Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Dia da Criança é festejado com atendimento à comunidade

foto eim dia criança

Cem crianças receberam neste fim de semana atendimento odontológico, ouviram músicas infantis e contação de histórias, assistiram filme, participaram de brincadeiras e apreciaram lanche. A promoção foi da EIM Instalações Industriais, que há 20 anos patrocina o tradicional Dia das Crianças na sede da empresa, no bairro Cambeba, além de contemplar a comunidade do entorno.

Com base na Declaração Universal dos Direitos da Criança, reconhecida pela Organização das Nações Unidas em 1959, em que toda criança tem o direito à educação e ao lazer infantil (Princípio VII), o direito à alimentação e assistência médica (Princípio IV) e o direito a crescer dentro de um espírito de solidariedade, compreensão, amizade e justiça (Princípio X), a EIM Instalações Industriais acredita que o Dia das Crianças é mais que uma data comercial.

Emily Vitória, 9, diz que a comunidade aguarda pelo evento durante todo o ano. “Desde pequena, venho comemorar o Dia das Crianças aqui. É bom demais. Espero que tenha sempre. Este ano teve sessão de cinema. Adoro filmes de aventura e ação”, disse a menina.

(colaborou Caroline Borralho, da Assessoria de Comunicação da EIM Instalações Industriais)

O mundo (im)perfeito das pesquisas

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (12):

Mais uma vez, as pesquisas de intenção de voto encontram-se na berlinda. No Ceará e no Brasil, muitos dos “retratos” batidos pelos institutos na véspera da eleição contrariaram a realidade advinda das urnas. Em editorial na segunda-feira passada, um dia após os resultados da apuração, O POVO já levantou a questão e afirmou que “os institutos precisam oferecer uma resposta muito clara a respeito”.

Pois é. A nossa gloriosa imprensa tratou de ouvir a versão dos institutos. De forma geral, desviaram o braço da seringa. Na média das declarações, argumentam o seguinte: as pesquisas retratam o passado, mas não tem nenhuma responsabilidade sobre o futuro. Ou seja, elas captam a intenção de voto do momento em que auscultam os eleitores e apenas apontam tendências. O que acontece depois da pesquisa, mesmo que seja apenas um dia depois, não lhes diz respeito. Trocando em miúdos, os institutos disseram que nunca erram.

Sob a ótica da explicação concedida pelos institutos, a imensa diferença entre o que as pesquisas, por exemplo, apontaram na disputa para senador no Ceará e a realidade da apuração, não é erro. Mesmo que essa diferença tenha ocorrido muito acima da margem de erro. Óbvio que não é algo razoável. Tamanha migração de votos da noite para o dia jamais poderia passar sem ser devidamente notada.

O curioso é que não aconteceu nada no mundo da política para justificar migrações de grande relevo nessa disputa de senador. Também não é razoável que todas as pesquisas tenham apontado a constante liderança de um candidato (Eunício Oliveira) e, no fim das contas, as urnas darem a liderança para outro (Camilo Santana).

O mesmo se deu na eleição presidencial. Os quase 34% obtidos por Aécio Neves (PSDB) foi muito distante do percentual apontado pelas pesquisas. Não é fato novo. Na disputa pela Prefeitura de Fortaleza em 2012, os milhares de eleitores que aderiram à candidatura de Heitor Férrer (PDT) não foram vistos pelos institutos na véspera da votação.

Com seus partidos frágeis e o personalismo entranhado, a nossa política deixa-se levar demasiadamente pelas pesquisas. Não faz muito tempo, houve registro de políticos que chegaram a sugerir pesquisa de intenção de voto para decidir se o candidato de determinado partido seria A ou B. Felizmente, essa excrescência não vingou, muito embora o desempenho nas pesquisas ainda sirva de argumento político nas disputas internas.

É fato que há migrações de última hora. É fato que o eleitor brasileiro é instável e, circunstancialmente, move sua intenção de voto. Porém, jamais a ponto de tais movimentos não serem percebidos até pelo olhar e audição atentos dos vendedores de milho verde cozido. A divulgação de pesquisas é livre no Brasil e assim deve permanecer. Cabe à política colocá-las no devido lugar, como meros instrumentos de auxílio à leitura da realidade. A julgar pelas contradições entre os números das pesquisas e os números da apuração, os eleitores já agem assim. Felizmente.

Não sem prejuízos. A pesquisa é, e continuará sendo, um instrumento de animação da militância dos candidatos e partidos. Da mesma forma, elas estimulam a generosidade ou a avareza dos doadores.

Democracia manipulada?

120 7

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (12):

O segundo turno coloca frente a frente, sem mais nenhum disfarce, os dois projetos de sociedade e de país que disputam a condução dos destinos da nação mais importante da América Latina. De um lado, o legítimo projeto popular, inclusivo, das forças progressistas lideradas pelo PT; de outro, o igualmente legítimo projeto neoliberal, dos mercados, apoiado reconhecidamente pelos núcleos mais poderosos das elites econômicas e do conservadorismo de centro-direita e de direita aglutinados em torno do candidato do PSDB.

A eles se agregou o novo PSB. Projeto que mobiliza a mais poderosa articulação conservadora jamais reunida, no Brasil, desde o golpe de 1964, para barrar pelas urnas (felizmente não mais pelas armas) a continuação de um modelo de desenvolvimento nacional levado a cabo por um governo que se orgulharia de não se ajoelhar diante dos mercados e da Casa Branca, e de dar sequência à tradição soberana e nacionalista de Vargas e Goulart.

A satisfação diante de uma nova eleição presidencial pós-ditadura frustra-se frente à escandalosa e massiva campanha de manipulação das consciências, a partir de vazamentos ilegais e seletivos de trechos de depoimentos de acusados de corrupção beneficiados com a delação premiada, sem que se possa aquilatar sua veracidade neste momento.

A avalanche de desinformação, martelada massivamente, atentaria contra a democracia e as garantias constitucionais porque se utilizaria de um recurso ilegal e inconstitucional para alvejar um dos lados da disputa, supostamente com o intuito de prejudicá-lo eleitoralmente, sem que este possa lançar mão imediatamente do direito de usar o instrumento democrático e constitucional do contraditório para se defender, por não poder acessar todo o inquérito, neste momento

Gera-se a seguinte situação com a realização de depoimentos durante a campanha: se alguém tiver sido acusado injustamente, só poderia provar sua inocência depois de passadas as eleições e consumado o prejuízo eleitoral. Ora, isso em qualquer lugar civilizado seria classificado de “golpe branco”. Que outro nome se poderia dar a um resultado eleitoral eventualmente conseguido a partir de meios tão escusos? No mínimo, seria considerado moralmente ilegítimo, com consequências inimagináveis para a estabilidade da nossa democracia.

Secretária Socorro Martins esclarece contratos com o ISGH

716 13

socorromartinss

Em nota enviada ao Blog, a secretária de Saúde de Fortaleza, Socorro Martins, esclarece que os contratos do Município com o ISGH não são de terceirização, mas de gestão. Nesta segunda-feira (13), sindicatos da área da saúde denunciam possíveis irregularidades ao Ministério Público Estadual. Confira:

Prezado Eliomar de Lima,

Diante de nota publicada no seu Blog de notícias e confiante no seu compromisso profissional com a verdade dos fatos, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) esclarece que a relação da SMS com o Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) não se configura como contrato de terceirização de mão de obra, mas sim de contrato de gestão, contratos que foram firmados com o objetivo de contemplar a prestação de serviços na rede de atenção primária de Fortaleza, ou seja, nos 92 Postos de Saúde da Capital, além dos 14 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e nas três UPAS que foram construídas e inauguradas na atual gestão do Município de Fortaleza.

Entre os serviços contratados, estão: realização diária de coleta de exames nos postos de saúde (serviço que na gestão anterior não era diário e não tinha prazo para entrega de resultados), a aquisição e abastecimento de medicamentos nas farmácias dessas unidades com os remédios indicados pelo Ministério da Saúde para a Atenção Primária, além de ambiência, segurança e conectividade, entre outros.

O valor dos contratos, no montante de R$ 384 milhões, é referente à prestação de serviços e demandas citadas pelo período de três anos, prazo que começou a contar a partir de 2013.

A SMS informa, ainda, que os contratos firmados com o ISGH seguiram todos os trâmites legais necessários e exigidos em lei. Ao contrário do que afirmaram as fontes que lhe induziram a erro, a minuta foi sim encaminhada ao Conselho de Saúde de Fortaleza para análise, antes da assinatura do contrato, como deve ser feito no serviço público.

Para quaisquer outras informações, já nos colocamos à disposição.

Socorro Martins

Secretária Municipal de Saúde de Fortaleza

Istoé/Sensus mostra Aécio com 17,6 pontos de vantagem

88 2

A pesquisa Istoé/Sensus de intenção de voto para a Presidência da República, divulgada nesse sábado (11), aponta uma vantagem de 17,6 pontos para Aécio Neves (PSDB), em relação à candidata Dilma Rousseff (PT).

Segundo levantamento realizado entre a terça-feira (7) e a sexta-feira (10), com dois mil eleitores de 136 municípios das cinco regiões do país, Aécio Neves está com 58,8% dos votos válidos, enquanto Dilma Rousseff soma 41,2%. Uma diferença de 17,6 pontos percentuais. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

De acordo ainda com a pesquisa, Dilma estaria com 46,3% de rejeição e Aécio com 29,2%.

(com informações da IstoÉ)

Trabalhador próximo à aposentadoria poderá ganhar estabilidade

Empregadores poderão ficar proibidos de demitir trabalhadores em via de conseguir o direito à aposentadoria. A proposta faz parte de um projeto de lei do deputado Vicentinho (PT-SP), e valerá para celetistas (regimes pela Consolidação das Leis do Trabalho – Decreto-Lei 5.452/43) que vão se aposentar por idade, por tempo de contribuição ou em regime especial.

Pelo texto, ganham estabilidade os trabalhadores para os quais faltem 18 meses para aposentar-se e que tenham, no mínimo, dez anos de atividade na mesma empresa. Para empregados que alcancem o direito à aposentadoria em 12 meses, o tempo mínimo de atuação na mesma empresa cai para cinco anos.

Segundo Vicentinho, o projeto tem o propósito de impedir o dano causado pela demissão imotivada de profissionais que dedicaram sua força de trabalho ao mesmo empregador por longo período de sua vida.

(Agência Câmara Notícias)

Professor da Biologia da UFC recebe prêmio nacional

O professor Diego Adaylano Monteiro Rodrigues, do Departamento de Biologia da UFC, foi declarado ganhador do Prêmio Professor Rubens Murillo Marques 2014, iniciativa da Fundação Carlos Chagas (FCC) que prestigia experiências educativas inovadoras realizadas por docentes de Licenciatura na formação de professores para o ensino básico.

Na disciplina “Instrumentalização para o Estudo da Ciência I”, o professor Diego Adaylano desenvolveu uma sequência didática que estimula o protagonismo e a autoria de alunos do 1º semestre do Curso de Ciências Biológicas da UFC.

Nessa disciplina, a divulgação científica foi trabalhada a partir da análise dos alunos sobre como a Ciência é divulgada, da criação de uma revista de divulgação científica com artigos produzidos pelos alunos, e da formulação de projetos de divulgação científica, partindo de um problema escolhido pelos alunos.

Para estimular o desenvolvimento dessas atividades, o professor criou dinâmicas, promoveu discussões que trabalham a imagem da Ciência e do cientista, indicou livros e sites de divulgação científica, desenvolveu grupos no Facebook e produziu, com ajuda de alunos e monitores, um site para divulgar a revista e os projetos (http://ipecriancasrevista.wix.com/ipecriancas)

Além do professor Diego, também recebeu o prêmio o professor Nabil Araújo, do Instituto de Letras da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

(UFC)

Paciente com suspeita de ebola pode receber alta na segunda-feira

Os médicos da Fundação Oswaldo Cruz informaram neste sábado (11) que passa bem o paciente com suspeita de ebola, internado no Rio de Janeiro. Soullymane Bah, de 47 anos, continua sob observação e pode receber alta na segunda-feira (13), após o resultado do segundo exame. Ele recebeu com alívio o laudo negativo do primeiro teste, divulgado mais cedo. Neste domingo (12) ele repetirá o exame, que pode descartar definitivamente o diagnostico de ebola.

“Dando negativo, ele passa a ser um paciente viajante, que veio da África e que teve um quadro febril. Clinicamente, se não houvesse a suspeita do ebola, ele não precisaria ficar internado”, explicou o médico infectologista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Jorge Cerbini. De acordo com o diretor do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI), Alejandro Hasslocher, onde Soullymane recebe os cuidados médicos, todo paciente com suspeita de qualquer doença infecciosa grave, é submetido a dois exames para confirmar a doença. No caso do paciente da Guiné, no entanto, os médicos acreditam que o ebola não deve ser confirmado.

“Ele não teve nem febre desde que chegou, então, o risco é baixíssimo”, avaliou a infectologista do INI, Marília Santini. “O que acontece no ebola é que quanto mais doente, maior a quantidade de vírus no sangue. Então, se você colheu [o sangue] no primeiro dia e a pessoa não está muito doente, [o exame] pode dar negativo. Em dois dias, se a pessoa tem o vírus, dá positivo. Por isso, não podemos dizer ainda que a chance de dar negativo é zero”, ponderou.

Caso receba a alta, a liberação do paciente dependerá da logística para transportá-lo de volta ao Paraná, de onde veio ao Rio em avião da Força Aérea Brasileira. O esquema especial na Fiocruz será mantido até o resultado do segundo exame, que sai na segunda-feira.

(Agência Brasil)

Permissionários do Mercado Central começam a discutir reforma

86 2

foto salmito mercado central

Em reunião nesta semana com permissionários do Mercado Central, o secretário de Turismo de Fortaleza (Setfor), Salmito Filho, ouviu propostas dos comerciantes do terceiro piso. No próximo ano, a Setfor terá R$ 20 milhões para investir na reforma do equipamento.

Segundo o secretário Salmito Filho, a Prefeitura não iniciará a obra sem antes não ouvir as prioridades dos permissionários. Na terça-feira (14), a partir das 17h30min, Salmito irá ouvir permissionários de mais um piso do Mercado Central.

O desempenho dos ex-integrantes do governo Cid

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (11), pelo jornalista Érico Firmo:

Vários ex-secretários e ex-ocupantes de cargos no governo Cid Gomes (Pros) tentaram vagas na Assembleia Legislativa, mas com índice bem reduzido de sucesso. O único eleito foi Evandro Leitão (PDT), ex-secretário do Trabalho de Desenvolvimento Social. Ex-titular da poderosa Secretaria da Saúde, uma das que mais receberam investimentos no governo Cid, Arruda Bastos teve 7.780 votos e ficou apenas como quinto suplente do PCdoB.

O polêmico ex-secretário da Segurança Pública, coronel Francisco Bezerra (Pros), teve 18.365 votos e ficou na 11ª suplência do blocão formado por PT, PSD, PTB, PSL, PHS, PRB, PTB, PV, SD, além do próprio Pros. O ex-delegado-geral Luiz Carlos Dantas (PPS), que comandou a Polícia Civil desde o primeiro governo Cid até setembro do ano passado, teve 10.877 e é o oitavo suplente da coligação composta por PPS, PTN e PSDC.

Para deputado federal, Almircy Pinto (PSD), que foi chefe adjunto do gabinete de Cid Gomes nos dois mandatos, teve 21.421 votos e ficou como nono suplente da aliança composta por Pros, PT, PP, PRB, PDT, PTB, PSL, PHS, PSD, PCdoB e SD. E houve ainda Mauro Filho, secretário da Fazenda desde o primeiro governo até o ano passado, que foi derrotado por Tasso Jereissati (PSDB) na disputa pelo Senado.

Outros dois ex-secretários seguem na disputa do segundo turno para governador: Camilo Santana (PT), ex-titular das Cidades e, no primeiro governo, do Desenvolvimento Agrário, e sua vice, Izolda Cela (Pros), que comandou a Educação até o primeiro semestre deste ano.

Eventos com atrasos de horários podem devolver dinheiro ao público

Produtores de espetáculos culturais ou esportivos podem ser obrigados a restituir o valor pago pelos consumidores em caso de atraso superior a 40 minutos, cancelamento ou adiamento da apresentação.

Pelo Projeto de Lei 7574/14, sempre que ocorrer uma dessas situações, o preço do ingresso deve ser restituído imediatamente, no caso de pagamento em dinheiro. Caso a quantia tenha sido paga por outras formas, a restituição deverá ocorrer em, no máximo, cinco dias úteis.

Produtores e casas que infringirem essas regras ficarão sujeitos às sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90). As penas constantes no código vão de multa a detenção de até dois anos.

A lei de proteção ao consumidor traz também punições administrativas. Dentre elas, suspensão de fornecimento de produtos ou serviço; suspensão temporária de atividade; cassação de licença do estabelecimento ou de atividade; interdição, total ou parcial, de estabelecimento, de obra ou de atividade; e imposição de contrapropaganda.

(Agência Câmara Notícias)

Dividido, PRB decide na terça-feira entre Eunício ou Camilo

O presidente do Partido Republicano Brasileiro (PRB) no Ceará, deputado federal eleito Ronaldo Martins, convocou a Executiva Estadual do partido para uma reunião, na terça-feira (14), quando o PRB decidirá o apoio no segundo turno da eleição ao governo do Ceará, entre os candidatos Eunício Oliveira (PMDB) e Camilo Santana (PT).

O motivo da reunião é a divisão dos integrantes do partido pelas duas candidaturas. O secretário geral Euler Barbosa disse que o partido irá “ouvir as reivindicações do grupo, principalmente dos republicanos do Interior”. Já o presidente estadual Ronaldo Martins, assegura que “o PRB deve seguir a decisão da maioria”.

Contrários à regulamentação do uso de maconha serão ouvidos na segunda-feira

Mais uma audiência para colher subsídios acerca da regulamentação do uso recreativo e medicinal da maconha será realizada na segunda-feira (13) na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). Desta vez, foram convidados atores sociais que se posicionam de forma contrária a qualquer tipo de legalização. É o sexto debate convocado sobre o tema.

Exporão seus argumentos o padre Aníbal Gil Lopes, da Arquidiocese do Rio de Janeiro; o psiquiatra Marcos Zaleski; e a presidente da Associação Brasileira do Estudo do Álcool e outras Drogas (Abead), Ana Cecília Petta Roselli Marques.

O objetivo do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), relator da sugestão da população acerca do tema, é ouvir os argumentos dos setores organizados da sociedade que conhecem e lidam com o assunto para subsidiar a decisão de transformar o conteúdo da sugestão (SUG 8/2014) em projeto de lei.

O senador foi incumbido de elaborar relatório para acatar ou não a tramitação como projeto de lei da sugestão enviada pelo Portal e-Cidadania. O texto prevê que seja considerado legal “o cultivo caseiro, o registro de clubes de cultivadores, o licenciamento de estabelecimentos de cultivo e de venda de maconha no atacado e no varejo e a regularização do uso medicinal”. As sugestões enviadas pelo portal são destinadas à CDH quando chegam a 20 mil assinaturas de apoio.

(Agência Senado)

Aécio já sustenta bandeira do PSB no Ceará

218 9

eleições 2014 2t psb e psdb foto alexandre távora

Um dado curioso chamou a atenção de quem participou da reunião de adesão do PSB à candidatura Eunício Oliveira ao governo do Ceará, na manhã deste sábado (11), na sede do partido no bairro de Fátima.

A bandeira do PSB era sustentada na parede por quatro adesivos do candidato tucano à Presidência da República, Aécio Neves.

VAMOS NÓS – Olha a simbologia…

Sociedade carente de mudanças

127 6

Em artigo no O POVO neste sábado (11), o vereador Evaldo Lima (PCdoB), líder do prefeito Roberto Cláudio na Câmara Municipal de Fortaleza, avalia o desejo de mudanças nas urnas no primeiro turno das eleições. Confira:

O pleito eleitoral do último dia cinco ressignificou na composição o perfil da Assembleia Legislativa do Ceará, renovada em 52%. A nova configuração política ditará os rumos do poder Legislativo nos próximos quatro anos e devemos acompanhar de perto como as peças se posicionarão no intrincado tabuleiro de xadrez que é a política. Certo que ainda estamos diante de um panorama embrionário. Contudo, já é possível traçar observações e perspectivas sobre o que se pode esperar das relações entre Legislativo e Executivo e o reflexo no projeto que colocou o Ceará no trilho do desenvolvimento.

A Câmara Federal ganha tons mais conservadores dentre as linhas de pensamento que lá habitarão nos próximos quatro anos, com a presença de setores ligados à defesa de pautas mais reacionárias. Por outro lado, percebemos um grande crescimento da base de sustentação do governo Dilma. Os partidos que apoiam a reeleição da presidente elegeram 304 deputados federais, mais que o dobro dos 138 deputados eleitos pelas dez agremiações políticas que defendem Aécio Neves.

O que espero de produtivo neste cenário são os embates e debates de ideias, prática diária que nos levará ao ponto mais desejado: consolidar a bandeira da necessidade de uma reforma política mais profunda. A mudança das composições em sua origem enraizada, para que assim o eleitor tenha fortalecida a esperança de que, depois do seu exercício democrático nas eleições, algo digno de se chamar novo pode chegar.

Fato a ser destacado positivamente é o reforço na atuação feminina na Câmara dos Deputados. Segundo informações divulgadas pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar, 51 deputadas, de 22 Estados, foram eleitas, cinco a mais do que o visto no pleito de 2010. Não o suficiente para que possamos afirmar que o segmento feminino está inserido no fazer político.

Atenção mesmo precisa ter a força sindical no Legislativo, pois sofreu queda neste intervalo de quatro anos. Antes com 82 representantes, agora são 64 parlamentares abraçados à causa de sindicatos de todo o Brasil. Vale lembrar de que a ascensão desse perfil na Câmara veio a partir de 2002, início do Governo Lula, quando os 44 sindicalistas (eleitos em 1998) se tornaram 74.

O poder emana do sentimento democrático que vem do povo. Quando a sociedade carece de mudanças, grita por quem possa realizá-las. Que a nova formatação de grupos de deputados estaduais e federais saiba, com bastante sabedoria, refletir sobre essa questão. Pois, daqui a uma próxima corrida eleitoral, legados serão cobrados. E a mudança, independente dos perfis divergentes, deve emergir do coletivo responsável pelo bem da qualidade de vida neste País.

Leitor registra mais um abuso no trânsito de Fortaleza

foto trânsito 141011 mercado ssebastião

O leitor do Blog e radialista Aloísio Lima registrou neste sábado (11) mais um abuso no trânsito de Fortaleza. Caminhões que descarregam peixes no mercado São Sebastião e frigoríficos nos arredores costumam interditar a rua Tereza Cristina, no trecho entre a avenida Duque de Caxias e rua Clarindo de Queiroz.

O abuso é tamanho que os caminhões não se importam em estacionar na contramão. Motoristas que tentam acesso à Duque de Caxias precisam se deslocar pela rua Padre Mororó, complicando ainda mais o tráfego na Clarindo de Queiroz.