Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Dilma diz que crise é um “problema passageiro”

238 4

Em pronunciamento em cadeira nacional, na noite deste domingo (8), a presidente Dilma Rousseff disse que a crise econômica é um “problema passageiro”, mas que deverá durar o tempo que for necessário. A presidente justificou as medidas adotadas na seca que atinge as regiões Sudeste e Nordeste, além do segundo momento da crise internacional.

Dilma reconheceu o papel da imprensa, mas afirmou que ultimamente tem confundido mais que informando e que a crise é menor que a divulgada na mídia.

A presidente nada falou sobre corrupção.

Ministro da Cultura cumpre agenda no Ceará

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, iniciará, nesta segunda-feira, visita de dois dias ao Ceará. A visita integra as ações do programa “Diálogos Culturais”, da Secretaria da Cultura do Estado, que promove o debate permanente das políticas públicas para a cultura.

Nesta segunda-feira, o ministro cumprirá agenda no Cariri, onde visitará a Fundação Cas Gfrande, em Nova Olinda, e manterá encontros com mestres da cultura no Crato.

Na terça-feira, 10/3, o ministro Juca Ferreira concederá entrevista coletiva, às 9h30min, no Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa. Após a entrevista coletiva, o ministro Juca Ferreira e o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, participarão de sessão solene, às 10h30min, no plenário da Assembleia Legislativa, sobre políticas públicas para a cultura.

Na mesma terça-feira, às 14 horas, o ministro participará, no Auditório João Frederico Ferreira Gomes, no anexo da Assembleia, de Roda de Conversa com artistas, produtores, articuladores e gestores culturais.

Primeira-dama do Estado participa de festa pelo Dia da Mulher no Tancredo Neves

oneleleia

A primeira-dama do Estado, Onélia Leite Santana, participou, neste domingo, de ação com cerca de 200 mulheres do Instituto de Assistência e Proteção Social (IAPS). Foi uma manhã repleta de apresentações artísticas e homenagens às mulheres da comunidade. O ato integrou o Dia Internacional da Mulher no Ceará.

Onélia Leite foi recebida no evento pela presidente do IAPS, Simone Fernandes, que esteve na última semana no gabinete da primeira-dama discutindo ações para a entidade. Onélia se reuniu nos últimos dias com representantes de organizações com a finalidade de intensificar os direitos garantidos pelas mulheres e as políticas públicas para o segmento no Ceará.

“Estivemos em vários bairros de Fortaleza e no Interior durante a campanha, entre eles o Tancredo Neves. Gostaria de agradecer o apoio e a força de vocês para eleger Camilo governador. Ele enviou um abraço para todas as mulheres. Venho agradecer de coração e parabenizar todas as mulheres do Ceará. Nós já estamos trabalhando por vocês. Estive reunida essa semana com a Simone e vamos trazer mais cursos para o IAPS”, ressaltou.

O evento contou ainda com a participação de autoridades que atuam ativamente no bairro como a secretária executiva da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social, Ana Cruz; a presidente da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), Tânia Gurgel; o secretário executivo da Secretaria Municipal do Trabalho, Desenvolvimento Social e Combate à Fome (Setra), Iraguassu Filho, e o Major George Stephenson Batista, da Polícia Militar. “Podem contar conosco. Vamos trabalhar em parceria com a STDS e com o Município para continuar oferecendo serviços de qualidade para vocês”, pontuou a primeira-dama.

Operação Lava Jato – Senador Antonio Anastasia divulga nota oficial

183 3

Do PSDB nacional, este Blog reebeu nota do senador mineiro Antonio Anastasia, com nome envolvido na Operação Lava Jato e que será alvo de inquérito por parte do STF. Confira:

NOTA OFICIAL
1) Não conheço, jamais estive ou falei com o Sr. Jayme. Da mesma forma, não conheço, jamais estive ou falei com o Sr. Youssef.

2) Ou seja, é absolutamente falsa a afirmativa do Sr. Jayme que teria me entregue valores em dinheiro, em 2010, a mando do Sr. Youssef. O próprio Sr. Youssef, em depoimento oficial, negou que tivesse me encaminhado qualquer valor (vide anexo 1, cópia do documento oficial da Procuradoria Geral da República, páginas 22 e 23, Termo de Declarações Complementar n. 28)

3) Deste modo, o pedido de inquérito aberto em relação a mim baseia-se, exclusivamente, no depoimento do Sr. Jayme (que, ao contrário do Sr. Youssef, não tem o mesmo valor nem está sujeito às mesmas obrigações de um acordo de delação premiada), que foi vazado em janeiro deste ano. Ainda que assim não fosse, a alusão precária e inespecífica a uma casa em Belo Horizonte, sem fornecer o endereço, ou a data e a hora de tal encontro, aliada ao reconhecimento precário de uma fotografia dizendo ser pessoa “parecida” comigo, não resistiria a menor verificação. (vide anexo 1, cópia do documento oficial da Procuradoria Geral da República, página 22, declaração)

4) As datas de entregas de valores pelo Sr. Jayme, a mando do Sr. Youssef, conforme se verifica nos documentos arrolados nas peças, não condizem com a do depoimento do Sr. Jayme.

5) Soma-se a isto o fato de eu ser, à época, governador de partido de oposição ao Governo Federal, sem qualquer vinculação com a Petrobras.

6) A abertura do inquérito servirá para demonstrar a verdade, pondo fim à infâmia inventada contra mim, sabe-se lá por qual motivo.

7) Desejo, tão somente, que a apuração seja rápida, de forma a comprovar o mais breve possível minha total inocência, por respeito aos milhões de mineiros que votaram em mim para o Governo e para o Senado e por toda a trajetória de minha vida pública, reconhecidamente correta e proba.

8) Os que me conhecem estão indignados com estes fatos, mas tenho a consciência tranquila da prevalência da justiça e da verdade, inclusive com a descoberta da origem desta armação contra mim.

9) Agradeço a incontáveis manifestações de apoio e solidariedade que venho recebendo, desde o surgimento, em janeiro, desta história falsa e covarde.

10) Coloco-me, uma vez mais, à inteira disposição do Ministério Público e da Justiça para todos os atos necessários a comprovar a improcedência do depoimento do Sr. Jayme.

Moradores do Guajerú sofrem com casas inundadas

cassa

casas2

Moradores da região do Guajerú (Grande Messejana), em Fortaleza, estão sofrendo com as chuvas recentes, que provocaram a inundação das casas. Segundo eles denunciam, a execução de um aterro está desmatando uma área verde e impactando o sistema de escoamento de cerca de 15 residências.

O caso chegou ao gabinete do vereador João Alfredo, que divulgou ser a Construtora Lima, contratada da Prefeitura de Fortaleza, a responsável pela ação, no que provocou a inundação das casas. Parte do terreno está cedendo. De acordo com moradores, parte das famílias já deixaram o local. A Regional VI, responsável pela área, afirmou desconhecer a intervenção.

(Foto – Divulgação)

Aparelho desenvolvido no Brasil alivia dores da osteoartrose

Estudo do Instituto de Física de São Carlos associou duas técnicas, o ultrassom e o laser, em um aparelho capaz de acelerar a reparação dos tecidos e apresentar efeito antiinflamatório e analgésico.

Pesquisadores orientados por Alessandra Rossi Paolillo provocaram dor em camundongos e ratos. Houve tratamento com laser, outro apenas com ultrassom e um terceiro com a união dos dois. O grupo tratado com a associação das duas técnicas apresentou o melhor resultado tanto no alívio da dor quanto no relaxamento muscular.

O aparelho, desenvolvido por Vanderlei Salvador Bagnato, pode ser usado na reabilitação de lesões decorrentes do trabalho e do esporte, além de doenças articulares e nos tendões.

O foco da pesquisa foi reduzir a dor da osteoartrose, que é uma doença das articulações, caracterizada pela degeneração da cartilagem, podendo atingir a região dos joelhos, quadril, coluna vertebral, tornozelos, pés, ombros, cotovelos e mãos.

Os sintomas da osteoatrose incluem deformidades ósseas, processo inflamatório, edema, rigidez e instabilidade articular, diminuição da amplitude de movimento, fraqueza muscular, entre outros. A doença causa dor nos pacientes e dificuldades em atividades do dia a dia.

(Agência Brasil)

Quem disse que não há sinalização em Fortaleza? Há até demais!

foto trânsito placa 150306

Motoristas que trafegam pela rua Padre Francisco, há mais de um ano, recebem a informação de que a avenida Washington Soares está interditada.

O problema nesse caso está, no entanto, na placa de sinalização e não no término das obras. Também na distância do local.

A rua Padre Francisco fica no bairro Benfica, distante cerca de cinco quilômetros da Washington Soares. Na foto, pode-se observar parte da estrutura do estádio Presidente Vargas.

Camilo Santana : “O PMDB não se comporta como integrante da base aliada”

camilo_santana_ce_foto_francisco_franca_secom_pb_0011

O PMDB faz parte da base aliada, mas muitas vezes não se comporta como tal, criticou o governador do Ceará, Camilo Santana, um dos cinco governadores eleitos pelo PT em 2014, em entrevista exclusiva ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado. Na avaliação dele, o PMDB pensa muito mais no espaço que ocupa no governo federal do que no projeto para o Brasil. Santana avaliou ainda que a crise pela qual a presidente Dilma Rousseff passa hoje é fruto de uma oposição muito mais acirrada e de uma tentativa que há de desestabilizar o governo dela.

“O PMDB faz parte da base aliada, mas muitas vezes não se comporta como base aliada. Essa é que é a grande verdade. A política é feita para que tenhamos o olhar republicano, para que olhemos para o Brasil. Mas o PMDB muitas vezes está pensando mais no espaço que ocupa do que no projeto nacional do Brasil”, disparou. Diante de uma oposição mais acirrada e de uma base menos fiel, o governador cearense defende que é preciso fortalecer os partidos “que realmente estão em defesa do governo Dilma”, como PDT e o PROS.

O chefe do Executivo cearense também fez algumas críticas ao PT. Santana avalia que é preciso repensar “muita coisa” da formação interna da sigla. “Nós burocratizamos muito o partido”, disse. Santana defende ainda que os quadros do partido que estiverem envolvidos em atos de corrupção devem ser punidos. Questionado se, no âmbito partidário, essa punição seria a expulsão da legenda, ele desconversou e limitou-se a dizer que é preciso seguir o estatuto e as regras da sigla.

(O POVO Online com Estadão)

Maioria dos brasileiros recorre ao comércio informal com alguma frequência

A maior parte dos brasileiros compra no comércio informal ou adquire produtos falsificados com alguma frequência. É o que mostram os dados de uma pesquisa do Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com o levantamento, 75% dos participantes admitiram que compram de ambulantes ou lojas informais e 71% informaram que adquirem produtos piratas ou imitações de marcas famosas, seja sempre, às vezes ou raramente. Os que nunca compram de comércios informais são 24% e os que nunca adquirem falsificações, 28%.

Entre os que adquirem produtos de ambulantes ou estabelecimentos informais, 13% compram sempre, 37% às vezes e 25% raramente. Já entre os consumidores que compram produtos piratas ou imitações de marcas famosas, seja no comércio formal ou informal, 13% compram sempre, 34% às vezes e 24% raramente. A pesquisa entrevistou 15.414 pessoas em 727 municípios brasileiros.

O economista Renato da Fonseca, gerente de Pesquisa e Competitividade da CNI, admite que o percentual de brasileiros que recorre ao mercado informal é elevado. “Parte [do motivo] certamente é pela questão de preços. E também, principalmente no caso dos produtos piratas, porque a maioria dos consumidores não percebe as consequências negativas”.

(Agência Brasil)

Polícia surpreende grupo suspeito de arrastão na Beira Mar

foto polícia arrastão baira mar 150308

Oito jovens foram detidos pela Polícia, na tarde deste domingo (8), no bairro Meireles, quando praticavam arrastão contra frequentadores da Beira Mar. Entre os suspeitos, duas jovens.

O grupo foi conduzido para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), no bairro Presidente Kennedy, e depois somente os maiores de 18 anos serão encaminhados para o 2º Distrito Policial, na Aldeota.

PT e PSDB ficam mais parecidos

Da Coluna Menu Político, no O POVO deste domingo (8), pelo jornalista Plínio Bortolotti:

A exemplo daqueles pais e filhos muito parecidos e que, por isso mesmo, vivem às turras, com o PT e PSDB está acontecendo fenômeno semelhante. Nascidos em circunstâncias muitos diferentes, retas paralelas, parece que o ângulo vem se fechando, o que indica um encontro de políticas.

Porém, à medida que ficam mais parecidos, as brigas e acusações de parte a parte se tornam mais acirradas, como se os dois quisessem negar a realidade. De ambos se ouvirá que um copiou a política do outro.

O PT dirá que o Partido da Social Democracia Brasileira passou a defender suas políticas sociais; o PSDB dirá que o Partido dos Trabalhadores assumiu vários aspectos sua política econômica.

Ambos parecem ter razão.

Papa: mundo que marginaliza as mulheres é estéril

papa francisco 130525

O papa Francisco destacou, após o Angelus deste domingo (8), o Dia Internacional da Mulher. Ele fez uma saudação a todas as mulheres que diariamente buscam construir uma sociedade mais humana e acolhedora. “Hoje, 8 de março, uma saudação a todas as mulheres! Todas as mulheres que todos os dias procuram construir uma sociedade mais humana e acolhedora”, disse.

Francisco afirmou, ainda, que esta é uma ocasião para reafirmar a importância das mulheres e a necessidade da sua presença na vida. “Um mundo onde as mulheres são marginalizadas é um mundo estéril, porque as mulheres não somente trazem a vida, mas nos transmitem a capacidade de ver além, elas veem além. Elas nos transmitem a capacidade de compreender o mundo com olhos diferentes, de sentir as coisas com um coração mais criativo, mais paciente, mais tenro”, disse o Papa.

(Agência Brasil)

Mombaça realiza concurso público, após 15 anos

Após 15 anos sem realizar concurso público, a Prefeitura de Mombaça, no Sertão do Ceará, a 296 quilômetros de Fortaleza, realizará concurso público para várias secretarias do município. O Decreto Municipal nº 84/2015, de 26 de fevereiro de 2015, entrou em vigor e, até o fim deste mês especificará as vagas e os respectivos cargos a serem criados, conforme relatório de vacância junto às secretarias municipais e órgãos públicos.

Segundo o prefeito Ecildo Filho (PSD), o concurso deverá acabar com as chamadas contratações temporárias.

Abertura de inquérito não representa juízo antecipado, diz Zavascki

167 1

No documento da Procuradoria-Geral da República (PGR) enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), com pedidos de abertura de inquéritos sobre pessoas citadas nos depoimentos em delação premiada da Operação Lava Jato, que investiga desvios de recursos da Petrobras, o ministro Teori Zavascki, do STF, responsável pelas investigações, nas decisões que tomou sobre os pedidos da PGR, diz que a abertura de inquérito não representa juízo antecipado sobre autoria e materialidade do delito.

As decisões do ministro acatam pedido da PGR quanto à “suposta prática dos crimes de corrupção passiva qualificada e de lavagem de dinheiro”. Em todos os despachos, o ministro cita os políticos como “possivelmente implicados” na representação criminal formulada pala procuradoria. Ao autorizar a abertura dos inquéritos, Teori determina também a quebra do sigilo dos procedimentos, a anexação dos documentos já levantados, a reautuação do processo, além do testemunho pessoal dos citados e realização de diligências específicas.

(Agência Brasil)

Luizianne Lins é a única petista a assinar convocação de Cid Gomes para esclarecimentos

foto cid luizianne

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (8):

A convocação de um ministro para prestar esclarecimentos na Câmara dos Deputados é algo tão agressivo do ponto de vista político que o fato não ocorria desde 1991. Portanto, há 24 anos. O último ministro convocado para falar no Plenário da Câmara foi Antônio Cabrera, então titular da pasta da Agricultura. Ele falou sobre os efeitos do Plano Collor 2 no setor rural.

A convocação de Cid Gomes para explicar suas declarações a respeito da condição moral dos deputados federais não deixa de ser um sinal do péssimo humor político do País. Ainda na década de 90, Lula já havia dito algo similar. Virou até tema de música da banda Paralamas do Sucesso. Mas o petista nunca foi nem sequer convidado a esclarecer sua fala sobre os “300 picaretas”.

Um ministro é obrigado a comparecer à Câmara quando os deputados aprovam um requerimento de convocação. Foi o caso. Não acatar a convocação deixa o flanco aberto para responder por “crime de responsabilidade”. A rigor, não é crime, mas sim infração de teor político, que inclui atos que atentam contra a Constituição e, especialmente, contra a existência da União. No caso, “o livre exercício do Poder Legislativo”.

Detalhe: muitos deputados da base aliada do Governo votaram pela convocação de Cid, incluindo um do Pros (Ademir Camilo-MG), o partido do ministro. Dos 50 petistas presentes na votação, apenas uma votou a favor: Luizianne Lins. A Câmara decretou que o ministro terá que comparecer à Casa na próxima quarta-feira, às 15 horas. Cid se retratará?

Segurança pública: medidas positivas

Editorial no O POVO deste domingo (8) ressalta avanços na Segurança Pública no Ceará. Confira:

Apesar da escandalosa taxa de homicídios do Ceará, que registra 44,6 mortes por 100 mil habitantes (Mapa da Violência 2014) – a ONU considera uma crise “epidêmica” taxa acima de 10 homicídios por 100 mil habitantes -, alguns avanços, ainda incipientes, vêm sendo observados nas políticas adotadas pelo governo do Estado na área da segurança pública.

Como informou este jornal na edição de sexta-feira, pela primeira vez, desde que foi adotado um planejamento para enfrentar a criminalidade, todas as áreas de Fortaleza alcançaram o objetivo de reduzir em pelo menos 6% a quantidade de assassinatos. Na cidade, a redução geral foi de 29,8%, comparando-se o mês de fevereiro deste ano com o de 2014. Em relação ao Estado, em 11 das 18 áreas houve redução dos homicídios.

O item destoante foi a região “Interior Sul”, onde houve aumento de 38% dos crimes violentos letais intencionais. O resultado negativo fez com que o secretário da Segurança, Delci Teixeira, deslocasse o delegado-geral da Polícia Civil, Andrade Júnior para acompanhar o trabalho na região. A atitude rápida do secretário demonstra que a política de segurança vem se tornando prioridade para o governo. No mesmo sentido tem-se a iniciativa para criar o Batalhão de Policiamento de Divisas, o que, sem dúvida, contribuirá para o combate a crimes, como o tráfico de drogas e roubo a bancos (este ano já foram 13 ações violentas contra caixas ou agências bancárias).

Ao tempo em que se observa essa perspectiva de melhora, a mesma edição do jornal traz uma notícia que mostra a tarefa hercúlea que demanda a área da segurança pública: moradores de algumas unidades do projeto Minha Casa Minha Vida vêm sendo ameaçadas por gangues criminosas em vários estados, incluindo o Ceará.

Some-se, ainda, como ponto negativo, a falta de relatórios sobre roubos e furtos, cujos dados não são divulgados desde março do ano passado, sendo que o secretário da Segurança disse que precisará ainda de mais seis meses para organizar a coleta e divulgação dessas informações.

De qualquer modo, reconheça-se, agora existe planejamento das ações de segurança, uma política com metas e objetivos definidos, o que aumenta a possibilidade de sucesso. Espera-se, portanto, que essas ações continuem, de modo que se possa viver com mais segurança e, principalmente, estancar o inaceitável índice de crimes contra a vida que marca o Ceará.

Dilma não será investigada porque não há indícios contra ela, destaca Cardozo

173 1

Ao mencionar a “confusão” de informações veiculadas na imprensa, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou que não há indícios nem fatos que justifiquem a abertura de investigação contra a presidente Dilma Rousseff no âmbito da Operação Lava Jato. Ele negou qualquer interferência do Executivo na abertura de inquéritos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e destacou a autonomia de instituições públicas que atuam nas investigações.

“Dos fatos que constavam na delação premiada, não há sequer indícios que possam envolver a presidente da República. Nada há a arquivar, porque, quando você tem fatos narrados que não justifiquem a abertura de inquéritos, arquiva-se, como foi dito em vários dos arquivamentos referidos nas decisões do ministro Teori Zavascki”, disse Cardozo.

Ele ressaltou que no caso da presidenta Dilma, Zavascki não disse “arquive-se”, e sim conclui que não há nada para arquivar. Esse discurso, segundo Cardozo, leva ao entendimento de que não há indicativo contra a presidente.

(Agência Brasil)

A Reforma Política e a carreira de “político profissional”

174 1

Em artigo enviado ao Blog, o professor Ivan de Oliveira questiona os sucessivos mandatos no Poder Legislativo. Confira:

Na sexta-feira (6), participamos da discussão promovida pela Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE) sobre Reforma Política e mais uma vez tenho a certeza que não haverá uma reforma digna sem a participação popular.

Todos da mesa ou ocupantes da palavra proferiram às questões de limitação dos mandatos consecutivos do Poder Executivo, mas nem citaram a possibilidade de limitar quantidade sucessiva de mandatos de vereadores, deputados federais, estaduais e distritais e senadores.

Sem desrespeitar a história de nenhum dos políticos presentes na ALCE, tinha parlamentar com mais de 40 anos de atividade legislativa…como se pode ter rotatividade e renovação no Congresso, Assembleias ou Câmaras?

Não temos dúvidas da necessidade de mudar a lei político-eleitoral do Brasil, mas, sem a participação do povo e dos movimentos sociais, os interesses do povo serão atropelados pelos atuais congressistas.

Esperava alguém tocar no assunto ou abrir o púlpito para ocupá-lo reivindicando a inclusão da discussão sobre a rotatividade e não duração permanente de mandato para combater a chamada carreira de ‘político profissional’.

Você sabe o que é a figura do “político profissional”?

É um fenômeno identificado por diversos cientistas políticos, merecendo reprovação quase unânime, sendo que a falta de limitação do exercício dos mandatos parlamentares, produz uma verdadeira oligarquia legislativa, ou casta entre os deputados ou vereadores novatos e os veteranos, fazendo com que não haja oxigenação de ideias ou renovação dos quadros dirigentes nas cidades, nos Estados e no país, sempre dependente da atuação de grandes caciques regionais ou nacionais.

Ninguém tem pautado abertamente a discussão desta pauta, mas, além da PEC 32/2015 que pede o fim da reeleição para todos os cargos executivos (presidente da República, governadores de estado e do Distrito Federal e prefeitos), existe a PEC 50/2015, assinada pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e outros 27 parlamentares, que tem o propósito de acabar com o político profissional no âmbito do Poder Legislativo.

A reforma política em pauta no Congresso precisa acabar com a profissionalização na política e promover a oxigenação de ideias e a renovação dos quadros dirigentes dos diversos poderes; das cidades ao planalto central.

Hoje a atividade política se tornou uma carreira, em que muitos dos que nela ingressam não mais retornam para as suas atividades profissionais de origem e vivem/dependem literalmente da atividade política.

Ao invés do discurso fácil e cansativo encontrados nas redes sociais, vamos às ruas cobrar uma reforma política democrática que envolvam a participação dos cidadãos em geral, os movimentos sociais e de todos/quaisquer organização que queiram contribuir para este momento importante para o país.

Ressalta-se que os cargos eletivos não deveriam ser encarados como PROFISSÃO, mas como uma MISSÃO de qualquer cidadão que pretende dar sua contribuição para seu país, estado ou município.

Se tivesse efetivamente uma Reforma Política Democrática, então os vereadores e deputados só poderiam exercer dois/três ou, no máximo, quatro mandatos consecutivos pela legenda e senadores, um ou dois.

Fique ligado neste tema da Reforma Política, pois ela pode ser o caminho mais concreto para correção das distorções e para o combate da histórica corrupção no Brasil.

Reflitam!

Operação Lava Jato – Governo do Estado não sabe ainda o que fazer com Padre Zé

271 4

padreze

O Governo do Estado informa que ainda não há qualquer tipo de definição após o pedido de abertura de inquérito contra o secretário Padre Zé, que responde pelo Conselho de Educação do Estado. O governo estadual deverá se posicionar nos próximos dias em relação ao assunto.

Já o ex-deputado federal, presidente regional do PP, também citado na lista do procurador-geral da República, na noite da última sexta-feira, 6, ainda não falou sobre o caso.

Rebeldia de Renan é encenação; tucanos aplicariam medidas fiscais mais ortodoxas

167 4

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (8):

O pedido de prévio arquivamento da investigação sobre Aécio Neves (seu pupilo Antônio Anastasia não conseguiu escapar da lista) está sendo questionado por não terem sido levados em conta documentos que teriam sido apresentados ao Procurador Geral. Por sua vez, a inclusão de Renan Calheiros (presidente do Senado e do Congresso), e Eduardo Cunha (presidente da Câmara dos Deputados) levou o primeiro a uma reação inopinada contra o governo, devolvendo a MP que extinguia desonerações.

O gesto “rebelde” de Calheiros alçou-o à condição de herói pela mesma oposição que sempre o execrou. Pura encenação – acusam os críticos – visto que os tucanos aplicariam medidas fiscais ainda mais ortodoxas, se tivessem vencido as eleições. Quanto a Cunha, sua reação foi contratar a maior firma privada de investigações do mundo – a Kroll – supostamente para o contra-ataque.

O jogo bruto em curso no Congresso estaria pisoteando as regras mais comezinhas da democracia. O vale-tudo já produziu o esvaziamento do trabalho do relator da CPI, Luiz Sergio (PT), através da criação de múltiplas sub-relatorias, bem como a recusa do pedido de extensão da investigação ao governo FHC, mesmo sendo notória a revelação do delator Pedro Barusco de que começou a receber propinas do esquema, em 1997.

Mais: em 1996, o jornalista Paulo Francis já denunciara que diretores da Petrobras estavam fazendo depósitos milionários no Exterior (o que lhe valeu um processo, na época). Ora, se o interesse fosse realmente apurar a verdade, argumentam os críticos, a providência mais lógica a ser tomada seria o rastreamento do esquema até a origem. Ao não fazê-lo, a CPI confirma as suspeitas de que não estaria interessada na apuração dos fatos, mas apenas em fazer disputa política.