Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Mercado está cada vez mais aberto para pessoas com deficiência, diz Senai

O mercado está se abrindo cada vez mais para as pessoas com deficiência, segundo a coordenadora do Programa de Ações Inclusivas do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Adriana Barufaldi. As contratações, em alguns casos, chegam a ultrapassar o percentual estipulado em lei. “A gente percebe que, em algumas situações, a empresa começa [a contratar] para atender a lei e depois que desenvolve a cultura inclusiva, dispõe-se a abrir postos de trabalho para essas pessoas”, diz.

O Senai ainda não tem dados oficiais dessa procura, mas relata que cada vez mais empresários têm buscado a entidade para adequar o ambiente de trabalho à inclusão. Pela Lei 8.213/1991, de 2% a 5% dos cargos de empresas com 100 ou mais empregados devem ser ocupados por pessoas com deficiência.

Desde 2007, cerca de 80 mil pessoas com algum tipo de deficiência passaram pelo programa do Senai. Só no ano passado, foram 30 mil.

(Agência Brasil)

Centenário da Assembleia de Deus em clima eleitoral

252 3

eleições 2014 pt pros 0906 assembleia de deus castelão

A convite dos organizadores do evento, os candidatos da coligação “Para o Ceará seguir mudando”, Camilo Santana (governo do Estado) e Mauro Filho (Senado) acompanharam na noite desse sábado (6) a Festa do Centenário da Assembleia de Deus no Ceará, na Arena Castelão. O governador Cid Gomes e o prefeito Roberto Cláudio também prestigiaram o evento.

“Precisamos valorizar as instituições religiosas e compreender o seu papel na estruturação da família e na educação dos jovens”, disse Camilo.

Mauro Filho ressaltou o seu empenho como deputado estadual para a aprovação da Proposta de Emenda a Constituição Estadual (PEC), em tramitação na Casa, que considera o direito constitucional da liberdade de culto.

“Pela minha proposta é vedado ao Estado e aos municípios dificultar o funcionamento de templos religiosos, ficando os mesmos dispensados de alvará de funcionamento e livres de fiscalização de ruídos sonoros nos horários entre 8 da manhã e 10 da noite”, explica Mauro Filho.

Comitê Central sofre ‘abuso de poder’ em fiscalização, denuncia Eunício

400 16

eleições 2014 pmdb 0907 fiscalização comitê

O candidato do PMDB ao governo do Ceará, Eunício Oliveira, se diz constrangido com a fiscalização de agentes da AMC, Seuma, TRE e policiais militares, na manhã deste domingo (7), no comitê central de campanha, na avenida Barão de Studart, na Aldeota.

Segundo o candidato, que afirma ser a favor de uma rigorosa fiscalização para todas as candidaturas, os fiscais extrapolaram na ação e cometeram “abuso de poder”, diante de uma clara ação de desmobilização do evento que ocorria com a militância. O cerimonislista, segundo o candidato, chegou a ser intimidado de perda do microfone.

“Nem a ditadura me calou. Essa eleição é do povo e não dos poderosos de plantão. A esperança vai vencer a prepotência”, comentou Eunício, ao cobrar o mesmo rigor para outras candidaturas.

Boff diz que Marina possui “orgulho inconsciente” de receituário neoliberal

167 5

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (7):

Depois das declarações de Caetano Veloso favoráveis à Marina – que esta semana recebeu também apoio do Clube Militar – foi a vez do teólogo Leonardo Boff discordar.

“Marina acolheu plenamente o receituário neoliberal. Ela o diz com certo orgulho inconsciente, sem dar-se conta do que isso realmente significa: mercado livre, redução dos gastos públicos (menos médicos, menos professores, menos agentes sociais etc.), flutuação do dólar e contenção da inflação com a eventual alta de juros”, alerta. “Como consequência, arrocho salarial, desemprego, fome nas famílias pobres, mortes evitáveis. É o pior que nos poderia acontecer. Tudo isso vem sob o nome genérico de ‘austeridade fiscal’ que está afundando as economias da zona do Euro”.

TSE: Camilo gasta quase o dobro que todos os candidatos ao governo do Ceará

170 5

A segunda prestação de contas parcial dos candidatos ao Governo do Estado revela que o candidato Camilo Santana (PT) gastou R$ 11.367.458,45, quase o dobro dos gastos dos seus concorrentes somados. Os dados foram disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) neste sábado.

O senador e candidato Eunício Oliveira (PMDB) gastou R$ 6.366.890,43, enquanto Eliane Novais (PSB) e Ailton Lopes (Psol) gastaram R$ R$ 568.179,58 e R$ 33.283,62, respectivamente.

O candidato ao governo que mais arrecadou dinheiro para sua campanha até agora foi Camilo Santana, que conseguiu um total de receita de R$ 8.975.000, seguido por Eunício, que amealhou R$ 6.366.890,43. Eliane Novais e Ailton Lopes arrecadaram, respectivamente, R$ 594.512,22 e R$ 37.742.

As doações de campanha de Ailton se diferenciam das dos demais por terem sido todas realizadas por pessoas físicas em pequenas quantidades, ao contrário dos dois candidatos que lideram as pesquisas, que receberam grandes quantias de dinheiro, algumas delas de empresas privadas.

Senado

Na disputa pelo Senado, foi o ex-governador Tasso Jereissati (PSDB) quem mais gastou com campanha, chegando a R$ 1.403.531,41. Mauro Filho (Pros) gastou R$ 818.570,25, seguido por Raquel Dias (PSTU), que gastou R$ 15.894,00 e Geovana Cartaxo (PSB), que gastou R$ 15.112,22.

Na arrecadação para o Senado, foi novamente Tasso Jereissati quem mais arrecadou, chegando a R$ 3.921.007,01. Ele é seguido por Mauro filho, que acumulou R$ 255.090, Raquel Dias (R$ 15.894) e Geovana Cartaxo (R$ 15.332,22).

Segundo a Secretaria de Controle Externo do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), os números dos gastos deverão se aproximar das previsões quando for realizada a prestação final de contas, que acontecerá no dia 4 de novembro, quando os candidatos deverão detalhar todos os seus gastos de campanha.

(O POVO)

Costa acusa 3 governadores, 6 senadores e 25 deputados

143 3

Governadores de três Estados que receberam investimentos da Petrobras foram citados pelo ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa, em depoimentos à Polícia Federal, como supostos beneficiários do esquema de desvios de recursos e lavagem de dinheiro investigado na operação Lava Jato. É o que informa a revista Veja desta semana.

São eles: Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro, Roseana Sarney, do Maranhão (onde a estatal constrói uma refinaria “premium”), e o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, morto em acidente aéreo no último dia 13. Também estão na lista o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, além de seis senadores e pelo menos 25 deputados federais.

O portal estadao.com.br informou em primeira mão, na tarde de sexta-feira, que Paulo Roberto Costa havia revelado à PF os nomes de pelo menos 30 parlamentares que teriam recebido DINHEIRO do esquema. Entre eles, estaria o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

De acordo com a Veja, Costa também teria mencionado o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), além dos senadores Ciro Nogueira (PP-PI) e Romero Jucá (PMDB-RR). Entre os deputados, estariam Cândido Vaccarezza (PT-SP) e João Pizzolatti (PP-SC).

Também foram citados o ex-ministro das Cidades Mário Negromonte, e o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que faria a “ponte” do esquema com o partido. O nome de Vaccari já havia aparecido nas investigações da Lava Jato. Ele teria visitado empresas do doleiro Alberto Youssef, a principal engrenagem do esquema investigado na Lava Jato.

Nas conversas com a PF, o ex-diretor teria dito também que, quando estava na Petrobras, entre 2004 e 2012, conversou diretamente com o então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para tratar de assuntos da empresa. Nos bastidores políticos, Costa era apontado como um homem que resolvia problemas. Consta que Lula o chamava de Paulinho.

Refinaria

Esse esquema teria funcionado, por exemplo, na polêmica Compra da refinaria de Pasadena, que rendeu prejuízo de US$ 792 milhões para a Petrobras. Segundo a Veja, Costa teria dito que esse negócio também serviu para distribuir recursos a partidos aliados.

(O POVO Online com Agência Estado)

Mulheres com formação técnica são maioria no mercado de trabalho

As mulheres com formação técnica são maioria no mercado de trabalho, representam 55%, segundo a Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho e Emprego, em 2013. Elas chegaram a 2,9 milhões no mercado formal, que inclui indústria, construção, comércio, serviços e agropecuária.

A participação, no entanto, varia com a área, a maioria está no setor de serviços, com 2,5 milhões. Na indústria e construção, são 238 mil e representam 25% do total de técnicos.

“Existem muitas barreiras, ainda culturais ou preconceituosas, sobre algumas profissões. Tem-se a ideia de que são trabalhos tipicamente masculinos, em função até da história da profissão de base, de que tem que fazer muito esforço”, diz o gerente de Estudos e Prospectivas da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Márcio Guerra.

Ele ressalta, no entanto, que esse cenário tem mudado e as mulheres chegam a ser maioria em setores como o de eletroeletrônica, “onde existe nível de perfeccionismo no trabalho, de concentração e detalhe. A mulher tem todas estas características e pode se destacar cada vez mais a medida que vai acessando a qualificação”.

(Agência Brasil)

Aproximação de Mauro com Dilma pode render 5 campi da UFC no Estado

151 9

eleições 2014 pros 0906 mauro

Durante fala no comício do palanque da coligação “Para o Ceará Seguir Mudando”, na noite dessa sexta-feira (5), em Tianguá, na Serra da Ibiapaba, a 310 quilômetros de Fortaleza, o candidato do Pros ao Senado, Mauro Filho, disse que conversou com a presidente Dilma e que, caso eleito, irá trabalhar pela instalação de cinco campi da Universidade Federal em regiões do Ceará.

“Já conversei com a presidenta Dilma e vou trabalhar pela implantação de mais cinco campi da Universidade Federal no Ceará, sendo que um deles será aqui na Serra da Ibiapaba”, destacou o candidato.

Durante o comício, Mauro também consolidou sua proposta de criar mais oportunidades de empregos para os jovens da Serra da Ibiapaba. Segundo o candidato, uma de suas funções como senador será estimular a vinda de empresas para a região.

Conselheira Soraia Victor profere palestra para servidores do TJCE

foto tce soraia victor

A Secretaria Especial de Planejamento e Gestão (Seplag) do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) promove na sexta-feira (12) a palestra sobre o tema “Controle Externo como Ferramenta de Melhoria da Gestão Pública”. A convidada é a conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Soraia Thomaz Dias Victor.

O evento ocorrerá às 15h, no auditório da Corregedoria Geral da Justiça do Estado, e faz parte do “II Ciclo de Palestras sobre Gestão Organizacional: Eficiência na Gestão Pública”. O projeto contempla a realização de palestras e mesas redondas com personalidades da área estratégica dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. O objetivo é promover a interação do TJCE com outros órgãos e entidades públicas a fim de compartilhar tecnologias e metodologias de gestão.

“Este intercâmbio de experiências amplia a visão e promove a absorção de conhecimentos que podem agregar valor e contribuir para a melhoria da gestão e dos serviços prestados”, explicou a secretária Especial de Planejamento e Gestão, Diana Pontes.

As inscrições serão realizadas a partir das 14h30min, no dia da palestra, no hall de acesso do auditório. Aos participantes será enviado o certificado via e-mail institucional.

A iniciativa conta com o apoio da Secretaria de Gestão de Pessoas (SPG) do Tribunal. Mais informações podem ser obtidas no Serviço de Treinamento: 3207-7564 ou pelo e-mail treinamento@tjce.jus.br.

(TJCE)

Eliane diz que pesquisas não refletem aceitação de sua candidatura

eleições 2014 psb 0906

A candidata do PSB ao governo do Ceará, Eliane Novais, participou neste sábado (6) de uma carreata e depois de uma caminhada em Itapajé, ao lado do vice Leonardo Bayma. Durante o percurso, a candidata questionou os índices das últimas pesquisas eleitorais.

“Esta é uma oportunidade de provarmos que as últimas pesquisas não refletem o sentimento das ruas. Nossa candidatura cresce e por isso acreditamos que estamos indo um excelente caminho”, afirmou.

(Foto: divulgação)

O sentido da vida

Em artigo no O POVO deste sábado (6), o médico, antropólogo e professor universitário Antonio Mourão Cavalcante avalia a busca do homem pelo prolongamento da vida. Confira:

Durante muitos séculos, mesmo milênios, o grande sonho da humanidade foi o de prolongar a vida. Querer viver mais. Quando Cristo morreu – aos 33 anos – ele já era um homem maduro, adulto. É que a vida média, naquele tempo, não passava dos quarenta. Agora, dizemos que Ele faleceu muito jovem… Assim, ao longo do tempo, com ajuda dos avanços da Medicina e dos cuidados de saúde, fomos ganhando mais anos, mais vida. Depois, passamos a falar em qualidade de vida. Não apenas viver muitos anos, mas viver com satisfação, autônomo, sem doenças a incomodar.

Mesmo nesse aspecto também avançamos. Hoje é comum vermos idosos pelas ruas, em lugares públicos: bancos, escolas, consultórios, igrejas… Estando presente. Participando do mundo. Essa perspectiva que parece tão fantástica, foi quebrada – em meu momentâneo pensamento – por duas notícias que li, essa semana, na imprensa. Primeira, a manchete diz tudo: “O número de eutanásia explode na Bélgica.” Depois de 2002, por lei, é obrigatória a declaração e, no período 2010-2012, naquele país, houve um crescimento de mais de 50% nessas notificações. Sem falarmos dos casos não informados. Há com o que nos preocuparmos.

A segunda informação, também deu manchete: cerca de 800 mil pessoas se suicidam todos os anos no mundo, ou seja, uma pessoa tira a própria vida a cada 40 segundos. Uma cifra maior que as vítimas de guerra ou de catástrofes naturais, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). A maioria das pessoas que cometem suicídio tem mais de 50 anos e o suicídio afeta duas vezes mais os homens do que as mulheres.

Cabe a pergunta: o que está acontecendo com o bicho homem? Por que essa repentina falta de “gosto pela vida”? Nosso projeto biológico foi estendido além do limite? A vida fica monótona? Perdemos a curiosidade? Ficamos sós? Não temos mais grana e a possibilidade de consumir?

A resposta não pode ser única. Existem muitos fatores. Talvez as dores. Talvez as dificuldades em se locomover, enxergar, escutar, participar… A solidão.

Chamar isso tudo de depressão é profundamente simplista. Ou mesmo que um remédio mágico pode curar a angústia de ser humano. Talvez a gente deva COMEÇAR por questões mais elementares… algo como, qual é mesmo o sentido da vida?

Eunício diz que Ceará sofre “intervenção branca” na segurança pública

165 1

eleições 2014 pmdb eunício palanque

Uma operação contra o crime organizado, o tráfico de drogas e o tráfico de armas e explosivos, coordenada pelo Ministério da Justiça, no Ceará, mobilizou mais de 1,2 mil policiais cearenses, além de 40 policiais federais, 157 policiais rodoviários federais e 38 integrantes do Exército. Como resultados, 27 pessoas foram presas, dois adolescentes foram detidos e vários materiais ilícitos foram apreendidos.

Para o candidato do PMDB ao governo do Ceará, Eunício Oliveira, a operação proporcionou mais tranquilidade para o cearense, mas mostrou que o Estado precisou sofrer uma “intervenção branca” para isso.

“A operação Brasil Integrado – Ação Nordeste é uma intervenção branca na segurança pública do Ceará. Foi preciso o governo federal mostrar como se combate a violência que assusta os cearenses”, comentou Eunício, neste sábado (6), em Cascavel, Litoral Leste do Estado, onde o candidato realizou uma caminhada pela cidade, ao lado do candidato do PSDB ao Senado, Tasso Jereissati.

O peemedebista disse que, caso eleito, contará com a ajuda do governo federal no combate ao crime, sem a necessidade de se apropriar dos resultados obtidos em uma ação conjunta.

“Quando há gestão, decisão política e empenho dos órgãos estaduais responsáveis, os problemas podem ter solução”, ressaltou Eunício.

(Foto: divulgação)

Selo Unicef realiza capacitação com municípios do Ceará

O Unicef realiza na próxima semana, nos dias 9, 10 e 11, no auditório do Banco do Nordeste, no bairro Passaré, em Fortaleza, o 3º Ciclo de Capacitação sobre a metodologia do Selo Unicef edição 2013/2016. Participam dessa edição 161 dos 184 municípios cearenses, que têm o desafio de melhorar os indicadores sociais, relacionados à infância e adolescência, reduzindo as desigualdades às quais estão submetidas meninos e meninas, motivadas por raça, renda, condição pessoal, gênero, local onde moram (se na zona rural ou urbana) ou qualquer que seja o fator.

A participação da sociedade e sobretudo das próprias crianças e adolescentes é uma das condições que devem ser respeitadas para que o município continue concorrendo. Por isso, o Selo UNICEF estimula a criação e o fortalecimento de espaços de participação – como os Núcleos de Cidadania dos Adolescentes (NUCAs) – e fóruns comunitários como espaços  de análise de situação e elaboração de propostas que deverão ser implementadas na perspectiva de tornarem-se políticas públicas permanentes.

A cada dia participam um grupo de municípios, representados pelo articulador do Selo Unicef, por um representante do Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente e por um casal de adolescentes.

(Unicef)

A moderação “a princípio” de Dilma no Ceará

163 1

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (6), pelo jornalista Érico Firmo:

Em todas as eleições deste século, as visitas ao Ceará de presidentes e de candidatos que lideravam as pesquisas para presidente tiveram articulação atribulada. Entre certezas de que se envolveriam e garantias de que se manteriam distantes, o fato é que essas definições e acordos firmados antes podem mudar drasticamente, a depender do desenrolar dos acontecimentos. Daí ser muito significativo o fato de Dilma Rousseff enfatizar que, “em princípio”, tem dois apoiadores no Ceará e, por isso, manterá postura moderada. Os passos de Eunício, o trabalho de aliados por Aécio Neves (PSDB), é observado de perto pela cúpula da campanha. Petistas estaduais passam relatórios periódicos, tentando mostrar o “corpo mole” peemedebista e o entusiasmo de gente próxima a ele pelo tucano. Irão trabalhar até a última semana para trazer Lula ou Dilma ou ambos.

Por outro lado, Eunício tem alguns trunfos importantes para pressionar e manter a máquina federal longe do palanque estadual petista. O primeiro, o tamanho do PMDB e sua importância como aliado. Nem se compara ao Pros, ao passo que com o PT o Planalto se entende. Além disso, para quem está na Presidência da República, mais vale um senador que um governador. O primeiro representa um voto a mais, o segundo, reivindicações extras de recursos e apoio. Além do que, sobretudo em estados pobres como o Ceará, o governador não tem muita alternativa que não seja o alinhamento com o poder central.

São armas e argumentos que os dois lados usarão. E a história mostra que, até o fim da campanha, essa disputa silenciosa é travada. Posição definitiva, só quando a campanha termina.

Ciro prega diálogo e tolerância… há 20 anos

foto ciro ontem e hoje

Da Coluna O POVO é História, neste sábado (6), no O POVO:

O novo ministro da Fazenda, Ciro Gomes, que toma posse amanhã, em Brasília, pediu ontem tolerância para que tenha tempo de mostrar que não é ministro de um partido e sim, ministro do País. Disse que “quem apostar em tumulto estará apostando errado”. Ele declarou que sua principal meta é assegurar o cumprimento das premissas do Plano Real. Ciro disse ainda que está aberto ao diálogo com todos os setores da sociedade, incluindo partidos políticos.

Vamos nós – “Quem apostar em tumulto estará apostando errado”… O que mudou em 20 anos?!

Sensus: Dilma 29,8% e Marina 29,5%

236 3

eleições 2014 marina e dilma

A revista ISTOÉ publica neste fim de semana a pesquisa do Instituto Sensus, que mostra que não há mais diferença entre as candidatas Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) na intenção de voto do eleitorado no primeiro turno. Dilma aparece com 29,8%, enquanto Marina soma 29,5%.

O candidato do PSDB, Aécio Neves, aparece com 15,2%, em uma queda de 6,2% em relação à pesquisa anterior, realizada pelo mesmo instituto.

Em um eventual segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PSB venceria por 47,6% a 32,8% dos votos válidos.

A pesquisa foi realizada em 136 municípios de 24 Estados, entre os dias 1º e 4 de setembro, com dois mil eleitores.

(com agências)