Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

PF nega envenenamento de doleiro

Uma queda de pressão levou o doleiro Alberto Youssef a dar entrada em um hospital de Curitiba, na tarde desse sábado (25). Em nota, a Polícia Federal descartou a possibilidade de envenenamento e ressaltou que é a terceira vez que o doleiro recebe atendimento médico pelo mesmo sintoma.

O doleiro chamou a atenção do país, após divulgar o suposto envolvimento de Dilma e Lula em esquema de corrupção na Petrobras. Ele se encontra preso, desde março deste ano, por movimentar ilegalmente R$ 10 bilhões.

(com agências)

Onze detidos por crime eleitoral no Ceará, inclusive irmã de vereador

Onze pessoas foram detidas e levadas para a Polícia Federal, na manhã deste domingo (26), por prática de crime eleitoral. Entre os apreendidos, há uma mulher identificada como coordenadora administrativa de Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, e irmã de vereador no Município.

Ela foi flagrada fazendo propaganda boca de urna no bairro Jabuti. Os policiais não encontraram dinheiro em seu poder, mas vasto material do candidato a governador Camilo Santana foi apreendido. Ela segue detida à espera que seja lavrado o flagrante.

(O POVO Online)

Camilo Santana vota em Barbalha

eleições 2014 2t votação camilo

O candidato do PT a governador do Ceará, Camilo Santana (PT), votou em Barbalha. Apoiado pelo governador Cid Gomes (Pros), ele votou na Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Bom Jesus.

Ele estava acompanhado da esposa Onélia, do governador Cid Gomes (Pros) e do prefeito de Barbalha, José Leite (PT).

Camilo ainda posou com os filhos depois do voto.

camillooo

(O POVO Online e com fotos de Divulgação)

Tropas federais atuam em pontos estratégicos de Fortaleza

eleições 2014 2t votação força nacional

Policiais das tropas federais podem ser vistos circulando pelas zonas eleitorais de Fortaleza, além de pontos fixos em sessões mais movimentadas, como no Senai da Barra do Ceará.

Cerca de 2,5 mil homens da Força Nacional estão em Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Maranguape, Pacatuba, Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Sobral, Crateús e Aracati, por solicitação do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), diante do acirramento político nessas cidades.

(Foto: leitor do Blog)

Dilma já votou, tomando chimarrão

eleições 2014 2t pt votação dilma

A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) já votou em Porto Alegre (RS). Ela chegou ao local de votação por volta de 8h45min no horário brasileiro de verão, 7h45min em Fortaleza.

Ela estava acompanhada do governador gaúcho e candidato à reeleição Tarso Genro (PT), que vota no mesmo lugar. Dilma tomou chimarrão da cuia de mesário e posou para fotógrafos.

A votação de Aécio Neves (PSDB) está prevista para cerca de 10 horas em Belo Horizonte (MG), 9 horas em Fortaleza.

(O POVO Online)

Mais de 350 mil brasileiros que moram no Exterior vão às urnas

“Os brasileiros que vivem no exterior retornam às urnas neste domingo (26) para o segundo turno das eleições presidenciais. A votação ocorrerá em 135 cidades de 89 países. Ao todo, 354.184 pessoas estão aptas a votar no exterior, número 57% maior do que em 2010. Mais de 3,6 mil mesários trabalharão no pleito, em 916 seções.

No primeiro turno das eleições deste ano, 141.501 brasileiros votaram para presidente da República em 89 países. O número é 63% maior do que o registrado no primeiro turno das eleições presidenciais de 2010. A abstenção (número de eleitores aptos que não compareceram) também aumentou: de 55,5% para 59,9%. Quem não votou no primeiro turno, pode votar no segundo, pois a Justiça Eleitoral considera cada turno uma eleição diferente.

No primeiro turno, os eleitores que votaram fora do país preferiram o candidato Aécio Neves (PSDB). Ele teve 49,51% dos votos, contra 26,01% da candidata do PSB, Marina Silva. A petista Dilma Rousseff ficou em terceiro em território estrangeiro, com 18,35% dos votos. O maior número de eleitores em território estrangeiro está concentrado nos Estados Unidos (112,2 mil), seguido pelo Japão (30,6 mil). Os países europeus, juntos, abrigam 140 mil eleitores brasileiros, com destaque para Portugal (30,4 mil), a Itália (20,9 mil), Alemanha (17,5 mil) e Inglaterra (16.9 mil).

As eleições fora do território nacional são realizadas com o apoio dos consulados e das missões diplomáticas do Brasil em cada país. É neles onde, geralmente, é feita a votação. Em Copenhague, capital da Dinamarca, por exemplo, onde 825 pessoas estão aptas a votar, duas seções funcionarão das 8h às 17h (horário local), na sede da Embaixada do Brasil.”

(Agência Brasil)

Caso Propinoduto – Doleiro que denunciou esquemas está internado

yussefff

O doleiro Alberto Youssef encontra-se internado no Hospital Santa Cruz, em Curitiba , depois de passar mal na tarde deste sábado (25). A informação foi confirmada pela Polícia Federal (PF) e pelo advogado Antônio Figueiredo Basto, responsável pela defesa de Youssef.

O hospital também confirmou que o doleiro está internado no local, porém, não divulgou nenhuma informação sobre o estado de saúde dele. Segundo o advogado, Youssef teve uma “fortíssima queda de pressão” depois do almoço e desmaiou na cela. Basto ainda disse que o doleiro está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Entretanto, o advogado afirmou, na noite deste sábado, que ainda não havia um diagnóstico sobre o que aconteceu com Youssef.

(Com Agências)

Datafolha – Dilma lidera preferência no Ceará

97 1

eleições 2014 2t debate globo dilma 

“A nova rodada da pesquisa O POVO/Datafolha mostra que a candidata Dilma Rousseff (PT) continua com larga vantagem no Ceará. Nos votos válidos, que é como a Justiça Eleitoral divulga o resultado oficial da eleição, Dilma possui 75% contra 25% de Aécio Neves (PSDB). Na pesquisa anterior, realizada entre os últimos dias 22 e 23, a petista registrava 74% contra 26% do tucano. Todas as oscilações se dão dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

No primeiro turno, Dilma registrou 68,3% dos votos no Estado contra 14,97% de Aécio Neves e 14,12% da candidata Marina Silva (PSB/Rede).

Na nova pesquisa, considerando os votos totais, Dilma passou de 69% para 71%, ao passo que Aécio oscilou de 24% para 23%. Eleitores pretendem votar nulo ou em branco continuam sendo 3% e os indecisos mantiveram-se em 4%.

O Datafolha também identificou um sentimento de mudança: 64% disseram querer mudanças na maioria das políticas implantadas pelo Governo Federal, enquanto 33% dizem querer que a maioria das políticas continue igual.

Sobre esse ponto, 68% dos entrevistados no Estado dizem que Dilma está mais preparada para fazer as mudanças no Brasil, enquanto dizem que o mais preparado é Aécio.

O Datafolha avaliou ainda o impacto do debate presidencial da TV Globo da última sexta-feira. Essa pergunta específica foi aplicada apenas aos 1.285 eleitores entrevistados no sábado. Destes, 32% disseram que assistiram ao debate por inteiro e 32% que assistiram em parte. Desse total, 43% disseram que a candidata Dilma Rousseff se saiu melhor no debate, enquanto 22% apontaram o candidato Aécio Neves.

A pesquisa ouviu 2.315 eleitores em 52 municípios cearenses, entre 24 e 25 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi contratado pelos jornais O POVO e Folha de S. Paulo e está registrado no TSE com o número CE-00036/2014 e BR-02120/2014.”

(O POVO)

Eleições 2014 – Que vença a democracia

Eis o Editorial do O POVO deste domingo de eleição:

Hoje os brasileiros vão decidir que tipo de propostas querem ver aplicadas no país pelo próximo governo, a iniciar-se no dia 1º de janeiro. No primeiro turno, os eleitores optaram por manter a dicotomia, que vigora desde 1995, quando o PSDB assumiu a Presidência, com Fernando Henrique Cardoso cumprindo dois mandatos. Em seguida, o PT vence as eleições, com Luiz Inácio Lula da Silva governando o país por dois períodos, e elegendo Dilma Rousseff como sua sucessora.

Há de se reconhecer, portanto, de acordo com a democracia das urnas, que, até agora, a vontade política da maioria dos brasileiros está representada nas propostas do PT (Dilma) e do PSDB (Aécio Neves), que são dissonantes em muitos pontos, mas concordantes em outros. Principalmente, no caso das concordâncias, nos dois projetos que são as identidades mais conhecidas das duas siglas: o PSDB, pelas reformas que induziram à estabilização da moeda e ao fim da inflação; e o PT com seus programas sociais de largo alcance. Nenhum dos partidos fala em atacar os fundamentos da economia ou em acabar com os programas sociais, pelo que se observou até agora.

Porém, o eleitor deve levar em consideração outros componentes, além do discurso dos candidatos para decidir sobre o seu voto. Ambos os concorrentes têm militância política anterior, o que deve ser analisado cuidadosamente pelos eleitores, verificando o que cada um produziu e como se comportou nos cargos que já ocupou: Dilma, como ministra e como presidente da República; e Aécio, como parlamentar e governador de Minas Gerais. Sem dúvida nenhuma, se o eleitor se dispuser a fazer um estudo mínimo das propostas e do que já produziram os candidatos, terá ideia bem mais clara de como seria o governo de cada um.

É de bastante relevância, ainda, o eleitor observar que as consequências dos projetos dos presidenciáveis duram para além dos quatro anos do mandato, pois algumas medidas, a exemplo das citadas acima, têm repercussão que atravessam gerações. Por isso, ao comparecer à urna no dia de hoje, o eleitor terá o poder de decidir sobre o projeto que ele entende como o melhor para o seu país e para os brasileiros. É uma responsabilidade enorme, que a democracia nos permite exercê-la.

TSE concede direito de resposta a Dilma sobre matéria da revista Veja

“O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga concedeu, nesse sábado, direito de resposta à coligação Com a Força do Povo, que apoia a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), no site da revista Veja após divulgação de matéria com acusações a Dilma e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Com o título “Tudo o que você queria saber sobre o escândalo da Petrobras: Dilma e Lula sabiam”, a reportagem, publicada na noite de quinta-feira (23) na internet, cita suposto depoimento do doleiro Alberto Youssef em que ele teria dito que Dilma e Lula sabiam do esquema de corrupção na Petrobras.

Pela decisão, o direito de resposta deve ser publicado imediatamente na página da revista na internet. “Concedo a liminar para a veiculação do direito de resposta requestado e, assim, determinar à Editora Abril S.A. que insira, de imediato, independentemente de eventual recurso, no sítio eletrônico da Revista Veja na internet, no mesmo lugar e tamanho em que exibida a capa do periódico, bem como com a utilização de caracteres que permitam a ocupação de todo o espaço indicado”, decidiu o ministro.

A decisão sobre o direito de resposta não vale para a edição impressa da revista. O ministro deu prazo de 24 horas para que a Editora Abril apresente sua defesa.”

(Agência Brasil)

Brasil escolhe neste domingo presidente e 14 governadores

Perto de 70% dos brasileiros estão aptos a participar neste domingo (26) da escolha daquele – ou daquela – que presidirá o país nos próximos quatro anos. No Distrito Federal e em 13 estados, os eleitores também vão às urnas para definir o governador dessas unidades federativas.

No confronto nos estados, o PMDB concorre com oito candidatos, o PSDB com 6, o PSB e o PT com 4 e outros seis partidos com um cada: PDT, PROS, PP, PR, PRB e PSD. Serão escolhidos os governadores de três estados do Nordeste (Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte) um do Sul (Rio Grande do Sul), um do Sudeste (Rio de Janeiro), três do Centro-Oeste (DF, Goiás e Mato Grosso do Sul) e de seis dos sete estados da Região Norte (Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima).

Mas é a disputa presidencial – a mais acirrada desde 1989 – que tem concentrado as atenções dos cidadãos.

A campanha petista deu ênfase aos avanços obtidos na área social durante as gestões Lula e Dilma. O baixo índice de desemprego, a melhora na renda dos trabalhadores, o impacto de programas como o Bolsa Família e a ascensão social de milhões de pessoas foram destacados pela candidata à reeleição para demonstrar que deveria permanecer no cargo e implementar mais mudanças em favor da parcela mais pobre da população.

Já a oposição concentrou sua mensagem eleitoral na crítica ao baixo nível de crescimento econômico, à elevação do custo de vida, à corrupção e ao aparelhamento do Estado pelo PT. Contrariamente ao que fizeram os seus correligionários José Serra e Geraldo Alckmin nas três campanhas presidenciais anteriores, Aécio Neves também assumiu a defesa do “legado” de Fernando Henrique e do Plano Real. Foram eles, segundo o senador tucano, que criaram as condições para as transformações sociais implementadas pelos governos petistas durante os últimos 12 anos.

(Agência Senado)