista de Espera do SISU.

As convocações de Banco de Suplentes são regidas pelo Edital nº 05/2019 (https://bit.ly/2tCYtVH).

Dúvidas serão respondidas somente pelo e-mail sisu@ufc.br.

(Coordenação do Sisu na UFC)

Papa anuncia medidas para combater abusos contra crianças

O papa Francisco classificou hoje (24) os abusos contra crianças e adolescentes como “crimes abomináveis”, nos quais, segundo ele, “esconde a mão do mal” sem poupar a “inocência das crianças”. O pontífice anunciou sete estratégias para “acabar com a violência contra as crianças” por parte da Igreja Católica Apostólica Romana.

“Gostaria de reiterar aqui que a Igreja não será poupada em fazer todo o necessário para levar à justiça quem cometeu tais crimes. A Igreja nunca tentará encobrir ou subestimar qualquer caso”, ressaltou o papa no encerramento do encontro promovido pelo Vaticano com representantes da Igreja Católica Apostólica de vários países.

O papa Francisco advertiu que abusos não devem ser encobertos e desvalorizados, pois tais atitudes favorecem a propagação do mal. Ele ressaltou que o mundo digital deve ser inserido no esforço coletivo.

“Devemos empenhar-nos para que os jovens e as jovens, especialmente os seminaristas e o clero, não se tornem escravos de dependências baseadas na exploração e abuso criminoso dos inocentes e de suas imagens e o desprezo pela dignidade da mulher e da pessoa humana”, destacou o papa.

Segundo o papa Francisco, é necessário superar “polêmicas ideológicas e políticas” para combater o problema. “Milhões de crianças, em todo o mundo, são vítimas de exploração e abuso sexual”, alertou.

“[O que ocorre] leva à amargura e até mesmo suicídio. Às vezes, vingar-se fazendo a mesma coisa.”

Desde o dia 21 até hoje, cardeais, arcebispos, bispos e líderes religiosos se reuniram para discutir medidas para combater os abusos e a exploração de menores. Após a missa de domingo, o papa Francisco conversou com os religiosos. Ele ressaltou que muitos abusos são cometidos dentro da família e entre pessoas conhecidas.

Nos últimos meses, várias denúncias contra padres e bispos dos mais distintos continentes, denunciados por abusos, vieram à tona. O papa avisou que não toleraria casos de violência sexual contra crianças e adolescentes.

O papa Francisco também condenou o “turismo sexual” chamado por ele de “flagelo”. Segundo ele, um fenômeno em crescimento contínuo. Ele lembrou que há ainda outras vítimas de abusos, como crianças-soldados, desnutridas, sequestradas e “muitas vezes vítimas do comércio monstruoso em órgãos humanos ou transformados em escravos”.

(Agência Brasil)

O POVO lança nesta segunda-feira o projeto transmídia Aviação Ceará

O debate sobre sobre o impacto dos novos voos internacionais no Estado, com transmissão ao vivo pelo Youtube da TV O POVO, marca o lançamento do projeto transmídia Aviação Ceará, na noite desta segunda-feira (25), a partir das 19 horas, no Espaço O POVO de Cultura & Arte.

O secretário do Turismo do Estado, Arialdo Pinho, participa de bate-papo que terá à frente o jornalista Emerson Maranhão, coordenador do projeto transmídia e diretor do webdoc. Na ocasião, também será lançado o site, que apresentará entrevistas gravadas pelo editor-chefe de Economia e Negócios, Jocélio Leal, pela editora-adjunta de Economia, Beatriz Cavalcante, e pelo repórter Lucas Braga. Os entrevistados foram o diretor geral da Air France-KLM na América do Sul, Jean-Marc Pouchol; o diretor geral da TAP no Brasil, Mário Carvalho; e o diretor de Marketing da TAP no Brasil, Francisco Guarisa.

O caderno estará disponível para o leitor na terça-feira (26), também live no Facebook do O POVO sobre o tema.

Ainda na terça-feira, na rádio O POVO CBN, a partir das 14 horas, a jornalista Neila Fontenele estará à frente de debate econômico sobre o tema, no programa O POVO Economia.

Reunião de emergência, em Bogotá, discute crise na Venezuela

142 1

O presidente da Colômbia, Iván Duque, coordena amanhã (25), em Bogotá, com representantes dos 14 países do Grupo de Lima e o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, reunião para discutir o acirramento da crise na Venezuela. O governo norte-americano estuda anunciar novas sanções contra o governo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

No que depender dos Estados Unidos, a tendência é de apresentar recomendações para a imposição de novas sanções à Venezuela como forma de isolar Maduro e levá-lo a abrir mão do poder. “O povo da Venezuela é a favor da liberdade e da democracia, e os EUA estão ao seu lado”, afirmou Pence, na sua conta pessoal no Twitter.

Na reunião, em Bogotá, o Brasil será representado pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. O chanceler esteve nos últimos dias em Pacaraima (RR) e na fronteira da Colômbia. Em nota, o governo brasileiro repudiou os atos de violência tanto nas áreas próximas ao Brasil como colombiana.

Araújo se reuniu com Juan Guaidó e os presidentes da Colômbia, Iván Duque, do Chile, Sebastián Piñera, e do Paraguai, Mario Abdo, na fronteira com a Venezuela. Eles acompanharam a organização da ajuda humanitária internacional para a população venezuelana.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, participou de um evento público em que defendeu a legitimidade do governo interino de Juan Guaidó e criticou a gestão de Maduro. Também mencionou a grave crise humanitária o esforço internacional para buscar conter as dificuldades da população venezuelana.

O embaixador John Bolton, assessor internacional da Casa Branca, foi designado a acompanhar de perto os desdobramentos da situação na Venezuela, segundo o porta-voz Garrett Marquis.

Na sua conta pessoal no Twitter, Bolton indicou a inclinação dos Estados Unidos em aprovar mais sanções contra a Venezuela para pressionar Maduro a deixar o governo. “Os militares da Venezuela têm uma escolha: abraçar a democracia, proteger os civis e permitir ajuda humanitária ou enfrentar ainda mais sanções e isolamento”, disse Bolton.

Ontem (23) carregamentos de ajuda humanitária dos Estados Unidos, Brasil e vários países conseguiram chegar ao território venezuelano, conforme o chanceler brasileiro.

(Agência Brasil)

Com três sorteios nesta semana, Mega-Sena paga R$ 43 milhões na terça-feira

Nenhum apostador acertou os seis números da Mega-Sena, em sorteio realizado na noite desse sábado (23), em Jundiaí/SP. Na terça-feira (26), o prêmio será de R$ 43 milhões, segundo estimativa da Caixa Econômica Federal.

Os números sorteados foram: 0107283044 e 46.

Já o teste 4.910 da Quina teve uma aposta ganhadora do prêmio de R$ 1,3 milhão, realizada em Goiânia, que acertou os números 16 – 38 – 42 – 70 e 71.

Mar segue avançando no Icaraí e prefeitura continua a ver navios

1156 3

Após destruir barracas de praia, moradias e ruas do Icaraí, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, o mar segue avançando e agora ameaça condomínios.

A preocupação dos moradores locais não parece tirar o sono dos gestores de Caucaia, que há cerca de duas décadas somente apresentam soluções paliativas, facilmente arrastadas pelas ondas do Icaraí.

(Foto: Leitor do Blog)

Chanceler diz que ação na Venezuela não tem caráter intervencionista

150 1

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, disse que a ação do Brasil na ajuda humanitária à Venezuela “é parte da tradição brasileira de cooperar em favor da democracia, em favor do bem-estar de um povo irmão, em favor da solidariedade internacional”.

O chanceler nega que a operação de levar alimentos e medicamentos aos venezuelanos tenha qualquer razão intervencionista. Segundo ele, Nicolás Maduro usa o argumento de risco de interferência como “cortina”. Araújo salienta que “o conceito de não interferência não existe para isso. Existe para assegurar a cooperação, a estabilidade internacional e não para permitir que um regime ditatorial mate de fome seu povo”.

O chanceler ressaltou ainda que o Brasil e outros países agem em coordenação com o governo de Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional Venezuelana que se autodeclarou presidente encarregado da Venezuela.

“Nós estamos agindo em apoio ao governo legítimo da Venezuela, constitucional conforme ditames da Corte Suprema Venezuela, e que nós reconhecemos assim como dezena de países reconheceram. Isso é um esforço de apoio a um governo legítimo de um país amigo que se confronta com um regime ditatorial usurpador, com todos elementos de crueldade e de brutalidade contra o povo venezuelano”, explicou.

Ernesto Araújo acredita que as 200 toneladas de medicamentos e alimentos hoje guardadas em Boa Vista serão integralmente transportadas até a Venezuela. “Todo mundo está olhando para o que está acontecendo hoje nas fronteiras da Venezuela. A responsabilidade nossa é fazer parte de um processo que será um marco histórico de um começo de uma transição democrática pacífica”.

O chanceler brasileiro tem como perspectiva “uma nova relação com a Venezuela”. “No futuro, quando forem escrever a história, vão ter que dizer isso: ‘em poucos dias, um governo interino, com as dificuldades que a gente conhece, conseguiu distribuir o provimento da ajuda humanitária, como primeiro ato de mudança na Venezuela'”.

(Agência Brasil)

Governo informa que dois caminhões com ajuda entraram na Venezuela

184 1

A Presidência da República divulgou nota oficial hoje (23) informando que dois caminhões com ajuda humanitária entraram em território venezuelano através da fronteira em Roraima. O governo brasileiro classifica a operação de exitosa e anunciou uma segunda fase de envio de suprimentos.

Mais cedo, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que esteve hoje em Pacaraima, junto à fronteira de Roraima com a Venezuela, anunciou o sucesso da entrada de um caminhão com suprimentos.

“A respeito da ajuda humanitária oferecida pelo Brasil ao povo da Venezuela, a Presidência da República informa que a participação do governo brasileiro foi exitosa em reunir e transportar as doações até o destino de distribuição. Os dois primeiros caminhões enviados pelo Brasil cruzaram a fronteira, adentrando o país vizinho, sem incidentes na travessia”, diz o texto.

Os dois caminhões com alimentos e remédios, com placas e motoristas venezuelanos, partiram na manhã deste sábado, percorrendo os 214 quilômetros até Pacaraima.

O comunicado destacou a participação do governo de Roraima na operação e disse que o efetivo da Operação Acolhida, montada para receber migrantes venezuelanos que cruzam a fronteira, foi triplicado de tamanho, incluindo a equipe médica.

“O governo brasileiro confia na solução da questão, certo de que os líderes daquele país terão a sensibilidade de atenuar as condições de vulnerabilidade as quais estão submetidos nossos irmãos venezuelanos”, concluiu o texto.

(Agência Brasil)

Brasil, Venezuela e o mais profundo fracasso de uma perigosa aventura

567 11

Com o título “Mais rotundo fracasso de uma perigosa aventura”, eis artigo de Pedro Albuquerque, professor universitário e sociólogo. Ele comenta o ingresso do Brasil nessa briga dos EUA com a Venezuela. Confira:

Um rotundo fracasso essa aventura na qual quiseram meter o Brasil. Cometemos o erro de reconhecer um “presidente autoproclamado”. Isso é um precedente perigoso que amanhã pode se voltar contra nossas próprias instituições, contra nossos governantes eleitos, sejam estes quais forem. Aliás, cada vez que Trump age no conflito venezuelano, mais fortalece Maduro. Esse barulho todo para mobilizar apenas 10 caminhões do lado colombiano e 2 apenas do lado do Brasil! O mais rotundo fracasso.

O objetivo de Trump e seus subordinados de Chile, Paraguai e Colômbia era criar na nossa região um foco de resistência sob o pretexto de ajuda humanitária que, se não contido, logo se transformaria em resistência armada que passaria a receber apoio militar do Pentágono. Quiseram envolver o Brasil com respaldo nesse tresloucado ministro das relações exteriores que, para mim, perdeu as condições de continuar exercendo o cargo. As consequências para nosso país seriam quebrantar nossa soberania e nossa economia e nossa integração nacional. O passo seguinte seria o controle da Amazônia, transformá-la em zona de governança internacional sob a influência direta do Pentágono. Os militares brasileiros têm consciência desse perigo.

Felizmente, não prevaleceu o devaneio do ministro e o presidente Bolsonaro se submeteu à sensatez dos generais ao seu redor e dos comandantes das três Forças. Aliás, não é só sensatez. É posição histórica na nossa diplomacia: nossa diplomacia é de paz e cooperação, especialmente na relação com nossos países irmãos. O Brasil não transpassará a fronteira, “não vai fazer nenhuma ação agressiva contra a Venezuela”, disse o general Augusto Heleno, ministro do gabinete de segurança institucional.

Mas, o espírito governista de parte da militância bem que ensaiou apoio à aventura (o governismo é uma praga em qualquer governo de qualquer matiz ideológico, prejudicou Dilma e ameaça prejudicar Bolsonaro; o governismo é a militância que bate sempre palmas para tudo o que o governo fizer, desde que não prejudique seus próprios interesses).

Isso não significa apoio a Maduro. Significa consciência institucional e respeito à soberania de cada país. Também não significa indiferença à violação de direitos humanos. Mas, a defesa destes quando se trata de outros países deve passar pelos meios diplomáticos que carreguem ventos de negociação e de paz, não o gosto amargo da pólvora sob o nome de ajuda humanitária.

O Brasil, a despeito do erro de reconhecer um “presidente” sem legitimidade, pode emergir como o único país que pode entrar numa relação de negociação para a solução do conflito venezuelano, conflito que não está resolvido com essa derrota da aventura Trump-Guaidó e seus pontas de lança no continente. E essa negociação não pode passar ao largo do governo legalmente instituído da Venezuela nem desconhecer as oposições não aventureiras. Mas, agora, Maduro ressurge mais fortalecido.As aventuras dão nisso, produzem efeitos diametralmente opostos aos objetivos que almejavam. Perdem Guaidó e a oposição aventureira, os presidentes da Colômbia, do Chile e do Paraguai. Ganha a institucionalidade e fracassa o golpe com a mais clara subserviência a interesses externos. A derrota de Trump nesse episódio significa a salvaguarda da Amazônia.

*Pedro Albuquerque,

Sociólogo e professor universitário.

3 a 0 – Atlético goleia Horizonte e se firma no G4 do Estadual

189 1

O Atlético goleou o Horizonte, na tarde deste sábado (23), por 3 a 0, no estádio Domingão, pela quarta rodada da segunda fase do Campeonato Estadual. Valdo Bacabal abriu o placar, aos 14 minutos do primeiro tempo, enquanto Tairone, aos 23 minutos, e Zizu, 39 minutos, ambos na segunda etapa, completaram a vitória.

Com o resultado, o Atlético chega a sete pontos, a mesma pontuação de Fortaleza e Ferroviário, que na quinta-feira (21) abriram a rodada, em uma partida sem gols.

A rodada será completada neste domingo (24), com Guarany de Sobral x Floresta e Barbalha x Ceará.

(Foto: Reprodução)

Dr. Eron destaca avanços na Saúde na gestão Roberto Cláudio

Ex-diretor do Gonzaguinha da Messejana, o médico e vereador Dr. Eron (PP) destacou nesta semana os avanços na área da Saúde na gestão do prefeito Roberto Cláudio (PDT), também médico.

Em pronunciamento no plenário da Câmara Municipal de Fortaleza, Dr. Eron lembrou as conquistas do Gonzaguinha de Messejana, por meio do Prêmio Ceará Gestão Pública, que elevou o hospital à categoria de referência em Fortaleza no atendimento à gestante.

O vereador também destacou o empenho de Roberto Cláudio na questão dos medicamentos, além de reformas em postos de saúde e implantação das UPAs.

(Foto: Divulgação)

Roberto Cláudio entrega urbanização da Lagoa do Ipec

A urbanização do calçadão da Lagoa do Ipec, na Cidade dos Funcionários, foi entregue neste sábado (23), pelo prefeito Roberto Cláudio, em um investimento de R$ 203 mil. A obra recebeu intervenções de infraestrutura, melhorias urbanísticas, espaços para maior socialização e caminhadas.

Com o projeto de requalificação do passeio, foram feitos ainda a substituição do meio fio, a construção de ampla calçada com mobiliários urbanos e o piso intertravado e atenção voltada à acessibilidade, além de serviços de capinação e
limpeza da região, plantio de grama e árvores diversas.

A iniciativa atendeu a uma demanda da comunidade. Ao longo dos 120 metros do calçadão, foram executadas, também, melhorias voltadas à iluminação e à arborização.

(Foto: Divulgação)

Tribunal de Ética e Disciplina tem posse concorrida em 86 anos de OAB/CE

262 2

Pela primeira vez, em 86 anos de OAB/CE, uma posse dos conselheiros do Tribunal de Ética e Disciplina nunca foi tão concorrida. A solenidade ocorreu na quinta-feira (21), no auditório do Conselho, na Sede da Seccional.

Dentre suas atribuições estão julgar processos disciplinares, conciliar e julgar representação de advogado contra advogado, orientar e aconselhar sobre a ética profissional, responder a consultas, mediar e conciliar nas questões que envolvam partilha de honorários quando da dissolução da sociedade de advogados e promover a ética profissional de advogados em todo o Estado do Ceará.

Tendo à frente o advogado Josué Lima, o Tribunal dará continuidade às investigações das supostas venda de liminares.

(Foto: )

A crise na Venezuela e o papel do Brasil

185 1

Editorial do O POVO deste sábado (23) avalia a preocupante situação na Venezuela. Confira:

A crise na Venezuela ganhou contornos preocupantes nas últimas horas. A escalada de tensões culminou na morte de dois civis e 22 feridos, em região próxima à fronteira do país com o Brasil, fechada desde a noite da última quinta-feira. Segundo relatos de entidades de direitos humanos, tropas oficiais dispararam contra indígenas que tentavam impedir a passagem de comboio militar.

O episódio é sintomático da situação do ditador Nicolás Maduro, que, para manter-se no poder, tem recorrido cada vez mais ao único segmento no qual ainda encontra guarida: as forças de segurança, cuja cúpula o apoia.

Nesse cenário de incertezas no continente, o Palácio do Planalto acertou ao manter o envio de 200 toneladas de alimentos e medicamentos para os venezuelanos. A previsão é de que o carregamento seja entregue a partir da manhã deste sábado. Nada indica, porém, que os dois mil quilômetros de fronteiras estarão abertos. Nessa hipótese, os caminhões terão de retornar a Boa Vista, capital de Roraima, e a crise, que já é grave, pode se tornar aguda.

Sobretudo porque essa é hoje a principal estratégia de Maduro: entrincheirar-se em seu território, cortando fluxo com vizinhos e forçando a população a um estado crescente de pauperização. Ainda que o ditador logre êxito a curto prazo, porém, evitando a entrada de ajuda estrangeira pelas divisas de Brasil e Colômbia, sua situação é política e socialmente frágil.

Reconhecido como presidente interino por 50 países, entre os quais o Brasil, o opositor Juan Guaidó conduz as tentativas de abastecimento das populações mais carentes. O líder tem um trunfo: mesmo que saia derrotado, e as fronteiras permaneçam fechadas, o mundo terá testemunhado a truculência do regime de Maduro.

O Brasil tem papel fundamental na solução definitiva desse impasse, cuja resposta implica necessariamente distensão política, com a liberação das estradas que ligam os países; o descarte imediato do emprego das forças armadas brasileiras, colombianas ou norte-americana; a permissão a que agentes neutros façam a distribuição de insumos pelos quais famintos e doentes aguardam; e, finalmente, a retomada de uma consulta à população para a escolha democrática de seu novo mandatário.

Sem isso, os esforços das nações americanas serão insuficientes, e o povo venezuelano continuará a sofrer.

Bailes de Máscaras animam foliões no Teatro São José neste fim de semana

Os bailes de máscaras estão de volta a Fortaleza, no melhor estilo da tradição carnavalesca. É o que garante a Prefeitura de Fortaleza, que neste sábado (23) e domingo (24) realiza no Teatro São José, no Centro, a programação do Ciclo Carnavalesco 2019. A entrada é gratuita.

Neste sábado, a partor das 17 horas, a animação fica por conta de Pantico Rocha Convida, Bloco do Vinil, com Leo Teruz e Mychel Castro, e Orquestra Típica “Carnaval D’aquele Tempo”.

No domingo, no mesmo horário. é a vez da criançada, com o Bailinho de Máscaras Infantil, que terá apresentações da Banda Dona Zefinha, com o “Baile dos Bufões”, e da banda Só Alegria.

“A ideia é resgatar os bailes de antigamente. O Teatro tem essa conotação, toda a parte externa receberá toda uma decoração carnavalesca, com mesas, cadeiras, bandas, espaço para dançar, bailar. A programação é gratuita e aberta ao público. Nosso intuito é de que as pessoas possam ir para a programação relembrar os carnavais de antigamente, onde as famílias iam inteiras e todos dançavam ao som das marchinhas”, destaca a secretária Executiva da Cultura de Fortaleza, Paola Braga.

(Foto: Arquivo)