Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

ONU lança Dia pelo Fim da Impunidade de Crimes contra Jornalistas

A Organização das Nações Unidas (ONU) comemorou nesse domingo (2) o primeiro Dia Internacional pelo Fim da Impunidade dos Crimes contra Jornalistas. Mensagens do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e da diretora-geral da organização para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Irina Bokova, foram divulgadas por ocasião da data, além da promoção, nos próximos dias, de um painel de alto nível com seminários, conferências e debates, em diversos países.

Segundo a Unesco, a data foi instituída em dezembro de 2013 e marca o assassinato de dois jornalistas, Gislaine Dupont e Claude Verlon, no Mali, em 2 de novembro do ano passado. Com o objetivo de criar um ambiente seguro para o trabalho dos profissionais dos meios de comunicação em todo o mundo, a ONU tem desenvolvido, nos últimos anos, um plano de ação, com o apoio da comunidade internacional e da sociedade civil.

As Nações Unidas chamam atenção para o número de jornalistas mortos nos últimos 10 anos, que passa dos 700, e para o alto percentual, 90%, de impunidade dos casos de violência envolvendo profissionais da mídia. Em sua mensagem, Ban Ki-monn alerta que 17 jornalistas iraquianos foram executados somente no ano passado.

(Agência Brasil)

Uso do Enem cresce entre instituições públicas e particulares

O uso do Enem cresce entre instituições públicas e particulares O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) consolida-se cada vez como forma de ingresso em instituições públicas e privadas de ensino superior e de ensino técnico, seja por meio dos programas nacionais, como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni), que utilizam as notas do exame como critério, seja por iniciativa das próprias instituições de ensino em usar o Enem como processo seletivo.

Entre as universidades federais, segundo o presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Targino de Araújo, todas utilizam o Enem total ou parcialmente como processo seletivo. “O Enem é fundamental porque permite que os alunos possam se inscrever para qualquer universidade do país. Possibilita o acesso de estudantes que não poderiam viajar para fazer vários vestibulares. É um mecanismo de inclusão”, disse.

Araújo ressalta que a adesão ao exame continua crescendo, inclusive na porcentagem de vagas. Como reitor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), ele disse que na sua instituição a utilização do Enem começou para 50% das vagas e,atualmente,100%.  “Os resultados têm sido positivos, sendo que as universidades que fizeram a adesão não têm se arrependido. Não houve quem desistiu de usar o Enem, pelo contrário, a adesão é crescente”, disse.

Em 2014, foram ofertadas 191,6 mil bolsas integrais e parciais pelo ProUni no primeiro semestre e 115,1 mil, na segunda edição do programa.  Foram cerca de mil instituições privadas participantes em cada um dos processos. Já o Sisu ofertou 171,4 mil vagas em 115 instituições públicas de educação superior, no primeiro semestre, e 51,4 mil vagas em 67 instituições, no segundo.

(Agência Brasil)

Camilo lamenta que “parte do PT não pensou no projeto político”

54 3

foto camilo santana e luizianne

Decepção. Esse é o sentimento do governador eleito Camilo Santana (PT) com o grupo político da ex-prefeita petista Luizianne Lins, que não teria dado o apoio esperado a uma candidatura do partido ao Governo do Ceará.

“(…) A minha decepção é que essa parte do PT não pensou no projeto político. Todo mundo sabe quem é Camilo, todo mundo sabe de minha história. Fui militante com a Luizianne na universidade. Acho que a política e a vida partidária não podem ser feitas em nome ou de uma tendência ou de interesses individuais”, disse Camilo em entrevista ao O POVO, na edição deste domingo (2). “Quando foi decidido que o Elmano seria candidato, respeitei, fui pra campanha. Isso é ético dentro da política”, completou.

Apesar de ainda não ter assumido o governo e estarmos a dois anos das eleições municipais, Camilo Santana sinaliza um possível apoio a uma candidatura de reeleição de Roberto Cláudio em Fortaleza.

“O prefeito Roberto Cláudio (Pros) me apoiou, apoiou a presidenta Dilma. Isso não é importante para o projeto do PT nacional? Não existiu uma campanha, talvez, no Brasil que fosse mais vinculado o governador, o prefeito da Capital e a presidenta Dilma do que a nossa aqui”, observou.

Por onde anda o Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia no Ceará?

105 1

Em artigo enviado ao Blog, o professor Ivan Oliveira lamenta o não funcionamento pleno do CECT&I, que em dezembro fará 7 anos de existência. Confira:

Você já ouviu falar do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia no Ceará (CECT&I)? Este conselho foi criado no primeiro ano da gestão do governador Cid Gomes com o objetivo de estabelecer as diretrizes e metas para formulação da Política Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação pelo Governo do Estado; avaliar o Plano Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, assim como acompanhar e fiscalizar o seu o cumprimento; participar na elaboração da proposta do Plano Plurianual – PPA, da Lei de Diretrizes Orçamentária – LDO, e do orçamento anual do Estado no que concerne à área de ciência, tecnologia e inovação; dentre outras funções importantes para garantir o desenvolvimento tecnológico do estado do Ceará com base na Ciência, Tecnologia e Inovação.

Hoje, no último ano do segundo mandato do nosso governador Cid Gomes, vejo a produtividade do CECT&I e fico completamente tomado de tristeza em perceber a completa inatividade desta entidade que resgatava a esperança do mercado, da academia e da sociedade em geral naquele primeiro ano de gestão.

Qualquer cearense pode acessar a url http://www.sct.ce.gov.br/index.php/downloads/category/1-conselho-estadual-de-ciencia-tecnologia-e-inovacao-do-ceara para verificar a constatação de inatividade denunciada neste artigo.

Se o CECT&I não funcionou nos seus quase sete anos de vida (seu aniversário será no próximo dia 10 de dezembro), então quem efetivamente fez a orientação às instituições de Pesquisa e Desenvolvimento, vinculadas ao Governo Estadual, e subsidiou as demais instituições dessa natureza situadas no território cearense, quanto a propostas que contribuam para o desenvolvimento do Estado e a inclusão social pelo concurso da ciência, tecnologia e inovação?

Se o CECT&I não se reuniu uma única vez no segundo mandato do governador (2011 – 2014), então quem recomendou políticas de divulgação científica e para a educação em ciência e habilitação tecnológica em todos os níveis?

O Governo do Estado do Ceará realizou uma ampla discussão no processo de elaboração do Plano Plurianual – PPA 2012-2015 e o Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia no Ceará não teve nenhuma atividade naquele período para garantir um orçamento digno para os programas, projetos e ações na área de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Não é a toa que o estado do Ceará vive uma paralisia nas políticas públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação. Basta verificar a atuação pífia das entidades estaduais nos últimos anos, sobretudo, no último quadriênio (2011 – 2014) sem atividades significativas e resultados dignos para colocar o estado na vitrine da Inovação Tecnológica e do Desenvolvimento Sustentável.

Temos a vocação natural para a Ciência, Tecnologia e Inovação, mas, precisamos do governo do estado do Ceará investindo e dando a devida atenção nesta importante área governamental.

A Ciência, a Tecnologia e a Inovação são, no cenário mundial contemporâneo, instrumentos fundamentais para o desenvolvimento, o crescimento econômico, a geração de emprego e renda e a democratização de oportunidades. O trabalho de técnicos, cientistas, pesquisadores e acadêmicos e o engajamento das empresas são fatores determinantes para a consolidação de um modelo de desenvolvimento sustentável, capaz de atender às justas demandas sociais dos brasileiros e ao permanente fortalecimento da soberania nacional. Essa é uma questão de Estado, que ultrapassa os governos e devem ser fortalecidas pelos novos gestores a partir de janeiro de 2015.

Resolvemos fazer esta avaliação simplória e rápida do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia no Ceará por acreditar na importância estratégica desta área para o desenvolvimento do estado do Ceará nos próximos quatro anos de governo da gestão do Camilo Santana e de sua vice Izolda Cela.

Reconhecemos o avanço nacional da ciência, da tecnologia e da inovação como vetor fundamental do crescimento econômico, da conservação ambiental e da melhoria da qualidade de vida e, sem elas, nosso estado não dará o salto necessário nos próximos anos para atender as demandas reprimidas dos vários setores (mercado, academia, governo e sociedade em geral).

Fica a dica para o futuro governador a realização de uma intervenção na área de Ciência, Tecnologia e Inovação para colocar as entidades de CT&I para trabalhar em prol do estado do Ceará através dos seus componentes do desenvolvimento sustentável, do ponto de vista econômico e socioambiental.

Camilo Santana e Izolda Cela têm dito nas entrevistas que vão fazer um novo governo com novas ideias, novos projetos e, sobretudo, incluindo gente nova nas diversas secretarias e entidades com fins de oxigenar os projetos e ações governamentais.

Muitos dos órgãos desta área e outros setores governamentais estão trabalhando no automático, sobretudo, por ter seus gestores há muito tempo no poder; vide os órgãos relacionados à pauta Ciência, Tecnologia e Inovação.

Concluímos que é preciso oxigenar as ideias, mudar as prioridades e dar uma reviravolta nos gestores das entidades com novos nomes e novos modelos de gestão.

Está na hora de se reinventar, mudar o jeito de fazer, mudar a gestão, melhorar a forma de tratar a C&TI e a TIC, enfim, o governo entrará numa nova fase e o gestor maior do estado precisa acompanhar mais de perto os programas, projetos e ações demandados pela sociedade.

Crítica de Cid ao PMDB compromete ida à Esplanada dos Ministérios

cidix

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (2):

Do governador Cid Gomes: “O PMDB é um mal terrível, que tem que ser combatido organizadamente, racionalmente e inteligentemente. É um ajuntamento de secções regionais que não tem nenhuma identidade, mas um interesse em comum: chantagear governos”.

Está aí a maior prova da determinação de Cid de ir embora para os Estados Unidos e não aceitar convites para ocupar um Ministério. O Governo precisa do apoio do PMDB e não vai abrir mão de manter a sigla na base aliada.

A fala de confronto do governador com o PMDB não é adequada a alguém que pode aceitar ir para a Esplanada dos Ministérios. Perguntado se não era importante o papel do PMDB em controlar o PT, Cid disse o seguinte: “É, mas o PMDB também precisa ser controlado”.

(Foto – Paulo MOska)

Camilo terá diálogo com policiais, mas quer cumprimento da hierarquia e disciplina

76 6

camilosantanana

Ao assegurar que o Ceará terá “um novo governo”, a partir do próximo ano, o governador eleito Camilo Santana afirma que haverá diálogo com as polícias, mas “vamos exigir que a lei, a hierarquia, a disciplina sejam cumpridas”.

Segundo Camilo, em entrevista ao O POVO, na edição deste domingo (2), o papel da Polícia é garantir a segurança do povo do Ceará. “Vou saber respeitar, dialogar. Agora, não vou admitir que não se garanta cumprir a missão que o povo espera”, comentou.

Após 125 anos, desenhos originais da bandeira do Brasil são encontrados

foto bandeira nacional rascunho

Dois papéis históricos de valor inestimável foram descobertos no Rio de Janeiro. São os rascunhos que deram origem à bandeira do Brasil, riscados pelo engenheiro Raimundo Teixeira Mendes em novembro de 1889, após a Proclamação da República.

Em ambos os papéis se veem a esfera, as estrelas e os dizeres “Ordem e Progresso”. O primeiro é um papel milimetrado, que permitiu a Teixeira Mendes posicionar e dimensionar cada estrela com precisão. O segundo é um papel vegetal, onde estão os traços definitivos.

Os desenhos estavam na centenária Igreja Positivista, no bairro da Glória, esquecidos dentro de uma caixa. Foram descobertos por acaso, quando se limpavam os armários do último presidente da igreja, que morreu em julho. Os papéis estão nas mãos de restauradores. Quando o trabalho terminar, serão expostos ao público.

— Encontramos um tesouro que pertence a todos os brasileiros — afirma o atual presidente da Igreja Positivista, Alexandre Martins.

O material estava na igreja porque o positivismo exercia forte influência sobre os intelectuais brasileiros do final do século 19. Criado pelo francês Auguste Comte, o positivismo faz uso da ciência para explicar o mundo. Hoje ultrapassada, essa visão era vanguardista para a época.

Foi o positivista Benjamin Constant, ministro da Guerra do novo regime, que aprovou o desenho de Teixeira Mendes, também positivista. Amor, ordem e progresso formavam o tripé da religião.

(Agência Senado)

Alta da Selic mantém poupança menos atraente que fundos de investimento

A elevação da taxa Selic (juros básicos da economia) para 11,25% ao ano continua a desestimular quem guarda dinheiro na poupança. De acordo com levantamento da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a alta dos juros básicos manteve os fundos de investimento mais atrativos que a caderneta na maioria das simulações, apesar de a poupança não pagar impostos nem taxas de administração.

Segundo a Anefac, apenas nos casos em que os fundos de investimento cobram altas taxas de administração, a partir de 2,5% ao ano, a poupança torna-se mais vantajosa. Para taxas de 2% ao ano, a caderneta só rende mais que os fundos em aplicações de até um ano. Para taxas de 1,5%, a poupança ganha apenas se o dinheiro ficar aplicado no máximo seis meses. Nos fundos com taxa de até 1% ao ano, a caderneta perde em todas as simulações.

Pelas simulações da Anefac, com o novo nível da taxa Selic, uma aplicação de R$ 10 mil na poupança rende 7,19% ao ano, o que representa rendimento de R$ 719 ao fim de 12 meses. No mesmo prazo, a quantia rende de R$ 604 (com taxa de administração de 3% ao ano) a R$ 834 (com taxa de administração de 0,5% ao ano), se aplicada em fundos de investimento.

Pela regra atual, quando a taxa Selic está maior que 8,5% ao ano, a poupança rende 0,5% ao mês (6,17% ao ano) mais a taxa referencial (TR), tipo de taxa variável. Essa fórmula está em vigor desde agosto do ano passado, quando a Selic foi reajustada para 9% ao ano. Quando os juros básicos da economia estão iguais ou inferiores a 8,5% ao ano, a caderneta rende 70% da taxa Selic mais a TR.

A fórmula só vale para o dinheiro depositado na poupança a partir de 4 de maio de 2012. Para os depósitos anteriores, o rendimento segue a regra antiga, de 0,5% ao mês mais a TR. Os demais direitos de quem aplica na caderneta foram mantidos, como a isenção de taxa de administração e de impostos.

(Agência Brasil)

Sindiônibus apresenta ônibus articulados nesta segunda-feira

foto ônibus articulado

O transporte urbano em Fortaleza receberá este mês um reforço de oito modernos ônibus articulados com capacidade para transportar até 180 passageiros. O Sindiônibus fará uma apresentação desses veículos nesta segunda-feira (3), no Centro de Eventos do Ceará (CEC), a partir das 8 horas.

Às 9 horas alguns dos veículos sairão em comboio pelas ruas da região Leste da Capital, passando pelas avenidas Santos Dumont, Dom Luís e Desembargador Moreira, retornando, na sequência, para o CEC. Esta ação visa mostrar aos usuários do transporte coletivo e à sociedade os novos articulados, que serão chamados ‘Expresso Fortaleza’, e entrarão em operação, ainda no mês de novembro.

As empresas Santa Cecília, Dragão do Mar, Maraponga, Siará Grande, Vega, Viação Fortaleza, Viação São José e Viação Urbana investiram em torno de oito milhões de reais na aquisição dos oito ônibus articulados que fazem parte de um lote de 20 coletivos já comprados e que devem se integrar à frota de Fortaleza e dar maior velocidade ao transporte urbano de passageiros. A idade média da frota da capital cearense é de quatro anos, umas das melhores do País e a renovação de frota anual é de 320 coletivos em média.

(Sindiônibus)

Camilo espera oposição responsável do PMDB e não sinaliza reaproximação

eleições 2014 2t opovo debate camilo

A depender do governador eleito Camilo Santana (PT), peemedebistas ligados a Eunício Oliveira deverão representar a oposição no Ceará no próximo governo. Em entrevista ao O POVO, na edição deste domingo (2), Camilo Santana esclareceu que a “união de todo o Ceará” é com relação aos setores da sociedade. “Nós temos um lado. Fomos eleitos por um lado”, comentou Camilo. “Faremos um governo de muito diálogo com setores da sociedade. Isso não quer dizer que não vá dialogar com os outros partidos”, completou.

Para o governador eleito, a oposição é importante, “até para se fazer uma autoavaliação”. No entanto, Camilo Santana espera uma oposição responsável e propositiva do PMDB. “Não oposição raivosa por conta da derrota eleitoral”, disse.

BNB deve convocar jornalistas aprovados em concurso

Após ação civil pública do Ministério Público do Trabalho (MPT), a Justiça do Trabalho determinou que o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) deve convocar e contratar os aprovados no cargo de comunicador social no concurso público realizado em 2010.  Segundo a decisão da juíza Karla Yacy Carlos da Silva, o banco deve suspender o prazo de validade do concurso para comunicador social até o trânsito em julgado do processo da ação e se abster de contratar novos comunicadores sociais salvo os oriundos do concurso público. A pena por descumprimento é uma multa de R$ 10 mil por cada contratação irregular.

A ação civil pública impetrada pelo MPT visou que o Banco do Nordeste fosse impedido de contratar terceirizados para atividades iguais aos dos aprovados em concurso público realizado pela própria instituição.  Para o Ministério Público, “não se trata de dúvida quanto à natureza do contrato, mas sim da irregularidade da contratação de terceirizados que exerçam as mesmas atividades que deveriam ser executadas pelos aprovados em concurso público”.

Em 2010, o Banco do Nordeste realizou concurso público para a formação de cadastro de reserva e para atendimento às demandas de provimentos de vagas que viessem a surgir nos quadros do BNB. Após audiências de conciliação, o BNB não convocava os aprovados em concurso, mesmo mantendo em seus quadros funcionários terceirizados que exerciam as funções dos aprovados no concurso. O MPT ingressou com uma ação civil pública em face dos aprovados e a Justiça do Trabalho julgou procedentes os pedidos do Ministério Público.

(Procuradoria Regional do Trabalho – 7ª Região)

Nordestinos: preconceitos cruzados

50 1

Da Coluna Menu Político, no O POVO deste domingo (2), pelo jornalista Plínio Bortolotti:

Certa vez, conversando com um grande empresário cearense do ramo de alimentos, ouvi dele uma história exemplar. Quando começou a mandar seus produtos para o sul, ele retirou da embalagem qualquer marca que pudesse identificar a fabricação nordestina, inclusive omitindo o endereço completo da empresa. Como na época era permitido, ele omitia os dados completos da localização da fábrica, anotando o seguinte endereço na embalagem: “BR 116, km tal”, sem enunciar o nome da cidade.

Como poucos sabem o modo como uma rodovia é demarcada, ficava mascarado o exato local da sede da empresa. Foi a forma encontrada para driblar o preconceito contra produtos fabricados no Nordeste. O mais irônico, contou, acontecia em recepções das quais participava: era comum ouvir elogios de “madames” ao produto, considerando-o “delicioso”, em comparação com a “má qualidade” do que era fabricado no Ceará. O empresário, silenciosamente, divertia-se: “Mal sabiam elas que comiam o que era feito aqui bem pertinho”.

Lembrei da história devido à onda de preconceito que assomou com mais vigor depois da reeleição de Dilma Rousseff (PT) à presidência. “Burro” foi a mais gentil ofensa com a qual os nordestinos foram brindados – a escala passava por xingamentos diversos, chegando ao ponto de preconizar um holocausto contra a “raça”. Observem: há uma cerca simbólica (se pudessem muitos a fariam real) de Minas Gerais para cima em que tudo se torna indistinto e abominável. Para esse tipo de gente todos os nordestinos são “burros”; vagabundos, que preferem uma rede ao trabalho; e vivem dolentemente às expensas da riqueza gerada por São Paulo: “Non ducor duco” (não sou conduzido, conduzo) está inscrito brasão da capital paulista.

São Paulo é apenas, digamos assim, um símbolo, dessa má ideia, que encontra adeptos nos demais estados do Sul e Sudeste. Não é por acaso que todo migrante nordestino, chegando a São Paulo, não importa a origem, vira imediatamente “Ceará”; se cair no Rio de Janeiro, é “Paraíba”.

Desditosamente, como podemos observar pela história do empresário, esse preconceito encontra guarida entre os próprios nordestinos, não sei se campeia entre as outras classes, ou apenas entre a “elite”. Assim, o preconceito tem uma espécie de efeito dominó: o Sul/Sudeste tem preconceito contra os nordestinos de modo geral e, estes (normalmente os privilegiados) têm seus próprios “nordestinos”: os pobres, aqueles que vivem nos interiores, no “sertão”.

O que é, senão isso, o ódio contra o Bolsa Família, que desaguou em uma “leva de preguiçosas” que não aceita mais trabalhar na casa da madame a troco de um quartinho insalubre e um salário miserável? O que é senão a revolta do sinhozinho contra o trabalhador rural que não se deixa mais escravizar? O que é isso senão a ironia contra o pedreiro que fica “botando banca”, sem aceitar uma diária que mal dá para pagar a quentinha e a passagem do ônibus?

Meus irmãozinhos, leiam o editorial do jornal O Globo (28/10/2014), e ponham a mão na consciência.

Votação acirrada não torna menor a autoridade do governo Dilma

50 4

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (2):

Domingo passado, a maioria do eleitorado apoiou a continuidade do modelo de inclusão e de bem-estar social e as promessas de mais avanços na mesma direção. O escore foi: Dilma Rousseff 51,64% x Aécio Neves 48,36%. Uma diferença apertada (em parte atribuída à reportagem da Veja, na véspera da eleição, tentando comprometer Lula e Dilma no escândalo da Petrobras).

Contudo, a margem estreita de votos não tornou a autoridade do governo Dilma menor, como querem setores golpistas. Mais: houve fraudes em pesquisas.

O resultado das eleições presidenciais francesas de 2012 teve a mesma proporção: François Hollande 51,6% x Nicolas Sarkozy 48,4%, mas, ninguém acusou o atual governo francês de, por conta disso, não ter direito a exercer plenamente seus poderes.

Doze campi do IFCE aprovam paralisação

Mais um campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) terá suas atividades paralisadas, pelos servidores em luta em prol da jornada de 30 horas semanais. O IFCE Maracanaú vai parar, nos dias 13 e 14 deste mês, conforme decisão tomada em assembleia na sexta-feira (31). Agora, chega a 12 o número de campi do Instituto Federal que realizarão paralisações, defendendo o direito dos servidores à jornada de 30 horas e reivindicando a imediata revogação da portaria assinada pela Reitoria, que amplia a jornada para 40 horas semanais.

Os trabalhadores dos campi Aracati e Tianguá do IFCE também decidiram paralisar os trabalhos, nos próximos dias 13 e 14. No campus de Sobral as atividades serão interrompidas nos dias 4, 5 e 14. O IFCE Quixadá paralisa nos dias 5, 6, 7 e 14. Os trabalhadores do Campus Caucaia decidiram suspender todas as ações nos dias 4, 5 e 6. Em Canindé e Camocim, a paralisação será nesta segunda-feira (3) e terça-feira (4). Já o Campus Crateús paralisará atividades durante três dias: 4, 5 e 6. Os campi do IFCE em Limoeiro do Norte, Tabuleiro do Norte e Ubajara paralisaram as atividades por dois dias, na semana passada, reivindicando a manutenção das 30 horas.

Representantes do Sindicato dos Servidores do IFCE (SINDSIFCE), que participaram das assembleias nos diversos campi, reiteraram que, ao contrário do que afirma a administração do IFCE, existe pleno amparo legal para que seja mantida a jornada de 30 horas – um direito conquistado pelos servidores na greve de 2012, quando foi aceito pela própria Reitoria.

Os servidores lamentam que os salários dos técnico-administrativos do IFCE estão entre os menores da rede federal de educação em todo o País.

(SINDSIFCE)

Leitor lamenta o abandono da Avenida Francisco Sá

Em artigo enviado ao Blog, o leitor Gladson lamenta o abandono da avenida Francisco Sá, pelo poder público, além do crescimento de investimentos privados em Fortaleza. Confira:

Uma das avenidas mais feiinhas e abandonadas pelo poder público da grande Fortaleza, chama-se Avenida Francisco Sá. É uma grande avenida que liga o Centro à Barra o Ceará, além de cortar sete bairros e possuir um grande fluxo de veículos.

No decorrer desta avenida há inúmeros galpões e fábricas antigas fechadas e abandonadas, infelizmente servindo de abrigo e esconderijo para marginais e itinerantes. A prefeita Luzianne Lins, em sua administração, andou fazendo um trabalho de conjuntos habitacionais populares com o aval dos moradores da região. O atual secretário de infraestrutura e o prefeito estão com os olhos voltados mais para o Papicu, Seis Bocas, Aldeota, Dunas e outros bairros chiques da cidade.

O atual secretário, inclusive, é daquela área “Barra” e tirou milhares de votos nos bairros adjacentes, mas esqueceu parte daquele trecho da cidade. Ele está preocupado com sua carreira política e dando toda atenção aos “gravatinhas”. Mais uma vez, eles estão dando preferência aos investimentos particulares, tipo shoppings. Melhorando o entorno e causando um dos males da nossa economia, a especulação imobiliária.

Voltando à Avenida Francisco Sá, todos os tipos de pichações de gangues estão grafados em muros e muretas. É uma verdadeira poluição visual sem fim, essa avenida parece a Faixa de Gaza.

Atenção pessoal do paisagismo e urbanismo vamos dar uma voltinha neste lado histórico da cidade. Afinal de contas, Fortaleza pertence a todos, e não somente às áreas shoppinhianas.

Comissão aprova projeto que reforça proibição de descarte de lixo nas ruas

58 1

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados aprovou proposta que reforça a proibição de descarte de lixo em locais públicos.

“Apesar das campanhas educativas, as pessoas continuam colocando o lixo nas ruas, nas praias e nas praças de forma inadequada e descuidada”, disse o deputado André de Paula (PSD-PE). “Isso acarreta uma série de transtornos, que vão desde a saúde pública até a questão de segurança porque, quando chove, o lixo se acumula e traz transtornos com decorrência na segurança pessoal do cidadão”.

(Agência Câmara Notícias)

Papa Francisco diz que homens que se julgam deuses trazem sofrimento

O papa Francisco pediu nesse sábado (1º) o fim da guerra para que as crianças, os pobres e fracos não sofram as consequências. Ele criticou o sistema de devastação que impera no mundo, afirmando que não é algo do passado.

“Somos capazes de destruir a terra e tudo o que nos rodeia”, acrescentou o papa na missa, celebrada em um cemitério em Roma e da qual participaram milhares de católicos.

Francisco criticou os “homens que se julgam deuses, que se creem reis”, que “se tornaram donos do reino de Deus” e que são responsáveis pelo sofrimento de milhões de pessoas em todo o mundo.

“São os que causam as guerras, que não contribuem precisamente para semear a semente da vida e só conseguem destruir o mundo e causar sofrimento aos pobres, aos fracos e às crianças”, destacou.

“Todas essas crianças que sofrem, famintas, enfermas, não são crianças de outra espécie, são seres humanos”, advertiu o pontífice.

Ele pediu aos presentes que orem “para que haja paz, pão, para que haja crianças que brinquem com os seus avós, jovens que possam trabalhar” e para que ninguém seja perseguido pela sua fé.

(Agência Brasil)