Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Camilo Santana já terá primeiro reunião com bancada federal nesta quarta-feira

acertoo

Camilo e Balhmann e a primeira reunião com a bancada em acertos.

O governador eleito Camilo Santana (PT) terá encontro com a bancada federal cearense nesta quarta-feira, em Brasília, em clima de café da manhã. O encontro ocorrerá na Casa de Representação do Governo do Estado.

A informação é do coordenador da bancada, o deputado federal Antonio Balhmann (Pros), adiantando que, no encontro, Camilo vai expor prioridades que deseja para sua gestão em termos de Orçamento Geral da união 204, além de emendas de parlamentares.

Ele vai pedir apoio também dos parlamentares pelo descontigenciamento das emendas individuais de 2014 e também emendas de bancada de 2014.

(Foto – Arquivo)

Caucaia e parte de Fortaleza sem água nesta terça-feira

A partir das 7 horas desta terça-feira, o fornecimento de água dos bairros de Caucaia e alguns bairros de Fortaleza (Itaoca, Jardim Iracema,  Autran Nunes e Presidente Kennedy)vai ser suspenso para obra da Cagece. A estatal vai integrar a primeira e a segunda etapa da Estação de Tratamento de Água Oeste (ETA-Oeste), situada em Caucaia. O abastecimento será normalizado as 7 horas de quinta-feira. O retorno do abastecimento se dará progressivamente, até o equilíbrio do sistema de água, previsto inicialmente para 24 horas depois da conclusão do serviço.

Com a entrada em operação da segunda etapa da ETA Oeste, poderão ser beneficiados 1,2 milhão de moradores de Fortaleza e Caucaia, por meio do aumento da oferta de água nos dois municípios. Atualmente, a ETA Oeste funciona com a capacidade de 900 litros de água por segundo, beneficiando aproximadamente 220 mil pessoas em 16 localidades.

Como forma de minimizar os transtornos, a Cagece orienta que a população se prepare antes da parada, reservando água para os afazeres domésticos.

Bairros onde o abastecimento de água será suspenso

Álvaro Weyne
Antônio Bezerra
Amadeu Furtado
Autran Nunes
Barra do Ceará
Bela Vista
Carlito Pamplona
Conjunto São Miguel
Couto Fernandes
Cristo Redentor
Demócrito Rocha
Dom Lustosa
Floresta
Henrique Jorge
Itaoca
Jacareganga
Jardim Guanabara
Jardim Iracema
João XXIII
Jóquei Clube
Monte Castelo
Montese
Padre Andrade
Panamericano
Parangaba
Parque Araxá
Parquelância
Pici
Pirambu
Presidente Kennedy
Quinto Cunha
Rodolfo Teófilo
São Gerardo
Vila Ellery
Vila Velha

SERVIÇO

Qualquer dúvida poderá ser encaminhada 24 horas por dia, ao teleatendimento da Cagece, através do telefone 0800.275.0195.

PRF e um cone muito estranho à beira da estrada

pfff

Vários motoristas que estão circulando por BRs do Ceará andam curiosos para saber: que negócio é esse, com escudo da Polícia Rodovia Federal, que precisa ser fincado à beira das vias como se fosse cone?

Seria radar mesmo ou algum tipo de pegadinha? Quem desceu do carro para verificar, jura que era aparelho do gênero.

(Foto – Aluísio Lima)

EXPLICAÇÃO – Esses cones, de acordo com a PRF, não escondem radar, mas sim um equipamento conhecido como OCR. Trata-sde uma câmera que faz a leitura ótica automática das placas de veículos e busca no sistema quem está em situação irregular ou com registro de furto.

DVD com memórias da Constituinte de 1988 será lançado em Brasília

“Um DVD com memórias da Constituinte de 1987-88 que será lançado nesta semana em Brasília traz diálogo de Fernando Henrique Cardoso, José Serra e Gilmar Mendes sobre temas debatidos na época.

O lançamento do DVD está na programação de um congresso de direito constitucional promovido pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP).

Na quarta-feira (26/11), a reforma política será discutida numa mesa integrada por Serra, Dias Toffoli e Michel Temer.”

(Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo)

Canteiros da avenida Pontes Vieira ganham sacos de lixo como decoração

sueiriri

Eis o cenário, nesta segunda-feira, da maioria dos canteiros da avenida Pontes Vieira: muito lixo servindo de decoração  numa das vias mais movimentadas e badaladas de Fortaleza. Pelo acondicionamento, não é lixo qualquer, mas de residência ou comércio.

É nessas horas que muitos clamam por uma fiscalização mais rígida em favor da saúde pública e do respeito aos demais cidadãos.

(Foto – Ana Aranha)

Adib Jatene – Um especialista em gente

A partida do médico Adib Jatene deixou, sem dúvida, lacuna não só na sua área de atuação, mas também entre cidadãos de bem e que amam este País. O ex-governador Lúcio Alcântara, também médico, eque conviveu com Jatene, deixou em seu Blog um testemunho simples. Expôs um profissional que, acima de tudo, gostava de ser especialista em gente. Confira:

O Brasil perdeu um grande médico. Adib Jatene foi médico na acepção integral da palavra. Foi muito mais que um excelente cirurgião cardíaco. Ministro da saúde por duas vezes, com Collor e Fernando Henrique, foi não apenas íntegro mas dinâmico e eficiente.

Chegou a ser considerado como padrão de qualidade, creio que pelo Lula que chegou a convida-lo para voltar ao ministério, mercê de ser honrado e pairar acima de partidos.

Com ele fiz uma parceria que resultou na criação da CPMF para financiar a saúde cujo emprego pelo governo determinou sua saída do ministério por discordar da forma como estavam sendo usados os recursos.

Deixou algumas frases que definem bem sua preocupação com a formação de médico e seu desempenho profissional.

Sem desdenhar das especialidades disse : “médico tem que ser mesmo especialista é em gente”.

“Para ser um médico completo tem que ter compromisso com as pessoas carentes”.

Quando alguém depois de operado perguntava se podia voltar a trabalhar ouvia dele : “O que mata não é o trabalho é a raiva”

E por último, quando um paciente examinado por ele, por medo, pretendia adiar um exame : “Se eu soubesse o dia em que sua artéria irá fechar eu chamaria você um dia antes”.

Professores da UFCA vão debater a “Sedição de Juazeiro”

xediçao
O Centenário da Sedição de Juazeiro será celebrado com a reabertura do casarão de José Ferreira Menezes, a partir das 19 horas desta terça-feira. Localizado na Rua Padre Cícero, nº 118, o casarão, que já foi sede da coletoria de Juazeiro, guarda parte da memória da sedição e da história da cidade.
Na ocasião, haverá a palestra “Cem Anos da Revolução de 14”, com a escritora Fátima Menezes, neta do José Ferreira. Em seguida, a professora Polliana de Luna Barreto, do IESA, falará sobre “A Preservação do Patrimônio – Cultura Material e Imaterial” e, por fim, o professor Augusto Tavares, do curso de Administração Pública (UFCA), abordará o tema “Gestão da Memória Social”.
DETALHE – Uma visita guiada pelo casarão encerrará o evento.
* Sobre o que é Sedição de Juazeiro, leia aqui.

José Guimarães – O PAC 3 beneficiará o futuro Governo Camilo Santana

58 2

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=areA4FUz9Vg&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O deputado federal José Nobre Guimarães, vice-presidente nacional do PT, garante: o futuro governo do petista Camilo Santana começará bem, pois terá recursos assegurados para uma série de obras por meio do PAC 3, o Programa de Aceleração do Crescimento.

De acordo com o parlamentar, na pauta de recursos para o Ceará, haverá bom volume na área hídrica.

Transações correntes do País registraram saldo negativo em outubro

“O saldo das compras e vendas de mercadorias e serviços do Brasil com o resto do mundo – as chamadas transações correntes – ficou negativo em US$ 8,131 bilhões em outubro informou, contra US$ 7,096 bilhões no mesmo mês do ano passado, informou hoje (24) o Banco Central (BC). Trata-se do maior déficit já registrado pelo BC para meses de outubro. De janeiro a setembro, o saldo negativo acumulado soma US$ 70,697 bilhões, contra US$ 67,378 bilhões no mesmo período de 2013.

A conta de serviços (viagens internacionais, transportes, aluguel de equipamentos e seguros) também teve déficit, de US$ 4,323 bilhões em outubro, com recuo de 11,8% na comparação com o mesmo mês do ano passado. O gasto específico com viagens internacionais representou US$ 1,637 bilhão, 7% menor que no ano anterior. O valor decorreu de recuo de 8,6% nos gastos dos viajantes estrangeiros no país, que somaram e de 7,4% nos gastos de residentes brasileiros em viagens no exterior.

O saldo comercial (exportações maiores que importações) ficou negativo em US$ 1,177 bilhão, com as exportações em US$ 18,3 bilhões e as importações em US$ 19,5 bilhões. As remessas líquidas de rendas para o exterior alcançaram US$ 2,8 bilhões no mês, 8,9% mais do que em 2013. O ingresso líquido de transferências unilaterais correntes (doações e remessas de dólares que o país faz para o exterior ou recebe de outros países, sem contrapartida de serviços ou bens) chegou a US$ 199 milhões.”

(Agência Brasil)

Adepol/CE aprova trabalho do titular da SSPDS

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=MHjRTiwlqN0[/youtube]

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Ceará (Adepol) espera ser ouvida pelo governador eleito Camilo Santana nesta reta final sobre a área da segurança pública. É o que espera o presidente da entidade, delegado Milton Castelo.

Sobre o trabalho do secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Serviho Paiva, o presidente da Adepol/CE , faz uma avaliação positiva.

Economista Eduardo Giannetti vem expor seu economês em Fortaleza

gianetti

Dentro da quarta edição do programa “Brasil em Debate”, o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon) e a Cooperativa da Construção Civil do Ceará (Coopercon), debaterá, na próxima quinta-feira, no La Maison Cidade, as perspectivas do Brasil para os próximos quatro anos.

O convidado é o professor e economista Eduardo Giannetti, que foi membro da equipe econômica da ex-candidata a presidente da República, Marina Silva (PSB). Para ele, o Brasil poderá vivenciar dois cenários: “curva de aprendizado” ou “aposta redobrada”.

No primeiro, o Governo Dilma reconheceria os equívocos cometidos e daria início a um movimento corretivo; já no segundo, o governo aprofundaria a chamada nova matriz econômica, que prevaleceu no primeiro mandato.

SERVIÇO

Interessados ainda podem fazer suas inscrições nos siteswww.coopercon.com.br ou www.sindusconce.com.br.

Mercado reduz para US$ 100 milhões a expectativa de superávit comercial do País

“O mercado voltou a reduzir a expectativa de superávit comercial (exportações maiores que importações) em 2014. A projeção para o fechamento da balança caiu pela sexta vez, de US$ 400 milhões para apenas US$ 100 milhões. Há duas semanas, analistas e investidores estimavam saldo positivo de US$ 1 bilhão e, no início do mês, superávit de US$ 2 bilhões.

As informações estão no boletim Focus, divulgado hoje (24) pelo Banco Central (BC). Os analistas também elevaram a expectativa de fechamento do dólar, de R$ 2,53 para R$ 2,55. No último dia 14, a moeda norte-americana fechou acima de R$ 2,60 pela primeira vez desde 2005. Já a projeção da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu de 6,40% para 6,43%.

No setor externo, a previsão de déficit em conta-corrente, o indicador que mede o desequilíbrio das contas externas, aumentou de US$ 82 bilhões para US$ 83 bilhões. Quanto ao crescimento da economia, a projeção, que estava em 0,21%, teve leve redução, voltando a 0,2%. A previsão de queda da produção industrial está mantida em 2,3%.

Com relação à Selic, taxa básica de juros da economia, analistas continuam estimando fechamento em 11,5%. Na penúltima reunião do ano, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC decidiu elevar a Selic de 11% para 11,25% ao ano, como forma de controlar a inflação.”

(Agência Brasil)

 

DNIT/CE usa Regime Diferenciado de Contratação para acelerar obra

diogeneslinhares

Já em processo de licitação o acesso, por viaduto, via BR-116, ao município de Horizonte (Região Metropolitana de Fortaleza).

O Dnit, através do seu superintendente estadual, Diógenes Linhares,  informa que receberá as propostas no próximo dia 11.

A licitação é pelo Regime Diferenciado de Contratação (RDC), o mesmo usado para acelerar  as obras da Copa do Mundo.

No trânsito confuso de Fortaleza, o que estaciona menos é a delicadeza

96 2

Com o título “Em que momento perdemos a delicadeza?”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele aborda o cenário confuso e absurdo do trânsito de Fortaleza, onde cada um quer levar vantagem, deixando o pedestre à beira da calçada. Confira:

Cena comum em qualquer escola privada – principalmente as mais caras – de Fortaleza: carros estacionados em fila dupla ou tripla ou mesmo em locais proibidos, tornando o tráfego caótico e causando irritação logo nas primeiras horas da manhã. Detalhe: trata-se de um local no qual, teoricamente, as crianças deveriam ter noções de educação e civilidade. Ao contrário, vejo pais relapsos, com preguiça de andar duas quadras a mais, ensinando aos seus filhos, desde muito novos, que o mais importante é resolver o seu problema, nem que para isso seja necessário prejudicar o semelhante.

Aliás, quando se fala de trânsito, os exemplos se acumulam: pessoas estacionando em vagas de idosos e deficientes, parando – basta um segundo, aliás – em locais proibidos e causando engarramentos, deixando o carro em frente de garagens ou sobre calçadas, dirigindo em marcha lenta na faixa de velocidade ou em velocidade na faixa lenta, ultrapassando sinais vermelhos. No fundo, de forma premeditada ou não, todos eles estão gritando: “dirijo como quiser, transeuntes e motoristas que se lasquem”.

O pomposo nome “cidadania” usado por 10 entre 10 indignados quando se começa qualquer conversa e se passa a criticar principalmente o governo, vem da necessidade de pensarmos coletivamente ao se optar por morar em locais onde existe adensamentos populacionais, maiores ou menores, as nossas populares “cidades”. Ser “cidadão” significa compreender que o mundo não gira ao seu redor, que existem outros seres humanos com as mesmas – ou até bem maiores – necessidades que nós.

Outra palavra usada ad nauseam com gradiloquência é “ética”. Umberto Eco nos ensina que a melhor definição de ética é “pensar no outro”. Não há como ser ético se eu me fecho num mundo cercado pelo meu egoísmo. A religião tem um belo conceito, o da “misericórdia”, para explicar o que é “colocar-se no lugar outro”. Repare que não estou reivindicando que as pessoas repartam bens, sejam caridosas ou dediquem parte de seu tempo a obras sociais. Eu só queria que elas pensassem que a rua, e outros espaços públicos, é um local de todos. Que o elevador é usado por todos os moradores do prédio. Que há pessoas que precisam andar sobre a calçada.

Tudo isso, que parece elementar, virou raridade. Em algum momento, perdemos a capacidade de exercer a delicadeza. E o que é pior: não assumimos nossos erros. Afinal, é sempre mais fácil culpar o outro, o governo, a empresa que não funciona. Qual esperança estamos construindo para este país, para nossa cidade? Por que nos revoltamos tanto com a corrupção que passa na TV e, no dia seguinte, não nos damos conta que corrompemos as convicções de nossos filhos logo cedo, ao levá-los à escola?

Exercer a boa convivência é exemplo cotidiano. Por aqui, vou continuar exercendo a tarefa de não me dobrar a este individualismo insano. Não só por uma questão de princípios, mas, acima de qualquer coisa, para tentar preservar minha fé e minha esperança na humanidade.

* Demétrio Andrade,
Jornalista e sociólogo
demetriofarias@gmail.com
@demetrioandrade

Nos EUA, aperta o cercao contra executivos de empresas envolvidas em escândalos

“As autoridades americanas estão empenhadas em prender executivos de empresas estrangeiras envolvidas em escândalos de corrupção e que tenham ativos ou ações em Bolsa nos Estados Unidos, caso da Petrobras.

O alerta foi dado pela procuradora-geral assistente do Departamento de Justiça, Leslie Caldwell. “Se eles participam de atos de corrupção, terão perspectiva muito real de ir para a prisão”, disse, sem citar uma investigação em particular. Cresceu nos EUA a pressão para que, além de empresas, altos funcionários sejam punidos.

Nos últimos cinco anos, 50 pessoas sofreram processos desse tipo, metade delas em 2013.”

(Consultor Jurídico)

Papa faz reunião de define projetos de reforma da Cúria

“O Papa Francisco reuniu-se hoje (24) com o seu “conselho de ministros” para deliberar sobre projetos concretos de reforma da Cúria, que poderá estar finalizado em fevereiro, revelaram fontes próximas do Vaticano. A reforma poderá acabar com vários conselhos pontifícios, fundindo-os em entidades maiores. O objetivo do Papa é racionalizar e modernizar uma administração que é muito dispendiosa. A reforma exigirá profunda reformulação para encontrar novas atribuições a cardeais e funcionários laicos, cujos postos de trabalho podem desaparecer.

Segundo o jornal francês La Croix, os “ministros receberam com antecedência um projeto do novo organograma, sobre o qual são chamados a opinar”. O Papa reúne-se somente duas ou três vezes por ano com os responsáveis pelas congregações, que são uma espécie de conselho de ministros.

Entre 9 e 11 de dezembro, o C-9, o conselho de nove cardeais dos cinco continentes que aconselham o papa independentemente da Cúria, vai se reunir para examinar suas conclusões, antecipando uma reunião-chave que ocorrerá em fevereiro, de acordo com fontes do Vaticano.

Segundo as mesmas fontes, a principal novidade da reforma será a criação de uma grande congregação para os laicos, fundindo vários serviços, que poderá ser assumida por uma mulher, por um laico ou por um casal, com o objetivo de dar mais espaço aos laicos e mulheres na direção da Igreja. Outra fusão poderá ocorrer em todos os serviços que se ocupam com questões de justiça social: migrantes, saúde, organizações de caridade, justiça e paz.”

(Agência Lusa)

Projeto quer obrigar gestores municipais a apresentarem suas declarações de bens

deodatoramalho

O vereador Deodato Ramalho (PT) deu entrada no projeto de lei nº 269/2014, que pretende obrigar os agentes públicos municipais a apresentarem suas declarações de bens e valores para posse e exercício de mandatos, cargos, funções ou empregos nos órgãos da administração direta ou indireta.

A declaração de bens e valores deverá ser atualizada anualmente e compreenderá imóveis, móveis, semoventes, dinheiro, títulos, ações, investimentos financeiros, participações societárias e qualquer outra espécie de bens e valores patrimoniais, localizados no País ou no exterior.

O projeto de lei de Deodato é inspirado em legislação existente no município de São Paulo e quer, segundo o vereador, contribui para um maior controle e preservação do patrimônio público, identificando indícios de eventuais enriquecimentos ilícitos por agentes públicos.

Por uma campanha pelo uso racional da água no Ceará

Com o título “Água: sabendo usar, não vai faltar”, eis artigo do vereador Acrísio Sena (PT), que pode ser lido no O POVO desta segunda-feira. Ele fala sobre a estiagem no Ceará, as dificuldades em São Paulo e apregoa a necessidade de todos os cidadãos economizarem água. Confira:

É urgente iniciar campanha pelo uso racional da água e contra o desperdício em Fortaleza. O exemplo de São Paulo está aí para servir de alerta. É necessário evitar que esta situação se repita na capital cearense. O objetivo seria chamar a atenção da população e das empresas para racionalizar o uso da água. Isso é possível com investimento em educação ambiental e de equipamentos mais eficientes, que evitem desperdício, aumentando a eficiência operacional da

Cagece. Outra estratégia é a aposta em tecnologias de reutilização.

Ano que vem completam-se 100 anos da “Seca do Quinze”, retratada de forma brilhante no romance de Raquel de Queiroz. O Ceará passa pela pior seca dos últimos 55 anos. Dos 184 municípios do Estado, 176 decretaram emergência. A água para beber é difícil e, muitas vezes, vem em carros-pipa, com qualidade ruim e afetando a saúde da população.

Os dados são graves. Dos 149 açudes monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos do Estado (Cogerh), 62 estão com menos de 10% da capacidade, quantidade equivalente ao volume morto. Das 12 bacias hidrográficas, 11 estão com menos de 30% da capacidade. A taxa atual de armazenagem de água, somando todas as regiões do Ceará, é de 26,2%. O Castanhão, que abastece Fortaleza, deve chegar ao final de 2015 com apenas 11% de seu volume. Poucas pessoas sabem que no Brasil a agricultura, por exemplo, é quem mais consome água. 63% do que é captado é destinado à irrigação. O uso doméstico equivale a 18% do consumo. A indústria responde por 14%. Os 5% restantes são destinados à sede dos animais.

Na Câmara Municipal, apresentamos Projeto de Indicação criando o “Programa de Monitoramento do Uso Racional da Água”. Trata-se de iniciativas educativas e de fiscalização. A Câmara, assim como outras instituições públicas e privadas, deve estar à frente desta campanha. Como diziam nossos avós, “água: sabendo usar não vai faltar”.

* Acrísio Sena

opiniao@opovo.com.br

Vereador de Fortaleza(PT).