Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Frei Beto – Susto nas urnas terá que levar o PT a governar melhor e resgatar o capital ético

58 1

Com o título “As eleições e o susto no PT”, eis artigo do teólogo Frei Betto, no que está no site da Adital. Ele aborda o pleito onde Dilma Rousseff ganhou por pouco a reeleição. Vê como momento para boas reflexões por parte da petezada. Confira:

A eleição presidencial deu um susto no PT. Não esperava que Marina Silva se tornasse cabeça de chapa e obtivesse votação mais expressiva do que em 2010. E muito menos que ela, derrotada, apoiasse Aécio.

Não esperava que Aécio fosse um concorrente tão ameaçador. E muito menos que o PMDB entrasse rachado na campanha, com Hartung, do Espírito Santo, e Sartori, do Rio Grande do Sul, como cabos eleitorais do PSDB.

Assustou-o também a divulgação das denúncias de corrupção na Petrobras em plena disputa do 2º turno. Sorte que o adversário também tem telhado de vidro…

Lula conclamou, em São Paulo, a militância a ir de casa em casa. Que militância? Além de ver reduzida, pelas urnas, sua bancada de senadores e deputados federais, o PT já não conta com aquela aguerrida militância voluntária das décadas de 1980 e 90.

Agora, tudo depende de marketing e de muito dinheiro investido por pessoas jurídicas que, a partir de hoje, começam a cobrar a fatura.

Dilma sabe que tem pela frente uma espinhosa tarefa: cumprir o que prometeu e costurar o tecido da governabilidade em um Congresso tão esgarçado em partidecos, e desprovido de lideranças ética e politicamente consistentes em sua base de apoio.

O PMDB, rachado quase ao meio, usará todo o seu poder de pressão para ditar a pauta do governo. O PSDB, com apoio do DEM e do que resta do PSB, tentará consolidar uma oposição ferrenha, acirrada pela frustração de ter sentido o aroma do banquete ao qual foi desconvidado pelo resultado das urnas.

O PT enfrenta, agora, o desafio de governar melhor do que já fez até aqui e tentar resgatar o que, no passado, lhe imprimiu tanta credibilidade: o capital ético, a organização política dos setores populares e o compromisso de promover reformas estruturais.

Evandro Leitão reconhece instabilidade emocional do time, mas ainda confia na classificação

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=QU-S3fbZYAw[/youtube]

O presidente do Ceará Sporting Clube, Evandro Leitão, viajou, nesta terça-feira, para o Rio de Janeiro. Ele foi acompanhar, mais precisamente na sede da CBF, o sorteio dos árbitros dessas rodadas finais do Campeonato Brasileiro da Série B.

Evandro Leitão reconhece dificuldades e certa instabilidade emocional entre os jogadores, mas ele lembra que, com vitórias, o alvinegro conseguirá seu objetivo, que é se classificar para a Série A, do Brasileirão.

Alô, Camilo Santana! No diálogo com a PM, nada de seguir exemplo cidista

58 1

Com o título “Outra alternativa”, eis artigo do jornalista Demitri Túlio. Ele aborda a disposição do governador eleito Camilo Santana (PT) de abrir diálogo com a Polícia Militar e recomenda logo que o petista não siga a prática do atual governador nessa área. Confira:

Camilo Santana precisa fazer diferente se quiser retomar o controle da Polícia Militar para o Estado. O modelo Cid Gomes de proceder nessa área, está provado, não vale como exemplo. O governador eleito do Ceará terá de adotar outra postura, demonstrar habilidade para conversa sincera com adversários e saber gerenciar um conflito que já herdou esgarçado.

Não que tenha de se submeter a emparedamentos ou coações. Não. Mas tem de enxergar que a Polícia Militar do Ceará se tornou, de 2012 pra cá, um ator político. E é sem volta.

Elegeu um vereador (capitão Wagner), depois o fez deputado estadual e levará à Câmara Federal um cabo (Sabino), que até bem pouco tempo dirigia uma associação recreativa de cabos e soldados. Entidade sem expressão política nem força de mobilização.

O grande erro do gestor Cid Gomes foi personalizar na figura de um capitão, liderança que surgiu por acaso durante um aquartelamento que se amedonhou numa greve, uma ira infantilizada e alimentada por interlocutores despreparados para lidar com a divergência.

Erro que Camilo não carece cometer. Enquanto os Ferreira Gomes elegiam um inimigo inexistente, a tropa tomava partido e mobilizava familiares e simpatizantes.

O policial militar, principalmente praças,oficiais subalternos e intermediários, passou a se olhar como trabalhador da segurança pública.Viu a possibilidade de também colocar na pauta seus direitos. Assunto sempre represado por comandos gerais subservientes e pela força da hierarquia do “cala boca se não te puno”.

E independente de liderança A ou B, a autoestima da tropa tem de ser tratada de outra maneira. A Camilo resta construir novas pontes. E aos policiais, entender que trabalhador nenhum reivindica acuando a sociedade nem se valendo de uma arma nos cós.

* Demitri Túlio,

É repórter especial do O POVO. 

Servidores municipais abrem luta por 16,29% de reajuste salarial

Nascelia-Silva

O Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sindifort) vai realizar uma assembleia geral na sexta-feira, dia 14, a partir das 9 horas, em frente ao Paço Municipal.

Segundo a presidente da entidade, Nascélia Silva, o objetivo é mobilizar a categoria para a entrega ao prefeito Roberto Cláudio da pauta de reivindicações em clima de campanha salarial.

São vários os pleitos, que incluem o fim das terceirizações e mais concurso público. O principal é a pedida de 16,29% de reajuste salarial.

Ex-presidente da Fiec espera que Dilma faça as reformas e não priorize plano de poder

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=mWxdW6i86WE&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O ex-presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Fernando Cirino, deu um voto de confiança à promessa feita pela presidente reeleita Dilma Rousseff de tomar medidas de imediato no plano econômico até o fim deste ano.

Fernando Cirino, no entanto, afirmou estar na expectativa não só que a presidente reeleita faça as reformas necessárias e tire de pauta o plano de poder do PT.

Dilma Rousseff e um novo governo com a tarefa de recuperar a imagem do PT

coraçaoa

Com o título “A recusa de ser PT”, eis artigo da professora Joyce Miranda Leão Martins, Mestre em Sociologia pela UFC e doutoranda em Ciência Política pela Ufrgs. Para ela, o novo governo petista tem o desafio de recuperar não só a imagem do partido, mas muito do histórico de luta petista. Confira:

O PT surgiu no ano de 1979 como um partido de bases: agregava pastorais das igrejas católicas, estudantes, operários, intelectuais, antigos exilados, cidadãos favoráveis a uma democracia voltada ao povo. Quase um quarto de século depois, conseguiu chegar ao poder com a ajuda do marketing político que deixou Lula – seu líder principal – palatável às elites. Uma das estratégias foi utilizar a propaganda partidária para convencer que muitos brasileiros eram um pouco PT, mesmo sem saber: bastava ser sensível às desigualdades sociais e aos mais fracos. A essência PT de 1979 continuava ali, em 2002: o partido se posicionava ao lado dos oprimidos, ainda que de uma maneira “light”.

Depois do primeiro governo Lula, o PT foi se esvaindo. Envolto em escândalos de corrupção, a credibilidade dos petistas foi abalada, enquanto a de Lula não só permanecia imune como o levou ao segundo mandato e, posteriormente, à eleição de sua sucessora. Dilma sempre foi uma candidata de Lula, ancorada na popularidade e no ethos do ex-presidente. Quase uma “não-política” (ela nunca se candidatara antes), foi eleita com a imagem da gestora com o coração de mãe. Debates mais politizados e uma reivindicação direta da história do PT foram deixados de lado. A campanha da candidata se concentrou na disputa entre as “imagens-sombra” de Lula e FHC.

Passados quatro anos de governo Dilma, a falta de habilidade política da presidente/candidata trouxe riscos a uma continuidade petista. Com pouco diálogo junto aos movimentos sociais, Dilma viu eclodir junho de 2013 e um sentimento anti-PT no eleitorado que só ouviu falar timidamente nas bandeiras tradicionais do partido, como a defesa dos direitos humanos e a necessidade de pautá-los diante de uma sociedade carente de igualdade social.

Sem a disputa entre visões distintas sobre o governo do país, a eleição se tornou apenas um jogo de retóricas e uma disputa entre números “oficiais”. Dilma, recusando-se a ser mais PT, teve a sorte de se ancorar na militância e nos beneficiados pelos programas sociais petistas, enquanto Aécio se tranquilizava com a rejeição à continuidade e com o voto de quem não viu o PSDB no poder (de acordo com pesquisa recente do Datafolha o candidato foi mais forte entre os jovens). O perigo do sentimento anti-PT, por parte do eleitorado, é que nele podem ocultar-se recusas a políticas inclusivas, ao estado laico e ao próprio regime de governo (intervenção militar chegou a ser lema de parcelas minoritárias no junho de 2013). Enquanto o marketing de Aécio e Dilma apenas tentou administrar o anti-petismo, quem perdeu foi o debate democrático. A democracia, ao contrário, ganha quando os partidos têm coragem de disputar ideologicamente o eleitor.

Joyce Miranda Leão Martins

joycesnitram@ yahoo.com.br

Mestre em Sociologia pela UFC e doutoranda em Ciência Política pela Ufrgs

Camilo perde em Fortaleza e conta sobra para a gestão do prefeito Roberto Cláudio

273 5

rcccc

Com o título “O desafio de Fortaleza”, eis nota da Coluna Política de Érico Firmo, no O POVO desta terça-feira e que merece boas reflexões da parte da turma do Paço Municipal:

É da natureza do poder, passada uma eleição começa a se falar em outra. De imediato, o resultado de domingo sinaliza preocupações para o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros).

Apoiado pelo prefeito, Camilo Santana , candidato do PT ao Governo – mas apoiado pelo Pros, teve 176 mil votos a menos que Eunício Oliveira na Capital. O resultado ruim não foi isolado. O petista sofreu derrotas significativas em quase toda a Região Metropolitana de Fortaleza. Mas o sinal seguramente não é positivo para o prefeito.

VAMOS NÓS – O prefeito Roberto Cláudio (Pros) precisa rever seus conceitos ou equipe. Há algo que não anda a contento e a população sente. A periferia, por exemplo, reclama do clima de reforma de reforma e letargia das obras que interferem no trânsito. A imagem de RC no momento é de um gestor bonzinho.

IFCE vive ameaça de greve geral dos servidores

Servidores dos campi do IFCE de Caucaia, Canindé, Crateús, Ubajara e Camocim paralisarão suas atividades, reivindicando a revogação da portaria que amplia de 30 para 40 horas a jornada de trabalho. A informação é da assessoria sindical da categoria.

Os servidores do IFCE Caucaia cruzarão os braços nos dias 3, 4 e 5 próximos. O Campus Ubajara paralisará  nesta quarta e quinta-feira. Canindé e Camocim paralisarão nos dias 3 e 4 próximos.

Já o Campus Crateús paralisará as atividades nos dias 4, 5 e 6 de novembro, enquanto os servidores do Campus Limoeiro do Norte continuam em estado de greve.

Eunício já sonharia com comando do Senado, mas um peemedebista pode melar o projeto

Eunicio

O senador Eunício Oliveira (PMDB) retoma as atividades legislativas hoje, em Brasília, segundo sua assessoria de imprensa. O que não informa é que ele já estaria de olho em outra eleição: a de presidente do Senado.

Só que há um problemão nesse desejo de Eunício: o deputado federal Eduardo Cunha (RJ) cismou de que o PMDB não deve abrir mão de continuar presidindo a Câmara.

Ou seja, no Congresso, é tradição que um partido comande a Câmara e o outro o senado e não as duas Casas.

 

Ex-presidente da Fiec é cético sobre promessa de Dilma de fazer mudanças na economia

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=GYNPfenwPLc[/youtube]

O ex-presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, viajou, nesta terça-feira, para Brasília, onde assumirá como diretor na nova gestão do presidente reeleito da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson de Andrade.

Antes do embarque, Roberto Macedo, abertamente opositor ao Governo Dilma, disse esperar que venham mudanças e que a presidente reeleita cumpra de fato as promessas de mexer na economia. Ele, no entanto, é bem cético.

Cid Gomes descansa depois de campanha das mais acirradas

44 1

C

O governador, licenciado, fez panfletagem à vontade.

Engana-se quem pensa que o governador Cid Gomes (Pros), por causa da vitória de Camilo Santana (PT), desistirá do seu projeto de trabalhar e estudar nos EUA. Está mais vivo do que nunca, garantem familiares seus.

Ou seja, especulações colocando seu nome para a futura equipe de Dilma Rouseff, não passam de especulações.

A propósito, Cid está descansando de uma campanha das mais puxadas e acirradas. A Assessoria dele não deu detalhes.

(Foto – Divulgação)

Camilo ganhou na terra natal de Eunício, que faturou a Região Metropolitana de Fortaleza

eleições 2014 pmdb 0706 eunício cwagner

No mapa eleitoral 2014, Camilo Santana conseguiu derrotar Eunício Oliveira em Lavras da Mangabeira, terra natal do senador. O candidato do PMDB caiu de 50,09% para 48,27%, enquanto o petista subiu de 49,28% para 51,73%.

Nos dois principais municípios da Região do Cariri – Juazeiro do Norte e Crato, os prefeitos são do PMDB, mas não conduziram o voto para o candidato da sigla. Em ambos, Camilo ampliou a vantagem sobre Eunício.

Mas na Região Metropolitana e em Fortaleza, Eunício Oliveira devolveu a derrota. Dos 15 municípios da RMF, ganhou em 11 no primeiro turno e, praticamente, manteve esse espaço no segundo, liderando em 10 cidades (a exceção foi Cascavel).

Pesou muito o apoio do Capitão Wagner, que foi eleito deputado estadual pelo PR do então candidato a vice, Roberto Pessoa (PR).

(Foto – Divulgação)

BNB patrocinará obras de restauração do Palácio da Luz

67 1
foto bnb nelson antonio de souza 

Da Coluna Vertical, do O POVO desta terça-feira:

O Palácio da Luz, construção do final do século XVIII que funcionou como residência do capitão-mor Antônio de Castro Viana e sede administrativa do governo do Estado até 1975, atualmente abrigando a Academia Cearense de Letras, será totalmente restaurado, reformado e requalificado até o final do primeiro semestre de 2015.

Contrato de patrocínio nesse sentido será assinado nos próximos dias pelo presidente do Banco do Nordeste, Nélson Antônio de Souza, com o presidente da ACL, José Augusto Bezerra.

No valor de R$ 500 mil, o patrocínio do BNB significa importante esforço no sentido de preservar uma das mais importantes edificações do Centro de Fortaleza, tombada pelo patrimônio histórico estadual. Também um pontapé inicial para a requalificação do entorno da Rua do Rosário.

Presidente da FCF tenta na CBF calendário para realizar o Campeonato Cearense 2015

69 2

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=8NjJib9CLZE[/youtube]

O presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio, seguiu nesta madrugada de terça-feira para o Rio. Tem reuniões com a CBF, onde tenta datas para a realização do Campeonato Cearense, que deve começar mesmo, segundo Carmélio, em fevereiro.

Além desse assunto, Mauro Carmélio também acompanhará na CBF o sorteio dos árbitros que atuarão nessas rodadas finais da Série B, do Brasileirão, e que interessam aos times do ceará e do Icasa.

Jogo decisivo

Nesta noite de terça-feira, de acordo com o presidente da FCF, tem jogo decisivo da Copa Fares Lopes. O Ferroviário pega o Icasa, no Estádio Presidente Vargas e, quem ganhar, vai ter vaga garantida na Copa do Brasil 2015.

Enem 2014 – Olha os cartões de confirmação chegando aí, geennnte!!

“Os cartões de confirmação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já estão disponíveis para consulta na Internet. Para ter acesso, o candidato deve acessar o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que organiza a prova, e informar o CPF e a senha inserida na inscrição. Os dados foram disponibilizados ontem. As provas serão realizadas nos dias 8 e 9 novembro.

O comprovante informa data, hora e local de realização das provas, além dos dados pessoais do candidato, entre outras informações. São 8,7 milhões de inscritos para o exame em todo o Brasil e mais de 570 mil no Ceará.

Os mesmos cartões já devem começar a chegar pelos Correios, de acordo com o Inep. Em casos de cartões devolvidos, o instituto entrará em contato com os participantes por meio de SMS e mensagem eletrônica, através do celular e do e-mail informados no ato da inscrição no Enem.

O Inep orienta aos candidatos que verifiquem com antecedência, na página de acompanhamento do Enem, a validação da inscrição e o local de realização das provas. Outra sugestão é fazer o trajeto até o local de prova antes do dia do exame para conhecer o caminho.

Saiba mais

* No Ceará, 570.697 pessoas estão inscritas para esta edição do exame.

* É o quinto estado em participação nas inscrições, representando 6,54% do total, atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro, segundo o Inep.

* O número de inscritos no Estado é 15,27% maior que no último Enem.

* Além de Fortaleza, outros 112 municípios cearenses sediarão o Enem 2014.

SERVIÇO 

Consulte o cartão de confirmação.
Site: http://bit.ly/1zAV8pk
Quem não receber o cartão, não conseguir imprimir pela ou constatar algum erro, deve entrar em contato com o Inep.
Telefone: 0800 61 61610800 61 6161
Tire dúvidas e veja o passo a passo do Enem.
Site: enem.inep.gov.br

(Com O POVO)

Acidente com ônibus deixa 10 estudantes mortos em São Paulo

“Um grave acidente entre um ônibus que transportava estudantes e um caminhão de óleo vegetal deixou dez mortos e 30 feridos, dos quais 16 com gravidade, informou a Polícia Rodoviária Estadual. A batida ocorreu às 23h30min de ontem (27) na Rodovia Deputado Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), altura do quilômetro 368, em Ibitinga. A forte colisão fez o caminhão pegar fogo.

De acordo com a polícia, os alunos são da cidade de Borborema e voltavam de uma viagem escolar. Os feridos foram encaminhados para dois hospitais da região, em Ibitinga e Borborema.

Por volta das 7h30min, segundo a Polícia Rodoviária, a pista seguia interditada em ambos os sentidos para a limpeza do óleo vegetal que vazou. O trânsito está sendo desviado pelo interior da cidade.”!

(Agência Brasil)

Capitão Wagner: Arquivamento de punições seria primeiro passo para diálogo com Camilo

69 7

capitaowagner

“Liderança de movimentos reivindicatórios da Polícia Militar, o deputado estadual eleito Capitão Wagner (PR) disse ontem que está aberto, “como sempre esteve”, para dialogar com Camilo Santana (PT) no governo.

“Queremos o que é bom para a categoria, para o Estado e para a segurança. As arestas podem ser cortadas, para que a gente una ao máximo os profissionais e a sociedade. Não estamos aqui para fazer oposição por fazer”, disse, ontem, ao O POVO.

Ele destaca que várias pautas da corporação estavam, inclusive, contempladas no programa de Camilo, como promoções, definição de carga horária, Código de Ética e salários. Wagner destaca, no entanto, que é importante que o governador “realmente tome atitude” após negociações. “Não pode só dialogar, tem que botar em prática o que fala”.

Questionado sobre processos contra PMs que declararam apoio a sua candidatura, Wagner disse que arquivamento das ações seria “primeiro passo” para apaziguar os ânimos.”

(O POVO)

CPI Mista cancela depoimento de Youssef e ouve Cosenza nesta quarta

A CPI Mista da Petrobras confirmou o cancelamento do depoimento do doleiro Alberto Youssef, marcado para esta quarta-feira (29). Youssef já havia avisado por meio do advogado que pretendia ficar calado e pedido a dispensa da audiência. Além disso, no fim de semana, ele passou mal na carceragem da Polícia Federal em Curitiba e foi levado para um hospital, onde segue internado.

Com o cancelamento da audiência de Youssef, a CPI Mista confirmou para quarta o depoimento de José Carlos Cosenza, atual diretor de Abastecimento da Petrobras. Ele deveria ter falado aos parlamentares na semana passada, mas alegou problemas médicos para se declarar impossibilitado de comparecer. Membros da oposição chegaram a duvidar do atestado médico apresentado, já que numa primeira versão, mais tarde emendada, o documento não informava a doença do executivo (hipertensão arterial).

(Agência Senado)

Resultado em Minas pesou na reeleição de Dilma Rousseff, avaliam especialistas

dilmaaecc

“Ainda vai?!”

A derrota de Aécio Neves em Minas Gerais, seu domicílio eleitoral e estado que governou por oito anos, pode ter sido um fator relevante para a vitória de Dilma Rousseff em sua reeleição. Na avaliação de especialistas mineiros, o mau desempenho de Aécio no estado depôs contra o candidato e o fez perder votos importantes.

Para o professor de ciências sociais e políticas da Universidade Federal de Viçosa, Diogo Tourino de Sousa, Minas foi “o fiel da balança, do ponto de vista numérico” e também do ponto de vista político, no sentido de converter eleitores de outros estados no momento em que Aécio passava a ser conhecido no Brasil.

A professora de ciência política da Universidade Federal de Minas Gerais, Helcimara Telles, também avalia que o desempenho dos candidatos em Minas teve peso no resultado nacional, embora considere que talvez não tenha sido decisivo. A professora também é membro da World Association for Opinion Research (Wapor), organização voltada para a pesquisa de opinião pública. Para ela, Minas Gerais tem um “peso simbólico” muito grande, por fazer divisa com estados em estágios socioeconômicos diversos, como São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro e Bahia.

Dilma venceu em Minas com 52,41% dos votos válidos, enquanto Aécio teve 47,59%. No primeiro turno, a candidata petista também venceu no estado, com 43,48%. O tucano fez 39,75% em Minas no primeiro turno.

(Agência Brasil)