Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Taxa média do cheque especial sobe e do empréstimo pessoal fica estável

A taxa média de juros do cheque especial subiu 0,18 ponto percentual na apuração feita em agosto pela Fundação de Proteção de Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP). Os juros ficaram em 11,67% ao mês, percentual superior ao verificado em julho (11,49%). Das sete instituições bancárias pesquisadas, quatro elevaram as taxas na comparação com o mês anterior. Os juros médios para empréstimo pessoal se mantiveram em 6,23% ao mês.

A maior taxa no cheque especial é do Santander. O banco elevou a taxa de 13,74% ao mês, verificada em julho, para 14,24% ao mês, uma variação de 3,64%. Foi a maior alta neste mês. Em seguida, veio a Caixa Econômica Federal, com alta de 3,6%. A taxa passou de 9,99% ao mês para 10,35% ao mês.

O Bradesco e o Itaú também aumentaram as taxas para o cheque especial. No primeiro caso, houve variação de 0,36%, e a taxa subiu de 11,26% para 11,3% ao mês. No Itaú, os juros aumentaram de 11,29% para 11,63% ao mês. Os demais bancos mantiveram os juros do mês anterior para o cheque especial.

A melhor taxa para empréstimo pessoal é oferecida pela Caixa Econômica Federal (4,6%) e a mais alta é a do Santander (7,99%). Apenas o Banco do Brasil elevou a taxa nesta linha de crédito em agosto, passando de 5,46% para 5,5% ao mês, uma variação de 0,73% em relação a julho.

O levantamento foi feito no dia 3 de agosto nas seguintes instituições: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander. É considerada a taxa do empréstimo pessoal para o período de 12 meses e de 30 dias para cheque especial. Os dados coletados referem-se às taxas para máximas cobradas de cliente não preferenciais, independentemente do canal de contratação.

(Agência Brasil)

Tales Sá Cavalcante é homenageado na Câmara Municipal com Medalha Boticário Ferreira

foto cmfor 150806 medalha tales 1

O educador Tales de Sá Cavalcante foi homenageado na noite desta quinta-feira (6), no Plenário da Câmara Municipal de Fortaleza, com a Medalha Boticário Ferreira. A sessão foi presidida pelo presidente do Legislativo de Fortaleza, Salmito Filho, com requerimento do vereador Fábio Braga.

Salmito Filho destacou que a Medalha Boticário Ferreira é a maior comenda da Câmara Municipal de Fortaleza. O presidente do Legislativo de Fortaleza destacou que o Farias Brito teve o segundo melhor desempenho do Brasil, em relação ao Enem.

Para o professor Tales de Sá Cavalcante, engenheiro civil por formação, disse que ficou muito feliz com a homenagem e que, na realidade, a Medalha Boticário Ferreira foi ofereceida nesta noite à Educação.

O vereador Fábio Braga afirmou que o professor Tales de Sá fez o Brasil reconhecer que o Ceará possui uma educação de qualidade.

foto cmfor 150806 medalha tales 2

Governo admite crise econômica, mas contra-ataca com ‘tumulto político’

O PT usou o horário político, na noite desta quinta-feira (6), em defesa do governo Dilma Rousseff. A própria presidente e o ex-presidente Lula admitiram a gravidade da crise política que o país atravessa, mas contra-atacaram com um discurso de “tumulto político”.

Para o PT, a crise política pode ser superada em uma questão de tempo, enquanto uma crise política pode durar anos, ou décadas, como o partido sugeriu no exemplo da ditadura militar.

Dilma Rousseff tentou se mostrar forte, diante dos brasileiros, ao afirmar que “sei suportar pressão”.

Durante a exibição do horário político, várias cidades realizaram um panelaço. Atento à manifestação, o PT disse que o partido promoveu o panelaço com comida nas panelas.

Supremo define na próxima semana valor do reajuste para pessoal do Judiciário e ministros da Corte

“O Supremo Tribunal Federal (STF) deve definir na próxima semana o valor do reajuste para servidores do Judiciário e ministros da Corte em 2016. Nos bastidores, a expectativa é que os salários dos servidores tenha reajuste entre 43% e 45%, pagos em quatro parcelas anuais. O subsídio dos ministros deve sofrer reajuste em torno de 16%, elevando os salários dos membros da Corte de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil.

As negociações entre a direção do STF e integrantes do Executivo estão avançadas, mas os números ainda não foram fechados. O aumento provocará reajuste nos salários de parlamentares, juízes e desembargadores, que são atrelados aos vencimentos dos ministros do Supremo, considerado teto do funcionalismo público.

O presidente do Supremo, ministro Ricardo Lewandowski, participou hoje (6) de uma reunião com a presidenta Dilma Rousseff e o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, para tratar do texto-base do aumento. Segundo Lewandowski, Dilma garantiu que o reajuste será o melhor possível, de acordo com as condições econômicas do país.

Em sessão administrativa realizada hoje, os ministros do STF decidiram que o valor exato do reajuste será definido na próxima semana. O orçamento da Corte para 2016 ficou em R$ 624,8 milhões, 3,47% maior em relação ao deste ano.

No mês passado, a presidenta Dilma vetou integralmente, “por inconstitucionalidade e contrariedade ao interesse público”, o projeto de lei que reajustaria os salários dos servidores do Judiciário em até 78,56%, conforme a classe e o padrão do servidor.

O valor do reajuste é definido pelo STF, porque cabe à Corte enviar sua proposta orçamentária ao Poder Executivo para compor o orçamento da União. A expectativa é de que os salários dos servidores tenha reajuste de entre 43% e 45% e não 40% como coloquei.”

(Agência Brasil)

TJ do Ceará marca sessão para escolher desembargador pelo critério do merecimento

O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará vai escolher, às 13 horas da próxima quinta-feira, o juiz que ocupará a vaga do desembargador Clécio Aguiar de Magalhães, aposentado em maio deste ano.

Um total de 17 magistrados de Entrância Final concorrem à vaga pelo critério de merecimento. A relação dos candidatos inscritos, por ordem de antiguidade, consta no Edital nº 70/2015, publicada no Diário da Justiça do dia 1º de junho. O ato de posse do novo desembargador está marcada para o dia 27 de agosto.

 

STF confirma: Guarda Municipal pode fiscalizar e aplicar multas de trânsito

O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, nesta quinta-feira, o poder das Guardas Municipais para aplicar multas sobre qualquer tipo de infração de trânsito cometida nas cidades. A decisão foi proferida numa ação envolvendo a cidade de Belo Horizonte, mas o entendimento valerá para qualquer outro município cuja guarda esteja impedida de multar pela Justiça.

Hoje não existe uma proibição na lei para que as guardas municipais apliquem as multas, mas algumas ações no STF contestavam a prática.valerá para qualquer outro município cuja guarda esteja impedida de multar pela Justiça.

Na ação analisada nesta quinta, o Ministério Público de Minas Gerais, contrário ao poder de fiscalização de trânsito da Guarda Municipal, argumentava que o órgão, vinculado ao município, não poderia “usurpar” atribuições da Polícia Militar, ligada ao governo estadual.

Em Fortaleza

Em Fortaleza, os 756 guardas municipais recém-empossados pelo prefeito Roberto Cláudio vão receber treinamento do Detran neste segundo semestre. Com isso, eles poderão também fiscalizar o trânsito.

(Foto – Divulgação)

Grupo Oré Anacã fará espetáculo no Teatro Sesc Emiliano Queiroz

afred

O grupo Oré Anacã, projeto de cultura e arte do Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes) da UFC, apresentará, a partir das 20 horas, nesta sexta-feira, no Teatro SESC Emiliano Queiroz. o espetáculo “Entre Penas e Contas”. No palco, danças de influência étnica negra e indígena – como o frevo e o maracatu pernambucanos, o Boi Bumbá de Parintins, o congado mineiro e o siriri cuiabano.

A iniciativa integra o edital 2013/2014 do Programa de Apoio à Extensão Universitária (Proext), aprovado pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, do Governo Federal.

O espetáculo poderá ser conferido em todas as sextas-feiras deste mês. As apresentações ocorrem dentro do Projeto SESC Convida, que, em agosto, celebra o mês do folclore.

SERVIÇO

*Teatro SESC Emiliano Queiroz – Avenida Duque de Caxias, 1701, Centro

*Ingressos – R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia).

Câmara dos Deputados aprova contas dos ex-presidentes Itamar Franco, FHC e Lula

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira, 6, contas dos governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. A Comissão Mista de Orçamento já tinha dado parecer favorável à aprovação das contas de Lula (2006 e 2008), Itamar Franco (1992) e Fernando Henrique Cardoso (2002).

Os pareceres aguardavam decisão do plenário da Câmara. Nas contas do ex-presidente Itamar Franco, o parecer já tinha sido apreciado pelos senadores. Com a aprovação dos deputados, falta apenas ser promulgado pelo Congresso.

O Tribunal de Contas da União (TCU) fez ressalvas às contas de 2006 e 2008, da gestão de Lula. No caso de 2006, foram apontados 27 questionamentos, como o descumprimento de metas previstas na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). 

O TCU também fez ressalvas às contas de Fernando Henrique Cardoso, como superavaliação de restos a pagar e não inclusão de déficit e juros devidos pelo Banco Central no valor de R$ 18,2 bilhões. Essas contas serão apreciadas pelos senadores, em decorrência das ressalvas.

As contas dos ex-presidentes entraram na pauta de votação da Câmara, em turno único, depois de um acordo feito entre o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e os líderes partidários.

O Tribunal de Contas da União (TCU) está apreciando as contas do governo de Dilma Rousseff em 2014. O tribunal adiou o julgamento e abriu prazo para o governo dar explicações sobre indícios de descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal e da Lei Orçamentária Anual, entre eles o atraso de repasses para a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, referentes a despesas com programas sociais do governo. No final de julho, o governo apresentou documento com explicações aos questionamentos do TCU.”

(Agência Brasil)

FIESP e FIRJAN dão aval a Michel Temer que apregoou união pela governabilidade do País

Nesta quinta-feira, os presidentes das federação das indústrias de São Paulo (FIESP) e do Rio de Janeiro (FIRJAN), divulgaram nota apoiando a pregação do vice-presidente da República e articulador político do governo federal, Michel Temer, por unidade em favor do País. Confira:

NOTA OFICIAL FIRJAN E FIESP EM PROL DA GOVERNABILIDADE DO PAÍS

A FIRJAN e a FIESP vêm a público manifestar seu apoio à proposta de união apresentada ontem pelo Vice-Presidente da República, Michel Temer. O momento é de responsabilidade, diálogo e ação para preservar a estabilidade institucional do Brasil.

A situação política e econômica é a mais aguda dos últimos vinte anos. É vital que todas as forças políticas se convençam da necessidade de trabalhar em prol da sociedade.

O Brasil não pode se permitir mais irresponsabilidades fiscais, tributárias ou administrativas e deve agir para manter o grau de investimento tão duramente conquistado, sob pena de colocar em risco a sobrevivência de milhares e milhares de empresas e milhões de empregos.

O povo brasileiro confiou os destinos do país a seus representantes. É hora de colocar de lado ambições pessoais ou partidárias e mirar o interesse maior do Brasil. É preciso que estes representantes cumpram seu mais nobre papel – agir em nome dos que os elegeram para defender pleitos legítimos e fundados no melhor interesse da Nação.

Ao mesmo tempo, é preciso que o governo faça sua parte: cortando suas próprias despesas; priorizando o investimento produtivo; deixando de sacrificar a sociedade com aumentos de impostos.

É fundamental ainda apoiar todas as iniciativas de combate à corrupção e punir exemplarmente todos os desvios devidamente comprovados.

É nesse sentido que a indústria brasileira se associa ao apelo de união para que o bom senso, o equilíbrio e o espírito público prevaleçam no Brasil.

* Paulo Skaf Eduardo,

 

Presidente da FIESP

* Eugenio Gouvêa Vieira, 

Presidente da FIRJAN

Defensoria Pública inicia nesta sexta-feira processo para escolha do novo Ouvidor Geral

Nesta sexta-feira, será realizada a eleição para a formação da lista tríplice da qual sairá o novo Ouvidor-Geral da Defensoria Pública do Estado. O processo eleitoral acontecerá às 9 horas, no auditório Jesus Xavier de Brito, na sede administrativa da DPGE.

Concorrem ao cargo quatro candidatos que fazem parte de grupos da sociedade civil como Conselhos, Institutos e Associações. Poderão votar 33 representações indicadas e devidamente habilitadas para votar. A Ouvidoria Geral é órgão auxiliar da Defensoria Pública do Estado do Ceará, de promoção da qualidade dos serviços prestados pela instituição.

São requisitos para habilitação e participação das entidades civis no processo de formação da lista tríplice, além dos previstos em Lei:

– estar legalmente constituída há pelo menos três anos;
– não possuir fins lucrativos;
– possuir abrangência estadual ou nacional.

Operação Lava jato – Eduardo Cunha pode ser denunciado nesta sexta-feira

145 1

Eduardo-Cunha1

Há expectativas de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresente ao Supremo Tribunal Federal (STF), até esta sexta-feira, denúncia contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e outros parlamentares.

A eleição interna no Ministério Público, em que ele concorreu à recondução ao cargo e obteve apoio dos colegas, já passou e Janot agora deve partir para a ofensiva.

Entre as suspeitas que pesam contra o presidente da Câmara está a de que cobrou e recebeu pelo menos US$ 5 milhões em propina para viabilizar contratos na Petrobras.

(Com Site Brasil 247)

Fortaleza deve ter etapa do Super Surf Brasileiro Profissional em 2016

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=K89Xdjb-8vQ[/youtube]

O cearense Dunga Neto mergulha em mais uma etapa do Super Surf Profissional Brasileiro.

Ele embarcou, nesta quinta-feira, para o certame que, em sua segunda etapa, ocorrerá, neste fim de semana, em Ubatuba, interior de São Paulo, congregando 164 surfistas de todo o País.

Dunga Neto conversou com o Blog sobre o certame que, de acordo com o surfista, deve ter temporada em 2016 na Capital cearense.

Poupança – Saques em julho foram maiores do que os depósitos

“O Banco Central (BC) informou hoje (6) que, em julho, os brasileiros retiraram da poupança R$ 2,453 bilhões a mais do que depositaram. Foi o pior resultado para o mês desde o início da série histórica do BC, em 1995, e o sétimo resultado negativo consecutivo da poupança este ano. No acumulado do ano, a captação da aplicação está negativa em R$ 40,9 bilhões.

Em julho, os saques na poupança somaram R$ 169,9 bilhões, superando os depósitos, que alcançaram R$ 167,4 bilhões. O valor total nas contas dos poupadores chegou a R$ 648,24 bilhões. O volume dos rendimentos creditados nas cadernetas dos investidores registrou R$ 4,138 bilhões.

Vários fatores têm contribuído para a fuga de recursos da poupança em 2015. Em primeiro lugar, a alta da Selic (taxa básica de juros da economia) – atualmente em 14,25% ao ano – tornou a poupança menos atraente que outras aplicações.

Segundo a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a caderneta é mais vantajosa do que os fundos de investimento apenas quando as aplicações são inferiores a seis meses, apesar de a poupança ser isenta de Imposto de Renda e de taxas de administração.

A alta da inflação também contribuiu para a perda de atratividade da poupança. Nos últimos 12 meses, a caderneta rendeu 7,53%, equivalente à Taxa Referencial mais 6,17% ao ano. A inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, no entanto, está em 8,89%, puxada pela alta de preços administrados, como combustíveis e energia.”

(Agência Brasi)

Líder do Pros alertou sobre PEC 443

176 1

O líder do Pros na Câmara, Domingos Neto, fez pronunciamento, no começo da madrugada desta quinta-feira, em clima de votação da PEC443, que garantiu piso salarial para o pessoal da Advocacia Geral da União (AGU com ministros do STF.

Domingos Neto falou sobre a matéria e reiterou sua postura de não votar matérias que provoquem aumento de despesas sem que haja fontes para bancar o benefício. Lembrou o impacto dessa emenda para Estados e Municípios.

Confira a fala de Domingos Neto:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=IeHTqpC781o[/youtube]

Temer diz ser da “própria democracia” que PDT e PTB resolvam adotar postura de independência

“O vice-presidente Michel Temer, disse hoje (6) que a decisão do PDT e do PTB de adotar postura de independência em relação às votações da Câmara, anunciada ontem, é “própria da democracia”.

“Essas coisas não devem nos impressionar. Muitas vezes acontece uma dissensão. Temos uma base aliada de muitos partidos. Um ou outro pode, momentaneamente, se afastar”, afirmou Temer, após palestra sobre governabilidade e governança na instituição de ensino superior Uniceub, em Brasília.

“Aliás, o que declararam foi independência: independência significa que votarão de acordo com suas convicções, o que de alguma maneira já vinham fazendo”, disse. Temer citou um exemplo: “O PDT, muito atento às suas convicções, quando se verificaram as medidas provisórias, [entre elas] a do seguro-desemprego, veio a mim, e disse que ia votar contra. Independência neste ponto temático já existia”.

Sobre a decisão dos partidos, que poderia resultar em mudanças nos ministérios, o vice-presidente informou que o assunto ainda será examinado. “Creio que precisamos manter, no sistema atual, a maior coalizão possível: a reforma ministerial é uma decisão da presidenta Dilma. Não tenho notícias do que será feito”, disse.

Temer destacou que o governo precisa ter tranquilidade para harmonizar a base aliada. “Temos que ter tranquilidade para harmonizar toda a base governista e mais do que harmonizar a base, haver uma preocupação com país. A presidenta Dilma tem, o Congresso tem, e a sociedade brasileira tem preocupação com o país”, afirmou.

O vice-presidente ressaltou não ter “a menor dúvida” sobre a existência de governabilidade plena no país. “A presidenta Dilma fez trabalho excepcional ao longo do tempo, ajudou a produzir os avanços sociais que o Brasil conhece, ajudou estados e municípios. Teve uma atuação no governo federal e um relacionamento, embora muitas vezes digam o contrário, muito fértil com o Congresso e com os governadores”, observou.”

(Agência Brasil)