Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Reforma da Previdência – Texto já está pronto e só aguarda crivo de Bolsonaro

133 1

O texto base da reforma da Previdência foi concluído pela equipe de governo e agora aguarda a análise do presidente Jair Bolsonaro, ainda internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Segundo o secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, que esteve hoje (12) reunido com o ministro da Economia, Paulo Guedes, em Brasília, o presidente dará a palavra final sobre o projeto que será enviado à Câmara dos Deputados.

“Evidente que existem pontos que serão levados à presença do presidente para que ele possa tomar sua posição, possa definir de que forma isso possa chegar à Câmara Federal”, disse Marinho.

O secretário não adiantou como ficou o texto da reforma e disse que foi construído com avaliação das diversas áreas do governo, além da contribuição de economistas e observação ao projeto enviado pelo ex-presidente Michel Temer ao Congresso.

Marinho disse que o texto final é “bem diferente” da minuta do projeto que vazou para a imprensa na semana passada. Nessa minuta, o governo proporia idade mínima única de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem no Brasil. Além disso, a minuta de projeto ainda previa um mínimo de 20 anos de contribuição para o trabalhador receber 60% da aposentadoria chegando, de forma escalonada, até o limite de 40 anos, para o recebimento de 100%.

Perguntado sobre quando o projeto será apresentado à sociedade, Marinho respondeu que isso vai ocorrer o mais rápido possível. “Vamos aguardar que o presidente convalesça, que ele esteja em plena condição de exercício do seu mandato, que eu espero que seja amanhã ou quinta-feira, e, apresentado ao presidente, ele vai definir o prazo”, disse o secretário.

Militares

Sobre a inclusão de militares na reforma, mais cedo o senador Major Olímpio, líder do PSL, disse, ao deixar o Ministério da Economia, que os próprios militares apresentaram uma proposta para a Previdência.

“Os próprios comandantes militares, o ministro da Defesa [general Fernando Azevedo] tem se debruçado sobre isso. Os militares que estão fazendo propostas. Tudo vai cair aqui dentro da área técnica, da área econômica. Os militares, que são sempre solução para o nosso país, não são problema, também estão fazendo suas propostas. Vamos ver a viabilidade dessas propostas”, disse.

O senador também esteve reunido com Guedes, no ministério.

(Agência Brasil)

Produção de ovos bate recorde no país, diz IBGE

As granjas brasileiras registraram a produção de 928,42 milhões de dúzias de ovos no quarto trimestre de 2018. Segundo dados divulgados hoje (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esse é o maior valor da série da histórica da pesquisa, iniciada em 1987. A produção de ovos do quarto trimestre foi 1% maior do que a registrada no terceiro trimestre e 8,2% superior ao resultado do quarto trimestre de 2017.

A pesquisa também analisa as aquisições de leite e de couro pelas unidades beneficiadoras do país. A aquisição de leite registrou aumentos de 7,2% em relação ao terceiro trimestre de 2018 e de 2,5% na comparação com o quarto trimestre de 2017. Já a aquisição de couro teve queda de 2,1% em relação ao terceiro trimestre e alta de 2% em relação ao quarto trimestre do ano anterior.

Abate de animais

O IBGE também divulgou hoje as pesquisas de abates de bovinos, suínos e de frangos. O abate de bovinos chegou a 8,09 milhões de cabeças de bovinos no quarto trimestre de 2018, uma queda de 2,3% na comparação com o terceiro trimestre. O resultado é 0,4% maior do que o do quarto trimestre de 2017.

No quarto trimestre de 2018, foram abatidas 11,1 milhões de cabeças de suínos, representando queda de 4,0% em relação ao trimestre imediatamente anterior e um crescimento de 0,4% na comparação com o mesmo período de 2017.

No país, foram abatidas 1,42 bilhão de cabeças de frangos, no quarto trimestre de 2018. Esse resultado significou queda em relação ao trimestre imediatamente anterior (-0,7%) e ao mesmo período de 2017 (-0,9%).

(Agência Brasil)

Evento apresenta oportunidades para quem quer morar ou investir em Portugal

Já pensou em Portugal ou investir em imóveis num dos mercados mais promissores do mundo? Para as famílias cearenses que planejam se mudar em busca de melhor qualidade de vida, eis um encontro que deve ser agendado.

A consultoria Global Trust, especializada em investimento imobiliário internacional, vai apresentar no dia 19 de fevereiro, às 19 horas, no auditório da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).

Formada por brasileiros – hoje, parte da equipe mora em Lisboa –, a Global Trust especializou-se em identificar demandas e desejos dos brasileiros que escolhem viver no país europeu, que oferece qualidade de vida e livre acesso a outros países da União Europeia.

“Estamos acompanhando de perto o mercado imobiliário de Portugal ao longo dos últimos três anos, quando a migração de brasileiros para Portugal alcançou um novo patamar de fluxo e, principalmente, perfil de público. Por isso, podemos afirmar com tranquilidade: não há nada neste padrão em Lisboa tanto pelo conceito luxuoso quanto pelo potencial de rentabilidade”, conta César Damião, sócio-fundador da Global Trust

SERVIÇO

*Inscrições gratuitas: https://globaltrust.com.br/eventos/

*Mais informações: contato@globaltrust.com.br | www.globaltrust.com.br

(Foto – Divulgação)

Governo e Sebrae – Uma parceria renovada

O governador Camilo Santana (PT) recebeu, no Palácio da Abolição, toda a diretoria do Sebrae do Ceará.

À frente, o presidente do Conselho Deliberativo do órgão, Ricardo Cavalcante, que, no encontro, estava acompanhado do vice-presidente João Porto Guimarães e do superintendente Joaquim Cartaxo e, também, dos diretores Airton Gonçalves e Alcy Porto. O presidente da Federação da Agricultura do Estado, Flavio Saboya, que integra também o organismo, integrava o grupo.

Camilo Santana, ao lado do seu chefe de gabinete, Élcio Batista, ouviu uma exposição, por parte de Ricardo Cavalcante, sobre as metas do Sebrae para este exercício.

Bom lembrar: o Sebrae é um dos melhores parceiros do Governo do Estado.

(Foto – Divulgação)

Safra de grãos deve crescer apenas 1,9%, estima IBGE

A banana tem previsão de alta (0,9%).

A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar 2019 com alta de 1,9% em relação à safra do ano passado. A previsão é que o país produza 230,7 milhões de toneladas de grãos neste ano, ou 4,2 milhões a mais que no período anterior.

Este é o quarto prognóstico para a safra brasileira preparado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em janeiro deste ano. Apesar da alta prevista, a estimativa é 1,2% inferior ao terceiro prognóstico, realizado em dezembro do ano passado, quando o IBGE estimou uma safra de 233,4 milhões de toneladas.

A redução da previsão do terceiro para o quarto prognóstico foi provocada principalmente por uma revisão da produção da soja. De um mês para outro, o IBGE previu a redução de 3,4% na safra da soja, que agora deve fechar o ano com produção 2,6% menor do que a do ano passado, apesar de um aumento de 2% na área colhida.

Outro produto que teve queda na estimativa do terceiro para o quarto prognóstico foi o arroz (-0,2%). Com a revisão, a expectativa é que o arroz feche o ano com uma produção 5% inferior à de 2018.

Por outro lado, os pesquisadores do IBGE aumentaram em 1,4% a expectativa de produção do milho do terceiro para o quarto prognóstico e, agora, espera-se que o produto feche 2019 com uma safra 9,9% superior ao ano passado.

Entre os outros grãos para os quais são esperadas safras de mais de 1 milhão de toneladas, houve aumentos nas previsões do algodão herbáceo em caroço (2,2% a mais do terceiro para o quarto prognóstico) e sorgo (4,1%). Esses produtos devem fechar 2019 com aumentos de safras de 8,9% e 3,3%.

A previsão da safra do feijão, apesar de ter tido aumento de 1,6% do terceiro para o quarto prognóstico, deve fechar o ano com queda de 1,5% em relação ao ano passado.

Já o trigo teve uma revisão para baixo do terceiro para o quarto prognóstico (-0,4%) e agora espera-se uma safra 4,3% menor para o grão neste ano.

Outros produtos

O IBGE também faz previsões para outros produtos importantes da agricultura brasileira, como a cana-de-açúcar, principal lavoura do país em volume, que deverá ter queda de 1,2% de 2018 para 2019.

Outros produtos com queda esperada são: café (-10,8%), batata-inglesa (-7%), laranja (-5,7%) e uva (-15,1%). Por outro lado, esperam-se altas da banana (0,9%), mandioca (4,2%) e tomate (6,1%).

(Agência Brasil)

Crime ambiental e fotografia, uma relação em debate no Porto Iracema das Artes

O fotógrafo Rubens Venâncio e a professora Germana Moraes, do curso de Direito da UFC, debaterão, a partir das 19 horas desta quinta-feira, a fotografia no contexto de crimes ambientais como o de Brumadinho, ocorrido no último dia 25 de janeiro. A atividade é gratuita, aberta a todos os interessados e ocorrerá no auditório do Porto Iracema das Artes.

Venâncio é também pesquisador e professor do curso de Artes Visuais (URCA) e fotografou o desastre de Mariana, tragédia de 2015, enquanto Germana Moraes pesquisa a natureza como “sujeito de direito”, ou seja, com capacidade de representação judicial. Já representou o Brasil em assembleia da Organização das Nações Unidas, onde o tema foi discutido. É também juíza federal no Estado.

SERVIÇO

*Porto Iracema das Artes  – Rua Dragão do Mar, 160 – Praia de Iracema.

(Foto – Rubens Venâncio)

MEC finaliza proposta de ampliação das escolas cívico-militares no País

O Ministério da Educação (MEC) deve anunciar nos próximos dias as ações para ampliar o número de escolas cívico-militares no país. Na semana passada, houve uma reunião da equipe responsável. A Agência Brasil apurou que faltam apenas os ajustes finais antes do lançamento da política. Aumentar o número de escolas cívico-militares no país é uma das prioridades do MEC, que passou a contar com uma Subsecretaria de Fomento às Escolas Cívico-Militares.

Atualmente, são 120 escolas em 17 estados do país com o modelo, a maior parte em Goiás, com 50 estabelecimentos de ensino, de acordo com levantamento da Polícia Militar do Distrito Federal (DF). Na conta ainda não estão incluídas as escolas do DF.

Em nota, no mês passado, o MEC informou que o modelo se justifica pelos altos índices de criminalidade brasileiros. “O Ministério da Educação buscará uma alternativa para a formação cultural das futuras gerações, pautada no civismo, na hierarquia, no respeito mútuo, sem qualquer tipo de ideologia, tornando-os desta forma cidadãos conhecedores da realidade e críticos de fatos reais.”

De acordo com o ministério, são considerados também o desempenho positivo dessas escolas e os “elevados índices nas avaliações”.

O modelo de escola, segundo o MEC, “contará com a participação de vários segmentos da sociedade. Cada ente envolvido, dentro de sua esfera de competência, terá importância fundamental para a construção de um Brasil melhor. Essas unidades de ensino serão voltadas para as famílias que concordam com essa proposta educacional”. Para ser implementado, o modelo precisa da participação de estados e municípios.

Moral e cívica

Com a ampliação das escolas cívico-militares, voltou ao debate a inclusão da disciplina educação moral e cívica em sala de aula, que é defendida pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez. No Distrito Federal, nas escolas cívico-militares, haverá aula de ética e cidadania.

Sob o nome educação cívica, moral e física da infância e da juventude, a disciplina tornou-se obrigatória no governo de Getúlio Vargas, em 1940. O objetivo era a formação da consciência patriótica.

A disciplina foi adotada também em 1969. Instituída por decreto, tinha como objetivos a preservação, o fortalecimento e a projeção dos valores espirituais e éticos da nacionalidade; culto à pátria, aos seus símbolos, tradições, instituições e aos grandes vultos de sua história; o aprimoramento do caráter, com apoio na moral, na dedicação à família e à comunidade, entre outros.

(Agência Brasil)

O tucano e as rosas que falam

168 1

Com o título “O tempo passa”, eis artigo de Carlos Matos, deputado estadual, que está publicado no O POVO desta terça-feira. Ele fala sobre o mercado das rosas, que brotou no Estado e literalmente floresceu como importante nicho para a economia Confira:

É interessante ver a maturidade dos projetos; de uma iniciativa que surgiu no passado, hoje tornar-se referência nacional. Converter sol em riqueza e promover alta eficiência hídrica do ponto de vista físico, social e econômico. Esse era o nosso desafio. Quando se pensou em produzir rosas no Ceará, era exatamente com esse propósito. Somos um estado com déficit hídrico mas, ao mesmo tempo, temos 2.800 horas de sol por ano e um volume de fotossíntese inigualável entre outras regiões do País. Basta ver o efeito na produtividade. No Ceará, chega-se a produzir 350 rosas por metro quadrado frente às 150 que se consegue produzir em São Paulo, por exemplo. A partir da ação de muitos produtores cearenses, da pioneira de rosas no Ceará, a Cearosa e, principalmente, da vinda da maior empresa produtora de rosas do País para o Ceará, o grupo Reijers, transformamos em realidade o que pareceria ser apenas um sonho.

Precisamos ter sempre a ousadia de pensar diferente com base nos nossos grandes fatores de competitividade. O cearense sabe fazer a diferença. Temos o sol, temos as mentes brilhantes, temos uma infraestrutura construída. Ou seja, temos os pré-requisitos para fazer nascer uma nova economia no Ceará, uma economia mais intensa em criatividade e em inovação para que se possa avançar na produtividade. Essa é a grande lição do projeto Flores no Ceará, um verdadeiro choque de produtividade, uma nova agricultura. São Benedito, hoje, é outra cidade. A principal fonte de renda dos moradores vem das flores, do campo.

O ex-governador Tasso Jereissati acreditou, a senhora Renata Jereissati também foi uma grande incentivadora, e os empresários confiaram, investiram talentos e recursos para o bem do Estado. Nessa semana, o Ceará receberá a visita da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Ela virá conhecer de perto os frutos desse trabalho. Acreditar, perseverar as boas políticas públicas e encontrar aliados que queiram fazer a diferença são fundamentais para o desenvolvimento do nosso Estado. Estamos todos de parabéns! Bem-vinda ao Ceará, ministra. n

*Carlos Matos,

Deputado estadual do PSDB.

(Foto – ALCE)

Banco Central – Inflação está em níveis “confortáveis”

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) considera que a inflação está em níveis “apropriados ou confortáveis”. A informação, divulgada hoje (12), consta da ata da última reunião do comitê, que decidiu na semana passada manter a taxa básica de juros, a Selic, em 6,5% ao ano, o mínimo histórico.

“Diversas medidas de inflação subjacente [ação que procura captar a tendência dos preços, desconsiderando variações temporárias] se encontram em níveis apropriados ou confortáveis, inclusive os componentes mais sensíveis ao ciclo econômico e à política monetária [definição da taxa Selic]”, diz a ata.

O Copom, mais uma vez, optou por não dar indicações sobre as próximas reuniões para definir a Selic. “Todos concordaram que a atual conjuntura recomenda manutenção de maior flexibilidade para condução da política monetária, o que implica abster-se de fornecer indicações de seus próximos passos. Os membros do Copom [diretoria do BC] reforçaram a importância de enfatizar o compromisso de conduzir a política monetária visando a manter a trajetória da inflação em linha com as metas”, destaca o comitê.

Com relação ao cenário externo, o Copom avaliou que permanece desafiador, mas com alguma redução e alteração do perfil de riscos” para a inflação no Brasil. “Diminuíram os riscos de curto prazo associados à normalização das taxas de juros em algumas economias avançadas. Por outro lado, aumentaram os riscos associados a uma desaceleração da economia global, em função de diversas incertezas, como as disputas comerciais e o Brexit [saída do Reino Unido da União Europeia]”. O aumento das taxas de juros de países como Estados Unidos pode levar à saída de investidores de nações emergentes, como o Brasil, para aplicar em títulos americanos, o que leva à alta do dólar.

No mercado interno, o nível de ociosidade elevado da economia brasileira pode fazer com que a inflação fique abaixo do esperado. Por outro lado, diz o Copom, “uma frustração das expectativas sobre a continuidade das reformas e ajustes necessários na economia brasileira” pode elevar a inflação.

Na semana passada, pela sétima vez seguida, o Copom manteve os juros básicos da economia. A decisão unânime era esperada pelos analistas financeiros.

A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Para 2019, o Conselho Monetário Nacional (CMN) estabeleceu meta de inflação de 4,25%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual. O IPCA, portanto, não poderá superar 5,75% neste ano nem ficar abaixo de 2,75%. A meta para 2020 foi fixada em 4%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual.

(Agência Brasil)

MPCE faz operação contra a corrupção em Missão Velha. Entre alvos, um ex-prefeito

Promotores de justiça integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) realizam, nesta manhã de terça-feira (12), uma operação com a finalidade de cumprir três mandados de prisão no município de Missão Velha (Região do Cariri).

São alvos o ex-prefeito dessa cidade, Tardiny Pinheiro, e duas ex-secretárias da gestão de Tardiny. Também estão em andamento sete mandados de busca e apreensão, inclusive no prédio da Prefeitura de Missão Velha.

As investigações remontam ao período da administração anterior, quando mais de R$ 7 milhões teriam sido transferidos da conta da Prefeitura para uma empresa de assessoria e digitação, suposta de forma irregular, configurando indício de desvio de dinheiro do erário, informa a assessoria de imprensa do MP do Ceará.

Sistema Fetrans oferece curso gratuito para cobrador que queira ser motorista de ônibus

234 1

O Sistema Fetrans, por meio do Sest/Senat, vai promover formação especial e gratuita para cobradores do transporte coletivo urbano de passageiros que desejem atuar como motoristas de ônibus. Essa categoria tem sido impactada pelo avanço do pagamento via cartões magnéticos.

O curso inclui ainda uma especialização presencial exigida para atuação na profissão, bem como aperfeiçoamento realizado no simulador de direção. As inscrições terão início no dia 19 de fevereiro.

SERVIÇO

*Inscrições e mais informações – www.sestsenat.org.br/qualificacao.

(Foto – Reprodução)

Lava Jato – 77% dos brasileiros acreditam que operações vão aumentar

A Operação Lava-Jato não vai desacelerar com a chegada do juiz Luiz Antônio Bonat. É o que mostra um levantamento feito pela Paraná Pesquisas.

De acordo com levantamento divulgado na Veja Online, 77,2% dos brasileiros acreditam que as ações policiais vão aumentar neste ano e que, na maior parte das vezes, elas são justas (65,7%).

Quase metade (47%) está acompanhando os desdobramentos da Lava-Jato da mesma forma, apesar da saída de Sergio Moro para ocupar o Ministério da Justiça e Segurança Pública no governo Bolsonaro.

Enel divulga balanço de projetos sociais tocados em 2018

No Ceará, o diretor José Nunes dedica especial atenção a esse segmento.

O Programa Ecoenel reciclou mais de 4 mil toneladas de resíduos no Ceará, gerando bônus de mais de R$ 950 mil nas faturas de energia de 19.518 clientes. Em 12 anos de projeto, foram reciclados 36 mil toneladas de resíduos e R$ 5.940.219,62 concedidos em descontos na conta de luz, com uma economia de energia na ordem de 150.304.254 kWh. Dados constam do Balanço 2018 dessa distribuidora de energia.

Já o programa Enel Compartilha Eficiência beneficiou 27.412 cearenses em diversas comunidades. Ao todo, o programa substituiu 4.550 geladeiras velhas por modelos mais novos, 20.550 lâmpadas incandescentes ou fluorescentes por modelos mais econômicos de LED e também realizou palestras sobre uso eficiente de energia elétrica. Nos 10 anos do programa, a companhia informa ter substituido mais de 102 mil geladeiras e 391.607 lâmpadas, beneficiando um total de 254.784 pessoas no Ceará.

(Foto – Divulgação)

Advogados de Lula vêem coincidências entre sentenças de Hardt e Moro

No recurso contra a condenação do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva no caso do sítio de Atibaia (SP), a defesa do petista vai apontar similaridades na redação da sentença proferida por Gabriela Hardt com a redigida pelo então juiz Sergio Moro no do tríplex. É o que informa nesta terça-feira a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Os advogados de Lula identificaram que Hardt alterou a ordem de trechos, mas utilizou frases e expressões idênticas àquelas utilizadas pelo hoje ministro.

Na parte em que trata da dosimetria da pena, um parágrafo inteiro é idêntico ao escrito por Moro em 2017.

(Foto – Reprodução de Youtube)

Em Caucaia, Prefeitura realiza ações contra o Aedes aegypti na zona das praias

166 1

A Secretaria da Saúde de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza) realiza ações de mobilização e enfrentamento do mosquito Aedes aegypti em seu litoral. O objetivo é prevenir contra o transmissor das arboviroses (dengue, zika e chikungunya). A operação prioriza nessa etapa Iparana.

Os agentes de combate ao Aedes aegypti realizam mutirão de limpeza e visitas às residências em busca de criadouros do mosquito. A equipe de mobilização social também esteve na Escola Erbe Teixeira Firmeza. Aproveitou o início do ano letivo para orientar famílias sobre como eliminar focos do inseto.

Mutirões como esse vão acontecer semanalmente nos bairros de índices de maior infestação predial, garante a pasta da Saúde.

Em paralelo, a Secretaria Municipal de Educação (SME) está com propostas de tema para um concurso de redação sobre o assunto. Também em parceria com o setor de Mobilização Social da SMS, a SME irá reativar brigadas nas escolas.

(Foto – Divulgação)

Carnaval 2019 – Creci-CE faz campanha contra golpe da casa por temporada

Nada de ficar no bloco da saudade.

O Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci), no Ceará, promove campanha alertando sobre riscos de alugueis por temporada no período do Carnaval. A situação é mais comum do que se imagina: o interessado aluga o imóvel diretamente com o suposto proprietário que apresenta a residência, na maioria das vezes apenas pela internet, através de fotos e vídeos. O espaço com piscina, pátio espaçoso e churrasqueira, na realidade, pertenceria a outra pessoa e nunca esteve disponível para locação.

A entidade orienta que interessados devem ter cuidado também com preços muito abaixo do valor de mercado e desconfiar das propostas, principalmente através da utilização de aplicativos de hospedagem para locação. A campanha está nas redes sociais da autarquia federal.

Para ajudar o interessado, o Creci lançou o Portal Imobiliário, uma plataforma digital de venda e aluguel de imóveis para os corretores de imóveis autônomos e imobiliárias cadastrarem imóveis gratuitamente e a sociedade ter a segurança necessária nas transações imobiliárias.

“Para anunciar no portal, é preciso ser um corretor ativo, em dia com as obrigações pecuniárias, ter obrigatoriamente um e-mail oficial @creci.org.br e se submeter a fiscalização virtual a qualquer momento por está publicando em um ambiente oficial os seus imóveis. Isso garantirá mais segurança à sociedade, porque será possível rastrear o anúncio pelo número do Creci, já que se o mesmo for falsificado, jamais terá a autorização do sistema conselhonet.gov.br para lançar suas informações, além de deixar os registros virtuais comuns como o endereço do IP da máquina que fez o falso anuncio se for o caso”, explica Rodrigo Costa, vice-presidente do Creci/Ceará.

Golpes

De acordo com o setor de fiscalização do Creci, somente no ano passado, foram emitidos quase trezentos autos de infração por exercício ilegal da profissão de corretor de imóveis. Apenas no mês de janeiro, 28 (pessoas físicas) e 8 (pessoas jurídicas) foram autuadas.

A profissão de corretor de imóveis é regulamentada pela lei nº 6.530, de 12 de maio de 1978, regulamenta a profissão de Corretor de Imóveis e disciplina o funcionamento de seus órgãos de fiscalização.

Hoje, o Ceará possui cerca de dezessete mil profissionais corretores de imóveis inscritos no Creci e mil imobiliárias em atividade.

SERVIÇO

*Para denunciar – (85) 3031 3076.

*Acesse o link do Portal Imobiliário: http://portalcrecice.org.br/

Revalida – Médicos farão exame no dia 10 de março

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou que 46 participantes do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2017 terão de refazer a prova no próximo dia 10 de março, em Brasília.

Segundo o Inep, a prova será reaplicada porque foi constada uma irregularidade “de natureza ainda não esclarecida, que inviabilizou a gravação da avaliação, das estações 1 e 6, em uma sala” do teste no Hospital Universitário de Brasília. Os médicos que farão o Revalida novamente representam 4% dos 947 que prestaram o exame em novembro do ano passado.

O Inep informou que, no último dia 8 de fevereiro, foi avisado do problema e acionou a Polícia Federal “para apuração dos fatos, que pode indicar imperícia, imprudência, negligência ou dolo nos procedimentos adotados”. A prova de Habilidades Clínicas foi aplicada pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

Conforme o Inep, os custos de toda a reaplicação, incluindo deslocamento, hospedagem e alimentação dos 46 participantes serão integralmente cobertos pelo Cebraspe, sem ônus para o instituto. O Inep vai notificar os participantes afetados.

Resultados

Na prova de Habilidades Clínicas, o médico percorre dez estações para resolução de tarefas sobre investigação de história clínica, interpretação de exames complementares, formulação de hipóteses diagnósticas, demonstração de procedimentos médicos e aconselhamento a pacientes ou familiares.

Para o Inep, o problema na aplicação da prova prejudica o desempenho dos 46 participantes, “uma vez que o edital do Revalida 2017 prevê que, em cada estação, todos seriam submetidos a uma avaliação presencial e a outra com base nas filmagens produzidas”.

Além disso, a apresentação de recursos contra o resultado preliminar fica prejudicada, “tendo em vista que os participantes que fizeram as provas nos citados módulos não terão as suas filmagens disponíveis para fundamentar” a contestação.

O exame sustenta o processo de revalidação dos diplomas de médicos formados no exterior, feito por algumas universidades públicas. O Revalida destina-se a brasileiros e estrangeiros que querem exercer a profissão no Brasil.

(Agência Brasil)

Ciro passa temporada nos EUA, mas sem tirar o olho do Brasil

345 4

Ciro Gomes tomou a rota dos EUA.

Nada de especial na agenda em território norte-americano. Mas, segundo amigos próximos, ele passará ali uma semana em clima de temporada. Com direito a boas conversas com formadores de opinião acerca da imagem do Brasil lá fora.

O então candidato a presidente da República pelo PDT já avisou que a aprovação da reforma da Previdência é necessária. Até recrutou Mauro Filho, deputado federal eleito e que atuou como coordenador do plano econômico, para boas conversas sobre o tema com Paulo Guedes, ministro da Economia.

O PDT, enfim, quer ajudar. Mas desde que a reforma de Bolsonaro traga boa carga das suas propostas.

(Foto – Facebook)

Nem uma visitinha de Mourão

157 2

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) completou, nessa segunda-feira, 15 dias internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Segundo os seus médicos, deve ter alta amanhã.

Mas, segundo informa o jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo, nesse período todo, faltou alguém muito importante na lista de visita a Bolsonaro: o seu vice, o general Hamilton Mourão.

Ali, ele nem pisou, embora tenha, no sábado, com o presidente pelo telefone.

(Foto – Agência Brasil)

Senado – Reunião de líderes deve definir comissões e pauta

Acontecerá nesta terça-feira , a partir das 14 horas, uma reunião de líderes partidários no gabinete da Presidência do Senado. A expectativa é de que, em seguida, haja a primeira sessão deliberativa do ano.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e os líderes partidários devem definir as presidências das comissões permanentes e, também,  a pauta da sessão deliberativa.

Ou seja, a ordem é começar a trabalhar nessa Casa.

(Com Agências)