Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Primeira-dama do Estado conhece abrigo do Cristo Redentor

primeriadana

A primeira-dama do Estado, Onélia Leite, visitou mais um abrigo mantido pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado. Foi nesta segunda-feira. Na agenda, a Unidade de Acolhimento Casa Abrigo, no bairro Cristo Redentor, onde são assistidas 82 crianças na faixa etária de 0 a 12 anos.

O abrigo acolhe crianças em situação de vulnerabilidade social encaminhadas pela Justiça e oferece atendimento nas áreas de saúde preventiva, além de atividades pedagógicas e recreativas coordenadas por equipe técnica multidisciplinar de assistentes sociais, psicólogo, enfermeiras, auxiliares de enfermagem, economista doméstica, pedagoga, educador físico, atendentes infantis e educadores sociais. Os acolhidos também utilizam recursos da comunidade como hospitais, postos de saúde, escolas, entre outros.

Segundo a diretora do equipamento, Maria Aldaci Simões, o principal objetivo da equipe é promover a reintegração familiar das crianças acolhidas, mas, em muitos casos, a única alternativa é encaminhar para adoção. Atualmente, 23 crianças estão nessa situação. A secretária executiva da STDS, Ana Cruz, e a equipe do Gabinete da Primeira-Dama e do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE) também acompanharam a visita.

(Foto – Divulgação)

Michel Temer – Governo precisa ter humildade para reconhecer erros e abrir diálogo

temer

“O vice-presidente da República, Michel Temer, defendeu hoje (16) que o governo tenha humildade para reconhecer erros e garantir a governabilidade por meio do diálogo. A declaração foi dada em evento com empresários fluminenses, um dia depois de milhares de pessoas protestarem contra o governo em todo o país.

“O diálogo, que é fundamental, deve ser pautado pela ideia de humildade e, no reconhecimento, muitas vezes, de equívoco que tenha sido produzido”, afirmou durante palestra na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), no Rio.

Na avaliação dele, os protestos de ontem (15) são legítimos e, eventualmente necessários para influenciar mudanças na política. “Convenhamos, quando você vê o clamor das ruas, é porque alguma coisa está errada”, disse.

Ele disse que esteve com a presidenta Dilma Rousseff nesta segunda-feira cedo, em Brasília, para avaliar os pleitos das manifestações. A avaliação indica que as reivindicações não estavam focadas em pedidos “minoritários” de renúncia da presidenta, mas no descontentamento com a política econômica e na falta de diálogo com vários setores da sociedade, como o Congresso Nacional, pontuou.

Michel Temer comentou ainda que pode haver uma troca ministerial, embora não seja “indispensável e solucionadora de conflitos”, e assegurou que não tem sido excluído de decisões do Planalto. “Falam muito que eu fui afastado, mas confesso que a presidenta fala comigo com muita frequência. Claro que cada um tem seu ‘nucleozinho’ pessoal, mas nunca fui afastado das decisões”.”

(Agência Brasil)

TCE Debates – Economista Raul Velloso falará sobre finanças públicas

O economista Raul Velloso é o convidado da segunda edição do Projeto TCE Debate, que acontecerá dia 27 próximo, às 9h30min, no plenário do tribunal. A palestra é sobre o tema “Finanças Públicas; O Desafio dos Estados”e será aberta a todos as pessoas interessadas. 

Iniciativa do vice-presidente do TCE, conselheiro Edilberto Pontes, o TCE Debate visa trazer à Corte de Contas pessoas de renome nas áreas econômica, jurídica e/ou social a fim de oferecer aos servidores e ao cidadão oportunidade de debater temas importantes da administração pública.

Raul Velloso

Raul Velloso é Bacharel pela UERJ; Mestre pela FGV/Rio e Yale University; Ph.D. em economia pela Yale University (1981). Professor da UERJ (1979-80) e ENAP (Escola Nacional de Administração Pública no Governo Federal), foi coordenador de setores e áreas do IPEA entre 1981/84. No Ministério do Planejamento, foi Secretário Nacional Adjunto (1990/91) e Secretário para Assuntos Econômicos (1985/89). Membro do Conselho de Administração do BNDES, Embraer e IBGE, é, atualmente, consultor econômico o e colunista dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo.

SERVIÇO

Interessado em participar deve se inscrever pelo Sistema de Gestão Educacional (Siged), na página eletrônica do Instituto Plácido Castelo (IPC). Não há custo para a inscrição.

MP/CE consegue a reconstituição do crime que teve como vítima o inspetor Tonny Ítalo

tony

“O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através dos promotores de justiça José Evilázio Alexandre da Silva e Karla Nava de Almeida, pediu a reprodução simulada do crime referente à morte de Tonny Ítalo Lima Pinheiro, inspetor de Polícia Civil. A reconstituição será realizada na próxima quarta-feira, dia 18, por volta das 5 horas, na Avenida Monsenhor Salazar, local do crime ocorrido no dia 24 de janeiro último.

O policial civil, de 28 anos, foi vítima de latrocínio praticado por quatro pessoas maiores de idade e mais um adolescente. “A reconstituição será necessária para visualizarmos a conduta de cada um dos envolvidos no momento do crime”, explica do promotor Evilázio Alexandre. A simulação será acompanha pelos membros do MPCE e mais policiais civis e peritos da Perícia Forense do Ceará (Pefoce).”

(Site do MP-CE)

Assessor sindical lamenta a exclusão de prefeitos na conversa do Governo com CNBB

De José Rodrigues, coordenador-adjunto do Fórum Unificado dos Servidores Públicos do Estado, recebemos nota em que ele reage ao fato de o governador Camilo Santana ter recebido, nesta segunda-feira, no Palácio da Abolição, os bispos da CNBB, para tratar de seca. Para ele, os prefeitos das cidades mais castigadas deveria também ter participado dessa mesa. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

Desculpe-me se estou me intrometendo, mas, os prefeitos dos municípios – principalmente os mais afetados pela seca, deveriam participar também das reuniões que o Senhor Governador Camilo Santana começou a realizar com os bispos do nosso estado. São os prefeitos os gestores que conhecem o quadro crítico e que, com os bispos, podem compartilhar soluções com apoio oficial.

Certamente tudo aquilo que o governador conversar com os bispos, é lógico que coincidirá com os mesmos interesses dos prefeitos, principalmente quando o assunto for pertinente à Campanha da Fraternidade/2015, cujo tema – serviir, tem muito a ver com todos nós brasileiros.

Creio que a cidadania e concidadania fazem a inclusão de todos os cidadãos e cidadãs.

* José Francisco Rodrigues
Coordenador Adjunto do FUASPEC
Assessor Sindical da ASENMESC

Simples Nacional – Boleto pode ser emitido em terminais do Sebrae

“O Comitê Gestor do Simples Nacional aprovou resolução que autoriza a emissão do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) para o Microempreendedor Individual (MEI) nos terminais de autoatendimento (totens) do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Para a emissão, basta informar o número do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), com o mês em que se pretende pagar, e o DAS será liberado.

A novidade se soma a outras formas já permitidas, como a emissão do DAS pela internet no Portal do Simples Nacional, ou carnê impresso encaminhado pela Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República, via Correios.

O Microempreendedor Individual é a pessoa que trabalha por conta própria e se legaliza como pequeno empresário. É necessário faturar no máximo até R$ 60 mil por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. Esse empreendedor também pode ter um empregado contratado que receba salário mínimo ou piso da categoria.”

(Agência Brasil)

Agentes da AMC farão protesto na Câmara Municipal nesta terça-feira

Nesta terça-feira, às 9 horas, um grupo de agentes da AMC fará um protesto na Câmara Municipal contra requerimento 20/2015, de autoria do vereador Márcio Cruz. Esse requerimento garante à Guarda Municipal atribuições de controle e ordenamento do trânsito. A categoria aponta ilegalidades e está mobilizada contra o requerimento.

Para os agentes, a citada lei 13.022/2014, também conhecida com Estatuto Geral da Guarda Municipal, fora aprovada no Congresso Nacional e sancionada pela atual presidente e já vem sendo questionada em vários tribunais, por conta da inconstitucionalidade dessa medida.

O art. 5º que trata das competências da Guarda Municipal traz no inciso VI o mesmo texto proposto como alteração, pelo vereador nessa proposta: “exercer as competências de trânsito que lhes forem conferidas, nas vias e logradouros municipais, nos termos da Lei no 9.503, de 23 de setembro de 1997 (Código de Trânsito Brasileiro), ou de forma concorrente, mediante convênio celebrado com órgão de trânsito estadual ou municipal”

Segundo a categoria, a constituição também é clara quando especifica qual é o papel das Guardas municipais no art. 144 § 8º que diz “ § 8º Os Municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei.” Ou seja, não fica nenhuma possibilidade da guarda municipal atuar como agente fiscalizador.

 

Seminário avaliará situação da agropecuária cearense

moisesbraz

A Assembleia Legislativa promoverá nesta quarta-feira, por iniciativa do deputado estadual Moisés Braz (PT), o seminário “Agropecuária no Ceará: Avanços e Desafios”. Promovido pela Comissão de Agropecuária, o seminário irá reunir, a partir das 14 horas, na Sala das Comissões Técnicas, representantes do governo, movimento sindical e entidades ligadas ao setor.

O objetivo do seminário, de acordo com Moisés Braz, é discutir, diagnosticar e apontar ações prioritárias para o planejamento e organização do setor. A ideia, segundo o parlamentar, é que as principais entidades ligadas à agricultura e à pecuária possam apresentar um panorama dos seus universos de atuação, seja na agricultura familiar, na reforma agrária, na assistência técnica, na pecuária, no abastecimento de água e no direito dos trabalhadores, entre outras áreas.

UFC e Prefeitura discutem urbanização de trecho da Fazenda Raposa

raposaa

No local, maior coleção de carnaúbas do mundo.

O reitor da Universidade Federal do Ceará, Jesualdo Farias, conversou, na manhã desta segunda-feira, com o secretário-adjunto estadual das Cidades, Quintino Vieira, e a coordenadora de Projetos Especiais da pasta, Lana Aguiar Araújo. Em discussão, o Projeto de Urbanização do Rio Maranguapinho, que prevê intervenções em parte da Fazenda Raposa, de propriedade da Instituição federal. A Fazenda possui 151,5 hectares e abrange a margem esquerda do Maranguapinho, no município de Maracanaú.

O projeto do Governo inclui a requalificação da área próxima ao rio, com construção de passeio para pedestres, vias de acesso e bicicletário, em trechos que correspondem a 10,3 hectares da Fazenda.

Jesualdo Farias observou que a iniciativa é uma oportunidade de urbanização e qualificação de uma parte da Fazenda Raposa, mas explicou que serão necessárias algumas contrapartidas do Estado. Segurança pública, iluminação, possível reflorestamento e campanhas educativas devem ser algumas delas. Ficou certo que a Procuradoria Geral da UFC deverá formalizar tais solicitações ainda nesta semana. A área a ser urbanizada continuará pertencendo à universidade.

(Com Site da UFC)

Efeito Protestos – Dilma Rousseff está reunida com Temer e mais nove ministros

80 1

“Um dia após as manifestações contra o governo que tomaram as ruas de cidades do país, a presidenta Dilma Rousseff está reunida com o vice-presidente, Michel Temer, e nove ministros, no Palácio do Planalto. Na última semana, ela informou que faria reuniões de coordenação política com a participação de ministros de diversos partidos para discutir os temas de interesse do governo.

A reunião começou no início da manhã desta segunda-feira, 16. Segundo informou Dilma na última quarta-feira, 11, a periodicidade da coordenação política é flexível e pode ser semanal ou um pouco mais frequente.

Participam do encontro, além de Temer, os ministros de Minas e Energia, Eduardo Braga; das Cidades, Gilberto Kassab; da Aviação Civil, Eliseu Padilha; da Ciência e Tecnologia, Aldo Rebelo; da Casa Civil, Aloizio Mercadante; da Secretaria de Relações Institucionais, Pepe Vargas; da Secretaria-geral da Presidência, Miguel Rossetto; da Defesa, Jaques Wagner; da Justiça, José Eduardo Cardozo; e o assessor especial da presidenta, Gilles Azevedo.
(Com Agências)

Decon/Ceará – Operadores de celular e lojas de eletrodomésticos lideraram reclamações em 2014

O Decon apresentou, nesta segunda-feira, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, o Cadastro de Reclamações Fundamentadas de 2014. O documento expõe o ranking das empresas mais reclamadas pelo consumidor cearense. Em 2014, foram cerca de 27 mil atendimentos e, desse total, 4.458 resultaram em processos administrativos (reclamações), os quais tiveram 94,5% de resolutividade. Em 2013, foram 22.224 mil atendimentos.

De acordo com o secretário-executivo em exercício do DECON, João Gualberto, no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2014, o setores que ocuparam os primeiros lugares foram: produtos (49,8%); serviços essenciais (18,57%); assuntos financeiros (17,45%); e serviços privados (9,47%).

Já as empresas contra as quais os consumidores mais prestaram queixas foram: 1ª) Oi Fixo/Celular (461); 2ª) Rabelo (167); 3ª) grupo CCE/DIGIBRAS/LENOVO (134); 4ª) Ricardo Eletro/Lojas Insinuante/EletroShopping/City Lar (94); 5ª) Claro/Embratel (93); 6ª) Magazine Luiza (85); 7ª) WHIRLPOOL/CONSUL/BRASTEMP (84); 8ª) Samsumg (83); 9ª) Bradesco (82); e 10ª) Ibyte (71).

Os dados coletados mostram ainda o ranking das empresas que menos resolveram os problemas registrados no DECON/CE: 1º) TAM (79,25% de resolutividade); 2ª) grupo Ricardo Eletro/Lojas Insinuante/EletroShopping/City Lar (93,62%); 3ª) Bradesco (95,12%); 4º) Sky (95,38%); 5º) Cagece (95,45%). A Claro/Embratel e a Oi Fixo/Celular apresentaram o maior índice de resolutividade, com 98,92% cada.

SERVIÇO

Os detalhes sobre o Cadastro de Reclamações Fundamentadas serão disponibilizados para consulta pública no site do DECON/CE: http://www.decon.ce.gov.br/

Cegás discute reajuste da tarifa do gás natural

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará (Arce) iniciou, nesta segunda-feira, audiência pública para começar a discutir a revisão extraordinária da tarifa média do gás natural cobrada pela Companhia de Gás do Ceará (Cegás). A audiência. na modalidade de intercâmbio documental, vai até o dia 26.

Para incentivar e contar com uma maior contribuição do cidadão cearense, especificamente dia 23 será realizada uma reunião pública, a partir das 10 horas, no auditório da Arce (Edifício Potenza, na Avenida Santos Dumont, 1789), quando serão colhidos subsídios para tal definiação.

“É uma oportunidade que o cidadão tem para se colocar diante do tema levantado”, explica o presidente do Conselho Diretor da Arce, Adriano Costa. Quem não puder estar presentes, poderá enviar as contribuições por meio de fax ou via correios. Se desejarem encaminhar por e-mail, utilizar, preferencialmente, o endereço eletrônico tarifas@arce.ce.gov.br.

Nada de petralhas ou coxinhas – A ordem é apostar num momento rico para mudar rumos do País

alexandre pereira

Com o título “Não vamos desistir do Brasil!”, eis artigo do presidente regional do PPS e empresário Alexandre Pereira. Ele analisa as manifestações, mas diz apostar num futuro melhor para o Pais, a partir da demonstração de força exposta nas ruas pelos brasileiros. Confira:

Após as históricas manifestações de julho de 2013, o povo brasileiro aprendeu que não precisa de “grande timoneiro ” para se manifestar ou para ir às ruas. Ontem, 15 de março, pela primeira vez o PT e seus aliados não estavam no comando de um ato político oposicionista. Não eram pedra, mas vidraça.

Essa situação nos traz uma nova realidade política nacional e uma tentativa frustrada dos governistas de descredenciar as vozes divergentes, apelando e dizendo que os manifestantes já não eram eleitores de Dilma ou que são “coxinhas ” da elite descontente.

Não se trata de “Petralhas ou Coxinhas”, mas de um novo momento rico e importante da nossa sociedade, que acordou e viu que pode mudar o rumo de nosso País.

Nas manifestações desse domingo, as críticas não foram só endereçadas ao Governo Dilma e ao PT. Com um olhar mais cuidadoso, percebemos, claramente, que a manifestação foi, sobretudo, contra os políticos e a política de um modo geral.

Inegável também a força das redes sociais, que transformaram o Brasil num mar verde e amarelo invadindo as ruas com crianças, jovens, adultos e idosos de mãos dadas por um país menos corrupto, mais ético e mais eficiente.

Nesse momento porém, indignar-se ainda é pouco. Precisamos criar condições objetivas para que o Brasil corrija seus rumos e volte a crescer. É necessário criar uma agenda positiva e uma pauta a ser cobrada, senão entraremos no risco do discurso pelo discurso .

Ontem , na entrevista dos ministros porta-vozes do Governo, vimos que eles não trouxeram nada de concreto para uma efetiva mudança. O Governo acusou o golpe, mas se coloca em defesa permanente, posicionando o momento dividido e não unindo os Brasileiros. Em recente e lamentável acontecimento publico, o ex-presidente Lula convocou o exército clandestino do MST. Ainda bem que a sociedade brasileira não se abateu diante dessa ameaça.

Depois desse histórico Domingo, restaram muitas dúvidas, poucas respostas, mas a certeza de estarmos escrevendo história a cada momento. Cabe a cada um de nós não fugirmos de nossas responsabilidades.

Quanto aos partidos políticos – instrumentos para o funcionamento pleno da democracia, resta uma opção: retomarem o motivo de sua existência. Ou seja, ecoarem as demandas da população.

Respeitando-se a Constituição Federal e a democracia, jamais flertando com o golpismo e rejeitando veementemente qualquer movimento pró-intervenção militar, todas as possibilidades estão em discussão.

Avante Brasil!

* Alexandre Pereira
Empresário e Presidente do PPS do Ceará.

Eduardo Cunha diz que vai arquivar pedidos de impeachment de Dilma

eduardo-cunha_1491947

“O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), indicou nesta segunda-feira, 16, que vai arquivar os pedidos de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff que chegarem à Casa. Cunha, que é o terceiro na linha de sucessão da Presidência, disse que não leu o pedido do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), mas acredita que o impeachment “não é a solução”. Ele ainda disse que o impedimento da presidente é uma situação que “beira o ilegal e o inconstitucional”.

“Efetivamente, da nossa parte, não tem guarida para poder dar seguimento até porque entendemos que esta não é a solução. Entendemos que temos um governo que foi legitimamente eleito e que, se aqueles que votaram neste governo se arrependeram de terem votado, isso faz parte do processo político. E não é dessa forma que vai resolver”, argumentou o peemedebista, após participar de um encontro na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

“Temos que debater, sim, o que aconteceu nas ruas ontem. Temos que buscar formas que ajudem o governo a se encontrar com aquilo que a sociedade deseja ver. Mas não a partir de situações que cheiram e beiram o ilegal e o inconstitucional”, completou.

Em seguida, o presidente da Câmara passou a fazer críticas ao governo e aos ministros José Eduardo Cardozo, da Justiça, eMiguel Rossetto, da Secretaria-Geral da Presidência, escalados para defender o governo no início da noite desse domingo, 15. Cunha disse que a fala dos ministros não refletiu o clima das ruas e chamou a participação dos dois de “desastre”. “Não vi ninguém nas ruas pedir reforma política, vi pedir reforma de governo”, disse Cunha. “Não vi ninguém nas ruas dizendo que o financiamento empresarial é o problema”.

Sobre a proposta apresentada pelos ministros de um pacote anticorrupção, Cunha ironizou dizendo que há dois anos escuta o governo dizer que vai mandar as medidas para o Congresso. “Qualquer proposta que mandarem eu coloco em votação imediatamente”, disse.”

(Estadão)

Camilo Santana expõe para bispos o plano de ações de convivência com a seca

camillo

O governador Camilo Santana (PT) e a vice-governadora Izolda Cela (Pros), receberam, nesta segunda-feira, no Palácio da Abolição, membros da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O encontro durou cerca de duas horas, ocasião em que Camilo recebeu demandas dos bispos de Crateús, Fortaleza, Sobral, Quixadá, Iguatu, Tianguá, Limoeiro e Itapipoca referentes à infraestrutura das regiões e ações relacionadas à seca.

Camilo sugeriu que esse tipo de encontro ocorresse a cada Três meses com os bispos, no que foi prontamente acatado. O próximo já está marcada para junho e terá a participação dos secretários.”Nosso desejo aqui é governar para quem precisa, para o povo. E o papel da igreja é muito importante para nos orientar nesse sentido”, disse o governador, que apresentou ainda o Plano Estadual de Convivência com a Seca aos representantes da CNBB. Participaram também do encontro a vice-governadora Izolda Cela e o chefe de gabinete Élcio Batista.

(Foto – Carlos Gibaja)

Presidente do PT/CE diz que manifestações foram “induzidas” pela grande mídia

183 6

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=6a1996L4HjA[/youtube]

O presidente regional do PT, Francisco de Assis Diniz, avaliou que as manifestações registradas nesse domingo foram “induzidas’ pela grande mídia. Ele reconheceu que esse quadro precisará ter reflexões do seu partido, mas também a certeza de que o que vai resolver os problemas do País é investigação e reforma política. Ou seja, um fim ao financiamento empresarial de campanhas.

Indagado sobre o porquê de falar que a mídia induziu as pessoas a irem às ruas, Francisco Diniz observou que observou, em cadeia nacional de tevê, mais de oito horas de cobertura buscando levar as pessoas às ruas. “Você não viu uma bandeira buscando emprego, você não viu uma bandeira que fosse da pauta social. É da pauta da elite, que tem, claro, força e muito bem dando uma localização de que está dividido”, acentuou. Francisco Diniz disse que o que se vê é uma tentativa de se levar o pleito para um terceiro turno.

Perguntado se om PT aprendeu ou tirou alguma reflexão das ruas, o dirigente petista deixou claro que lições foram tiradas como a necessidade de se buscar diálogo, comunicação e o governo ser muito objetivo em dizer o que tem que fazer.

“A luta política, a luta econômica e a comunicação têm que ser feita. Não basta só ter glamour!’, destacou Francisco Diniz, observando que não basta só fazer reforma ministerial, mas avançar e promover a reforma política.

Operação Lava Jato – Partidos podem ser obrigados a ressarcir prejuízos causados à Petrobras

“Os partidos políticos envolvidos no escândalo da operação “lava jato” podem ser obrigados a responder financeiramente pelos prejuízos causados à Petrobras, caso se comprove que eles receberam mesmo propina. A tese jurídica começou a ser debatida entre envolvidos nas investigações.

A ideia, no entanto, é polêmica. No limite, ela poderia significar o fim de algumas legendas, que não teriam recursos para arcar com pesadas multas.

Os valores envolvidos no escândalo já foram estimados em centenas de milhões de dólares.”

(Com colunista Mônica Bergamo, da Folha )