Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Mega-Sena volta a acumular e deve pagar R$ 5 milhões neste sábado

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.177 da Mega-Sena, realizado nessa noite de quinta-feira, em São Paulo. O prêmio acumulou e a Caixa Econômica Federal deve pagar R$ 5 milhões no sábado (8).

As dezenas sorteadas foram: 09-11-14-31-48-51

No mesmo concurso, a Quina saiu para 49 apostas, que vão levar para casa R$ 26,80 mil. 2.338 ganhadores acertaram a quadra e vão receber R$802,67.

A Mega-Sena paga o prêmio principal para quem acertar os 6 números sorteados. Ainda é possível ganhar prêmios ao acertar 4 ou 5 números. O jogo de seis números custa R$ 3,50.

(Agência Brasil)

Câmara dos Deputados homenageia os 30 Anos do Vida&Arte do POVO

Nesta sexta-feira, às 15 horas, a Câmara dos Deputados prestará homenagem aos 30 anos do Caderno Vida&Arte do O POVO.

A solenidade atende a um requerimento da deputada federal Luizianne Lins (PT) e ocorrerá na Comissão de Cultura da Casa e, segundo a parlamentar, é o reconhecimento pelo trabalho do mais longevo e relevante caderno de Cultura do Estado – agora atuando em multiplataforma – pela valorização e difusão da arte do Ceará e do Brasil.

A editora-chefe do Vida & Arte, jornalista Cinthia Medeiros, esta em Brasília, representando a equipe.

Judô do Brasil conquista duas medalhas de ouro na estreia do Pan

Uma modalidade na qual o Brasil tem tradição de conquistar medalhas em pan-americanos é o judô. E não está sendo diferente em Lima. No primeiro dia de disputas da modalidade nesta edição do evento, a equipe brasileira conseguiu duas medalhas douradas.

A primeira conquista do dia veio com Renan Torres na categoria até 60 quilos. Estreante em Pans, o jovem de 20 anos venceu na decisão o equatoriano Lenin Preciado, que conquistou o título em Toronto em 2015.

Logo depois Larissa Pimenta conseguiu o seu ouro ao derrotar na decisão a mexicana Luz Olvera na categoria até 52 quilos.

(Agência Brasil e COB)

Presidente da Assembleia participa em Sergipe de mais um encontro do ParlaNordeste

O presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto (PDT), participará, nesta sexta-feira, em Aracaju (Sergipe), do V Encontro de Presidentes de Assembleias Legislativas dos Estados do Nordeste – ParlaNordeste. Eleito secretário-geral do ParlaNordeste em março deste ano, ele vai reforçar a importância de alguns temas que afetam o Ceará e os demais estados da região.

“Temos que defender instituições nordestinas como o Banco do Nordeste ‒ que agora sofre um novo ataque ao fundo constitucional do Nordeste, o Dnocs e da Sudene”, afirma o deputado.

Além desse debate, o V Encontro do ParlaNordeste também colocará em pauta a reforma da Previdência, Pacto Federativo, Marco Regulatório do Saneamento, criação dos fundos municipais dos idosos, entre outros temas.

(Foto – ALCE)

Comissão Mista do Orçamento aprova salário mínimo de R$ 1.040 para 2020

76 1

A Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional aprovou, nessa quinta-feira (8), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020. O texto segue agora para o plenário do Congresso, onde deverá ser votado em sessão conjunta por deputados e senadores.

No texto, entre os principais pontos, está o aumento do salário mínimo dos atuais R$ 998 para R$ 1.040 no próximo ano, com a correção do valor apenas pela inflação.

Na prática, sem aumento real no piso salarial, que vinha sendo praticado desde 2011 pela política de valorização do mínimo instituída pela presidente Dilma Rousseff.

(Com Agências)

Sindiônibus lança nos coletivos campanha sobre Autismo

O Sindiônibus fará o lançamento, em sua sede, a partir das 9 horas desta sexta-feira, da campanha “O Autismo não se cura, se compreende”, que tem como objetivo esclarecer, tanto aos usuários de ônibus como também aos operadores do transporte, o que é o Transtorno do Espectro Autista, como também orientar como agir ao presenciar uma crise, informar que eles têm prioridade nos ônibus e estimular a empatia e o respeito.

A campanha contará com cartazes nos ônibus, folders ilustrados, spot em rádios, troca dos adesivos de assentos prioritários nos ônibus e material de treinamento padronizado que será aplicado pelos RH de todas as empresas de ônibus.

Estarão presentes no lançamento os representantes da Etufor, PAITT, AMC, Detran, ARCE, Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, além das empresas de ônibus e as duas associações de autismo que estão assinando a campanha junto ao Sindiônibus, Fortaleza Azul e Pintando o Sete Azul.

Assembleia Legislativa aprova mensagens na área dos direitos humanos

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou, nessa quinta-feira, cinco projetos de lei, sendo três do Poder Executivo e dois de parlamentares, além de seis projetos de indicação e 591 requerimentos.

De autoria Poder Executivo, foram aprovados os projetos de lei nº 63/2019, que altera a Lei nº 13.202, a qual reconhece direito de indenização às pessoas detidas por motivos políticos no período de 2 de setembro de 1961 a 15 de agosto de 1979. A mudança atualiza a denominação da então Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social e inclui a representação da Universidade Estadual do Estado do Ceará e do Conselho Regional de Psicologia na Comissão Especial de Anistia Wanda Rita Otho Sidou. O projeto foi aprovado com  duas emendas do deputado Renato Roseno (Psol). Uma delas torna imprescritível o prazo para indenização de pessoas detidas por motivos políticos no período de que trata a lei.

Já o de 61/19  altera a lei nº 13.476, de 20 de maio de 2004, que autoriza a Administração Pública Estadual a doar bens móveis e equipamentos a entidades públicas e privadas, e o n° 62/19  altera a Lei nº 13.193, de 10 de janeiro de 2002, que cria o Programa de Proteção a Vítimas e a Testemunhas Ameaçadas no estado do Ceará.

(Com Agência ALCE)

DPU faz mediação para desocupação de campus da Unilab

Recomendação conjunta das defensorias regionais dos Direitos Humanos da Defensoria Pública da União (DRDH/DPU) no Ceará e na Bahia intermediou a saída de estudantes após o pedido de reintegração de posse de prédio da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). Eles ocupam a unidade há 20 dias, em protesto contra o cancelamento do edital nº 29/2019, que selecionaria transsexuais, travestis ou intersexuais para vagas ociosas na universidade.

Os defensores públicos federais Fernando Holanda, da DRDH no Ceará, e Vladimir Ferreira Correia, titular da DRDH na Bahia, emitiram recomendação conjunta sobre o movimento de estudantes. Na tarde desta quinta-feira, 8, houve negociação para mediar desocupação “sem o uso da força”.

“Após visita da DPU ao local, constatou que a ocupação se dá de modo ordeiro, sem dano ao patrimônio público, sem interrupção das atividades administrativas da Universidade, que passaram a operar nos outros dois campi, Palmeiras e Aurora”, ratifica o documento. O órgão entendeu que a ocupação objetiva “debate público sobre a formulação de políticas públicas associadas ao direito fundamental à educação”.

As dependências em questão ficam em Redenção, a 62,8 km de Fortaleza. O movimento começou no dia 17 de julho e a Unilab teve o pedido de reintegração deferido, o que pode implicar em multas para os manifestantes que não deixarem o local.

Judicialmente, série de acusações foi feita contra o grupo de alunos, incluindo danificação de patrimônio público, ameaças contra servidores e danos a veículos de gestores. Foi determinada a desocupação até esta sexta-feira, 9.

O POVO Online entrou em contato com diversos estudantes envolvidos no movimento. No entanto, eles negaram entrevistas por recearem represálias de gestores da universidade.

O defensor Fernando Holanda relata que verificou alunos zelando pelos espaços que ocupavam, bem como a presença de um vigilante patrimonial no local. No entanto, há diálogo com os manifestantes, alertando sobre a necessidade de desocupação em obediência à Justiça.

A DPU recomendou à Unilab que, em 15 dias:

1. Promova medidas no sentido de restabelecer o Edital 29/2019, na sua forma específica, cancelado abruptamente, submetendo a avaliação quanto o cancelamento ou não do instrumento ou a edição de um novo edital específico aos órgãos efetivamente competentes para deliberar sobre políticas de acesso à instituição, atendendo assim ao estatuto da Universidade, que atribui tal poder/dever aos colegiados superiores […];

2. Que se abstenha de promover qualquer medida de caráter criminalizador, sancionatório, persecutório, discriminatório entre outros comportamentos que visem a punir direta ou indiretamente, de forma individualizada, quaisquer dos estudantes que exerceram o legítimo direito constitucional de manifestação e liberdade de pensamento, de opinião e reunião no espaço público da Universidade

3. Que passe, doravante, a promover o cumprimento do Estatuto e Regimento Interno da Instituição, no sentido de respeitar a colegialidade das decisões que envolvam políticas de acesso e ações afirmativas no âmbito da Universidade, abstendo­-se de atuar de maneira unilateral, sem diálogo com a comunidade acadêmica e em desatendimento aos informativos institucionais.

Contudo, a DPU considerou parecer da Advocacia-Geral da União, o qual concluiu que o instrumento regulatório do certame, “ao contemplar exclusivamente candidatos insertos na categoria de alunos da comunidade LGBT, subverteu a regra das cotas, distorcendo sua própria ratio essendi, à medida em que, ao tentar corrigir uma eventual desigualdade material, acabou por instituir uma ‘isonomia às avessas’, incorrendo em ofensa aos princípios da razoabilidade e proporcionalidade”. Assim, dentre outras considerações, constatou que houve equívocos no edital.

O POVO Online aguarda posicionamento da Unilab sobre as recomendações da DPU.

(Com POVO Online)

EUA dão aval para indicação de Eduardo Bolsonaro a embaixador

238 5

Os Estados Unidos deram aval para a indicação do senador Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como embaixador do Brasil em Washington. A informação é da Folha de S.Paulo desta sexta-feira, adiantando que o governo brasileiro recebeu, nessa quinta-feira, o comunicado.

O pedido de agrément —como é chamado a consulta feita pelo Itamaraty — foi enviado no final de julho ao Departamento de Estado americano, que deu retorno positivo ao Brasil após cerca de duas semanas. Cópias do agreement seguiram de Washington para
a assessoria internacional da Presidência e para o Itamaraty, em Brasília.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, foi informado do aval americano e agora o presidente Jair Bolsonaro deve fazer a indicação formal do filho mais novo para o posto.

Mas, para garantir a indicação, o nome de Eduardo Bolsonaro ainda vai ser submetido à aprovação do Senado. Ele será
sabatinado Comissão de Relações Exteriores da Casa e depois precisa ter a maioria dos 81 votos dos senadores no plenário.

(Foto – Agência Brasil)

Juiz cearense é reconduzido como membro do Conselho Nacional do MP

O juiz cearense Luciano Nunes Maia Freire foi reconduzido como membro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) na vaga destinada ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). A indicação, segundo informa a assessoria do CNMP, foi ratificada pelo plenário do Senado na última terça-feira por 51 votos favoráveis, oito contrários e duas abstenções. Luciano está no Conselho desde agosto de 2017. Ele é sobrinho do ministro do STJ, Napoleão Nunes Maia.

Luciano Nunes Maia Freire é juiz de Direito de Entrância Final do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, em Fortaleza. Já exerceu a função de juiz eleitoral em diversas zonas do interior e foi membro do grupo de auxílio jurisdicional para julgamentos de ações de improbidade administrativa instituído pelo TJ/CE. É pós-graduado em Direito Processual.

DETALHE – O Conselho Nacional do Ministério Público fiscaliza a atuação administrativa, financeira e disciplinar do órgão e de seus membros e zela pela legalidade dos atos praticados pelo MP.

Turma da Engenharia Mecânica 1982.1 da UFC e uma homenagem nesta Semana dos Pais

119 4

A Turma 1982.1, do curso de Engenharia Mecânica da Universidade Federal do Ceará, fez festa, nessa noite de quinta-feira, no Bar Besouro Verde, no bairro da Parquelândia, em Fortaleza.

Hora de reinaugurar placa comemorativa que apresenta todos os formandos não com seus nomes de batismo, mas com apelidos conquistados durante o curso e os eventos esportivos e sociais que o grupo promovia no período.

Nada de nome de professor ou alguma autoridade. O nome da turma foi “Seu Hélio”, que era o proprietário do bar onde todos sempre se reuniam após jogos de sábado. E esse tipo de encontro ocorre sempre ao longo do ano, tendo agora como cicerone Wellington Martins, o “Besouro”, herdeiro do Seu Hélio.

Eis a placa comemorativa e ao lado o retrato do “Seu Hélio”, que era o proprietário do Besouro Verde.

DETALHE – O Bar Besouro Verde é da nossa família e essa homenagem chega nesta Semana dos Pais, o que muito nos alegra.

(Foto – Paulo MOska)

Ministério Público pede arquivamento de inquérito contra Neymar

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) pediu o arquivamento, por falta de provas, do inquérito sobre as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo Najila de Souza contra o jogador Neymar Júnior. O arquivamento da investigação agora depende de uma decisão judicial da Vara de Violência Doméstica, que deve ser tomada em cinco dias.

“Decidimos pelo arquivamento do processo por não haver provas suficientes do que foi alegado pela vítima protegida. É importante deixar claro que o arquivamento do inquérito policial não implica em absolvição do acusado. Isso porque, com o arquivamento por falta de provas, o inquérito policial pode ser reaberto a qualquer momento, desde que surjam novas provas”, disse a promotora de Justiça Flávia Merlini, da área de Enfrentamento de Violência Doméstica.

De acordo com o MP-SP, os exames feitos pelo Instituto Médico Legado (IML) não apontaram nenhum tipo de lesão em Najila, com exceção de um ferimento no dedo. “O MP entendeu que a agressão narrada pela vítima fazia parte de um contexto. Das provas analisadas, não se apurou o que seria um crime [de agressão] a ser apurado à parte. Mesmo porque todos os laudos oficiais feitos pelo IML não constataram nenhuma lesão corporal na vítima, a não ser no dedo”, explicou a promotora.

Flávia Merlini ressaltou que a denúncia da modelo foi enfraquecida em razão de Najila não ter entregue à Justiça o aparelho celular no qual ela dizia ter provas do estupro. “Ela mencionou o tempo todo que as provas que tinha dos fatos que noticiou estavam nessas filmagens do celular dela, só que esse celular ela se negou a entregar em um primeiro momento e, num segundo momento, ela disse que tinha desaparecido”.

No último dia 29, a delegada Juliana Lopes Bussacos, titular da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, encerrou as investigações sobre as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo Najila de Souza contra Neymar Júnior. A polícia decidiu não indiciar o jogador pelos supostos crimes.

(Agência Brasil)

Frente Parlamentar pela Transposição tem primeira reunião na segunda-feira

A primeira reunião da Frente Parlamentar Interestadual em Defesa das Obras da Transposição do Rio São Francisco ocorrerá na segunda-feira (12), em Recife, deverá avaliar a real situação do projeto, com previsão de chegar ao Ceará já no próximo ano.

A expectativa é do deputado estadual Guilherme Landim, que irá expor a preocupação do Ceará com a barragem de Jati, no Sul do Estado, a 525 quilômetros de Fortaleza, que precisa da conclusão de parte das obras do Cinturão das Águas.

“Se nós não tivermos pronto o Cinturão das Águas, pelo menos os dois trechos emergenciais, não adianta de nada a água chegar à barragem de Jati. Queremos sensibilizar o Governo Federal de que a disponibilização dos recursos é urgente. Faltam apenas 9% para a conclusão dos trabalhos, se esse dinheiro não chegar, agora, com inverno do ano que vem há grande risco para o comprometimento da qualidade da obra”, observou o parlamentar.

(Foto: Divulgação)

STF rejeição ação protocolada em 2005 contra artigos do ECA

Por unanimidade, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (8) rejeitar uma ação de inconstitucionalidade para derrubar artigos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), aprovado em 1990. O caso foi julgado 14 anos após chegar ao Supremo.

A ação foi proposta em 2005 pelo PSL. Na ocasião, o partido defendeu que o estatuto deveria permitir a apreensão de crianças e adolescentes que vivem nas ruas para averiguação, desde que determinada por decisão fundamentada da Justiça. O advogado do partido alegou no STF que policiais não podem remover preventivamente jovens criminosos das ruas, exceto em casos de flagrante, prejudicando o trabalho de policiamento.

Ao julgar o caso nesta tarde, os ministros seguiriam o voto do relator, ministro Gilmar Mendes, e entenderam que a Constituição garante a liberdade como regra a todos os cidadãos, incluindo crianças e adolescentes. Segundo o ministro, o pedido do partido busca eliminar o direito de liberdade de menores.

“A implementação de uma política higienista que, em vez de reforçar a tutela dos direitos dos menores, restringiria ainda mais o nível de fruição de direitos, amontoando crianças em unidades institucionais sem qualquer cuidado ou preocupação com o bem-estar desses indivíduos”, disse Mendes.

Seguiram o relator, os ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Luiz Fux, Marco Aurélio, Celso de Mello, e o presidente, Dias Toffoli.

(Agência Brasil)

Tasso quer tramitação da reforma da Previdência no Senado sem alterações

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), relator da reforma da Previdência no Senado, defendeu nesta quinta-feira (8) que o texto siga as tramitações na Casa sem alterações da proposta aprovada pela Câmara Federal, aprovada em segundo turno na noite dessa quarta-feira (7).

“O Brasil não suportaria que esse projeto voltasse para a Câmara; e, lá, fosse aberta uma outra comissão especial, o que levaria a outra discussão no plenário, o que faria retornar o projeto para cá e levar essa reforma para o ano que vem. O país não suportaria isso”, ressaltou o parlamentar cearense, que pretende apresentar parecer em até três semanas.

Tasso destacou que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) poderá solicitar as audiências públicas que forem necessárias.

“Humildade e paciência que nos cabem neste momento”, disse.

(Foto: Arquivo)

Uruguai registra maior taxa de desemprego dos últimos 12 anos

O desemprego no Uruguai registrou no mês de junho, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística do país, 9,8%, o maior índice desde julho de 2007, quando ultrapassou os 10%. O segundo trimestre teve uma taxa de desemprego de 8,9%, também a pior a pior marca dos últimos 12 anos. Estima-se que, no último ano, o país perdeu aproximadamente 15 mil postos de trabalho.

O Uruguai é um país pequeno, que faz fronteira com o Sul do Brasil, e tem uma população de 3,5 milhões de pessoas. Conhecido por ser um país progressista, com forte estabilidade política e social, uma democracia consolidada e com grande segurança jurídica, o Uruguai amarga números negativos em relação ao emprego. Há, atualmente, cerca de 190 mil desempregados no país. O ministro da Economia, Danilo Astori, disse que o emprego é o “principal problema econômico do Uruguai”.

A taxa de emprego, em junho deste ano, ficou em 55,3%, a mais baixa desde 2006, com uma queda de 1,7 ponto percentual em relação ao mesmo mês do ano passado. Para o trimestre passado (abril, maio, junho), a taxa de emprego entre homens e mulheres variou 16,6%, sendo que 64,9% dos homens estão empregados e 48,3% das mulheres.

Entre os mais jovens (de 14 a 24 anos) e entre os idosos (com mais de 60 anos), a taxa de emprego é menor do que o resto da população. Entre as pessoas de 14 a 24 anos, 47,4% dos homens estão empregados e 35,4% das mulheres. Considerando a população economicamente ativa, entre 25 e 60 anos, cerca de 93% dos homens estão empregados, assim como 78% das mulheres.

Brasil

A taxa de desocupação no Brasil, no trimestre encerrado em junho de 2019, ficou em 12%, o que significa uma redução de 0,7 ponto percentual em relação ao trimestre anterior. No período anterior (janeiro, fevereiro e março), a taxa tinha ficado em 12,7%. Há 12,8 milhões de pessoas sem trabalho no país.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio – Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

(Agência Brasil)

Custo da construção civil sobe 0,68% em julho, diz IBGE

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), variou 0,68% em julho deste ano. A taxa é superior ao 0,35% registrado no mês anterior. O índice também é maior do que o verificado no mesmo mês do ano passado (0,52%).

O Sinapi funciona como fonte oficial de referência de preços de insumos e de custos de composições de serviços. No ano, o índice acumula taxas de 2,66% no ano e, no acumulado de 12 meses, 4,42%.

O custo nacional da construção, por metro quadrado, passou para R$ 1.143,65 em julho deste ano.

A maior alta foi observada no custo de mão de obra, que ficou 0,92% mais cara, chegando ao valor de R$ 545,73 por metro quadrado. Já os materiais de construção tiveram inflação de 0,47%, passaram a custar R$ 597,92 por metro quadrado.

(Agência Brasil)

Tudo pronto em Icapuí para mais um Festival da Lagosta

623 1

As praias de Barreiras e Redonda, situadas em Icapuí (Litoral Leste), serão o cenário, de sexta até domingo, do XIII Festival da Lagosta. Nesse período, haverá degustação, música, conscientização ambiental e formação com cursos nas áreas de cultura e turismo.

A praia de Barreiras vai receber nesta sexta-feira (16) e no sábado (17), das 19 às 22 horas, o público do festival na Arena Gastronômica, estrutura montada na praia com barracas oferecendo um cardápio à base de lagosta, principal ingrediente da festa, com preço bem acessível. Haverá shows da banda kôka Mil e Art Brasil, de Icapuí.

Após apresentação da banda de Icapuí, no espaço da Arena, a programação artística se volta para o palco montado na praia. Após às 22 horas de sexta-feira, o público vai dançar no ritmo do forró das antigas de Daniella Campelo, atração seguida pelo som elétrico da Banda Forró Real. No sábado (17) já vem com outra batida: o som do pop music e reggae, no vozeirão de Ricardo Maia, artista cover do saudoso Tim Maia, e da Tribo de Jah.

No domingo (18), último dia do festival, as atividades seguem para a Praia da Redonda, onde, ao raiar do sol, haverá competição de regata de botes, atividade tradicional dos festejos, além das ações voltadas para a responsabilidade ambiental, como a limpeza das praias e replantio de árvores. O festival encerra a edição 2019, no começo da tarde, com o show da banda Los Cacos.

DETALHE – O Festival da Lagosta, edição 2019, é uma realização da Associação Grupo de Desenvolvimento do Turismo em Icapui (GDTur), tendo como apoiadores o Governo do Estado, Sebrae-CE, BNB, Prefeitura de Icapuí e Instituto Agropolos do Ceará.

(Foto – Ilustrativa)

Professor francês da área de imunologia dará aula magna na UFC

E aí, já pensou na possibilidade de nossa proteção contra doenças infecciosas em geral ser uma causa para o aumento de doenças autoimunes e alérgicas? Essa hipótese (chamada hygiene hypothesis) será o tema da aula magna da pós-graduação da Universidade Federal do Ceará, que ocorre na próxima segunda-feira, às 15 horas, no Centro de Convivência do Campus do Pici.

A aula, de acordo com a assessoria de imprensa da UFC, ficará por conta do professor francês Jean-François Bach, renomado pesquisador na área da imunologia. A teoria a ser tratada pelo professor baseia-se na ideia de que a exposição a microrganismos causadores de infecções (como as que afetam a flora intestinal) fortalece o sistema imunológico, enquanto a baixa exposição causa déficit de tolerância nesse sistema, tornando-nos mais suscetíveis a doenças de outra ordem.

Essa foi uma observação feita a partir das mudanças higiênicas dos últimos dois séculos, principalmente com relação ao saneamento das grandes cidades, que passaram a fazer tratamento de água e esgoto e a promover sistemas de limpeza mais eficientes, diminuindo o número de infecções.

Quem é?

O palestrante Jean-François Bach é secretário perpétuo honorário da Academia de Ciências da França e professor emérito da Universidade de Paris Descartes. Com centenas de publicações durante a carreira, entre artigos científicos e livros, Bach é referência no mundo na pesquisa sobre imunologia e patologias.

Doutor em Medicina e Ciências, o pesquisador, premiado internacionalmente, é autor do livro Tratado de imunologia, foi chefe de clínica do Hospital de Paris nos anos 1960 e diretor da pós-graduação em imunologia da Universidade de Paris Descartes.

DETALHE – A aula, que terá tradução simultânea, é uma promoção da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, da Pró-Reitoria de Relações Internacionais e do Programa Institucional de Internacionalização da UFC.

SERVIÇO

*Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação –  (85) 3366 9943.

(Foto – Divulgação)