Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Copa 2014 – Atleta colombiano sofre ataques racistas de brasileiros

106 1

“Voltar a ser escravo”, “preto feioso”, “crioulo macaco” e até “levar um tiro” são algumas das inúmeras manifestações racistas sofridas pelo lateral colombiano Zuñiga, por parte de internautas brasileiros, desde que o atleta lesionou o atacante brasileiro Neymar, na partida dessa sexta-feira (4), na Arena Castelão, em Fortaleza, quando o Brasil venceu a Colômbia, por 2 a 1, e se classificou para decidir uma vaga à final da Copa do Mundo, terça-feira (8), no Mineirão, contra a Alemanha.

Em entrevista coletiva, o jogador colombiano disse que torcerá pela recuperação de Neymar e que não teve a intenção de machucar o atleta brasileiro. Zuñiga lembrou que o Brasil marcava forte, que na Colômbia marcava forte e que o choque (joelhada) fez parte do “jogo firme”.

Até o momento, o Fifa não se pronunciou sobre a situação do árbitro espanhol Carlos Velasco Carballo, que permitiu durante toda a partida o jogo violento. O lance que tirou Neymar da Copa sequer foi apontado como “falta” pelo árbitro.

(com agências)

Receita libera na terça-feira consulta ao segundo lote de restituição do IR

A consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física de 2014 estará disponível a partir das 9h da terça-feira (8), no site da Receita Federal. O lote contempla 1.060.473 contribuintes, somando R$ 1,6 bilhão. O crédito será depositado no dia 15 de julho.

Além de acessar a página da Receita Federal para saber se terá a restituição liberada neste lote, o contribuinte pode também ligar no Receitafone, no número 146. Na consulta à internet, no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC), é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

Além da restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física de 2014 também será liberado na terça-feira a consulta aos seis lotes residuais (declarações que estavam retidas na malha fina) de exercícios entre 2013 e 2008. Com esses lotes, o valor total a ser liberado no dia 15 será R$ 1,8 bilhão e abrangerá 1.122.154 contribuintes.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate no prazo, deverá requerê-la pela internet, por meio do Formulário Eletrônico Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no Portal e-CAC.

(Agência Brasil)

Neymar está fora da Copa do Mundo 2014 após levar joelhada em campo

foto neymar hospital são carlos

Neymar foi levado da Arena Castelão, em uma maca, no fim do jogo entre Brasil e Colômbia, na noite desta sexta-feira (4), para o Hospital São Carlos, na avenida Pontes Vieira. De acordo com fontes, o jogador teve uma fratura na apófice da vértebra lombar L3. A Confederação Brasileira de Futebol confirmou que ele está fora da Copa do Mundo 2014.

A lesão é muito grave e o tratamento é com corticóides e anestésicos, ainda conforme a fonte. Ele realizou exames de imagem no São Carlos após levar joelhada do colombiano Zúñiga, que o atingiu nas costas. Ainda em campo, ele mostrou sinais de muita dor. O atacante saiu do hospital por volta das 21h10min.

De acordo com o departamento médico da CBF, o caso não é cirúrgico, mas o jogador não irá se recuperar a tempo de continuar no Mundial. O médico Rodrigo Lasmar confirmou que o exame de tomografia mostrou uma fratura na terceira vértebra lombar.

“Não é uma fratura grave, não precisa de um grande tratamento. Mas ele vai precisar imobilizar, colocar uma cinta lombar. Infelizmente, não vai poder jogar (a Copa). Ele não vai conseguir se recuperar em uma semana. Mas a nossa expectativa é de uma consolidação futura da lesão. São algumas semanas para ter uma recuperação total dos movimentos”, completa.

(O POVO Online)

Vamos nós – O árbitro espanhol Carlos Velasco Carballo deveria ser responsabilizado pelo que aconteceu a Neymar. Como autoridade máxima em campo, ele permitiu que a violência imperasse entre brasileiros e colombianos, principalmente esses últimos.

Brasil sofreu, dizem jornais colombianos e argentinos

95 1

foto colombia jornais

Para a imprensa colombiana, o Brasil sofreu, mas acabou com o sonho colombiano. Apesar de eliminados do Mundial, os jogadores da Colômbia serão recebidos como heróis, segundo os principais jornais e sites do país, após levarem pela primeira vez a seleção às quartas de final de uma Copa.

A vitória brasileira não foi contestada por nenhum veículo da imprensa colombiana, tampouco a violência praticada em campo por seus atletas.

Os ataques contra a seleção brasileira, claro, partiram dos argentinos. Para o jornal Clarín, o Brasil venceu uma das melhores equipes do Mundial, mas precisa mostrar personalidade.

Imprensa mexicana pressiona embaixada para libertação de presos em Fortaleza

63 1

foto méxico pan cecilia romero

Dois dos maiores jornais impressos do México, o Récord e o La Jornada, pressionam a embaixada mexicana no Brasil para a libertação de quatro mexicanos que se encontram presos no Instituto Penal Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza. Os mexicanos Sérgio Israel Eguren Cornejo, 35, deputado pelo Partido Acción Nacional (PAN); Sérgio, Angel Rimak Eguren Cornejo, 34 (publicitário e irmão do deputado); Mateo Codinas Velten, 35 (engenheiro); e Rafael Miguel Medina Pederzini, 31, são acusados de assediar uma brasileira e espancamento do marido e do cunhado da vítima.

Os dois jornais destacam a versão de uma prisão ilegal, diante da falta de provas, e cobram mais empenho da embaixadora Beatriz Paredes.

No entanto, o site do Partido Acción Nacional (Pan), a qual integra o deputado mexicano, sequer cita o incidente. Pelo contrário. A presidente do partido, Cecilia Romero, cobra “respeito às mulheres, independente da procedência”.

Brasil supera a violência colombiana em campo e chega à semifinal

Com gols dos zagueiros Thiago Silva e David Luiz, os Brasil derrotou a Colômbia, nesta sexta-feira (4), na Arena Castelão, em Fortaleza, por 2 a 1, e se classificou para as semifinais da Copa do Mundo. James Rodríguez, de pênalti, diminuiu para os colombianos, quando o Brasil estava na vantagem de dois gols. A equipe brasileira agora enfrenta a Alemanha, na terça-feira (8), no Mineirão, para chegar à final.

O atacante Neymar teve que ser substituído durante a partida, após sofrer uma joelhada nas costas do lateral Zunga. A partida foi marcada pela violência colombiana em campo e pela omissão do árbitro espanhol Carlos Velasco Carballo.

Costa Rica registra aumento da violência doméstica em jogos da seleção

Enquanto a seleção da Costa Rica enfrentava a Grécia pelas oitavas de final da Copa do Mundo, no último domingo (29), o país registrou 20 ligações com denúncias de violência familiar por hora. Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Mulheres costa-riquenho (Inamu), durante os jogos da Copa do Mundo são registrados, em média, 150 casos a mais de violência doméstica, grande parte relacionada ao consumo de álcool.

Para evitar as agressões, a Força Pública da Costa Rica tem aumentado o patrulhamento pelas ruas do país e faz uma campanha contra a violência, alertando para o consumo excessivo de álcool. “Cartão vermelho para a violência contra as mulheres”, diz o slogan da ação.

Os jogadores da seleção costa-riquenha, conhecidos como Los Ticos, se engajaram na causa e fazem, por meio de fotos nas redes sociais, uma campanha contra as agressões domésticas. Álvaro Saborío e Celso Borges postaram em seus perfis no Facebook fotos em que seguram uma folha com a frase “Não à violência. Cuidemos Juntos!”. Em outra foto, todos os jogadores da seleção aparecem mostrando a mesma mensagem.

(Agência Brasil)

Anatel recebe chamada do MP; Vai atender?

72 2

O Ministério Público Federal no Ceará deu até o início da segunda quinzena de julho para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) se manifestar sobre a deficiência dos serviços prestados pelas operadoras de telefonia móvel no Estado. A procuradora Nilce Cunha Rodrigues teve como base o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que apontou a falta de investimentos das operadoras, apesar do crescimento da demanda.

Segundo o relatório da CPI presidida pelo deputado Wellington Landim, com relatoria do deputado Fernando Hugo, os usuários sofrem com a ausência de sinal, queda nas chamadas, lentidão na internet, cobranças indevidas, dificuldade de acesso à banda larga móvel, preços exorbitantes e dificuldades para cancelar o vínculo com as prestadoras.

Dilma envia mensagem de apoio à seleção inspirada em Gonzaguinha

Na torcida pela vitória da seleção brasileira diante da Colômbia, que se enfrentam nesta sexta-feira (4), a partir das 17 horas, na Arena Castelão, em Fortaleza, a presidente Dilma Rousseff tuitou mensagem de incentivo aos jogadores inspirada na canção E Vamos à Luta, do cantor e compositor Gonzaguinha.

“Como na música do Gonzaguinha, eu acredito é na rapaziada, que segue em frente e segura o rojão. Eu ponho fé é na fé da moçada, que não foge da fera e enfrenta o leão. #VaiBrasil”, disse a presidente na rede social.

Pela manhã, durante cerimônia de inauguração de um hospital no sul de Porto Alegre (RS), a presidente disse que, assim como todos os brasileiros, estava ansiosa para a partida. Segundo ela, as ruas do país vão, novamente, ficar vazias porque todos os brasileiros vão estar torcendo pela seleção.

(Agência Brasil)

Brasil chega à Arena Castelão

A Seleção Brasileira acaba de chegar à Arena Castelão, em Fortaleza, onde às 17 horas enfrenta a Colômbia por uma vaga nas semifinais da Copa do Mundo. O vencedor da partida enfrentará a Alemanha, que mais cedo derrotou a França, por 1 a 0, no Maracanã. O jogo será realizado no Mineirão, na terça-feira (8), a partir das 17 horas.

A partida entre brasileiros e colombianos também marca o encerramento de Fortaleza como cidade-sede da Copa.

Eleição Frankenstein

90 1

Em artigo enviado ao Blog, o jornalista Francisco Bezerra, o Bezerrinha, lamenta os remendos nas alianças partidárias nas eleições deste ano. Confira:

“Se o desonesto soubesse a vantagem de ser honesto, ele seria honesto ao menos por desonestidade”. Sócrates, filósofo grego.

Os partidos brasileiros são realmente autistas. Ou surdos, para ficar no mínimo. Eles não conseguiram ouvir as vozes roucas das ruas, nem tampouco entenderam as questões de fundo nas manifestações de junho de 2013. Os manifestantes não tinham como alvo ninguém em particular, mas o repúdio era para todos os políticos e partidos de um modo generalizado.

Em todos os logradouros, praças e locais públicos, havia uma voz uníssona: partidos e políticos, não. As agremiações foram escorraçadas dos protestos como cães sarnentos. Não escapou nenhum da sanha dos que estiveram fazendo, de forma ordeira, o que é legítimo numa democracia: protestar contra o que não concordam. Mas, mesmo nos movimentos espontâneos, há sempre os oportunistas de plantão que se aproveitam das circunstâncias para se apropriarem de bandeiras alheias. As manifestações foram perdendo fôlego na medida em que grupos fundamentalistas se misturaram aos populares que pediam mais saúde, educação e ética na política.

Pois bem, nem o recado dado no ano passado fez com que os políticos que comandam os partidos fizessem um mea culpa ou uma autocrítica. A prova é o processo eleitoral em curso. Sem nenhum pejo, os políticos brasileiros fizeram, usando os partidos como biombo, todo tipo de negociata para a formação das alianças em todos os níveis.

As coligações armadas lembram o personagem Frankenstein ou o Moderno Prometeu (Frankenstein: ortheModernPrometheus, no original em inglês), mais conhecido simplesmente por Frankenstein. Ele é protagonista daquele romance de terror gótico com inspirações do movimento romântico, de autoria de Mary Shelley, escritora britânica que ganhou as telas de cinema em várias versões. O romance relata a história de Victor Frankenstein, um estudante de ciências naturais que constrói um monstro em seu laboratório.

Os péssimos exemplos emanaram de Brasília. Os partidos viraram, assim, apenas uma sopinha de letras que isoladas não tem nenhum valor. Num cenário eleitoral sem verticalização, quando ninguém é obrigado a seguir diretriz nacional, nos corredores obnubilados dos poderes, os líderes partidários negociaram apoios desavergonhados, onde, como na lei de Gerson, o melhor é levar vantagem em tudo. Não importando a que custo. As histórias cabeludas são de fazer corar um frade de pedra.

Como nas últimas cinco eleições presidenciais, a não ser que haja uma grande zebra, tucanos e petistas vão polarizar mais uma vez a disputa. O noviço em disputas nacionais, Eduardo Campos, não deve empolgar o eleitorado. Como o povo não e besta fica fácil perceber o tamanho do arrivismo do ex-governador pernambucano que até ontem era um intransigente defensor do modo petista de governar a nação. Quando governador, Pernambuco foi o estado que mais carreou verbas para obras estruturantes. Assim como num passe de mágica o neto de Miguel Arraes se transformou no mais virulento crítico do governo Dilma. A sua candidatura, pasmem os senhores, virou linha auxiliar dos tucanos. Miguel Arraes deve estar estremecendo no caixão, posto que foi um dos mais destacados líderes da esquerda no século passado.

Destarte, o tempo é do liberou geral. Nos estados, as coligações são as mais esdrúxulas. Tem PT com PSDB, PSDB com PC do B, DEM com comunistas, progressistas com reacionários, verde com vermelho, e por aí vai. São alianças sem nenhuma coerência. O objetivo para os donos dos partidos é se dar bem.

Em tempo: o caso mais escancarado de fisiologismo foi o do PV do Ceará. O presidente estadual da sigla, Marcelo Silva, é acusado pelos próprios colegas de partido de ter se vendido ao Pros. Poucos dias depois de ter declarado apoio ao candidato de situação, a cara metade dele ganhou secretaria estadual do Meio Ambiente. Pegou muito mal para os verdes.

Sindicato da Polícia Civil diz que categoria foi enganada por titular da SSPDS

Em nota enviada ao Blog, o Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol/CE) se diz enganado pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Servilho Paiva, no trâmite governamental para o reajuste nos vencimentos dos policiais civis. À véspera para o fim do prazo para a liberação do reajuste no serviço público estadual, que se encerra neste sábado (5), a diretoria do Sinpol/CE aponta um “jogo de empurra” entre as secretarias estaduais para que o processo ficasse inviável.

Segundo a nota, após readequar a margem de reajuste solicitada pelo sindicato, a SSPDS enviou de forma “oficiosa” a proposta para a Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado do Ceará (Seplag), que repassou a solicitação à Procuradoria Geral do Estado (PGE). Segundo ainda a nota, a PGE constatou atecnias, o que gerou o retorno do processo e perda do prazo.

Novas empresas devem chegar ao Ceará, diz presidente do SindMóveis

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=EogRnuT4bMA[/youtube]

Terceira feira mais importante do país, a Top Móvel 2014 deverá reunir em Fortaleza mais de 80 participantes de todo o país, em evento a ser realizado logo após a Copa do Mundo. A informação é do presidente do SindMóveis, Júnior Osterno, que informou ainda que novas empresas deverão estar se instalando no Ceará, nos próximos meses, principalmente em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza.

O movimento das pesquisas, para além do diagnóstico

foto eunício propaganda eleitoral

Da Coluna Política, no O POVO desta sexta-feira (4), pelo jornalista Érico Firmo:

Nas pesquisas pré-eleitorais sobre a sucessão no Ceará, as simulações nas quais Camilo Santana (PT) aparecia como candidato não eram muito diferentes da maioria dos demais. Eunício Oliveira (PMDB) passava da casa dos 40%, contra 6% do petista. As projeções de um ou dois meses atrás eram diferentes do cenário que se confirmou, mas a opção governista larga em desvantagem. Camilo vai evidentemente crescer. A Eunício, cabe evitar que sua trajetória vire sangria desatada. Se possível, precisa avançar ainda mais.

Eunício formou sua aliança com forças de oposição, mas a hegemonia quase total na política do Estado é governista. O senador tem simpatia de prefeitos e parlamentares que são filiados a partidos da coligação adversária. Caso consiga sustentar razoável vantagem, fatalmente aprofundará a fissura na base palaciana e conseguirá as inestimáveis adesões no Legislativo e nas prefeituras. Essa trajetória das pesquisas, para além do diagnóstico, desenhará muito do rumo político da campanha.

Imprensa internacional destaca desabamento de viaduto em Belo Horizonte

foto acidente viaduto queda BH

O desabamento de um viaduto, que deixou dois mortos e 22 feridos em Belo Horizonte, repercutiu na mídia internacional. A proximidade do local da tragédia com o Mineirão, sede de seis partidas da Copa do Mundo, inclusive uma das semifinais, e o fato de algumas seleções terem percorrido o trajeto tornaram o assunto destaque na imprensa estrangeira.

Na Argentina, o jornal esportivo Olé chamou o desastre de “colapso mundial” e destacou a proximidade do viaduto com a Cidade do Galo, centro de treinamento do Clube Atlético Mineiro que serve de concentração para a seleção argentina na Copa do Mundo. O ponto do acidente fica a 10 quilômetros do local de treinamento. A seleção do país vizinho chegou a passar por baixo do viaduto no último dia 21, antes da partida com o Irã.

O jornal argentino Clarín classificou de “dantesca” a imagem do desastre, com a parte dianteira do ônibus destruída pelo viaduto. A publicação também citou o fato de a seleção argentina estar concentrada na cidade. Diversos canais de televisão do país vizinho transmitiram ao vivo imagens de Belo Horizonte.

Em outros países, a mídia destacou o fato de a tragédia ter acontecido em uma cidade que recebe jogos do Mundial. A rede de televisão norte-americana CNN também exibiu imagens ao vivo do desastre. O assunto está na capa do site do veículo desde a tarde dessa quinta-feira (3). A CNN lembrou que a preparação para a Copa nas cidades-sede foi cercada de controvérsias e atrasos, como o do viaduto, que deveria ter ficado pronto para a competição.

Ao noticiar a retirada do segundo corpo dos escombros, a agência de notícias Associated Press informou que o acidente é embaraçoso para o país, que até agora recebia elogios pela organização do Mundial. Na página da BBC na internet, a tragédia continua entre os principais assuntos do dia. O veículo também mencionou o atraso nas obras de mobilidade urbana para a Copa e lembrou a morte de um trabalhador nas obras do monotrilho de São Paulo no mês passado, embora esse projeto não esteja associado ao torneio.

(Agência Brasil)

Mais médicos. De preferência, mais humanos

Em artigo enviado ao Blog, o jornalista e sociólogo Demétrio Andrade comenta da qualidade dos profissionais do programa Mais Médicos. Confira:

Calma. Não vou entrar na polêmica do programa Mais Médicos. Até porque acho que o governo Dilma acertou em cheio, resolvendo um problema evidente de demanda em todo o território nacional. Mas isso não vem ao caso agora. Quero falar de outra coisa. Quero reclamar da qualidade – e não da quantidade – dos atendimentos dos nossos irmãos médicos.

Neles, um sem número de vezes, depositamos a única ou última esperança. Neles, a possibilidade de resolução de um problema que diz respeito a um quesito básico da nossa vida: a saúde. Sem estar com ela 100%, fica comprometido, em maior ou menor grau, o nosso bem estar neste mundo. Ser médico não é uma profissão comum. E acho que todos os clamores por valorização da categoria devem ser levados em conta. Porque o exercício da Medicina é um sacerdócio. Um compromisso de quem abraçou uma carreira pela humanidade. Não tem feriado ou dia santo. Não tem noite nem dia. Ninguém escolhe onde e como vai ficar doente.

Acho que bem poucos médicos têm esta consciência do seu dever para com o outro. Do nível de desespero de um pai ou mãe que leva o seu filho até o doutor, acompanhando tudo atentamente, ouvindo o diagnóstico como uma bênção final, uma sentença inquestionável, definidora de o seu sono ser tranquilo – ou não – naquela noite. Basta ver a rapidez e a frieza com que somos tratados em qualquer emergência, onde a palavra “virose” é resultado mais repetido que figurinha em álbum de Copa do Mundo.

Não falo de perder uma hora com cada paciente. Sabemos das condições ruins enfrentadas pela categoria em diversos locais. Mas esta realidade é encontrada em espaços públicos e privados, nos hospitais de luxo e nos postos de saúde da periferia. Quem está doente quer carinho e atenção. Quer ser ouvido e examinado. Caso haja 200 pessoas na fila, teimo em acreditar que cabe ao médico fazer com que cinco ou dez minutos sejam sentidos como devidamente valorizados.

Como leigo, e ainda aproveitando o clima de Copa, fica a impressão, nestas consultas a jato, que os homens e mulheres de jaleco branco chutam. E chutam muito. Não sei se assisti “House” mais vezes do que deveria, mas acho improvável se acertar um diagnóstico de alguém que você nunca viu na vida – às vezes, aliás, sem mal levantar os olhos – em poucos minutos. Peço aos amigos médicos que leiam o texto não como uma crítica, mas como alguém que espera de vocês uma palavra tranquila, um sorriso, um gesto que demonstre real preocupação com a vida do próximo.

Presidente da Colômbia chega a Fortaleza para jogo na Arena Castelão

foto colômbia presidente

O presidente colombiano Juan Manuel Santos deverá assistir ao jogo entre Brasil e Colômbia, na tarde desta sexta-feira (4), na Arena Castelão, em Fortaleza, pelas quartas de final da Copa do Mundo.

Ele deverá desembarcar na Base Aérea de Fortaleza, a partir das 15 horas, e seguirá direto para o local da partida. O presidente deverá ser recebido pelo governador do Ceará, Cid Gomes.