Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

A polêmica que vai voltar

84 2

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (13), pelo jornalista Érico Firmo:

Há algumas semanas, Luizianne Lins criticou a possibilidade de o PT vir a apoiar a reeleição de Roberto Cláudio (Pros), dentro de dois anos. Expoentes petistas, a partir do presidente Diassis Diniz, reclamaram da antecipação da discussão. O assunto esfriou, mas vai esquentar em breve. O conflito interno será inevitável. E o cenário remete a 2004, embora o desfecho seja ainda mais imprevisível.

Desde a década de 1990, o grupo de Luizianne tem maioria no PT de Fortaleza. Porém, pela primeira vez na história, o partido elegeu o governador do Estado. Pertence a outro grupo e que tem outros objetivos. Já sinalizou que, a depender dele, o partido apoiará Roberto Cláudio. A questão na sigla se resolve no voto. Se fosse hoje a definição, Luizianne levaria. Mas a decisão será daqui a um ano e meio. Até lá, sem dúvida os camilistas irão se movimentar. Filiar aliados e tentar atrair gente do grupo de Luizianne para a tese. A ex-prefeita de Fortaleza não deve ficar parada.

Em 2004, embora tanto um grupo como outro não tivesse ainda comandado estruturas de governo, houve confronto entre Luizianne e o grupo que hoje está com Camilo, que pretendia apoiar Inácio Arruda (PCdoB) a prefeito de Fortaleza. Em decisão apertadíssima e que rachou a legenda, Luizianne foi candidata. Foi eleita, mas sem apoio dos adversários internos no primeiro turno.

A questão é crucial para Roberto Cláudio. O pequeno Pros tem pouco tempo de rádio e televisão. Não terá o apoio do PMDB, seu principal aliado em 2012. Sem o PT, ficará com espaço bastante reduzido, pois a maior parte dos demais partidos que o apoiam são nanicos, que pouco acrescentam em minutos na propaganda eleitoral. E mesmo o PDT pode ter Heitor Férrer como candidato. O apoio petista é crucial para o atual prefeito. O rumo do PT será talvez a grande questão do ciclo eleitoral que se inicia.

É melhor ser assaltado no quente ou no frio?

Em artigo no O POVO deste sábado, o jornalista Luiz Henrique Campos comenta das melhorias previstas no transporte público, mas que não tratam da questão dos assaltos. Confira:

Esta semana presenciei uma discussão sobre as transformações urbanas pelas quais a cidade de Fortaleza vem passando. Neste debate um dos motes eram os ônibus com ar-condicionado introduzidos no sistema de transporte. Eis que em determinado momento um dos debatedores tentou dar xeque-mate no seu contendor, questionando se preferia ter ônibus refrigerados, ou coletivos livres de assaltos? Como o bom cearense não perde a piada, a resposta, de chofre, foi com outra pergunta: “mas é melhor ser assaltado no quente ou no frio?” É claro que se tratou de uma brincadeira. O ideal seriam ônibus com ar-condicionado, sem riscos de assaltos, rápidos e sem o modelo lata de sardinha preponderante nas vias da cidade.

A julgar pelo que temos, porém, estamos longe do patamar mínimo a ser levado em conta para satisfazer o usuário de transporte coletivo da Capital. Há atrasos constantes, a insegurança ronda as viagens diárias e a superlotação em alguns horários pode ser enquadrada como desrespeito aos direitos humanos. Apesar disso, é inegável que se vive outro patamar em relação a questão urbana em Fortaleza. Em menos de dois anos a atual gestão municipal conseguiu, pelo menos, abrir o debate propositivo sobre a temática. Saiu-se da eterna e enfadonha discussão diagnóstica para a realização de projetos. O Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt), dentro de perspectiva maior ligada a mobilidade urbana, acena com visão estratégica sobre o assunto.

É óbvio que a cidade para enfrentar o infortúnio da problemática da mobilidade urbana exige decisões complexas, que por isso mesmo, estão léguas da unanimidade. Aliado a isso existe o componente cultural a ser levado em conta. A Prefeitura, por exemplo, anunciou que até o final dessa gestão serão criados 40 quilômetros de ciclovias. Ora, se agora, já há rejeição aos poucos existentes, imagine-se quando se completarem os demais. O fato, é que a tendência, para quem se utiliza do carro de passeio, é piorar o quadro. Em futuro breve, o deslocamento deixará de ser conforto para se transformar em dor de cabeça. Com ou sem ar-condicionado. Sem falar dos riscos de assalto.

Vereadores de Fortaleza aprovam incentivo em dinheiro para servidor que usar bicicleta

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou projeto de indicação, de autoria do vereador Zier Ferrer (PMN), que autoriza os órgãos públicos municipais a reverterem a seus funcionários e prestadores de serviços até 50% em dinheiro, que utilizam bicicletas, particulares ou compartilhadas, para irem ao trabalho.

A proposta segue agora para a aprovação ou não do prefeito Roberto Cláudio.

Conselho de Ética instaura processo contra Bolsonaro na terça-feira

foto bolsanaro

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar marcou para a tarde da terça-feira (16) reunião para instaurar o processo contra o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ). Durante a reunião será definido o relator da representação a partir de uma lista tríplice.

Na última quarta-feira (10), quatro partidos (PT, PCdoB, PSB e Psol) entraram com uma representação no Conselho de Ética contra o deputado por quebra de decoro parlamentar. Bolsonaro afirmou, da tribuna do Plenário, que não estupraria a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela não merecia.

(Agência Câmara Notícias)

Exportações crescem em 13 unidades da Federação este ano; Ceará na lista

Um dos fatores responsáveis pelo déficit de US$ 3,8 bilhões da balança comercial (diferença entre exportações e importações) neste ano, a queda das exportações não afeta todas as regiões do país. Segundo levantamento divulgado nesta semana pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o Distrito Federal e 12 estados registraram aumento nas vendas para o exterior neste ano.

No acumulado de 2014, as exportações somam US$ 212,078 bilhões até a primeira semana de dezembro, recuo de 5,5% pela média diária em relação ao mesmo período de 2013. Segundo o MDIC, a queda no preço internacional das commodities (bens primários com cotação internacional) e a crise cambial na Argentina, que afetou as exportações de veículos para o país vizinho, são os principais responsáveis pela retração das vendas externas. No entanto, a safra recorde de soja, o aumento da venda de carnes e a retomada da produção de petróleo reverteram a queda em algumas unidades da Federação.

Na comparação do valor exportado entre janeiro e novembro, os maiores crescimentos percentuais em relação ao mesmo período de 2013 ocorreram em Roraima (148,39%), no Piauí (60,60%), no Distrito Federal (26,83%) e no Tocantins (23,39%). Completam a lista das unidades da Federação com aumento das vendas para o exterior o Espírito Santo (19,88%), o Maranhão (18,64%), o Ceará (13,84%), Pernambuco (13,60%), o Rio de Janeiro (10,63%), Rondônia (4,62%), Santa Catarina (4,11%), o Amapá (3,17%) e o Rio Grande do Norte (0,82%).

(Agência Brasil)

Morre o ex-juiz classista Belarmino Maia

Morreu neste sábado (13), por falência múltipla dos órgãos, o juiz classista aposentado do Tribunal Regional do Trabalho, Belarmino Maia de Mendonça, 92 anos.

O velório ocorre na capela da Base Aérea de Fortaleza, com missa de corpo presente às 15 horas. Em seguida, o corpo seguirá para cremação no cemitério Jardim Metropolitano.

Vamos nós – Nossos pêsames à família de Belarmino Maia de Mendonça, com especial abraço ao jornalista Fernando Maia, irmão do ex-juiz.

De olho na sucessão de RC, Tasso quer reerguer PSDB

190 3

foto tasso 141212 psdb ce

Na busca por “reerguer” o PSDB após diversas debandadas, o senador Tasso Jereissati (PSDB) liderou ontem evento que trouxe cerca de cem novos filiados à legenda em Fortaleza. Em entrevista ao O POVO, o tucano destacou votação expressiva sua e de Aécio Neves (PSDB) na Capital e disse que partido tem perspectiva de lançar candidato próprio à sucessão de Roberto Cláudio (Pros) em 2016.

“Claro, claro que existe (tese de candidatura própria). Cada vez mais. A gente notou isso claramente, não só em número de pessoas, mas como no entusiasmo da população de Fortaleza pela campanha do Aécio, do PSDB. Isso dá muita perspectiva para todos nós, de vir a disputar a Prefeitura”, disse, em entrevista após o evento.

Desde que rompeu com Cid Gomes (Pros) em 2010, o PSDB passou por diversas perdas em seus quadros. Após deixar ninho governista, o partido perdeu todos os oito deputados estaduais que elegeu em 2010 para novos partidos – como PSD e SD. “Não foi perda. Não me interessa ter oito deputados, se eles não estão lá pelo partido, mas sim por oportunismo”, disse o presidente do PSDB no Ceará, ex-senador Luiz Pontes.

Ele destaca, no entanto, que somente de outubro para cá, o partido ganhou 542 novas adesões. “É gente séria, que acredita na política e não em barganha de cargos”, diz Pontes. Filiado ontem ao partido, o estudante Juan Cavalcante, 25, destacou PSDB como “a oposição mais séria e qualificada” ao governo do PT.

Tasso e os netos

O senador eleito chegou ao evento acompanhado de seus três netos mais novos. Em 2010, ano em que perdeu reeleição ao Senado, Tasso disse que deixaria a política “para cuidar de seus netos”. Questionada pelo O POVO sobre o que mais gosta no avô, a pequena Clara, 3, disse que “ele é muito lindo”. Já Gabriel, 4, foi direto: “ele dá chocolate e moeda de ouro”.

Em discurso, Tasso fez duras críticas à articulação encampada pelo governador eleito do Ceará, Camilo Santana (PT), pela volta da Contribuição Provisória sobre Contribuição Financeira (CPMF). “É uma coisa absurda, é coisa de quem não está entendendo o que acontece no País hoje. Não vê a situação econômica e o risco de desemprego”, diz.

Ele também criticou revisão da meta fiscal aprovada na semana passada após articulação de Dilma Rousseff (PT) no Congresso. “Em qualquer outro tempo, isso seria considerado imoral (…) prometendo emendas em troca da aprovação, ela claramente comprou deputados, com o maior cinismo”, diz o senador eleito.

(O POVO)

Orçamento para 2015 atinge R$ 23,6 bilhões no Ceará

60 1

eduardosdiogo

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (13):

O projeto de Lei Orçamentária 2015 foi tema de audiência pública, nesta semana, na Comissão de Orçamento, Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa, atendendo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

A apresentação da proposta, que prevê um orçamento de R$ 23,6 bilhões, foi feita pelo secretário do Planejamento e Gestão, Eduardo Diogo. Na ocasião, ele soltou alguns números: esse montante de R$ 23,6 bi representa um incremento de 11% em relação ao ano anterior; primeira vez, a projeção com a arrecadação do ICMS – a principal receita – atinge a marca de R$ 10,6 bilhões; o total do investimento público nos oito anos da gestão cidista supera a histórica marca de R$ 20 bilhões; e do total de 63.989 servidores ativos, 22.604 foram nomeados pelo governador Cid Gomes.

Só não falou sobre fixação do teto salarial único – há três subtetos para cada Poder, como referência para os servidores. No País, 17 Estados já têm como teto único o salário de desembargador.

Relator da CPI Mista da Petrobras quer mudança em regras de contratação para estatais

O relatório final apresentado pelo deputado Marco Maia (PT-RS) na CPI mista que investiga irregularidades na Petrobras traz uma proposta de novo regime de contratação para as estatais brasileiras.

Segundo ele, trata-se de um sistema capaz de garantir agilidade às empresas sem afastar a transparência e o acompanhamento pelos órgãos de controle. Além disso, vai combinar elementos da Lei de Licitações (Lei 8.666/93) e do Regime Diferenciado de Contratações Públicas, conhecido como RDC.

— Nós temos um regime de contratação na Petrobras aprovado em 1998 [Decreto 2.745] que é um incentivo à corrupção. Quando se dá a um gerente ou a um diretor a possibilidade de realizar e assinar contratos bilionários, se não houver um grande processo de fiscalização, de controle e de auditoria que permita identificar possíveis desmandos, surge a possibilidade concreta de se perpetuar ali um esquema de desvios — avalia Marco Maia.

O deputado disse esperar que a proposta seja aprovada no próximo ano e que seja válida não só para a Petrobras.

(Agência Senado)

Câmara pede que autora de denúncias sobre Petrobras tenha proteção especial

A Câmara dos Deputados pediu nessa sexta-feira (12), ao Ministério da Justiça, proteção da Polícia Federal para a ex-gerente da Petrobras Venina Velosa da Fonseca. Segundo notícia divulgada nessa sexta-feira pelo Valor Econômico, Venina teria alertado a direção da estatal sobre um esquema de corrupção na empresa e, em função disso, teria sido perseguida, ameaçada de morte, transferida para um escritório da petrolífera em Cingapura, na Ásia, e depois afastada de suas funções.

O pedido de proteção policial foi feito pelo líder da minoria no Congresso, deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO), ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), em função da publicação da matéria com as denúncias, e-mails e relatórios de alerta que teriam sido feitos pela ex-gerente.

Em nota de esclarecimento, a Petrobras informou que instaurou comissões internas em 2008 e 2009 para “averiguar indícios de irregularidades em contratos e pagamentos efetuados pela Gerência de Comunicação do Abastecimento”. E acrescenta: “O ex-gerente da área foi demitido por justa causa em 3 de abril de 2009, por desrespeito aos procedimentos de contratação da companhia. Porém, a demissão não foi efetivada naquela ocasião porque seu contrato de trabalho estava suspenso, em virtude de afastamento por licença médica, vindo a ocorrer em 2013. O resultado das análises foi encaminhado às autoridades competentes”.

(Agência Brasil)

Ex-gerente da Petrobras teve arma na cabeça ao denunciar irregularidades

95 1

foto petrobras venina velosa

A ex-gerente-executiva da diretoria de Abastecimento, geóloga Venina Velosa da Fonseca, revelou em mensagens por emails que o seu sentimento pela Patrobras é de medo e vergonha. Por mais de 2 anos, a funcionária denunciou irregularidades na empresa, por meio de contratos superfaturados e pagamento de serviços nunca executados.

Além de não receber respostas de seu ex-diretor Paulo Roberto Costa e da própria presidente Graça Foster, a funcionária foi transferida para Cingapura e depois afastada da Petrobras. Ela conta nos emails, divulgados nesta sexta-feira (12), pela revista Valor Econômico, que foi ameaçada com uma arma na cabeça para conter as denúncias.

“Desde 2008, minha vida se tornou um inferno, me deparei com um esquema inicial de desvio de dinheiro, no âmbito da Comunicação do Abastecimento. Ao lutar contra isso, fui ameaçada e assediada. Até arma na minha cabeça e ameaça às minhas filhas eu tive”, narrou a ex-gerente.

Prevaricação

Com base nos relatos de Venina Velosa, a oposição Np Congresso Nacional pede a demissão da presidente da Petrobras, Graça Foster, por crime de prevaricação (praticado por funcionário público contra a Administração Pública, que retardou ou deixou de fazer seu trabalho), pois a presidente da Petrobras teria sido informada das irregularidades e nada fez.

(com agências)

Moradores do Otávio Bonfim reclamam de tartarugas na faixa exclusiva

foto trânsito 141212 tartarugas d olímpio

Moradores nas proximidades do cruzamento da avenida Domingos Olímpio com a rua Justiniano Serpa, que dá acesso à avenida Bezerra de Menezes, no bairro Otávio Bonfim, reclamam das tartarugas colocadas no final da Domingos Olímpio.

Segundo os moradores, veículos de grande porte causam muito barulho durante as madrugadas, ao passarem sobre as tartarugas. Moradores sugerem a redução na altura das tartarugas.

(Fotos: leitor do Blog)

Projeto obriga empresas a concederem bolsas de estudo a funcionários

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) deve analisar, em reunião na terça-feira (16), projeto estabelecendo que empresas com mais de 100 empregados devem conceder bolsas de estudo aos trabalhadores e seus dependentes legais, destinadas à formação técnico-profissional ou de nível superior. A proposta, de Paulo Paim (PT-RS) tem voto favorável do relator.

O projeto (PLS 514/2007) determina que as bolsas sejam oferecidas uma vez ao ano, à proporção de uma para cada grupo de 100 empregados, e destinem-se prioritariamente aos trabalhadores com menores remunerações. As empresas poderão deduzir a totalidade do valor das bolsas concedidas da importância devida a título de contribuição para os programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

Na proposta original de Paim, as bolsas destinavam-se apenas aos dependentes legais dos empregados. A relatora, Ângela Portela (PT-RR), estendeu o benefício também aos próprios trabalhadores. A senadora promoveu outras mudanças no texto para tornar a proposta mais ampla e sem vícios de constitucionalidade.

“Feitos os reparos e inexistindo qualquer outro óbice no que tange aos aspectos de constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa, a proposição poderá ser aprovada por esta Casa”, afirma Ângela, que acolheu parcialmente emendas apresentadas na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e na CE.

O projeto é terminativo na CE, ou seja, se aprovado, só será votado pelo Plenário se houver recurso com esse objetivo. Do contrário, seguirá diretamente para a Câmara.

(Agência Senado)

Ceará tem trecho de rodovia federal com o maior índice de acidentes graves

Um trecho de 10 quilômetros da BR-222 (do quilômetro zero ao quilômetro 10), em Fortaleza, é considerado o mais perigoso do país. De agosto de 2013 a julho deste ano, ocorreram 168 acidentes graves, com nove mortos e 204 feridos graves. O levantamento foi divulgado hoje (12) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e vai servir de base para Operação Rodovida, de prevenção aos acidentes.

Os dados do ano passado permitem uma comparação somente com o número de feridos graves, que estava em 168, e 14 mortos. Isso porque a lista divulgada em 2013 contava com os dados absolutos de acidentes e o de feridos leves, que não constam na tabela atual.

O ranking dos dez trechos mais perigosos das rodovias federais brasileiras considera como acidentes graves o número de colisões que resultaram em morte ou feridos graves. Na lista anterior dos locais mais críticos, o trecho da BR-222 ocupava a décima posição.

A BR-101 aparece no ranking com cinco trechos: os quilômetros 200 a 210 (em Santa Catarina), 260 a 270 (no Espírito Santo), 140 a 150 (também no Espírito Santo), 210 a 220 (em Santa Catarina) e 290 a 300 (no Espírito Santo). Dois trechos da BR-381, em Minas Gerais, que faziam parte do ranking no ano anterior, não estão mais na lista.

De agosto do ano passado a julho de 2014, a PRF registrou 178.285 acidentes, que resultaram em 26.794 feridos graves e 8.446 mortes. A colisão frontal foi responsável por 6.940 acidentes, com 2.788 mortes e 4.627 lesões graves. Depois que a Lei Seca ficou mais rigorosa, as mortes em acidentes causados por embriaguez diminuíram 11% de 2012 a 2013.

(Agência Brasil)

Empresas cearenses participam de congresso sobre inovação

foto eim congresso

Construir soluções novas, pensar diferente e agregar valor aos negócios. A essas estratégias damos o nome de Inovação, prática essencial para empresas que querem crescer e gerar mais resultados. Com essa motivação, será realizado neste sábado (13), a partir das 8 horas, o 5º Congresso Gestino de Inovação.

Serão diretores e gestores de empresas cearenses reunidos para trocar experiências, ouvir novos casos de sucesso, conhecer novas tecnologias e saber como anda a tendência econômica para os próximos anos, além de almoço de confraternização, conforme programação detalhada em anexo.

Gestino é uma ferramenta de gestão nas áreas de desenvolvimento, pesquisa e inovação tecnológica, desenvolvida na Espanha e implantada em mais de 40 empresas cearenses através do Instituto de Tecnologia e Inovação Gestino (INSTIG). O Instituto foi fundado no ano de 2000, pelo consultor Leonardo de La Rosa, que estará presente no evento.

“O Congresso é uma oportunidade de discutir práticas e cases de inovação, além de um momento de confraternização de várias empresas inovadoras”, disse o diretor-presidente do INSTIG, Nivaldo Teixeira.

O 5º Congresso Gestino de Inovação é uma realização do INSTIG e ocorrerá no auditório da EIM Instalações Industrias, na Av. Washington Soares, nº 5.700, Cambeba, em Fortaleza.

(EIM)

Catedral Metropolitana terá concerto de Natal

CATEDRAL

O concerto de Natal  “Domingo de Luz” terá sua sétima edição neste domingo (14), a partir das 16h30min, na Catedral Metropolitana de Fortaleza. Aberto ao público e gratuito, o evento, de natureza artística e religiosa, reunirá grande orquestra, integrada por músicos cearenses, 120 vozes de corais de Fortaleza e um coro infantil formado por crianças de escolas públicas. A regência é do maestro Poty Fontenelle. O repertório reunirá músicas natalinas de diversos países, épocas e estilos, do clássico ao popular.

A programação será aberta pela banda de música da 10ª Região Militar que recepcionará o público à entrada da Catedral. Em seguida, o tenor Paulo José Benevides e a soprano Patrícia Oliveira, representando José e Maria com o Menino Jesus, entrarão na igreja cantando a Ave Maria, de Gounod. Eles serão acompanhados por um cortejo de crianças. Com a chegada de todos à área do altar, terá início ao concerto.

SERVIÇO

* O evento será transmitido via internet por meio do site www.grandeconcertodenatal.com.br.

Dólar fecha praticamente estável depois de atingir R$ 2,67

Em mais um dia de turbulência no mercado financeiro, a moeda norte-americana fechou praticamente estável, mas voltou a bater recorde. O dólar comercial encerrou a semana vendido a R$ 2,651 com alta de 0,14%. O valor é o mais alto desde 4 de abril de 2005, quando a cotação tinha fechado em R$ 2,659.

A sexta-feira (12) foi marcada pela volatilidade no mercado financeiro. Durante a manhã, a cotação chegou a cair, mas disparou depois das 12h. Na máxima do dia, por volta das 14h, a moeda chegou a atingir R$ 2,675, mas a alta desacelerou nas horas seguintes. O dólar acumula alta de 3,1% em dezembro e de 12,46% no ano.

Desde a reeleição da presidenta Dilma Rousseff, o dólar tem registrado grande volatilidade. A cotação não caiu mesmo após a confirmação da nova equipe econômica, com Joaquim Levy no Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa no Ministério do Planejamento e Alexandre Tombini no Banco Central.

(Agência Brasil)