Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

IPM reduz oferta de exames laboratoriais

O Instituto de Previdência do Município (IPM) estaria há cerca de um mês sem realizar exames médicos laboratoriais. É o que reclamam leitores do Blog, usuários do sistema.

Alguns servidores estão recorrendo a exames particulares, mas o gasto não é devolvido no contracheque.

Haveria atraso de repasses, redução na prestação de serviços  ou problemas na renovação de convênios?

Sobre educação e piscinas

Da Coluna Segurança Pública, no O POVO desta segunda-feira (4), pelo jornalista e doutorando em Segurança pública Ricardo Moura:

Há um dado difícil de mensurar na equação que envolve a segurança pública: a responsabilidade dos pais no que diz respeito aos filhos que cometem atos violentos ou criminosos. Qual é a nossa contribuição na formação de jovens que deliberadamente desrespeitam as normas de convivência de uma sociedade? Como nossa displicência com as pequenas infrações pode sinalizar um aval para futuras condutas antissociais e amorais? Isso sem mencionar, evidentemente, as nossas pequenas corrupções cotidianas transformadas em pecadilhos para nossos filhos, como se não tivessem qualquer tipo de consequência.

Além da dificuldade em se verificar como esse processo de deseducação de pai para filho ocorre no cotidiano das relações sociais, há outro fator que embaça nossa percepção sobre esse fenômeno: muitas ocorrências criminais cometidas pelos jovens de classe média/alta não são registradas. É a vítima que se recusa a prestar queixa. É o agente da lei que dá apenas um conselho e libera em seguida. É o amigo do amigo do amigo de um figurão importante. A nossa rede de práticas morais, para esse tipo de delito, tem muitos furos.

O resultado é que muitos jovens percebem desde cedo que vale a pena burlar algumas regras e que, no caso de serem pegos, sempre haverá alguém para socorrê-los. Essa crença é levada para a vida adulta e se manifesta em diversas ocasiões. Como terá sido a criação daquele motorista que insiste em cortar caminho pelo canteiro central? Ou do universitário bem-nascido que é traficante de drogas entre as aulas?

Os pais não têm o poder absoluto de evitar que isso aconteça. Há uma série de fatores que irão influenciar o mau comportamento dos filhos e, até mesmo, a entrada deles no mundo do crime. No entanto, os pais têm um papel fundamental e imprescindível: o de serem exemplares em sua conduta ética e intransigentes no respeito aos valores e às normas sociais. Essa postura precisa valer em todos os espaços de interação social. Da igreja ao parque aquático. Da escola ao shopping center. Somos cidadãos e cidadãs onde quer que estejamos.

Um bom exemplo disso é a piscina dos condomínios em que moramos ou a do clube que costumamos frequentar. Costumo acompanhar meus filhos a esses locais e aproveito a oportunidade para observar tudo que ocorre. Embora seja um ambiente bastante informal, há regras mínimas a serem obedecidas. É preciso molhar o corpo antes de entrar na piscina, por exemplo.

Não é preciso muito tempo de permanência para ver como essas normas são desrespeitadas, uma a uma, sem a menor cerimônia. É a menina que sai correndo da grama com os pés sujos e se atira na piscina. É o menino que pula com uma bermuda batendo na canela dentro da água. É o grupinho que percorre o local intimidando as crianças menores, abusando de sua maior força e estatura.

Em meio a tudo isso, há os pais. Alguns se incomodam com o que veem, mas não tomam qualquer atitude. Outros não estão nem estão aí. Preferem manter uma animada conversa regada a bebida que realizar o trabalho chato de observar o que os filhos estão fazendo. Enquanto os adultos se divertem, as crianças aprendem que podem desrespeitar as normas do clube e que podem fazer o que bem entendem, pois não receberão qualquer espécie de reprovação.

Um excelente indicador da educação das crianças de classe média é o modo como elas se comportam nas piscinas de condomínio. Da próxima vez que for a uma delas, faça esse teste. E, se for reprovado, sem problema. Nunca é tarde demais para ensinarmos aos nossos filhos a fazer a coisa certa.

AVC: Caem as ocorrências, mas a luta é diária

84 1

Da Coluna Vertical, no O POVO desta segunda-feira (4):

A Unidade do AVC do Hospital Geral de Fortaleza tem o que comemorar. Segundo o seu coordenador e também presidente do Comitê de Atenção ao AVC (Acidente Vascular Cerebral) da Secretaria da Saúde do Estado, João José Carvalho, o setor fechou, até o primeiro semestre, com 37% de redução na mortalidade hospitalar por AVC e em 34% o número de pacientes com AVC na fila de espera por um leite de UTI.

“Este último dado, 34%, corresponde ao mesmo que construirmos uma UTI de 15 leitos”, acentua.

De acordo com João José, são registrados a cada ano no Estado cerca de 18 mil novos casos. Há oito anos a Unidade do AVC do HGF trabalha nesse segmento e vem expandindo suas ações. Já conta com a Unidade do AVC do Hospital Regional do Cariri e terá outra no Hospital Regional de Sobral, no momento em implantação.

Ele comemora, mas lembra que a luta contra o AVC é diária.

Governo britânico exige cessar-fogo incondicional

O ministro britânico dos Negócios Estrangeiros, Philip Hammond, exigiu nesse domingo (3) um cessar-fogo incondicional para resolver a situação na Faixa de Gaza, que classificou de “intolerável”.

Hammond, que substituiu William Hague na pasta dos Negócios Estrangeiros no mês passado, afirmou ao jornal Sunday Telegraph que a matança tem de parar, depois de ter se mostrado “gravemente preocupado” com o número de vítimas civis da operação militar de Israel na Faixa de Gaza.

“O público britânico tem um forte sentimento de que a situação da população civil em Gaza é intolerável e exige uma resposta – e nós concordamos com ele”, disse o ministro, e acrescentou: “Há um vasto leque da opinião pública britânica que se sente profundamente perturbado com o que está vendo nas suas telas de televisão”.

O ministro aplaudiu sinais de que as forças israelenses podem deixar a Faixa de Gaza, depois de uma campanha militar israelense, iniciada em 8 de julho, que já fez mais de 1.700 mortes.

(Agência Brasil)

Camilo diz que seu projeto “está pensando no Ceará para o futuro”

eleições 2014 pt 0802 groaíras

Após caminhada pela cidade, o candidato do PT ao governo do Ceará, Camilo Santana, inaugurou na noite desse sábado (2), o comitê de Groaíras, no noroeste do Estado, a 220 quilômetros de Fortaleza.

Ao lado da vice Izolda Cela e do candidato do PROS ao Senado, Mauro Filho, Camilo disse que “esse projeto que nós estamos representando e defendendo é o projeto que está pensando no Ceará para o futuro”.

(Foto: Divulgação)

Eudes e Elmano visitam feira da Messejana

foto eudes e elmano 140803

Uma das feiras livres de maior movimentação em Fortaleza, das quase 80 existentes na cidade, a feira de Messejana merece atenção do poder público, pois se encontra com acúmulo de lixo em sua volta, além das queixas dos feirantes da falta de segurança. A constatação é dos candidatos petistas à Câmara Federal e à Assembleia Legislativa, Eudes Xavier e Elmano de Freitas, respectivamente, que neste domingo (3) visitaram o local.

“A comida aqui é fantástica, o povo é trabalhador, mas, infelizmente, segurança e limpeza urbana são produtos em falta nas banquinhas”, comentou Eudes Xavier, que destacou projetos de sua autoria voltados para o empreendedorismo e para o trabalhador autônomo.

(Foto: Divulgação)

Eliane lamenta abandono do Conjunto Ceará

115 4

eleições 2014 psb 0803 cj ceará

A candidata do PSB ao governo, Eliane Novais, lamentou neste domingo (3) o estado de abandono do Conjunto Ceará, durante carreta pelas ruas do bairro. A candidata que o local “sofre com a ausência de saneamento público adequado e com a insegurança”.

“Hoje é domingo. Apesar de estar recebendo os sorrisos dos rostos das pessoas, o que também percebemos e o pouco número de policiais e viaturas no bairro, além de montanhas de lixo e um canal totalmente poluído, mal cheiroso e que funciona como um foco gerador de doenças para a população do Conjunto Ceará. Além disso, as praças estão mal tratadas e sem a devida segurança”, criticou.

A socialista falou do programa utilizado pelo governo de Eduardo Campos, o Pacto Pela Vida, diante da ocupação dos espaços públicos como opção de lazer e entretenimento.

(Foto: Divulgação)

Israel cria equipe para evitar acusações de crimes de guerra

O exército israelense criou neste domingo (3) uma equipe para reunir informações e provas sobre a ofensiva que mantém contra o grupo islâmico Hamas, na Faixa de Gaza, para evitar eventuais acusações de crimes de guerra. Segundo o jornal diário Haaretz, a equipe é liderada pelo chefe do gabinete de Planejamento do exército, Nimrod Sheffer.

O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) criou, em 23 de julho, uma comissão internacional para investigar possíveis violações cometidas durante a ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada em 8 de julho, depois de aludir que Israel pode ter cometido crimes de guerra. Em resposta, Israel acusa o Hamas de cometer crimes de guerra, por atacar civis indiscriminadamente.

A equipe ora formada pelo exército israelense vai reunir informação que comprove o uso de civis como escudos humanos, por facções armadas palestinas, incluindo vídeos e documentação em posse da força aérea de Israel.

(Agência Brasil)

Mauro Filho é constrangido em palanque de Camilo

348 18

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=zjwb4sOD7kM#t=12[/youtube]

O candidato ao Senado pelo PROS, Mauro Filho, foi surpreendido na manhã deste domingo (3), em Limoeiro do Norte, durante discurso do prefeito Paulo Duarte, que lançou a candidatura do filho Davi Duarte à Assembleia Legislativa, durante declaração de apoio à candidatura Camilo Santana (PT) ao governo do Ceará.

Em discurso, o prefeito elogiou a qualificação profissional de Mauro Filho, mas disse que seu candidato a senador é Tasso Jereissati. A declaração recebeu aplausos do público presente.

Delegado aposentado da Polícia Federal, Paulo Duarte foi subsecretário no segundo governo Tasso Jereissati.

Nem só de tricolores conta Leonelzinho

foto leonelzinho 140802 benfica

Conhecido como um dos torcedores símbolos do Fortaleza Esporte Clube, o Leão do Pici, o candidato a deputado federal pelo PTdoB, Leonelzinho Alencar, tem postado fotos em sua página no Facebook um grande número de torcedores do Ceará Sporting, maior rival do tricolor.

Durante adesivagem neste domingo (3), em Messejana, principal reduto eleitoral do candidato, Leonelzinho justificou a adesão de alvinegros à sua campanha pelo trabalho desenvolvido em prol do futebol cearense.

“Sou Leão, vibro com o Leão, sofro com o Leão, mas o Fortaleza não sobrevive sem o Ceará e vice-versa”, justificou Leonelzinho.

(Foto: Divulgação)

UTI Neo Natal de Alto Risco é inaugurada no Hospital da Mulher

Nesta segunda-feira (4), a partir das 8 horas, será inaugurada a UTI Neo Natal de Alto Risco do Hospital da Mulher de Fortaleza. O hospital, que também neste mês completa dois anos de existência, já tinha o projeto em pauta desde o início do seu funcionamento e acaba de ter mais esta ala finalizada em parceria com o Governo do Estado do Ceará e o Hospital Geral Dr. César Cals.

Atualmente, o Hospital da Mulher realiza em média 200 partos por mês, e com a criação da UTI Neo Natal de Alto Risco, este número deverá ter um acréscimo de 50%. Serão 10 leitos que têm como principal objetivo dar uma melhor assistência aos recém-nascidos e aliviar a lotação nas maternidades de Fortaleza.

(Prefeitura de Fortaleza)

Eunício consegue mais adesões neste fim de semana

316 4

eleições 2014 pmdb 0802 eunício e tasso

Prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e lideranças de 22 municípios do Vale do Jaguaribe, Cariri e Região Metropolitana aderiram neste fim de semana às candidaturas Eunício Oliveira, ao governo do Ceará, e Tasso Jereissati, ao Senado. “Para mim, esses homens que estão aqui são os mais preparados para levar o Ceará a um novo tempo”, ressaltou o prefeito de Horizonte, Manoel Gomes de Farias Neto, o Nezinho. “É momento de se fazer justiça e eleger o candidato do PSDB ao Senado. Podemos ter novamente um bom senador, que representa bem o povo do nosso Estado, podemos ter um orgulho nacional, o orgulho de ser representado por Tasso Jereissati”, completou o prefeito.

Além de Nezinho, também aderiram às candidaturas de Eunício e Tasso o prefeito de Potiretama, Chico Adelmo; o prefeito de Milhã, Otacílio Mecedo; o prefeito de Frecheirinha, Carleone Júnior; o prefeito de Morada Nova, Glauber Castro; o prefeito de Ibicuitinga, José Edmilson; como também o ex-prefeito de Amontada, Edvaldo Assis de Jesus, do PT.

“Nossa intenção é governar para o povo. É dessa forma que definiremos prioridades em nossa gestão. Se os investimentos forem feitos com seriedade, conseguiremos melhorar índices em áreas prioritárias, como educação e saúde”, agradeceu Eunício.

Tasso também agradeceu o apoio à sua candidatura ao Senado, reconhecendo que “o Vale do Jaguaribe é uma das regiões de maior potencial do Nordeste brasileiro, mas não está sendo trabalhada e raramente é vista como prioridade pelos governantes. Por essa e outras razões é que estamos nos unindo com todas as lideranças aqui presentes”.

(Foto: Divulgação)

Governos regionais querem mostrar versatilidade dos estádios da Copa

A Copa do Mundo no Brasil terminou há quase um mês, e é chegado o momento de algumas arenas mostrarem sua versatilidade. O Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha, é um dos que lutará contra o estigma de “elefante branco”. Ou seja: uma obra grandiosa, que não dá retorno, além de ter manutenção muito cara.

O governo do Distrito Federal tem trabalhado para afastar esse estigma dos portões do estádio que pagou para erguer. Como trunfo após a Copa, conta com outro grande evento: os Jogos Olímpicos de 2016. Apesar de o evento ser predominantemente sediado no Rio de Janeiro, algumas cidades prestarão serviços adicionais, e o Mané Garrincha será palco de partidas de futebol feminino e masculino.

Além dele, o Mineirão, em Belo Horizonte; a Arena Fonte Nova, em Salvador; a Arena Corinthians, em São Paulo; e, é claro, o Maracanã, no Rio de Janeiro; vão ter bola rolando durante os jogos olímpicos.

(Agência Brasil)

Prefeito de Iguatu comenta rompimento com vice

56 1

Em nota enviada ao Blog, por meio da assessoria, o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, diz que vice Ednaldo Lavor sempre teve participação na gestão. Confira:

O prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, esclarece que na sua administração não há interferência como quer colocar o vice-prefeito Ednaldo Lavor. Aderilo afirma que quando foi presidente da Câmara de Vereadores, na primeira gestão do prefeito Agenor Neto, de 2004 a 2008, ele, como presidente do Legislativo, sempre teve uma participação muito forte na gestão do então prefeito Agenor, opinando e sugerindo nas ações da prefeitura.

Após deixar a presidência da Câmara, já no segundo mandato do então prefeito Agenor Neto, de 2009 a 2012, Aderilo Alcântara assumiu a função de líder do governo na Câmara e continuou sendo um grande parceiro quando o prefeito sempre pediu suas opiniões da sua gestão e esses atos nunca foram tratados como interferência administrativa, mas sim, uma gestão participativa, nessa troca de ideias e experiências.

A mesma coisa está acontecendo agora na gestão do prefeito Aderilo Alcântara onde ele tem sempre recorrido ao ex-prefeito Agenor Neto, pela experiência exitosa das duas gestões servindo como parâmetro da atual administração onde Agenor Neto é muitas vezes convidado a sugerir, opinar, dar ideias para muitas ações da prefeitura pela experiência adquirida nas gestões anteriores e, com isso, Aderilo nunca encarou como interferências que jamais iria atrapalhar o seu governo. Essas “interferências”, Aderilo chama de gestão participativa onde a experiência se alia à vontade de fazer mais pelos que mais precisam.

Ordem é desgastar a imagem de Eunício

97 10

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (3):

Há uma questão subjacente ao fétido esgoto que escorreu a céu aberto na campanha eleitoral do Ceará. O ponto é o seguinte: Eunício Oliveira (PMDB) lidera com folga as pesquisas de opinião e mantém baixo índice de rejeição. Portanto, como manda a nossa tradição política, precisa ser duramente atacado em pleno vôo.

Como já dito aqui, os ataques dirigidos ao senador respondem a uma estratégia de marketing. Não foi á toa que Cid Gomes (Pros) saiu em defesa do, digamos, modo Ciro de fazer campanha. O governador disse o seguinte: “Às vezes, o que se considera baixar o nível é dizer verdades. E verdades têm que ser ditas”.

Portanto, novos petardos e mísseis serão disparados em direção ao candidato do PMDB. A ordem é desgastar a imagem do senador. A voz de comando é colar em Eunício as mais desgastantes das nódoas para um candidato a cargo executivo. Quanto mais verossímeis as pechas, maiores as chances de vingarem.

Expostos exclusivamente nas páginas do O POVO, os entreveros verbais estabeleceram as redes sociais como campo de batalha complementar. É lá, na esgotosfera, que a troca de amabilidades ganha maior dimensão. É lá que pitbulls sentem-se confortáveis para agir.

As pesquisas de opinião, aquelas feitas pelos comitês eleitorais, e as encomendadas pelos meios de comunicação, serão termômetros da campanha. O volume menor ou maior dos ataques é a consequência direta dos resultados apurados. Sempre foi assim. E, acreditem!, se não respondidos ou mal respondidos, os ataques têm, sim, efeito sobre o humor dos eleitores.

Para lembrar, tomemos como exemplo a última disputa pela Prefeitura de Fortaleza. Na reta final, houve inversão de posições na liderança. A mudança pode ter sido desencadeada pelos ataques pessoais de Cid Gomes contra a então prefeita Luizianne Lins, que patrocinava a candidatura de Elmano de Freitas.

E os russos?

45 5

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (3):

A última edição do programa “Roda Viva” da TV Cultura de São Paulo entrevistou o empresário, jornalista e publicitário João Dória Jr, presidente do Lide – Grupo de Líderes Empresariais – uma organização de caráter privado, que reúne empresários em 12 países e quatro continentes. O entrevistado aproveitou para transmitir o recado do mercado em relação à disputa presidencial: é preciso substituir a atual governante por um presidente da República “confiável ao mercado” – afirmou ele peremptoriamente. Dória só não esclareceu se o mercado combinou isso com os “russos” (eleitores).

O banco Santander bem que tentou seguir o script: mas, flagrado quando enviava uma mensagem a seus clientes com esse teor, negou a responsabilidade e pediu desculpas, atribuindo o texto a uma analista não autorizada. Foi o que bastou para que o sistema reagisse e acusasse o governo de “chavismo”. Este, por sua vez, considera haver em curso uma campanha de “pessimismo dirigido” (ou “terrorismo econômico”, como preferem dizer algumas vozes).

João Dória afirmou ainda que o segmento econômico exige um tratamento de choque para economia, mesmo reconhecendo que isso significaria recessão (“passageira”, segundo ele) na atividade produtiva e desemprego. Um remédio amargo, mas, “indispensável” – frisou ele –, justificando que o desemprego ocorreria de qualquer maneira com a continuação do atual modelo (o que é negado pelos não monetaristas). As agruras a serem provocadas pelo arrocho salarial e fiscal seriam compensadas num futuro indeterminado.

Pelo visto, o desafio será convencer as gerações mais velhas. Estas já experimentaram no lombo a tal receita, no passado, e suam frio só de lembrar o que passaram.

Fundação Demócrito Rocha faz exposição de fotos no Shopping Parangaba

A exposição Linha do Tempo – Fotojornalismo O POVO 1928-2013, da Fundação Demócrito Rocha, poderá ser conferida a partir desta segunda-feira (4), no Shopping Parangaba (em frente ao terminal de ônibus), com um acervo de 60 fotos, que relembram fatos marcantes para Fortaleza, para o Ceará e para o Brasil.

As fotos ficarão expostas até o dia 15, quando seguirão para o Colégio Farias Brito (de 18 a 29 de agosto), com encerramento da exposição no Shopping Pátio Dom Luís (1º a 10 de setembro). A programação teve início no dia 25 último, no Colégio da Polícia Militar, quando o acervo ficou até a sexta-feira (1º).